Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

Não basta só ter uma conta no LinkedIn e esperar a oportunidade cair do céu, quer dizer, da internet.

Como toda rede social: para ter destaque é preciso ser ativo e aproveitar o máximo de ferramentas disponíveis do jeito certo.

Veja como colocar no LinkedIn que você está procurando emprego (inclusive na foto de perfil) e aumente suas chances de ser destacado nas buscas.

Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

Colocar que você está procurando emprego no LinkedIn

  1. Clique na sua foto de perfil e depois selecione “Visualizar perfil”;
  2. Encontre o botão “Adicionar seção ao perfil”;
  3. Expanda o item “Introdução” e clique em “Procurando emprego”;Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?
  4. Preencha as informações de cargo, local, início e tipo de contrato;
  5. Em “Selecione quem pode ver que você está procurando emprego” há a opção para adicionar um selo na foto de perfil para indicar que está aberto para oportunidades.Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?Colocar o selo #OpenToWork na foto, que funciona como um filtro, para indicar que está procurando emprego, pode ser interessante se considerarmos que a foto é um dos primeiros elementos que alguém vê quando faz uma busca no LinkedIn.Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?
  6. Clique em “Adicionar ao perfil”

Compartilhe seus interesses com recrutadores

O LinkedIn tem uma opção nas configurações para alterar o compartilhamento de interesses com recrutadores. Por mais que seja um controle de privacidade para controlar que dados são entregues às empresas, pode ser uma importante ferramenta para o algoritmo incluir seu perfil nas pesquisas de candidatos.

Para compartilhar seus interesses de carreira com recrutadores:

  1. Clique na sua foto, no canto superior direito;
  2. Selecione “Configurações e privacidade”;Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?
  3. No menu esquerdo, clique em “Preferências de procura por emprego”;
  4. Expanda o item “Informe os recrutadores sobre seu interesse por novas oportunidades” e marque “Sim”;Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?
  5. Faça o mesmo com o próximo item “Indique seus interesses para recrutadores em empresas para as quais você criou alertas de vagas”.Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

Por padrão, essas opções permanecerão ativas por seis meses (180 dias). Após esse período, o LinkedIn as desativará automaticamente e informará o usuário sobre a mudança. O compartilhamento dos interesses de carreira com recrutadores pode ser reativado normalmente em seguida.

Crie alertas de vaga para empresas

Uma empresa pode escolher buscar candidatos que já tenham demonstrado interesse nela dentro da rede social. O recurso lembra o tradicional envio de currículo para uma empresa (você mostra o interesse e espera seja recíproco).

Para criar um alerta de vaga para uma empresa:

  1. Entre no perfil do LinkedIn da empresa desejada;
  2. Clique em “Vagas”, no menu lateral esquerdo;
  3. Clique em “Criar alerta de vagas”.Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

Crie alertas de vagas para cargos

O mesmo vale para os cargos de interesse de um candidato. Ao criar um alerta para vagas, além de receber sugestões e notificações sobre novas vagas abertas para um determinado cargo, o usuário informa ao LinkedIn que aquele conteúdo é interessante para o perfil, ajudando a rede social sugerir mais conteúdos relacionados.

Para criar alertas de uma vaga:

  1. Clique em “Vagas”, no topo da página;
  2. Digite o cargo desejado e, se quiser, defina uma localidade;Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?
  3. Adicione mais filtros, caso deseje;
  4. Clique na chave de seleção para criar o alerta de vaga;Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?
  5. Selecione a frequência e o método de notificações.

Defina interesses de carreira

Outra ferramenta que ajuda recrutadores a encontrar perfis no LinkedIn é a busca por interesses do candidato. Dentro da seção de vagas, a pessoa pode dizer se está buscando uma oportunidade ativamente ou só aberto a novas oportunidades.

Dá para informar à plataforma também quais são os cargos de interesse e quais características de uma vaga são desejadas para o usuário.

  1. Clique em “Vagas”, no topo da página;
  2. Clique em “Interesses de carreira”;
  3. Ative a opção para informar recrutadores, caso esteja desativada;
  4. Marque a opção que mais se encaixa ao seu perfil na caixa de seleção para sua busca de emprego;
  5. Adicione seus cargos de interesse;
  6. Caso deseje, também pode definir as localidades e o tipo de vaga que lhe interessa (tempo integral, contrato, temporário, estágio, etc).

