Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

  • Enio Yoshinori Hayasaka
  • Silvia Mitiko Nishida

As principais características que identificam os mamíferos são as glândulas mamárias e a presença de pelos no corpo. As glândulas mamárias são produtoras de leite, um alimento fundamental para o desenvolvimento dos filhotes que acabam de nascer.

A quantidade de glândulas mamárias está associado diretamente com o tamanho da ninhada. O leite é um alimento tão completo para os filhotes que eles podem ficar vários dias só tomando o leite.

Do leite de outros animais (vaca, cabra, búfala) o ser humano utiliza como bebida e para fabricar vários outros alimentos (manteiga, queijo, creme de leite, etc.).

Podemos dividir os mamíferos em dois grandes grupos:

MAMÍFEROS PROTOTÉRIOS: são ovíparos. Como exemplo temos os monotremados (equidina e ornitorrinco). Os filhotes nascem de ovos e após o nascimento, bebem leite!

MAMÍFEROS TÉRIOS: são vivíparos e divididos em dois grupos:

    -Placentários  mamíferos (cão, gato, rato, cavalo, leão, girafa, etc.) cujo embrião cresce dentro do corpo da mãe, no útero, onde recebe nutrição através da placenta que liga o corpo da mãe com o do embrião.

Ao invés de incubação (como nos peixes, anfíbios, repteis e aves), o processo de crescimento embrionário nos mamíferos é chamado de gestação. Sua duração varia conforme a espécie: 21 dias num rato e 22 meses num elefante. Diz-se que a fêmea gestante está grávida ou prenhe.

Pelo fato do desenvolvimento ocorrer dentro do corpo da mãe, o tamanho da ninhada não é grande como no caso das centenas ou milhares de filhotes de vertebrados (peixes e anfíbios) que praticam a fertilização externa.

E nós seres humanos? Quem disse que somos mamíferos placentários acertou! Até o nascimento, você foi gestado dentro da barriga da sua mãe durante 9 meses! Depois nasceu e mamou o leite materno, pelo menos uns 6 meses.

   -Marsupiais: as fêmeas possuem uma bolsa chamada marsúpio, dentro da qual estão as glândulas mamárias produtoras de leite. A gestação é muito curta e os filhotes completam o desenvolvimento embrionário dentro do marsúpio até o desmame.  Exemplo de marsupiais: canguru, coala, diabo-da-tasmanha, gambá,etc.

Entre os mamíferos placentários estão vários que foram domesticados pelo ser humano, isto é, se tornaram dependentes da nossa criação e nos fornecem alimento (carne e leite) e outros produtos (couro e lã).

Além disso, ou realizam serviços como animais de carga ou são criados como animais de companhia. O cachorro foi o primeiro animal a ser domesticado, seguido depois pelo carneiro, cabra, gado bovino, porco e o gato.

 

Comportamento reprodutivo do cão

O cão, considerado o “melhor amigo do homem” foi domesticado há uns 100 mil anos. Desde então o ser humano, por pura vaidade, vem realizando cruzamentos selecionados para produzir uma enorme diversidade (mas artificial) de  cães. São mais de 400 “raças” diferentes. Clique aqui para ver algumas das raças.

Os cães reproduzem-se duas vezes por ano. Quando chega o período da reprodução, os machos ficam interessados pelas fêmeas e dizemos que elas estão no cio. Esse interesse temporário dos machos, somente na época de reprodução pelas fêmeas, acontece nas gatas, ratas, éguas, vacas, leoas mas não nas mulheres.

Nas cadelas, o cio dura em torno de 10 dias. Somente nesse período, ela estará fértil com óvulos maduros para serem fertilizados.  O macho com o seu olfato extremamente aguçado pode encontrar uma fêmea no cio, a quilômetros de distância.

Como em todos os mamíferos cuja fecundação é interna, se a fêmea aceitar o convite, ela deixará o macho montar para que ocorra a transferência do sêmen para dentro do seu corpo.

O período de desenvolvimento do filhote dentro da barriga da mãe chama-se gestação e dizemos que a mulher está grávida e que as fêmeas de outros mamíferos estão prenhez. A prenhez da cadela dura cerca de 9 semanas e ela costuma dar a luz de 4 a 9 filhotes que ela cuida sozinha.  

