Como Dizer A Um Rapaz Que Nao Gosto Dele?

Vamos admitir: ter um companheiro que goste de você e te trate bem é algo para lá de especial e o desejo de muitas mulheres. Mas e quando você tem a sorte de ter um cara bacana ao seu lado, mas começa a ter dúvidas sobre o que você realmente sente por ele? Não dá para simplesmente se acomodar com o fato de ter encontrado alguém e estar com o rapaz simplesmente por estar.

  Continua Depois da Publicidade  

Antes de tudo, é preciso ser honesta consigo mesma e admitir que talvez as coisas não estejam mais como no começo. Mas como ter certeza e chegar a essa conclusão? Basta refletir e ficar atenta a alguns sinais, como os que nós mostramos a seguir.

1. Você não enxerga um futuro ao lado dele

Enquanto as suas amigas pensam em se casar com os seus respectivos namorados, você não se empolga muito com o assunto. Além disso, você já imaginou como seria se vocês dois terminassem o namoro e até pensou como o seu próximo namorado poderia ser.

Ou seja, mesmo estando comprometida no momento com o moço, você não vê uma perspectiva de futuro com ele. É como se ele estivesse preenchendo um espaço que eventualmente deixará de ser dele.

  Continua Depois da Publicidade  

2. Vocês brigam demais

Como Dizer A Um Rapaz Que Nao Gosto Dele?

Seja por conta do jeito que ele come, pelo tempo que você demora para se arrumar ou por causa de política. Recentemente, o que vocês mais têm feito é brigar e tudo vira motivo para discussão.

Quando isso acontece é hora de pensar e refletir: se os dois não conseguem mais concordar em nada, o que é que os mantêm juntos? Será que você não está mantendo o namoro simplesmente porque não quer estar sozinha?

3. Os momentos a sós não te animam

Enquanto no começo do relacionamento você não via a hora de ficar um tempinho sozinha com o moço e namorar um pouquinho, hoje esses momentos não te deixam mais tão animada. E não é só isso: quando um cara bonitão passa, você não se segura e acaba dando uma olhadinha e flertando com ele, sem se importar tanto quanto deveria com o fato de que é comprometida.

4. Você gosta do fato de ter alguém para ajudar a pagar a conta

  • Como Dizer A Um Rapaz Que Nao Gosto Dele?
  • Por estar um pouco cansada do namorado e se irritando facilmente com as coisas que ele diz e faz, a motivação que você tem tido ultimamente para sair com ele para uma restaurante ou ir ao cinema é basicamente o fato de ter alguém para dividir ou até mesmo pagar a conta.
  • Nesse caso, é melhor acender o sinal vermelho e tomar cuidado para não se tornar uma interesseira.

  Continua Depois da Publicidade  

5. Você não sabe apreciar as qualidades dele

Todas as pessoas possuem qualidades e defeitos. Entretanto, mesmo sabendo disso, você não saberia citar algumas características positivas do seu namorado. O que te faz feliz não é ter alguém como ele ao seu lado, mas sim ter alguém com você, fazendo com que se sinta amada.

Nesse caso, cuidado, pois se você não o aprecia, certamente não gosta dele tanto assim e está presa em uma relação egoísta, onde apenas tem as suas necessidades de afeto satisfeitas mas não parece sentir algo forte pelo parceiro.

6. Você prefere ir com ele a eventos sociais do que sair sozinha somente a dois

Como Dizer A Um Rapaz Que Nao Gosto Dele?

Muitos casais reclamam da falta de tempo para ficarem a sós, mas isso não é problema para você. Você gosta da sensação de não ter que aparecer desacompanhada aos encontros de família e festas de amigos ou do trabalho, mas quando se trata de um encontro sozinha com ele, a animação já não é a mesma.

  Continua Depois da Publicidade  

7. Você gosta do título “namorada”

Talvez por ter passado certo tempo sozinha e se sentido excluída do grupo de amigas que têm um namorado, você se encantou com a possibilidade de ser chamada de namorada e resolveu dar uma chance ao relacionamento com o cara.

