Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?

Proveniente da planta Camellia sinensis, originária da China e da Índia, o chá verde se destaca entre uma das bebidas mais consumidas no mundo. Feito com folhas frescas, ele era utilizado inicialmente para fins medicinais, mas passou a ser do gosto popular, devido às suas características organolépticas, sabor e aroma.

Seus componentes ativos — flavonóides e catequinas — apresentam uma série de atividades biológicas, antioxidantes, quimioprotetores, termogênicas, anti-inflamatórias e anticarcinogênicas.

Quando consumido na alimentação cotidiana, o chá verde pode trazer uma série de benefícios à saúde no que diz respeito à nutrição, prevenção e tratamento de doenças.

Conheça as principais características do chá verde, benefícios e vantagens.

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?

Existem inúmeros benefícios relacionados ao consumo constante do chá verde, como seu famoso efeito capaz de auxiliar no emagrecimento, por exemplo. Além disso, sua ingestão diária também pode oferecer outros efeitos diferentes para a saúde de quem o consome.

Confira a seguir quais são os principais deles e não deixe de se consultar com um profissional da área da saúde antes de acrescentar esse ingrediente em sua dieta!

  • É um potente antioxidante;
  • Combate o colesterol ruim;
  • Melhora a concentração;
  • Reduz a retenção de líquidos;
  • Melhora o hálito;
  • É rico em vitaminas e minerais;
  • Auxilia no controle de peso;
  • Melhora o desempenho nos treinos.³

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?

Os antioxidantes são substâncias capazes de inibir a formação de radicais livres, moléculas instáveis que reagem com a parede celular, o que pode causar o envelhecimento precoce de células, além de enfraquecer o sistema imunológico. O chá verde é uma das fontes mais ricas em flavonóides, substâncias com alto poder antioxidante, que atuam em diferentes níveis de proteção do organismo e ajudam a neutralizar os radicais livres, impedindo a sua produção.

A epigalocatequina galato, presente no chá verde, é considerada um antioxidante mais potente do que as vitaminas C e E. Com a ingestão diária de antioxidantes, é possível prevenir a aterosclerose, a hipertensão, a diabetes mellitus, alguns tipos de câncer e doenças degenerativas como o Mal de Alzheimer e o Parkinson, trazendo efeitos benéficos para pessoas de todas as idades.

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?

Considerado um alimento funcional, o chá verde é capaz de diminuir a suscetibilidade a algumas doenças crônicas, além de apresentar uma série de qualidades nutricionais.

O chá é apontado como um importante mecanismo de redução dos riscos de câncer em geral e do câncer de estômago em particular, já que as catequinas atuam na inibição da carcinogênese e do desenvolvimento de tumor.

Além disso, o chá verde possui importante papel na redução do LDL — o colesterol ruim –, de modo que combate a aterosclerose, a coagulação sanguínea e a hipertensão. Por fim, a epigalocatequina galato, presente na composição do chá verde, é eficaz em aliviar complicações da diabetes e combater infecções.

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?

Eficaz no controle de peso, o chá verde é rico em catequinas, em especial a epigalocatequina galato, chamada de EGCG. Ela é capaz de diminuir a digestão e absorção de gorduras e carboidratos pelo organismo, além de modular vários outros processos celulares quando consumida constantemente.

Isso porque os flavonóides, também presentes na composição do chá verde, atuam sobre o sistema nervoso simpático, responsável por controlar a termogênese (processo de liberação de calor por meio da transformação de calorias em energia) e a oxidação da gordura, o que faz com que ela não fique acumulada no corpo. Além disso, o efeito termogênico do chá verde também promove maior gasto energético e redução da ingestão alimentar.

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?

O chá verde em cápsulas é um produto que apresenta tantos benefícios quanto sua versão in natura. Além de contar com sua ação antioxidante, ele também apresenta todas as outras qualidades citadas anteriormente em relação ao chá, como o auxílio no controle do peso, por exemplo.

