Como Dizer Ao Chefe Que Esta Insatisfeito?

Listen to this article

E conversar com o chefe é sempre um momento de tensão. Nunca se sabe quando ele estará disposto a ouvir, a demitir, ou se nos dar a devida atenção enquanto funcionários.

Mas a imagem dos chefes tiranos faz com que profissionais com anos de experiência não consigam se reportar ao seu chefe de forma natural e sem sentir as pernas bambas.

No entanto estender a relação de patrão e funcionário para um patamar onde exista diálogo.

E abertura para discussão de problemas de forma saudável. Porque é algo que garante benefícios tanto para o chefe quanto para os funcionários e o desenvolvimento da empresa.

  • Mas estabelecer uma boa linha de comunicação com seu o chefe é fundamental para sua vida profissional.
  • E abrir essa porta para o diálogo com o seu chefe possibilita mostrar suas ideias e fazer com que ele perceba seu nível de profissionalismo.
  • Só que o comprometimento e conhecimento em relação à empresa, fazendo com que você tenha mais espaço e possa explanar inclusive suas insatisfações com relação a inúmeras situações que surgem no decorrer de um dia de trabalho.

E para chegar a um nível saudável de convívio e troca de experiência entre você e seu chefe, é necessário seguir alguns métodos. Mas facilitarão a proximidade com o seu ele.

Mas comece mostrando que é um bom profissional e o quanto é comprometido. E aos poucos, seu chefe perceberá que você faz diferença na empresa, e que o seu trabalho tem grande valor e merece reconhecimento.

Mostre autoconfiança

Porque ao falar com seu chefe mantenha uma postura firme. Mostre que tem propriedade no que está falando, não se deixe abalar por pequenas críticas. 

  1. E mesmo que sejam críticas mais ácidas saiba manter a postura de um profissional que sabe a qualidade do trabalho que oferece.
  2. Só dessa forma seu chefe perceberá em você a segurança que os bons profissionais têm, pois não perde a estabilidade facilmente.
  3. E além disso a sua importância começa a ter um peso considerável e reduz ainda mais um motivo ou fase que possa levar a empresa a fazer cortes.
  4. Porque muitas vezes o motivo que leva o profissional a ser demitido acaba sendo inviável por causa da importância que o profissional representa para empresa.
  5. E o fato de se mostrar como uma pessoa autoconfiante mostra ao seu chefe que você é uma pessoa segura do trabalho que está realizando. 
  6. Mas embora possam surgir inúmeros problemas e contratempos você tentará ao menos resolvê-los.
  7. Só que sabe que tem potencial e é responsável quando o assunto é o seu trabalho.

Assuma seus erros, e mostre soluções

E é extremamente importante saber ouvir as críticas do seu chefe em relação á um trabalho que ele considera mal executado. Ou que de fato você não conseguiu finalizar como gostaria.

  • Porque mesmo não gostando de ouvir criticas, procure manter-se firme.
  • Com o propósito de mostrar que é um profissional consciente das suas falhas, mas que está disposto a concertá-las.  
  • E ao estabelecer um diálogo com seu chefe mostre á ele o quanto você é um profissional comprometido em dedicar a empresa o seu melhor.

Se for necessário disponha-se a refazer o trabalho. Isso mostra que enquanto profissional está sempre em busca de tornar-se melhor. 

Porque além do fato de ficar evidente que leva o seu trabalho a sério e preocupa-se com as necessidades da empresa.

 Mostre profissionalismo

E manter um contato frequente com seu chefe faz com que você consiga chegar nele antes dos problemas, dessa forma todas as dúvidas podem ser esclarecidas antes que o caos se estabeleça.

Mas demostre ser um profissional sério, ao falar com o seu chefe. Pré-estabeleça tudo que você considera relevante abordar junto com ele.

E preocupe-se em transmitir as mensagens de forma clara. Saiba expressar tudo que for necessário para que não fiquem dúvidas.

Mas não faça reclamações inconvenientes sobre os seus colegas e nem tente justificar os seus erros com justificativas apelativas.

 Converse com o seu chefe se estiver insatisfeito

  1. Só que ao invés de viver reclamando em casa ou com os colegas de trabalho pela falta de reconhecimento.
  2. E inclusive baixando sua produtividade por conta da insatisfação constante no seu local de trabalho e a forma como as coisas funcionam.

  3. Porque é melhor conversar com o seu chefe e esperar que ele compreenda sua situação, do que viver reclamando pelos cantos.
  4. E o que pode até queimar a sua imagem, o que já vinha construindo com o seu chefe e toda situação acaba justificando ser demitido se a situação não venha reverter ou saiu do controle.

Sim, para muitas pessoas é assustador falar com o chefe. Mas pode acreditar, ser demitido por não tentar é muito pior.

E além do mais, ele também faz parte da equipe de trabalho e enquanto administrador ou dono do negócio deve pensar no bem estar de todos para os seus próprios negócios.

E então desmitifique a ideia de que todo chefe é um tirano e exponha á ele a sua insatisfação. Logicamente que você vai conversar de forma madura, propondo modificações pertinentes para que o seu trabalho torne-se mais eficaz.