Ou talvez seja justamente o contrário, você nunca passou muito tempo sem estar comprometida e depois de terminar um relacionamento, já engatou outro na sequência, mesmo sem ter certeza se gostava realmente do cara.

No entanto, o que pode ter deixado escapar é o fato de que não dá para estar com um cara somente porque não deseja ficar solteira. Além de ser algo egoísta é desonesto e injusto com ele.

Acho que não gosto dele tanto assim… E agora, o que fazer?

Então, depois de ler os sinais listados no nosso artigo, você chegou à conclusão de que não gosta tanto assim do seu atual namorado. O que fazer? O jeito é ter consideração por ele. Agir com honestidade e contar a verdade. Assuma que errou, que não está apaixonada por ele e termine o relacionamento.

Assim, você estará demonstrando o mínimo de respeito por ele e poderá experimentar ficar sozinha por um tempo. E por mais que isso pareça ruim, é bem melhor do que ficar com alguém por ficar e prolongar uma relação nada saudável.

Desse modo, você também aprenderá que não é preciso ser a namorada de alguém para ser feliz e que estar solteira é uma ótima maneira de se conhecer melhor e cultivar o amor próprio.
[sc:poder-na-conquista-depois-artigo]

Você sentiu nesses pontos acima que realmente não gosta tanto do seu namorado? Que pontos coincidiram com o seu relacionamento? Você teria coragem de terminar agora? Comente abaixo!

(211 votos, média 4,46)Loading…

Como dizer a uma pessoa que você NÃO GOSTA dela – 20 Exemplos

Como Dizer A Um Rapaz Que Nao Gosto Dele?

A assertividade é uma habilidade social que nos permite expressar nossos sentimentos e necessidades, mas tomando cuidado de não ofender o outro. Essa habilidade nos protege de nossos próprios direitos e, por sua vez, nos permite respeitar o dos demais.

Quem não se viu na situação de ter que dizer não a alguém e não saber como fazer. Como dizer a uma pessoa que você não gosta dela? É uma situação incômoda e pode ser difícil. Por isso, em Psicologia-Online, queremos oferecer 20 maneiras assertivas para dizer à essa pessoa: não gosto de você.

Te oferecemos uma série de técnicas que nos permitirão recusar um convite para sair de forma amável.

Técnica do sanduíche

Quando utilizamos essa técnica, o que fazemos é dar uma mensagem positiva antes e depois de expressar nossa recusa ao pedido proposto. O efeito que a técnica do sanduíche consegue é que a recusa seja mais suportável para quem a recebe, pois também ativamos os sentimentos positivos do outro.

  • Um exemplo seria: “Obrigada pelo convite para ir beber algo, ultimamente estou muito enrolada no trabalho e tenho pouco tempo, mas agradeço que você tenha pensado em mim”.

Técnica do disco arranhado

Essa técnica pode ser utilizada quando não é a primeira vez que precisamos recusar um encontro com essa pessoa. É que, de maneira assertiva, continuamos expressando nossa negativa sem ceder às insistências da outra pessoa e manter nossa resposta firme.

  • Um exemplo seria: “Agradeço o seu convite, mas, como já lhe disse anteriormente, acho que sair com você não é uma boa ideia, por favor, não insista mais”.

Técnica para processar a mudança

Essa técnica tenta desviar o foco de atenção para o que está acontecendo, como se estivéssemos olhando para a conversa como um observador externo. Pode ser útil também no caso que a pessoa esteja insistindo em se encontrar.

  • Um exemplo seria: “Faz várias semanas que vem insistindo, eu já disse não, por favor não fique me dizendo para nos encontrarmos”.

Propor alternativas

Caso a rejeição ao encontro seja apenas algo pontual, ou seja, queremos recusar uma proposta, mas pensamos que existem outras opções, podemos procurar e propor alternativas.

