Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Entrar Novo registo Loja Alunos Loja Professores Loja Obras Educação Literária Licença Digital (gratuita) Subscrição Premium Manuais Digitais Comparativo Licença Adotante Licença Individual Premium EV360 (municípios/escolas/colégios) Formação Plano Bibliotecas Projetos de sucesso Contacto comercial

Outros produtos, serviços e funcionalidades

Obras literárias (aluno) Dicionários Escolares (aluno) Português Língua Estrangeira (aluno) Eu Leio SOS Terra Meu Futuro [email protected]ção (2020/21) [email protected]ância (2020) Blogue FAQs Tutoriais Contacto de suporte ao cliente

Sobre o projetoA quem se destinaConteúdosWebinars

Começa hoje… o futuro é já amanhã!

Quando pensamos no nosso futuro, são muitas as dúvidas e as incertezas que nos surgem. Esta decisão torna-se ainda mais complicada quando tem de ser tomada muito cedo pelos jovens.

A área Meu Futuro da Escola Virtual, desenvolvida em parceria com a Design the Future, foi criada com o objetivo de acompanhar todos aqueles que procuram apoio para pensar no futuro.

Testes interativos para exploração vocacional, mais de 250 testemunhos reais de profissionais, ferramentas para reflexão e, ainda, materiais de consulta sobre a oferta formativa disponível.

Tudo isto reunido num único espaço, à distância de um clique.

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Para alunos e encarregados de educação

Como Escolher O Que Ser No Futuro?
Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Esclarecer as dúvidas em relação ao futuro profissional.

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Participar no processo de escolha dos seus alunos.

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Encontrar ferramentas de apoio à exploração vocacional dos alunos.

O Meu Futuro é um serviço disponível para alunos e encarregados de educação da Escola Virtual do 3.º Ciclo e do Ensino Secundário. Regista-te e descobre todas as atividades e dicas que preparámos para ti, para te ajudar a escolheres o teu futuro.

Se é psicólogo ou outro profissional, clique aqui.

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Descobre quais os teus tipos de inteligência e qual a profissão certa para ti.

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Explora as tuas competências técnicas e interpessoais, e as profissões do futuro.

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Conhece os cursos e as opções disponíveis para ti.

A psicóloga Adriana Campos, especialista em Psicologia Vocacional e de Desenvolvimento de Carreira, fala sobre o que deves ponderar antes de decidires as próximas etapas do teu futuro.

Estes webinars que preparámos para ti dão-te uma pequena ideia daquilo que podes encontrar na área Meu Futuro da Escola Virtual.

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

1.º webinar – Qual o curso a escolher no 10.º ano?

2.º webinar – Como descubro o meu talento?

3.º webinar – O que escolher, se eu gostar de tudo ou não gostar de nada?

Procura conhecer os teus talentos. O ciclo é vicioso: dedicamos mais tempo e energia àquilo que fazemos bem.E fazemos bem aquilo de que gostamos! O sucesso vem sempre atrás…

Parceiro:
Licença Digital Subscrição Premium Loja Soluções Digitais Licença Adotante Licença Individual Loja EV 360º Projetos de Sucesso Contacto comercial Eu Leio Meu Futuro Português mais perto SOS Terra Notícias Artigos Webinars Termos e Condições de Acesso

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

Conheça os 10 melhores empregos para o futuro e prepare-se!

Descubra quais são os melhores empregos para o futuro. Quanto mais cedo uma pessoa começar a estudar e se especializar, melhor. Profissões do futuro requerem muita formação e treino, mas permitem entrar mais facilmente no mercado do trabalho.

Essas profissões foram escolhidas com base nas necessidades emergentes, no número reduzido de profissionais existentes e no crescimento da contratação desses profissionais. Algumas são previsões para suprir possíveis necessidades futuras.

Confira abaixo e boa sorte na sua escolha!

1. Desenvolvedor de aplicativos

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Com o avanço tecnológico sem dar sinais de desacelerar, a profissão de Desenvolvedor de aplicativos continua entre as carreiras em alta.

É um profissional responsável por criar sistemas para computadores e dispositivos móveis. Sua formação pode ser feita através do curso de Análise e desenvolvimento de sistemas ou Ciência da computação.

2. Fonoaudiólogo

Além do tratamento de patologias, uma das funções do fonoaudiólogo é a de adequar o sotaque em situações de convívio com pessoas que falam outro idioma.

Por conta da crescente globalização e aumento das equipes multiculturais, a profissão deve-se manter em crescimento.

3. Hacker ético

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Com o aumento da complexidade das tecnologias, cada vez mais sistemas sensíveis estão sujeitos à ataques de hackers. Para equilibrar a disputa, as empresas devem contar cada vez mais com a ajuda de hackers éticos.

