Como Esquecer Alguem Que Nos Traiu?

De repente, um dia, aquilo que era conto de fadas vira história da carochinha. Você pega um lance, vai atrás e descobre a traição. O que fazer nessa situação? O que dizer para alguém que te traiu?

A dor é inevitável e muitas vezes é preciso lidar com esse “luto”. Sim, eu disse luto. Porque é o momento em que a ideia que você era a única pessoa para o qual o parceiro se interessava vai por água abaixo. Muitas vezes vem como um tsunami.

Mas espere. Saiba que infelizmente você não é a única a passar por isso. Todos os dias venho atendendo dezenas de pessoas com o mesmo sofrimento.

Veja abaixo formas de lidar com a situação e o que dizer para alguém que te traiu (lembrando que não são regras para serem seguidas, mas dicas para que você possa superar essa situação da melhor forma).

Como lidar com a traição:

1. Chore

Como Esquecer Alguem Que Nos Traiu?

“Quando eu me sinto um tanto rejeitada, me dá um nó na garganta… Choro até secar a alma de toda mágoa, depois eu parto pra outra.”

Siga o conselho da querida Rita Lee em sua música Mutante: chore 3 dias seguidos e parta pra outra. Deixe toda a dor sair para longe de você. Faça com que o seu coração se esvazie de todas as sensações imediatas que esse baque possa provocar.

Dor, sentimentos de rejeição, de ser passada para trás, de ser feita de boba… Chore tudo como se fosse esvaziar o peito! Só atenção: faça isso sozinha. Ninguém precisa saber da sua dor.

Pode ser que você seja cobrada (e muito criticada) caso alguém te console e você acabe voltando/reatando/aceitando a pessoas que te traiu mais tarde.

2. Coloque as cartas na mesa

Deixe a dor amenizar e converse com seu par. Não vai adiantar conversar no calor das emoções. Conversar dói, mas ficar sem entender o porquê da situação dói mais ainda.

Seja forte! Escute as razões e veja se são convincentes.

Se as justificativas não forem boas ou forem apenas desculpas esfarrapadas, use desse discurso para ter mais força interior e se livrar definitivamente de uma relação que já não estava tão boa assim.

Mas o que dizer para alguém que te traiu?

Tudo depende de como foi a situação:

  • Você pegou no flagra: você deu o flagrante pessoalmente? Não espere escutar nada muito diferente do que “Não é nada disso que você está pensando”. A atitude deve ser bem específica: você vai acreditar nas palavras dele ou no que está vendo? Deixe claro que o que seus olhos estão te mostrando é o que está acontecendo, isso faz com que você fique no controle da situação. Desta forma você desarma a pessoa. Deixe claro que nada do que ele falar de diferente vai mudar o que viu.
  • Você descobriu por outras pessoas: desde que reconheça que a fonte é confiável, o melhor é que você verifique por si mesma. Cobrar explicações sem provas pode funcionar, mas dependendo da situação só piora pois o outro poderá se justificar atacando (é mais fácil falar que você está louca do que admitir). Nessa hora, deixe ele dar a primeira solução. Pergunte a ele “O que você faria em meu lugar?”

3. Olhe para si

Sem se colocar pra baixo, entenda como você pode ter contribuído para que sua relação chegasse a esse ponto.

Tanto a falta (de carinho, atenção, presença), como o excesso (de críticas, de cuidados, de cobranças) podem ser gatilhos para que o outro tenha interesse em pessoas que podem oferecer exatamente o oposto. Se isso ocorreu é porque já não estava sendo legal para um dos lados.

Leve em conta às vezes que você tentou melhorar a situação e não teve êxito. Reflita sobre o ocorrido e as consequências (físicas e emocionais) dessa situação.

4. Não faça alardes

Como Esquecer Alguem Que Nos Traiu?

Postar em redes sociais indiretas (ou diretas!) nem pensar! Não faça alarde da situação. As pessoas próximas não podem agir por você, aliás, ninguém pode. Sem falar que, ao contar para outras pessoas, você dará brecha pra que se intrometam e te critiquem também, principalmente se você resolver reatar/manter a relação.

5. Tome uma atitude

Ter uma conversa vai doer. E muito! Mas o mais importante é o que você fala para si mesma! Ficar se xingando, se culpando ou se criticando não levará a nada. Aceitar e engolir vai te adoecer.

Então escute, avalie e veja o que é melhor a ser feito. E aí decida o que fazer. E aja, não fique estática.

Decidir entre manter ou não a relação só depende de você! Se ficar passiva corre o risco de manter esse sofrimento por muito tempo. E fica mais difícil sair dessa.

6. Perdoe

O quê? Como assim? Isso mesmo! Perceber que de alguma forma você não foi o suficiente para o outro é também a melhor maneira de perdoar a si mesma e seguir a vida, com ou sem esse parceiro.

Perdoar não significa que você aceita o que ele fez, mas que aceita a vida como ela é, na realidade. Difícil, mas não é impossível.

E posso te afirmar com todas as letras: o esforço vale a pena, é LIBERTADOR! Nesses anos de atendimento, aprendi que o pior dos sentimentos é manter-se ligada ao passado pelas mágoas. Então, perdoar é o seu maior trunfo.

