Como E Que Galileu Descobriu Que A Terra Era Redonda?

Galileu Galilei nasceu em Pisa, Itália, no ano de 1564. Ele tornou-se um grande físico, astrônomo e matemático que acabou contribuindo para uma grande revolução na ciência que ocorreu nas primeiras décadas do século XVII. Ele é inclusive considerado por muitos como um dos fundadores da Física.

Galileu afirmava que a “Matemática era a linguagem da natureza” e, com isso, queria dizer que todas as hipóteses levantadas pelos cientistas deveriam ser verificadas por meio da realização de experimentos e de cálculos.

Dessa forma, os cientistas não deveriam dizer apenas o que achavam sobre o assunto, mas comprovar por meio de métodos científicos.

E Galilei realmente realizou muitos experimentos e observações importantes que mudaram a forma de ver os objetos ao nosso redor e até mesmo o Universo.

Uma das descobertas de Galileu Galilei, por exemplo, foi a de que todos os corpos, independentemente de seu peso, caem juntos quando abandonados a uma certa altura.

Mas talvez você se pergunte: “Como isso pode ser verdade? Se eu soltar uma folha de papel e uma borracha ao mesmo tempo e à mesma altura, a borracha chegará primeiro ao chão! Isso prova que os objetos mais “pesados” atingem o solo primeiro.”

Será que isso é verdade? Bem, um filósofo que viveu muitos anos antes de Galileu, chamado Aristóteles, também pensava assim, que os objetos pesados caíam primeiro, mas Galileu provou o contrário. Pense no exemplo que foi dado: Se você pegar a folha de papel e amassá-la, fazendo uma bolinha, ela cairá na mesma velocidade que antes? Você verá que não, pois agora ela cairá mais rápido.

Por que isso acontece? Porque o que influencia a velocidade com que o objeto cai não é a sua massa. A massa do papel continuou a mesma, mas antes o ar batia na parte de baixo da folha, impedindo que ela caísse mais rapidamente. Tanto que você pode observar também que a folha de papel não cai de forma reta, mas vai deslizando pelo ar, fazendo um movimento tipo zigue-zague.

Por outro lado, quando a folha de papel está amassada na forma de uma bolinha, ela pode cortar o ar e chegar mais rápido ao chão. Galileu deduziu corretamente que, se não houvesse o ar para “atrapalhar” qualquer objeto, uma pena e uma bola de chumbo, por exemplo, chegariam juntos ao chão.

Como E Que Galileu Descobriu Que A Terra Era Redonda? Experiência com folha de papel caindo

Algumas fontes afirmam que Galileu fez uma experiência para provar essa constatação. Em 1590, ele teria subido no topo da Torre de Pisa (mostrada a seguir) e soltado lá de cima, simultaneamente, uma bola de chumbo e uma bola de madeira. O resultado, conforme o esperado, foi que as duas bolas chegaram quase ao mesmo tempo no chão.

Se essa experiência foi realmente realizada por Galileu, não há nada comprovado. Mas o fato é que ele estava certo. Astronautas que foram à Lua fizeram um experimento similar, e lá, onde não há ar nem gravidade, ficou comprovada a teoria de Galileu Galilei sobre a queda livre dos corpos.

Como E Que Galileu Descobriu Que A Terra Era Redonda? Torre de Pisa, na Itália. Lugar onde Galileu teria feito a sua famosa experiência sobre a queda livre de corpos

Aos 28 anos de idade, Galileu Galilei foi nomeado professor de Matemática na universidade de Pádua, considerada como a melhor universidade de toda a Europa por volta do século XVI. Ele permaneceu nesse cargo por 15 anos.

Outra das descobertas de Galileu foi o primeiro termômetro (mostrado na figura a seguir). Esse termômetro era constituído de um tubo de vidro totalmente fechado que continha água.

Dentro dele ficavam flutuando pequenas bolhas coloridas que continham água com corante. Cada bolha possuía uma etiqueta metálica que indicava a temperatura da água colorida em seu interior.

Quanto maior fosse a temperatura, mais a bolha flutuaria e vice-versa.

O termômetro de Galileu mostrou que a densidade depende da temperatura

Galileu Galilei também criou um instrumento de medição de pulso, uma bomba d'água operada por cavalo, sem falar nas suas contribuições para a área da Física conhecida como Mecânica.

Um exemplo disso foi sua hipótese sobre o movimento retilíneo uniforme. Ele dizia que a distância percorrida por um móvel nesse movimento era diretamente proporcional ao quadrado do tempo gasto em percorrê-la.

Mas o auge da vida de Galileu Galilei ocorreu com a descoberta dotelescópio em 1608.

Na verdade, quem o inventou foi o fabricante de lentes holandês Hans Lippershey, mas ele não soube explorar o que o telescópio poderia realizar.

Esse instrumento, inclusive, foi chamado de perspicillium, que significava “instrumento para se olhar através de”, e passou a ser usado como artefato militar.

