Chia Para Que Serve E Como Usa La?

Chia Para Que Serve E Como Usa La?

Foto: Thinkstock

Os alimentos funcionais estão mais “em alta” do que nunca! São aqueles que, além de nutrirem, ajudam a reduzir o risco de determinadas doenças, melhoram a qualidade de vida, enfim, oferecem inúmeros benefícios ao organismo.

Dentro deste contexto, a chia vem se destacando há algum tempo e é comumente usada na dieta de pessoas que se preocupam em seguir uma alimentação saudável. Mas, atualmente, um “derivado” dela tem atraído ainda mais atenções: a farinha de chia.

Talitta Maciel, nutricionista do Espaço Reeducação Alimentar, explica que a farinha de chia é obtida através da moagem das sementes da chia. “Ela é rica em fibras, cerca de 98% da sua composição, é rica em magnésio, fósforo, potássio e cálcio, além de vitaminas do complexo B”, diz.

Benefícios da farinha de chia

Talitta fala sobre as vantagens do consumo da farinha de chia:

  • Ajuda no funcionamento do intestino por ser rica em fibras (cerca de 98% da sua composição);
  • Devido às fibras, proporciona saciedade;
  • Também devido à presença de fibras, ajuda a reduzir a absorção de gorduras e glicose;
  • Pode ser consumida por pessoas com restrições alimentares, como celíacos e vegetarianos;
  • Ajuda no combate à osteoporose, por ser rica em cálcio e outros nutrientes importantes para a saúde óssea;
  • Tem menos calorias que a farinha de trigo;
  • Rica em minerais como magnésio e potássio, melhora a resposta muscular após exercício físico;
  • Seu cálcio é mais biodisponível que o do leite, ou seja, o corpo humano aproveita e absorve melhor o cálcio da chia.

Semente de chia x Farinha de chia

Chia Para Que Serve E Como Usa La?

Foto: Thinkstock

Talitta explica que a semente de chia apresenta grandes quantidades de proteínas de alto valor biológico, fibras, ômega 3 e antioxidantes. “Possui ação anti-inflamatória e ajuda na absorção de glicose, sendo uma aliada no combate ao diabetes; ajuda na saúde óssea, por ser rica em cálcio biodisponível”, diz.

A farinha de chia, acrescenta a nutricionista, possui as mesmas propriedades que a semente, mas as quantidades de fibras são maiores.

Então, além de apresentar todos os benefícios da semente de chia, a farinha pode contribuir ainda mais para o aumento da saciedade e, consequentemente, para o emagrecimento.

Ela também garante o bom funcionamento do intestino e aumenta a resposta muscular após o exercício físico.

Sendo assim, pode-se dizer que a farinha de chia é boa indicação para pessoas que estão seguindo dieta para perda de peso, indivíduos com histórico de constipação intestinal e adeptos da prática de exercícios físicos.

Como utilizar a farinha de chia e onde encontrá-la

Talitta explica que a farinha de chia pode ser usada como parte de receitas que contêm a farinha de trigo, enriquecendo-as com nutrientes. Abaixo ela cita algumas sugestões:

  • Massas de pães;
  • Bolos;
  • Tortas;
  • Na salada;
  • No iogurte;
  • Com frutas;
  • Em sucos;
  • No mingau;
  • Misturada com farelo de aveia;
  • Em vitaminas etc.

De acordo com a nutricionista, a sugestão de consumo é de até duas colheres (sopa) por dia.

“Encontramos a farinha de chia em lojas de produtos naturais, supermercados, feiras de produtos orgânicos. Ela ainda pode ser feita de forma caseira, batendo no liquidificador as sementes de chia”, destaca Talitta.

Farinha de trigo x Farinha de chia

Chia Para Que Serve E Como Usa La?

Foto: Thinkstock

  • Confira as comparações de valores nutricionais entre a farinha de trigo e a farinha de chia:
  • Farinha de trigo (100 g)
  • Valor energético: 360 kcal
  • Carboidratos: 75,1 g
  • Fibras: 2,3 g
  • Proteínas: 9,8 g
  • Lipídeos: 1,4 g
  • Ômega 3: X
  • Ômega 6: X
  • Magnésio: 31 mg

Chia Para Que Serve E Como Usa La?
Veja também
7 farinhas que emagrecem

  1. Cálcio: 18 mg
  2. Sódio: 1 mg
  3. Fósforo: 115 mg
  4. Potássio: 151 mg
  5. Farinha de chia (100 g)
  6. Valor energético: 186 kcal
  7. Carboidratos: 52,9 g
  8. Fibras: 51,8 g
  9. Proteínas: 29,3 g
  10. Lipídeos: 7 g

Chia Para Que Serve E Como Usa La?
Veja também
Farinha de banana verde

  • Ômega 3: 4,2 g
  • Ômega 6: 1,4 g
  • Magnésio: 570 mg
  • Cálcio: 890 mg
  • Sódio: 1,1 mg
  • Fósforo: 1130 mg
  • Potássio: 1070 mg

Receitas com farinha de chia para você experimentar

Chia Para Que Serve E Como Usa La?