Responsáveis por prevenir os ataques e garantir barreiras para os mesmos. Com uma formação baseada na Ciência da Computação, é uma das carreiras modernas mais promissoras.

4. Analista de sistemas

Responsáveis pelo desenvolvimento da arquitetura dos sistemas, a profissão de Analistas de sistemas deve permanecer em alta. Isto pelos mesmos motivos do Desenvolvedor de aplicativos: a constante aceleração do desenvolvimento tecnológico.

5. Analista de segurança da informação

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Profissional focado na definição de uma arquitetura tecnológica que minimize os riscos com a segurança da informação. O Analista de segurança da informação pode ter sua formação baseada no curso superior de Segurança da Informação.

6. Estatístico

A intensificação do uso de análises estatísticas nos últimos anos coloca a profissão de Estatístico no ranking das profissões de futuro.

Com formação superior no curso de Estatística, o profissional pode encontrar trabalho até no ramo dos esportes, área onde o uso da disciplina cresceu bastante.

7. Epidemiologista

  • Como Escolher O Que Ser No Futuro?
  • Com o aparecimento de algumas epidemias, como a gripe aviária e suína, esses profissionais ganharam maior importância nos últimos anos.
  • A formação é voltada para os profissionais da área de saúde, geralmente apresentada como pós-graduação em cursos de mestrado, doutorado e pós-doutorado.

8. Gerente de serviços de saúde

Responsável por cuidar da logística, orçamento, administração de contratos e do planejamento de serviços de saúde.

A profissão de Gerente de serviços de saúde ganhou importância nos últimos anos devido ao aumento da gestão privada de hospitais públicos. O curso superior de Gestão Hospitalar é a formação de base.

9. Ultrassonografista

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

É um dos exames mais solicitados no mundo, por isso a ultrassonografia deve se manter em alta no futuro. O diagnóstico por imagem deve acompanhar o desenvolvimento tecnológico e criar novos postos de trabalho no futuro.

A medicina deve ser a formação de base para esse profissional.

10. Fisioterapeuta

Conforme a expectativa de vida do brasileiro aumenta, a necessidade dos serviços de fisioterapia acompanham a mesma tendência. A faculdade de Fisioterapia deve ser a formação de base desse profissional.

O campo de atuação do fisioterapeuta é muito vasto, podendo inclusive atuar em parceria com profissionais de outras categorias.

Mais 30 carreiras para o futuro

  • Engenheiro civil
  • Engenheiro ambiental
  • Engenheiro biomédico
  • Engenheiro de petróleo
  • Engenheiro de gás
  • Engenheiro de mobilidade
  • Enfermeiro
  • Químico de alimentos
  • Terapeuta de desintoxicação tecnológica
  • Conselheiro de produtividade
  • Conselheiro de privacidade
  • Auditor financeiro
  • Personal trainer
  • Gestor de redes sociais
  • Especialista em cloud computing
  • Especialista em simplicidade
  • Advogado societário
  • Advogado tributário
  • Gestor de marketing para e-commerce
  • Gestor de qualidade de vida
  • Gestor de operações e logística
  • Conselheiro de reforma
  • Gestor de resíduos
  • Técnico em telemedicina
  • Telecirurgião
  • Designer de lixo
  • Especulador de moedas virtuais
  • Misturador de multimídia
  • Conselheiro de robot

Como se preparar para o emprego no futuro?

A seguir, algumas dicas para quem está preocupado com o seu emprego no futuro.

1. Avalie seu trabalho atual

Fique atento se o seu trabalho atual pode ser automatizado de alguma maneira. Pesquise se existem (ou estão sendo desenvolvidas) tecnologias que podem afetar seu trabalho.

2. Fique de olho nas mudanças

Procure se manter informado a respeito dos novos cursos oferecidos dentro de sua área de atuação. Se possível, frequente congressos e palestras da sua área para se manter atualizado com as mudanças.

3. Mantenha a leitura em dia

Procure ler livros dos principais nomes da sua área de atuação. Principalmente aqueles que são considerados formadores de opinião e influenciadores. Eles podem antecipar tendências e apontar direções de mudança.

4. Conheça outras áreas

Aumentar seu interesse por outras áreas de conhecimento só irá agregar valor ao seu trabalho. A interseção entre disciplinas diferentes é uma das causas de mudanças nas formas tradicionais de trabalho.

À medida que o tempo avança, algumas profissões entram em vias de extinção, enquanto novas profissões de futuro surgem. Isto para acompanhar as tendências sociais e econômicas.

Algumas profissões deverão resistir à tecnologia. Contudo, o que o futuro traz realmente ninguém sabe. Por isso, é importante estar sempre atento para escolher bem qual caminho seguir.