Porque essa conversa também pode servir para que você tome coragem e peça o aumento que deseja há tanto tempo.

E é muito diferente de correr o risco de ser demitido. Só por não ter uma postura firme. Pode ter certeza que mais vale a pena, correr o risco de receber um aumento! Porque caso contrário nunca saberá da resposta!

Veja Também: Medo, Saiba Como Enfrentar Seu Medo No Dia A Dia

Como Dizer Ao Chefe Que Esta Insatisfeito? A pandemia decorrente do Covid-19 mudou, absolutamente, a rotina das pessoas, em fim o home office que era para poucos, …Leia Mais
Como Dizer Ao Chefe Que Esta Insatisfeito? Mudar a rotina com a avalanche do corona vírus foi desafiador, visto que deixar de sair para trabalhar fora e …Leia Mais

Dia do Chefe: como falar com o seu gestor sobre algo que te incomoda?

O primeiro passo para uma relação saudável entre chefe e funcionário é o respeito.

É comum que a pessoa que exerça algum cargo de chefia em uma empresa dê feedbacks, especialmente negativos, aos seus funcionários.

Mas quando a situação é inversa, e o funcionário é que precisa dar um feedback ao seu gestor, as coisas podem fluir negativamente se os cuidados necessários não forem tomados. 

Nesta quarta-feira, 16 de outubro, é celebrado o Dia do Chefe, ou “Boss's Day”, como é conhecido internacionalmente. A Catho, empresa multinacional de recrutamento on-line, sugere o uso de uma ferramenta on-line através da qual os funcionários podem enviar um feedback de forma lúdica e anônima aos seus chefes, o Feedback On-line Delivery.

Basta selecionar qual presente virtual você gostaria de enviar ao chefe. Depois, escolher o feedback que quer para personalizar o presente e, por fim, inserir o nome e e-mail do destinatário. São três opções de presentes virtuais para o feedback anônimo delivery:

  • Para acordar e sair desse pesadelo, a pessoa pode enviar uma caneca com duas opções de frases: “Chá de sumiço / para afastar seu mau humor” e “Chá de memória / para lembrar da promoção prometida”.
  • Para aquele chefe nem um pouco suave, uma opção é o vinho seco virtual com duas diferentes frases: “GRATIDÃO / beba SEM moderação” e “Onde há parceria / o resultado vem em dobro”.
  • Por fim, para uma chave capaz de abrir uma melhor experiência no trabalho, nada melhor que o chaveiro com as frases “#Partiu / abrir a mente para outras opiniões?” e “Chave do reconhecimento / liberte os elogios”.

Pixabay / N/A

Como Dizer Ao Chefe Que Esta Insatisfeito?

Mas é possível ter este diálogo – que pode parecer “tabu”, especialmente para o funcionário – cara a cara, e sem risco de perder o emprego ou sofrer represálias. É o que explica a gerente sênior da Catho, Bianca Machado. 

“Uma dica para que esta relação entre chefe e funcionário seja saudável é a ocorrência de reuniões de alinhamento de forma periódica, com avaliações constantes e feedbacks.

Há uma prática interessante que é individual, na qual o colaborador e seu líder imediato podem, de forma semanal ou quinzenal, alinhar seus pontos.

Acredito que para esta relação ser saudável, o feedback não deva ser um fato isolado e, sim, uma construção, como no caso destas reuniões periódicas”, relata. 

Geralmente, o chefe é quem convoca estas reuniões, deixando assim, o espaço aberto para os colaboradores falarem. Mas também é possível que a iniciativa de falar sobre algo relacionado ao chefe ou à empresa parta do funcionário, desde que sejam tomados alguns cuidados. 

Professora nos cursos de gestão em Recursos Humanos (RH) e Administração da Faculdade Promove, a gestora em RH Letícia Corrêa, explica como isso pode ser feito: “Primeiro, o funcionário deve perceber se há espaço para o feedback e, dentro das possibilidades visíveis, deve buscar um bom momento junto ao seu líder para dizer de forma clara o que pensa e como gostaria de ajudar descrevendo alguns pontos ou situações. Mas ele deve fazer isso, claro, utilizando o vocabulário apropriado, sem ofender e sem levar para o lado pessoal”. 

A gerente sênior da Catho, Bianca Machado, dá, ainda, sete dicas para que esta comunicação seja respeitosa e saudável. “O funcionário pode, sim, chamar este feedback de forma respeitosa, anotando todos os pontos sobre os quais queira falar”, adianta. 

Veja abaixo:

1. Dê o feedback de forma privada

Positivo ou negativo, o feedback não deve ser dado em público ou em voz alta. Isso vale tanto para o funcionário como para o chefe. 

  • 2. Observe o melhor momento para o seu gestor
  • Escolha um momento para conversar com o seu chefe que seja mais tranquilo para ele, por exemplo, uma manhã em que ele não tenha reuniões ou um dia em que a agenda esteja menos cheia. 
  • 3. Nunca personifique o feedback

Qualquer feedback deve ser direcionado a uma atitude e, não, a uma pessoa. Não se deve rotular ou generalizar pessoas por suas ações. Por exemplo, ao invés de dizer “você é sem educação”, o ideal é relatar: “aquela frase que você disse na frente de todos fez com que eu me sentisse mal”. 