  • Por exemplo: ¨Lamento muito, nessa ocasião já tenho outros planos, mas que tal ficar para um dia da semana que vem”
Leia também:  Como Ver O Que Pesquisam Na Minha Internet?

Banco de névoa

O banco de névoa é uma técnica que consiste em expressar um acordo parcial sem mudar nossa decisão, ou seja, nossa negativa.

É uma técnica muito útil quando podemos perceber que nosso interlocutor pode ter uma reação negativa diante à rejeição.

A pessoa pede para você ir ao cinema em uma sexta-feira à tarde e você não tem vontade; trata-se de expressar aprovação ao plano proposto, mas recusá-lo.

  • Por exemplo: “É possível que ir ao cinema na sexta-feira seja um bom plano, mas normalmente acabo muito cansada da semana inteira, então prefiro ficar em casa, mas agradeço”. Como podemos ver, concordamos que pode ser um bom plano, mas permanecemos firmes na decisão.

Valorize o esforço

Para muitas pessoas, marcar um encontro é um esforço, para isso é bom que o reconheçamos, embora a nossa resposta seja negativa.

  • Por exemplo: “Valorizo muito que tenha me convidado para jantar…mesmo assim, acho que é melhor não dar mais nenhum passo”.

Saiba mais sobre a comunicação assertiva nesse artigo.

Como Dizer A Um Rapaz Que Nao Gosto Dele?

Se vemos que a outra pessoa não era o que esperávamos e existe necessidade de comunicar isso, devemos tentar fazer isso de maneira empática para que essa pessoa não sinta a rejeição de uma forma “áspera”, mas que ao mesmo tempo a mensagem seja clara. A seguir, encontramos uma lista de possíveis mensagens para enviar:

  • Acho que você é uma ótima pessoa, mas percebi que não encaixamos muito bem, penso que será melhor para nós dois pararmos de conversar.
  • Você parece uma pessoa muito interessante, mas estou em um ponto da minha vida que percebi que preciso de um tempo para mim.
  • Preferiria parar de falar, acho que você e eu não nos encaixamos bem e não quero fazer ninguém perder tempo. Espero que você entenda.
  • Percebi que não buscamos a mesma coisa, e acho que o melhor para ambos será pararmos por aqui, você merece alguém que te valorize.
  • É possível que ultimamente você tenha me notado mais distante, tenho pensado e não tenho certeza se vejo um futuro para nós, prefiro deixá-lo aqui antes de que vá mais adiante.
  • Achei que estava em um ponto da minha vida em que poderia conhecer alguém, mas percebi que não. Sinto muito.
  • Gostei do tempo que compartilhamos conversando, acho você uma pessoa muito agradável, mas acho que te vejo mais como um/a amigo/a do que como um cônjuge. Não sei se a mesma coisa também acontece com você.
  • Não quero que você leve a mal nada do que vou te dizer agora, mas ultimamente não sinto a mesma conexão que sentia com você no começo e não consigo encontrar maneiras de recuperá-la, não quero perder seu tempo, pois acho que você é uma pessoa que vale muito e merece alguém que demonstre isso dia a dia, pois hoje não posso te oferecer isso. Sinto muito.

Dependendo de como a pessoa reage atrás do telefone, podemos empregar a técnica de:

Procure as concordâncias

Trata-se de procurar se você concorda com alguma das opiniões que a outra pessoa deu, enfatizar estas, mas manter-se firme com sua opinião.

  • Um exemplo seria: “Entendo que essa mensagem pode ter feito você se sentir mal e você tem razão ao dizer que talvez eu pudesse ter usado outro meio, desculpe, não encontrei outra maneira melhor de comunicá-lo”.

Todos nós achamos desconfortável ter que dizer não em algum momento, para isso, a seguir estão uma série de maneiras de dar uma negativa de maneira educada.

Agradecer

Apesar de dizer não à proposta feita, pode ser bom agradecer à outra pessoa pelo gesto, se você agradece tudo fica bem.

  • Por exemplo: “Agradeço muito sua proposta, mas hoje tenho outro compromisso para atender”.