Contando também com benefícios que se relacionam fortemente com o controle dos níveis de colesterol no corpo, as cápsulas de chá verde são uma ótima opção para quem não gosta de chás, por exemplo, mas deseja obter os resultados de seu consumo. Além disso, as cápsulas também são práticas e podem te acompanhar aonde quer que você vá, proporcionando muito mais praticidade no seu dia a dia.

Não deixe de conversar com um nutricionista antes de iniciar o consumo de chá verde e garanta já todos os seus benefícios!

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?

Ao acrescentar um novo ingrediente em sua dieta, é sempre importante ter o acompanhamento de um profissional da área da saúde. Dessa maneira, é possível garantir que todos os benefícios do chá verde sejam absorvidos da melhor maneira possível.

Além disso, devido ao fato de que cada pessoa possui um organismo diferente, é importante que cada um consuma a quantidade certa, sem excedentes, para que efeitos colaterais possam ser prevenidos.

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?

O consumo excessivo de quaisquer tipos de produtos e alimentos é, naturalmente, contraindicado. Além disso, pessoas idosas, crianças, gestantes e lactantes costumam precisar de uma atenção maior ao iniciar o consumo do chá verde. Justamente por proporcionar tantos efeitos para a saúde, é importante garantir que todos realmente sejam benéficos para o organismo.

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?

Para os praticantes de atividades físicas, o chá verde é um excelente aliado. Além de auxiliar na queima de peso extra, o chá preserva a musculatura e previne dores sentidas após os treinos. Além disso, durante os exercícios, o organismo tende a produzir mais radicais livres. Com o efeito antioxidante do chá, é possível combater esse processo e evitar a fadiga.

Mais do que isso, o chá verde contém uma boa dose de cafeína em sua composição. Essa é uma substância ergogênica, que reduz o cansaço e deixa você mais disposto para treinar. Por fim, os nutrientes do chá verde poupam glicose, utilizando outra fonte de energia, o que melhora o desempenho nos treinos e combate a hipoglicemia.

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar? 1 resultados

Lista Grade

Chá verde: benefícios e para que serve

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?Imagem de Arseniy Kapran em Unsplash

O chá verde é uma bebida feita a partir da planta Camellia sinensis, que também dá origem a outros tipos de chá, como o chá preto, o chá branco e o oolong. O que difere todos esses tipos é o processo de preparação de cada um, que garante distintas propriedades medicinais, de textura, aroma e sabor.

  • Camellia sinensis: para que serve o “verdadeiro” chá

Além de ser considerado um anti-inflamatório natural, o chá verde é carregado de antioxidantes. Por isso, ele proporciona benefícios para a função cerebral, perda de gordura, prevenção contra o câncer, entre outros. Confira:

  • Antioxidantes: o que são e em quais alimentos encontrá-los

Benefícios do chá verde

1. Melhora saúde

  • Muitos dos compostos vegetais existentes nas folhas da Camellia sinensis ainda estão presentes no chá verde, conferindo significativa quantidade de polifenóis, substâncias que reduzem a inflamação e o risco de câncer.
  • Cerca de 30% do peso do chá verde é composto por polifenóis, incluindo grandes quantidades de uma catequina chamada EGCG, um antioxidante natural que ajuda a prevenir danos às células, entre outros benefícios.
  • Essas substâncias podem reduzir a formação de radicais livres no organismo, protegendo as células e moléculas de danos, envelhecimento precoce e todos os tipos de doenças.

O EGCG (Epigalocatequina Gallate) é um dos compostos mais poderosos presentes no chá verde.

Ele tem sido estudado para tratar várias doenças e pode ser uma das principais razões pelas quais o chá verde tem propriedades medicinais tão poderosas.

O chá verde também possui minerais importantes para a saúde.

2. Melhora função cerebral

Além de manter a pessoa acordada, o chá verde melhora a função cerebral. Seu principal ingrediente ativo é a cafeína, um estimulante. Entretanto, o chá verde não contém tanta cafeína quanto o café, o que confere uma melhor resposta do organismo, sem causar agitação e ansiedade.