  1. 4. Anote os pontos que queira abordar
  2. Ao se preparar para uma reunião de alinhamento ou, mesmo, para uma conversa individual com o chefe, é bom anotar os pontos que deseja abordar, para não parecer despreparado ou sem respaldo. 
  3. 5. Nunca faça o feedback induzido pela emoção
  4. Falar de forma exaltada ou emocionada com o chefe sobre algo que não gostou, geralmente, não traz bons resultados. 
  5. 6. Seja cerimonioso
Leia também:  Porque É Que A Lua Funciona Como Um Espelho?

O feedback não deve ser dado em uma situação informal, durante um café, por exemplo. É importante que exista a cerimônia do feedback, por exemplo, uma reunião com o chefe de 30 minutos a uma hora, onde o colaborador pode, de forma respeitosa e harmoniosa, relatar como se sentiu. 

7. Não “deixe pra lá” por muito tempo

O melhor momento para dar um feedback é em dias ou horas próximos a quando a situação aconteceu. Se você for abordar a situação que gerou insatisfação com o chefe, não se deve deixar passar muito tempo da ocorrência para isso, porque corre-se o risco de perder detalhes sobre a situação, gerando incerteza ou insegurança na hora de falar. 

Como o chefe pode motivar os seus funcionários

A gestora sênior da Catho, Bianca Machado, ainda explica que esta relação de respeito entre chefe e funcionário também é de responsabilidade do chefe, já que as atitudes dele é que vão impactar no respeito que o funcionário vai ter, diferente de quando o chefe gera medo. 

“Para motivar alguém, mais do que premiações na empresa, o primeiro passo é conhecer bem os integrantes do seu time. Com isso, o chefe pode desenhar um propósito em comum, que é o segundo passo.

E, em terceiro lugar, para motivar ou inspirar um colaborador, é preciso ter a característica da empatia, se colocar no lugar do outro.

Seguindo estes três pontos é que todas as outras ações, como recompensas, parcerias e premiações poderão funcionar”, recomenda. 

A gestora em RH Letícia Corrêa, reitera, ainda, que é responsabilidade do chefe gerar empatia e um ambiente organizacional saudável.

  “O líder que é sempre acessível, observa, acompanha, percebe a demanda de sua equipe e permite que as pessoas se manifestem, se aproximem para criticar e sugerir novos formatos, cumpre o papel também de um facilitador nestes espaços.

Desta forma, o funcionário se sente confortável, confiante para sugerir, criar e repassar suas ideias”, diz. 

Segundo ela, desta forma, “seus funcionários passar a vê-lo como uma referência e o respeitam, buscando corresponder às responsabilidades delegadas” e a relação entre eles passa a ser “uma troca de conhecimentos, rica e imparcial”, conclui.   

7 Dicas Como Falar com o Chefe sobre Problemas

Saber como falar com o chefe sobre problemas profissionais ou mesmo pessoais, com certeza, é um dos principais desafios dos colaboradores. Assim, além de enfrentar suas dificuldades, o fato de ter que expor uma determinada situação pode causar receios, inseguranças e até mesmo certo constrangimento, nos casos mais extremos.  Dai, surgem algumas dúvidas:

  • – Falar ou não falar com a sua liderança?
  • – Lidar com o problema sozinho ou compartilhar seu dilema com o seu gestor?
  • – Conversar com o líder só em último caso ou ser claro com ele logo que a questão surgir?  
  • – Confiar em seu gestor ou agir de forma independente?

Estes são exemplos de indecisões frequentes e totalmente normais neste contexto, pois quando temos um problema que interfere em nosso trabalho, o medo de não ser entendido e acolhido pelo chefe, pode acabar fazendo com que o funcionário esconda qual é a sua verdadeira dificuldade. Na prática, ao invés de evitar mais um problema, pode só piorar a situação.

Descubra como tornar sua comunicação melhor e mais assertiva!Acesse meu eBook e saiba como O Coaching pode te ajudar a desenvolver!

7 Dicas de Como falar com o Chefe sobre Problemas

Mas afinal, como falar com o chefe sobre as suas dificuldades? Como abordar a situação de maneira assertiva? É o que vamos ver a seguir. Continue lendo e saiba mais:

Reflita antes de falar –

Antes de tudo é importante que você avalie sua relação com seu gestor, qual é o perfil dele e veja se é possível compartilhar seus problemas sem que isso agrave ainda mais a situação. Digo isso porque infelizmente existem muitos gestores que não são abertos a ajudar seus funcionários e que são focados apenas nos resultados e não nas pessoas.

Se este for o caso do seu chefe, o melhor a fazer é refletir e buscar alternativas como, por exemplo, conversar com o setor de Recursos Humanos, explicar a situação e pedir orientações destes profissionais.

Haja com Honestidade –

Quando for contar seu problema para seu chefe, não haja de modo parcial, ou seja, guie-se pela honestidade, não conte nada pela metade ou omita dados importantes que podem ajudar seu gestor a entender melhor sua situação e a tomar uma decisão justa e acertada.