Tentar não dar desculpas

Aconteceu a todos nós que vimos claramente como nos deram uma desculpa para nos dizer não, e a verdade é que em muitas vezes você pensa: é melhor que me diga a verdade. Também é verdade que às vezes não estamos preparados para enfrentar a verdade.

A chave para que a pessoa não leve a mal a negativa sem desculpas está no sorriso e no olhar nos olhos da pessoa, pois permitirá que você mantenha a compostura adequada para a situação. Às vezes, é mais fácil não dar desculpas e ser mais direto/a por meio de telemática. Você pode fazer isso primeiro por e-mail ou WhatsApp e depois pessoalmente.

Incluir emoções

Adicionar palavras com conotação emocional como “lamento” ou “sinto muito” torna a negação mais fácil de aceitar para a outra pessoa. Se além do toque emocional também adicionarmos um “muito”, fica ainda mais fácil recusar a proposta sem ficar mal.

  • Por exemplo: “Muito obrigada por sua proposta, lamento muito não poder participar”.

Assertividade elementar

Trata-se de dar uma resposta curta, simples e concisa sobre nossa postura, dando uma pequena explicação do por que nossa resposta é negativa.

Reconhecer e expressar a intenção positiva

Trata-se de detectar e alimentar a intenção positiva da pessoa e expressá-la.

  • Um exemplo seria: “Sei que você me propôs porque nos momentos em que estivemos juntos nos divertimos”. Desse modo, quando a negativa vier depois, será mais fácil de aceitar.

Este artigo é meramente informativo, em Psicologia-Online não temos a capacidade de fazer um diagnóstico ou indicar um tratamento. Recomendamos que você consulte um psicólogo para que ele te aconselhe sobre o seu caso em particular.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como dizer a uma pessoa que você não gosta dela, recomendamos que entre na nossa categoria de Sentimentos.

Bibliografia

  • Castanyer, O., Cañizares, O.(2017). Voy a ser asertiva. España: Conecta.
  • Caballo, V. E. (1983). Asertividad: definiciones y dimensiones. Estudios de psicología, 4(13), 51-62.

A diferença entre gostar, se apaixonar e amar. – Jéssica Pellegrini

[googlefont font=”Playfair Display” float=”none” line_height=”1″ size=”18px” margin=”10px 0 20px 0″ color=”#f36767″ align=”left”]Leia o texto abaixo ao som de Jason Mraz Love Someone.[/googlefont]

[vc_video link=”https://www.youtube.com/watch?v=J74Y6kDDTkM”]

Gostar é muito relativo

Gostar de alguém é sentir um frio na barriga, mas manter os pés no chão. Gostar é querer estar junto, mas sem descartar outras oportunidades.

Gostar é beijar, mas de vez em quando, abrir os olhos discretamente para conferir o ambiente. Gostar é abraçar forte, mas não por muito tempo. Gostar é se dedicar, mas com limites impostos. Gostar é querer ter, mas não ser seu.

Gostar é querer dormir junto, mas acordar cedo no dia seguinte para outros compromissos.

Gostar é sair, mas voltar para o trabalho pontualmente. Gostar é admirar as qualidades, mas ainda reparar nos poucos ou pequenos defeitos. Gostar é andar de mãos dadas, mas não sentir segurança. Gostar é dividir o chocolate preferido, mas ainda assim, ficar com a maior parte.

Gostar é passar o domingo juntos, mas fazer planos mirabolantes na segunda-feira. Gostar é tirar do sério, mas com finalidade de testar o ponto fraco do outro. Gostar é frequentar a sua casa, mas com o status de estarem se conhecendo. Gostar é fazer planos, mas não ultrapassar mais de três dias. Gostar é viajar, mas sentir saudade do que ainda não acabou.

Gostar de alguém é como ter o jogo ganho, mas faltar uma carta. O verbo gostar traz consigo muitas incertezas e, ao mesmo tempo, muitas descobertas. Gostar de alguém é um risco do desconhecido.