7. Mantenha a confiança

Esqueça essa ideia que se aconteceu uma vez, acontecerá sempre. Muitas vezes a história se repete porque você se coloca no mesmo padrão que manteve antes. Preste atenção no seu padrão, nas suas atitudes para atrair um parceiro confiável. Acreditar na sua capacidade de atrair uma pessoa bacana ocupa o mesmo espaço no seu cérebro do que a ideia de que você só atrai problema.

8. Cuide do seu bem-estar

Como você quer se sentir, apesar do ocorrido? Só você pode se ajudar nessa hora. Cuide dos seus sentimentos. A traição deixa muitos estragos. E muita gente fica marcada para sempre. O que cura e ameniza é a ação.

E a ação depende de você. É essa ação que vai ajudá-la a sair desse desconforto. Se perceber que está com muita dificuldade e precisar de auxilio, busque um profissional que possa te ajudar.

Quanto mais rápido trabalhar esse sentimento, menos sofrimento ira ter.

Como Esquecer Alguem Que Nos Traiu?

Essas atitudes vão te ajudar a dar a volta por cima e te fazer acreditar que o amor é possível. Força, que tudo se acerta!

Imagem: Reprodução / O Diário de Bridget Jones

E então, o que dizer para alguém que te traiu? Se você já sabe a resposta, comente na pergunta do Clube!

Motivos para não voltar com um homem que te traiu

0 Como Esquecer Alguem Que Nos Traiu?

Se o rompimento de um relacionamento já é algo geralmente doloroso, quando a razão da separação é porque houve uma traição, essa dor é ainda maior. Como entender que aquela pessoa que você ama e confiava, que prometeu estar ao seu lado e somente ao seu lado, resolveu voltar atrás no que disse e se envolveu com outra mulher?

E a situação pode se agravar mais quando o traidor em questão se arrepende – ou afirma ter se arrependido – e pede para reatar a relação. Por mais que para quem está do lado de fora seja simples dizer que a pessoa que apenas pensa em voltar já é boba, para a mulher que passou pelo problema e ainda tem sentimentos pelo ex, a decisão não é tão fácil assim.

Por outro lado, abrir o coração que já foi ferido e reatar o romance com um ex que se envolveu com outra mulher nem sempre é uma decisão das mais sábias. É claro que isso deve ser uma escolha pessoal, e que em alguns casos pode sim dar certo, mas isso não significa que ela não envolva riscos.

Razões por que alguém não deveria voltar com um homem que a traiu

1. O relacionamento nunca mais será o mesmo

A partir do momento que uma infidelidade é descoberta, uma das principais bases de um relacionamento, que é a confiança, é perdida. E para reconstruí-la não é nada fácil, não é algo que acontece da noite para o dia. Assim, ao voltar a namorar ou retomar o casamento com uma pessoa que te traiu, não dá para esperar que a relação seja a mesma de antes.

Toda a dinâmica do relacionamento será inevitavelmente modificada. Se antes a mulher não se importava quando o homem dizia que iria trabalhar até tarde ou quando ele era simpático com outra mulher, depois que uma coisa dessas acontece, fica muito difícil que uma pulguinha atrás da orelha não apareça.

2. Não dá para garantir que ele tenha mudado

Mesmo que o cara se mostre super arrependido, prometa ter mudado e que nunca mais cometerá uma traição dessas, como garantir que ele está falando a verdade e que quando as coisas apertarem de novo ele não vá errar novamente?

Se ele fez isso uma vez, ele abriu a porta para uma possibilidade que não deveria nem ao menos ter sido cogitada.Pior ainda se ele quiser colocar a culpa disso na mulher, por conta de alguma coisa que não o agradava no relacionamento.

No final das contas, a decisão de procurar outra foi dele, enquanto ele poderia muito bem ter escolhido ser honesto com a companheira a respeito do que não o deixava feliz e até mesmo ter terminado tudo, antes de sair com uma terceira pessoa.

3. Ser valorizada pelo parceiro

Convenhamos, quem não quer estar ao lado de uma pessoa que não apenas afirme amar e apreciar, mas que realmente valorize a ponto de resistir a tentação de estar com outra mulher – por mais atraente e sedutora que ela seja – e escolha ser honesto e resolver os problemas do relacionamento antes de cometer a burrada de trair?

Pois bem, vamos encarar os fatos: quem valoriza e ama de verdade a mulher que tem ao lado, não vai traí-la com outra, nem que seja a Angelina Jolie.

4. Cadê o respeito?

Isso até não se aplica a todos os homens, mas pode ser especialmente verdade para aqueles que nunca demonstraram muito respeito pela companheira. A partir do momento que ele é aceito de volta após ser pego em uma traição, pode colocar na cabeça que se fizer aquilo de novo, a mulher o aceitará de volta da mesma maneira.

Para esse tipo de homem, por mais que a mulher grite e fique brava com ele, o fato dela escolher permanecer do lado deles mesmo depois dele ter ficado com outra, sugere que não há problema em fazer isso. Então, o que foi um ato corajoso de amor e perdão por parte da mulher, pode abrir brecha para mais desrespeito ainda vindo desse homem.

