Como Ensinar Cachorro Onde Fazer Suas Necessidades?

Ensinar o seu cão a fazer xixi e cocô no lugar certo parece uma missão impossível para muitos donos, mas acredite, não é.

Como eu disse no artigo anterior, sobre o funcionamento – ou não – de educadores sanitários, é preciso levar muitas coisas em consideração na hora de cobrar do seu amiguinho um comportamento de gente grande.

Um exemplo é oferecer um local limpo e seco, longe da comida e de onde ele dorme.

Pense comigo, assim como uma criança tem dificuldade de parar de brincar para avisar os pais que quer fazer xixi, o filhote também não quer parar tudo e ir até a lavanderia para se aliviar.

Ainda mais que a sensação do xixi é realmente prazerosa e funciona como uma auto-recompensa para cão, já que ele se livra da sensação de desconforto. Por isso que muitas vezes, vai xixi para todo lado. Ele não faz isso por mal.

Mas o comportamento pode ser mudado e ele aprenderá a fazer xixi e cocô no lugar certo.

O ideal é que o seu cão saiba fazer xixi e cocô no lugar certo em diferentes situações. Ou seja: em dias de chuva ou quando você não puder sair para dar uma volta, ele vai se aliviar dentro de casa ou no quintal. E durante os passeios, ele vai fazer na rua – e você, recolher no saquinho, certo? ????

Como Ensinar Cachorro Onde Fazer Suas Necessidades?

O recomendado é que seu cão faça necessidades na rua (durante o passeio) e também em casa, no lugar certo (jornal. tapete higiênico ou onde você definir).

Como já falamos nos artigos anteriores, lembre-se de que a responsabilidade pelo acerto é do tutor e não do animal. Essa consciência é fundamental: para o cão acertar, você precisa controlar a rotina e o ambiente e criar a oportunidade de aprendizado para ele.

O método que oferecemos nesse artigo não é difícil, mas requer o seu comprometimento por cerca de 30 dias numa rotina de ensino. Gente, vale muito a pena: uma vez que seu cão aprender a fazer xixi e cocô no lugar certo, ele não vai mais errar e essa questão estará resolvida para sempre! Legal, né?

Como Ensinar Cachorro Onde Fazer Suas Necessidades?

Lembrando que vamos premiar com petisco, carinho e festa quando ele acertar e nunca vamos punir quando ele errar. Combinado?

Para que ele aprenda a fazer xixi e cocô no lugar certo sempre, dividiremos o ensinamento em três etapas:  

  1. Garantir que ele aprenda direitinho a fazer dentro de casa ou no quintal.
  2. Ensinar o cão a fazer na rua.
  3. Combinar as duas técnicas anteriores.

Neste artigo, trataremos apenas do primeiro passo: ensinar a fazer em casa. No próximo artigo, falaremos sobre fazer no passeio e sobre como combinar as técnicas.

Antes das técnicas, vale dizer que prevenir o erro é fundamental e acelera o aprendizado. Por isso, observe a rotina e faça a leitura corporal do seu cão para você prever quando ele vai querer se aliviar. Repare que existem padrões:

  • Assim que ele acorda de um cochilo ou do sono da noite.
  • Aproximadamente 15 minutos depois que bebe água ou come. (Esse tempo pode variar conforme raça, tamanho, idade. Tente entender o padrão do seu cão.)
  • Quando se mostra inquieto, girando, agachando.
  • Enquanto ele estiver aprendendo, sempre que possível, procure levá-lo ao lugar certo na hora em que ele sentir vontade de fazer xixi ou cocô.
  • Vamos às técnicas?
  • Primeiro, ensinar o cão a fazer xixi e cocô em casa.
  • Se você mora em apartamento ou em uma casa sem quintal, terá que criar o banheirinho do seu cão em um ambiente interno. Para isso, siga os passos abaixo:
  • Escolha um lugar que fique longe da comida e da água. Prefira cômodos que facilitem a limpeza, como a lavandeira.
  • Tire do local tudo que o cão possa destruir e forre o piso todo com com jornal ou tapete higiênico (mais recomendados pela absorção e praticidade). Assim ele não terá oportunidade de errar, já que todos os lugares passam a ser certos;
  • Conduza o cão até o local, quando ele tiver vontade. Ou, se você não tiver esta disponibilidade, restrinja o espaço do cão apenas a esta área durante o dia todo. Mas, por favor: não isole o cão. Leve-o para passear e interaja com ele o máximo possível durante o período de ensino.
  • Deixe uma semana dessa forma e depois tire alguns jornais ou tapetes onde ele NÃO tenha feito xixi, deixando os outros em que ele fez no mesmo lugar;
  • Deixe mais uma semana e retire mais alguns onde ele não tenha feito. Se nesse tempo, ele errou e fez no espaço vazio, volte a cobrir o local;
  • Faça isso até que sobre apenas o jornal ou tapete exatamente no cantinho que você elegeu como ideal;
  • Quando ele estiver acertando o local por, pelo menos, uma semana, comece a liberar aos poucos outros espaços da casa. Se ele errar, volte a restringi-lo onde você quer que ele faça o xixi e cocô. Isso deve ser repetido até que ele não erre mais.

Se você tiver um quintal onde o cão pode fazer as necessidades, ótimo! É possível ensinar o cão a fazer em uma área específica em vez de sujar todo o espaço.