Use palavras-chave no perfil

Feitas as configurações para que o LinkedIn comece a sugerir o perfil em páginas de busca e exiba vagas de interesse, é hora de alimentar o perfil com as informações que chamarão atenção dos recrutadores. Atenção especial às palavras-chave.

É importante pensar em como uma empresa procuraria por um profissional que se adeque a vaga e colocar essas informações no perfil. Dentro do painel de busca para recrutadores, no LinkedIn Recruiter, um dos campos disponíveis para preenchimento é palavras-chave.

  • Nesse exemplo abaixo, a busca foi feita por um “gerente de projetos” na região de Chicago, informações que estavam de cara no título dos candidatos que apareceram como resultado das buscas.
  • Considerando que todas as informações de currículo já estejam atualizadas (experiências anteriores, formação, cursos, projetos, etc), vale destacar dois campos importantes e que têm bastante destaque dentro do LinkedIn: título e resumo.

O título acompanha o candidato em toda rede social, junto com o nome e a foto de perfil. Pense nele como “quem sou eu?”. Nesse campo que as palavras-chave funcionam. Não precisa necessariamente ser o cargo atual do candidato, o ideal é colocar palavras que o definem.

No perfil da Melissa Cruz Cossetti, por exemplo, é possível conferir outros títulos e qualificações além da posição “Editora no Tecnoblog“.

Evite usar no título termos como “em busca de oportunidades/recolocação no mercado” ou “desempregado”. Além de perder espaço para informações que valorizem o perfil, não é esse o termo que os recrutadores usarão ao procurar por candidatos.

Outro campo importante é o resumo. Apesar de não ser obrigatório para o preenchimento do perfil no LinkedIn, é o campo que mais tem destaque depois do nome e do título quando alguém entra no perfil de outra pessoa.

Para alterar as informações de título e resumo:

  1. Clique na sua foto, no canto superior direito;
  2. Selecione “Visualizar meu perfil”;
  3. Clique no ícone do lápis ✎, à direita do seu nome.
  4. Altere as informações necessárias e clique em “Salvar”.

6 recursos interessantes no LinkedIn para consultores e quem procura emprego

InícioCarreira6 recursos interessantes no LinkedIn para consultores e quem procura emprego
Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

Sua presença online é um dos métodos para conseguir a vaga desejada

De tempos em tempos, o LinkedIn hospeda atualizações sobre novos recursos de produtos para a mídia e outros profissionais relacionados da área. Por exemplo, em um evento de 2019, um engenheiro de software sênior compartilhou dicas sobre como aumentar as visualizações de perfil.

  • Este ano, a diretora de produto do LinkedIn, Monica Lewis, e a diretora de comunicações, Suzi Owens, realizaram um webinar para descrever vários recursos específicos para a busca de empregos.
  • LEIA MAIS: 4 razões pelas quais um recrutador vê seu LinkedIn e não entra em contato
  • Sua presença online ainda é apenas uma das muitas ferramentas para conseguir sua próxima oportunidade.

Embora seja maravilhoso que o LinkedIn continue atualizando sua plataforma para oferecer novos recursos para busca de empregos, qualquer ferramenta, não importa o quão abrangente seja, é apenas uma das muitas que você deve usar para conseguir um trabalho. Mesmo quando um recrutador encontra seu perfil, não há garantia de que ele clicará nele. Mesmo se eles clicarem em seu perfil, não há garantia de que entrarão em contato.

Leia também:  Quando Como Fico Com A Barriga Inchada?

Como candidato a emprego ou consultor, maximize sua presença online, mas também tenha um currículo e/ou site abrangente e atraente. Escreva cartas de apresentação envolventes e relevantes.

Faça um argumento de venda que deixe uma impressão positiva quando estiver fazendo networking.

Saiba como entrevistar, solucionar problemas de procura de emprego e negociar e fechar uma oferta, para que você tenha uma estratégia que o leve até o fim do processo seletivo.

