Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

1 – Evite falar muito para ajudar no processo de cicatrização da extração

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

2 – Ficar em repouso o maior tempo possível nos 3 primeiros dias. Não esqueça de posicionar a cabeça bem elevada.

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

3 – Não ficar exposto ao sol, evite atividades físicas e banhos muito quentes nos 5 primeiros dias

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

4 – Prefira os alimentos gelados ou frios para prevenir possíveis sangramentos

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

5 – A alimentação deve ser líquida ou pastosa mornas/frias nos 2 primeiros dias, fracionadas de 3 em 3 horas

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

6 – Tome água à vontade, pois a hidratação é cuidado importante

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

7 – Não faça movimentos de sucção. Utilize um copo para beber

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

8 – Higienizar a área operada, sempre na frente do espelho, utilizando corretamente o fio dental e a escova de dentes com cerdas macias

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

9 – Utilizar um cotonete embebido de água filtrada ou enxaguante bucal sem álcool para remover os restos de alimentos que ficam retidos nos pontos

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

10 – Não bochechar vigorosamente nos 4 primeiros dias. Apenas lave a boca com água, banhando a área operada cuidadosamente e cuspa para remover a espuma da pasta de dentes

11 – Não fique cuspindo por qualquer motivo

12 – Nos 2 primeiros dias, colocar compressas geladas próxima à região operada, utilizando um saco plástico e grande quantidade de gelo

13 – Não passe a língua, dedo ou qualquer objeto na área operada

14 – Em casos de sangramento excessivo e contínuo (hemorragias), morder a região operada com gaze estéril

15 – É normal a sensação de gosto de sangue com saliva na boca, e o sangramento pequeno na primeira noite, podendo inclusive manchar a roupa de cama. Para evitar que isso ocorra, durma com 2 travesseiros

16 – Se for fumante, tente não fumar ou ao menos reduza a quantidade de cigarros até a cicatrização do corte

17 – Não tome bebidas alcoólicas de nenhuma espécie

18 – A prescrição medicamentosa deve ser seguida à risca e os horários das medicações devem ser rigorosamente respeitados

19 – Não deixe de comparecer à consulta de retorno para a remoção dos pontos e avaliação da cicatrização

20 – Não dê ouvidos a qualquer conselho doméstico. Não tome nenhum medicamento por conta própria. O seu cirurgião-dentista é o profissional mais habilitado para resolver suas dúvidas

A extração de um dente pode ser um momento de nervosismo para o paciente. Com a ajuda e orientação de um profissional, esse momento consegue ser mais tranquilo. Para isso, há cuidados importantes a seguir no pós-operatório da extração dentária.

Segundo a dentista Thalita Costa, se o(s) dente(s) foram removidos, deve-se obrigatoriamente substituir os espaços vazios por dentes artificiais, já que uma mastigação deficiente ou ausente, compromete muito a qualidade de vida das pessoas. “Pode-se lançar mão de implantes, próteses com substituição de um, alguns ou de todos os dentes”, explica ela.

Além disso, a colaboração do paciente é essencial para a recuperação e cicatrização do dente extraído. Confira esses cuidados que a profissional recomendou como pós-cirúrgico.

Repousar após a extração é essencial

1 – Evite falar muito. Após levantar da cadeira do dentista, é importante não fazer esforço com a região bucal. Assim, você contribui para que não fique com desconforto na área do dente extraído e até inchaço.

2 – Ficar em repouso o maior tempo possível nos três primeiros dias. Mantenha a cabeça mais elevada do que o resto do corpo por um período de 24 horas após a cirurgia de extração.

3 – Não ficar exposto ao sol, evite atividades físicas e evite banhos muito quentes nos 5 primeiros dias.

A alimentação deve ser repensada no pós-operatório da extração dentária

4 – Não deixar de se alimentar, mas evite alimentos que possam ferir a área operada. Evite alimentos quentes nos primeiros dois dias após a cirurgia. Prefira os gelados ou frios para prevenir possíveis sangramentos.

5 – A alimentação deve ser líquida ou pastosa mornas/frias nos 2 primeiros dias, fracionadas de 3 em 3 horas (ex.:leite, sucos, vitaminas, sorvetes, picolés, mingau, iogurtes, gelatina, sopas, caldos, purês, alimentos batidos no liquidificador, macarrão, etc.).

