Como Ajudar Um Amigo Que Perdeu A Mãe?

Como Ajudar Um Amigo Que Perdeu A Mãe?

Você já se perguntou o que dizer quando alguém perde um ente querido? Mesmo não sendo fácil encontrar palavras de conforto para amenizar a perda que um amigo sofreu, é preciso dizer algo para oferecer sua empatia e mostrar seu apoio à pessoa. Nesse artigo você vê frases de luto que podem ser ditas nesse momento.

  • Você
    também pode gostar de ler:
  • ➡️ Como é a doação de órgãos no Brasil?
  • ➡️ Significado da missa de sétimo dia
  • ➡️ Tudo sobre o processo de cremação

Uma das coisas mais difíceis para a maioria das pessoas é encontrar as
palavras certas para dizer depois que alguém morre. Já é triste o suficiente
alguém ter morrido, então ninguém quer escorregar e dizer algo para fazer com
que os membros da família se sintam piores.

Algumas pessoas divagam quando estão nervosas. Assim, concentre-se em manter sua conversa breve e focada no que você deseja. O mais importante é mostrar simpatia e compreensão no menor número de palavras possível.

Pode
ser tentador evitar falar com a família enlutada por completo, mas isso não é
bom! Em vez de evitar a conversa, dedique algum tempo para pensar nas palavras
que oferecerão mais conforto.

Faça
isso de acordo com as personalidades e temperamentos deles. Mantenha a
comunicação curta, mas reconfortante.

É natural que suas primeiras palavras de condolências sejam ainda no velório. Assim, ofereça sua simpatia, abrace a pessoa (se for apropriado) e depois se afaste para deixar outra pessoa ter a chance de oferecer condolências. Se a pessoa quiser conversar, ouça. Às vezes, é melhor não dizer nada, mas simplesmente estar lá para mostrar seu apoio.

Como Ajudar Um Amigo Que Perdeu A Mãe?

Se você não sabe o que dizer quando alguém perde um ente querido, não está sozinho. A maioria das pessoas se sente desconfortável nessa situação. Pense antes de falar para não dizer algo do qual se arrependerá depois! Abaixo seguem alguns exemplos de frases de luto para confortar um amigo que perdeu alguém:

  1. ✔️Não há palavras para dizer o
    quanto sinto muito, mas apenas saiba que me importo;
  2. ✔️Por favor, saiba que você e
    sua família estão em nossos pensamentos e orações;
  3. ✔️Estou tão triste por saber da
    sua perda;
  4. ✔️Se você quiser conversar, não
    hesite em me ligar;
  5. ✔️ [Nome da pessoa falecida]
    trouxe muita alegria a todos ao seu redor. Muitos sentirão sua falta;
  6. ✔️ Minha lembrança favorita do (a) [nome da pessoa falecida] foi…;
  7. ✔️ Sempre me lembrarei de [nome da pessoa falecida] e do tamanho do amor que ele (a) sentia por você e pelo resto da família;
  8. ✔️ Se houver algo que eu possa fazer para ajudar, entre em contato;
  9. ✔️ [Nome da pessoa] era uma luz
    tão brilhante na vida de tantas pessoas. Todos sentiremos muito sua falta;
  10. ✔️Por favor, saiba que eu
    estarei aqui para você quando precisar conversar;
  11. ✔️Não posso nem começar a
    expressar como meu coração dói por você. Você estará em meus pensamentos e
    orações;

✔️ [Nome do ente falecido] era uma pessoa tão generosa. Todos sentiremos sua falta, mas o legado dele (a) estará em todo o grande trabalho que ele(a) fez.

Como Ajudar Um Amigo Que Perdeu A Mãe?

Essas
palavras podem ser ditas antes ou depois do velório. Você ainda pode usá-las em
um cartão de condolências. O importante é você evitar tentar explicar o motivo
da morte da pessoa.

Ou agir como se o falecido ou a família estivessem melhor, mesmo que a pessoa que morreu tenha sofrido por semanas meses ou anos. As pessoas próximas a ele sempre sentirão uma dor que não pode ser lavada pelas explicações!

  • Dessa forma, existem algumas frases de luto que devem ser evitadas:
  • ❌ Pelo menos ela viveu uma vida longa, muitas pessoas morrem jovens;
  • ❌ Ele está em um lugar melhor;
  • ❌ Há uma razão para tudo;
  • ❌ Você ainda pode ter outro filho;
  • ❌ Ela era uma pessoa tão boa que Deus queria que ela estivesse com Ele;
  • ❌ Eu sei como você se sente;
  • ❌ Ela fez o que veio fazer aqui e estava na hora de partir;
  • ❌ Seja forte.

Além disso, também não se deve apressar o processo de luto da pessoa. É muito insensível achar que porque já faz um tempo que o ente querido se foi, a pessoa precisa ter superado. Cada um tem seu tempo e é essencial respeitá-lo, sempre mostrando que está lá para ajudar seu amigo.

Como Ajudar Um Amigo Que Perdeu A Mãe?