Foto: Thinkstock

  1. Confira algumas receitas que ficam ótimas com a farinha de chia:
  2. 1. Bolo de chia, aveia e castanha
  3. Ingredientes

Chia Para Que Serve E Como Usa La?
Veja também
8 usos para a farinha que você precisa conhecer

  • 2 colheres (sopa) de chia em grãos
  • ½ xícara (chá) de farinha de chia
  • ½ xícara (chá) de aveia em flocos
  • 2 xícaras (chá) de açúcar mascavo
  • 1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • ½ xícara (chá) de castanha do Pará moída
  • ½ xícara de uvas passas
  • 2 colheres (sopa) de óleo de girassol
  • 1 ½ xícara (chá) de água fervente
  • 2 ovos
  • 1 pitada de sal marinho

Modo de preparo

  1. Despeje a água fervente sobre a aveia e a chia em grãos.
  2. Acrescente óleo, misture e deixe descansar por 20 minutos.
  3. Adicione o açúcar mascavo e os ovos.
  4. Junte a farinha de trigo, a farinha de chia, o sal, o fermento e, por último, a castanha-do-pará. Misture bem, despeje em uma forma redonda com furo central e untada.
  5. Leve para assar em forno a 180ºC por aproximadamente 40 minutos.
  6. Já com a massa na forma, antes de assar, salpique castanha do Pará para decorar.
  7. Como cobertura use calda de Agave.

2. Cocada com maracujá e chia

Ingredientes

  • 250 gramas de coco natural ralado
  • 1 colher de sobremesa de farinha de chia
  • Polpa de 2 maracujás
  • 1/3 de xícara de chá de açúcar demerara
  • 1/3 de leite de coco

Modo de preparo

  1. Em uma panela coloque o coco ralado, a polpa do maracujá, o açúcar e a farinha de chia.
  2. Leve ao fogo até ferver, misturando bem.
  3. Reduza o fogo até que o suco comece a secar e vá mexendo para não queimar o fundo.
  4. Quando chegar a esse ponto, com um pouco de caldo ainda, adicione o leite de coco, mexa e retire do fogo.
  5. Sirva frio.

Bolo integral com chia

Ingredientes

  • 2 maçãs com casca
  • 1 xícara de farinha de chia
  • 1 colher de sopa de essência de baunilha
  • 3 ovos
  • 1 ½ xícara de açúcar
  • 2/3 xícara de óleo
  • 1 xícara de farinha integral
  • 1 xícara de aveia em flocos
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 colher (sopa) de canela em pó
  • 1/2 xícara de nozes picadas
  • 3/4 xícara de leite
  • ½ xícara de uva passas

Modo de preparo

  1. Lave as maçãs, descasque-as e pique-as. (Reserve as cascas).
  2. Leve ao liquidificador os ovos, o açúcar, o óleo e as cascas das maçãs.
  3. Em uma tigela, misture a farinha integral, a aveia e a farinha de chia.
  4. Adicione as maçãs picadas, as nozes, as uvas passas e a canela.
  5. Despeje o conteúdo batido no liquidificador e a essência de baunilha.
  6. Mexa bem e adicione o fermento delicadamente.
  7. Leve o bolo ao forno pré-aquecido a 180 graus por 40 minutos.

Agora você já tem ótimos motivos para incluir a farinha de chia na sua alimentação. Lembre-se: além dessas receitas, ela é uma boa opção para substituir a farinha de trigo em muitas outras preparações. Use a criatividade e crie vários pratos funcionais!

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

7 incríveis benefícios da chia (e como consumir)

  • A chia é uma semente considerada um superalimento com diversos benefícios para saúde, que incluem a melhora do trânsito intestinal, melhora do colesterol e até diminuição do apetite, pois ela é rica em fibras e vitaminas.
  • As sementes de chia tem em sua composição ômega-3, antioxidantes, cálcio, proteínas, fibras, vitaminas e minerais, que fazem desta semente um excelente complemento nutricional, natural e econômico.
  • Chia Para Que Serve E Como Usa La?
  • Os principais benefícios da chia incluem:

1. Controlar a diabetes

Devido ao elevado conteúdo em fibras, a chia é capaz de evitar o aumento rápido da glicemia, controlando a quantidade de açúcar no sangue, o que é excelente para controlar a diabetes tipo 1 e tipo 2. Além disso, ela reduz o índice glicêmico dos alimentos, devido as fibras, fazendo com que a fome não apareça repentinamente.