6 – Tome água à vontade, pois a hidratação é cuidado importante.

7 – Não faça movimentos de sucção. Nesses dias, é importante não usar canudos e até garrafinhas para ingerir os líquidos. A dica é utilizar um copo para beber.

Cuide da higienização na área do dente extraído

8 – Higienizar a área operada, sempre na frente do espelho, utilizando corretamente o fio dental e a escova de dentes com cerdas macias, com quantidade reduzida de creme dental, para que se forme pouca espuma.

9 – Utilizar um cotonete embebido de água filtrada ou enxaguante bucal sem álcool a base de clorexidina, como auxiliar para remover os restos de alimentos que ficam retidos nos pontos. Escove o dorso da língua. Não deixar que os pontos fiquem brancos!

10 – Não bochechar vigorosamente nos 4 primeiros dias. Apenas lave a boca com água, banhando a área operada cuidadosamente e cuspa para remover a espuma da pasta de dentes. Assim, é possível evitar possíveis sangramentos.

A ferida da extração precisa de cuidados

11 – Não fique cuspindo por qualquer motivo.

12 – Nos 2 primeiros dias, colocar compressas geladas próxima à região operada, utilizando um saco plástico e grande quantidade de gelo, protegendo a pele com uma toalha fina de algodão, hidratante ou vaselina sólida para não queimar a pele.

As compressas de gelo deverão ser feitas por 20 minutos, seguidos, obrigatoriamente, de um período de descanso de outros 20 minutos; após esse período, fazer nova aplicação de gelo por mais 20 minutos, e assim por diante até 24 horas para evitar possíveis inchaços.

13 – Não passe a língua, dedo ou qualquer objeto na área operada. Esse descuido pode atrapalhar e aumentar o tempo do processo de cicatrização da extração dentária.

14 – Em casos de sangramento excessivo e contínuo (hemorragias), morder a região operada com gaze estéril, pressionando o local operado de forma ininterrupta. Caso o sangramento não pare, entrar em contato com o seu cirurgião-dentista.

15 – É normal a sensação de gosto de sangue com saliva na boca, e o sangramento pequeno na primeira noite, podendo inclusive manchar a roupa de cama. Para evitar que isso ocorra, durma com 2 travesseiros.

Outros cuidados após a extração dentária

16 – Se for fumante, tente não fumar ou ao menos reduza a quantidade de cigarros até a cicatrização do corte.

17 – Não tome bebidas alcoólicas de nenhuma espécie.

18 – A prescrição medicamentosa deve ser seguida à risca, os horários das medicações devem ser rigorosamente respeitados. Em caso de dor forte ou febre, entrar em contato com o seu cirurgião-dentista o mais breve possível.

19 – Não deixe de comparecer à consulta de retorno para a remoção dos pontos e avaliação da cicatrização.

20 – Não dê ouvidos a qualquer conselho doméstico. Não tome nenhum medicamento por conta própria. O seu cirurgião-dentista é o profissional mais habilitado para resolver suas dúvidas.

Este artigo tem a contribuição do especialista:Thalita Costa – Cirurgiã-dentistaRio de Janeiro-RJCRO-SP: 113895

Extração de dente: como aliviar a dor e o desconforto

Após extração de um dente é muito comum que surja sangramento, inchaço e dor, o que causa muito desconforto e pode até prejudicar a cicatrização. Assim, existem alguns cuidados que são indicados pelo dentista e que devem ser iniciados logo após a cirurgia.

  • As primeiras 24 horas são as mais importantes, pois é nesse período que se desenvolve um coágulo no local do dente removido, que ajuda na cicatrização, mas os cuidados podem ser mantidos por 2 a 3 dias, ou de acordo com as indicações do dentista.
  • Além dos cuidados específicos, é ainda importante não fazer exercício nas primeiras 24 horas para evitar aumento do sangramento e só começar a comer depois que o efeito da anestesia passar completamente, já que existe risco de morder a bochecha ou o lábio.
  • Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

O sangramento é um dos principais sintomas que surge após a extração do dente e, geralmente, dura algumas horas para passar. Por isso, uma forma de controlar esta pequena hemorragia consiste em colocar um pedaço limpo de gaze sobre o vazio deixado pelo dente e trincar durante 45 minutos a 1 hora, para fazer pressão e estancar o sangramento.