Se tem dúvidas, descubra a profissão ideal para você com o nosso teste vocacional!

Veja também:

  • Os melhores países para trabalhar
  • As profissões mais bem pagas do mundo

Saiba como escolher a sua profissão

Como Escolher O Que Ser No Futuro?

Para alguns poucos sortudos, a escolha da profissão é algo muito natural, parece que já nasceram sabendo que carreira seguir e não possuem dúvidas quanto a isso. Mas esta não é a realidade da maioria das pessoas. O que costumamos encontrar é angústia e incertezas, seja  no momento de escolher qual curso fazer na faculdade ou durante a vida profissional.

Muitas pessoas não conseguem chegar a uma conclusão e acabam entrando na faculdade ou sem refletir muito sobre o curso escolhido. Também não é raro encontrar profissionais descontentes com sua carreira atual e sem saber se continuam investindo nesta profissão ou começam algo completamente novo.

Leia também:  Como Consertar Ziper Que Saiu Do Trilho?

A boa notícia é que você pode seguir algumas dicas agora mesmo para tornar esse processo mais leve e escolher uma profissão que trará satisfação e felicidade.

Confira as dicas de orientação profissional que preparamos para você!

1 – Esqueça o mito da profissão para toda a vida

A escolha da profissão não precisa ser um dilema. Comece pensando que não existe uma escolha para toda a vida. Essa é, sim, uma decisão muito importante, mas não é possível prever e planejar todo o nosso futuro apenas com a escolha da profissão.

Não é preciso ficar preso àquela decisão tomada anos atrás, sempre existe a possibilidade de mudar de ideia e trilhar outros caminhos. Em uma sociedade em constante mudança, um redirecionamento da carreira é, muitas vezes, inevitável.

Outro fator a se levar em conta é que não existem escolhas “certas” ou “erradas”, e sim escolhas maduras e seguras.

2 – Considere não apenas suas preferências pessoais, mas também o mercado de trabalho

A profissão certa é aquela que tem a ver com você e que vai atender suas expectativas. Para isso, é preciso levar e conta dois aspectos:

  • Autoconhecimento: é saber quem você é, seus gostos, habilidades, competências e expectativas.
  • Mercado de Trabalho: analisar o mercado ajuda a encontrar um caminho de sucesso dentro da profissão que você escolheu.

3 –  Reflita sobre quem é você

Antes de começar a pensar em qual profissão escolher, pense sobre quem é você. Pode parecer banal, mas é comum esquecermos nossos objetivos pessoais quando tentamos nos definir como profissionais.

Desta forma, primeiro reflita sobre sua personalidade, o que gosta de fazer, suas habilidades, seus valores e interesses.

4 –  Pense no que você gosta

Faça uma lista com o que o faz feliz e coloque tudo: atividades que gosta de realizar com seus amigos em seu tempo livre, matérias preferidas na escola, filmes e livros que mais chamaram sua atenção, qual a importância da estabilidade financeira para você etc.

5 –  Reconheça as suas qualidades

É importante identificar o que você faz de melhor. Pense no seu comportamento em atividades do dia a dia como, por exemplo, a organização de uma festa. Você é prático e estratégico, planeja e cuida do que deve ser comprado e preparado? Ou se identifica mais convidando e motivando a turma para comparecer? Situações do cotidiano costumam mostrar nossas habilidades!

Conte com a ajuda a amigos, peça que o descrevam e reflita sobre as características apontadas para traçar seu perfil pessoal.

6 –  Faça um teste vocacional

Ele pode ajudar muito a escolher um curso na faculdade e também é válida para outros momentos da nossa vida profissional (ao planejar uma mudança de setor, uma promoção ou até mesmo a aposentadoria).

Muitas universidades e faculdades oferecem orientação vocacional gratuitamente, normalmente organizada pelo departamento de Psicologia. Algumas clínicas de psicologia também oferecem esse serviço.

7 – Pesquise sobre a profissão

Após traçar seu perfil, identificando preferências e habilidades, você já deve ter em mente algumas profissões que o agradam. Agora é o momento de saber mais sobre cada uma delas.

Pesquise muito sobre todos os aspectos de cada uma das profissões da sua lista. É fundamental saber as competências que a profissão irá exigir, que tipo de cargo é oferecido para profissionais dessa área e como está o mercado de trabalho atual. As seguintes ações podem ajudá-lo nesta pesquisa:

– Consulte a grade curricular dos cursos da área e veja a ementa das disciplinas. Isto dará uma boa noção sobre os conhecimentos exigidos.

– Participe de eventos e palestras relacionadas à área de interesse.

Converse com profissionais da área. Fóruns sobre o assunto em redes sociais podem ajudar.