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

Fonte: http://www.dkimages.com/discover/DKIMAGES/Discover/Home/Animals/Mammals/Carnivores/Reproduction-and-Development/Domestic-Dogs/Mating/Mating-10.html (macho e fêmea, antes do acasalamento);

hhttp://flickr.com/photos/foxygreenphotos/314719119/t (fêmea amamentado a pro

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

Outro animal doméstico que acompanha o ser humano ao longo da história é o gato. Veja aqui uma seqüência de fotos do comportamento de acasalamento do gato. Como na maioria dos mamíferos, a mãe além de amamentar, cuida sozinha da prole. Veja uma foto de uma mãe dando à luz.

Agora que terminamos o estudo sobre o comportamento reprodutivo dos animais vertebrados, termine a sua coleção de origamis, aprendendo a fazer o gato! Bom divertimento!

Como É Que Os Animais Se Reproduzem? Como É Que Os Animais Se Reproduzem? Como É Que Os Animais Se Reproduzem?
Cão Gato Rato
  1. LINKS INTERESSANTES PARA VISITAR E SABER MAIS SOBRE MAMÍFEROS
  2. Como É Que Os Animais Se Reproduzem?
  3. De onde vem o leite?
  4. Características dos Mamíferos
  5. Zoológico do Estado de São Paulo. Mamíferos
  6. Mamíferos – Diversidade e capacidade de adaptação
  7. DKImages Fotos do comportamento reprodutivo de cães e gatos Só Biologia. Mamíferos
  8. Como mo funciona a domesticação dos animais.

*Como os animais se reproduzem?*Como as plantas se reproduzem?

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

  • Resposta:
  • animais:de forma sexuada
  • plantas:assexuada ou agâmica
  • Explicação:

animais:Em animais hermafroditas a reprodução se dá pela autofecundação. Os invertebrados também se reproduzem de forma sexuada, ou seja, uma célula ou mais se solta do corpo do animal e se desenvolve, formando um novo ser vivo.

plantas:A reprodução de quase todas as plantas acontece por meio da flor, que possui, em seu interior, o órgão feminino chamado de gineceu e o órgão masculino chamado de androceu. … Nos óvulos também existem as células sexuais da planta. Quando os grãos de pólen chegam até o gineceu e alcançam o óvulo, ocorre a fecundação.

  • Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

    muito obg ajudou muitooo ❤❤

  • Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

  • Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

  • Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

faça uma redação ( apenas a introdução) sobre a ” literatura familiar e os possiveis legados as crianças”

Em algumas escolas é comum a realização do exame biométrico no início do ano letivo.

Ainda que isto não tenha ocorrido em sua escola, você seria capaz

de identificar benefícios desta atividade nas alternativas a seguir: I- A coleta de medidas referentes à altura e peso dos alunos, aplicadas a algumas fórmulas, serve de base para detectar-se uma vida saudável e equilibrada no que diz respeito a uma boa alimentação e atividades fisicas regulares. II- Este processo é apenas uma atividade sem importância e relevância para o aluno e professor, não acrescentando absolutamente nada a vida de ambos. III- Toda atividade desenvolvida na escola está ligada a algum projeto e tem objetivos gerais e específicos e procuram gerar uma melhora no cotidiano escolar. IV- Toda alternativas estão corretas.​

) O volume, em mL, de 115,8 g de uma solução de álcool etílico com densidade 0,80 g/mL será igual a quanto?

SOU RUIM EM TEXTOSSE ALGUEM PODER FAZER UMA NOTICIA PRA MIM CERTINHA AGRADEÇO!OLHE A IMAGEM​

Habilidade essencial: Analisar os efeitos de sentido decorrentes do uso de mecanismos de intertextualidade (referências, alusões, retomadas) entre os

Leia também:  Como Fazer Com Que Uma Pessoa Não Te Siga No Instagram?

textos literários, entre esses textos literários e outras manifestações artísticas (cinema, teatro, artes visuais e midiáticas, música), quanto aos temas, personagens, estilos, autores etc., e entre o texto original e paródias, paráfrases, pastiches, trailer honesto, vídeos-minuto, vidding.ObrigatóriaNota: 10Segundo a aula, qual das afirmativas está INCORRETA?​

Preciso encontrar um livro que li a muito tempo
Eu não me lembro de muita coisa sobre ele, mas basicamente, contava a historia de uma menininha que mo

rava com a mãe, o pai estava no “front” (era uma coisa que ela dizia bastante.