Leia também:  Como Se Chama Uma Pessoa Que Trabalha Na Radio?

Normalmente, este procedimento é indicado pelo dentista logo após a extração e, por isso, já se pode sair do consultório com a gaze colocada. No entanto, é aconselhado não trocar a gaze em casa.

Porém, se o sangramento não estiver diminuindo, pode-se colocar um sachê de chá preto molhado no local por mais 45 minutos. O chá preto contém ácido tânico, uma substância que ajuda o sangue a coagular, parando a hemorragia mais rápido.

2. Como garantir a cicatrização

O coágulo de sangue que se forma no local onde estava o dente é muito importante para garantir uma cicatrização correta da gengiva. Assim, após parar o sangramento é aconselhado ter alguns cuidados que ajudam a manter o coágulo no local correto, como:

  • Evitar enxaguar a boca com força, escovar o local ou cuspir, pois pode deslocar o coágulo;
  • Não mexer no local onde estava o dente, seja com o dente ou com a língua;
  • Mastigar com o outro lado da boca, para não remover o coágulo com os pedaços de comida;
  • Evitar comer alimentos muito duros ou quentes ou beber bebidas quentes, como café ou chá, pois podem dissolver o coágulo;
  • Não fumar, beber por um canudo ou assoar o nariz, porque pode criar diferenças de pressão que deslocam o coágulo.

Estes cuidados são especialmente importantes durante as primeiras 24 horas após a extração do dente, mas podem ser mantidos durante os primeiros 3 dias para garantir uma melhor cicatrização.

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

Além do sangramento, também é comum sentir um ligeiro inchaço da gengiva e do rosto na região em volta do dente que foi removido. Para aliviar esse desconforto é importante aplicar compressas com gelo sobre o rosto, no local onde estava o dente. Este procedimento pode ser repetido a cada 30 minutos, por 5 a 10 minutos.

Outra opção também é consumir sorvete, mas é muito importante que seja em moderação, especialmente no caso de sorvetes com muito açúcar já que podem prejudicar a saúde dos dentes. Por isso, depois de comer o sorvete também se aconselha lavar os dentes, mas sem passar a escova no local do dente extraído.

4. Como aliviar a dor

A dor é muito frequente nas primeiras 24 horas, mas pode variar muito de pessoa para pessoa, no entanto, em quase todos os casos, o dentista receita remédios analgésicos ou anti-inflamatórios, como o ibuprofeno ou o paracetamol, que aliviam a dor e que devem ser ingeridos de acordo com as orientações de cada médico.

Além disso, ao ter os cuidados necessários para parar o sangramento e reduzir o inchaço, também é possível reduzir o nível de dor, podendo nem ser necessário o uso de medicação em alguns casos.

5. Como evitar uma infecção

A boca é um local com muita sujeira e bactérias e, por isso, após a cirurgia de extração do dente também é muito importante ter cuidados para evitar uma possível infecção. Alguns cuidados incluem:

  • Escovar os dentes sempre depois de comer, mas evitando passar a escova no local onde estava o dente;
  • Evitar fumar, pois os químicos do cigarro podem aumentar o risco de infecções na boca;
  • Fazer bochechos suaves com água morna e sal 2 a 3 vezes por dia, após 12 horas da cirurgia, para eliminar o excesso de bactérias.
  1. Em alguns casos, o dentista pode até receitar o uso de antibióticos, que devem ser usados até ao fim da embalagem e de acordo com todas as orientações do médico.
  2. Assista também o vídeo seguinte e saiba o que fazer para evitar ir ao dentista:

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

Hemostasia: o que fazer perante uma hemorragia dentária?

Uma hemorragia dentária é qualquer perda sanguínea da corrente vascular de forma espontânea, por uma ferida cutânea ou na cavidade oral. Caracteriza-se por intensidade e duração anormais.

Além disso, trata-se de um possível fator agravante na atividade diária do médico dentista, já que na maioria dos casos surge como uma complicação durante um procedimento cirúrgico, embora também possa desencadear-se após uma ferida acidental ou um forte traumatismo.

Sendo um problema relativamente comum na prática odontológica, na Dentaleader explicamos os motivos pelos quais as hemorragias dentárias costumam ocorrer e damos alguns conselhos para atuar contra elas através do mecanismo mais comum: a hemostasia.