Veja, na galeria de imagens, ferramentas do LinkedIn para consultores e quem procura emprego:

  • Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

    Essa hashtag pesquisável também pode aparecer como um quadro ao redor da foto do seu perfil. Na seção superior do seu perfil, na opção “Buscando”, aparecerá as opções “Encontrar um novo emprego” ou “Contratar”. Na primeira, ao adicionar “preferências de vaga”, pode selecionar que todos os usuários da plataforma vejam que está procurando emprego, adicionando, automaticamente, o selo #OpenToWork. De acordo com o LinkedIn, mais de 5 milhões de perfis apresentam essa moldura de foto, e esses perfis têm, em média, 40% mais InMails de recrutadores e 20% mais mensagens da comunidade do LinkedIn.
    Esse recurso provavelmente não é o único motivador por trás do aumento da atividade e, como o LinkedIn compartilhou um resultado médio, não significa que todos os perfis apresentaram desempenho aprimorado. No entanto, essa opção é gratuita e fácil de implementar. Se você não se reconectou com todos em sua rede para informá-los sobre sua pesquisa, esta é uma maneira abrangente de alcançar pessoas que você ainda não contatou, bem como pessoas que você esqueceu. Se você é um consultor ou está em um emprego temporário, mas idealmente procurando por um emprego interno em tempo integral, a tag #OpenToWork pode indicar a possíveis empregadores e recrutadores que você está procurando ativamente, mesmo se seu perfil mostrar que você está empregado.

    Reprodução/LinkedIn

  • Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

    Existem mais de 600 cursos no LinkedIn Learning que estão disponíveis gratuitamente. O truque é que você precisa começar em opportunity.linkedin.com e acessar “Aprenda competências para as vagas mais procuradas”. Mas os conteúdos são em inglês, sem tradução. Também é necessário estar atento, porque diversos cursos têm uma taxa ou são gratuitos apenas para membros Premium.
    Esses são focados em empregos sob demanda, incluindo desenvolvimento de software, vendas, gerenciamento de projetos, administração de TI, marketing digital, suporte ao cliente, suporte de TI, análise de dados, análise financeira e design gráfico. Existem também aulas sobre habilidades sociais, incluindo resiliência, habilidades de comunicação, etc.

    Reprodução/LinkedIn

  • Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

    O LinkedIn adicionou um filtro de palavras-chave para pesquisar em “Pessoas”, bem como filtros adicionais para pesquisar empregos, cursos e outras seções. A capacidade de procurar pessoas de forma proativa, mesmo em sua própria rede, é um recurso que os candidatos a emprego ignoram. Com o tempo, você provavelmente se conectou a centenas, até milhares de pessoas, com as quais não mantém contato regularmente, então você se esqueceu de onde elas são e o que fazem ou as circunstâncias mudaram. Vale a pena pesquisar periodicamente suas conexões de primeiro grau e se reconectar às pessoas apenas para dizer oi. (Dessa forma, se você precisar contatá-los sobre sua procura de emprego, não será a primeira vez em anos que eles terão notícias suas.)

    Reprodução/LinkedIn

  • Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

    O recurso de stories do LinkedIn permite que você compartilhe vídeos curtos e fotos que ficam na plataforma por 24 horas. Este recurso está disponível apenas na versão do aplicativo móvel do LinkedIn. A nova opção é o recurso de deslizar para cima que leva o usuário para qualquer coisa a que você tenha vinculado sua história — por exemplo, um site.
    Os consultores podem compartilhar histórias de projetos em andamento ou resultados recentes e vincular ao site da empresa. Quem procura emprego pode apresentar um certificado recebido recentemente e, em seguida, adicionar um link direto para seu site pessoal ou currículo.

    NurPhoto/Getty Images

  • Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

    Idealmente, todo o networking e branding que você faz online levam a oportunidades na vida real. Se uma conexão começar no LinkedIn, você pode trocar mensagens e levá-la a um nível superior em uma conversa online. Pensando nisso, pode vincular seu LinkedIn a uma plataforma de reunião virtual e ir direto para essa reunião. Atualmente, a plataforma está vinculada ao Microsoft Teams, BlueJeans e Zoom, então você precisa ter uma dessas contas para aproveitar esse recurso.
    A capacidade de entrar em uma reunião é um ponto positivo, pois elimina o atrito de agendar uma data futura e elimina o tempo de espera. Lembre-se de que, se estiver falando com um recrutador ou possível empregador, você pode querer um tempo para se preparar. Aproveite essa ferramenta apenas se você estiver pronto para dar o seu melhor.