Leia também:  Como É Que Se Faz Bolo De Cenoura?

5. Você dará um mau exemplo

Muitas mulheres adultas servem como exemplos para as mais jovens, sejam elas amigas, alunas, sobrinhas ou até mesmo filhas. E por mais que ao tomar uma decisão do tipo seja essencial pensar primeiramente em si mesma, não dá para negar que é uma escolha que afetará as pessoas de sua convivência.

Dessa maneira, ao aceitar a traição do parceiro, uma mulher pode transmitir, mesmo sem querer, que é certo permanecer em um relacionamento em que houve desrespeito e que os homens podem trair.

6. Estar em constante desconfiança

Mesmo que o cara esteja sendo sincero, tenha se arrependido e nunca mais vá trair a mulher, como evitar que ela não desconfie dele depois do que ele fez? Como ela poderá ter certeza que o encontro entre amigos é realmente somente entre amigos, que a reunião de trabalho é estritamente profissional e que ele não vai poder sair com ela no final de semana porque de fato precisa estudar para uma prova da faculdade?

Essa preocupação é uma reação normal de alguém que sofreu uma decepção que não deseja sofrer novamente. E a não ser que o homem consiga provar a ela de todos os modos que mudou e fazer com que ela se sinta segura, será muito complicado mandar esse sentimento embora. E se isso não puder acontecer, será que vale a pena mesmo permanecer ao lado de uma pessoa que traz tamanha insegurança?

7. Será que ele ama de verdade?

Desculpas do tipo “Isso simplesmente aconteceu” ou “Eu não estava feliz com o relacionamento” demonstram que o traidor não se importava com a sua parceira. E se ele não se importava, será que a ama de verdade? Até porque, amor é ação.

Se ele diz que o caso apenas aconteceu, mostra que sua atenção não estava voltada para a sua companheira. Ora, se estivesse, não teria razão para olhar para outra mulher. E mesmo se olhasse, pensaria duas vezes em machucá-la dessa maneira. Se não por amor, ao menos por respeito.

Já quem afirma que traiu porque não estava feliz com a relação, além de dar a entender que a ação foi premeditada, também traz a impressão que se importava somente com a própria felicidade.

É assim: ele não estava bem no momento, então se deu o direito de estar com outra pessoa, mesmo sabendo que isso machucaria os sentimentos de sua parceira. Se ele amasse a mulher de verdade, não seria mais simples sentar e conversar com ela sobre o que o incomodava no relacionamento dos dois?

8. Quem garante que as mentiras não continuarão?

A traição inevitavelmente traz mentiras dentro de seu pacote. Mesmo que o próprio homem tenha confessado o que fez, é fato que em um dado momento da relação ele enganou a sua parceira e se relacionou com outra.

E algo que não se pode negar é que ele é capaz de mentir.

E por mais que ele realmente não traia novamente, poderá mentir sobre outros assuntos importantes na vida de um casal, o que certamente trará mais estresse e dor ao relacionamento.

Como Esquecer Alguem Que Nos Traiu?

9. Desentendimentos com a família e os amigos

Como nós já dissemos aqui, a decisão de voltar ou não é da mulher, mas isso afetará as pessoas que estão ao redor dela. Ao descobrir da infidelidade do homem, é bem provável que os familiares e amigos dela não fiquem nem um pouco satisfeitos com a atitude dele e a aconselhem e colocar um final no relacionamento.

Quando ela não faz isso e continua com o companheiro traidor, a convivência entre ele e as pessoas que estão próximas a ela será bastante complicada. Isso é natural, afinal eles se importam com ela e não querem vê-la sofrendo.

Então, além de reconquistar a confiança da parceira, o homem precisará se esforçar para reconquistar também a confiança de seus amigos e parentes, além de ter que aguentar algumas broncas e puxões de orelha que poderão surgir pelo caminho.

Então, não se deve voltar com um traidor de jeito nenhum?

Nunca é uma palavra muito forte. Nós não somos Deus, nem psicólogos e nem conhecemos as histórias de todos os casais do mundo, então não podemos bater o martelo e afirmar: nunca reate com um homem que te traiu.
No entanto, nossa intenção foi alertar sobre os perigos que envolvem essa decisão.

Dizer sim a uma pessoa que se relacionou com outra é uma atitude ousada, corajosa e arriscada. Não há como ter certeza de que dará certo e existem muitas dificuldades que surgirão pelo caminho. Porém, é algo que apenas a pessoa que tem que fazer a escolha pode determinar, depois de refletir sobre o que passou e ouvir os conselhos que desejar.

Aprenda 20 estratégias para superar uma traição e manter o relacionamento

Ninguém está imune aos efeitos nocivos da traição. Mas nenhuma pessoa é obrigada a transformá-la em um trauma afetivo. Muitos casais conseguem, talvez não esquecê-la, mas superá-la e elevar o relacionamento a outro patamar, com maiores chances de felicidade.

Para que uma escapada não detone a sua vida amorosa, siga as dicas a seguir:

Perdoou a traição? Ótimo, agora siga em frente e, caso outros problemas surjam no relacionamento, evite misturar as estações e ficar jogando na cara do outro o que aconteceu em qualquer oportunidade. Punir verbalmente não faz o tempo voltar atrás nem exime a relação de sofrer um novo abalo -e não ajuda em nada.