O local tem que ser coberto, protegido da chuva e você pode se basear nos mesmos princípios do método citado acima, ou seja, restringir o cão ao local, eliminando a possibilidade de erro.

Mas, por favor, atente ao frio e ao sereno para não deixar o cão em más condições, tá bom?

Outro jeito de ensiná-lo a fazer num local específico do seu quintal vai exigir um pouco mais de dedicação da sua parte. As orientações são as seguintes:

  • Leve ele regularmente, pelo menos a cada hora, até o local que você escolheu;
  • Recompense-o com petiscos, carinho e / ou festa quando ele fizer xixi ou cocô;
  • Aos poucos, libere o espaço e, caso haja o erro, volte com a prática do início.

Caso seu cão já tenha errado muito muitas vezes, não tem problema. É possível corrigir, com base nesse histórico:

  • Espalhe o tapete higiênico em TODOS os lugares da casa onde ele já fez xixi ou cocô, mesmo que tenha sido uma única vez. Sim, eu sei que a quantidade pode ser enorme, mas faz parte do processo
  • Com isso, já eliminaremos o erro, porque ele está fazendo em cima da superfície certa, que é o jornal ou tapetinho higiênico;
  • Tire aos poucos os tapetes que ele não usou até que sobre o que você quer. Não adianta querer acelerar tudo, pois estou falando de semanas repetindo esse processo.

E tem também a técnica de colocar a comida nos lugares onde costuma errar. Falamos disso neste artigo aqui.

Para a maioria das pessoas, os métodos acima bastam para resolver o problema. Mas atenção: não é porque o seu cão aprendeu a fazer xixi e cocô no lugar certo em casa que ele não precisa de passeio. Passear é fundamental para uma vida saudável do cão e deve fazer parte da rotina de vocês, independente do xixi e cocô.

Além do que, mesmo depois de aprender direitinho a fazer xixi e cocô no lugar certo dentro de casa, é comum que os cães prefiram fazer na rua e isso é muito conveniente para o nosso processo de ensino. No próximo artigo, você vai descobrir como ensinar seu cão a fazer xixi e cocô também no passeio e a combinar todos esses aprendizados. Então, fique ligado(a) aqui no blog!

Como Ensinar Cachorro Onde Fazer Suas Necessidades?

Mesmo sabendo fazer direitinho dentro de casa, é muito comum que os cães prefiram fazer fora. Por isso, nunca dispense a rotina dos passeios.

Portal Tudo de Cão Transforma

Você já conhece o portal Tudo de Cão Transforma? Lá, criamos o “Desafio – xixi e cocô no lugar certo em 28 dias”, com vídeos passo a passo para você ensinar o seu cãozinho, seguindo um tutorial por dia. Fica super fácil. Clique aqui para saber mais.

Além disso, o portal tem palestras com convidados, aulas ao vivo, tira-dúvidas sobre educação sanitária e diversos outros assuntos interessantes. Acesse lá e faça um teste por 7 dias, sem compromisso, vale muito a pena. É risco zero!

Podemos te ajudar pessoalmente também. Se preferir, você pode receber suporte personalizado de um profissional que vai até a sua casa, para te orientar, adestrar o seu cão com muito amor e sem punições. Para saber mais sobre o nosso serviço de adestramento em domicílio e para receber uma visita gratuita de um de nossos adestradores, clique aqui.

Espero que o artigo tenha sido útil. Não perca a sequência para aprender a ensinar a fazer xixi e cocô no lugar certo durante o passeio, hein!

  1. Até mais!
  2. Um abraço,
  3. Marcelo Eckmann

Como ensinar a um cão a fazer as necessidades na rua

Essa não é uma tarefa fácil e existem muitos mitos sobre como fazer isso.

O certo é que os cães necessitam de um pouco de paciência quando se trata de fazer as necessidades fisiológicas, já que, diferente dos gatos, eles não ficam satisfeitos se colocarmos para eles uma caixa de areia.

 Se você quer que seu animal de estimação faça as necessidades na rua, que não fique traumatizado a aprender isso e que a experiência seja agradável, deve esquecer todos os mitos que são muito repetidos e que só conseguem traumatizar o animal.

Mitos sobre fazer as necessidades que você deve rejeitar

Como Ensinar Cachorro Onde Fazer Suas Necessidades?

  • Esfregar o jornal. Muitas pessoas dizem que passar um pedaço de jornal nas necessidades do animal e, em seguida, esfregá-lo no focinho deles, é a forma mais efetiva de ensiná-lo a fazer as necessidades onde desejamos. Isso é uma mentira! Essa ação pode traumatizar o animal, além de poder ferir as narinas e até mesmo causar doenças devido aos próprios excrementos.
  • Dar uma palmada quando ele não faz onde queremos. Quando o cachorro não faz as necessidades onde os donos querem, muitos afirmam que dar uma palmada enquanto se repete palavras como, “aqui não”, “aqui”, é o melhor método. Mentira! O animal é um bebê, e não tem percepção sobre aqui e ali.
  • Deixá-lo no quintal o tempo todo. Outras pessoas afirmam que se o animal vive no quintal, ficará acostumado a fazer as necessidades somente lá. A verdade é que no momento em que você deixá-lo entrar em casa, ele poderá escolher o “seu território”, pois o quintal já é dele e o restante da casa será novo para o animal. Por outro lado, ele pode sentir frio ou calor no quintal e para que você quer um animal de estimação se não pode desfrutar dessa companhia?
Leia também:  Como Saber A Que Horas Passa O Carteiro?