    Reprodução/LinkedIn

  • Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

    Você tem 10 segundos de áudio que pode gravar e postar com seu nome. Este recurso só pode ser configurado na versão móvel do LinkedIn, não no desktop. Não foi um dos novos recursos mencionados no evento, mas aprendi sobre isso por meio da especialista em apresentação em público, Katie Karlovitz.
    Como ela demonstra em seu áudio, você pode usar esses segundos, não apenas para anunciar a pronúncia correta de seu nome, mas para fornecer informação sobre você. Seu tom e o que você decide incluir também revelam sua personalidade.

    Reprodução/LinkedIn

Essa hashtag pesquisável também pode aparecer como um quadro ao redor da foto do seu perfil. Na seção superior do seu perfil, na opção “Buscando”, aparecerá as opções “Encontrar um novo emprego” ou “Contratar”.

Na primeira, ao adicionar “preferências de vaga”, pode selecionar que todos os usuários da plataforma vejam que está procurando emprego, adicionando, automaticamente, o selo #OpenToWork.

De acordo com o LinkedIn, mais de 5 milhões de perfis apresentam essa moldura de foto, e esses perfis têm, em média, 40% mais InMails de recrutadores e 20% mais mensagens da comunidade do LinkedIn.

Esse recurso provavelmente não é o único motivador por trás do aumento da atividade e, como o LinkedIn compartilhou um resultado médio, não significa que todos os perfis apresentaram desempenho aprimorado. No entanto, essa opção é gratuita e fácil de implementar.

Se você não se reconectou com todos em sua rede para informá-los sobre sua pesquisa, esta é uma maneira abrangente de alcançar pessoas que você ainda não contatou, bem como pessoas que você esqueceu.

Se você é um consultor ou está em um emprego temporário, mas idealmente procurando por um emprego interno em tempo integral, a tag #OpenToWork pode indicar a possíveis empregadores e recrutadores que você está procurando ativamente, mesmo se seu perfil mostrar que você está empregado.

  1. Siga FORBES Brasil nas redes sociais:
Leia também:  Como Se Chama O Estreito Que Separa A África Da Europa?

Saiba como colocar no LinkedIn que você está procurando emprego

O LinkedIn (Android | iOS | Web) é a conhecida rede social de negócios onde seu perfil social também é seu currículo. Através do aplicativo, você poderá encontrar vagas de emprego, fazer novas conexões e ficar por dentro de notícias e oportunidades em seu feed.

Mas se você está a procura de novas oportunidades ou começando sua carreira profissional, você pode ativar a opção “Estou procurando emprego” em seu perfil. Esse recurso de optimização de buscas da plataforma, exibirá seu perfil para empresas e recrutadores com mais frequência. Veja como colocar ativar esse recurso no LinkedIn nas próximas linhas.

O seguinte tutorial foi realizado através do aplicativo oficial do LinkedIn que está disponível para dispositivos (Android | iOS).

Como exibir em seu perfil que você está procurando emprego 

Passo 1: na página inicial do LinkedIn, toque no menu lateral para acessar opções adicionais;

Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin? Acesse o menu lateral – (Captura: Canaltech/Felipe Freitas)

Passo 2: em seguida, toque em visualizar perfil;

Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin? Então toque em “Visualizar perfil” – (Captura: Canaltech/Felipe Freitas)

Passo 3: na descrição de seu perfil, você verá a opção de demonstrar aos recrutadores que você está a procura de vagas, então toque em “Comece já”;

Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin? Toque em “Comece já” – (Captura: Canaltech/Felipe Freitas)

Passo 4: por fim, basta definir:

  • Qual cargo você está procurando;
  • Onde deve ser a localidade da vaga;
  • Qual a data de início;
  • Qual é o tipo de vaga que você procura;

Após ter configurado para quais vagas seu perfil será exibido, toque em “Adicionar ao perfil”.

Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin? Toque em “Adicionar ao perfil” para concluir – (Captura: Canaltech/Felipe Freitas)

Pronto! Agora você sabe como colocar no seu perfil do LinkedIn que você está procurando vagas de emprego.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

Preencher o LinkedIn quando não estiver Trabalhando: 4 DICAS

  • Preencher o LinkedIn quando não estiver trabalhando: veja algumas dicas para se sair bem.
  • Quando um ciclo em uma empresa se encerra, você acessa seu LinkedIn, desmarca a opção “Este é o meu cargo atual” e completa inserindo a data.
  • Todos nós já passamos por isso, seja para aproveitar uma oportunidade melhor, ou porque nossos objetivos se desencontraram com o da empresa.