➡️ As 5 Fases do Luto – Blog da Ultimum Vale

Às
vezes, pode ser um erro apenas perguntar às pessoas profundamente aflitas como
é possível ajuda-las. Muitas vezes, o enlutado está perdido demais em sua
própria tristeza para identificar necessidades. Tudo bem em perguntar. Mas
saiba que você pode só intervir e ajudar.

Por exemplo, depois do funeral, traga alguns alimentos para que a família não precise se preocupar em cozinhar, mas ainda possa comer bem. Se você está preocupado, é porque você conhece a vida deles. Ofereça para pegar as crianças, ajude no quintal, ofereça para levar recados. Tudo o que você achar que será uma boa forma de ajuda para facilitar a vida deles nesse momento difícil.

A
Ultimum Vale é uma Casa de Velório que tem o intuito de amenizar esse momento
delicado na vida de familiares e amigos. Contamos com uma equipe atenta,
discreta e acolhedora, assim como um espaço agradável e diferenciado, para homenagear
da melhor maneira aqueles que se foram.

Saiba
mais sobre Velório Privativo entrando em contato com nossa equipe:

Desejo saber mais

Mensagem de luto para amigo: 10 exemplos para reconfortá-lo

Como Ajudar Um Amigo Que Perdeu A Mãe?

O luto e suas fases é um processo complicado tanto para a pessoa que perdeu um ente querido quanto para os amigos que estão perto e desejam oferecer apoio ao enlutado. É preciso ter paciência, carinho, atenção e compreensão para lidar com as dificuldades que esse momento impõe a todos.

Diante disso, diversas vezes nós queremos expressar nossos sentimentos, nosso suporte e disponibilidade, mas não sabemos como fazer ou como dizer. Foi analisando essa dificuldade que trouxemos este conteúdo para você.

Aqui será possível compreender um pouco mais sobre o efeito das mensagens de luto e encontrar alguns exemplos para enviar a um amigo que acabou de perder um ente querido. Boa leitura!

Por que as mensagens são reconfortantes?

As mensagens têm características muito específicas e demonstram respeito durante o momento de luto. Além disso, uma pessoa que está triste por perder um ente querido tem o seu próprio processo para lidar com esse momento. 

Sendo assim, alguns gostam de estar rodeados de amigos para compartilhar algumas experiências e histórias, enquanto outros preferem ficar sozinhos, pensar, refletir sobre o acontecimento. Nesse contexto, não há uma maneira correta de encarar esse momento e é preciso respeitar a escolha do enlutado.

A mensagem, portanto, é um dos meios mais cuidadosos e afetuosos de expressar o seu apoio e manifestar a sua presença para o que for necessário. Quando escolhemos frases e mensagens reconfortantes e adequadas para enviar a um amigo que perdeu uma pessoa muito especial, não corremos o risco de sermos invasivos ou inconvenientes.

Além do mais, o texto induz o leitor à reflexão, por essa razão, o enlutado, ao se deparar com a sua mensagem, contemplará a escrita, pensará sobre o seu significado e receberá um conforto carinhoso por meio das palavras.

É dessa forma que você, mesmo de longe, demonstrará sua ternura e disponibilidade para uma conversa, um café ou um passeio, caso o enlutado se sinta confortável.

Quais mensagens podem ajudar quem está de luto?

Abaixo, confira algumas mensagens e frases que são apropriadas para momentos como esse. Veja como elas trazem conforto e paz para essa hora tão difícil.

1. Faça uso de metáforas

As metáforas geralmente são usadas para definir algo que a nossa língua, a partir do significado literal das palavras, não dá conta de explicar. Por isso, os poemas, as músicas e os romances são cheios de metáforas e comparações. Então, você pode escrever:

“Espero que as lágrimas e a dor que vestem agora o seu ser possam um dia transformar-se em ingrediente para cultivar todas as coisas maravilhosas que a pessoa que se foi te ensinou. Meus pêsames.” “Eu sei que hoje o dia para você está cinza e feio, mas tente pensar que o céu está em festa e muito mais bonito por receber mais uma estrela.”

Nessa mensagem, você compara a pessoa que faleceu a uma estrela e demonstra que, apesar da partida, ela continua viva em um outro plano espiritual e lá todos estão felizes em recebê-la. Você pode adaptar essa mensagem conforme a religião do enlutado para que ela esteja de acordo com as crenças da pessoa.

2. Estimule a fé

Independentemente da crença da pessoa, nesse momento a fé é muito importante: fé em Deus, em Oxalá, na vida, na Providência Divina, em Alá. A palavra fé tem origem no latim — fide — e está relacionada ao sentido de “engajamento solene”. Por isso, transmita ao seu amigo esse engajamento para superar a dor da perda. Duas sugestões de mensagens são:

“Que a sua fé guie você e que esta dor profunda se torne força para que você possa continuar. Eu sinto muito, meu bom amigo.” “Podemos receber a separação com fé em Deus, entendendo que um dia nos reencontraremos todos numa vida maior e essa esperança deve aquecer-nos o coração.”

Assim, além de trazer fé para o coração de seu amigo, você também demonstrará o seu pesar e a esperança no futuro.