2. Questione a responsabilidade

Há casos em que a responsabilidade pelo que aconteceu é do casal, que não percebia até então o quanto estava distante, embora somente um dos dois traia. Se esse for seu caso, faça uma avaliação sincera sobre a maneira como vinha agindo e procure melhorar nos pontos que julgar deficientes.

Para a psicóloga Maria Claudia Lordello, não há nada mais prejudicial ao futuro de um casal que decide continuar o relacionamento após a traição do que fazer de conta que nada aconteceu.

“Um episódio de traição causa uma crise, que oferece a possibilidade de repensar os erros e conversar sobre questões mal resolvidas”, diz.

Ignorar o fato transforma a infidelidade em um fantasma que pode ressurgir a qualquer momento.

4. Não se vitimize

De acordo com a psicóloga Angélica Amigo, é comum perdoarmos uma traição, mas isso nem sempre significa que conseguiremos lidar com a frustração. “O rancor vira um processo de vitimização em que o papel de sofredor, incompreendido e infeliz se torna cômodo, impedindo qualquer um de seguir em frente”, explica. Para saber se você tem tendência a se vitimizar, faça o teste.

5. Filtre as opiniões dos amigos

Desabafar as dores faz bem, é claro. Porém, tudo aquilo que foi dito assim que a infidelidade foi descoberta pode ser usada contra você agora. Alguns amigos sentem as mágoas das pessoas queridas como se fossem delas.

Para a psicóloga Eliete Matielo, diretora da agência de relacionamentos Eclipse Love, depois que o pior já passou e o relacionamento voltou a caminhar às mil maravilhas, é importante não dar ouvidos às opiniões negativas sobre o que houve.

“Lembre-se de que os amigos, além de não terem uma visão isenta sobre o assunto, não sabem o que se passa entre o casal”.

6. Fuja do efeito chiclete

Na tentativa de prevenir um novo “acidente”, homens e mulheres passam a vigiar o outro com extrema desconfiança, tomando atitudes que vão desde xeretar redes sociais e emails até bisbilhotar pertences pessoais e seguir o parceiro.

Nenhuma dessas medidas, porém, é capaz de impedir uma reincidência. “Quem quer trair arruma tempo, lugar, oportunidade”, diz a psicóloga Maria Claudia Lordello.

Ela recomenda que o casal transforme qualquer indício de insegurança em algo positivo, procurando ideias para manter o relacionamento sempre empolgante.

7. Fuja de filmes românticos

Para a psicóloga Eliete Matielo, buscar respostas na ficção para questões da própria vida não é uma boa ideia, principalmente porque algumas produções vendem uma visão totalmente equivocada e pouco prática do que é o amor. “Trata-se de uma fuga”, diz. Fuja de dramas e romances por um bom tempo.

8. Preserve-se

Vocês superaram a crise e agora estão vivendo um verdadeiro conto de fadas? Parabéns, mas não precisam compartilhar alegrias e intimidades com o mundo todo para que isso fique bem claro. Guardem as expectativas somente para vocês, isso irá evitar que os conhecidos façam comentários desnecessários.

9. Evite a paranoia

Segundo a psicóloga Angélica Amigo, o grande problema na vida de um casal não é o acontecimento de um episódio isolado de traição, mas a repetição constante de parceiros que agem assim. Ficar o tempo todo preocupado com uma provável nova pisada na bola só vai desviar a atenção das coisas boas do relacionamento.

10. Não se baseie em experiências alheias

Muita gente adora despejar suas frustrações em cima dos outros. Para o bem do seu romance, é bom não levar em consideração histórias alheias –principalmente as que envolvem puladas de cerca reincidentes. Tome decisões com base em seus sentimentos, e não na trajetória de terceiros.

11. Cuide da própria vida

Saiba como esquecer alguém que não gosta de você em oito passos

Se existe algo difícil nessa vida é tirar do coração o que a mente insiste em lembrar. Um perfume, uma música, um lugar… Tudo conspira contra e faz lembrar esse alguém. Tem momentos que você até acha que está conseguindo esquecer, mas sempre tem alguém que pergunta sobre vocês e lá vem ele de volta à sua mente.

É, não é uma façanha nada fácil! Mas a nossa missão aqui é te ajudar, portanto fique atenta às dicas abaixo e em oito passos tire-o de uma vez por todas dos seus pensamentos.

1. Pense no por que você deve esquecê-lo

Foto: © Depositphotos

Você precisa ter convicção de que precisa esquecer esse homem. Quais podem ser os motivos?

  • • Você cansou de sofrer por alguém que não te dá valor e te faz sentir-se inferior frequentemente;
  • • Ele já demonstrou que não quer nada com você;
  • • Vocês terminaram e a fila já andou pra ele;
  • • Ele te traiu e demonstra que não mudou;
  • • Ele é casado e nunca será seu!
  • • Você o ama, mas ele é homossexual!
Leia também:  Como Responder A Pergunta Porque Você Deseja Trabalhar Nesta Empresa?