Mas a questão é que quando você não está trabalhando, fica aquele “buraco” de tempo no currículo e principalmente no LinkedIn.

E agora? Como preencher o LinkedIn quando não estiver trabalhando?

  1. É importante não parecer que está DESESPERADO por trabalho.
  2. Mas fique calmo, pois no post de hoje darei algumas dicas para que isso não aconteça.
  3. Se você está desempregado, pretende se desligar da sua empresa ou prevê que será desligado, continue lendo para saber como ajustar o seu LinkedIn.
  4. • Erros Clássicos que você não pode cometer no seu LinkedInA Principal dica para Conseguir Emprego após os 40 anos
  5. • As 3 formas de procurar emprego no LinkedIn

Avise que está buscando recolocação

Serei bem direto: você não só pode como deve informar para os recrutadores que está buscando novas oportunidades. Senão eles nunca ficarão sabendo.

A questão principal é como e o quanto informar.

Edite as informações principais do seu perfil (nome, cargo, localização), aquelas que ficam bem no topo.

Você vai perceber que existe o campo título. Ele é um dos principais campos do seu perfil, pois é através dele que a busca do LinkedIn vai descobrir com o que você trabalha e mostrar seu perfil para os recrutadores.

Nesse campo, você pode inserir:

  • “Buscando recolocação”
  • “Buscando recolocação no mercado”
  • “Buscando novas oportunidades”
  • Essa é uma boa forma de preencher o LinkedIn quando não estiver trabalhando.
  • Preste bastante atenção na próxima dica, pois ela complementa essa.

Como Dizer Que Estou Procurando Emprego No Linkedin?

  1. Um alerta à dica anterior é não remover a área de interesse do título.
  2. Isso serve para facilitar o trabalho dos recrutadores, pois dá uma visão geral do seu perfil de forma rápida, e evita que eles tenham que ler todas as suas experiências profissionais.
  3. Por fim, coloque a frase de recolocação no final entre parênteses.
  4. Veja um exemplo:

Siga a WK nas Redes Sociais

  • LinkedIn
  • Instagram

Como Informar que Esta "Buscando Recolocação" no Linkedin –

  • Flares LinkedIn 0 Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email — Flares ×
  • Hoje conseguimos comunicar de formas mais inteligentes e flexíveis esse momento de transição de carreira.
  • Por exemplo, hoje o Título Profissional é independente da posição que você ocupou no último cargo e no post passado essa era uma das melhores opções para você comunicar isso ao mercado, talvez até pela falta de opção.
  • O que continua valendo do último post sobre o assunto:
  • Não crie uma nova experiência para comunicar isso; ✓
  • e desmarque a opção “Trabalho aqui” da sua última experiência. ✓

O polêmico termo ❝Buscando Recolocação❞: ✓ ou ✗?

Com bastante frequência ouço dos meus clientes de Consultoria de Marketing Pessoal para perfil no LinkedIn e dos queridos leitores desse blog, que não querem utilizar esse termo em seus perfis, pois o consideram inadequado, muito batido, utilizado sem moderação e têm receio de que acrescente valor negativo ao perfil.

Ok, posso até concordar com todas essas opiniões, e concordo. Inclusive, prefiro variações muito mais criativas e atraentes com o mesmo sentido. Logo abaixo colocarei alguns pontos negativos e positivos de usar esse termo em seu perfil para você analisar.

Pontos positivos

É o termo mais comum e o mais utilizado em buscas por perfis. As outras variações, com exceção do termo ❝Em transição de carreira❞ , são pouco buscadas justamente pelo volume estar concentrado nos dois citados acima.

Os RHs recrutadores e headhunters não têm interesse em recrutar apenas quem está “buscando recolocação” (é muito importante que TODOS entendam isso), mas dependendo das necessidades da vaga, esses profissionais podem ser mais atrativos dos que os que estão empregados.

Quais necessidades?

  • Maior disponibilidade de agenda para participar de processos urgentes;
  • Maior disponibilidade para começar imediatamente em processos urgentes;
  • Redução do orçamento para novas contratações.
    • Sim, os profissionais empregados tendem a conseguir barganhar salários maiores, pois se a proposta não valer muito a pena, muitos preferem não arriscar sair do atual emprego.