Em 1609, o perspicillium chegou às mãos de Galilei Galilei em Pádua, que o aperfeiçoou, tornando-o dez vezes mais potente que o original. Galileu passou a chamá-lo de telescópio, nome que vem das palavras gregas “na distância” e “ver”.

Galileu resolveu usar o telescópio para estudar o “céu” (universo) e percebeu que vários aspectos não eram como outros filósofos e pensadores haviam dito. Entre os fatos que ele observou, o mais importante foi que a Terra não era o centro do cosmo, mas sim o Sol. Essa ideia ficou conhecida como heliocentrismo.

Essa constatação apoiou a ideia de outro cientista importante, Copérnico. Hoje sabemos que isso é realmente verdade, pois, como mostra a figura a seguir, os planetas do Sistema Solar giram ao redor do Sol.

Como E Que Galileu Descobriu Que A Terra Era Redonda? No Sistema Solar, o Sol é o centro, e não a Terra

Todavia, naquela época, a Igreja Católica defendia que a Terra era o centro do universo, por isso posicionou-se contra as ideias do heliocentrismo. Em 1632, Galileu publicou uma obra intitulada Diálogos sobre os dois grandes sistemas do mundo, defendendo o heliocentrismo. A Igreja condenou essa obra, e o papa condenou Galileu ao tribunal da Inquisição.

Assim, com quase 70 anos de idade, Galileu foi julgado e obrigado a declarar que suas ideias eram falsas. Ele foi condenado a ficar em uma prisão domiciliar nos arredores de Florença até a sua morte, que ocorreu em 8 de janeiro de 1642. Em 1997, o papa João Paulo II fez um pedido de desculpas póstumas a Galileu.

  • Enquanto estava preso, Galileu produziu ainda sua última obra, Duas novas ciências, na qual ele apresentou as bases da Mecânica, retornando ao estudo do movimento e das propriedades dos corpos.
  • * Imagem com direitos autorais: Georgios Kollidas / Shutterstock.com
  • Por Jennifer Fogaça
  • Graduada em Quimica

Galileu Galilei

Conhecido como pai da ciência moderna, Galileu Galilei foi um cientista, físico, astrônomo, escritor, filósofo e professor italiano que deixou legado importante em diversas áreas. 

Seus estudos e contribuições ajudaram a influenciar e aprimorar a Matemática, a Física e Astronomia, entre outras áreas. Considerado revolucionário à época, chegou a ser perseguido e julgado pela Igreja Católica, que considerava suas teorias controversas e polêmicas.

Vida

Galileu Galilei nasceu em 15 de fevereiro de 1564 na cidade de Pisa, na Itália. Primogênito do casal Vincenzo Galilei e Giulia Ammannati, teve cinco irmãos.

Aos 11 anos, o cientista estudou em um mosteiro jesuíta situado em Vallombrosa, na Toscana. Aos 17 anos, informou a sua família que queria ser jesuíta também. Porém, o pai dele não aprovou essa ideia, retirando-o da escola. 

O cientista teve três filhos com a veneziana Marina Gamba, com a qual nunca se casou. Suas duas filhas se tornaram freiras e o filho, músico.

Em 1583, Galileu entrou na Universidade de Pisa para cursar Medicina, mas não concluiu. Alguns estudos indicam que ele teve problemas financeiros e, por isso, deixou a faculdade em 1585.

No entanto, outros apontam que deixou a Medicina porque nunca foi o seu desejo se formar na carreira, mas sim do pai. Fato é que Galileu trouxe importantes contribuições para essa e tantas outras áreas.

Depois de sair da universidade, continuou seus estudos, especialmente nas áreas de Matemática e Física. Durante duas décadas pesquisou sobre os princípios da Hidrostática, o que lhe rendeu fama à época. De 1589 a 1592, teve um cargo na Universidade de Pisa.

Nos anos seguintes, ministrou aulas de Geometria, Mecânica e Astronomia na Universidade de Pádua. Permaneceu na instituição durante 18 anos, alcançando ainda mais fama e seguidores.

Embora fosse muito religioso, o cientista foi acusado de heresia pela Igreja Católica por tornar públicas suas crenças, estudos e teorias.

Pouco antes de morrer, ele estava quase cego. Estudos sinalizam que ele ficou assim por observar as manchas solares sem proteção. Galileu Galilei morreu em 8 de janeiro de 1642, em Arcetri, na Itália.

Como E Que Galileu Descobriu Que A Terra Era Redonda? Galileu Galilei foi julgado pela Igreja Católica por cometer heresias

Obra

Galileu Galilei é considerado o pai da ciência moderna ou do Renascimento Científico – período entre 1500 e 1700 tido como era de transição entre a crença religiosa e a razão científica.

O cientista foi pioneiro na arte de criar e desenvolver teorias acerca do funcionamento do Universo que ajudaram nos ramos da Física e da Astronomia.