Tem dois eventos que eu lembro bem no livro, um que ela conta que quando ela e o irmão (acho) ganhavam pão, ele amassava até virar uma bolinha e os dois fingiam que era queijo.
O segundo é um que ela e a mãe estavam arrumando a casa e ela recorta umas flores do lençol da cama.

Parece se passar durante a segunda guerra.

SE ALGUEM PODER AJUDAR, EU AGRADEÇO MUITO VEJAM A FOTO E MANDE A RESPOSTA.​

“Eu e o mundo em transformações.” ​

A partir da comparação feita no texto, da vida como uma estrada, complete as qualidades necessárias para enfrentar cada parte do trajeto a seguir
Pesq

uisar, ler e fazer uma reflexão sobre a poesia de Carlos Drummond de Andrade. NO MEIO DO CAMINHO.

“Eu e o mundo em transformações.” ​

Reprodução animal. Características da reprodução dos animais

Os animais, assim como todos os seres vivos, são capazes de se reproduzir. Isso significa que eles podem dar origem a novos indivíduos de sua espécie, permitindo que elas continuem a existir. A reprodução dos animais pode ser:

  • ASSEXUADA
  • Na reprodução assexuada, uma célula (ou mais) se desprende do corpo do animal e se desenvolve, formando um novo ser vivo.
  • Tipos de reprodução assexuada:

– Fragmentação ou regeneração: um novo indivíduo é formado por fragmentação a partir de um pedaço que se desprendeu acidentalmente do corpo de um indivíduo adulto. Ela ocorre em esponjas; em alguns platelmintos, como as planárias; e em alguns equinodermos, como a estrela-do-mar.

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

Regeneração das planárias.

– Brotamento: formam-se, no corpo de indivíduos adultos, brotos que depois se desprendem e dão origem a novos indivíduos. Ocorre em esponjas.

Como É Que Os Animais Se Reproduzem? Brotamento nas esponjas.

– Gemulação: ocorre a formação de estruturas chamadas gêmulas, quando o ambiente está muito alterado. Dessa forma, quando o ambiente volta ao normal, elas se desenvolvem e formam novos seres vivos. Ocorre em esponjas e celenterados.

  1. SEXUADA:
  2. Na reprodução sexuada há a união de duas células, uma masculina e outra feminina, chamadas gametas.
  3. Ela ocorre em todos os grupos de animais, até mesmo entre aqueles que se reproduzem de forma assexuada, como as esponjas, celenterados e equinodermos.
  4. Tipos de reprodução sexuada

A reprodução sexuada pode acontecer entre indivíduos de sexos diferentes, ou seja: machos e fêmeas, que é o caso da maioria dos animais que conhecemos. Ela também pode ocorrer entre indivíduos que possuem os dois sexos, chamados hermafroditos. A minhoca é um exemplo de animal hermafrodito.

  • A fecundação, ou seja, o encontro entre os gametas, pode ocorrer no ambiente (fecundação externa), ou a partir do contato corporal entre os dois indivíduos, geralmente dentro do corpo da fêmea (fecundação interna).
  • Além disso, na reprodução sexuada, os novos animais podem se desenvolver e nascer a partir de ovos (animais ovíparos), ou dentro do corpo de um dos pais, geralmente da fêmea (animais vivíparos).
  • Como É Que Os Animais Se Reproduzem? Tartaruga nascendo a partir do ovo: animal ovíparo.
  • Como É Que Os Animais Se Reproduzem? Mulher gestante: exemplo de viviparidade.  
  • Depois de nascidos, se os filhotes são bem parecidos com os adultos de sua espécie, só que de tamanho pequeno, dizemos que eles têm desenvolvimento direto.

Falamos que uma espécie animal tem desenvolvimento indireto quando os filhotes não se parecem nem um pouco com os adultos de sua espécie, e passam por mudanças corporais grandes até se tornarem adultos. Esse é o caso de alguns anfíbios, e também das borboletas e mariposas que, de lagartas, passam por algumas etapas até se tornarem animais com asas.