– Informe-se sobre os possíveis cargos que esse profissional pode ocupar. Em sites de busca de emprego é possível procurar vagas por “área de interesse” (ex.: “vagas de direito”, “vagas de engenharia”). Isso ajudará a entender como está a oferta de trabalho no setor e as diferentes funções que poderão ser exercidas em uma empresa.

8 – Pesquise sobre a profissões em alta e mercado saturado

Fazer uma pesquisa sobre o mercado para saber quais profissões estão saturadas e quais estão em alta pode ser muito útil. Porém, lembre-se que após você se formar, o mercado pode ter mudado. Além disso, não se deve fazer uma escolha com base apenas na oferta de empregos. Este pode ser um fator a mais para analisar em momentos de indecisão, mas apenas isso.

9 – Faça uma lista de prós e contras

O recurso da “boa e velha” lista pode ser muito útil mais uma vez. Liste os prós e contras de cada profissão e depois compare esta lista com aquela que você elaborou sobre suas prioridades. Você poderá então escolher a profissão que mais tem a ver com o seu estilo de vida.

Todo este processo pode parecer trabalhoso, mas lembre-se que uma escolha madura pode garantir sua felicidade e sucesso ao longo da carreira profissional.

Onde estudar

Após escolher a profissão, você vai precisar decidir onde estudar. Independentemente da carreira que você for seguir, é importantíssimo que a faculdade seja reconhecida e bem avaliada pelo Ministério da Educação (MEC). Se você ainda não sabe por onde começar a procurar, temos algumas sugestões:

  • Assista também ao nosso vídeo:
  • Veja também:
  • Conheça os 8 profissionais mais felizes

Como você escolheu a sua profissão? Compartilhe suas dicas aqui nos comentários!

Confira dicas para escolher o futuro profissional

Escolher o futuro profissional não é tarefa das mais fáceis. Afora aqueles que já nasceram sabendo o que gostariam de ser ou aqueles que desde cedo descobriram suas aptidões, a maioria das pessoas enfrenta um grande dilema na hora de escolher uma profissão.

“Toda escolha traz consigo uma dificuldade. A maior delas é excluir o que não gosta. Para isso é fundamental se conhecer, para poder fazer a escolha com a maior base de informações possíveis e a partir do que se gosta.” diz Yvette Piha, coordenadora do serviço de orientação profissional do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo.

  • – Confira 9 dicas para organizar os estudos em ano de vestibular
  • – Primeiros colocados em vestibulares de todo o Brasil dão dicas para mandar bem nas provas
  • – Confira dicas de como organizar o seu local de estudos

Mas definir o que se gosta também não é tarefa fácil.

Para Liamar Fernandes, master coach da Sociedade Brasileira de Coaching, o primeiro passo ao se autoanalisar é verificar se existe uma preferência entre as áreas de Exatas, Humanas ou Biológicas.

Depois, listar algumas coisas que goste de fazer, desde matérias em que o aluno vai bem na escola, até atividades ligadas ao lazer, esportes e outras possibilidades.

Nessa fase da escolha, os testes vocacionais também podem ser grandes parceiros já que ajudam a reconhecer padrões de comportamento e preferências, facilitando o processo de autoconhecimento.

Após pesquisar e identificar as possíveis carreiras com as quais se identifica, é fundamental conversar com pessoas que já trabalham na área, de preferência aquelas que você admire e confia. Visitar o ambiente de trabalho delas e conhecer a fundo as possibilidades de expansão dentro da área também são elementos importantes desta pesquisa.

Continua após a publicidade

Uma escolha para a vida Segundo Yvette, mais do que se perguntar “que trabalho eu gostaria de fazer?” ou “qual carreira eu gostaria de seguir?” os alunos devem se perguntar: “que adulto quero ser?” e mais, “qual estilo de vida quero ter?”, pois cada profissão leva embutida em sua prática um estilo de vida, um tipo de pessoa com as quais você vai conviver, uma rotina que vai seguir, dentre outros fatores.

Então, é muito importante que na hora de se informar sobre a profissão, o aluno leve em consideração todo o ambiente que circunda essa escolha, e não somente as oportunidades de mercado que ela oferece.

“O adolescente de hoje é muito fissurado nos estudos. É importante que ele se relacione mais com o mundo, veja novas possibilidades. É isso que dará bagagem cultural para que ele conheça melhor o mundo e a si mesmo, e assim tenha condições de fazer uma escolha mais rica.”, diz a psicóloga.

Novos tempos, novos nichos De acordo com a psicóloga Yvete, todo o processo de descoberta do que se quer fazer da vida dá mesmo muito trabalho. Mas ela lembra que ela não acaba na escolha do vestibular. “Temos que passar a vida nos moldando a novas configurações profissionais, o vestibular é apenas o primeiro de muitos passos”, diz.