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?

Porque ocorre uma hemorragia dentária?

Depois de uma exodontia

Durante ou após uma intervenção cirúrgica, em geral nas extrações dentárias, a área em causa fica especialmente sensível. Por este motivo, em alguns casos, ocorre uma hemorragia dentária e é essencial seguir as indicações do dentista.

Devido a um forte traumatismo

Uma hemorragia pode também ser causada por uma lesão na raiz dentária ou em zonas próximas dos dentes, caso em que se deve igualmente ir à clínica dentária quanto antes e procurar os cuidados de um profissional para evitar o sangramento.

O que fazer perante uma hemorragia dentária?

Embora um dos aspetos mais importantes seja a prevenção, por vezes é inevitável que o dentista se depare com uma hemorragia dentária durante um tratamento odontológico.

Nesta eventualidade, é fundamental estudar previamente o caso individual de cada paciente e elaborar um historial clínico detalhado, no qual se indique se a pessoa já teve algum tipo de antecedente com problemas hemorrágicos.

No entanto, na maioria dos casos, as hemorragias podem ser causadas pelo consumo de fármacos anticoagulantes orais, antiagregantes plaquetários ou medicamentos administrados de forma crónica. Os pacientes com a doença de von Willebran e com hemofilia verdadeira também são propensos a sofrer uma hemorragia dentária.

A hemostasia é o mecanismo defensivo cuja finalidade consiste em obstruir voluntariamente as lesões vasculares para evitar a perda de sangue. Durante a fase primária, a zona da hemorragia é tratada através da constrição das paredes afetadas e da agregação de plaquetas para formar um tampão.

Posteriormente, na fase de coagulação, as restrições enzimáticas sequenciais são ampliadas a fim de produzir trombina, uma protease que transforma o fibrinogénio plasmático em fibrina insolúvel.

Por último, na fase de fibrinólise, todo o processo é limitado graças aos inibidores plasmáticos, que neutralizam a referida trombina.

Agentes hemostáticos

Para deter uma hemorragia dentária, em odontologia, podem ser utilizados diferentes agentes hemostáticos, que se dividem em químicos, térmicos e mecânicos.

Os agentes químicos são os que facilitam a adesão das plaquetas e a formação do coágulo, como por exemplo o colagénio absorvível. Além disso, atuam como um tampão na corrente vascular, impedindo que a hemorragia continue. Outros elementos químicos a considerar são o ácido tranexâmico, o surgicel ou a epinefrina, presentes na anestesia local.

Quanto aos agentes térmicos, a sua principal característica consiste em permitir a selagem e a coagulação dos tecidos, como acontece com a eletrocirurgia e o bisturi hemostático.

Os agentes mecânicos conseguem deter a perda de sangue bloqueando mecanicamente os vasos que permanecem abertos. Alguns exemplos são a cera de osso, as pinças e esponjas hemostáticas, o sulfato de cálcio e as gazes estéreis.

As esponjas hemostáticas: Gelatamp Forte

Por último, é fundamental realçar a importância das esponjas hemostáticas nas hemorragias dentárias, já que se trata de uma das melhores soluções mecânicas para as travar. Na Dentaleader, trabalhamos para satisfazer as necessidades dos médicos dentistas há mais de 30 anos e, portanto, queremos apresentar as novas esponjas Gelatamp Forte.

Como Estancar O Sangue Quando Se Arranca Um Dente?Este tipo de esponja hemostática é recomendado em pacientes que tomam fármacos anticoagulantes e é composto por 100% de gelatina purificada de origem suína, o que permite uma homeostase mais rápida durante uma intervenção cirúrgica graças à sua grande absorção de líquidos.

O uso de esponjas hemostáticas Geltamp Forte não só beneficia o profissional no momento de parar uma hemorragia dentária, pois não há obstrução do campo visual devido ao sangramento, como também beneficia o paciente já que reduz o tempo de tratamento.

Extração de Dente: O que Fazer para Diminuir o Desconforto

Quem nunca fez a extração de um dente e sentiu um enorme desconforto.

Depois da extração do dente, as primeiras 24 horas são muito importantes porque é nesse período que se desenvolve um coágulo no local do dente removido. Embora, este coágulo ajude na cicatrização é necessário manter os cuidados por dois ou três dias, consoante as indicações do seu médico dentista.