2. Melhorar a saúde intestinal

Também devido ao conteúdo de fibras, as sementes de chia aumentam os movimentos intestinais, evitando a prisão de ventre, mas para que tenham este efeito deve-se consumir as sementes devidamente hidratadas, caso contrário as sementes podem prejudicar a função intestinal, aumentando o risco de colite, por exemplo.

3. Ajudar a diminuir o peso

As sementes de chia conseguem absorver uma grande quantidade de água e, por isso, formam um gel que ocupa algum espaço no estômago, diminuindo a vontade para comer.

Uma boa forma de consumo é fazer om overnight que consiste em deixar num pote de vidro os seguintes ingredientes: iogurte natural + 1 colher de sopa de chia + 1 colher de aveia + 1 colher de chá de mel. Essa mistura deve ser mantida toda noite dentro da geladeira e pode ser consumida no café da manhã. 

4. Reduzir o risco de doenças cardiovasculares

A chia tem uma boa quantidade de ômega 3 que atua no organismo reduzindo inflamações, controlando os níveis de colesterol, prevenindo aterosclerose e protegendo o corpo de doenças cardiovasculares e cerebrais, melhorando a memória e a disposição. 

Leia também:  Como Fazer Para Que A Marmelada Fica Dura?

O ômega 3 é um nutriente muito importante para as funções cerebrais, pois 60% do cérebro é constituído por gordura, especialmente o Ômega 3. A deficiente ingestão desta gordura está associada a maior perda de memória do idoso e a elevados níveis de sentimentos de angústia e depressão.

5. Evitar o envelhecimento precoce

As sementes de chia tem antioxidantes que combatem os radicais livres, evitando o envelhecimento das células.

 Os antioxidantes são substancias que ajudam o organismo a atrasar ou impedir a ação dos radicais livres nas células, evitando danos permanentes que podem, ao longo do tempo, levar ao desenvolvimento de doenças como câncer, cataratas, problemas cardíacos, diabetes e, até, Alzheimer ou Parkinson.

6. Regular o colesterol 

A chia possui uma boa quantidade de fibras insolúveis, isto é, que não se dissolvem na água, e por isso, ela quando consumida pode ajudar a eliminar a gordura presente na alimentação, sendo eliminada naturalmente pelas fezes. 

7. Fortalecer os ossos 

Esta também é uma boa fonte de cálcio, que ajuda a fortalecer os ossos, o que é especialmente indicado em caso de osteopenia, osteoporose, ou após uma fratura, ou de um tempo prolongado acamado. 

Benefícios do óleo de chia

O óleo de chia pode ser encontrado em cápsulas ou na forma líquida natural, e traz benefícios para a saúde por ser rico em ômega-3, uma gordura boa para o organismo que atua desempenhando funções como fortalecer o sistema imunológico, melhorar a memória e a concentração, reduzir a inflamação no organismo e prevenir doenças cardiovasculares, como o infarto.

Para obter esses benefícios, deve-se tomar de 1 a 2 comprimidos de óleo de chia por dia, ou 1 colher de sopa do óleo líquido natural, que também pode ser acrescentado em receitas saudáveis de pães, sopas, bolos e refogados. Veja mais sobre o Óleo de semente de chia em cápsulas.

Chia Para Que Serve E Como Usa La?

A chia é uma pequena semente muito versátil e fácil de usar. Alguns exemplos são:

  • Adicionar as sementes de chia em receitas de bolo, panqueca ou biscoito;
  • Adicionar as sementes em alimentos prontos para o consumo como iogurte, sopa ou salada;
  • Fazer um overnight, adicionando 1 colher de sopa de semente de chia em 250 ml de água e consumir 20 minutos antes das refeições principais ou no café da manhã.

A chia pode ser encontrada na forma de grão, farinha ou óleo e pode ser adicionada no iogurte, cereais, sucos, bolos, saladas e temperos. Para obter todos os benefícios da chia basta consumir mais de duas colheres de sopa por dia.

Informação nutricional da semente de Chia

Composição nutricional de 100 g de sementes de chia:

Calorias 371 kcal
Proteínas 21,2 g
Carboidratos 42 g
Gorduras Totais 31,6 g
Gordura Saturada 3,2 g
Gordura poliinsaturada 25,6 g
Ômega-3 19,8 g
Ômega-6 5,8 g
Vitamina A 49,2 UI
Cálcio 556,8 mg
Fósforo 750,8 mg
Magnésio 326 mg
Zinco 44,5 mg
Potássio 666,8 mg
Ferro 6,28 mg
Fibras Totais 41,2 g
Fibras Solúveis 5,3 g
Fibras Insolúveis 35,9 g

Chia para emagrecer: Dicas de como usar o alimento – Cuidaí

Você provavelmente já ouviu falar que chia emagrece. Sementes de chia estão em todo lugar, do Instagram ao plano alimentar de quem pretende eliminar os quilinhos extras, por uma boa razão. Esse superalimento é fonte de energia nutricional, rico em proteína e ácidos graxos ômega-3. Mas, será que dá mesmo para usar a chia para emagrecer (emagreça com o Tecnonutri) ?