Na hora de escolher, além de tentar projetar a sua vida, é importante ficar ligado nas tendências do mercado, que é a de formar novos nichos. E é desses nichos que novas profissões surgem.

Por exemplo, profissões como bioinformacionistas juntam conhecimentos avançados nas áreas tanto de Exatas quanto de Biológicas.

Já engenheiros que se ocupam da destinação do lixo urbano teriam que ter boa formação tanto em engenharia, como em gestão ambiental.

Por isso, é tão importante pesquisar, conversar com profissionais que estão em áreas de ponta e ficar atento a campos profissionais que possam surgir. “Às vezes é na combinação de duas áreas totalmente diferentes que você vai encontrar a carreira que quer seguir”, diz a psicóloga.

Leia também:  Como Saber Quanto Dinheiro Tenho No Paysafecard?
Vejas as dicas para escolher o futuro profissional
– É fundamental se conhecer, para poder fazer a escolha com a maior base de informações possíveis.
– Exclua as profissões que não gosta.
– Defina qual área tem mais interesse: Humanas, Exatas ou Biológicas.
– Faça testes vocacionais para ajudar a reconhecer padrões de comportamento e preferências.
– Converse com pessoas que trabalham na área que você tem interesse, de preferência aquelas que você admira e confia.
– Visite o ambiente de trabalho da carreira que pensa em seguir.
– Cada profissão leva embutida em sua prática um estilo de vida, portanto, pergunte-se que adulto você quer ser e não qual profissão quer seguir.

Orientação profissional O Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo oferece gratuitamente um serviço de orientação profissional. O único requisito prévio é ser maior de 14 anos.

Os interessados devem comparecer ao Instituto de Psicologia, no campus da Cidade Universitária de 16 de março a 22 de junho, à partir das 11 horas, somente às sextas-feiras.

O atendimento é feito por ordem de chegada e são atendidas, no máximo, 40 pessoas por dia.

O GUIA DO ESTUDANTE também oferece um serviço de orientação profissional. Acesse o site e mande a sua dúvida para a gente.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade

As 10 profissões do futuro

Um dos elementos que devemos considerar ao escolher um curso no vestibular é se a profissão será valorizada no mercado de trabalho. E é importante saber também qual será a situação daquela carreira no futuro próximo. Isso porque entre você entrar na faculdade e sair dela podem se passar de dois e seis anos. E durante esse tempo o cenário pode mudar!

É comum que em alguns anos o mercado de trabalho seja um pouco diferente, com uma nova geração de profissionais ocupando cargos que antes nem existiam. Ao mesmo tempo, há aquelas profissões tradicionais que podem continuar em alta.

Seguindo previsões de algumas das principais consultorias de recrutamento profissional do mercado (Robert Half, Michael Page e Hays), listamos aqui as profissões que provavelmente estarão (ou permanecerão) em alta num futuro próximo.

Confira as dez profissões do futuro!

1. Profissionais de Big Data

As empresas estão superlotadas de dados. Informações coletadas de inúmeras fontes (sistemas internos e externos) precisam ser trabalhadas, analisadas e transformadas em material estratégico. Desse material é possível extrair informações valiosas sobre gostos e tendências do consumidor, reações de mercado, etc.

Mas para isso é preciso ter um profissional especializado em organizar, tratar e analisar todos esses dados, interpretá-los e extrair deles as informações estratégicas para um melhor posicionamento empresarial.

Os profissionais de Big Data combinam conhecimentos da área de tecnologia e das Ciências Exatas (Análise de Sistemas, Engenharia, Matemática, Estatística, etc.) com capacidades da área de Humanas, como Marketing e Psicologia, por exemplo.

2. Engenheiro com foco em Agronegócio

Existem diversas formações de Engenharia que trabalham com foco na produção agrícola e pecuária. Dentre as principais, podemos citar:

  • Agronomia
  • Aquicultura
  • Agrimensura
  • Ambiental
  • Florestal
  • De Pesca

Esses profissionais serão muito demandados nos próximos anos devido à expansão e modernização do setor do agronegócio – e não apenas para ajudar a aumentar a produção, mas também garantir a preservação dos solos, florestas e rios.

O perfil desejado alia conhecimento técnico a habilidades em gestão e negócios.

3. Designer de Inovação

O designer de inovação é o profissional que concebe ideias e funcionalidades inteligentes que possam se transformar produtos ou soluções de sucesso no mercado. O Brasil ainda avança a passos lentos neste ramo profissional, mas a tendência é que se fortaleça nos próximos anos.

É um profissional que pesquisa tendências e tem boa visão de desenvolvimento industrial.

4. Tecnologia da Informação

A Tecnologia da Informação é outro ramo que vai continuar a crescer no Brasil, independentemente do momento econômico.