3. Incentive a pessoa

Algumas pessoas gostam de sentir a contribuição dos amigos mais próximos, gostam de ouvir palavras de engajamento e perceber que, caso necessário, há uma rede de apoio próxima para auxiliar. Algumas frases que exprimem bem todo esse contexto são: 

“Força e coragem. Saiba que o meu coração está chorando junto ao seu. Conte comigo para o que precisar!” “Tenha coragem. Eu estou ao seu lado!”

Dessa forma, você demonstrará que há possibilidades para continuar, que é preciso coragem e que você está para o que der e vier.

Leia também:  Como Ver Quem Viu Video No Instagram?

4. Ressignifique a perda

Perder alguém que amamos é sempre muito triste, mas esse fato pode ser lembrado com gratidão pela convivência. Depois de algum tempo de luto, somos capazes de olhar para a pessoa que se foi com agradecimento pela relação e pela oportunidade de construir experiências juntos. Para essa situação, uma boa mensagem diz:

“Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós.” “Os carinhos que trocaram, os sorrisos que compartilharam, aos mãos que deram e o amor que nutriram é a receita da força em um momento de luto. Nunca esqueça disso em memória e honra daqueles que se foram.”

Assim, você ajudará o enlutado a ressignificar a partida do ente querido e demonstrará que, apesar da morte, os melhores momentos sempre permanecerão na memória.

5. Dê liberdade

Algumas pessoas, em vez de viverem o próprio luto, procuram em outros lugares uma forma de se distanciar do sofrimento, chegando até a exagerar no trabalho e essa repressão pode causar alguns impactos na vida do enlutado.

Por isso, é importante demonstrar a liberdade que ele tem de viver o sofrimento, de chorar pela perda e de se sentir triste. Esse é um processo natural do ser humano. Assim, você pode escrever:

“Viva o seu luto e não o luto dos outros.” “Não tenha medo do luto. Ele é apenas uma expressão genuína da nossa alma dizendo que quem parte jamais deixará os nossos corações.”

Provavelmente o seu amigo refletirá sobre o significado dessa mensagem e perceberá que ele tem a liberdade de ser autêntico mesmo nos momentos difíceis. 

O que não dizer em momentos como esse?

Além de saber o que dizer em momentos de luto, é importante saber o que não dizer. Alguns contextos já demonstram para nós o que é inadequado. Vamos supor que alguém faleceu após um longo período de internação. Não diga “pelo menos ele não está mais sofrendo”. Essa frase não ajuda. Ela, inclusive, pode reafirmar todo o sofrimento passado pela pessoa em vida.

Outra situação que causa muito desconforto acontece, geralmente, nos velórios, quando algumas pessoas ficam questionando a aparência do ente que faleceu. Não há necessidade desse tipo de avaliação em um momento tão sensível.

Além disso, ao ter contato com o enlutado, algumas curiosidades devem ser evitadas. Por exemplo, quando alguém quer saber o motivo do falecimento. Essa é uma pergunta que causa desconforto, além de ser extremamente pessoal. Se a pessoa quiser falar algo sobre, ela falará. Não é necessário questionar.

Notou como a mensagem de luto para um amigo é algo muito importante para ajudá-lo a superar o momento com mais segurança? Às vezes podemos expressar muitos sentimentos bons por meio de algumas palavras cheias de conforto. 

Gostou do nosso conteúdo? Já passou por alguma situação semelhante? Então deixe um comentário e partilhe conosco e com os demais leitores a sua história!

Quando alguém perde um ente querido: aprenda o que dizer

Confortar alguém que sofre é uma ação de generosidade e amor. Mas muitas pessoas têm dúvidas sobre o que dizer quando alguém perde um ente querido.

Afinal, a dor do luto é muito forte e pode ser difícil encontrar palavras que ajudem a consolar os que ficaram. Neste momento, é essencial ter bom senso e evitar frases cheias de lugares comuns, que não ajudam a confortar e ainda podem piorar a situação do enlutado.

Quer saber como agir neste momento? Continue a leitura e aprenda com a gente!

Como funciona o luto?

O primeiro passo para ajudar alguém que sofre com a morte é entender o luto como um processo natural que não tem um tempo pré-definido. Na verdade, quanto mais próximo for o falecido, mais intenso e prolongado pode ser o luto. Outro ponto essencial é compreender as 5 fases do luto, que são:

  1. negação: é uma maneira da mente se proteger da dor, o enlutado passa a negar a realidade, evitando falar sobre o assunto ou não aceitando a morte (acredita que foi um engano e a pessoa ainda irá retornar);
  2. raiva: o enlutado passa a se sentir injustiçado e sente raiva do mundo, da família, dos médicos, de Deus e de todos que possam ser “culpados” pelo ocorrido, inclusive pode sentir raiva de si mesmo;
  3. barganha: é a fase de negociação quando o enlutado passa a fazer promessas a Deus ou outras divindades nas quais ele acredita, com discursos como “serei uma pessoa melhor, mais gentil, caridoso, terei uma vida saudável”;
  4. depressão: agora a perda começa a se tornar mais real e presente no dia a dia e o enlutado passa a sentir uma tristeza mais intensa, podendo até se isolar do contato com as pessoas próximas;
  5. aceitação: por último, o enlutado começa a aceitar a realidade sem a pessoa falecida e se torna pronto para enfrentar a perda e continuar a sua vida. Embora ainda exista a saudade, ela não é mais tão sofrida como nas outras fases.