Seja sempre honesto e exponha sua questão, os efeitos disso em seu trabalho, vida pessoal ou mesmo saúde, e peça seu apoio nesta jornada. Além de evitar que seu líder saiba de seus problemas por terceiros, isso dá a chance dele ouvir de você o que realmente está acontecendo e evita fofocas e qualquer mal entendido.

Peça ajuda do chefe para resolver a questão –

Ao conversar com seu chefe não use a estratégia do “coitadinho”, apresentando seus problemas e esperando dele compadecimento. Seja profissional, maduro e emocionalmente inteligente. Portanto, busque do seu gestor o apoio e a ajuda que busca para resolver suas dificuldades, porém, sempre focando na resolução e não na problemática.

Você é feliz?

Como Dizer Ao Chefe Que Esta Insatisfeito?

Esta atitude vai demonstrar que você confiança em seu líder e que, ao compartilhar com ele suas dificuldades, que acredita que ele realmente pode lhe ajudar a resolver a situação.  Por fim, aproveite estas dicas e, em casos de contratempos, tome a decisão que for mais acertada para você.

Marque uma reunião

Está inseguro e não sabe de que forma chegar no seu chefe para tentar resolver o problema? Marque uma reunião para falar com ele pessoalmente e em particular.

Quando o problema é com algum colega que tem mais tempo de trabalho e mais lastros com a empresa do que você, poder ser mais difícil essa abordagem mas não postergue essa conversa. A melhor maneira de resolver tudo isso é pedir ajuda para seu chefe imediato.

Dessa forma a abordagem fica mais leve, sem imposições e o seu supervisor irá enxergar isso como um pedido de ajuda, uma forma de respeitá-lo e cumprir com a hierarquia que existe e deve ser respeitada em todo o ambiente de trabalho. 

Dê soluções durante a conversa

Cuidado para não se tornar o “reclamão”. Antes de começar o assunto com seu chefe, tente identificar soluções para resolver o problema.

Se cololar na posição de vítima do problema já é uma estratégia conhecida e adotada por muitos colaboradores, principalmente os mais fracos e sem razão, por isso, preocupe-se no que pode ser feito para resolver as animosidades entre você e seu colega de trabalho que não está se afinando com você. 

Pense no que pode ser feito para melhorar o ambiente ou a situação problema, dê sua opinião e ouça o que seu chefe tem a dizer. Seja muito sincero, ouça com atenção, tente focar na solução. 

A comunicação eficaz é essencial para que a organização possa alcançar melhores resultados. Quer saber ainda mais sobre? Assista meu vídeo abaixo.

Seja objetivo e profissional

Ser o mais profissional possível na hora de conversar com seu chefe sobre o quê ou quem te incomoda no trabalho. A melhor coisa é ser o mais breve e conciso possível. Reflita bem antes de começar a falar.

Evite falar de fofocas, seja profissional. Não aborde questões pessoais da outra pessoa. Se estiver sendo alvo de críticas e comentários indelicados e ofensivos, isso sim, tem que ser informado. Mas faça com muito profissionalismo.

Cuidar para que isso não se vire contra você mesmo. 

Escolha a hora certa

Você, mais do que ninguém, sabe que falar com o chefe quando ele está cheio de problemas no trabalho para resolver, não é uma boa pedida. Por isso, escolha o melhor momento para fazer isso.

É claro que você não vai conversar com seu chefe sobre problemas importantes como esse no intervalo de trabalho, ou na hora do cafezinho. É preciso escolher o momento onde ele esteja de cabeça fria, bem tranquilo.

Pode ser marcado até um café fora do ambiente de trabalho para isso, mas cuidado para não errar num momento tão importante para você e isso for motivo para potencializar ainda mais o seu problema. 

Se for falar com o seu chefe, não faça dele um muro de lamentações. Caso decida compartilhar com ele, seja honesto, claro e busque a ajuda que precisa para superar seus reveses e voltar a ficar tudo bem! Aproveite as dicas e boa sorte!

Copyright: Gaudilab/Shutterstock

*Esse conteúdo não é fonte para veículos jornalísticos ou matérias para imprensa, para utilização ou referência por favor entre em contato conosco.

Tem dúvidas sobre o que dizer ao chefe na hora do feedback? Veja dicas

Como Dizer Ao Chefe Que Esta Insatisfeito?Ambiente de trabalho (Foto: Reprodução/TV Globo)

As avaliações de desempenho (feedbacks) não devem ser uma conversa de mão única. Além de saber o que o gestor pensa sobre o seu trabalho, o profissional pode aproveitar o momento de forma mais produtiva.

  • A reunião pode ser a hora de iniciar, por exemplo, o planejamento da carreira e a definição das metas do funcionário no futuro.
  • Segundo Jacob Shriar, da revista digital Real Business, o gestor quer conversar como empregado e ouvir ideias e posicionamentos.
  • É importante lembrar que os empregados são parte do time, e o que a empresa espera é o crescimento e o desenvolvimento de todos.

saiba mais

  • Veja 10 atitudes que podem atrasar sua carreira profissional

Veja 7 coisas que você pode dizer ao chefe na hora do feedback:

1) O que você quer parar (ou começar) a fazer O ambiente é propício para críticas, por isso certas posições serão melhor recebidas. Como o chefe vai falar o que ele quer ou não, o profissional também pode se sentir livre para fazer o mesmo. A atitude passa a impressão de proatividade.