  1. Como É Que Os Animais Se Reproduzem? Desenvolvimento indireto: girino – imago – anfíbio adulto.  
  2. Curiosidade:
  3. A partir do que foi explicado, podemos concluir que a reprodução dos seres humanos é sexuada, com fecundação interna, os filhos se desenvolvem e nascem de dentro do corpo da mãe (viviparidade), e o desenvolvimento é direto.
  4. Por Mariana Araguaia Bióloga, especialista em Educação Ambiental
  5. Equipe Escola Kids

Fecundação Interna e Externa

A fecundação é a união dos gametas (óvulos e espermatozoides) e pode acontecer de duas formas diferentes:

  • Fecundação interna: ocorre dentro do corpo do animal;
  • Fecundação externa: ocorre fora do corpo, geralmente na água ou ambientes úmidos.

A troca de gametas entre os indivíduos ocorre em todos os seres vivos que realizam reprodução sexuada. Na reprodução assexuada não ocorre fecundação.

Através do fenômeno da fecundação as características de dois indivíduos diferentes se misturam e são passadas aos descendentes, um mecanismo conhecido como hereditariedade.

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

Fecundação Interna

Na fecundação interna, a união dos gametas acontece dentro do corpo do animal. Durante a cópula o macho usa seus órgãos genitais ou copuladores, para liberar os espermatozoides dentro do corpo da fêmea.

Essa forma é mais vantajosa pois independe das condições do meio externo para acontecer.

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?No cavalo-marinho, curiosamente é o macho que fica grávido

Dentre os animais que se reproduzem com fecundação interna, existem 3 formas diferentes do embrião se desenvolver, são elas:

  • Ovíparos: após o óvulo ser fecundado, o embrião se desenvolve dentro de um ovo que a fêmea deposita no ambiente. O ovo garantirá nutrientes e proteção para o embrião crescer. Exemplos: aves, como os pinguins, e répteis, como a tartaruga;
  • Vivíparos: quando os embriões permanecem dentro do corpo da fêmea sendo nutridos e protegidos pelo corpo materno. Exemplos: mamíferos como o ser humano, o tamanduá, etc;
  • Ovovivíparos: se após a fecundação o embrião se formar dentro de um ovo e for mantido dentro do corpo dos progenitores será chamado ovovivíparo. Exemplo: cavalo-marinho.

Leia também: O que é fecundação?

Fecundação Externa

  • Nesse tipo de fecundação, os gametas se fundem fora do corpo da fêmea, no ambiente.
  • Na fecundação externa é preciso que haja água para que os gametas masculinos consigam se deslocar até o feminino.
  • Além disso, é preciso que os machos eliminem grande quantidade de gametas para garantir que eles alcancem os óvulos.

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?O “abraço nupcial” do sapo macho sobre a fêmea e os óvulos

Existem algumas estratégias utilizadas pelos animais para facilitar que ocorra a fecundação. Os sapos, por exemplo, usam o “abraço nupcial” em que seguram a fêmea durante a cópula e lançam os espermatozoides logo em cima dos óvulos recém-postos.

Leia também:  Como Alterar Os Programas Que Iniciam Com O Windows?

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?Aranha tece um casulo de seda para proteger os ovos amarelos

  1. Os animais que se reproduzem com fecundação externa são ovíparos, pois o desenvolvimento embrionário dos descendentes ocorre dentro de ovos.
  2. Entre os animais que se reproduzem assim estão alguns vertebrados, como peixes e anfíbios.
  3. Saiba mais sobre:
  • Reprodução assexuada
  • Reprodução sexuada
  • Como ocorre a fecundação humana?

Reprodução SEXUADA dos animais: tipos e EXEMPLOS

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

Os animais, como organismos individuais, aparecem e desaparecem, mas a espécie à qual pertencem continua existindo. Isso acontece graças à reprodução, uma das funções vitais dos seres vivos. Dentro do reino animal, podemos encontrar duas estratégias reprodutivas, a reprodução assexuada e a reprodução sexuada, mais comum entre os animais.

A reprodução sexuada é a estratégia reprodutiva típica dos animais, embora alguns possam se reproduzir excepcionalmente através de uma estratégia assexuada. Por isso, neste artigo do PeritoAnimal, vamos explicar o que é a reprodução sexuada dos animais.

A reprodução sexuada é a estratégia reprodutiva que muitos animais e plantas adotam para dar origem a novos indivíduos e perpetuar a espécie.

As características que definem este tipo de reprodução são várias.

Em primeiro lugar, na reprodução sexuada estão envolvidos dois indivíduos, um macho e uma fêmea, diferentemente da reprodução assexuada, em que há apenas um.