Quando se extraí um dente é comum que surjam situações de sangramento, inchaço e dor, o que provoca desconforto.

Leia também:  Como Reconquistar Ex Namorada Que Esta Com Outro?

Assim, existem alguns cuidados específicos que devemos ter em consideração, logo após a cirurgia:

  • Não fazer exercício nas primeiras 24 horas, para evitar o aumento do sangramento.
  • Começar a comer só depois do efeito da anestesia, para não correr o risco de morder a bochecha ou o lábio.

Após a cirurgia, como parar de sangrar?

Este é um sintoma que surge após a extração do dente e demora algumas horas para passar. Por isso a sugestão que deixamos é colocar um pedaço de gaze sobre o vazio deixado pelo dente e trincar durante 45 minutos a 1 hora, uma vez que, a pressão exercida ajuda a estancar o sangramento.

Por norma, esta indicação é dada pelo seu médico dentista logo após a extração e por isso o paciente já sai do consultório com a gaze colocada. Neste caso, não é aconselhável trocar a gaze em casa.

Como garantir a cicatrização?

É importante para garantir uma cicatrização correta da gengiva, que se forme o coágulo de sangue no local onde estava o dente. Assim, quando o sangramento parar, são aconselhados alguns cuidados que ajudam a ter o coágulo no local correto, como:

  • Evitar enxaguar a boca com força, escovar o local ou cuspir.
  • Não mexer no local onde estava o dente.
  • Mastigar com o outro lado da boca.
  • Evitar comer alimentos muito duros ou quentes.
  • Não fumar, beber por um canudo ou assoar o nariz.

Estes são alguns cuidados fundamentais que deve fazer durante as primeiras 24 horas após a extração do dente, mas podem e devem ser mantidos durante os primeiros 3 dias para garantir uma melhor cicatrização.

Como reduzir o inchaço?

Para além do sangramento, é comum sentir um ligeiro inchaço da gengiva e do rosto na região em volta do dente que foi removido.

Para aliviar este desconforto deve aplicar compressas com gelo sobre o rosto, no local onde estava o dente. Deve repetir este procedimento a cada 30 minutos, durante 5 a 10 minutos.

Outra sugestão para aliviar o inchaço e que normalmente o paciente gosta é comer gelados. É apenas necessário que tenha em atenção o consumo com moderação e depois de comer o gelado, escovar os dentes sem passar no local do dente extraído.

Como aliviar a dor?

Nas primeiras 24 horas, a dor é muito frequente, no entanto, pode variar de pessoa para pessoa. Por norma, o médico dentista receita anti inflamatórios que aliviam as dores, mas deve sempre fazer a sua toma de acordo com as indicações do médico.

No entanto, se tiver os cuidados necessários que ajudam a parar o sangramento e a reduzir o inchaço, pode não ser necessário o uso de medicação.

Como evitar uma infeção?

Após a cirurgia de extração do dente, deve ter os seguintes cuidados para evitar uma infeção:

  • Escovar os dentes sempre depois de comer – evitando passar a escova no local onde estava o dente.
  • Evitar fumar – os químicos do cigarro aumentam o risco de infeções.
  • Em alguns casos, quando o médico dentista receita antibiótico, deve fazer a sua toma de acordo com as indicações dele.
  • Outros artigos que pode considerar interessantes:
  • Dentistas têm um papel crucial na deteção de doenças.
  • Cirurgia Guiada de Implantes.
  • 6 Dicas para eliminar o mau hálito.
  • Fonte: A tua saúde (Online).

Dicas para a cicatrização ao extrair dentes do siso | Colgate®

Se o dentista recomendar a extração dos dentes do siso, também conhecidos como dentes do juízo, não entre em pânico – você não perderá o juízo após a extração.

De fato, quando os dentes do siso, também conhecidos como terceiros molares, começam a afetar sua saúde bucal, a extração é a decisão mais sábia que você pode tomar.

Para não arriscar, você deve seguir todas as instruções de cuidados após a cirurgia para ter uma cicatrização adequada e evitar complicações.

Por que os cuidados após a extração são tão importantes?