O consumo de tecnologia tende a aumentar nas empresas, e a presença de profissionais capazes de conceber, implementar e gerir sistemas tecnológicos será fundamental. O futuro também exigirá mais desenvolvedores (de softwares, aplicativos e soluções) e especialistas em segurança.

5. Gestor de Resíduos

  • O tratamento de lixo de uma população que só cresce, além da necessidade cada vez maior de cuidar do meio ambiente, vão fazer disparar a demanda por profissionais habilitados em lidar com resíduos sólidos.
  • Essa é uma área multidisciplinar que pode ser desempenhada por gestores ambientais, engenheiros, químicos, tecnólogos em processos ambientais e em Saneamento Ambiental.
  • As leis brasileiras, como a Política Nacional de Resíduos Sólidos, passaram a exigir a presença obrigatória de profissionais especializados da área de gestão do tratamento de água, esgotos, destinação correta do lixo, reciclagem e limpeza urbana.

6. Médico

  1. Tempo vai, tempo vem e o médico continua a ser um dos profissionais mais requisitados do mercado.

  2. No futuro não será diferente – a menos que inventem uma fórmula mágica que impeça a humanidade de adoecer.

  3. Como o médico nunca trabalha sozinho, é possível dizer que também os enfermeiros, auxiliares de enfermagem e instrumentadores cirúrgicos também entram na lista dos profissionais do futuro.

7. Marketing

A competitividade entre as empresas continuará a crescer nos próximos anos. Com a necessidade de encontrar formas de se destacar no mercado e atrair o interesse dos clientes, vai aumentar a procura por profissionais da área de Marketing.

8. Professor

Assim como os médicos, os professores são profissionais atemporais e devem ser ainda mais requisitados no futuro.

O mercado de trabalho para esse profissional deve se ampliar nas redes pública e privada. As oportunidades são variadas: ensino médio e fundamental, universidades, institutos de formação tecnológica, escolas de idiomas e cursinhos.

9. Profissional de Logística

Considerado figura estratégica dentro de uma empresa, o profissional de logística responde pela inteligência operacional e processual de uma empresa, cuidando de itens como transporte, armazenamento, compras, distribuição e entrega de produtos.

A exigência por maior produtividade e menor custo deve ampliar ainda mais o mercado para os logísticos. É uma profissão que oferece inúmeras possibilidades de atuação e deverá se manter uma carreira bem remunerada, principalmente na indústria. Ótimas oportunidades devem surgir também nos setores do comércio e prestação de serviços.

10. Biotecnólogo

O biotecnólogo trabalha com a manipulação de material biológico para melhorar a qualidade dos alimentos, produzir remédios e encontrar formas mais eficazes para o tratamento de doenças.

É um dos profissionais mais importantes no processo de aliar desenvolvimento e sustentabilidade. Seu papel deve ser ainda mais importante nas indústrias, centros de pesquisa e laboratórios.

Onde estudar para se formar nas profissões do futuro

  • Confira algumas das principais universidades reconhecidas pelo MEC que oferecem cursos de graduação para ingressar em profissões do futuro.
  • Veja também:
  • Descubra quais são as profissões mais bem pagas

A sua profissão está entre as carreiras do futuro? Compartilhe suas ideias conosco!

15 profissões do futuro que são tendência dentro das grandes empresas

9 de dezembro –
min de leitura

As habilidades digitais vieram para ficar. Veja uma lista de profissões do futuro que estão bombando dentro das grandes empresas.

Hoje nós vamos te ajudar a entender quais serão as profissões do futuro, podendo, assim, garantir um amanhã mais promissor, de olho nas tendências deste mercado.

Qual carreira escolher? Qual área seguir? Essas são dúvidas presentes em muitas pessoas, principalmente as que estão iniciando sua vida profissional ou que estão se recolocando no mercado

Se você pesquisar sobre o assunto, perceberá que é unânime o fato de que o mundo está em constante mudança, principalmente se considerarmos o cenário pós-pandemia.

A tecnologia se vê cada vez mais presente nos afazeres e serviços do dia a dia, possibilitando a previsão de diversos campos, incluindo o profissional.

As indecisões são comuns nessas situações, pois uma graduação, por exemplo, requer anos para ser concluída. Neste artigo, te contaremos quais serão os novos trabalhos do futuro no mercado e quais habilidades são essenciais para não ficar pra trás.

Quais são as profissões do futuro?

Com o avanço da tecnologia e a mudança de comportamento nas gerações, o cenário profissional caminhará para algumas tendências específicas. Ou seja, determinadas áreas, principalmente as que envolvem meios digitais, terão maior destaque no mercado.