Ambos têm órgãos conhecidos como gônadas, que produzem os gametas. Esses gametas são as células sexuais, os óvulos gerados pelos ovários nas fêmeas e os espermatozoides produzidos pelos testículos nos machos.

Quando um óvulo e um espermatozoide se fundem, eles dão origem a um zigoto. Essa união é chamada fertilização. A fertilização pode ocorrer dentro ou fora do animal, dependendo da espécie.

Assim, há a fertilização externa, em que as fêmeas e machos expelem seus gametas para o ambiente aquático para serem fertilizados, e há a fertilização interna, em que o espermatozoide encontra o óvulo dentro da fêmea.

Após a fertilização, o zigoto formado terá 50% de DNA materno e 50% de DNA paterno, ou seja, o descendente gerado pela reprodução sexual possuirá material genético de ambos os pais.

A reprodução sexuada em animais consiste em várias etapas, começando com a gametogênese. Este fenômeno consiste na produção e desenvolvimento dos gametas femininos e masculinos nas gônadas femininas e masculinas, respectivamente.

A partir de células germinativas e através de um tipo de divisão celular conhecido como meiose, as fêmeas e machos criam seus gametas. O ritmo de criação e maturação dos gametas dependerá de vários fatores, mas principalmente da espécie e do sexo do indivíduo.

Após a gametogênese, o mecanismo pelo qual a fertilização ocorre é o acasalamento.

Pela ação dos hormônios, indivíduos em idade fértil buscarão a companhia do sexo oposto para acasalar e, após o cortejo, ocorrerá a cópula nos animais que possuem fertilização interna.

Nas espécies com fertilização externa, ocorrerá a liberação dos gametas no ambiente para que sejam fertilizados.

Após a fertilização, ocorre a última fase da reprodução sexuada, a fecundação, que consiste em uma série de alterações moleculares que permitem a fusão do núcleo do óvulo com o núcleo do espermatozoide.

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

Os tipos de reprodução sexuada existentes nos animais estão relacionados ao tamanho dos gametas que vão se unir na fecundação. Desta forma, temos a isogamia, anisogamia e oogamia.

  • Na isogamia é possível diferenciar visualmente qual gameta é masculino ou feminino. Os dois podem ser tanto móveis quanto imóveis. É o primeiro tipo de reprodução sexuada que apareceu na história da evolução, e é típico de clamydomonas (algas unicelulares) e monocystis, um tipo de protista. Não ocorre nos animais.
  • A anisogamia é a fusão de gametas de tamanhos diferentes. Existem diferenças entre os gametas masculinos e femininos e ambos podem ser móveis ou imóveis. Este tipo surgiu na evolução depois da isogamia. Ocorre em fungos, invertebrados superiores e outros animais.
  • A oogamia é a fusão de um gameta feminino muito grande e imóvel com pequenos gametas masculinos móveis. Foi o último tipo de reprodução que surgiu na história da evolução. É típico de algas superiores, samambaias, gimnospermas e animais superiores, como os vertebrados.

Existem tantos exemplos de reprodução sexuada quanto existem espécies de animais.

  • Os mamíferos, como os cachorros, chimpanzés, baleias e seres humanos, têm reprodução sexuada com fecundação interna e oogamia. São, além disso, animais vivíparos, por isso seu desenvolvimento embrionário ocorre dentro do útero materno.
  • As aves, embora botem ovos por serem animais ovíparos, também seguem a estratégia reprodutiva sexuada com oogamia.
  • Os répteis, anfíbios e peixes também se reproduzem sexualmente, embora algumas espécies sigam uma estratégia assexuada em alguns momentos de sua vida. Alguns são ovíparos e outros ovovivíparos, muitos deles têm fertilização externa e vários têm fertilização interna.
  • Os artrópodes são um grupo amplo e diverso de animais, por isso neste grupo é possível encontrar tanto a fecundação interna como externa e casos de oogamia e anisogamia. Alguns podem se reproduzir de maneira assexuada.

Não se esqueça de que existem também animais hermafroditas, com órgãos reprodutores tanto femininos quanto masculinos, mas que só podem agir como fêmea ou macho durante o acasalamento. Neste caso, não ocorre a autofecundação.

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?