Entender cada uma dessas etapas é muito importante, pois só assim você saberá identificar em qual fase o seu amigo ou familiar se encontra, oferecendo uma ajuda mais precisa e até compreendendo alguns dos sentimentos que o enlutado está apresentando. Assim, é possível identificar se eles são ou não normais.

O que dizer quando alguém perde um ente querido?

Como Ajudar Um Amigo Que Perdeu A Mãe?

Muitas vezes, mais importante do que dizer palavras “mecânicas” é oferecer o seu apoio, dando um abraço sincero e se colocando à disposição para ouvir ou ajudar no que for preciso. É essencial demonstrar empatia, compreensão e sensibilidade com o sofrimento alheio. Veja algumas ideias do que dizer ou fazer neste momento:

“Se precisar, estarei aqui, conte comigo”

Como dissemos, se colocar à disposição do enlutado é uma ótima maneira de demonstrar apoio, carinho e empatia. Esse é um momento muito difícil e quem sofre precisa de todo o suporte da família e dos amigos.

Abrace quem está sofrendo e demonstre que você pode e irá apoiá-lo no que for necessário. Isso é um gesto extremamente bonito e certamente fará diferença para quem está vivenciando a dor da perda.

“Sei que, quando estiver preparado, seguirá com a sua vida”

Muitas pessoas têm o costume de dizer frases como “seja forte”, “não chore”, “pense nos seus filhos” e assim por diante. Mas quem disse que é preciso ser forte?

Deixe o enlutado demonstrar seus sentimentos, lembre-se que, nesse momento de dor tão profunda, o futuro é o menos importante. Mas se ainda quiser passar uma mensagem de “otimismo”, lembre-o de que, um dia, essa dor será menor e a pessoa conseguirá continuar vivendo, mesmo com a falta de alguém tão especial.

Muitas pessoas enlutadas sentem-se inúteis. Vale lembrar que o enlutado não é alguém sem importância, apenas uma pessoa que está sofrendo e passando por uma perda significativa, mas que, assim como tudo na vida, isso também será superado.

“Eu não sei como você se sente”

Por mais que já tenhamos perdido alguém, o luto nunca é o mesmo e cada pessoa o sentirá de uma forma diferente. Então, seja sincero, e diga que você não tem ideia de como a pessoa se sente, mas que mesmo assim, deseja ajudar no que for possível.

Afinal, por mais que não conheçamos a extensão da dor do outro, podemos nos sensibilizar com ela. Você pode ser sincero e dizer que não tem ideia de como o outro está sofrendo, mas que sente de verdade por essa situação e que estará ali para o que for preciso.

“Viva o seu luto e não o luto dos outros”

Essa é uma frase de força muito interessante e que pode ajudar em todas as fases do luto. Como dissemos, cada um sente a perda de uma maneira diferente.

Enquanto uns podem chorar com mais frequência ou em público, outros são mais retraídos. Enquanto alguns se recuperam mais rápido, outros podem demorar mais.

Não existe uma “receita” de como deve ser o luto. Assim, deixe que a pessoa vivencie seus sentimentos e entre em contato com eles do jeito que for melhor para ela.

Lembre-a de que cada luto é diferente e que ela poderá expressar a sua dor como achar melhor. Dê espaço e força para que isso aconteça.

O que não dizer nesses momentos

Embora seja excelente saber o que dizer quando alguém perde um ente querido, é fundamental entender o que não deve ser feito, de modo a evitar gafes e, claro, deixar o outro ainda pior. Separamos algumas frases que devem ser evitadas. Confira:

  • “Como você está?”: embora essa seja uma frase protocolar, o enlutado certamente dará uma resposta automática e que não condiz com a sua situação, afinal ele acabou de perder alguém querido é óbvio que não se sente bem;
  • “Ele (a) está em um lugar melhor”: tome cuidado caso você não saiba quais são as crenças do enlutado. Em algumas situações, essa frase pode acabar desmerecendo ou reduzindo os sentimentos de quem está sofrendo;
  • “Diga se existe algo que eu possa fazer por você”: muitas ofertas de ajuda podem deixar o enlutado perdido e, nesse momento, ele se sente sem forças até mesmo para escolher a quem pedir ajuda. O melhor é tomar a frente e realizar algumas ações mais simples;
  • “Isso acontece com todo mundo em algum momento”: é claro que a morte é parte da vida de todos, mas dizer isso a quem sofre é minimizar a dor alheia e não ajuda em nada;
  • “Ele (a) ia preferir que fosse assim”: é muito difícil saber quais eram as preferências de quem partiu, salvo quando a pessoa deixou claro as suas instruções. Se você não sabe o que o falecido gostaria, é melhor não dizer nada, já que isso pode gerar discussões desnecessárias;
  • “Não chore, ele (a) não ficaria feliz em lhe ver assim”: embora ao dizer isso o que se deseja é encorajar o enlutado, a situação poderá ser contrária. Deixe quem está sofrendo demonstrar a sua dor e não tente limitá-la.