Realizou vários estudos importantes no ramo da Mecânica, como os do movimento pendular e do movimento uniformemente acelerado.

Descobriu a lei da queda dos corpos, segundo a qual, dispostos em uma mesma altura, dois corpos de massas diferentes sofrerão a mesma influência da gravidade, que é a causa de seu movimento, chegando ambos ao solo ao mesmo tempo quando em queda livre (sem a resistência do ar).

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Leia também:  Crm O Que É E Como Funciona?

Além de ter criado um telescópio aprimorado, Galileu inventou um termômetro de água e um instrumento (espécie de relógio) para medir a pulsação das pessoas denominado  pulsillogium. O italiano escreveu vários livros nos quais relatava suas ideias. Entre as obras de renome estão:

  • As operações da bússola geométrica e militar (1604)
  • O mensageiro das estrelas (1610)
  • Discurso sobre corpos na água (1612)
  • Diálogo sobre os dois principais sistemas mundiais (1632)
  • Duas novas ciências (1638)
  • Em 1609, o italiano realizou uma das principais contribuições para o ramo da Astronomia, quando inventou seu próprio telescópio e o apontou para o céu, com a intenção de explorar o universo.
  • O telescópio, denominado por Galileu perspicillum, foi um instrumento revolucionário à época, especialmente para a ciência, por ter contribuído significativamente para aprimorar a capacidade de observação do olho humano.
  • Como E Que Galileu Descobriu Que A Terra Era Redonda?
  • Galileu Galilei criou um telescópio em 1609 para observar o universo
  • Com o aparelho em mãos, o cientista descobriu quatro dos 69 satélites de Júpiter: Io, Calixto, Ganímedes e Europa – os quais ganharam o nome de Luas de Galileu.
  • Leia mais: Galileu e a invenção do telescópio

Galileu descobriu também, ao usar o seu telescópio, manchas solares e que Vênus tinha fases como a lua. Provou ainda que a Terra girava em torno do Sol, o que refutava a doutrina aristotélica vigente segundo a qual nosso planeta era o centro do universo (geocentrismo).

Ao realizar tais constatações, Galileu comprovou a teoria heliocêntrica de Nicolau Copérnico, segundo a qual a Terra e os planetas giravam em torno do sol. 

Contudo, na época a Igreja Católica apoiava o modelo geocêntrico do sistema solar: o Sol e o resto dos planetas é que girariam em torno de uma terra central, e não móvel. Por esse motivo, a teoria de Galileu foi considerada uma afronta à Igreja.

Saiba mais: Geocentrismo e heliocentrismo

Em 1613, por meio de uma carta direcionada a um aluno, o italiano explicou que a teoria copernicana não contradizia as passagens da Bíblia. Quando o texto se tornou público, os consultores da Inquisição da Igreja consideraram a teoria herética. 

Durante sete anos, o cientista não pôde defender a teoria na qual acreditava. Assim, segundo registros, ele obedeceu a Igreja para evitar maiores complicações e porque era muito católico.

Em 1632, Galileu publicou o Diálogo sobre os dois principais sistemas mundiais, que comprovava a teoria heliocêntrica. Com isso, o italiano foi convocado a Roma para ser julgado. Seu processo de inquisição durou de setembro de 1632 a julho de 1633. Confira mais detalhes acessando: Galileu, da Ciência à Inquisição.

Cansado de passar por esse processo, o cientista foi ameaçado de tortura e teve de declarar que a teoria de Copérnico era apenas uma hipótese. Ele foi condenado por heresia e passou os anos restantes em prisão domiciliar. 

  1. Em 1992, as teorias de Galileu Galilei foram reconhecidas formalmente pelo papa João Paulo II.
  2. Por Silvia Tancredi Jornalista

Como Galileu confirmou que os astros não giram ao redor da Terra?

Como E Que Galileu Descobriu Que A Terra Era Redonda? – Wikimedia Commons

Com a observação de vários corpos celestes, como o Sol, a Lua e Vênus. Na época, a teoria geocêntrica (que apontava a Terra como o centro do Universo) era apoiada pela Igreja Católica. Mas a teoria heliocêntrica (com o Sol no centro do Sistema Solar) também já existia. Era conhecida desde a Grécia antiga e foi defendida pelo astrônomo Nicolau Copérnico no início do século 16. Galileu só a comprovou, com a ajuda da luneta. Essa ferramenta havia sido inventada recentemente por um holandês, mas o italiano a aperfeiçoou – e a apontou para o céu.

  • Pistas no céu
  • Sol, Vênus e até as luas de Júpiter foram essenciais na descoberta
  • Mulher de fases

Com seu aperfeiçoamento da luneta, o italiano constatou que, ao longo do tempo, a face de Vênus era iluminada de formas variadas, indicando que o planeta tem fases, como a Lua. Ele concluiu que o astro realiza um movimento de translação ao redor do Sol – e não em torno da Terra, como a teoria geocêntrica defendia.