O chá verde também contém L-teanina, um aminoácido que proporciona efeitos anti-ansiedade, aumenta os níveis de dopamina e a produção de ondas alfa no cérebro.

Estudos mostraram que a cafeína em combinação com a L-teanina possui efeitos sinérgicos, melhorando a função cerebral (confira aqui os estudos: 1, 2).

3. Queima gordura e melhora o desempenho físico

Se você buscar por uma lista de alimentos que ajudam a emagrecer, certamente encontrará o chá verde entre os ingredientes.

  • 21 alimentos que ajudam a emagrecer com saúde

Dois estudos mostraram que o chá verde aumenta a queima de gordura e acelera o metabolismo de humanos.

Outro estudo, realizado com dez homens, concluiu que o chá verde aumenta o gasto de energia em 4%. Outra pesquisa mostrou que o chá verde aumenta a oxidação da gordura em 17%.

4. Diminui o risco de câncer

O câncer é causado pelo crescimento descontrolado de células. O dano oxidativo contribui para o desenvolvimento de câncer; os antioxidantes, por outro lado, exercem um efeito protetor contra o câncer. E o chá verde é uma excelente fonte de antioxidantes.

Um estudo mostrou que mulheres que consumiram chá verde apresentaram de 20% a 30% menos riscos de desenvolvimento de câncer de mama. No caso dos homens, uma pesquisa mostrou que os que consumiram chá verde apresentaram 48% menos chance de desenvolver câncer de próstata, o câncer mais comum na população masculina.

Uma análise de 29 estudos concluiu que pessoas que consomem chá verde têm 42% menos chance de desenvolver câncer colorretal.

Porém, não coloque leite no seu chá, pois, de acordo com um estudo, ele reduz a quantidade de antioxidantes.

Outro estudo publicado na Nature Communications descobriu que a molécula de EGCG encontrada no chá verde pode aumentar os níveis de p53, uma proteína anticâncer natural, também conhecida por sua capacidade de reparar danos ao DNA ou destruir células cancerosas. O p53 interrompe o crescimento celular para permitir e ativar o reparo do DNA e iniciar a morte celular programada se o dano ao DNA não puder ser reparado, um processo chamado apoptose.

Normalmente depois de ser produzido no corpo, o p53 é rapidamente degradado, mantendo os níveis da proteína constantemente baixos. Mas a molécula de EGCG do chá verde, por outro lado, pode preservar a proteína da degradação. Assim, a pesquisa abre portas para o desenvolvimentos de medicamentos com compostos semelhantes a EGCG.

Leia também:  Como Saber A Que Horas Eu Nasci?

5. Diminui risco de Alzheimer e Parkinson

A doença de Alzheimer é a doença neurodegenerativa crônica mais comum em humanos e lidera as causas de demência. O mal de Parkinson vem em segundo lugar, e está relacionado à morte de neurônios produtores de dopamina no cérebro.

Alguns estudos mostraram que os compostos de catequina presentes no chá verde proporcionam efeitos protetores sobre os neurônios de animais, o que indica um potencial de redução do risco de desenvolvimento das doenças de Alzheimer e de Parkinson em humanos (confira aqui os estudos: 3, 4, 5).

6. Diminui risco de infecções

As catequinas presentes no chá verde têm a propriedades de matar bactérias e inibir o crescimento de vírus como a da influenza, diminuindo o risco de infecções (confira aqui estudos sobre: 6, 7, 8, 9).

7. Melhora saúde bucal

Estudos concluíram que o consumo de chá verde em conjunto de uma boa higiene bucal está associado à melhora da saúde bucal e ao menor risco de desenvolvimento de cáries (confira aqui os estudos: 10, 11, 12, 13).

Outros estudos concluíram ainda que o consumo de chá verde reduz o mau hálito.

  • Como acabar com o mau hálito naturalmente

8. Diminui risco de diabetes tipo 2

A diabetes tipo 2 está relacionada a elevadas taxas de açúcar no sangue, causadas por resistência à insulina ou incapacidade do organismo de produzir insulina.