2) Quais são os seus objetivos Empregadores gostam de ver seus funcionários se esforçando para alcançar um objetivo e crescendo profissionalmente. Os líderes inteligentes entendem que um empregado que está crescendo será mais engajado e produtivo, o que representa um ganho para a empresa.

É importante que o profissional defina metas pessoais a serem alcançadas. O chefe pode ajudar a definir um ponto de referência para que o funcionário veja se está perto ou longe das suas metas na próxima reunião de avaliação.

Leia também:  Como Esconder As Pessoas Que Sigo No Instagram?

3) Você está feliz? Esta é provavelmente a coisa mais importante a dizer ao chefe, caso ele não pergunte. A felicidade do empregado está diretamente relacionada ao envolvimento do funcionários com a empresa, e um líder inteligente deve questionar isso.

4) Coisas que você quer aprender Diga ao gestor novas habilidades que você quer ter ou coisas novas que quer aprender. É possível que a empresa possa ajudar por meio de cursos subsidiados ou oferecendo tempo para a busca dessas coisas.

Líderes inteligentes devem entender que o crescimento pessoal e profissional é importante, e se, por exemplo, o funcionário quiser aprender a tocar guitarra, a empresa deve ajudar e incentivá-lo a fazer isso. Líderes devem saber que, quando o profissional está feliz em sua vida pessoal, isso passa para a profissional.

5) Qual é o futuro da empresa e qual o seu papel Essa pergunta deveria ser feita em todos os feedbacks, porque o funcionário pode conhecer como o empregador vê o futuro da empresa a longo prazo.

O empregado também pode explicar em qual posição gostaria de estar no futuro. Isso mostra que ele deseja crescer e que tem uma visão de longo prazo, assim como a empresa.

6) Inovações que você gostaria de tentar O feedback é um bom momento para refletir como processos e projetos atuais podem ser otimizados. Assim, se o funcionário tiver uma ferramenta ou uma ideia nova, essa é a hora de falar com o chefe.

7) Obter informações O ideal é usar essa oportunidade para obter o maior número de informações possíveis com o gestor. Os profissionais que realmente desejam crescer devem estar abertos e aceitar críticas.

Como falar com seu chefe sobre insatisfação?

Em um mundo ideal, o nosso trabalho seria desafiador, envolvente e gratificante o tempo todo. Mas, como eu tenho certeza que você já está ciente de que nem sempre é o caso. Às vezes é necessária uma mudança drástica, como encontrar um novo emprego.

Outras vezes porém, só é preciso um pequeno empurrãozinho para colocar a sua carreira de volta no caminho certo para a satisfação profissional. Então, como exatamente se faz isso? De uma maneira incrivelmente simples: diga ao seu chefe que você não está feliz.

Provavelmente você não confia tanto no seu chefe, ou acha que ele não vai ouvir suas insatisfações. Mas entenda que às vezes, o seu superior não têm ideia de que seus empregados não estão amando totalmente o trabalho. E, se você fizer isso direito, você e seu chefe vão agradecer por você ter se manifestado sobre a insatisfação. Basta saber fazer do jeito certo.

Carta de insatisfação no trabalho: faça uma lista

Listas ajudam a organizar seus pensamentos, e proporcionam uma boa estrutura de tópicos para discussões difíceis. Você verá que elas são especialmente úteis quando você decidir abordar o seu chefe para que ele saiba que você não está amando totalmente o seu trabalho.

Comece a anotar tudo, de coisas grandes a pequenas, que te fazem se sentir mal a cada dia. Pode ser uma mudança de escritório, uma equipe com a qual você não se dá bem, falta de suporte do seu supervisor.

O importante é listar tudo que possa estar te deixando insatisfeito para depois ir filtrando o que for mais importante e cortando da lista coisas pequenas que geralmente estão te deixando infeliz apenas por conta da insatisfação maior.

A infelicidade no trabalho deve ter uma solução. Você precisa buscar caminhos para comunicar essa insatisfação ao seu chefe, e encontrar da melhor forma possível uma solução para o problema. (Foto: milewalk.com)

Como conversar com o chefe sobre desmotivação? Planeje uma reunião

Nenhum chefe gosta de ouvir o que está errado com o trabalho ou a empresa. Assim, as chances são de que se você simplesmente apresentar a sua lista de coisas que não gosta, seu chefe vai ver suas reclamações como exigências, que muitas vezes ele não poderá atender.

Assim, depois de anotar sua lista, é uma boa ideia para fazer uma nova para discutir com seu chefe. Reveja suas queixas, veja se existem quaisquer temas que fogem do assunto, e resuma o texto.

Por exemplo, se o trabalho faz com que você sempre tenha que almoçar no escritório ou constantemente cancelar planos com os amigos porque você está preso trabalhando até tarde, coloque “manutenção de um equilíbrio entre trabalho e vida saudável” como um dos pontos que você gostaria de discutir. Sempre que possível, tentar enquadrar a sua lista em termos positivos, e dê uma ou mais possíveis soluções em vez de simplesmente reclamações.