Nada é perfeito

Na época de Galileu, a Igreja exercia grande influência sobre a ciência. Acreditava-se que tudo no céu era perfeito, pois lá era a morada de Deus e dos anjos. O cientista ajudou a derrubar esse dogma ao observar, por exemplo, que a superfície da Lua é cheia de irregularidades e que a do Sol tem manchas escuras.

Xeque-mate

A maior revelação, que provou de uma vez por todas que a Terra não é o centro do movimento dos astros, veio com a descoberta das luas de Júpiter. Galileu notou que ao redor dele giravam quatro satélites naturais. Ou seja, já não era possível sustentar a ideia de que todos os corpos celestes orbitavam o nosso planeta.

Continua após a publicidade

  1. Ao notar que as manchas solares mudavam de posição, Galileu também confirmou a rotação solar.
  2. Leia também:
  3. – Pode existir um planeta com mais de uma estrela?
  4. – Quantos planetas já foram descobertos?
  5. – Como surgiram os anéis de saturno?

Do paraíso ao inferno

Cientista foi condenado e preso por suas ideias

As conclusões de Galileu foram duramente reprimidas pela Igreja Católica. Há exatos 380 anos, ele foi condenado à prisão domiciliar por comparar as teorias geocêntricas e heliocêntricas em Diálogos sobre os Dois Sistemas Que Governam o Mundo, de 1632. Ele cumpriu a pena até a morte, em 1642. E ainda morreu cego, de tanto observar o Sol.

Fonte Livro Ombros de Gigantes: A História da Astronomia em Quadrinhos, de Jane Gregorio-Hetem, Annibal Hetem Junior e Marlon Tenório

Consultoria Jane Gregorio-Hetem, professora do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP

Continua após a publicidade

  • Galileu
  • Júpiter
  • Planetas
  • Terra

4 motivos que tornam o pensamento de Galileu Galilei muito atual

  • WhatsApp
  • Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • Linkedin
  • Copiar Link

4 motivos que tornam o pensamento de Galileu Galilei muito atual (Foto: ZU_09 / Gettyimages)

O Istituto Italiano di Cultura di San Paolo (IIC) recebe no Brasil o acadêmico Piergiorgio Odifreddi para participar da 18ª Semana da Língua Italiana no Mundo, que acontecerá em São Paulo entre os dias 15 e 20 de outubro. O italiano é especialista na obra de Galileu Galilei, morto em 1643 depois de ser julgado por heresia pela inquisição da igreja católica.

  • A GALILEU conversou com Odifreddi sobre a vida do cientista e esclareceu alguns pontos para entendermos a importância do seu pensamento nos dias de hoje. Confira:
  • Manuscrito original

Há poucos meses foi descoberta nos arquivos de uma biblioteca do Reino Unido uma longa carta que teria sido escrita por Galileu. O achado sustenta a tese que confirma que o cientista sugeriu que a igreja precisava ficar mais próxima da religião e menos da ciência, segundo o periódico Nature.

Quando interrogado pelo tribunal inquisitório, Galilei alegou que, quando oficiais da igreja apresentaram uma cópia de sua carta como evidência de heresia, as palavras foram alteradas para que parecessem mais incisivas.

O cientista até criou outra cópia da carta com uma linguagem mais leve, provando que ele havia sido vítima de uma conspiração.

Mas a verdade é que o documento descoberto recentemente conta uma história diferente sobre tudo isso.

Leia também:+ Manuscrito original de Galileu acaba com mistério de carta controversa+ 5 reflexões para entender o pensamento de Galileu Galilei

Para Odifreddi, a carta achada aparenta ser verdadeira, porém, não acrescenta muito no que já se sabe sobre a história do cientista. “Ele era um personagem temperamental, e se alguém lê, por exemplo, seu livro ‘Il Saggiatore’ (‘O Ensaiador’, em português), é possível ver que ele era um pouco duro, inclusive com os colegas”.

Carta original de Galileu Galilei (Foto: The Royal Society)

O manuscrito era, na realidade, uma correspondência privada a seu amigo Benedetto Castelli, que era um monge bastante próximo ao papa Urbano VIII. “Não é de surpreender que Galileu, como a maioria de nós, falasse livremente em uma carta particular, mas suavizasse sua linguagem para a circulação pública”, explica o acadêmico italiano.

Segundo o especialista, a última descoberta verdadeira a respeito de Galileu foi feita no início dos anos 80 por Pietro Redondi.

Foi ele que encontrou um documento insinuando que as acusações contra Galileu não envolvessem apenas a teoria copernicana (ou heliocêntrica, que considera o Sol como centro do universo) – como todos sempre pensaram – mas, talvez, também a teoria atomística (que afirma que a matéria é formada por átomos), a qual o cientista também discutiu em seu livro.