Como ensinar a seu cão a fazer as necessidades na rua

Uma vez identificados e rejeitados os mitos, vamos aprender a ensinar a seu cão a fazer as necessidades na rua de uma forma que seja agradável para o animal e que o deixe ver o amor que temos por ele.

  • Folhas de jornal. Isso nos será útil para colocar em um lugar da casa em que queiramos que o cão faça as necessidades enquanto ele acostuma-se a rotina dos passeios. Lembre-se que os filhotes fazem mais xixi que os cães adultos. Dessa forma, ainda que façam xixi na rua, será normal que alguma vez ou outra façam também em casa, já que ainda não têm controle da bexiga.

Para conseguir isso, deverá estar alerta aos movimentos de seu cão. Você perceberá que, normalmente, um cachorro quer fazer necessidades uns vinte minutos depois de comer.

Ponha o jornal em um lugar onde queira que o seu animalzinho vá e, quando observar que ele quer fazer suas necessidades, pegue-o nos braços e o leve até o jornal.

Após várias tentativas, o animal entenderá que esse é o “seu banheiro”. Não se esqueça de parabenizá-lo.

Como Ensinar Cachorro Onde Fazer Suas Necessidades?

  • Tapetes higiênicos. Você pode encontrar em lojas de artigos para animais tapetes que se parecem com fraldas e que são impregnados com um odor especial que os cães reconhecem como um lugar agradável para fazer necessidades.
  • Estabeleça rotinas. As rotinas devem ser estabelecidas tanto para comer como para passear. O cão deve se alimentar diariamente no mesmo horário, assim você terá facilidade em saber quando deve levá-lo para passear, o que também tenderá a ocorrer nos mesmos horários todos os dias. Desse modo, você favorecerá o seu crescimento e será mais fácil para você ensiná-lo a fazer suas necessidades na rua.
  • Não o castigue. Se em alguma ocasião o seu cachorro não conseguir segurar e fizer as necessidades onde não deve, não o castigue e nem grite com ele. O animal achará que fez algo horrível e da próxima vez se esconderá para fazê-lo ou tentará segurar, algo que pode repercutir na saúde dele.

Lembre-se que até que o período de vacinação termine, um filhote não poderá sair para a rua. Por isso você deverá se acostumar com que seu novo amigo faça as necessidades em casa por enquanto. No entanto, estabeleça desde já suas rotinas alimentícias para que tudo seja mais fácil. como sempre, dizemos a você: com amor, persistência e carinho, poderá ter um cão bem comportado e feliz.

Xixi no lugar certo: Como ensinar o cachorro

Não é nada agradável chegar em casa e deparar-se com uma poça de urina no meio da sala, mas quem já conviveu com um cachorro filhote sabe que esta cena é muito comum.

Os cachorros adotados adultos aprendem mais rápido a fazer xixi no lugar certo – eles sabem que existem locais adequados, só precisam encontrá-los –, mas é preciso ensinar os filhotes a partir do zero. Mas não é uma tarefa difícil.

Dificuldades para aprender a fazer xixi no lugar certo estão entre as principais reclamações dos tutores. É certo que alguns cães podem decidir fazer as suas necessidades na sala ou na cozinha e até mesmo em cima dos móveis por pura birra, mas a maioria dos cachorros não sabe que o tapete não é um bom lugar: eles precisam aprender.

Na natureza, qualquer lugar é adequado. Alguns cachorros chegam a demarcar o território de caça com urina e, na convivência com humanos, tentam reproduzir este comportamento atávico. Mas, como ensinar o cachorro a fazer xixi no lugar correto?

O passo a passo para ensinar o cachorro a fazer xixi no lugar correto

Vamos dividir os cachorros em dois grupos: filhotes e adultos. Quando se adota um cachorro já crescido, é muito provável que ele tenha recebido treinamento prévio sobre o lugar certo para fazer xixi. O novo tutor só precisa mostrar que lugar é esse.

Mas, uma vez levado a um ambiente estranho, é natural que o peludo fique estressado nos primeiros dias. Afinal, ele não conhece a nova família humana, não sabe quais são as regras da casa. Na primeira semana, recomenda-se deixar o cachorro explorar a casa nova e encontrar as possibilidades. A partir de então, é possível retomar o adestramento básico.

Caso você tenha adotado um cachorro resgatado por um abrigo (parabéns!), é preciso um pouco mais de paciência. O novo membro da família precisa reaprender a confiar nos humanos, precisa redescobrir que merece atenção, carinho, brincadeiras, alimento e segurança.

Como Ensinar Cachorro Onde Fazer Suas Necessidades?

Vindo das ruas, é quase certo que o cão tenha conhecido maus tratos, fome e frio. No abrigo, por melhor que seja – e por melhores que sejam as intenções dos funcionários e voluntários – não existe relação de pertencimento. Não existe afeto nem partilha, o espaço é insuficiente e os traumas do “mundão” ainda estão vívidos na mente.