Seja qual for o motivo, reconheça que você precisa e quer esquecer esse homem. Reconheça que esse sentimento está prejudicando a sua vida e você precisa acabar com ele antes que ele acabe com você! (Até quando vale a pena lutar por um amor impossível?)

Então, os primeiros passos para uma mudança é entender o ‘motivo’ da mudança, ‘querer’ mudar e a partir daí tomar ações!

2. Decida esquecer e aja!

Quando você aceitar que precisa esquecer alguém, você deve fazer por onde. Raciocínios alimentam hábitos, portanto a coisa começa na mente! Se obrigue a não ficar relembrando bons momentos que passaram juntos, não ficar imaginando se tudo tivesse sido diferente… Não queira saber o que ele tem feito e não fuce as redes sociais em busca de informações sobre ele.

Evite a qualquer custo olhar fotos dele, perfume ou mesmo presentes que ele te deu. Você precisa esquecê-lo, então fique longe de coisas que vão alimentar sua mente com ele.

Pode ser difícil, mas uma ação que ajuda muito é jogar tudo o que ele te deu fora! Rasgue fotos de vocês, bilhetes que hoje não fazem mais sentido relerem… Jogue-os fora! Pra que ‘lembranças’ de algo que você deve esquecer?

3. Mude a rotina

Às vezes é difícil esquecer alguém porque ele fazia parte da nossa rotina. E quando infelizmente chega um momento em que a gente tem que deixá-lo ir, é dureza continuar sem ele. Logo, você terá que se ‘esforçar’ e evitar fazer as coisas que faziam juntos.

Foto: © Depositphotos

  1. Portanto, mude os hábitos, destrua aquela rotina! Por exemplo:
  2. • Se você corria com ele pela manhã, que tal correr à tardinha?
  3. • Ou que tal entrar numa academia e conhecer gente nova, ter outras companhias na atividade física?
  4. • Evite ir aos lugares que costumava ir com ele, evite até se possível, frequentar a mesma padaria que ia antes com ele;
  5. • Evite ficar em casa no dia em que vocês costumavam sair pra curtir. Saia dessa vez com bons amigos e se divirta feito louca, sem parar pra imaginar onde ele pode estar nesse momento;
  6. • Se durante o dia bater aquela vontade de ligar pra ele para saber como anda o dia dele (coisa que você costumava fazer) ignore esse sentimento e ligue para alguém que realmente mereça sua preocupação como sua mãe ou sua melhor amiga. Preocupe-se com quem vem e fica não com quem vem e vai;

• Esqueça filmes românticos durante esse processo, porque o romance só te fará lembrar-se dele ainda mais. Você vai se colocar na situação do casal da ficção e estragará a sua realidade, talvez te fazendo sofrer uma dura recaída.

Trace uma nova rota pra sua vida e siga em frente sem olhar pra trás.

4. Reabasteça-se de amor próprio

Se você vive esse dilema onde precisa esquecer alguém isso significa que você sofreu muito até aqui.

Se não houver mais alternativas para a relação de vocês além do esquecimento, isso indica que seu coração está magoado, eu sei… Então pare e reflita no que você pode fazer para ajudar a si mesma.

Estamos cansadas de saber que antes de amar alguém, precisamos nos amar primeiro! (Passo a passo para você esquecer o primeiro amor)

Não permita que alguém que não merece seja prioridade na sua vida! Cuide de você, cuide dos seus pensamentos, cuide de sua saúde e do seu bem-estar.

Olhe no espelho e veja a mulher linda e inteligente que és e sorria de quem não se achou um sortudo só pelo fato de ter você na vida.

Não coloque sua intensidade onde não há nada! Recolha todo o amor que você tinha a oferecer para ele e preencha os espaços vazios do seu coração.

5. Não se isole!

Quem disse que pra esquecer alguém é preciso se trancar no quarto e esperar o tempo curar? Você já esperou uma panela de água ferver olhando pra ela o tempo todo e parecia que nunca ia borbulhar? É a mesma coisa, enquanto você ficar parada esperando o tempo levá-lo embora de você, vai demorar muito mais do que você imagina!

Foto: © Depositphotos

Então, ocupe-se! Nada de faltar aula, emprego ou saidinha com as amigas. Estude, faça novos planos para sua vida, mude o visual, renove o guarda-roupa e até aceite convites daqueles que podem distrair seu foco do dito cujo que você deve esquecer. Viaje, conheça novas culturas… Faça o que for, mas não se isole!

6. Ocupe a sua mente e a vida com coisas e pessoas que realmente valem a pena!

Nunca, jamais deixe que sentimentos negativos puxe a cadeira e sente ao seu lado. Quando isso começar a acontecer, levante-se e saia do recinto. Quanto mais você ocupa sua mente com coisas necessárias, as sem importância vão perdendo espaço.

Leia livros de autoajuda, livros que aumentem sua autoestima. Se achegue àquelas pessoas que te fazem realmente bem e que te estimulam a seguir em frente sem comentar do seu passado, e sem te incomodar com enquetes de como será seu futuro sem ele. Você precisa estar perto de pessoas que te auxiliem na caminhada para longe dele. Então, escolha bem quem estará ao seu lado nessa etapa da vida.