Depois de ter sua lista organizada, é hora de marcar a reunião com seu chefe. Agora, você pode ser tentado a correr para o seu chefe e dizer-lhe que você quer falar com ele. Mas, acredite em mim, se você não quer que seu chefe se desespere, não faça isso.

Bosses são condicionados a pensar que algo está terrivelmente errado quando um empregado se aproxima deles e diz: “há algo que eu gostaria de falar com você”.

Em vez disso, tenha uma aproximação mais suave, indo conversar com seu gerente imediatamente após uma reunião de equipe ou depois de conversar durante o lanche na sala de descanso.

Diga que você tem algumas ideias para “melhorar a sua eficiência em um projeto”, ou planos para “elevar o moral” do ambiente de trabalho. Diga que você quer participar, e que você gostaria de agendar um horário para conversar. Agora, o seu chefe está preparado para não só ouvir as suas ideias, mas para compartilhar soluções.

Dê soluções durante a conversa

Enquanto você conversa com seu chefe que você está se sentindo infeliz com o trabalho, você não quer pegar muito pesado, e nem florear demais sua insatisfação. Assim, uma boa maneira de abordar a conversa é casar as suas preocupações com sugestões sobre como resolvê-las de uma forma que seja mutuamente benéfica.

Por exemplo, se sua hora de almoço tem sido reduzida por conta de reuniões de equipe, sugira ao seu chefe para fazer a reunião uma hora mais cedo, o que pode ajudar a manter a equipe focada, já que todos não vão ficar olhando para o relógio enquanto seus estômagos roncam. Mantenha o foco sobre o que você pode fazer para melhorar a situação. Seu chefe vai apreciar a delicadeza das suas sugestões, e entender a mensagem de que sua hora de almoço muito necessária está sendo sacrificada.

Peça conselhos ao seu chefe

Não está totalmente certo de como resolver o problema? Você pode usar a reunião como uma oportunidade para pedir ao seu patrão um conselho.

Digamos, por exemplo, que você não quer estar trabalhando com um outro funcionário devido às piadas de extremo mau gosto que ele faz. Mencione que você está tendo alguns desafios ao trabalhar com o colaborador, e peça sugestões sobre como você pode gerenciar o relacionamento melhor.

Comunique ao seu chefe sobre as táticas que você já tentou, mas não pareceram funcionar e, em seguida, peça para discutir mais algumas ideias.

Aqui você deve fazer com que seu chefe esteja ciente da situação para que ele ou ela possa ajudá-lo a encontrar uma solução, mas nunca torne os comentários pessoais.

A ajuda de seus superiores deve ser solicitada

Isto pode parecer difícil, mas às vezes é exatamente o que você precisa, especialmente se você não está exatamente certo do que é que te deixa para baixo no trabalho.

Deixe o seu gerente saber que não está se sentindo bem, e que você gostaria da ajuda dele para ter sua animação de volta. Mencione a sua lista e comece a conversar sobre o que você tem observado no escritório e no seu papel profissional.

Não se esqueça de perguntar ao chefe também o que você poderia fazer para que o ambiente se tornasse mais produtivo, e o que o chefe espera do seu desempenho profissional.

Mantenha a discussão o mais positiva possível, certificando-se o foco não está no fato de que você está infeliz, mas que você está tentando voltar ao topo novamente. Seu chefe vai apreciar o compromisso, e depois de conversar com você por um tempo, ele ou ela vai ter algumas dicas para oferecer, e ele estará melhor equipado para ajudar a guiá-lo de volta a um lugar feliz.

Nenhum de nós ama nossos trabalhos o tempo todo, mas se você não está feliz na maior parte do tempo, normalmente isso significa problemas. Chegar ao fundo do que está aborrecendo você no trabalho não é fácil, mas com alguma reflexão cuidadosa e discussões honestas com o seu chefe, você vai com certeza voltar a ter prazer no que faz.

Você já esteve infeliz no trabalho? O que fez para mudar essa situação? Como seu chefe lidou com a conversa sobre insatisfação no trabalho?

Assuntos

Insatisfeito com o trabalho? Saiba como negociar uma mudança de cargoDiário da Região

A desmotivação no trabalho é um problema que afeta muitas pessoas. Sentir-se dessa forma leva a perdas no desenvolvimento profissional, a infelicidade e até mesmo a problemas no relacionamento com os colegas de trabalho.

Quando o trabalhador se sente assim, é comum pensar em mudar de emprego. Porém, uma mudança de cargo pode ser o suficiente para que o funcionário respire novos ares, mantendo a estabilidade que já conquistou dentro da empresa.

Para isso, porém, é preciso identificar o que está causando a insatisfação, como explica o especialista em recursos humanos.

“É importante elaborar uma lista com os pontos positivos e negativos, o custo e o benefício da decisão de mudar, e qual o motivo que esta causando a insatisfação no trabalho”, diz.

A dúvida de muitos é como fazer essa transição de maneira ética, preservando a imagem e as relações com a empresa. Confira algumas dicas de como transpor esse momento.