Nos Estados Unidos, de acordo com a Academy of General Dentistry (AGD), milhões de americanos extraem os dentes do siso todos os anos. Podem ocorrer sangramento temporário, desconforto, inchaço e hematoma após a cirurgia, mas a maioria dos pacientes se recupera rapidamente. No entanto, você deve saber que alveolite seca é a complicação cirúrgica evitável mais comum.

A alveolite seca ocorre quando o coágulo sanguíneo recém-formado no alvéolo se desloca ou desintegra, expondo terminações ósseas e nervosas. Além de dor intensa, os sintomas da alveolite seca descritos pela Mayo Clinic incluem mau hálito e gosto desagradável na boca, exposição do osso no alvéolo, inchaço de linfonodos no pescoço e febre baixa.

Para evitar possíveis problemas após a extração dos dentes do siso, você deve seguir algumas instruções para ajudar na cicatrização:

Inchaço

Aplique compressas de gelo sobre a bochecha, na região do dente extraído, de forma intermitente (20 minutos com a compressa, 20 minutos sem a compressa) por até dois dias para minimizar o inchaço, hematomas ou qualquer desconforto. Se o dente estava infeccionado antes da extração, o dentista pode pedir que você aplique compressas quentes, em vez de gelo.

Sangramento

É normal ocorrer um pouco de sangramento, por isso mantenha uma gaze sobre o local da extração por 30 minutos após a cirurgia.

Para sangramento mais intenso, a Conestoga Oral & Maxillofacial Surgery sugere que você morda uma gaze ou a pressione com os dedos sobre o local da extração por 30 minutos antes de removê-la.

Uma alternativa é usar um saquinho de chá umedecido pelo mesmo período de tempo. O ácido tânico no chá contrai os vasos hemorrágicos, ajudando a coagular o sangue.

Cuidados bucais

Evite comer, beber e conversar pelas duas primeiras horas após a cirurgia e planeje descansar pelo resto do dia. Para evitar o deslocamento do coágulo sanguíneo, não faça bochechos vigorosos nem use canudo ao tomar líquidos.

Além disso, evite exercícios rigorosos por alguns dias, além de fumar ou cuspir excessivamente no dia da cirurgia ou enquanto houver sangramento. Após 12 horas, você pode fazer bochechos suaves com um enxaguante bucal diluído ou com água salgada.

Escove os dentes cuidadosamente na noite da cirurgia, mas evite o local da extração da melhor maneira possível.

Dieta

Depois que o sangramento parar, beba muito líquido morno ou frio para manter-se hidratado. Faça suas refeições regularmente, conforme recomendado pelo Reading Oral Surgery Group, mas comece com líquidos claros e alimentos moles.

Pudins, gelatinas, ovos, purê de batatas e cereais cozidos são boas escolhas, assim como legumes, carnes e frutas batidos no liquidificador.

Para evitar o deslocamento do coágulo, a AGD adverte contra o consumo de bebidas gaseificadas e de alimentos como pipoca, amendoim e macarrão, que podem deixar partículas no alvéolo.

Medicamentos

Tome os analgésicos e antibióticos prescritos para a infecção exatamente como indicado pelo dentista. E lembre-se, se você estiver tomando um forte analgésico opioide, não deve dirigir ou operar máquinas e deve evitar bebidas alcoólicas.

Quando ligar para o dentista

A dor e o inchaço costumam melhorar com o passar dos dias, mas ligue para o dentista se tiver um dos sintomas a seguir:

  • Inchaço que piora em vez de melhorar.
  • Sangramento excessivo que não diminui com a pressão.
  • Dor intensa e latejante três a quatro dias após a cirurgia.
  • Febre alta e persistente.

Se você extraiu um ou os quatro dentes do siso, lembre-se que o dentista sabe o que deve ser feito evitar complicações; você só precisa ter juízo para ouvi-lo.