Ao se apaixonar, você enlouquece

Depois de conhecer um pouco esse alguém, as atitudes e as vontades acabam ficando completamente incontroláveis. A paixão é um sentimento que descontrola qualquer racionalidade. As emoções explícitas são a principal marca dessa sensação.

Se apaixonar por alguém é sinônimo de entrega absoluta. Os erros se tornam acertos, o longe se torna perto, o tarde se torna cedo, a noite se torna dia, a pobreza se torna riqueza, o frio se torna calor, o ruim se torna bom, a fome se torna saudade, o sono se torna pensamentos.

Leia também:  Como Se Chama Quem Come Carne Crua?

Se apaixonar por alguém é se perder, ou se encontrar por alguém.

Se apaixonar é sentir o sangue correr nas veias e sentir arrepios com simples toques.

Se apaixonar é descobrir qualquer tipo de alegria na dor, é expressar através do olhar o que as palavras não são capazes de traduzir. Se apaixonar é perder prazos, horários e tarefas importantes.

Se apaixonar é se doar, é correr contra o tempo, é se permitir e sem restrições, deixar transparecer o melhor que você possa ser.

Se apaixonar é tirar a roupa sem pensar duas vezes. Se apaixonar é curtir todos os momentos, e em cada brecha, encontrar uma chance para satisfazer os desejos.

Se apaixonar é agir por impulso e depois arcar com as consequências, boas ou ruins. Se apaixonar é sentir um tesão incontrolável, é deixar a vontade carnal sobressair ao seu juízo.

Se apaixonar é suar, tremer, gritar, gemer, arranhar, morder.

Se apaixonar é ficar cego. E só depois de incendiar todas as labaredas, tentar se acalmar e fazer de tudo para manter todas as chamas acesas.

Amar alguém é ter todas as certezas de uma só vez

Amar alguém é viver o presente, absorver o melhor do passado e planejar o futuro. Amar alguém é transformar os sonhos em realidade. Amar alguém é cuidar, zelar e proteger. Amar alguém é não ter dúvidas. Amar alguém é transformar uma briga em um ensinamento.

Amar alguém é criar laços, ter filhos, envelhecer lado a lado. Amar alguém é resistir a todas as tentações, desavenças, crises, ciúmes, egoísmo. Amar alguém é surpreender, é presentear.

Amar alguém é deixar claro o quanto essa pessoa é essencial, é dizer o quanto tudo mudou desde que ela se fez notável, é não ter vergonha de demonstrar qualquer afeto.

Amar alguém é se libertar, compartilhar e somar. Amar alguém é oferecermos toda a nossa bagagem de experiências, para conhecer e compreender o outro. Amar alguém é fazer essa pessoa feliz, proporcionar noites de sono tranquilas, é suprir todas as necessidades. Amar alguém é estender as mãos, apoiar, contrariar, mas nunca abandonar.

Amar alguém é trabalhar a paciência. É ressaltar a persistência e provar toda a sua determinação. Amar alguém não é um sacrifício, é sentir-se leve. Amar alguém não é se prender, é ter muitas opções e ainda assim, escolher ficar.

Amar alguém é abrir mão do seu amor. Amar alguém, às vezes, pode ser a sua pior dor. Amar alguém é uma ferida que nunca vai cicatrizar ou deixar de existir. Amar alguém é carregar consigo a pessoa, por onde quer que você esteja. Amar alguém é, em alguns casos, uma renúncia.

Amar alguém é querer esquecer, e não conseguir. Amar alguém é decisão do seu coração, e não uma opção indicada pelo seu dedo. Amar alguém não é responsabilidade do cupido, é a sentença que precisa ser cumprida. Amar alguém é confiar, transmitir segurança e não medir esforços.

Amar alguém é deixar a pessoa partir, e ainda assim, fazer de tudo para ela voltar. Amar alguém é sofrer calado ao ver que esse amor, não é mais seu. Amar alguém é ser repetitivo, tanto nas lágrimas que insistem em escorrer, quanto nos assuntos recorrentes. Amar alguém é perdoar e ceder.