Agora que você já sabe quais são as características da reprodução sexuada, é importante saber quais são as diferenças entre reprodução sexuada e assexuada. A reprodução assexuada é uma estratégia reprodutiva diferente da reprodução sexuada em diversos pontos. O primeiro deles é a duração, na reprodução assexuada a duração é muito menor do que na reprodução sexuada.

O segundo ponto de diferença, e o mais importante, é que o resultado da reprodução assexuada são indivíduos iguais ao progenitor ou seja, sem nenhuma mudança de DNA, clones.

Resumidamente, na reprodução sexuada existem dois indivíduos, ou seja, dois materiais genéticos diferentes. Juntos resultam em um terceiro indivíduo com 50% do material genético de cada um.

Por outro lado, na reprodução assexuada não existe a produção de gametas e o resultado são indivíduos idênticos, sem nenhum aprimoramento genético e os descendentes tendem a ser mais fracos.

Veja 15 exemplos de animais hermafroditas e como se reproduzem nesse artigo do PeritoAnimal.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Reprodução sexuada dos animais: tipos e exemplos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia

  • Crow, J. F. (1994). Advantages of sexual reproduction. Developmental genetics, 15(3), 205-213.
  • Sawada, H., Inoue, N., & Iwano, M. (2014). Sexual reproduction in animals and plants. Springer-Verlag GmbH.
  • PANAWALA, L. Difference Between Anisogamy Isogamy and Oogamy. Disponível em: . Acesso em 07 Oct. 2019
Leia também:  Monografia O Que É E Como Fazer?

Vídeos relacionados com Reprodução sexuada dos animais: tipos e exemplos

Conheça 4 espécies animais que se reproduzem sozinhas

Como É Que Os Animais Se Reproduzem?Alguns animais não precisam necessariamente acasalar para a reprodução de sua espécie.

A reprodução de algumas espécies de animais de maneira assexuada, também conhecida como partenogênese (que significa “partos virgens”), não é uma novidade para os especialistas, uma vez que já é bem conhecido que esta é a forma de reprodução de várias espécies de lagartos.

No entanto, existem outras espécies de animais que podem se reproduzir sozinhas mesmo tendo parceiros do sexo oposto, não dependendo necessariamente do acasalamento para a reprodução de sua espécie.

Espécies de animais que se reproduzem sozinhas

Bicho-pau australiano

O bicho-pau australiano é um perfeito exemplo de animais que se reproduzem sozinhos, por mais que exista uma grande quantidade de indivíduos de ambos os sexos em seu habitat. O motivo que levou a espécie a se reproduzir sozinha, portanto, não foi a escassez de machos, mas o fato de o ato sexual ser muito sofrido para as fêmeas.

Para fugir do acasalamento, algumas fêmeas do bicho-pau australiano passaram até a desenvolver um odor “antiafrodisíaco” para afastar os machos da espécie. Em alguns casos, no entanto, as fêmeas simplesmente golpeiam os machos para escapar do acasalamento.

Cobras

Algumas cobras também podem ser um exemplo de animais que se reproduzem sozinhos, especialmente algumas espécies de víboras. Este fenômeno de reprodução não é novidade, uma vez que várias espécies já apresentaram a partenogênese em cativeiro.

No entanto, estudos mais recentes mostram que algumas cobras podem optar pela reprodução solitária mesmo no convívio com machos de sua espécie. Porém, as cobras nascidas deste tipo de reprodução solitária tendem a apresentar um índice de mortalidade muito maior do que as que nascem de acasalamentos comuns.

Peixe-serra

O peixe-serra é uma das novidades com relação a animais que se reproduzem sozinhos, pois este tipo de reprodução foi descoberto apenas em 2015 em animais selvagens que não foram mantidos em cativeiro.

Assim, os peixe-serra passaram a ser a primeira espécie de vertebrados conhecida a se reproduzir por meio de partenogênese em seu ambiente natural.

As causas ainda não são completamente conhecidas, mas segundo especialistas, estes peixes podem ter evoluído para um parto virgem, sem acasalamento, devido à drástica diminuição de sua população, sendo esta uma alternativa para evitar sua extinção.

Lagartos

Os lagartos são a principal espécie de animais quando se o assunto é espécies que se reproduzem sozinhas, uma vez que a maioria de suas espécies pratica a partenogênese, algumas sendo formadas apenas por fêmeas.

No entanto, existem algumas espécies, como os lagartos Teiú, que possuem espécimes machos identificados, possibilitando assim que esta espécie também possa se reproduzir sexualmente.