Um estudo concluiu que o chá verde melhora a sensibilidade à insulina e reduz as taxas de açúcar no sangue. Outra pesquisa concluiu que pessoas que consumiram chá verde tinham 42% menos risco de desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Um terceiro estudo constatou que o chá verde previne a perda acentuada de albumina por pacientes diabéticos, podendo ser usado como aliado no tratamento da doença renal associada à diabetes.

  • Diabetes: o que é, tipos e sintomas

9. Reduz risco de doenças cardiovasculares

Um estudo concluiu que o chá verde pode melhorar os níveis de colesterol e triglicérides. Outros dois estudos concluíram que o chá verde melhora a capacidade antioxidante do sangue. Esses fatores estão relacionados e, em conjunto, promovem a saúde cardiovascular.

10. Previne inflamações

O chá verde também pode ser considerado um alimento anti-inflamatório. De acordo com a dietista Sharon Palmer, ele desenvolveu resistência anti-inflamatória através de processos evolutivos. Por isso, o chá verde previne diversas doenças relacionadas à inflamação crônica.

Segredos para preparar um bom chá verde

Use boas folhas de chá e na quantidade certa

As folhas de chá mais frescas geralmente produzem um sabor melhor e mais autêntico do que os sachês comercializados. Além disso, é importante levar em consideração a porção. Normalmente, uma boa quantidade são 2 gramas de folhas de chá para aproximadamente 170 ml de água. Mais folhas de chá por ml produzirão sabores distintos. Meça e acerte de acordo com sua preferência.

Use água com a temperatura certa

A água fervendo pode ser muito quente para preparar o chá verde, fazendo com que ele fique com o gosto mais amargo. Por outro lado, se a água estiver muito fria, o sabor total não será extraído. Desligue o fogo pouco antes da água ferver, quando está quente e algumas bolhas começam a se formar no fundo da panela. .

Faça a infusão por até 3 minutos

O chá verde é delicado, por isso, é importante deixá-lo em infusão por um período de 2 a 3 minutos. Menos que 2 minutos impedirá que as folhas liberem todo o seu sabor. Mais que 3 minutos acumulará amargor. Se ainda assim o sabor te incomodar, você pode adicionar um adoçante.

  • Seis opções de adoçante natural sem edulcorante sintético

O tempo também influencia as propriedades da substância. Um estudo publicado no Journal of Food Science mostrou que a atividade antioxidante é significativamente afetada pelo tempo e temperatura da preparação do chá. Para o chá verde, a atividade mais elevada é observada na infusão prolongada a frio.

Adicione suco de hortelã ou limão

Hortelã ou limão podem realçar o sabor do chá. Experimente inseri-los separadamente e também juntos, podem ser boas combinações!

Fonte: Healthline, Treehugger e PubMed

Veja também:

Cadastre-se e receba nosso conteúdo em seu email. Comunicar erro

Chá verde: para que serve e como tomar

A planta medicinal cientificamente chamada de Camellia sinensis pode ser usada tanto para produzir o chá verde como o chá vermelho, que são ricos em cafeína, e ajudam a emagrecer, diminuir o colesterol e prevenir o surgimento de doenças cardíacas.

Esta planta pode ser encontrada em forma de chá ou cápsulas e também é indicada para desintoxicar o fígado e contribui para a eliminação da celulite, podendo ser consumida em forma de chá morno ou gelado. Ela pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e alguns supermercados.

Chá Verde Para Que Serve E Como Tomar?

Para que serve o chá verde

O chá verde possui ação antioxidante, anti-inflamatória, hipoglicemiante, anti-tumoral e energizante, pois possui flavonóides, catequinas, polifenóis, alcaloides, vitaminas e sais minerais em sua composição que contribuem para a prevenção e tratamento de diversas doenças.

Assim, seus principais usos incluem:

  1. Fortalecer o sistema imune;
  2. Ajudar no emagrecimento;
  3. Combater a inflamação crônica causada pelo acúmulo de gordura corporal;
  4. Ajudar no controle da quantidade de açúcar circulante no sangue;
  5. Combater a osteoporose;
  6. Ajudar a manter o estado de alerta e atenção.