Sua versatilidade em receitas acaba com as desculpas para consumo: as sementes de chia podem ser incluídas em sucos, bolos, pães, saladas, vitaminas etc. 

Como usar a chia para emagrecer

Uma coisa que torna as sementes de chia únicas é que elas absorvem água rapidamente e podem absorver até 10 vezes o seu peso em líquido, criando uma textura semelhante a um gel.

Assim, graças à capacidade, ao entrarem no estômago, também ativam a mesma reação e a atuação das fibras, que são responsáveis por reduzirem a sensação de fome.

Dessa forma, a necessidade de comer mais é diminuída, um fator essencial para a perda de peso. 

Chia Para Que Serve E Como Usa La?

Uma pesquisa publicada no European Journal of Clinical Nutrition reuniu 11 pessoas, que consumiram a semente de chia por 12 semanas.

Após as refeições, notou-se que a glicose era liberada mais lentamente no organismo, sem picos de insulina. Esse processo evita que a gordura se acumule no corpo.

Além disso, outra percepção de usar a chia para emagrecer foi a diminuição do apetite, comparado com um grupo que não ingeriu o alimento. 

Leia também: Os temperos e ervas mais saudáveis para incluir na dieta

Outros benefícios da chia que ajudam a emagrecer

Controle da glicose

Uma dieta que contém sementes de chia ou óleo das sementes melhora sua resposta à glicose e insulina. Isso porque o ingrediente ajuda a equilibrar o açúcar no sangue porque seu alto teor de fibras retarda a absorção de açúcar.

Digestão mais suave

Sim, graças às fibras. As sementes de chia são uma fonte abundante de fibra, atingindo 10g em 2 colheres de sopa. É quase metade da recomendação diária para a maioria das mulheres. Além disso, a fibra da chia é principalmente a solúvel, o que ajuda você a se sentir satisfeito e retarda a digestão.

Regula o colesterol

Fonte das gorduras do bem ômegas 3 e 6, que ajudam a reduzir os níveis de LDL, considerado o colesterol “ruim” e elevam as taxas de HDL, o colesterol “bom”.  Portanto, as fibras da chia também têm ação de reduzir a gordura no sangue, consequentemente equilibrando as taxas de colesterol.  

Quanto e como consumir? 

Uma colher de sopa por dia no iogurte, na fruta, na salada ou hidratada, em formato de pudim. Ela também pode substituir ovos em um receita,, combinando uma colher de chá de sementes de chia com três colheres de sopa de água para ser usada no lugar de um ovo.

Leia também: Tomar água com limão emagrece?

Chia Para Que Serve E Como Usa La?

Chia: Descubra 5 formas diferentes para usar essa semente em sua alimentação!

Chia Para Que Serve E Como Usa La?

A chia é um alimento que se encaixa em praticamente tudo na alimentação. Conheça 5 formas diferentes para utilizar o grão no dia a dia.

Chia Para Que Serve E Como Usa La?

Suco verde detox integral Taeq 1L

Considerada um superalimento, por ser fonte de importantes nutrientes para o nosso organismo, a chia vem ganhando um destaque cada vez maior na nossa alimentação saudável. Versátil e nutritiva, a semente pode ser utilizada em diversas preparações, seja ela doce ou salgada. Confira algumas maneiras de acrescentá-la no seu dia e veja os benefícios que o seu consumo pode trazer para a saúde.

Fonte de fibras alimentares, a chia se torna responsável por proporcionar saciedade, facilitar a digestão, prevenir o diabetes e melhorar a nossa saúde intestinal. Além disso, a semente possui agentes antioxidantes que ajudam a precaver as ações dos radicais livres, amenizando o envelhecimento precoce das células, deixando o nosso organismo mais saudável e a pele mais bonita e jovem.

Outro grande destaque da semente de chia é a quantidade do ácido graxo ômega 3, substância essencial por manter a saúde cardiovascular funcionando de maneira correta, reduzindo os riscos de desenvolver a pressão alta, derrames e até AVC (acidente vascular cerebral). Segundo a nutricionista Sheila Basso, a semente pode ser usada de diversas maneiras e preparações. Confira, abaixo, as formas que a nutricionista separou!

5 formas diferentes para usar as sementes de chia em sua alimentação

1 – Farinha de chia: Seja para substituir a farinha branca ou ter uma nova alternativa para compor as suas receitas, a farinha de mantém as propriedades da semente de forma integral, tornando a nossa alimentação mais saudável. “A semente de chia pode ser utilizada através do processo de trituração e com isso, formamos a farinha de chia que pode ser utilizada no preparo de massas de pães, bolo, tortas…”, explica a nutricionista.