Ao recebê-lo em casa, deixe-o sozinho por alguns dias (apenas um ou dois). Não tente acariciá-lo – ele pode entender a aproximação como uma tentativa de agressão. Converse, aponte a tigela de ração, indique o local em que ele pode descansar. Na imensa maioria dos casos, antigos cães de rua aprendem muito mais rapidamente o local que eles podem fazer xixi.

Como ensinar os filhotes

Os filhotes não sabem nada, precisam aprender tudo. Ainda na companhia da mãe, eles não precisavam se preocupar com alimento nem com a limpeza: a própria cadela se encarregava das necessidades básicas.

Mas os cachorrinhos crescem, são separados da mãe e dos irmãos de ninhada e levados a um ambiente estranho. Isto não é ruim: filhotes gostam de explorar o mundo e conseguem aprender rápido. Além disso, eles substituem a família canina pela humana – e até por um gato de companhia, caso haja algum felino no lar.

Os procedimentos para ensinar o cachorro a fazer xixi no lugar correto são os mesmos, mas os filhotes precisam de mais tempo para assimilar as normas da casa: por onde circular, onde subir, o local para descansar e dormir e, claro, o lugar certo para fazer as necessidades fisiológicas.

12 passos: Ensinando a fazer xixi no lugar correto

1 – Mesmo morando em uma casa com quintal, é necessário escolher um cantinho para o cachorro fazer xixi. Do contrário, ele sujará todo o ambiente, inclusive os canteiros, pneus de carros estacionados, bancos e mesas, etc.

2 – Defina os horários das refeições: isto determinará os momentos para o intestino e os rins funcionarem (em geral, o cocô se apresenta dez a 15 minutos depois de receber o alimento; os filhotes podem ter de ir ao trono mais de uma vez e o xixi é expelido, em média, a cada duas horas). É importante que os cães estejam perto do “lugar certo” nestes momentos críticos.

3 – Se necessário, deixe o filhote confinado por uma ou duas semanas no período de adaptação. Ele pode ficar isolado na cozinha e área de serviço, por exemplo, para condicionar-se a fazer xixi apenas nesses ambientes. Mas não o deixe sozinho: é importante que o pet veja o movimento da família e brinque um pouco de tempos em tempos.

4 – Cachorros também podem fazer xixi na cama à noite. Se o seu cão está vazando urina em horários que não é possível ir “lá fora”, antecipe a última refeição e recolha a tigela de água a partir das 20h (a menos que seja uma noite muito quente). Esta estratégia é importante especialmente para pessoas que vivem em espaços pequenos.

Lembre-se: fazer xixi e cocô no lugar certo faz parte de um adestramento mais amplo, dos comandos básicos. É no aprendizado de ordens simples (“senta”, “fica”, “não”, etc.) que o cachorro entende a hierarquia da família: o tutor é o líder e o pet, o subordinado.

5 – Portanto, comece a ensinar os comandos básicos logo que o novo cãozinho chegar em casa. Cada família tem as próprias regras e o cachorro precisa começar a aprendê-las desde cedo. Para o xixi, leve-o para o cantinho escolhido logo cedo, depois de a família acordar, e fique com ele por alguns minutos.

A natureza contribui bastante: o cachorro estará com a bexiga cheia e fará xixi em poucos minutos. Não se esqueça de estimular os acertos. Palavras de incentivo são muito bem-vindas em qualquer fase do aprendizado.

6 – Não tente ensinar o cachorro a fazer as necessidades apenas durante o passeio diário. Muitos cães até aprendem, mas isto é prejudicial à saúde. Basta pensar em como ficaríamos se só pudéssemos usar o banheiro uma vez por dia.  

Eles podem segurar o xixi o dia todo, para agradar os tutores, mas, no médio prazo, isto implicará problemas renais (que podem inclusive causar a morte). Além disso, em dias chuvosos, frios, ou quando chegamos muito tarde, o passeio fica comprometido.

7 – Escolha um local em casa (na área de serviço, no banheiro, no quintal) e leve o cachorro para o “WC privado” várias vezes por dia durante o treinamento. Em até dez dias (em média), mesmo os mais teimosos entenderão que xixi e cocô têm lugar certo.

8 – Não se esqueça de higienizar regularmente o tapete higiênico. Recolha as fezes o mais rápido possível e troque o forro antes de ficar encharcado. O mau cheiro permanece por alguns minutos, mas o importante, na limpeza, é neutralizar eventuais germes que podem causar doenças (nos pets e em nós também).

9 – Cachorrinhos “revelam” quando estão com vontade de fazer xixi. Eles ficam mais agitados – alguns começam a caminhar em círculos -, baixando o quadril e dobrando as pernas traseiras. Sempre que perceber estes movimentos, leve o pet para o tapete higiênico (ou papel-jornal).

10 – Os filhotes não entendem que precisam sair do local em que estão para fazer xixi e cocô. Para eles, é normal fazer as necessidades ali mesmo, onde estão brincando ou descansando.

É importante acompanhá-los nos primeiros dias. Além de descobrirem o lugar certo, eles ficarão contentes por fazer algo agradável para o tutor (é assim que funciona o relacionamento entre humanos e caninos).

11 – Não use gritos durante a fase de treinamento, nem se desespere com as falhas. Os cachorros possuem audição muito mais sensível do que a nossa e um grito serve apenas para apavorá-los. Também de nada adianta esfregar o focinho na poça de xixi no meio da sala, porque, para eles, não há nada de errado nisso.