Negocie com o chefe

Antes de falar com seus colegas, é importante conversar com seu chefe, sempre de forma clara e objetiva. Isso faz toda a diferença.

Seja objetivo

Tenha claro quais são seus objetivos e condições de trabalho que envolvem a posição desejada, cultura da empresa, desafios e oportunidade futura.

Demonstre segurança

Ainda que o funcionário demonstre habilidade na função atual e tenha as competências para assumir o papel exercido pelo seu superior, é preciso ter certeza de que conseguirá lidar com a pressão e as novas responsabilidades de sua nova posição.

Leia também:  Como Dizer Aos Pais Que Esta Namorando?

Dedicação

Todo o empenho em desenvolver as competências necessárias para ocupar aquele cargo deve se voltar para se manter nele e entregar os resultados esperados pela empresa que apostou no funcionário.

Venda a sua imagem

É importante que você mostre para a empresa como você será um melhor funcionário em outra função do que naquela em que você está.

Especialize-se

Demonstre que você tem vontade de mudar a sua carreira, pois, dessa forma, suas chances vão aumentar.

Seja grato

Agradeça pela oportunidade e pelo aprendizado. Comunique seus novos dados de contato e mantenha-se sempre aberto e disponível.

Seja gentil com suas escolhas e aceite quando sentir a necessidade de mudar. Mas saiba que essa responsabilidade depende de você, finaliza o especialista.

Se você está pensando em mudar de emprego, clique aqui e confira as oportunidades disponíveis hoje nos Classificados do Diário da Região.

(Colaborou Alana Gabriela)

Como dizer ao seu chefe que você não está engajado

Um dos principais fatores que contribuem para o desengajamento dos funcionários é uma liderança ruim. O problema é que, muitas vezes, o chefe não sabe disso, pois o feedback negativo é raro.

Raramente, os funcionários sentem liberdade para falar o que pensam e serem honestos com seus líderes.

E, como consequência, os funcionários ficam desengajados, a performance cai e os chefes permanecem com a mesma postura.

Para ajudar a resolver esse problema e ter uma conversa franca com seu chefe sobre seu nível de engajamento, veja quatro maneiras de iniciar o assunto e comunicar sua insatisfação de forma positiva e que transmita seu interesse em fazer com que as coisas melhorem:

“Eu preciso de sua ajuda para atingir meu máximo potencial”

Quando você pede ao seu chefe ajuda para melhorar sua performance, você demonstra que sabe a diferença entre um desempenho regular, o que normalmente é feito, e a máxima performance, que é o que você pode fazer e, devido ao baixo nível de engajamento, dificilmente é alcançada. Utilizando essa abordagem, você relembra seu chefe que o engajamento não é algo filosófico ou metafísico, mas, sim, que existe ROI (retorno do investimento) no engajamento, que alinha o potencial e o desempenho das pessoas.

“Eu preciso de novos desafios.”

Quando um profissional é colocado para assumir responsabilidades que lhe permitem dominar novas habilidades e resolver problemas desafiadores, ele se sente mais útil e importante para a empresa. Se o seu chefe vê que você precisa de novos desafios, ele vai entender que você está com problemas de engajamento.

Nas organizações, é comum otimizar os processos para tornar o trabalho mais eficiente e prático. Porém, colocar tudo no “automático” e previsível, apesar de trazer benefícios, pode transformar o trabalho em rotinas entediantes e sem sentido que faz com que as pessoas se sintam inúteis.

  Por isso, é importante não se acomodar com as tarefas que tiramos de letra, mas buscar metas desafiadoras e oportunidades de aprendizagem contínua para poder crescer na carreira.

“Não sei se este é o cargo certo pra mim.”

Um fator determinante para o engajamento é ter tarefas e responsabilidades alinhadas aos seus valores, estilo, interesses e habilidades.

Por isso, se você acredita que poderia fazer mais, ou que suas responsabilidades não estão de acordo com o seu potencial, é válido conversar francamente com seu gestor e, assim, juntos, encontrarem o papel ideal para você dentro da empresa.

Isso permite que seu chefe conheça mais sobre você e suas habilidades, sabendo dos aspectos do seu trabalho atual você gosta mais e fazer uma transição para papéis mais alinhados a seu perfil motivacional e de personalidade.

“Meu trabalho é exaustivo…você pode me ajudar?”

É importante pedir ajuda antes que a exaustão chegue ao limite e você tenha um burn-out (exaustão total). Quando o cansaço gerado pelo trabalho supera o entusiasmo pelos desafios é indicativo que o engajamento está em risco. Toda motivação é automotivação, mas cabe aos gestores evitarem as situações no trabalho que drenam a energia e a motivação dos liderados.

 Porém, poucos chefes são capazes de perceber, sem você se manifestar, que você está sobrecarregado e que precisa de ajuda para otimizar o trabalho ou até mesmo dividir tarefas com outros membros da equipe. Nesse caso, bons líderes vão tentar entender o problema e encontrar uma solução, junto ao funcionário,  para que isso não se transforme em um problema maior.

Essas sugestões não têm total garantia de eficácia, ainda é possível que seu chefe não encare positivamente seus comentários, vendo-os como queixas e reivindicações ou como críticas à sua gestão.