Galileu hoje

Segundo Odifreddi, como já se sabe, o perfil de Galileu não era o de um herói do pensamento livre (“como Giordano Bruno”, diz ele), mas ele também não media esforços para lutar em nome da ciência. A partir do momento que ele ridicularizou o pensamento do Papa Urbano VIII em “Diálogo”, o clérigo se enfureceu e, assim, ininicou sua perseguição pela inquisição católica.

Sobre o aprendizado da ciência e do pensamento de Galileu pelos estudantes hoje, o acadêmico afirma que é difícil conseguir incluir nas escolas atuais mais matérias voltadas a esse assunto por conta do puro desinteresse dos alunos.

Leia também:  Como Quem Num Dia De Verão Abre A Porta Analise?

Segundo ele, essa dificuldade surge em razão de uma disputa entre os estudos e os programas de televisão junto às redes sociais.

“Para realmente educá-los hoje seria necessário não apenas ensinar mais ciência, mas desperdiçar menos tempo em frente às telas das TVs, computadores e telefones celulares”, declara o italiano.

Ele ainda relembra que, apesar de sua genialidade, Galileu pertence à era pré-histórica da ciência, não havendo nem fórmulas em suas obras.

“Ele já estaria pouco à vontade com o trabalho de Newton que aconteceu apenas 50 anos após sua morte. Imagine só com a ciência moderna”, diz Piergiorgio Odifreddi.

“Ele não conhecia muita matemática, e hoje não só física e química, mas também biologia dificilmente poderiam ser desenvolvidas sem um profundo conhecimento dela.”

Mas será que hoje existem cientistas tão inovadores para nossa época como Galileu e outros nomes foram para as suas? Odifreddi acredita que, se houver, eles estão inseridos nas novas ciências.

“No último século, por exemplo, os grandes inovadores foram Einstein (em cosmologia), Turing (em ciência da computação), Watson e Crick (em genética) e assim por diante”, diz ele, que completa: “Talvez hoje se possa pensar em Edward Witten como o grande inovador da teoria das cordas, mas só o tempo dirá se ele está no mesmo nível dos nomes que acabei de citar.”

Descobertas espaciais

Galileu Galilei morreu em 1643 (Foto: Wikipedia / Justus Sustermans)

Nas últimas décadas, astrônomos e cientistas vêm realizando muitas descobertas – inclusive sobre exoplanetas e galáxias bem distantes da Terra.

Galileu ficou conhecido por levar seu nome à astronomia mundial defendendo a teoria do heliocentrismo, que acreditava que o Sol estava no centro do universo.

Desde então muita coisa mudou e, apesar de ter sido condenado pela Inquisição em 1643 por causa de suas ideias, em 1983 seu processo foi reavaliado e o cientista, declarado inocente.

Para Odifreddi, mesmo com toda a evolução dos estudos nessa área, “o universo é muito grande e nosso cérebro é muito pequeno, então apenas uma pequena parte do que existe realmente pode se encaixar nele.” Assim, faltaria ainda muito chão para percorrermos se quisermos entender um pouco mais sobre o espaço sideral. 

“Mas o verdadeiro ponto de conhecimento não é saber tudo, mas aprender alguma coisa, como Einstein disse uma vez. O aspecto realmente surpreendente da ciência não é que não sabemos tudo, mas sim que sabemos algo”, diz o acadêmico. 

Questionado sobre as pessoas que acreditam que a terra é plana e em outras teorias “diferenciadas”, o italiano (depois de duvidar que realmente exista alguém que acredita nisso) afirma: “Mesmo na Idade Média, as pessoas sabiam que a Terra é redonda, assim como os gregos. Os eratostenes até calcularam com grande exatidão suas dimensões. A ideia de que as indivíduos medievais achavam que a Terra era plana é apenas um mito”.

Por fim, ele diz que não vê um problema em “acreditar” em coisas não científicas, mas deve-se ter cuidado com a ideia que se está propagando. “A ciência é um empreendimento sério, mas muitas pessoas pensam que é como uma novela, que se pode gostar ou não gostar”, declara ele, finalizando: “Contra a estupidez, não há nada que se possa fazer”.

Galileu na semana da língua italiana

Piergiorgio Odifreddi (Foto: Wikipedia / Dettagli)

A 18ª Semana da Língua Italiana no Mundo, acontece em São Paulo entre os dias 15 e 20 de outubro. Nele, Piergiorgio Odifreddi encena, ao lado do ator Alvise Camozzi, uma entrevista fictícia com Galileu Galilei.

“Escolhi um número de declarações e frases que ele realmente escreveu em seus livros e inseri na frente de perguntas para as quais elas poderiam ser consideradas como respostas”, explica o convidado.

“Em outras palavras, não é uma obra literária, em que um escritor coloca suas próprias palavras na boca de outra pessoa, mas é uma peça expositiva científica, na qual Galileu fala diretamente por si mesmo.”

Odifreddi participa ainda da conferência How Gödel became Gödel ao lado do professor Paolo Piccione, no Instituto de Matemática e Estatística da USP. Ele fará uma palestra na Escola Eugenio Montale, no Morumbi, sobre Galileu Galilei intitulada “Galileo, matematica e lettura della natura”.