2 – Chia com iogurte: Sabe aquele lanchinho no meio tarde? Ele pode se tornar mais saboroso e até mais nutritivo se você acrescer a chia no seu potinho de iogurte. “A semente de chia em contato com líquidos forma uma gel que torna a digestão mais lenta, aumentando o período de saciedade”, analisa a profissional.

3 – Semente de chia em sucos e vitaminas: Para tornar a composição ainda mais saudável, na hora de preparar a sua vitamina pela manhã ou o suco detox, por exemplo, a chia irá acrescentar mais nutrientes ao seu organismo. “A chia acaba potencializando o efeito antioxidante das frutas e hortaliças, o que ajuda no combate ao envelhecimento e previne doenças como o câncer”, indica a Dra. Sheila Basso.

4 – Tempero para salada: Em sua forma natural ou como óleo, a chia pode ser utilizada para temperar saladas e outras preparações. Segundo a nutricionista, ela pode ser utilizada no lugar do azeite, por exemplo, trazendo sabor e completando a composição nutricional da refeição ou como ingrediente da salada, que também trará benefícios para o corpo.

Leia também:  Como Saber Quanto Falta Para Subir De Rank No Cs Go?

5 – Sopas e Mingaus: Que tal inovar nas preparações? Experimente acrescer a chia como um dos ingredientes principais e se surpreenda com os resultados. “A semente de chia pode ser deixada de molho (1 colher em um copo de água por alguns minutos) para formar uma textura gelatinosa e ser usada no preparo de mingau, sopas, receita de bolo”, finaliza a nutricionista.

*Sheila Basso (CRN 21.557) é especialista em nutrição clínica e em obesidade, emagrecimento e saúde pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Benefícios da chia e para que serve

Chia Para Que Serve E Como Usa La? Imagem editada e redimensionada de Marco Verch, está disponível no Flickr

A semente da planta sálvia hispânica, mais conhecida como semente de chia, é uma espécie nativa muito antiga da Guatemala. Ela ficou muito popular recentemente e se tornou a queridinha dos adeptos à vida saudável. Mas afinal, para que serve a semente de chia? Para se ter uma ideia, ela já chegou a ser usada por guerreiros guatemaltecos em suas longas viagens – isso porque, de acordo com as lendas da época, uma colher de sopa de semente de chia poderia sustentar uma pessoa por um dia inteiro.

Os tais guerreiros não estavam errados. A chia possui um alto valor nutritivo, é repleta de antioxidantes, contém ômega 3, fibras, vitaminas, minerais como magnésio e potássio e proteínas completas. A chia é considerada um dos poucos vegetais a oferecer um valor nutricional tão alto.

A semente de chia tem uma capacidade específica de absorver água e criar um gel que pode ser misturado com alimentos, para aumentar o seu volume, sem ocasionar nenhum tipo de variação em relação ao sabor e ao valor calórico do alimento. Segundo um estudo do Jornal Europeu de Clínica Nutricional, a adição de chia na dieta pode ajudar a controlar os níveis de glicose no sangue e deixar a pessoa satisfeita por mais tempo.

Se você gostou dos benefícios listados, acompanhe a seguir o passo a passo para fazer o gel de chia.

Preparo

Primeiro você deve adicionar 1/4 de xícara de sementes de chia em 1/2 xícara de água e mexer bem, para evitar a aglomeração. Espere alguns minutos e misture novamente; em seguida, deixe de molho por mais 5 ou 10 minutos, até que o gel se forme, e adicione aos alimentos na proporção de meio gel de chia para metade dos alimentos e mexa antes de ingerir.

O gel pode ser mantido na geladeira por até duas semanas sem perder suas propriedades e pode ser adicionado a cereais quentes ou frios, condimentos, como ketchup, mostarda, molhos de salada, doces, geleias, e produtos lácteos, como iogurte ou creme de leite e outros similares. Também pode ser usado para substituir até um terço de óleo em pães caseiros, reduzindo as calorias e aumentando a quantidade de fibras.

Também muito conhecido o óleo de chia, extraído de suas sementes traz os benefícios para saúde e beleza do corpo, ele estimula a formação de colágeno e previne o envelhecimento precoce.

Saiba mais na matéria “Óleo de chia: para que serve e benefícios”.

Tenha certeza de que o óleo é 100% natural antes de utilizá-lo, já que alguns óleos industrializados podem apresentar substâncias químicas nocivas ao corpo.

A semente de chia não apresenta evidências de efeitos adversos na saúde humana, porém seus ainda existem incertezas quanto ao potencial alérgico de seu uso. Estudos sobre a chia de toxicologia e experiências passadas e presentes disponíveis apresentam no geral que o seu uso é seguro para fins alimentícios.