Confira as profissões mais promissoras abaixo:

Desenvolvedores de softwares

Esses profissionais realizam a manutenção, criam e analisam plataformas nos sistemas computacionais. Com o avanço da tecnologia, eles se tornarão cada vez mais presentes no mercado de trabalho.

Professores (online)

Buscar a capacitação para ensinar utilizando as tecnologias digitais na educação já é uma necessidade. O ensino sempre estará presente na vida das pessoas, porém, é preciso se adaptar às tendências que são realidades na rotina diária.

Analista de Big Data

O cargo com certeza está no ranking das profissões mais promissoras por se tratar do Big Data. Isso porque as pessoas consomem muitos dados quando estão na internet e esse profissional tem como função analisar e entender todas essas informações digitais.

Leia também:  Como Saber Quando Um Peixe Esta Gravida?

Social Media

Ter um perfil nas redes sociais já é uma necessidade para qualquer empresa que deseja se consolidar no mercado. Por isso, o profissional que administra redes sociais será cada vez mais procurado.

Customer Experience (Experiência do cliente)

Esse profissional assegura a boa relação entre a empresa e o seu consumidor, seja de produtos ou serviços. Num cenário atual onde as empresas possuem diversos canais de comunicação, a presença do Customer Experience se torna cada vez mais necessária.

Profissionais de saúde mental

Com o dia a dia corrido, os problemas em diversos campos e a pressão por todos os lados, cuidar da saúde mental se torna cada vez mais essencial para todas as pessoas. Por isso, os profissionais focados no lado psicológico serão, sem dúvidas, profissões do futuro no mercado.

UX Design

O mercado de UX Design já mostrou que é o futuro! O profissional de Experiência do Usuário tem como função garantir que o design de um site ou aplicativo atenda todas as expectativas e necessidades de um usuário. Sem dúvidas é uma profissão que promete!

Engenheiro de nuvem

Profissional responsável pela análise de dados e sistemas em computadores baseados em nuvem. É, sem dúvidas, umas das carreiras mais promissoras e pode se tornar uma das profissões mais bem pagas no mercado.

Profissionais de marketing digital

Com o avanço do meio online, as empresas necessitam cada vez mais de assessoria na área. São diversas funções e demandas que possibilitam a contratação de pessoas com diferentes formações acadêmicas. É por isso que começar uma carreira em marketing digital não tem erro.

Desenvolvedor de back-end

Otimizar e trazer dinamicidade em sites, organizando todas as informações que chegarão aos usuários, através da linguagem de programação são as principais funções do desenvolvedor back-end.

Segurança da informação 

Profissional que cuida da cybersegurança, sistemas, analisando também possíveis soluções para vulnerabilidades, prevenindo o ataque de hackers ou qualquer tipo de malware.

Especialista em e-commerce

As lojas online são uma realidade muito presente, principalmente com o início da pandemia. Por isso, um profissional de e-commerce que gerencie as estratégias das vendas será cada vez mais procurado.

Profissionais de finanças

As empresas sempre precisarão de um profissional que administre suas economias. Por mais que a tecnologia avance, algumas decisões sempre terão melhores consequências se realizadas por humanos. Portanto, essa é também uma das profissões do futuro.

Gestor de tráfego

7 dicas importantes para escolher uma carreira profissional | São Judas – Campus Unimonte

Sair do ensino médio e, em pouco tempo, escolher uma carreira profissional, a qual dedicarão os próximos anos de sua vida, é uma decisão importante, e muito difícil, para estudantes. Para os mais jovens, alguns fatores como a pressão familiar, o medo de errar, a indecisão sobre as perspectivas para o futuro e até as expectativas sociais podem tornar o desafio ainda maior.

Se, nesse momento, você está duvidando da sua própria capacidade em tomar essa decisão e não quer se ver como um profissional frustrado daqui alguns anos, saiba que você não está sozinho.

Confira o post a seguir com as 7 dicas mais importantes para escolher a carreira profissional certa!

Conheça a si mesmo

Esse conselho pode parecer um clichê para você que está em um momento tão decisivo da sua vida, mas é, com certeza, o mais importante dessa lista. A principal causa da insatisfação de profissionais com a sua carreira profissional é uma escolha feita pelos motivos errados.

Pressão familiar, expectativa de alta remuneração ou pressa em tomar uma decisão são apenas alguns fatores que podem levar estudantes a ingressarem em cursos de graduação que não têm nada a ver com eles mesmos.

Esse erro pode estimular uma desistência no meio do caminho ou a formação em uma área que não te fará feliz. E já se imaginou passando quase toda a sua vida em algo que odeia?

Descubra a sua vocação

Essa dica é complementar à anterior. Nessa etapa, é importante fazer testes vocacionais ou procurar ajuda profissional, mas o essencial é descobrir quais características e habilidades podem se relacionar às profissões que você deseja seguir.