“Tenho a honra de participar das celebrações da semana italiana em todo o Brasil.

Além de São Paulo, vou visitar também o Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e Recife”, conta Odifreddi, afirmando que, em suas passagens, irá se concentrar não apenas no trabalho científico de Galileu, mas também no valor literário de sua linguagem, que talvez seja menos conhecida. “E em todos os lugares eu também falarei sobre matemática e lógica, que são meus reais interesses e especialidades.” 

*Com a edição de Thiago Tanji

Curte o conteúdo da GALILEU? Tem mais de onde ele veio: baixe o app Globo Mais para ler reportagens exclusivas e ficar por dentro de todas as publicações da Editora Globo. Você também pode assinar a revista, a partir de R$ 4,90, e ter acesso às nossas edições.

A história de Galileu Galilei

Quando a professora de Ciências escreve no quadro que a Terra se move ao redor do Sol e de seu próprio eixo, ninguém mais fica assustado. Afinal, hoje, o movimento da Terra em torno do Sol, chamado translação, é bem conhecido. Também é sabido que os dias e as noites derivam do movimento de rotação – aquele em que a Terra faz ao redor de si mesma, do seu próprio eixo.

O matemático, astrônomo e físico italiano Galileu Galilei

Mas você sabia que nem sempre se pensou assim? Até o início do século 17, acreditava-se que a Terra ficava imóvel no centro do Universo e que o Sol, os planetas e as estrelas giravam ao seu redor.

Na época, pensava-se até que, se a Terra girasse, os animais acabariam tontos! A hipótese de que o nosso planeta estava no centro do Universo constava nas escrituras sagradas e era defendida pelos padres.

Como eles eram os maiores detentores de conhecimento, quem ousaria duvidar?

O cientista que imaginou um universo diferente do que a Igreja pregava foi o astrônomo polonês Nicolau Copérnico (1473-1543). Segundo sua teoria, o Sol estava no centro do Universo e os planetas giravam ao seu redor. Na época, Copérnico não conseguiu provar que o universo se organizava dessa maneira.

Mesmo assim, foi advertido pela Igreja por estar se intrometendo em assuntos religiosos. Quem primeiro verificou que o Universo era bem diferente daquele que a Igreja aceitava foi o cientista italiano Galileu Galilei (1564-1642).

Isso fez com que cada vez mais cientistas mudassem sua maneira de pensar, chegando a provar, finalmente, que era a Terra que se movia.

Em meados do século 16, havia um costume curioso nas famílias patrícias toscanas: o filho mais velho podia receber um nome de batismo derivado do sobrenome dos pais.

Quando nasceu o primeiro filho de Vincenzio Galilei e Giulia Ammannati Galilei, em 15 de fevereiro de 1564, eles não pensaram duas vezes: o bebê se chamaria Galileu Galilei.

O menino cresceu, estudou medicina por quatro anos na Universidade de Pisa, mas abandonou a carreira de médico para estudar matemática e física, suas paixões.

Mas como Galileu fez isso? Bom, tudo começou quando ele conheceu um instrumento inventado na Holanda, chamado luneta. Era o ano de 1609, e Galileu decidiu aperfeiçoá-la. Em um ano, ele conseguiu melhorar a capacidade de aumento e aproximação do instrumento em 20 vezes! Nascia ali o telescópio moderno.

Na época, acreditava-se que todos os corpos celestes eram esferas perfeitas e imutáveis. Mas com seu instrumento de observação, Galileu conseguiu ver as formas acidentadas da Lua. Ele viu também manchas escuras se movendo na face do Sol, e percebeu que o planeta Vênus tinha fases como a Lua.

Suas observações levavam a crer que Nicolau Copérnico estava certo quando disse que a terra girava ao redor do Sol. Por isso, Galileu foi repreendido pela Igreja Católica em 1616.

Acatando as ordens da Igreja, Galileu silenciou sobre o tema por sete anos. Logo ele, que declamava suas idéias em alto e bom som em jantares e debates, teve que se calar. Mas não parou de produzir! Galileu pesquisou coisas que afrontassem menos as idéias da Igreja, como colocar os satélites de Júpiter a serviço da navegação para ajudar os marinheiros a calcular a longitude das embarcações no mar.

Mas uma pessoa fez Galileu voltar a estudar os movimentos dos planetas…

Introdução | Problemas com a igreja | A condenação de Galileu

Você Sabia? A Igreja reconheceu que errou ao condenar Galileu?

Vinte anos atrás, no dia 31 de outubro de 1992, o papa João Paulo II reconheceu os enganos cometidos pelo tribunal eclesiástico que condenou Galileu Galilei à prisão. Essa revisão de posicionamento, portanto, ocorreu 350 anos após a morte do cientista italiano.

Leia também:  Como Dizer A Um Rapaz Que Gosto Dele Por Sms?