Pensando nisso eu oriento meus clientes a utilizarem o termo ❝Buscando Recolocação❞ no campo Resumo do perfil (dependendo do caso, com mais ou menos destaque). Desta forma aumentamos suas chances de serem encontrados.

Ao mesmo tempo, utilizar termos mais atrativos no Título Profissional, que é aquele que vai aparecer logo abaixo do seu nome (1) nas Buscas, já te apresentando para a pessoa que vai – ou não – decidir clicar em seu perfil para saber mais sobre você; (2) na Página Inicial quando você divulgar, curtir, ou comentar algum conteúdo.

Resumindo o ponto positivo: É importante ter esse termo mencionado em seu perfil, mas existem diversas maneiras para fazer isso.

Leia também:  Como E Que Se Faz Filhos?

Ponto Negativo

É um termo utilizado pela grande maioria e que não traz diferenciação para seu perfil. Além disso, é muitas vezes mal utilizado e já carrega em si uma imagem negativa.

Mas isso é um pré conceito: Livre-se dele para atingir melhores resultados.

Se um cliente de Coaching trouxesse essa crença em uma de nossas sessões, eu poderia facilmente considerá-la uma crença limitante para o atingimento de suas metas e deveria fazer o enquadramento dessa crença para enfraquecê-la.

Resumindo:

Não se limite, mas também use o termo com inteligência e flexibilidade, o que nesse caso seria: utilizar melhor todos os campos do seu perfil que alimentam as buscas e pesquisas realizadas dentro do LinkedIn.

Caso necessite de apoio profissional, utilize o formulário abaixo deste post.

O que você precisa saber?

  • Os 5 campos do LinkedIn que alimentam as buscas: Nome, Título, Resumo, Experiência profissionais e competências.
  • Para melhorar suas chances de ser encontrado, você deve utilizar todas as palavras-chaves que definiu para você, incluindo o termo “Buscando Recolocação”  ou “Em transição de carreira” diversas vezes.
  • Ainda para melhorar suas chances, você deve investir em todos os campos do seu perfil para ganhar a atenção daquele que resolver entrar em sua página, certo? Ou seja, além de direcionar o clique você deve entreter quem clicar e conseguir converter isso em um contato.

 Qual é a melhor maneira, então?

✓ Faça um Título impactante, com todas as dicas da nossa série: utilizando palavras-chaves que te diferenciam; deixando claro em que área você atua (Marketing, Finanças, etc.); sinalizando, do jeito que preferir, que está aberto a novas oportunidades.

  1. Exemplos de Títulos 
    ► Buscando Recolocação como Controller
    ► Buscando Recolocação na área de Marketing
    ► Avaliando novas oportunidades de carreira
    ► Em transição de carreira
    ► Avaliando meu próximo grande desafio
    ► Em busca de um novo desafio
  2. ► …
  3. ✓ Cite o termo “Buscando Recolocação” ou “Em transição de carreira” (+ todas as palavras-chaves da sua carreira) no Resumo do seu perfil, o máximo de vezes que conseguir, dentro do contexto.
  4. Exemplos para iniciar o campo do Resumo:
    ► Desde Agosto buscando recolocação na área…
  5. ► Atualmente buscando recolocação no mercado e dispostos a aceitar desafios enriquecedores na área…
  6. Exemplos para finalizar o campo do Resumo:
    ► Buscando recolocação e disponível para entrevistas.
    ► Estou buscando recolocação no mercado e, por isso, me coloco a disposição para conversarmos sobre oportunidades na área…
  7. ► Mais do que buscando recolocação, hoje busco um desafio para alavancar minha carreira e agregar valor aos meu conhecimentos.
  8. ✓ Pode usar o termo novamente no cargo da sua última experiência:
  9. Exemplos:
    ► Diretor Financeiro | Buscando Recolocação
  10. ► Gerente de Recursos Humanos | Em transição de carreira
  11. ✓ Você ainda pode melhorar suas chances de ser encontrado em buscas por esse termo se adicioná-lo no campo descritivo de sua última experiência.
  12. Exemplo:
    ► Atualmente buscando recolocação (ou qualquer variante dessa frase).