Além disso, devido à sua grande quantidade de antioxidantes, o chá verde pode prevenir o envelhecimento precoce, uma vez que aumenta a produção de colágeno e elastina, mantendo a saúde da pele.

Além disso, o consumo regular de chá verde pode ter benefícios a longo prazo, como por exemplo o aumento das conexões nervosas, o que também pode ser relacionado com a prevenção do Alzheimer, por exemplo.

Informação nutricional do chá verde

Componentes Quantidade por 240 ml (1 xícara)
Energia 0 calorias
Água 239,28 g
Potássio 24 mg
Cafeína 25 mg

Como tomar

As partes usadas do chá verde são suas folhas e os botões para fazer chás ou cápsulas de emagrecimento, que podem ser compradas em farmácias e lojas de produtos naturais.

Para fazer o chá, basta adicionar 1 colher (de chá) de chá verde em uma xícara de água fervente. Tapar, deixar amornar por 4 minutos, coar e beber até 4 xícaras por dia.

Efeitos colaterais e contraindicações

Os efeitos colaterais do chá verde incluem náuseas, dor de estômago e má digestão. Além disso, também diminui a capacidade de coagulação sanguínea e, por isso, deve ser evitado antes de cirurgias.

O chá verde está contraindicado durante a gravidez e a lactação, assim como para pacientes com dificuldade para dormir, gastrite ou pressão alta.

Tire as dúvidas sobre os chás que desintoxicam e afinam a silhueta

LuminaStock/ThinkStock/Getty Images /

Os chás já viraram um curinga na dieta de quem quer emagrecer. Chá verde, chá amarelo, chá branco, e, recentemente, até o chá mate entrou para a lista das ervas que ajudam a eliminar a retenção de líquidos e a emagrecer. Você tem alguma dúvida sobre como preparar e usar a bebida? Agora é a hora de resolver essas questões:

1. Qual o jeito certo de preparar?
Coloque a água para ferver e assim que surgirem as primeiras bolhas de ar (antes de começar o processo de ebulição), apague o fogo. Acrescente a erva e abafe por 2 ou 3 minutos. Depois é só coar e tomar.

2. E a medida ideal da erva e da água?
O ideal são 2 colheres de sopa para 1 litro de água, mas comece com apenas 1 colher, pelo menos até você se acostumar com o sabor do chá.

3.

 Dá para deixar o chá mais gostoso?
Você pode combiná-lo com cidreira, hortelã, erva-doce, casca de frutas (abacaxi ou manga) ou maçã seca para suavizar o sabor das ervas mais amargas, sem interferir nos efeitos terapêuticos. Faça assim: ferva 1 litro de água com 1 pedaço médio de casca de abacaxi ou 1 punhado de folhas de cidreira, por exemplo. Desligue o fogo e acrescente o chá verde, por exemplo. Abafe por 2 ou 3 minutos e coe.

4. Existe algum segredo para armazenar a erva?
Em local seco, fechado e ao abrigo da luz.

5. Quantas xícaras de chá verde devo beber por dia para emagrecer?
De cinco a seis xícaras. Se você quiser ir além, beba no máximo 1,5 litro. Em grande quantidade, a erva pode causar diurese.

6. Qual a temperatura e o horário ideais para se beber o chá?
Em jejum, o ideal é tomar o chá morno – cai melhor no estômago vazio.

Nos demais horários (lanches da manhã e tarde, meia hora antes ou duas depois das refeições principais), tome-o na temperatura que você preferir – quente, frio ou gelado -, desde que tenha sido feito da maneira adequada.

Se você tiver insônia, tome a última xícara no máximo até as 17 horas.

7. Posso adoçar o chá?
Sim, mas use uma quantidade pequena de mel (uma colher de chá) ou de estévia. Açúcar e adoçantes químicos prejudicam o poder do chá de desintoxicar o organismo, dificultando a perda de peso.