Atenção ao luto patológico

Por último, uma boa maneira de ajudar quem está sofrendo é prestar atenção em como essa pessoa está vivenciando o luto. Caso você note que ela está passando muito “tempo” em uma das fases ou que a tristeza profunda está se transformando em outros problemas, como uma depressão mais forte, síndrome do pânico, distúrbios de ansiedade e outros, o melhor a fazer é buscar ajuda.

Leia também:  Como Evitar Que A Bolsa Estoure?

Converse com um terapeuta e leve o enlutado a uma terapia do luto. O profissional poderá orientá-lo da melhor maneira possível e ajudá-lo a superar a dor da perda.

33 coisas que você pode fazer por uma pessoa querida que está passando por uma perda ou momento difícil

Ver alguém querido passar por um luto ou um período de dor intensa por problemas inevitáveis da vida não é fácil. A gente fica mesmo sem saber o que dizer e como agir para tentar amenizar um pouco do sofrimento.

“Devo fazer uma visita?”, “será que é melhor deixar a pessoa quieta?”, “posso perguntar sobre o estado de saúde do parente que está doente?” são algumas das dúvidas comuns de todo mundo que se sente expectador de um filme de drama estrelado por um amigo, colega ou parente.

Fui uma atriz coadjuvante em uma narrativa dessas no ano passado. Em um espaço de tempo de 8 meses, meu pai parecia saudável, começou a sentir algumas coisas fora do comum, descobriu um câncer avançado, passou meses no hospital e, enfim, descansou. Foi o período mais difícil da minha vida – assim como de todo o meu pequeno núcleo familiar.

Muitas vezes acreditei que não aguentaria o dia seguinte, a semana seguinte e, principalmente, a perda inevitável que se desenhava.

Foi com gestos carinhosos de pessoas queridas que consegui recarregar energias para seguir em frente: dos menores como um abraço diário das amigas do trabalho, até o amigo que foi em casa fazer um jantar pra minha mãe em uma noite crítica em que eu não pude estar presente.

Foram tantas demonstrações de carinho e apoio que passei os últimos meses de luto com vontade de listar tudo o que consegui lembrar que fizeram por mim e que permitiram que meus dias fossem mais leves. Segue ????

1. Mandar mensagens de carinho todo dia de manhã;
2. Adotar a prática de “1 abraço por dia”;
3. Deixar um chocolatinho surpresa na portaria do prédio da pessoa;
4. Oferecer ajuda para cuidar dos filhos, bichos ou plantas;
5.

Oferecer ajuda para arrumar a casa e deixá-la mais agradável;
6. Se o problema for um ente querido hospitalizado, oferecer companhia para visitas ou até mesmo para dormir no hospital;
7. Convidar essa pessoa para um almoço gostoso;
8. Ser um ouvinte paciente e empático;
9.

É importante fazer a própria pessoa se sentir querida e compreendida mesmo que o foco de toda a família e amigos seja alguém doente;
10. Se for colega de trabalho, oferecer apoio em tarefas do dia a dia e até mesmo para cobrir reuniões e afins que a pessoa não pode ou precisa comparecer;
11.

Se for chefe, ser compreensivo e permitir uma flexibilidade de horários;
12. Convidar essa pessoa para fazer algo lúdico/artístico juntos: pintar umas telas, escrever uma história, cozinhar algo gostoso…
13. Presentear essa pessoa com algo que você mesmo fez, pensando e colocando energias positivas naquilo;
14.

Se morar longe, pegar o primeiro ônibus/carro/avião para abraçar essa pessoa e oferecer um ombro amigo quando a coisa apertar;
15. Oferecer ajuda logística para resolver algo ou alguma burocracia que a pessoa não pode por motivos de trabalho, distância ou incapacidade de lidar mesmo;
16.

Se for médico, psicólogo ou terapeuta holístico, oferecer ajuda técnica pelo bem estar da pessoa;
17. Incluir a pessoa e o contexto do momento difícil em suas orações, rezas e afins;
18. Se mostrar empático sem comparar dores.

Ter a consciência de que mesmo que você já tenha passado por uma situação semelhante, cada pessoa reage aos problemas da vida de forma diferente. Evitar o clichê “sei como você se sente”;
19. Deixar um bilhetinho em que diga o quanto você admira o fato de que a pessoa está sendo forte e sobrevivendo ao momento turbulento;
20.

Convidar essa pessoa para afofar bichinhos – se ela gostar – e/ou dar um passeio em meio à natureza;
21. Indicar técnicas e/ou aplicativos de meditação e outras práticas que promovem o bem estar;
22. Promover um momento de “descompressão” com a pessoa: seja por um final de semana ou um dia.

Vale convidar pra fazer uma curta viagem ou um passeio cultural em que o problema fique em segundo plano;
23. Nunca julgar as lágrimas ou o sofrimento dessa pessoa, mesmo que você ache que reagiria de forma diferente;
24.