Benefícios da chia

As substâncias presentes na chia também trazem outros benefícios: ajuda a manter os níveis de hidratação adequados ao corpo, bem como manter o equilíbrio de eletrólitos; ajuda na digestão e reduz a azia causada por comidas picantes ou ácidas; auxilia na manutenção da regularidade do corpo, por conta de seu alto teor de fibras e sua habilidade em reter água. A fibra solúvel também regula e reduz os níveis de colesterol e ainda retarda a conversão de carboidratos em açúcares simples no sistema digestivo, que regula os níveis de glicose no sangue, evitando picos e quedas. A semente também muito importante no tratamento de diabetes tipo dois e doenças de coração.

Para usar a semente é bem simples. Basta inserir a chia em sopas, saladas, sorvetes, cereais ou qualquer alimento que você quiser. Não se preocupe quanto ao sabor porque as sementes não vão alterá-lo significativamente.

Para controlar colesterol e glicose, as sementes devem ser ingeridas antes da refeição, e se você só quiser usufruir os benefícios delas, basta adicioná-las às refeições. Uma boa dica é inserir uma colher de sopa de semente de chia secas ou nove colheres de sopa de gel por dia, em sua dieta.

E para perder peso e controlar o apetite, você deve preferir usar as nove colheres de gel e reduzir condimento e açúcar. Isso porque o gel de chia substitui até um terço da quantidade de gordura nas receitas. Outra maneira de controlar o peso é comendo a semente, com muita água, ou uma colher de gel cerca de 15 minutos antes da refeição ou lanche.

Agora que você já sabe de tudo isso, é só colocar a semente de chia no seu dia a dia! Aprenda a fazer uma receita de pudim de chia em apenas dois minutos na matéria: “Receita de pudim de chia vegano com leite de coco”.

Veja também:

Cadastre-se e receba nosso conteúdo em seu email. Comunicar erro

Chia emagrece? Confira 10 benefícios da semente

Entenda como consumir a semente e como ela pode ajudar na digestão

A chia é bastante conhecida por ser um “superalimento”, e essa fama acontece por um bom motivo: são repletas de nutrientes que proporcionam diversos benefícios para a saúde.

Uma porção de duas colheres (cerca de 28 g) contém cerca de 79 calorias, 7 g de fibra, 3,8 g de proteína e 126 mg de cálcio – 13% do valor diário recomendado. Também possui boas quantidades de ômega 3, proteínas e antioxidantes.

Recentemente, a chia se tornou a queridinha das dietas por ajudar a emagrecer, mas diversas pesquisas científicas comprovam que consumir as sementes proporciona múltiplas vantagens para o organismo e até previne problemas de saúde. Listamos, a seguir, os principais benefícios de incluí-la na alimentação.

1. Ajuda a emagrecer

Sozinho, nenhum alimento faz uma pessoa emagrecer. Mas a chia é uma grande aliada da perda de peso, quando associada a dietas saudáveis e exercícios. Isso ocorre porque a semente é rica em fibras, além de proteínas e ômega 3.

Essas propriedades ajudam a manter a saciedade e, consequentemente, na diminuição do consumo de alimentos. As fibras ajudam na absorção de água, transformam-se em um tipo de gel e aumentam a dilatação do estômago, o que torna o retorno da sensação de fome mais lento.

Um estudo divulgado na Nutrition Research and Practice comprovou que comer sementes de chia no café da manhã aumenta a saciedade e reduz a ingestão de alimentos a curto prazo.

A chia é rica em antioxidantes, cujo consumo regular impede a formação de radicais livres que são responsáveis por destruir as membranas celulares, mostra uma pesquisa divulgada na Gerontology Research Center (EUA). Sendo assim, a semente ajuda em uma dieta que retarda o processo de envelhecimento.

3. Afasta doenças cardíacas

O alimento é bastante eficaz no combate de doenças cardíacas como infartos e acidentes vasculares cerebrais (AVC). A chia possui grandes quantidades de ômega 3, ômega 6, antioxidantes, fibras e proteínas que protegem o organismo de doenças cardiovasculares.

O ômega 3, por exemplo, ajuda a regular a pressão dos vasos sanguíneos e evita a hipertensão, de acordo com um estudo da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Além disso, diversas pesquisas relacionam o alimento com a diminuição desses tipos de problema de saúde, como em pessoas com diabetes.

4. Controla e previne diabetes

A semente de chia possui fibras e aumenta o tempo de liberação da glicose no organismo, o que contribui para prevenir o diabetes tipo 2.

Sabe-se que o alimento quando colocado em contato com a água, forma um gel viscoso que, quando ingerido, produz uma barreira física que separa as enzimas digestivas dos carboidratos, promovendo uma lenta conversão de carboidratos em açúcar.

Consequentemente, proporciona uma digestão mais lenta, mantendo os níveis de açúcares no sangue mais constantes e controlando a glicemia.