Outras espécies de lagartos, porém, como os Cnemidophorus uniparens, são formadas apenas por fêmeas, se reproduzindo unicamente por meio da partenogênese. Nesta espécie, cada filhote é uma cópia genética idêntica de sua mãe.

Além disso, mesmo se reproduzindo de forma assexuada, esta espécie formada apenas por fêmeas pode simular o ato sexual, fazendo com que a ovulação seja maior e mais ovos possam ser colocados.

Imagem: vovashevchuk / iStock / Getty Images Plus

Partenogênese

Você está aqui

  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Genética
  4. Partenogênese

A partenogênese refere-se a um tipo de reprodução assexuada de animais em que o embrião se desenvolve de um óvulo sem ocorrência da fecundação. Alguns tipos de vermes, de insetos e uns poucos animais vertebrados, como certas espécies de peixes, de anfíbios, e de répteis, se reproduzem por partenogênese. Os machos das abelhas, vespas e formigas surgem pela partenogênese de óvulos não fecundados, portanto são haplóides, enquanto as fêmeas são diplóides. Entre as abelhas, a partenogênese estabelece relação intra-específica harmônica, havendo cooperação entre os tipos anatômicos de indivíduos: a rainha, as operárias e os zangões, com diferenças genéticas entre si (háplóide e diplóide), influenciando na divisão de trabalho entre estes organismos.

Esta diferenciação se estabelece em conseqüência do tipo de alimento fornecido às formas larvais: zangões haploides são nutridos com mel e pólen, as operárias também recebem mel e pólen, contudo são diplóides e as rainhas, com quandidade cromossômica diploide, são alimentadas com geléia real.

Como É Que Os Animais Se Reproduzem? A diferença partenogênica mediante indução nutritiva.

Publicado por: Krukemberghe Divino Kirk da Fonseca Ribeiro

Lista de Exercícios

  • Sabemos que as abelhas reproduzem-se por partenogênese, um tipo especial de reprodução.
  • Marque a alternativa incorreta:
  • a) Em abelhas, temos prole haploide e diploide.
  • b) As fêmeas das abelhas são formadas a partir de ovos fertilizados.
  • c) Os zangões são adultos diploides.
  • d) As fêmeas são diploides.
  • e) Os zangões são machos formados por partenogênese.
  1. A partenogênese é um tipo especial de reprodução realizado por alguns organismos, como as abelhas.
  2. Marque a alternativa incorreta:
  3. a) A partenogênese ocorre quando um embrião desenvolve-se a partir de um óvulo não fertilizado.
  4. b) A partenogênese ocorre apenas em invertebrados.
  5. c) A partenogênese é um processo assexuado.
  6. d) Na partenogênese, surgem indivíduos geneticamente semelhantes ao indivíduo que os originou.
  7. e) A partenogênese não é um processo sexuado, pois não há fusão de gametas.

Mais Questões

Assuntos relacionados

Código genético

As variadas combinações entre as bases nitrogenadas e a formação dos genes.

Determinação do sexo das abelhas

Entenda como ocorre a determinação do sexo das abelhas e sua importância para o desenvolvimento da colmeia.

Efeito Bombaim – Falso O

Exceção que ocorre em menos de 1% da população.

Euploidias

Compreenda o que são euploidias, seus principais tipos e como essas alterações numéricas surgem nos organismos.

Gametogênese

Amplie seus conhecimentos a respeito da gametogênese, processo que leva à formação dos gametas masculinos e femininos. Neste texto, abordaremos os principais pontos da ovogênese e da espermatogênese e a diferença entre esses dois processos. Além disso, resolveremos um exercício a respeito desse importante tema.

Genótipo e fenótipo

Você sabe diferenciar genótipo e fenótipo? Esses dois conceitos são fundamentais para a compreensão da genética. Clique aqui e aprenda mais sobre o tema.

Hemofilia

A hemofilia é uma doença grave que afeta a coagulação. Clique aqui e entenda o que é essa doença e quais são seus sintomas, diagnóstico e tratamento.

O que é albinismo?

Você sabe o que é o albinismo? Clique aqui e saiba por que e como o albinismo ocorre!

Reprodução sexuada

Vários organismos reproduzem-se sexualmente. Clique aqui e conheça as características da reprodução sexuada bem como seus tipos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*