Como Parar o Sangramento Depois de Arrancar um Dente Mole

  1. 1

    Deixe a natureza agir. Se a extração de um dente de leite provocar mais que um sangramento leve, pode ser que você o tenha arrancado cedo demais. Deixar que o dente fique naturalmente mole — a ponto de cair com uma intervenção mínima — quase sempre é o método mais recomendado e menos doloroso (e limpo).[1]

    • Em vez de amarrar o dente com fio dental e puxá-lo, como seus pais provavelmente faziam, incentive seu filho a mexer nele até deixá-lo mole. A língua é a melhor ferramenta para o processo; basta fazer um movimento de vai e vem.
    • Se precisar ajudar a criança, segure o dente com o polegar e o indicador, usando uma gaze para cobri-lo. Depois, faça o movimento. Caso o dente apresente resistência, ele não está pronto para ser arrancado.
    • Se estiver preocupado com um dente mole que não cai, consulte um dentista.
  2. 2

    Prepare-se para um pouco de sangue. Alguns dentes de leite caem sem gerar sangramento, mas é normal haver um pouco de sujeira. Lembre-se de que algumas gotas de sangue misturadas com a saliva podem fazer parecer que a criança está com um problema. Por isso, prepare a criança (e não se desespere) para caso algo do tipo ocorra.

    • Fazer um gargarejo com água fria após arrancar o dente ajuda a limpar a boca; no entanto, não repita o processo. O objetivo é formar um coágulo, não removê-lo com a água.
  3. 3

    Aplique uma gaze limpa e úmida à gengiva por 15 minutos. Se o sangramento for modesto, como costuma acontecer com dentes de leite, não é preciso fazer qualquer intervenção. No entanto, se ainda houver sangue após cerca de um minuto, use uma gaze para estancar o fluxo e facilitar a formação do coágulo.

    • Umedeça a gaze com água limpa para evitar que o sangue grude. Peça que a criança morda o material por 15 minutos.[2]
    • Instrua-o a não relaxar a mordida ou ficar movimentando os pedaços de gaze. Ele deve ficar imóvel. Pode não ser a melhor estratégia para o seu caso, mas lembre o pequeno da recompensa da Fada dos Dentes.
    • Você pode ter de imobilizar a gaze se a criança for muito pequena, principalmente se achar que ela pode engolir o objeto.
    • Verifique como a criança está após 15 minutos. Se o sangramento não tiver parado, troque a gaze e, logo depois, entre em contato com um dentista.[3]
  4. 4

    Erga a cabeça da criança, com o rosto levemente inclinado para cima. Se precisar usar gaze para parar o sangramento, recorra à gravidade para limitar o fluxo de sangue à área; incline a cabeça para trás, evitando que a garganta do pequeno seja atingida.[4]

    • Engolir sangue pode provocar náuseas. É por isso que também devemos inclinar a cabeça para trás quando o nariz sangra.
  5. 5

    Não faça a criança gargarejar repetidas vezes. Água morna com sal como enxaguante bucal é um remédio comum para acabar com o sangramento após a retirada de um dente. No entanto, se a estratégia for usada durante a formação de um coágulo, vai dissolvê-lo ou removê-lo e, assim, reiniciar o fluxo de sangue.

    • Não use água oxigenada ou enxaguantes à base de álcool, que também podem dissolver ou remover coágulos.[5]
    • Bebidas e alimentos quentes também podem provocar a volta do sangramento; não consuma itens como sopa no dia seguinte. Beber água gelada é a melhor maneira de hidratar a área após a extração de um dente (para crianças e adultos).
    • Você pode começar enxaguando a boca com água morna e sal (cerca de uma colher de chá de sal para uma xícara do líquido) no dia seguinte à extração do dente para deixar a área limpa. Peça que o pequeno cuspa todo o produto depois de usá-lo.[6]
  6. 6

    Entre em contato com um dentista se o sangramento não parar depois de 15 minutos. Vale a pena reiterar essa informação, já que arrancar dentes de leite não deve, sob circunstâncias normais, causar sangramentos fortes.[7]

    • Sangramentos ininterruptos podem indicar que parte do dente ficou presa na gengiva, que houve algum dano na área ou que o seu filho tem um problema médico que torne sangramentos excessivos um problema. Não brinque com a saúde e entre em contato com um profissional de imediato.
    • Dito isso, um sangramento leve no local de onde o dente foi arrancado ou uma coloração rosada na saliva do pequeno não são sinais de um problema sério. Se o sangue ficar acumulado ou pingando da área, o melhor a fazer é esperar.[8]
  1. 1

    Deixe que o dentista arranque os dentes. Nunca vale a pena pegar uma pinça e cuidar daquele dente mole por conta própria só para economizar um pouco de dinheiro. Você pode danificar ou até quebrar os outros dentes no local, além de causar danos aos nervos, à gengiva e à mandíbula, ficar sob o risco de desenvolver infecções ou até provocar um sangramento excessivo.