7. Se for pra lembrar, lembre-se do mal que ele te causou!

Não ignore os momentos ruins que você passou com ele ou por ele. Algo que nos afasta de alguém é lembrar para onde você não quer voltar. Ao invés de relembrar os momentos bons que você passou ao lado dele, como já dissemos, substitua pelos momentos que você não gostaria de repetir.

Foto: © Depositphotos

  • Não esqueça:
  • • Quando ele agiu com ignorância com você e te agrediu com palavras ou até mesmo com força física.
  • • Quando ele te traía descaradamente e sorria como se nada tivesse acontecido ou até mesmo acusava falsamente você de estar fazendo o mesmo.
  • • Quando ele te fazia sentir-se inferior a ele ou às outras mulheres.
  • • As lágrimas que ele te fez verter;
  • • Toda dor que ele te causou;
  • • Os constrangimentos que ele te fez passar;
  • • As promessas que ele não cumpriu fato pelo qual agora você se vê obrigada a esquecê-lo de vez.

8. Mantenha o foco no seu futuro!

Deixe o passado no seu devido lugar, lá atrás… O tempo não para, acompanhe o ritmo dele e siga em frente. Esqueça os planos que havia feito com ele e deixe-o saber que não são mais dele.

Não mude a página, mude o livro! Sim, mude a rota, faça novos planos para sua vida e não se permita não concretizá-los dessa vez.

O que tem que ser infinito em nossa vida e em nosso coração é o que nos faz bem.

O que não for, apague de uma vez e abra espaço para quem realmente deseje e prove que valerá a pena ficar. Não importa o que você viveu com ele, confie e mentalize o seu futuro! Mate o passado e vá viver a sua vida! Ninguém depende de ninguém para ser feliz além de si mesmo. O resto é consequência!

Por Ádria Valença / Redação: Dona Giraffa

Mais sobre este assunto:

• Como esquecer um amor não correspondido

• 10 dicas para esquecer um grande amor

• Como esquecer um amor que não deu certo

• 10 dicas para esquecer seu ex-namorado

• Ele diz que me ama, mas trai. Por que homens agem assim?

Como Lidar com Alguém que Traiu Você

Baixe em PDF
Baixe em PDF

A infidelidade é horrível, não importa o ponto de vista. É normal e até esperado ficar ansiosa e irritada ao descobrir como reagir perante a uma traição por parte de seu parceiro.

Por mais que você precise tomar a melhor decisão para o relacionamento, é bom reorganizar seus pensamentos na hora de pensar o que fazer.

Ainda assim, entenda que você não tem que se sentir culpada! Siga nossas dicas abaixo e lembre-se de colocar sua saúde mental e física em primeiro lugar, sempre. Vamos lá?

  1. 1

    Reúna evidências concretas da traição. Os sinais da infidelidade nem sempre são muito claros, mas eles podem ficar mais óbvios se você souber procurar. Fique de olho se o seu parceiro está usando o celular ou o computador em segredo.

    Veja também se a libido dele muda sem aviso, o que pode ser um sinal de que ele está passando um tempo com outra pessoa.

    Talvez você também consiga identificar gastos extras inexplicáveis nos cartões de créditos de vocês, como uma noite em um quarto de motel.[1]

    • Por exemplo, se encontrar uma nota fiscal de uma hospedagem em um hotel, esse pode ser um sinal de alerta, principalmente se o seu parceiro não comentou nada sobre isso.
    • Preste atenção em como os amigos do seu parceiro se comportam na sua presença, já que eles podem saber do caso dele.
  2. 2

    Tente prever o que ele pode responder ao ser confrontado. Você se sentirá melhor preparada para a conversa se conseguir prever quais desculpas ele inventará para se defender.

    Frases como “Não queria magoá-la”, “Sempre te amei” e “Você não tem satisfeito todas minhas necessidades” são desculpas esfarrapadas.

    Pense em como vai responder a essas frases com antecedência para se sentir mais confiante no papo.[2]

    • Por exemplo, caso ele fale sobre como você não tem satisfeito as necessidades dele, diga: “Eu também nem sempre estou satisfeita com o relacionamento, mas ainda assim não fui infiel.”
    • Outro exemplo: “Não importa que você não queria me magoar. Você sabia que eu ficaria triste se me traísse, e fez isso mesmo assim.”
  3. 3

    Confronte seu parceiro diretamente. Escolha um momento no qual possam conversar cara a cara.[3]
    Fale como está se sentindo e veja como ele responde.

    É pouco provável que cheguem a uma conclusão no fim da conversa, portanto, descubra qual o melhor caminho para manter sua saúde mental. Dependendo da situação, pode ser possível recuperar o relacionamento.

    Em outros casos, entretanto, a única opção pode ser terminar tudo.[4]

    • Por exemplo, você poderia dizer algo como: “Fiquei muito magoada e gostaria de discutir algumas coisas com você. Encontrei um recibo de um motel e gostaria de uma explicação.”
    • É normal e compreensível querer gritar e confrontar o outro, mas isso não vai trazer resultados positivos no longo do prazo. Por exemplo, em vez de dizer “Como você pôde me trair?”, diga algo mais próximo de “Estou confusa e magoada. Gostaria que me explicasse essa situação, por favor.”
    • É muito fácil se deixar levar pela raiva após uma traição, mas tente superar esse sentimento. É melhor conversar sobre a mágoa e o medo que sentiu, pois compartilhar esses sentimentos vai ajudá-la a processar melhor o ocorrido.[5]
  4. 4

    Mantenha a calma ao confrontar seu parceiro. É normal sentir pânico e incerteza em sua situação, mas tente tirar um tempo para se organizar mentalmente antes de ter uma conversa séria.