12 – Associe o treinamento a alguma coisa prazerosa. Você pode oferecer um biscoito sempre que o pet fizer o que se espera dele, acompanhado de palavras elogiosas (a parte mais importante do adestramento). Nos momentos de erros, demonstre que está decepcionado, mas não zangado.

Leia também:  Como Recuperar Um Doc Do Word Que Não Foi Salvo?

Resumindo, o aprendizado envolve as seguintes etapas:

  • alguns minutos depois da refeição, leve o cachorrinho até o lugar que você escolheu. Fique com ele até que o cachorro faça xixi – caso ele seja muito afoito, prenda-o com a guia para impedir que ele fuja para outro lugar da casa;
  • enquanto o cachorro está aprendendo, é importante permanecer com ele no cantinho escolhido. Ele ainda não consegue entender ordens mais sofisticadas e não vê necessidade em ir para o cantinho se o restante da família está na sala, por exemplo;
  • se o lugar escolhido for “fora de casa”, o cachorro precisa aprender o que é “fora” e “dentro” (inicialmente, eles não reconhecem as diferenças entre os dois ambientes). Incorpore os dois comandos ao adestramento básico;
  • associe uma frase simples à orientação que está sendo ensinada, enriquecida com gestos. Diga “faz xixi”, aponte e espere que ele responda de forma adequada. Em menos de duas semanas, a associação entre a frase e a ação já estará incorporada ao repertório do pet;
  • recompense os sucessos. Sempre que ele fizer xixi e cocô no lugar certo, demonstre o seu contentamento. Nos primeiros dias, pode-se oferecer um prêmio pelo comportamento, que pode ser retirado em uma semana sem prejuízo para o treinamento;

As crises

Muitas vezes, os cachorros fazem xixi no lugar errado por puro tédio. Isto pode acontecer inclusive com animais adultos, quando uma mudança profunda acontece na rotina diária. Caso os pets sejam deixados por longas horas, eles reagirão de alguma forma.

Alguns animais se tornam destrutivos. Em pouco tempo, não restam mais almofadas nem pés de mesa nos locais em que eles foram confinados por longas horas. É claro, nós precisamos sair para trabalhar e estudar, mas os cães não conseguem entender essas contingências da vida humana.

Outros decidem fazer xixi para chamar atenção. É como se eles dissessem: “me deixou sozinho o dia inteiro, olha só a surpresa que eu preparei para você”. O comportamento pode ser birra pura, semelhante à exibida por nossas crianças muitas vezes.

O ideal é prevenir a crise, que pode ter consequências graves: além dos protestos, os cachorros podem desenvolver estresse, depressão, ansiedade, etc. Ao sair de casa, converse com o pet, mostre que está saindo e deixe alguma coisa para que ele possa ocupar o tempo:

  • um brinquedo inteligente, desses em que é preciso descobrir como abrir para acessar a ração escondida;
  • um áudio ou vídeo programado para ligar em determinado momento (alguns minutos são suficientes). Já existem inclusive canais a cabo exclusivos para cães, mas não é necessário deixar a TV ligada por horas seguidas;
  • uma peça de roupa com o cheiro do tutor (pode ser uma camiseta velha); é uma boa maneira para matar a saudade enquanto espera a volta da família.

Ao voltar, não dê atenção excessiva, especialmente se o seu peludo for muito ansioso. Se estiver carregando compras de mercado, guarde-as na cozinha antes de receber a festa do pet. Siga a sua rotina: guarde peças de roupas, troque os sapatos, lave as mãos.

Em seguida, é o momento do abraço. Isto ajuda o cachorro a controlar a ansiedade, porque ele começa a perceber que as saídas são normais, que o dono sempre volta.

Alguns tutores dirigem-se ao cachorro imediatamente ao chegar em casa, mas isto só provoca uma reação exagerada. Os animais ficarão ansiosos quando estiver no horário de rever os tutores, quando ouvirem a chave na fechadura ou o carro estacionando na garagem.

Eles podem reagir fazendo xixi de alegria. Esta é uma reação mais comum entre os filhotes, mas os cães adultos, quando estão muito estressados, chegam a perder o controle dos enfíncteres. Aja naturalmente e eles entenderão que sair de casa é normal e voltar para casa também é normal.

Caso os cachorros já estejam reagindo mal ao isolamento e ao tédio, é preciso retomar o treinamento básico, com muito estímulo positivo. Se o problema já está instalado, é preciso neutralizá-lo.

Isto dá um pouco mais de trabalho, mas os cachorros, em qualquer idade, apresentam boas respostas a um novo aprendizado. Se eles ficaram entediados por ficarem sozinhos, rapidamente entenderão as vantagens dos brinquedos e outros incentivos deixados no ambiente.

Um cachorro é um membro da família. Adotar um cachorro significa que o tutor entende as necessidades dele e está preparado – e disponível – para atendê-las. Um cãozinho dá trabalho, mas também dá carinho, diversão e prazer. Com paciência e carinho, pode-se ensinar quase tudo para eles, mas é preciso ser firme, sem deixar de ser gentil.