Com isso, você terá aumentado significativamente suas chances de aparecer nas buscas dos recrutadores e dos RHs e não necessariamente deixou seu perfil desinteressante. Use a criatividade. 

Está procurando emprego?

#Internet #emprego #redes sociais

O LinkedIn é a rede social favorita das empresas que estão em busca de novos talentos. Uma comunidade 'online' com mais de 500 milhões de usuários que conecta profissionais e empresas de todo o mundo. Com certeza, você já utiliza o LinkedIn para procurar emprego, mas você está, de fato, tirando o maior proveito dele? Aprenda a melhorar sua presença com dicas práticas.

LinkedIn, a rede social favorita das empresas que estão em busca de talento.

O mundo se move por contatos. Se você está ou já esteve procurando por emprego alguma vez, você deve saber como os relacionamentos interpessoais são importantes e necessários.

É o que hoje conhecemos como networking, atualmente responsável por preencher 85% dos postos de trabalho nas empresas, de acordo com Lou Adler, presidente de uma empresa de consultoria americana de recursos humanos.

Esse dado, somado ao fato de que, pelo menos, 90% das pessoas recorrem à Internet para procurar emprego, é uma boa razão para você se sentar e analisar como melhorar o currículo no LinkedIn, a maior rede profissional do mundo.

Sua marca pessoal, a impressão que você deixa nas pessoas que o cercam, acabam atraindo o olhar dos recrutadores das empresas para seu perfil do LinkedIn. Dessa forma, não basta esperar. É preciso se destacar e saber se vender. Uma tarefa que não é tão complicada. Basta analisar um pouco, organizar as ideias e aplicar esses cinco elementos.

DEFINA SUA ESTRATÉGIA

Em primeiro lugar, é necessário ter um plano. Defina objetivos claros, razoáveis e mensuráveis. Se você estiver procurando emprego, faça um balanço de quantas empresas, responsáveis por recursos humanos ou influenciadores de sua área se interessam por você e seus conteúdos.

Analise seus pontos fortes e fracos. O que você destacaria e melhoraria em si mesmo. É especialista em algo? O que o diferencia dos demais? O que mudaria de suas experiências de trabalho anteriores?

Entre em contato com usuários relevantes de sua área, adicione eles à sua rede de conexões, desperte seu interesse e ganhe sua confiança. Finalmente, observe outros perfis do LinkedIn para aproveitar ideias. A inspiração quase nunca chega sozinha.

CRIE SEU PERFIL DE LINKEDIN

Quando definir sua estratégia, você deverá implementá-la. Preencha todas as seções, não deixe nenhuma sem completar.

  • Coloque uma foto e descreva seu cargo atual ou mais recente. A imagem deve projetar uma imagem profissional, mas natural e próxima. Escolha bem a roupa, sorria e olhe nos olhos.
  • Preste atenção ao resumo. Não faça um mero resumo nem repita o mesmo texto do currículo. Recomendamos utilizar técnicas de storytelling ou faça uma apresentação por meio de um vídeo onde, além de falar de si mesmo, seja possível ver seu potencial. Destaque seus méritos profissionais, mas não esqueça de exaltar as qualidades e os valores que o definem como pessoa.
  • Relate suas experiências. No currículo deve constar o mais relevante de sua vida profissional, vá diretamente ao assunto. As listas com pontos ou tracinhos facilitam a leitura na tela.
  • Adicione aptidões e validações. Descreva suas habilidades e peça a seus contatos para validá-las. Ganhará credibilidade.
  • Solicite recomendações. Chefes, colegas, clientes satisfeitos etc. As recomendações são fundamentais para os recrutadores das empresas.
  • Descreva suas conquistas e parcerias. Se você pertencer a uma entidade relevante de seu setor ou tiver algum mérito profissional, destaque esses fatos. Isso dará prestígio a você.

APLIQUE O SEO AO SEU PERFIL

O SEO é a otimização de seu conteúdo para que esteja bem posicionado nos buscadores proporcionando mais visibilidade ao perfil. Por isso…

  • Revise sua configuração. Certifique-se de que seja público e tenha assinalada a opção de receber propostas de emprego.
  • Personalize o endereço da Internet com seu nome, sobrenome completo e alguma palavra-chave que o defina.
  • Inclua palavras-chave

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*