8. O chá de saquinho funciona?
Geralmente, o chá de saquinho traz várias partes da planta, como folhas e talos. Isso diminui a concentração dos princípios ativos da erva e o efeito acaba sendo apenas aromático.

9. Na minha cidade só tem o chá verde em sachê. O que devo fazer?
Nesse caso, escolha um produto que traga no rótulo a informação de que a planta usada é a Camellia sinensis.

10. Dá para preparar o chá horas antes de consumi-lo?
O ideal é beber o chá logo após ficar pronto, antes que o oxigênio do ar destrua parte dos componentes ativos.

Mas a bebida preserva substâncias importantes para o corpo até 24 horas após o preparo. Depois disso, as perdas são consideráveis.

Então, para facilitar a dieta, prepare de uma só vez a quantidade de chá necessária para um dia, e coloque-o numa garrafa térmica ou jarra de vidro ou inox (evite recipientes de plástico ou alumínio) dentro da geladeira.

Leia também:  Como Colocar Corrediças Que Suportam 25 Kg?

Continua após a publicidade

11. Qual o melhor horário para tomar os chás?
Entre as refeições. Nesse período, ele reduz o apetite.

12. Posso tomar cápsula no lugar do chá?
Diferentemente do saquinho, a cápsula costuma ter uma dose altíssima do princípio ativo, o que pode interferir na qualidade do sono e na pressão arterial. Portanto, só deve ser usada se houver a indicação de um profissional (endrocrinologista, homeopata, fitoterapeuta ou nutricionista) de sua confiança. 

13. O chá preto e o banchá têm o mesmo efeito do chá verde?
Todos os três são extraídos da mesma planta, a Camellia sinensis.

A diferença é que o chá-preto e o banchá passam por processos diferentes de torrefação e fermentação que reduzem os benefícios da erva, especialmente no caso do chá- preto.

O banchá oferece benefícios mais próximos ao do chá verde e tem o sabor mais suave.

14. O chá que é vendido pronto tem o mesmo efeito?
Não. O chá verde pronto para beber não apresenta quantidade suficiente de fitoquímicos para o emagrecimento.

15. Posso substituir a água diária pelo chá verde?
Não, a água é insubstituível. O chá verde não tem o papel de hidratação e é diurético.

16. É verdade que o leite corta algumas das propriedade do chá verde?
Sim. O leite e os derivados cortam as propriedades do chá. Não consumo os dois em uma mesma refeição. Por exemplo, um sanduíche com queijo não é bem-vindo com o chá verde.

17. Posso tomar o chá verde no chimarrão, substituindo o mate?
Sim. Tome juntamente com o mate.

18. Tem alguma contra-indicação?
Sim. Grávidas, pessoas hipertensas ou com gastrite. Se estiver usando algum medicamento, é aconselhável perguntar ao seu médico se você pode consumir o chá verde.

19. Quando tomo o chá verde no jantar, não consigo ter uma boa noite de sono. Por quê?
O chá verde altera o ciclo de sono e desperta a maioria das pessoas, pois ele contém cafeína. Se a bebida está prejudicando o seu sono, evite tomar no horário noturno.

20. Ele pode provocar perda de potássio ou outros minerais?
Sim. Isso acontece porque ele aumenta muito o volume urinário. Mas, se você ficar em até quatro xícaras, a perda é mínima e não provoca prejuízos à saúde.

21. Chá verde tem prazo de validade?
Sim. Até seis meses, as catequinas (principais substâncias do chá verde) são mantidas intactas. Depois disso, elas perdem cerca de 32% do efeito antioxidante. Ou seja, o chá deixa de ter o mesmo poder de manter as células saudáveis e a pele jovem. Isso acontece porque as catequinas são sensíveis à luz e ao oxigênio.

Mas esse prazo de validade pode ser ainda menor se a erva for armazenada de maneira inadequada. “O ideal é comprar e manter o chá verde num frasco escuro e hermeticamente fechado”, aconselha Vanderli Marchiori, nutricionista especializada em fitoterapia, de São Paulo. Como as catequinas também são sensíveis ao calor, outra recomendação é manter a embalagem na geladeira.