Depois de ler tudo o que escrevemos e implementar, conte-nos se deu certo, se conseguiu ensinar seu cachorro a fazer xixi no lugar certo. Se gostou, compartilhe com seus amigos e contatos nas redes sociais. Obrigado!

Como ensinar o cachorro fazer as necessidades no lugar certo

Infelizmente, essa é uma das principais reclamações que donos de cachorro fazem para adestradores profissionais e veterinários. E a dor de cabeça não se restringe apenas aos filhotes, que ainda estão em fase de aprendizado. Cães adultos e já treinados também podem voltar a urinar e defecar no lugar errado pela casa.

Mas, como ensinar o cachorro a fazer necessidades no lugar certo se já são adultos? O deslize pode acontecer porque seu peludo está tentando chamar sua atenção por falta de brincadeiras e passeios ou até mesmo como um indicativo de problemas de saúde.

Como Ensinar Cachorro Onde Fazer Suas Necessidades?

Como ensinar ao cachorro o lugar certo?

Para ajudar você a treinar seu animal, separamos algumas dicas e técnicas que são bastante eficazes. Mas lembre-se: todo e qualquer tipo de adestramento exige muita paciência, consistência e persistência. Por isso, não desista se seu cachorro tiver alguma recaída!

Eleja um cantinho

Escolha o cantinho que será o banheiro do seu cachorro. É importante que seja sempre o mesmo lugar e que ele esteja distante, de preferência em locais opostos, da caminha e dos potes de água e de comida.

Crie uma rotina

É importante que o cachorro tenha hora para dormir, comer, brincar e principalmente para fazer xixi e cocô. Filhotes tendem a defecar e urinar logo após comer. Cães adultos costumam demorar de 15 a 30 minutos.

Mantenha o filhote em um espaço pequeno desde o primeiro dia na sua casa. Pode ser na região da cozinha e da área de serviço, por exemplo, se por ali for seu local escolhido para ele fazer suas necessidades. Como ele ainda é filhote, não é preciso espaços grandes.

Forre cerca de 80% do local com jornal ou tapete higiênico. Assim que o filhote comer, leve-o para o tapetinho e espere ele defecar e urinar. Com o passar dos dias, ele vai se habituando com o local, e você pode ir reduzindo a quantidade de jornal.

Esse período de maior contenção costuma durar três semanas, mas pode variar de animal para animal. Vá liberando os demais cômodos da casa aos poucos e de acordo com os acertos do animal. Pensando em auxiliar na educação do seu pet, a Sanol Dog desenvolveu o Pipi dog.

O produto é um atrativo olfativo que condiciona o animal a fazer suas necessidades em um determinado local.

Com o cachorro adulto, o controle de comportamento deve ser feito tirando as manhas dele. O ideal é deixá-lo sempre preso quando você não estiver junto dele. Usar uma caixa para treiná-lo também é importante. Ele pode fazer xixi ou cocô nessa caixa, pois isso permite que você fique de olho nele. Controlar o comportamento do cão é imprescindível para o treino de um animal adulto.

Recompense os acertos

SEMPRE recompense os acertos! Vale tudo: fazer festa, carinho e dar petiscos. Isso ajuda a reforçar o bom comportamento. Esse é o melhor caminho para ajudá-lo a acertar o local de fazer suas necessidades!

Nunca dê broncas

Muito menos esfregue o focinho do animal no xixi ou cocô feitos fora do lugar. Isso não ajuda em nada, já que ele não entende o que está acontecendo, nem aprende o local certo.

Na maioria dos casos, o cachorro acaba ficando com medo do dono e passa a procurar cantinhos escondidos da casa para fazer suas necessidades. Outros até começam a comer as fezes para esconde-las. Eles podem ainda desenvolver certa resistência às broncas e passam a fazer isso para ganhar atenção.

A dica é ignorar os erros e limpar a sujeira sem o cão ver. Se for preciso, prenda-o em outro cômodo enquanto você faz a higienização.

Elimine o cheiro

Higienize o local do erro com produtos adequados para eliminar o cheiro e evitar que o cão volte a procurar aquela área. A Sanol Dog possui um produto que ajuda na limpeza do xixi, o Talco Limpa-Xixi, facilitando a limpeza e recolhimento da urina do animal.

Remover o xixi e o cocô, passar um pano umedecido com água e só depois usar algum desinfetante é mais eficiente do que usar os produtos de limpeza diretamente.

Fonte: https://love.doghero.com.br/

10 dicas para seu cão fazer xixi e cocô no local certo

Uma dificuldade bem comum entre os tutores é ensinar o seu filhote de cão a fazer xixi e cocô no local certo.

Se você comprou, adotou ou ganhou um filhote você precisa saber que irá limpar muito cocô e xixi fora do local, isso faz parte do processo de desenvolvimento do filhote e todo responsável por um cão deve saber disso.

Mas existem algumas dicas para você acelerar este aprendizado e evitar muita dor de cabeça e, principalmente, muita sujeira na sua casa. Acompanhe agora as 5 dicas para ensinar seu cão a fazer xixi e cocô no local certo desde filhote!

1) LIMITE O ESPAÇO QUE SEU CÃO TERÁ ACESSO

O filhote de 3 a 5 semanas faz cocô e xixi por todo local que tiver acesso, ele ainda não tem controle sobre a micção e defecação. A partir das 9 semanas de vida ele já começa a procurar uma área específica na casa para fazer suas necessidades.