    • Deixe que um profissional faça um diagnóstico do seu problema e o resolva de modo adequado — e, com sorte, até salve o dente no processo.[9]
  2. 2

    Siga as instruções do dentista para se recuperar depois de arrancar um dente. Esses cuidados recomendados variam de acordo com o tipo do dente, o método de extração, seu histórico médico e vários outros fatores.

    • Os Passos a seguir trazem várias dicas para cuidar do sangramento depois de arrancar o dente; no entanto, eles não substituem consultas a profissionais.
  3. 3

    Morda uma gaze limpa e umedecida para facilitar a formação do coágulo. O dentista vai pedir que você faça isso logo depois da extração do dente. Ele pode recomendar que você segure a gaze por 15, 30 ou até 60 minutos, dependendo dos detalhes particulares do seu caso.[10]
    [11]

    • Exerça pressão constante sobre a gaze e deixe-a imóvel na boca. Não atrapalhe a formação do coágulo.
    • Se a gaze ficar saturada com sangue nos 15 minutos, adicione mais um pedaço do material (sem remover o anterior). Lembre-se: não atrapalhe a formação do coágulo.
    • Mesmo depois de segurar a gaze inicial por 45-60 minutos, você pode ter de continuar aplicando novos pedaços por 3-5 horas ou mais. Siga as instruções do dentista.
  4. 4

    Deixe a cabeça erguida, com o rosto levemente inclinado para trás. Como dito na seção anterior, tire proveito da gravidade para reduzir o fluxo de sangue à cabeça e limitar a drenagem pela garganta.[12]

    • Também vale repetir a seguinte dica: é comum o paciente ficar nauseado se engolir sangue; por isso, incline a cabeça para trás sempre que a sua boca (ou o nariz) estiver sangrando.
  5. 5

    Experimente usar um saquinho de chá. Não, a ideia não é tomar chá (ou café ou outra bebida ou alimento) quente no primeiro dia — o que pode dissolver coágulos de sangue. Recorra às propriedades características do chá preto, que podem melhorar a formação do coágulo.

    • O ácido tânico encontrado no chá preto promove a coagulação; assim, tente umedecer um saquinho velho do produto e morda-o junto da gaze.[13]
      Deixe-o na boca por 15 minutos e veja se o sangramento para ou diminui. Repita o processo quantas vezes forem necessárias com novos saquinhos.[14]

    • O chá pode criar manchas temporárias nos dentes e na gengiva, mas elas logo vão sumir.
  6. 6

    Não enxague a boca com água e sal até o dia seguinte. Não pense que usar água morna com sal vai parar o sangramento na boca; é bem mais provável que o produto dissolva os coágulos em formação no local da extração do dente. O líquido em temperaturas normais, no entanto, vai ajudar a manter o local limpo — e por isso tem certo valor.

    • Gargareje e cuspa a mistura de uma xícara de água morna e cerca de uma colher de chá de sal. Faça isso uma ou mais vezes por dia, 24 horas após a extração do dente ou seguindo as instruções do dentista.[15]
    • Faça esse gargarejo rápido logo após a extração do dente; evite repeti-lo quando o coágulo estiver se formando na boca. Enxaguantes com água oxigenada ou álcool, em particular, podem inibir essa formação.[16]
    • O dentista pode recomendar que deixe para gargarejar alguns dias após a extração para evitar a alveolite, que ocorre quando um coágulo dissolvido expõe o orifício na boca após a extração do dente. Isso pode causar dores e provocar infecções.
  7. 7

    Entre em contato com um dentista se o sangramento não parar após o período mencionado acima. É normal haver secreções e um fluxo de sangue por alguns dias após a extração e isso não costuma ser motivo para alarde. No entanto, sangramentos ativos podem ser um sinal de complicações no procedimento ou de outros problemas médicos.

    • Se houver gotas ou acúmulo de sangue no local da extração pelos primeiros 15-20 segundos após a remoção da gaze, significa que o fluxo está intenso.[17]
    • Além de tentar manter a cabeça erguida, limitar os exercícios físicos nos primeiros dias após a extração é outra maneira de reduzir as chances de haver um sangramento intenso. Movimentos aumentam a pressão sanguínea, o que, por sua vez, deixa a gengiva mais propensa a sangrar.[18]

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*