5. Fortalece a imunidade

O alimento possui nutrientes como fósforo, manganês e potássio, que auxiliam a função imunológica, pois inibem a reprodução de células inflamatórias, atuando na prevenção de doenças e na preservação de membranas celulares e neurotransmissores. Também contém aminoácidos como o ácido aspártico e a glutamina, que estão relacionados com a melhora do sistema imunológico. Por isso, incluir a chia na dieta reforça as defesas do organismo e afasta o risco de doenças como gripes, resfriados e infecções.

6. Protege os ossos

A chia também é fonte de cálcio, mineral essencial para manter a saúde óssea estável. Dessa forma, o grão se torna um aliado para manter os ossos rígidos e prevenir a osteoporose –condição que deixa os ossos mais frágeis e suscetíveis a fraturas.

Leia também:  Como Mudar Programas Que Iniciam Com O Windows?

7. Previne a prisão de ventre

Um dos maiores componentes da chia são as fibras, principalmente a fibra insolúvel que, quando associada à água, se transforma em um gel, que aumenta o volume fecal e induz os movimentos peristálticos, prevenindo a constipação, além de aumentar a saciedade.

8. Ajuda a prevenir câncer

Os mesmos antioxidantes que reduzem o envelhecimento celular também ajudam a prevenir a formação de tumores, o que a torna a chia bem-vinda na dieta de quem quer evitar o problema. Ela também apresenta abundância em fibras, o que induz o peristaltismo intestinal (movimentos do intestino) e ajuda a prevenir o câncer de cólon.

9. Protege o cérebro

A chia auxilia as funções cerebrais por conter magnésio, nutriente essencial para o pleno funcionamento do cérebro e ligações cognitivas. Além disso, a semente contém ácidos linoleico e alfa-linolênico que estão relacionados à formação das membranas celulares, as funções cerebrais e a transmissão de impulsos nervosos.

10. Melhora o organismo após o treino

Com seu alto teor de proteína e fibra, as sementes de chia são ideais para serem incluídas em uma bebida ou um lanche de recuperação pós-treino. Isso acontece devido a presença da proteína.

O nutriente contribui para a manutenção de massa muscular e fornece mais energia.

Além disso, as sementes de chia possuem ômega 3, o que melhora o desempenho dos atletas, de acordo com uma pesquisa da Universidade do Alabama (EUA).

Benefício em estudo

– Diminui colesterol: O consumo de chia, mesmo em doses baixas, diminui a viscosidade do sangue, devido à presença de ácido graxo ômega 3.

Isso facilita a microcirculação, aumentando a oxigenação dos tecidos e reduzindo, assim, os níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue.

Estudos realizados em ratos comprovam a eficiência do alimento contra o colesterol “ruim” no organismo.

– Evita a formação de gordura localizada: um estudo divulgado pelo European Journal of Clinical Nutrition, mostrou que a chia pode ajudar na redução dos “pneuzinhos”. Realizado por doze semanas com treze indivíduos saudáveis que consumiram a semente. Eles tiveram uma redução nos picos de insulina no sangue, o que evita o acúmulo de gordura no organismo.

Riscos da semente

Por ser bastante calórica, os especialistas recomendam uma porção diária, cerca de duas colheres de sopa de chia, divididas em diferentes refeições.

O ideal é que a chia seja hidratada antes do consumo. Em excesso, e em casos de pessoas que bebem pouca água, pode causar problemas digestivos como dores abdominais, constipação, diarreia, inchaço e gases. Isso ocorre devido a grande quantidade de fibras presentes no alimento.

As pessoas que são sensíveis à mostarda, sementes de gergelim, orégano ou tomilho também podem ser alérgicos a chia. Aqueles que tomam anticoagulantes, outros medicamentos para problemas cardíacos ou diabetes devem consultar seus médicos antes de consumir as sementes de chia.

É importante ressaltar que a chia possui propriedades que reduzem a pressão arterial. Por isso, o consumo deve ser moderado para pessoas com pressão baixa. Sabe-se também que ocorreram complicações em quem tinha problemas de deglutição, uma vez que a semente absorve grandes quantidades de líquidos e pode expandir o esôfago quando consumida com água.

Como consumir?

Imagem: iStock

A chia tem um sabor neutro, podendo ser usada em preparações doces e salgadas. Veja, a seguir, algumas formas de incluir a semente no dia a dia.

– In natura: pode ser consumida polvilhada em iogurte ou saladas de frutas.

– Massas: adicione em massas de pães e tortas. Ela pode ser a substituta da farinha de trigo.

– Bebidas: para aumentar o teor de fibras e diminuir o índice glicêmico, a semente pode fazer parte de sucos ou vitaminas.

– Saladas: experimente salpicar a semente em diferentes saladas para desfrutar dos nutrientes da chia.

– Ovos: a semente também pode complementar as receitas de omeletes e até mesmo substituir o alimento. Isso é possível porque ao misturar a chia com água ela se transforma em gel.