Porém, isso reforça o quão importante é manter uma relação honesta e clara com seu chefe, deixando que ele saiba o que acontece no seu dia a dia e tentando ajudar a melhorar os processos de trabalho.

Conheça o Inventário Hogan de Desafios, que aponta as 11 tendências de comportamento que emergem quando não se está atento à imagem pública e podem afetar os relacionamentos no trabalho, prejudicar a produtividade, ou limitar o potencial geral de carreira.

Por que avisar seu chefe que você está procurando um novo emprego?

Em tempos de crise, ter um emprego pode ser considerado uma verdadeira vitória. No entanto, muitas situações podem fazer você querer trocar de empresa, de cargo ou até mesmo de profissão. Seja por almejar uma posição mais qualificada no mercado de trabalho ou em função de algum ponto que o tem deixado insatisfeito em sua ocupação atual.

Independentemente do quadro em que se encontra, é recomendado avisar o seu chefe atual que você está procurando algo novo para a sua carreira.

Sobre esse assunto, o site Fast Company publicou um artigo muito interessante que traz algumas dicas de como proceder, caso esteja em busca de um novo emprego, e como as suas atitudes podem influenciar para uma melhor qualificação, tanto na empresa atual quanto na possível nova companhia onde virá a trabalhar.

Comunicar ou não comunicar? Eis a questão..

A maioria das pessoas costuma dar a notícia de que “está procurando um novo trabalho” ao chefe atual no mesmo dia em que pede demissão, quando já está contratado por outra empresa.

Pois bem, apesar de essa situação ser a mais comum, não quer dizer que seja a melhor maneira de abordar o assunto com ele.

Comunicar a sua decisão com antecedência pode te trazer benefícios e evitar problemas futuros.

É claro que nem todos possuem uma relação aberta e de cumplicidade com o chefe, o que torna as coisas um pouco difíceis.

Mesmo assim, é sempre bom analisar os riscos e as possíveis melhorias que essa situação pode te proporcionar.

Isso porque o aviso de que está buscando um emprego, se feito de forma adequada, não quer dizer que você está insatisfeito ou que já está decidido a trocar de empresa.

O lado positivo

Diante disso, você deve pensar que, caso esteja tudo em ordem e seu chefe tenha uma boa visão sobre o seu trabalho, ele pode oferecer alternativas para te convencer a permanecer na empresa. Isso pode incluir desde um remanejamento de funções, de cargo e/ou até nova remuneração.

Em outra perspectiva, também há um ponto interessante a ser levado em consideração. Muitas companhias têm o costume de entrar em contato com empresas anteriores ou atuais a fim de checar as referências sobre o possível novo empregado.

Assim sendo, é melhor evitar que uma ligação de outra companhia para saber de você seja uma surpresa para seu chefe. Estando ele ciente da situação, com certeza dará informações de maior qualidade sobre a sua pessoa no âmbito profissional.

Além disso, conversar com o seu superior sobre a sua condição pode contribuir para evitar muito stress e manobras desgastantes para esconder o que realmente está acontecendo.

Por exemplo, se você for chamado para uma entrevista em horário de expediente ou se você for encarregado de um grande projeto no meio desse processo de mudança.

Sabendo de tudo, ele entenderá se você precisar sair ou vai conseguir delegar a sua função a um colega a tempo de não prejudicar o trabalho.

O risco

Sem dúvida, uma conversa com o seu superior pode ser muito produtiva, mas, por outro lado, é importante você ter noção do quanto o seu chefe realmente está satisfeito com você.

Caso isso não esteja bem claro, a recomendação é que se tenha cuidado ao comunicar qualquer possibilidade de mudança de empresa, pois isso pode, de alguma forma, afetar a relação entre vocês ou até mesmo resultar na sua demissão.

Em determinadas situações, é melhor ficar quieto mesmo.

Pontos a considerar antes de falar com seu chefe

O artigo apresentado pelo site Fast Company dá dicas interessantes de pontos a serem verificados antes de se reunir para comunicar ao seu chefe sobre a sua busca por um novo emprego. A publicação ressalta que é importante pensar nesses quesitos, mesmo se tiver plena certeza do que foi colocado anteriormente. Confira:

– Como é a sua relação com o seu chefe? Há confiança? Ele apoia os seus objetivos profissionais?

– Qual é o seu objetivo principal? Há alguma situação que pode te fazer permanecer na empresa atual?

– Qual é a probabilidade de seu chefe descobrir que você está procurando um novo trabalho mesmo se você não falar nada? É possível que ele conheça alguém que trabalhe na nova empresa?

– O quão engajado você está na procura de um novo emprego? Vai aceitar qualquer cargoou somente aquele com o qual você sonha?

Com esses pontos em mente, procure pensar sobre a implicação de comunicar ao seu superior sobre a situação. Se você achar que deve realmente prosseguir, procure se reunir com ele e abordar o assunto após solicitar um feedback sobre o seu trabalho. Assim, você pode mensurar qual é a visão dele e o que ele eventualmente planeja para você.

Você já passou por dificuldades em um processo de mudança de emprego? Conte-nos como aconteceu no Fórum do Mega Curioso

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*