    Se confrontar seu parceiro em um momento de irritação, você provavelmente dirá coisas das quais se arrependerá. Não há nada de errado em tirar um tempinho para si própria antes de ter uma conversa difícil.

    [6]

    • Experimente meditar ou fazer alguma outra coisa relaxante antes do papo.
  5. 5

    Siga seus instintos caso seu parceiro negue a traição.

    Seu companheiro está negando continuamente as suas acusações, tentando diminuir sua preocupação? Nesse caso, talvez você seja vítima de gaslighting, um fenômeno no qual um parceiro tenta convencer o outro de que ele está louco por pensar certas coisas, quando, na verdade, as preocupações são completamente válidas.[7]
    Caso ele tente apagar ou invalidar seu ponto de vista, concentre-se em acreditar em si mesma e se defender.[8]

    • Não tente bater cabeça com seu parceiro caso ele continue negando o ocorrido e menosprezando as acusações. Deixe claro, de forma calma, que vocês veem a situação de formas diferentes.
    • Por exemplo, caso ele a chame de doida por acusá-lo de infidelidade, você pode dizer algo como: “Eu não acho isso” ou “Eu discordo de você”.
  6. 6

    Evite fazer ameaças vazias. Imponha-se e defenda-se, mesmo quando for difícil, mas não tente retomar ameaças e ultimatos do passado, mas se o seu parceiro não parece se importar com a situação, cumpra o prometido e mostre que está falando sério.[9]

    • Por exemplo, se disser algo como “Se você me trair novamente, acabou tudo”, cumpra o prometido caso ele seja infiel mais uma vez.
  1. 1

    Decida se quer tentar recuperar o que tinham ou se é melhor botar um ponto final na relação. A infidelidade é um obstáculo enorme em qualquer relacionamento, mas ela não precisa ser o fim de tudo.

    Converse com seu parceiro e descubra se ele está disposto a fazer o que é necessário para a reconciliação, incluindo a terapia de casais.

    O importante mesmo é perguntar a si própria se sente que pode perdoar e confiar em seu companheiro novamente.[10]

    • Não se pressione a tomar uma decisão da noite para o dia. Descobrir o melhor plano de ação para você pode levar um tempo, e não há nada de errado com isso!
    • É importante pesar todos os pontos que influenciam a decisão, incluindo a presença de filhos no relacionamento.
    • Caso seu parceiro pareça realmente arrependido, você talvez consiga reconciliar as coisas e montar um plano para que reatem, como algumas sessões de terapia de casais.
  2. 2

    Foque em retomar a confiança que sentia antigamente para salvar o relacionamento. Conseguir tomar uma atitude para recuperar a relação de vocês requer muita coragem e paciência, principalmente pelo fato dos resultados serem lentos.

    Conforme segue com a vida, tente identificar os problemas comuns pelos quais podem passar, incluindo coisas como diminuir a situação, ficar na defensiva ou ter expectativas irrealistas de que tudo vai voltar ao normal rapidamente.

    Fique atenta a esses comportamentos para conseguir manter o foco na recuperação.[11]

    • Diminuir a situação ocorre quando seu parceiro tenta diminuir o peso das consequências do que ele fez.
    • Tente indicar esses comportamentos conforme eles surgem. Por exemplo, você poderia dizer algo como: “Não acho que é justo comigo ou realista para você esperar que nosso relacionamento volte ao que era antes. Se quer que as coisas melhorem, você precisará dar duro por isso.”
  3. 3

    Converse com seu parceiro e avalie a possibilidade de fazer uma terapia de casal.

    Agende uma consulta com um terapeuta especializado em lidar com casais, pois esse profissional pode ajudá-los a lidar com as consequências da infidelidade de forma saudável e construtiva.

    Caso seu parceiro parece disposto a corrigir os erros do passado, veja se ele topa uma consulta profissional. É bem provável que vocês vejam impactos positivos na relação após o “tratamento”.[12]

    • Esse tipo de terapia normalmente lida direto com os sentimentos associados à traição e com a procura de melhores formas de comunicação dentro do relacionamento.
    • O terapeuta pode sugerir que a pessoa infiel peça perdão todos os dias pelo que aconteceu.
  4. 4

    Encerre o relacionamento caso não consiga se imaginar continuando com a outra pessoa. Deixe seu parceiro ciente de seus sentimentos e explique que é impossível que as coisas voltem a ser como eram. Deixe claro que não tem interesse em recuperar a relação e que cortar laços é a melhor coisa para vocês dois.[13]

    • Por exemplo, você poderia dizer algo como: “Ainda me importo com você, mas preciso de um tempo para me recuperar de tudo o que aconteceu. Não acho que devemos continuar juntos.”
  5. 5

    Não tente “consertar” a situação com sexo e gestos românticos.