Amar é precisar desistir, é perder todas as forças, mas continuar insistindo.

Em todos os casos mencionados acima, eu não prometo um final feliz. Afinal, os sentimentos são como o mar: seduzem e depois podem afogar. De qualquer forma, a regra é clara: o que me oferecerem, eu ofereço três vezes mais.

Por garantia de qualidade, a satisfação comprovada vai te fazer voltar mais vezes.

E você vai casar comigo, sem mais.

Ele é um ótimo rapaz mas não sei se o amo… E agora?

Tem um tipo de e-mail que eu recebo com uma frequência incrível. É o e-mail da menina confusa porque um rapaz gosta muito dela, talvez até mesmo já diga que a ama e talvez até já fale em casamento.

Mas da parte dela só existem sentimentos não correspondidos.

Geralmente existe, nessa situação, uma pressão externa, talvez da família de um dos dois (ou dos dois), ou da igreja. O rapaz é muito bacana, um ótimo cristão, com intenções corretas e santas em relação à moça. Mas, ela simplesmente não consegue sentir o mesmo. E olha que ela já tentou, já se esforçou, já orou, já procurou pelo sentimento, mas ele não vem.

Por causa da frequência com que recebo esses e-mails, resolvi escrever um post na esperança de ajudar a trazer ao menos um pouco de esclarecimento nesse assunto, sem a pretenção de te dar a resposta exata do que deva ser feito.

Minha experiência

Eu quero falar sobre isso especialmente porque já estive nessa situação mais de uma vez. Eu sei o quão agonizante é essa pressão, essa vontade de querer sentir algo que não vem. E eu sei o quão difícil é olhar nos olhos de alguém que te ama e dizer que não sente o mesmo. Você se sente a pior pessoa do mundo.

A primeira vez que isso aconteceu comigo foi aos 17 anos. Um rapaz da minha igreja gostava de mim. Na verdade ele dizia que me amava e queria se casar comigo.

Ele era um homem de Deus (ainda é) e para mim não fazia sentido que eu não sentisse o mesmo, uma vez que eu tinha certeza absoluta de que ele seria um excelente marido. Entretanto, por mais que eu tentasse, não conseguia gostar dele desse jeito.

Isso me entristecia muito porque eu também via, assim como talvez você vê, a tristeza nos olhos dele.

Em uma outra vez, mais recente, eu acabei entrando em um relacionamento com uma pessoa que eu pensava gostar, e que depois descobri estar errada. O rapaz era “perfeito” (ninguém é, mas ele chegava perto, rs), nós tínhamos muito em comum, ele era um servo fiel de Deus.

Enfim, ele era uma pessoa maravilhosa. Entretanto, com o tempo eu percebi que o que eu tinha por ele era uma grande admiração, e não amor. E sabe, existe uma diferença.

E quando eu percebi isso, tive que terminar, porque creio que para um casamento não basta admiração e carinho, é preciso amor.

A atração física

Agora, existem diversos motivos pelos quais nós nos encontramos nessas situações, e é preciso tentarmos entender a raiz desse sentimento (ou da falta dele) para podermos seguir em frente e tentar tomar alguma decisão.

Um dos motivos pelos quais nós não conseguimos retribuir ao sentimento de um rapaz é pela questão da atração física.

Eu sei que é difícil de admitir, mas já recebi e-mails de moças dizendo “estou em um relacionamento com um rapaz maravilhoso, mas não consigo amá-lo porque não me sinto atraída a ele!” Vamos pensar sobre isso.

Nós sabemos que a beleza física é algo passageiro, e a Bíblia nos fala sobre isso (cf. Pv. 31:30). E sabemos que o que deve ser mais importante na busca por um parceiro é o caráter, a forma como ele tenta a cada dia parecer-se mais com Cristo.

Deus mesmo nos vê pelo interior e não pelo exterior (cf. 1 Sm. 16:7). E nós não devemos esperar perfeição, nem esperar um Príncipe Encantado. Isso é simplesmente errado e irreal, e já falamos bastante sobre isso aqui no Graça.