Continua após a publicidade

Chá verde antes de ir dormir? Claro que sim!

2019-12-12

O Chá Verde é uma das bebidas mais populares do mundo. Com múltiplos benefícios para a saúde, já se tornou parte da rotina de muitas pessoas. Se ainda não adicionou este chá à sua rotina, está na altura de o fazer.

Neste artigo, compilamos as 10 vantagens de consumir chá verde antes de ir dormir que o vão converter a esta bebida. Mas antes, vamos fazer um pequeno enquadramento sobre este tema.

Chá verde antes de ir dormir: porquê?

Oriundo da China, o chá verde é consumido um pouco por todo mundo, e hoje é amplamente referenciado como uma das bebidas mais saudáveis ​​que existem. Escusado será dizer que, quando começamos a procurar, os benefícios do chá verde parecem intermináveis e vamos encontrar vantagens um pouco para “tudo e mais alguma coisa”.

Aliás, o facto de ser muito utilizado na medicina tradicional ajuda a perceber o porquê de dar uma série de benefícios, desde uma melhor saúde mental até uma melhor função cardiovascular.

Já para não falar que, também evita pressões altas, regula a digestão, ajuda a acelerar a cura de feridas e…pode até aumentar o nosso metabolismoespecialmente quando bebemos chá verde antes de dormir.

Este é então o ponto que focamos neste artigo e que acaba por responder ao porquê de enaltecermos os benefícios de beber chá verde antes de ir dormir. Não só melhora os ciclos de sono, tornando-os mais tranquilos, como também ajuda o organismo a trabalhar melhor.

  • Com efeito, se beber chá verde antes de ir dormir está a ingerir uma variedade de antioxidantes, incluindo flavonóides e catequinas, elementos que trabalham com o nosso corpo e mente para nos mantermos saudáveis e dão uma ajuda extra às células no seu processo de regeneração.
  • Feito está este enquadramento, conheça então as 10 vantagens de consumir chá verde antes de ir dormir.

10 vantagens de consumir chá verde antes de ir dormir

1 – Regula os açúcares no sangue

Durante a noite, os níveis de cortisol aumentam e a produção de melatonina diminui.

Esta combinação da diminuição da melonina, hormona que ajuda a dormir, e aumento do cortisol, hormona envolvida na produção de stress, perturba o seu ritmo cardíaco e evitam que tenha um descanso totalmente reparador. Beba chá verde antes de se ir deitar e evite picos de açúcar e insónias enquanto dorme.

2 – Acelera o metabolismo

Para além de antioxidantes o chá verde tem cafeína na sua composição, que favorece o gasto de energia. Desta forma, o seu corpo acelera o metabolismo e queima calorias mesmo enquanto dorme.

3 – Acalma os nervos

Um dos nutrientes ativos no chá verde é a l-teanina, um aminoácido que nos acalma e nos ajuda a dormir melhor. Para além disso, as bebidas quentes têm tendência a deixar-nos mais sonolentos. Por isso, combine estes dois fatores: beba o seu chá verde bem quentinho e durma descansado.

4 – Fortalece o sistema imunitário

A sua composição rica em antioxidantes, vitaminas e minerais, fazem com que este chá seja um dos seus melhores aliados naturais, prevenindo os problemas respiratórios mais comuns como gripes e constipações.

5. Melhora a saúde do seu fígado

O fígado é responsável por eliminar toxinas que podem afetar a nossa saúde. Quando há demasiadas toxinas, este órgão não consegue funcionar corretamente. Uma chávena de chá ajuda a limpar o fígado, garantindo o seu funcionamento e prevenindo a sua inflamação.

6. Ajuda a controlar o mau hálito

O chá verde é ótimo a inibir o crescimento de bactérias, especialmente as que causam mau hálito. Para além disso, aumenta significativamente o efeito da pasta dos dentes.