Cuidar de familiares quando a pessoa querida está sem forças para apoiar os outros além de si mesma;
25. Preparar um chá ou um chocolate quente para acalmar o coração agitado;
26. Convidar os colegas de trabalho a escrever um cartão carinhoso para a volta da pessoa de luto ao trabalho;
27.

Em caso de falecimento, ir ao velório é importante mesmo que seja para apenas abraçar e chorar junto. Se não for possível estar presencialmente com a pessoa, enviar flores e um bilhete pode fazer a diferença nesse momento tão difícil;
28.

Trocar a frase “se eu puder ajudar em alguma coisa, me avisa” por “estou aqui, o que posso fazer?”;
29. Ajudar a pessoa a se lembrar das coisas boas que a vida tem mesmo em momentos de desânimo – porém não forçar a barra em momentos de crise;
30.

Se a perda for de alguém que também é do seu convívio, fazer um álbum com fotos e lembranças e dizer que está pronto; quando a pessoa quiser ver, você a presenteia;
31. Presentear a pessoa com uma sessão de massagem, de tarô, de yoga, de manicure ou qualquer outra coisa que desestresse um pouco;
32. Dar espaço se você conhecer muito bem a pessoa e souber identificar quando ela precisa ficar sozinha sem falar com ninguém por umas horas ou talvez dias;
33. Na dúvida sobre como agir – ou se não tiver muita intimidade com a pessoa -, oferecer um abraço é melhor que não fazer nada.

Esse texto foi escrito por:

Ana Heloisa Costa

Como Ajudar Alguém a Superar a Perda de um Parente

  1. 1

    Reconheça o que aconteceu. Não é nada fácil falar sobre a morte, e muita gente não sabe nem como abordar a questão. Mas evitar o assunto porque você não se sente à vontade para falar sobre ele não vai ajudar o seu amigo a sentir-se melhor.

    Pode ser que todos tenham a boa intenção de distraí-lo ao conversar sobre outros assuntos, ou até mesmo contando piadas. Mas ignorar o assunto que mais pesa na vida do seu amigo nesse momento não vai ajudar.

    É melhor tomar coragem e conversar sobre esse tabu.

    • Não tenha medo de dizer “faleceu.” Em vez de “Fiquei sabendo sobre o que aconteceu”, diga “Me contaram que sua avó faleceu.” Ao dizer a verdade, mesmo que ela doa, você mostra que está disposto a falar sobre assuntos mais delicados. E é disso que seu amigo precisa nessa hora.
    • Refira-se ao falecido pelo nome. Dizer o nome da pessoa que perdemos pode fazer muita gente chorar, mas demonstra que ela continua presente e sendo importante.
  2. 2

    Demonstre que também lamenta a morte do ente querido. Diga a seu amigo o quanto sente a perda do parente ou amigo dele ou dela, e aproveite para falar o quanto gosta dele ou dela. Assim, a pessoa amiga se sentirá amparada. Um abraço também expressa a sua solidariedade. Diga “Sinto muito.”

    • Se conhecia o falecido, compartilhe memórias com seu amigo e lembre-o das boas qualidades que essa pessoa tinha. Lembrar de todas as coisas positivas sobre ela pode ajudar o seu amigo a suportar melhor a dor da perda.
    • Caso você e seu amigo sigam uma religião, ofereça-se para orar por ele e a família dele. Se ele for ateu, diga que você sente profundamente a perda dele.
  3. 3

    Seja autêntico. Como a morte é um assunto muito delicado, é realmente complicado expressar os seus verdadeiros sentimentos para o seu amigo.

    Mas usar os diversos clichês já batidos que tentam facilitar a abordagem do tema não vai ajudar. O melhor é falar honestamente o que você está realmente sentindo.

    Ao se abrir sinceramente, seu amigo se sentirá mais seguro para vê-lo como um ombro amigo e alguém para ouvir.

    • Evite dizer coisas como “Ela está em um lugar melhor,” ou “Ela gostaria de vê-lo feliz agora.” Não dá para ficar falando essas coisas sendo que você nem tem certeza de que é isso mesmo que está acontecendo. Afinal, como saber? Esse tipo de conversa não ajuda muito.
    • Caso esteja com muita dificuldade de expressar seus sentimentos em palavras, basta dizer algo como “Eu nem sei o que dizer. Não sei expressar como estou abalado pela morte dela.”
  4. 4

    Pergunte como a pessoa está se sentindo. Pode parecer uma pergunta comum, mas na verdade muita gente tem medo de fazê-la ou simplesmente não querem ficar em uma situação delicada ao ouvirem a resposta.

    Quando o seu amigo está no trabalho ou com conhecidos, ele provavelmente tem que fingir que está tudo bem. É por isso que, como amigo, você tem que dar a chance que faltava para que ele possa desabafar.

    Esteja pronto para aceitar a resposta do seu amigo, mesmo que ela seja um tanto difícil de ouvir.