Galileu não dependia dessa absolvição para receber o galardão dos maiores nomes da história, mas o ato simbólico buscou corrigir uma das mais históricas injustiças cometidas pela igreja.

O motivo da discórdia? Galileu defendia a tese de Copérnico de que a Terra não ficava no centro do Universo, e sim orbitava o Sol. Com uma interpretação literal da Bíblia, a Igreja Católica não aceitava que essa teoria fosse tratada como verdade – apenas como hipótese.

Assim, Galileu foi obrigado a negar suas ideias publicamente e viver confinado em uma espécie de prisão domiciliar.

Esse é apenas um dos casos em que a religião colidiu com a ciência ao longo da história. O mito de Galileu e, sobretudo, da perseguição da Inquisição sobre ele, é tão forte que há gente que pensa que o astrônomo-físico-matemático-filósofo foi queimado pelos católicos.

Na verdade, esse desagradável fim coube a Giordano Bruno, filósofo e teólogo contemporâneo e conterrâneo de Galileu. “Ele propôs a existência de outros planetas e possivelmente outras civilizações no Cosmos.

O que gerou, para a Igreja, o curioso problema de ter de haver muitos Cristos”, explica Gerson Egas Severo, coordenador do curso de Especialização em História da Ciência da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFF).

Talvez por medo de que seu destino se tornasse o mesmo de Bruno, ou então por imaginar que, mais tarde, as ideias que defendia seriam aceitas sem ressalvas, Galileu aceitou a condenação de afirmar, publicamente, que estava equivocado.

Para Severo, o cientista foi um personagem fundamental na Revolução Científica do século 17.

“Como o estabelecimento da ciência moderna envolvia necessariamente o esforço de distinguir claramente a cosmovisão e metodologia da ciência das narrativas de ordem religiosa, a encrenca se formou”, opina.

Além de suas próprias e revolucionárias descobertas no campo da física e da astronomia, Galileu defendia com unhas e dentes a visão heliocêntrica de Nicolau Copérnico, em contraposição ao geocentrismo defendido pela Igreja Católica, no qual a Terra seria o centro do universo.

Muitos religiosos admiravam a figura de Galileu, pelas suas descobertas, mas, com o protestantismo se expandindo, a igreja endurecia a sua doutrina e não abria mão da visão geocêntrica, o que levou o italiano ao tribunal. “Copérnico havia morrido um pouco antes da publicação de seu livro, o que o livrou de incomodações”, lembra o professor Severo.

“Mas as suas ideias foram levadas às últimas consequências matemáticas por Galileu, o que o levou, em seus derradeiros anos, aos bancos da Inquisição.”

Especialmente na Idade Média, outros tantos pensadores foram perseguidos pela Santa Inquisição. Dos célebres, apenas Giordano Bruno teve o fim trágico na fogueira.

Com ou sem tirania, a Igreja Católica, que durante muitos séculos monopolizava a distribuição de livros, proibiu a publicação de um grande número de autores.

Isso se potencializou após a Reforma Protestante, quando foi lançada pelos católicos a primeira edição do Index Librorum Prohibitorum, uma lista de publicações literárias proibidas pela igreja.

Além de Galileu e Copérnico, já tiveram obras proibidas no documento pensadores e escritores célebres como Maquiavel, Rousseau, Montesquieu, Vitor Hugo, Immanuel Kant, Descartes e tantos outros. “Após esses momentos cruciais da história da ciência, a relação entre ciência e religião prosseguiu difícil, tensa, cheia de idas e voltas”, diz Severo.

Apesar da aproximação que presenciamos no século 21, o professor sugere que história, filosofia e sociologia ainda ajudarão a responder se o diálogo entre religião e ciência é possível. O Papa João Paulo II acreditava nessa união.

No dia 31 de outubro de 1992, foram apresentadas as conclusões da comissão sobre a controvérsia ptolomaico-copernicana do século XVI e XVII, instaurada pelo então papa.

“O erro dos teólogos da época, quando mantinham a centralidade da Terra, era o de pensar que o nosso entendimento da estrutura física do mundo era, de algum modo, imposto pelo sentido literal da Sagrada Escritura”, afirmou João Paulo II.

“De fato, a Escritura não se ocupa dos pormenores do mundo físico, cujo entendimento compete à experiência humana e à razão. Existem dois domínios de conhecimento, um cujas fontes está na Revelação e outro que a razão pode descobrir por suas próprias forças.

A este último pertencem notadamente as ciência experimentais e a filosofia. A distinção entre dois domínios do saber não deve ser entendida como oposição. Os dois domínios não são estranhos um ao outro. Eles têm pontos de contato.

Os métodos próprios de cada um permitem pôr em evidência aspectos diferentes da realidade”.

Até essa conclusão, muitos cientistas se viram envoltos em atritos com religiosos. Conheça nove casos.

quem descobriu que a terra era redonda?