Porém, por mais que você ensine seu cão a fazer suas necessidades em um determinado local ele certamente irá errar e fazer em outros locais nos primeiros meses. Procure sempre restringir o espaço que seu cão terá acesso aos locais aonde você quer que ele passe a fazer suas necessidades.

Leia também:  Como Se Chama Os Movimentos Que Os Musculos Fazem?

Assim ele irá se acostumar a fazer xixi e cocô sempre naquele local e não precisará ter que sair limpando cocô e xixi por toda a casa.

2) CUBRA TODO O CHÃO COM JORNAL AONDE SEU CÃO FOR FICAR

Se você pretende ensinar seu cão a fazer cocô e xixi no jornal ou no tapete higiênico uma dica é forrar o chão do local que ele passa o dia com jornal. Assim, ele inevitavelmente fará suas necessidades em cima do jornal. Toda semana retire uma folha de jornal, começando pelas folhas que estão próximas à caminha, ao comedouro e ao bebedouro do animal.

Ao final, você deixará apenas uma ou duas folhas de jornal aonde seu cão deverá fazer as necessidades daí pra frente. Isso facilitará bastante o aprendizado do seu animal. Mas já adianto, alguns cãeszinhos “fazem a festa” com o jornal, picando e rasgando as folhas até não sobrar quase nada.

Fique de olho caso seu filhote começar a comer o jornal, o risco de acidentes ou de intoxicação por ingestão das folhas de jornal é muito baixo, mas sempre existe um risco. Se este for o caso tente colocar mais brinquedos para que ele interaja.

Mas se mesmo assim ele continuar rasgando tudo opte por forrar o chão com tapetes higiênicos para cães, muitos tem adesivos na parte debaixo que os fixam no chão, dificultando um pouco sua retirada!

3) NÃO DESMAME SEU FILHOTE PRECOCEMENTE E, SE POSSÍVEL, DEIXE O CÃO JUNTO COM A MÃE ATÉ OS 3 MESES DE VIDA

Como já dissemos anteriormente, o filhote já começa a procurar um local específico para fazer suas necessidades com 9 semanas de idade. Se ele estiver junto com sua mãe ele poderá já começar a fazer cocô e xixi no mesmo local que ela.

Portanto, uma ótima dica é respeitar o período mínimo de desmame de 45 dias e deixar os filhotes mais tempo com a mãe, assim ele poderá aprender a fazer suas necessidades no local certo observando e copiando sua mãe e seus irmãos de ninhada.

4) RECOMPENSE SEMPRE QUE ELE ACERTAR

Dê carinho, petiscos ou faça sempre uma festa quando seu cão fizer suas necessidades no local certo. Ele certamente fará de tudo para ter tudo isso novamente e fará xixi ou cocô naquele local novamente só para ser o centro das atenções novamente.

Essa é a dica mais importante deste post, pois tudo que seu cão quer é a sua atenção, e se ela for mais intensa quando ele fizer suas necessidades naquele local ele sempre vai buscar aquele local para urinar ou evacuar.

Não deixe de repetir isso sempre que presenciar os acertos, você não irá se arrepender.

5) NÃO PUNIR QUANDO ERRAR

Você já ouviu aquela frase “falem mal, mas falem de mim”? Pois é, no mundo canino isso também pode valer. Muitos cães encaram as broncas como um momento de interação com o seu tutor, pois naquele momento a atenção é toda para ele.

Claro que punições agressivas ou extremamente amedrontadoras provavelmente não farão seu cão querer sua atenção novamente. Porém, ao punir seu cão ao fazer suas necessidades no local errado ele poderá associar que urinar ou evacuar é algo errado, e não necessariamente associar que fazer no local errado é que está gerando a punição.

Com isso, muitos cães começam a comer o próprio cocô (Coprofagia) ou se isolam para fazer suas necessidades em locais que seu tutor não veja, pois ele pensa que se fizer na sua frente poderá ser punido.

Além de não ser uma estratégia eficaz para ensinar seu cão que não deve fazer suas necessidades naquele local, a inconsistência na punição pode gerar medo, ansiedade e estresse ao filhote, e isso não é bom para o seu desenvolvimento e seu bem-estar.

6) IGNORE OU LEVE SEU CÃO NO LOCAL CORRETO SEMPRE QUE VOCÊ VER ELE FAZENDO SUAS NECESSIDADES NO LOCAL ERRADO

Você deve estar se perguntando agora: Qual deve ser a minha reação ao presenciar meu cão fazendo suas necessidades no local errado? Já dissemos que punir não é uma boa estratégia, mas o que devemos fazer então? Se o seu cão ainda estiver aprendendo aonde é o local certo a dica é falar a palavra “não” de forma sutil, em tom de voz neutra e bem baixo para que ele não se assuste e não encare esta palavra como uma punição, e sim como um marcador negativo. Mas cuidado para não falar o “não” com um tom de voz amistoso demais ou muito empolgado ao ponto dele encarar isso como tudo uma recompensa e entender que terá sua atenção dessa forma. É importante você sinalizar para seu cão que ele não acertou, portanto o seu tom de voz, sua postura corporal e sua intensão ao falar a palavra “não” devem ser bem diferentes de quando ele acertar. Mas é importante também não dar a impressão errada à ele que dessa forma ele será punido. Caso você tiver dificuldade ou não optar por falar a palavra “não”, você poderá utilizar qualquer som como um “tsc tsc” ou um “xii”, por exemplo. A ideia é sinalizar para o seu cão que ele errou, apenas isso. Se mesmo assim não você não quiser falar a palavra “não” ou se você entender que seu cão está fazendo suas necessidades no local errado para chamar a sua atenção… Ignore-o! Ao ignorar o seu cão você não dará importância ou a atenção que ele quer naquele momento, e ele entenderá que é muito mais interessante urinar e evacuar no jornal ou no tapete higiênico, pois lá ele ganha petiscos, festas e muito carinho!