Mas, a atração física é algo relativamente importante. Apesar de não ser o MAIS importante, é de se esperar que nos sintamos atraídas pela beleza de nossos amados. A beleza que vai além dos olhos é a essencial, mas a que está diante dos olhos também importa.

Leia também:  Como Saber Quanto Se Ganha Por Hora?

Entretanto, eu sempre tento aconselhar as moças: não despreze um rapaz por seus traços físicos.  Não fomos chamados a olhar as pessoas pelo exterior, mas pelo interior. Satanás é astuto e quer nos fazer ver apenas o externo. Por vezes nos apaixonamos por rapazes muito belos fisicamente, mas podres por dentro. Tenha cuidado com isso.

Pondere. Dê uma chance para que o sentimento floresça, em um contexto de amizade.

Satanás é astuto e quer nos fazer ver apenas o externo, e não a essência. Click To Tweet

Mas, se acontecer de você não sentir o mesmo, se não houver uma recíproca, mesmo com o tempo, SEJA SINCERA. Nada de brincar com os sentimentos dele ou enganá-lo. E isso é via de mão dupla: quantas de nós já sentiram a negativa de rapazes? Eles também têm o direito de não sentirem o mesmo.

O anseio por uma falsa liberdade

Agora, pessoalmente, esse nem foi meu caso. Eu achava os rapazes que citei acima muito bonitos. O meu motivo era outro, e talvez seja o seu também: eu gostava de estar só. Eu queria me sentir livre para ser quem eu era e agir como eu queria sem ter alguém me falando onde eu errava, apontando meus pecados.

Eu recebi um comentário de uma moça que dizia se sentir “um pássaro preso em uma gaiola” em seu relacionamento. E quer saber a verdade? Eu também me sinto assim, às vezes. Especialmente quando meu noivo aponta algum pecado em mim. Tenho vontade de jogar a aliança no chão e seguir minha vida, livre, leve e solta.

Mas, deixa falar o que tenho aprendido: isso é puro egoísmo meu. Vem de um desejo individualista de querer viver minha vida da maneira que eu quiser, sem ter que prestar contas a ninguém. Sem ter alguém me dizendo o que é certo e errado.

Mas a verdade é que, com meu noivo ou sem ele, eu não posso ser “livre como um pássaro”. Eu ainda teria Alguém a quem prestar contas, Alguém que me manda fazer certas coisas que eu não quero fazer. E esse Alguém vai continuar em minha vida, solteira ou casada.

Portanto essa “liberdade” que eu quero ter é apenas ilusória.

Eu ainda tenho que prestar contas a Deus. Ainda tenho que fazer o certo. Independente do meu noivo.

Como agir?

Uma vez que conseguirmos identificar um pouco de onde vêm esses sentimentos talvez consigamos mais clareza no agir. Como eu disse no começo, eu não tenho as respostas. Cada história é uma história.

Mas, o conselho geral que posso dar é esse: se você está confusa, e não tem certeza dos seus sentimentos, ore. ORE MUITO e tente se compreender, para que a dor não seja maior lá na frente.

Você quer estar/está com esse rapaz por quem ele é, porque o ama, ou simplesmente porque ele é um cara legal e bom crente? Você está disposta a passar o resto da vida com ele ou só essa fase de carência?

Por vezes pensamos que terminar com alguém ou ser sincera sobre sentimentos não recíprocos seria algo maldoso. Mas, a verdade é que qualquer uma de nós pode dizer que preferiria encarar a verdade do que viver uma vida de mentira, em um relacionamento falso.

Se você precisa se forçar a dizer que o ama, não o diga. POR FAVOR, seja sincera. Chega de machucá-lo. Chega de iludi-lo. Tenho certeza que ele não merece

Todos os rapazes com quem eu tive que ser sincera sobre minha falta de reciprocidade estão hoje namorando/noivos/casados. Eles estão felizes com pessoas que realmente os amam por quem eles são, e aceitam seus defeitos, os ajudando a crescer. E eu estou também com alguém que faz isso por mim.