Usuário do Brainly

Usuário do Brainly

Quem descobriu que a terra é redonda foi Nicolau Copérnico. E Galileu Galilei atravez de observação só confirmou a descoberta de Nicolau Copérnico, que foi queimado pela inquisição, por tal afirmação. 

Galileu Galilei negou que a terra era redonda pra fugir da fogueira da inquisição. aespero te ajudado 😀

Os gregos já sabiam que a Terra era redonda 250 anos antes de Cristo. Eratóstenes conseguiu até calcular o seu tamanho com exatidão em 230 AC.Galileu Galilei só sustentou a afirmaçao…

podemos ter uma relação entre paisagem e relevo? justifiquePRECISO DA RESPOSTA URGENTE!!!​

me ajudem por favor ​

Segundo Pedro Gelger como foi á proposta de divisão do Brasil no final da década
1960?

Exercícios:3- Marque V ou F:() O Estudo do espaçogeográfico é focado apenas na Natureza, desconsiderando aatuação da raça humana.() O Estudo do espaço

geográfico ignora o conceito de paisagem, analisando apenas o aspecto físico do local.() O modo de vida das pessoasimportante para analisar as questões do espaço geográfico.

4- O estudo do espaço geográfico é fundamental para o entendimento do planeta e da sociedade em que vivemos. A partir dos seus conhecimentos sobre o tema, pode-se indicar que o espaço geográfico é formado por:A) lugares sem a presençahumana.B) cidades construídas pelohomem.C) paisagens preservadas pelohomem.D) regiões não urbanizadas domundo.

E) paisagens naturais e humanas.​

pfvvv eu estou precisando da resposta agora!!!!​

(UEG) Invadindo espaços.As cidades antes serviam para abrigar os cidadãos, hoje são o ambiente típico dos automóveis.Nos países em desenvolvimento, a

ação do poder público em favor do automóvel foi e tem sido tão eficaz que fica cada vez mais difícil para os moradores das cidades viver com um mínimo de conforto sem um automóvel particular.

Só os que, em razão do seu padrão de renda, não podem almejar ter um carro sujeitam-se ao ineficiente sistema de transporte público. Nele perdem várias horas do dia, muitos dias por ano, alguns anos de vida.

Se as condições fossem outras, se o transporte público fosse mais eficiente, menor seria a parcela de renda que boa parte da população precisa reservar para a compra e manutenção de um carro particular, menores seriam as demandas por investimento públicos no sistema viário, maiores seriam as disponibilidades da renda pessoal para outras atividades, incluindo lazer, e maiores seriam os recursos que o poder público poderia destinar para melhorar a qualidade de vida de uma população.OKUBARO, Jorge J. O Automó​

Quais medidas ambientais você adota para termos um ambiente saudável para vivemos​

– A partir de que evento a globalização começou a se desenvolver? *5 pontosa) Guerra friab) Primeira Guerra Mundialc) Revolução Industriald) Segunda G

uerra Mundial2- O neoliberalismo foi implantado pelos governos na década de 1970 devido à(ao) *5 pontosa) Pedido popularb) Crise do petróleoc) Guerra friad) Evolução dos meios de comunicação3- A troca de informações e o acesso rápido a qualquer parte do globo de forma instantânea foi facilitada pelo(pela) *5 pontosa) Rede de comunicaçãob) Evolução dos meios de transportec) Criação do aviãod) Projeto de governo4- “Trata-se do período em que os avanços tecnológicos ocasionados pela Terceira Revolução Industrial criaram um “ciberespaço”, ou seja, um espaço de comunicação por redes de computação.” Esse período é conhecido como. *5 pontosa) Era das trevasb) Era paleozoicac) Era analógicad) Era digital5- “Elas continuam com suas matrizes em um país, na maioria das vezes desenvolvido, mas passam a atuar com filiais em outros locais, geralmente países em desenvolvimento, expandindo assim seu mercado consumidor.” Essa afirmação refere-se à empresas… *5 pontosa) Locaisb) Nacionaisc) Regionaisd) Multinacionais.6- “Mesmo com todos os avanços em tecnologias de comunicação, saúde, moradia, transporte e vários outros setores, não há muitas diferenças entre as camadas da sociedade. A inclusão é uma consequência desse processo, em que muitas pessoas usufruem das inovações e poucas permanecem como sempre estiveram: à margem da realidade social construída.” Essa afirmação é *5 pontosa) Verdadeirab) Falsa7- Uma das desvantagens da globalização é *5 pontosa) Rápida comunicação independente do lugarb) Aumento do índice de desempregoc) Conforto e comodidade em executar açõesd) Aumento de produção8- “Deste modo, enquanto a mundialização enfatiza os processos de natureza econômica e tecnológica, na globalização, o que se sobressai são os processos culturais.” Essa afirmativa é *5 pontosa) Verdadeirab) Falsa​

Explique por que á tanta diferença nas previsões do tempo em nosso país?

Quais foram as alterações mais recentes que decorreram da Constituição Federal de 1988?​

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*