    • Há pessoas que preferem não falar sobre o que estão sentindo. Nesse caso, não force o seu amigo a falar mais do que ele está disposto a dizer.
    • Caso seu amigo decida se abrir com você, incentive-o a falar. Não tente mudar de assunto ou deixar a conversa animada ou alegre. Apenas deixe a pessoa colocar para fora todas as emoções e sentimentos que ela é obrigada a sufocar e esconder no dia-a-dia.
  5. 5

    Não julgue. Cada um tem o seu jeito de lidar com a perda de um ente querido. Não há certo ou errado aqui. Mesmo que seu amigo esteja reagindo de uma forma que você jamais reagiria, deixe-o expressar os sentimentos represados sem ficar julgando ele.

    • Esteja pronto para conhecer uma face nova do seu amigo. O desespero e a dor da perda podem vir à tona de diversas formas. Pode ser que seu amigo reaja com raiva, continue negando o que aconteceu, fique meio anestesiado, enfim, há milhões de emoções diferentes causadas pela perda de alguém que amamos.
  6. 6

    Não diga “O tempo cura todas as dores”. O tempo pode aliviar um pouco o abalo inicial, mas quando um ente querido morre, a vida nunca mais volta a ser a mesma. A ideia de que o tempo cura as dores passa a impressão de que há um prazo para sentir dor e que a pessoa tem a obrigação de se recuperar logo.

    Porém, há pessoas que nunca vão conseguir superar a dor. Ao invés de se concentrar em ajudar a pessoa a superar a dor e voltar à vida normal, esforce-se para ser sempre alguém com quem ele pode contar e que está sempre procurando deixá-lo mais feliz. Nunca pressione seu amigo para sair do luto mais rápido.

    • Esqueça as “cinco fases do luto.” Na verdade, não há um período padrão para o luto, e cada indivíduo lida com ele de forma diferente. A teoria dos cinco estágios pode ajudar alguns, mas para muita gente ela simplesmente não funciona. Não tente convencer seu amigo a achar que deve se recuperar dentro de um prazo pré-determinado.
  7. 7

    Não fique dizendo “Você é tão forte.” A intenção por trás dessas palavras pode ser a melhor do mundo, mas seu amigo pode se sentir impedido de desmoronar ou demonstrar fraqueza.

    Mas é exatamente nesse momento que ele está sofrendo mais profundamente. Talvez ele só queira baixar a guarda por um momento e demonstrar seu lado humano, ou seja, com fraquezas e desespero.

    Lembre-se de que o mundo dele acabou de virar de cabeça para baixo. Não espere que ele aja com força e coragem o tempo todo.

4 coisas sobre o que fazer por quem está em luto e ajudar

Ele era tão bom. Estamos numa fila. Enfim, descansou. Estive com ele ontem. Estas são algumas das frases clichês que dizemos pra quem perdeu alguém que amava. Queremos consolar, ajudar a pessoa seguir em frente, mas não é fácil saber direito o que falar e o que fazer por quem está em luto

Presença, sensibilidade e empatia  

Por vezes, não encontramos as palavras mais indicadas. Em outras, apresentamos gestos que consideramos adequados e depois percebemos que não caíram bem. Para confortar uma pessoa querida e que atravessa um período de luto, é necessário ter bastante sensibilidade e empatia.

Sabemos que a morte faz parte da vida, mas esta constatação por si só não é suficiente para ajudar quem está diante do sofrimento provocado pela perda. Afinal, ela teve diversas experiências com o familiar ou amigo próximo e querido. E cada um tem seu jeito próprio de sofrer.

Em resumo, quando uma pessoa perde alguém importante, o que ela mais precisa é de uma conversa carinhosa com lembranças de momentos especiais vividos com quem se foi, de um oferecimento sobre uma ajuda prática ou simplesmente de um bom ouvido para absorver um desabafo. 

A trajetória do luto é cheia de etapas. A superação de uma perda demora. Mas quando se tem algum alento e suporte emocional vindos de quem gostamos, tudo se torna mais fácil.

Por isso, vamos dar algumas dicas sobre o que fazer por quem está em luto. Avalie o que é melhor no seu caso. O importante é não se afastar pensando que assim está ajudando. 

1. Seja sincero e verdadeiro

Muitas vezes, na ânsia de ajudar, falamos coisas que não são verdadeiras ou não acreditamos. Procure focar os fatos. Se ponha no lugar da pessoa e pense no que ela provavelmente está sentindo. Assim, suas possibilidades de acertar são maiores. 

Pense se fosse você numa situação similar. O que gostaria de ouvir? Mostre que também está abalado, mas não queira provar que está sentindo igual ou mais que a pessoa que está enfrentando o luto. Diga também que você está junto dela para o que der e vier. O enlutado não se sentirá só.

2. Procure ouvir mais do que falar

Quando estão de luto, as pessoas precisam tanto de um ombro amigo pra chorar, quanto de bons ouvidos para serem ouvidas. Preste atenção no que quem perdeu um ente querido tem a dizer. Deixe a conversa fluir sem fazer muitas perguntas. 

Estando presente e mostrando-se solícito para escutar sem julgamentos, você ajuda a pessoa a se sentir mais leve porque ela estará compartilhando a dor que sente. Quando o enlutado expressa seus próprios sentimentos, os pensamentos negativos tendem a desaparecer e fica mais fácil aguentar a tristeza. 