Fontes: Marcela Voris, nutróloga e membro da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN); Marisa Resende Coutinho, nutricionista da Rede de Hospitais São Camilo de SP; Marisa Diniz Graça, nutricionista do Hospital Leforte; Tarcila Ferraz de Campos, nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

VivaBem no Verão

O UOL VivaBem está no litoral paulista com o VivaBem no Verão. Um espaço com atividades para você se exercitar, mas também curtir e relaxar na entrada da Riviera de São Lourenço. Venha nos visitar!

  • Data: do dia 27 de dezembro de 2018 ao dia 03 de fevereiro de 2019, de quinta a domingoHorário: das 16h às 00hEndereço: Praia de Riviera de São Lourenço, Litoral Norte de São Paulo
  • Entrada: gratuita
  • SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Chia: benefícios e como consumir no dia a dia

Chia possui nutrientes que podem te ajudar a ter mais disposição e saciedade; veja outras vantagens

De uns tempos para cá, só se ouve falar nessa tal de chia. Parece que a semente ganhou o coração dos brasileiros pelo bem danado que faz à saúde. Mas se você pensa que a semente de chia é novidade dos tempos modernos, está muito enganado.

A SalviaHispanica, nome científico da semente, é originária do México, terra de civilizações antigas como Maias e Astecas. A verdade é que esses povos já tinham conhecimento dos benefícios da chia para que o organismo funcione bem e a gente tenha muita energia e disposição.

Mas, afinal, o que a chia tem de tão bom?

Principais benefícios da chia

A chia é fonte de gorduras poli-insaturadas – como o ômega 3 –, fibras, proteínas, cálcio, fósforo e zinco.

A Universidade de Harvard ainda aponta que “a semente de chia é uma proteína completa pois contém todos os nove aminoácidos essenciais que não são produzidos pelo nosso organismo”.

A grande quantidade de fibras auxilia no bom funcionamento do sistema digestivo, podendo proporcionar a diminuição da sensação de inchaço. Já o  cálcio, além de importante para os ossos, também ajuda na contração muscular, importante para quem faz atividade física regularmente.

  • Dá uma olhada na lista de benefícios:
  • – As fibras insolúveis da chia podem ajudar a melhora da saúde digestiva e a promover a sensação de saciedade
  • – As fibras também reduzem a velocidade da digestão, fazendo com que a glicose dos alimentos seja liberada lentamente para a corrente sanguínea, evitando a sensação de cansaço e irritação, típicos da hipoglicemia (queda dos níveis de açúcar no sangue)

– As fibras solúveis da chia podem ajudar a reduzir a absorção de gorduras no intestino. Aliadas aos ácidos graxos poli-insaturados, como o ômega 3, podem ajudar a proteger a saúde do coração.

– Fonte de vitaminas e minerais que ajudam no bom funcionamento do organismo

Chia ajuda a emagrecer?

A frase “chia emagrece” está na boca do povo. Mas será que é verdade? As fibras da chia ajudam a aumentar a sensação de saciedade, pois reduzem a velocidade que os alimentossão digeridos e por isso permanecem mais tempo no estômago, prolongando a  sensação de saciedade ao terminar uma refeição. Uma sementinha tão pequena como a chia se provou extremamente poderosa, não?

Mas é importante ressaltar que nenhum alimento – nem mesmo a chia – é capaz de fazer alguém emagrecer por si só. É preciso aliar a ingestão da chia à uma dieta saudável e à prática de exercícios físicos. Então, já viu, heim? Não vai pensar que a chia, além depoderosa, também faz milagres.

Como consumir chia no café da manhã

Uma pesquisa publicada na Nutrition Research and Practice afirma: “comer sementes de chia no café da manhã aumenta a saciedade e reduz a ingestão de alimentos a curto prazo”. Ou seja, se o café da manhã já era considerado a refeição mais importante do dia, imagina incluir esse supergrão para dar a energia prolongada que precisa para começar bem a dia?

Se você não faz a menor ideia de como colocar a chia na sua rotina, fica tranquilo. Incluir a chia no cardápio não é nada de outro mundo. Por ter sabor neutro, ela vai bem tanto com doce, quanto com salgado, e pode ser consumida de diversas maneiras. Uma boa pedida é adicionar a chia em sucos, iogurtes e vitaminas, pois ela auxilia na diminuição do índice glicêmico.

Se o que você deseja é praticidade e sabor, por que não combinar as frutas com a chia? A manga, por exemplo, possui nutrientes que ajudam na saúde, fora que é muito saborosa, não é mesmo? Você pode encontrar a combinação de frutas com chia em iogurtes que já vêm preparados.

FONTES:

https://e-nrp.org/DOIx.php?id=10.4162/nrp.2017.11.5.412

Chia Seeds

Activia Polpa Chia

Activia+Chia!

  • URL foi copiada para a área de transferência

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*