Existe esperança após um término. Existe graça e recomeços.

Para finalizar, eu quero relembrá-las de outra verdade: relacionamentos são uma escolha. O amor é uma escolha DIÁRIA. Mas, continuar com alguém que você ama e escolhê-lo todo dia já é difícil quando os defeitos e pecados aparecem. Imagine o quão mais difícil seria continuar com alguém que você não ama. Se poupe desse sofrimento. E poupe a ele também.

Ore muito. Ore muito. Ore muito. Busque conselhos de pessoas mais sábias que você. Seja sincera com o rapaz, até mesmo sobre sua confusão. Converse com ele com o máximo de graça que puder, respeitando seus sentimentos. E assim, eu creio, vocês conseguirão chegar a uma decisão que honrará Deus em suas vidas.

____________________________________

Você está passando ou já passou por essa situação? Concorda com o que foi dito aqui? Vamos conversar nos comentários!

Como dizer para alguém que você não gosta dele (romanticamente)

  • Você pode ser uma pessoa superquerida que não gosta de magoar ninguém e que respeita as diferenças entre grupos de pensamentos contrários, mas isso não significa que você queira namorar todo mundo.
  • Essa é uma situação comum no dia-a-dia: alguém demonstra interesse por você, você não sente o mesmo, mas ainda assim se vê presa em uma situação da qual não consegue sair, suspensa em um estado de confusão e desentendimento por não ter a capacidade de dizer claramente que simplesmente não gosta da pessoa, pelo menos não “desse jeito”.
  • Então, aqui vai: você pode dizer a verdade com todas as palavras; isso não é chato, desde que você aprenda a dar a notícia de forma respeitosa.

Muitas pessoas são ruins em confrontação. Nem toda ocasião exige uma abordagem franca, mas quando você precisa dizer a alguém que você não gosta dele, as coisas ficam muito mais complicadas se você evitar ser claro.

Se você não gosta de alguém romanticamente, é melhor dizer isso com todas as letras ou a pessoa vai encontrar todo e qualquer sinal de esperança na sua fala mal articulada.

Apesar de tais declarações parecerem duras, é possível se comunicar com clareza sem se transformar em um babaca sem noção. E, mais importante do que tudo: você magoa mais uma pessoa quando não é sincera sobre não gostar dela, do que dizendo logo a verdade.

[box]Diga: Eu não estou interessado em você romanticamente.

Não diga: Eu não acho que devemos sair ou não posso sair com você.[/box]

Quando você diz: “Eu acho que não podemos” ou “não posso”, isso passa uma mensagem passiva com uma motivação obscura. Assim, deixa em aberto a possibilidade de que um problema solucionável existe, e que seu pretendente romântico pode resolvê-lo.

Quando você diz que não está interessado, no entanto, você torna seus sentimentos claros. A pessoa ainda pode perguntar por que, mas contanto que você continue a fazer afirmações definitivas, não há muito que ela possa fazer para mudar a realidade que você apresenta.

Realmente, dizer “Eu não quero um relacionamento com você” pode ser um pouquinho cruel. Mas você pode suavizar sua afirmação com explicações adicionais. Por exemplo, depois de dizer claramente “Eu não estou interessado em você romanticamente”, acrescente “Eu ainda gosto de você, só não desejo um relacionamento romântico com você”.

Claro que a outra pessoa vai ficar chateada – ela estava a fim de alguém e o sentimento não é recíproco. Mas não é sua culpa.

O mais justo é dizer logo para a pessoa como você se sente, para que a dor dela cure mais rápido. Se você não deixar qualquer margem para interpretação, ela vai saber que precisa seguir em frente.

Ser vago impede as pessoas de conseguir tudo o que elas mais querem em relacionamentos fracassados: encerramento.

Em resumo: seja gentil, mas direto. [Gawker]

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*