3. Se a pessoa não quiser se abrir, não insista

Em muitas ocasiões, nem é preciso falar nada. E também não pressione pra pessoa falar caso não queira. O que ela mais precisa talvez sejam gestos como acenos de cabeça, disposição em ficar de mãos dadas, um abraço ou simplesmente que você fique ao lado dela em silêncio. 

Abanar no caso de muito calor, oferecer um suco gelado ou um café quentinho, segurar algo de valor que possa estar incomodando ou colocar levemente suas mãos nos ombros da pessoa são atitudes bem-vindas. Porque transmitem afeto e preocupação. 

4. Se perceber que é necessário, aconselhe sobre ajuda profissional

Geralmente, o luto é superado quando a pessoa tem suas angústias administradas e não negadas. Quando ela se sente acolhida por todos que lhe querem bem, se refaz com menos dificuldades. 

Porém, é preciso ficar bem atento para que cada fase do luto seja vivenciada. E que o período de luto não se estenda demasiadamente. Existem perdas que impedem quem fica de seguir a vida. Se a depressão e todos os seus sintomas se instalarem, não hesite em sugerir a ajuda de um psicólogo ou até mesmo de um médico.

Leia, também nossas 11 dicas de etiqueta em situações de luto! 

Como Ajudar Um Amigo Em Luto, Mesmo à Distância

Quando um amigo ou amiga passa pela dor do luto, às vezes nos faltam palavras para ajudar a confortar. Neste momento, é importante estar por perto, ser presente mesmo que seja online, pois quantas vezes é normal precisarmos de uma palavra amiga em dias normais do cotidiano. Já imaginou o quanto é importante poder ajudar a quem está enfrentando a dolorosa perda de um ente querido?

Neste período que estamos passando, a nossa presença até mesmo em velórios as vezes não é possível, deixando mais dolorosa a partida do ente querido. Para confortar pessoas nesta época, precisamos de formas de ajudar um amigo mesmo distante. 

O gesto de uma mensagem pode mudar o dia de alguém, pois mostra o quanto essa pessoa é importante para você e que ela não está sozinha, ajuda na clareza de seus pensamentos, pode ajudar a decifrar um pouco os sentimentos que estão guardados.

Mas lembre-se, evite usar frases como “O tempo cura tudo”, “Você vai se recuperar”, frases que podem sem ter a intenção, mas acabam subestimando o que a pessoa está passando. A empatia neste momento é algo indispensável. 

Há várias formas de enviarmos uma mensagem, nem sempre precisamos usar lindas palavras ou algo muito elaborado. Uma  simples pergunta como: “Como você está?” ou “Precisa de alguma ajuda?”; Pode ser o suficiente para a pessoa perceber que não está sozinha, já que quando passamos pelo luto o sentimento de solidão pode aparecer e deixar tudo mais escuro.

Já reparou que tem pessoas que precisam ouvir? Agora você irá perceber pessoas que precisam escutar palavras de apoio, escutar que são amadas. E nestes dias que as mensagens escritas cada dia tomam contam de nosso dia a dia e as ligações tornam mais de telemarketing do que de amigos, lembre-se de ligar se reparar que esta pessoa precisa ouvir sua voz. 

Existem pessoas que se sentem amadas ganhando presentes, é uma das linguagens do amor. Não precisa ser algo caro e nem grandioso. Só o fato de enviar algo já será uma forma de falar que não está sozinho neste momento. 

Procure conhecer “As Cinco Linguagens do Amor”, para entender mais as pessoas e a forma de amar de cada um.

Há vários vídeos na internet que são motivacionais, ou que demonstrem em palavras aquilo que se passa em seu coração. Nós do Parque dos Girassóis, sempre produzimos mensagens para estes momentos.

Já percebeu alguma vez, que estava afogado em seus sentimentos e pensamentos e viu em algum vídeo algo que fez total sentido e ajudou a perceber o que estava escuro em sua mente? Um vídeo para uma pessoa que entende melhor em sensações (cinestésica), pode ajudar muito mais que uma mensagem escrita. 

Pode ser algo na mensagem que faça o dia da pessoa um pouco melhor, compartilhe sentimentos.

Todas as mensagens que são produzidas em homenagens para pessoas que faleceram, são uma forma de tentar traduzir os sentimentos das pessoas que passaram pela perda da pessoa tão amada. Liberar sentimentos guardados. 

“As lágrimas virão e tudo bem — não tente conter as lágrimas” “Elas têm um propósito.”

“No processo psicoterapêutico, a amizade pode ser compreendida como fator de proteção, é a rede de afeto no enfrentamento dos dissabores da vida, é a força que sustenta ao cair, ou mesmo a mão estendida ao levantar.

O ser humano é um ser sociável, que precisa de pessoas para viver em plenitude. Um vínculo pode ser formado através de uma mensagem, um vídeo, uma forma de demonstrar o carinho e respeito que possui pela pessoa, mesmo distantes.

Fonte: https://psicologiaacessivel.net/2017/07/22/a-funcao-psicologica-da-amizade/

https://www.psicologiasdobrasil.com.br/como-realmente-ajudar-um-amigo-em-luto/

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*