7) EVITE LIMPAR NA FRENTE DO SEU CÃO

Alguns cães associam que ao fazer cocô ou xixi os seus tutores irão parar o que estão fazendo para limpar sua sujeira.

Com isso, muitos cães acabam aprendendo que urinar ou defecar pode ser uma excelente ideia para chamar a atenção dos tutores e fazê-los sair da frente do computador ou interromper outras atividades do dia a dia.

Tente sempre limpar as sujeiras do seu animal longe dele e, se possível, aguardar alguns minutos para limpar. Assim o seu animal não vai associar que você parou o que estava fazendo para limpar o que ele fez e não irá fazer cocô ou xixi na sua frente para chamar a sua atenção!

8) UTILIZE SOLUÇÕES QUE IMITAM O CHEIRO DE URINA, OU UTILIZE TAPETES HIGIÊNICOS QUE JÁ VEM COM ESTES ATRATIVOS!

Os cães naturalmente se guiam pelo faro e normalmente escolhem o local para fazer suas necessidades aonde já existem cheiros de urina. Existem alguns produtos disponíveis no mercado conhecidos como “Educadores Sanitários” que são soluções a base de Uréia e Amônia que imitam o cheiro de urina.

Alguns tapetes higiênicos para cães já possuem este tipo de produto na sua composição, e geralmente nestes casos você irá ver na embalagem escrito “atrativo canino”. Como o próprio nome já diz, estas soluções são indicadas para você pingar no local aonde você quer que o animal faça xixi, guiando ele através do olfato.

Em alguns casos estes produtos já podem ajudar bastante, além de serem super baratos e fácil de encontrar em petshops.

9) LIMPE O LOCAL COM ELIMINADORES DE ODOR COM AÇÃO ENZIMÁTICA

Como dito anteriormente, os cães se guiam até o banheiro pelo faro. Isso significa que se ele fizer xixi num tapete e o cheiro deste local não for removido corretamente a chance deste filhote fazer xixi novamente naquele local é muito grande.

A grande maioria dos produtos de limpeza são ótimos detergentes (removem a gordura) e desinfetantes (removem microorganismos), porém muitos deles não removem totalmente o cheio de urina.

E, acredite, muitos produtos vendidos em petshop como Eliminadores ou Neutralizadores de odor não funcionam como prometem e apenas mascaram o cheiro com perfumes.

Lembre-se, mesmo que você não sinta o cheiro de xixi e cocô provavelmente o seu cão está sentindo, pois enquanto você tem cerca de 20 milhões de célular olfativas, o seu cão possui mais de 100 milhões destas células, o que faz com que seu olfato seja muito mais apurado que o seu.

Para remover completamente o cheiro de urina de um local, impedindo que seu cão faça xixi novamente naquele local que você não quer, procure utilizar produtos à base de enzimas ou com ação bio-enzimática através de microorganismos vivos que quebram e eliminam estas moléculas, impossibilitando que seu cão identifique aonde existe urina e não faça xixi novamente naquele local. Mas lembre-se que muitos dos produtos com ação bio-enzimática possuem bactérias que consomem as moléculas de ácido úrico e se você misturar este produto com desinfetantes você poderá matar estas bactérias e neutralizar ou inativar a ação do produto. Portanto, para remover de forma eficaz o cheiro do local você deve seguir os passos abaixo:

  • Remova a matéria orgânica – retire o cocô e o xixi com água, sabão, papel higiênico ou da forma que você desejar.
  • Limpe o local com desinfetantes de sua escolha para remover os microorganismos presentes nas fezes e urina de seu animal.
  • Aguarde de 15 a 30 minutos para deixar o desinfetante agir e na sequência remova o excesso do produto do local para evitar que o desinfetante neutralize a ação do eliminador de odor.
  • Aplique um eliminador de odor com ação bio-enzimática no local e deixe agir por pelo menos 15 minutos
  • Pronto, agora você eliminou os odores de urina e fezes definitivamente.

10) TENHA PACIÊNCIA, ISSO VAI PASSAR!

Mesmo que você já tenha tentado tudo isso que foi dito neste post e seu filhote continua fazendo cocô e xixi fora do local mesmo acertando na maioria das vezes no local correto, CALMA! Provavelmente seu cão já tenha aprendido aonde deve fazer cocô e xixi mas ainda continua fazendo cocô e xixi fora do local porque simplesmente ainda não tem total controle sobre a micção e a defecação. Afinal, você mesmo já deve ter feito xixi ou cocô na cama ou nas calças quando criança mesmo após ter aprendido a usar o vaso sanitário. Tenha paciência e dê o tempo para seu cão. Isso vai passar!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*