Por exemplo, se você é mais comunicativo e odeia realizar cálculos, dificilmente tem um perfil para áreas exatas. O mesmo vale para quem não gosta de lidar com pessoas: talvez, a área de saúde não seja a mais indicada.

Vocação diz respeito ao que te motiva e às suas habilidades em realizar algo. Faça uma lista de coisas em que você já é bom, coisas com as quais se identifica ou que terá prazer em dedicar anos da sua vida. Se conseguir entender o que te impulsiona, dificilmente não terá uma carreira profissional bem-sucedida.

Pesquise sobre o mercado de trabalho

Mesmo que você já tenha em mente qual a profissão dos seus sonhos, é importante ser realista sobre as possibilidades de atuação que você terá no final da graduação. Afinal, nenhum profissional planeja investir tempo e dinheiro em uma formação em que não terá oportunidades de trabalhar.

Assista palestras, vá para eventos e feiras profissionais, e use a internet como sua aliada para pesquisar como está a saturação de uma profissão no mercado, as taxas de adesão de profissionais, o valor médio de remuneração inicial e no auge da carreira e os tipos de vagas disponíveis. É importante também ler cadernos de economia ou blogs de especialistas para entender quais são as perspectivas para esse mercado nos próximos anos.

Mesmo que você já esteja decidido a fazer o que ama, analisar o mercado é uma forma de traçar caminhos realistas para o seu futuro.

Evitar expectativas que podem ser frustradas, explorar áreas em ascensão ou criar projetos inovadores para uma determinada profissão, por exemplo.

Pesquise também as possibilidades durante a graduação, como as vagas de estágio, importantes para melhorar a sua formação técnica e prática.

Converse com profissionais

Além de conhecer a parte teórica e o mercado de trabalho, é preciso ter uma visão mais realista sobre as profissões com quem atua na área. Muitos aspectos negativos e positivos de uma carreira profissional não são ditos em sites ou livros, por isso, pessoas graduadas são as melhores fontes para descobrir se determinada área realmente será boa para você.

Não tenha vergonha de perguntar quais obstáculos elas enfrentaram para chegar até a sua posição profissional, quais as possibilidades de atuação, as atividades rotineiras e, até mesmo, a remuneração média.

Essa é uma forma de saber se a área em que você pretende seguir é realmente aquilo que você acredita, evitar frustrações e entender melhor o que você enfrentará no seu caminho, caso escolha essa profissão.

Faça uma lista de pontos negativos e positivos

  • Após uma pesquisa detalhada sobre a área de atuação, sobre o mercado e sobre você mesmo, faça uma lista de prós e contras sobre a profissão que deseja seguir.
  • Se estiver em dúvida entre mais de uma, essa é uma boa forma de compará-las e escolher qual pode ser a melhor para você.
  • Mas seja realista: pense em aspectos como retorno financeiro, seu investimento de tempo e dinheiro durante a graduação, rotina de trabalho, suas aptidões para aquela área e se é possível que, em alguns anos, você conseguirá ser feliz com o que faz.

Tenha cuidado com as expectativas alheias

Pais, professores, familiares e amigos são pessoas que desejam e torcem pelo nosso sucesso. Mas é preciso ter cuidado para que as expectativas dessas pessoas não superem os seus desejos, principalmente quando se trata da profissão, que acaba não sendo apenas uma forma de ganhar dinheiro, mas sim uma extensão das nossas próprias expectativas e felicidade.

Mesmo que alguém acredite que determinada profissão é uma garantia de sucesso e tente influenciar a sua escolha, no final, a sua carreira profissional deve depender apenas de você.

Por exemplo, se o seu pai ou sua mãe forem profissionais renomados em uma área, isso não quer dizer que você deve seguí-la e, se o fizer, que seja por sua própria vontade e não por expectativas de outras pessoas.

Defina metas realistas para o futuro

Muitas vezes, principalmente após a conclusão do ensino médio, nos sentimos pressionados a escolher um caminho rápido a seguir. Mas é importante pensar que essa decisão pode definir o seu futuro em uma carreira profissional. Por isso, é fundamental que ela seja bem pensada, com metas bem definidas para o futuro.

Pense em como você gostaria de estar daqui alguns anos e quais são os seus planos profissionais. Ter sucesso? Ganhar dinheiro? Ser feliz com o que faz? Seja honesto consigo mesmo para não tomar a decisão errada.

E, caso isso aconteça, fique tranquilo. O mercado está mudando e os modelos de trabalho atuais já permitem que os seus profissionais não tenham que seguir em uma única carreira profissional pelo resto da vida.

Gostou das nossas dicas? Acrescentaria algo que possa ajudar a quem deseja tomar a melhor decisão profissional? Compartilhe com a gente nos comentários!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*