    A infidelidade é uma violação gravíssima da confiança do parceiro, e por mais que seja nobre e maduro de sua parte tentar consertar o relacionamento com mais amor e intimidade, saiba que sexo não vai combater o que está afetando a relação. Por mais difícil que seja, tente aceitar o fato de que talvez seja preciso tomar medidas drásticas, como um divórcio, para se recuperar e ficar bem.[14]

    • Lembre-se de que a traição não é um único erro. Trata-se de uma série de atitudes erradas que seu parceiro escolheu fazer.
  6. 6

    Faça um exame de DSTs caso tenha mantido relações sexuais com seu parceiro infiel. É bom marcar uma consulta e alguns exames para verificar se você contraiu alguma DST ou IST. Caso seu parceiro tenha dormido com outras pessoas, é importante verificar se ele não transmitiu nada para você. É sempre melhor começar o tratamento imediatamente para evitar complicações no futuro.[15]

  1. 1

    Permita-se sofrer por um tempo. É normal sentir efeitos similares ao do luto após o fim de um relacionamento, afinal de contas, a outra pessoa fazia parte da sua vida e magoou você de forma profunda.

    A infidelidade é uma quebra na confiança, e não é algo do qual é possível se recuperar da noite para o dia. Aceite o fato de que você pode precisar de semanas ou meses para se sentir completamente bem novamente.

    Não se sinta pressionada a “parar de sofrer” após determinado ponto.[16]

  2. 2

    Aproxime-se de amigos e familiares durante a recuperação. É importante ter um “sistema de apoio” formado por entes queridos enquanto se recupera do fim de um relacionamento. Compartilhe seus sentimentos quando estiver passando por um dia ruim ou simplesmente converse com eles quando precisar de um lembrete do quanto é amada.[17]

    • Seu sistema de apoio pode incluir seus familiares imediatos, amigos próximos e até mesmo colegas de trabalho.
  3. 3

    Não caia na bobeira de “se vingar”. Trair em resposta à infidelidade pode até parecer uma boa ideia na hora, mas isso não vai trazer nenhum benefício em longo prazo. Mesmo após praticar o que é conhecido como “sexo de vingança”, você vai continuar infeliz e incomodada com o estado atual do seu relacionamento. Em vez disso, foque em se recuperar de forma saudável e produtiva.[18]

    • Não arranje um relacionamentos de “rebote”, pois você vai continuar focando na raiva e na decepção com o parceiro anterior, o que não é nem um pouco justo com o novo namorado.
  4. 4

    Cuide de si enquanto se recupera da experiência. É muito fácil se deixar levar e abrir mão de coisas básicas como alimentar-se corretamente ou tomar banhos com frequência.

    Configure alguns alarmes para se lembrar de fazer boas refeições durante o dia e, por mais tentador que seja, evite o álcool e outros vícios durante a recuperação.

    A melhor coisa a se fazer é tentar manter uma rotina normal e saudável.[19]

    • Por exemplo, para se distrair à noite, assista aos seus filmes preferidos ou tome banhos relaxantes.
  5. 5

    Não se culpe. É muito fácil ficar pensando que não era boa o suficiente para seu parceiro ou que fez algo de errado que ocasionou a traição. Tente eliminar esses pensamentos, já que a decisão do outro em trair foi dele e não reflete nenhum comportamento seu.[20]

    • Talvez você se sinta melhor ao se lembrar de que não foi a primeira pessoa a ser traída e que não será a última também.
  6. 6

    Pesquise seus direitos legais caso seja casada. Se está lidando com infidelidade em um casamento, pense em todas as opções, principalmente se vocês têm filhos. Pese os prós e os contras do divórcio e da separação, avaliando também como os bens de vocês seriam divididos no processo.[21]

    • Caso precise de conselhos mais aprofundados nessa questão, é bom consultar um advogado.
  • Por mais que seja difícil, evite tirar conclusões precipitadas da situação.[22]
  • Quando se sentir ansiosa, diga isso para seu parceiro. Assim, ele poderá validar seus sentimentos e oferecer apoio.[23]
  • Enquanto se recupera de uma traição, passe mais tempo com seus entes queridos.[24]
  • Caso precise botar algo para fora, procure um terapeuta ou um grupo de apoio. Às vezes, tudo o que precisamos é de alguém disposto a ouvir.[25]
  • Praticar novas atividades pode ajudá-la a se distrair e parar de pensar na traição.[26]

Este artigo foi coescrito por Michelle Joy, MA, MFT. Michelle Joy é uma Terapeuta de Casamento e Família e Membra do Conselho Diretivo do Couples Institute Counseling Services em San Francisco. Com quase 20 anos de experiência como terapeuta, Michelle oferece a casais sessões de terapia intensiva, workshops de comunicação e Aulas de Preparo para o Casamento. Michelle também é uma professora certificada em Eneagrama, apresentou a 25° International Enneagram Conference e é graduada do The Developmental Model of Couples Therapy — Advanced Level. Recebeu seu título de Mestra em Psicologia Terapêutica pela Santa Clara University. Este artigo foi visualizado 57 993 vezes.

Categorias: Conflitos e Discussões

Esta página foi acessada 57 993 vezes.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*