7 – Previne as cáries dentárias

Ainda na temática da saúde oral, o chá verde evita formação de placa dentaria e destrói os ácidos responsáveis pelas cáries.

8 – Aumenta a função cerebral

As propriedades químicas deste chá também estimulam a produção de células do cérebro e, por consequência, melhoram a nossa capacidade cognitiva e estimulam a memória.

9 – Ajuda a prevenir ataques cardíacos e AVC’s

Graças ao seu alto teor oxidante, o chá verde regula os níveis de colesterol mau no sangue, impedindo que este se acumule nos vasos sanguíneos. Desta forma reduz os riscos de doenças cardíacas ou outros problemas relacionados com a saúde cardiovascular.

10 – Tem benefícios para a sua pele

  1. Para além de combater o envelhecimento celular, o chá verde ajuda a manter a sua pele hidratada e com um aspeto saudável e brilhante.
  2. Contudo, também referimos que a sua ingestão deve ser moderada e respeitar alguns cuidados.

Chá verde antes de ir dormir: cuidados a ter

O facto de ser um estimulante natural, o chá verde não deve ser tomado por quem sofre com problemas de insónias ou perturbação do sono. Quer isto dizer que, deve ser evitado ao máximo por pessoas com sono leve, dificuldades em adormecer ou que sofram de distúrbios do sono.

Por outro lado, pessoas que sofrem de algum tipo de problema cardíaco podem sentir alterações no seu ciclo cardiovascular, como palpitações, arritmias ou até taquicardias se ingerirem chá em doses maiores que as recomendadas.

Neste campo, referir que, não é só o chá verde que tem este efeito, falamos também dos restantes tipos de chá.

No fundo, e embora seja um produto de origem natural, também é importante ficar atento ao consumo tal como referimos. Afinal, e como diz a gíria, tudo que é ingerido em excesso pode fazer mal ao organismo e afetar seriamente a nossa saúde.

Chá verde antes de ir dormir: quando o devemos tomar?

Surge então a nossa resposta a esta questão. Se beber chá verde antes de ir dormir, e segundo estudos realizados, a melhor altura para o fazer é duas horas antes de ir repousar.

Desta forma, o seu organismo tem o tempo necessário para fazer a sua absorção e quando tentar adormecer, vai sentir-se ainda mais relaxado devido às propriedades naturais do chá verde. Por último, e para todos os que nos questionam qual o melhor chá verde, a nossa resposta é: quanto mais natural melhor.

Contudo, e mais importante que isso, é ter em atenção à sua ingestão. Não caia no erro de “abusar”. Como em cima referimos, podem existir consequências para o seu organismo.

Portanto, e se quiser incluir o chá verde na sua rotina diária, uma boa forma de o começar a fazer é bebê-lo ao longo do dia e duas horas antes da hora de descanso. Isso maximizará os efeitos benéficos à saúde e à promoção do sono do chá verde, e claro, minimizar os efeitos negativos.

Chá verde emagrece? Veja 11 benefícios da bebida

É bastante comum associar o consumo do chá verde a um estilo de vida mais saudável. A bebida é repleta de propriedades nutricionais que ajudam a prevenir doenças e deixam o organismo mais fortalecido. O chá verde é nativo da China e da Índia e é produzido a partir das folhas da planta Camellia sinensis. Pode ser consumido quente, frio e também há a versão em cápsulas.

Leia também:  Como Saber Quando Vamos Receber O Irs?

Sabe-se que o chá verde tem sido usado nas culturas chinesa e japonesa há séculos.

A planta possui grande quantidade de antioxidantes, cafeína, aminoácidos, vitaminas B, E, C, cálcio, magnésio, zinco, potássio e ferro que proporcionam mais saúde.

E também não tem calorias e pode ser bastante refrescante. Por isso, não faltam motivos para consumir o chá verde todos os dias. Confira, a seguir, os principais benefícios da bebida.

1. Melhora a função cerebral

Diversos estudos relacionam o consumo regular de chá verde com uma melhora da função cerebral. Isso ocorre porque a cafeína, um dos componentes do chá verde, tem a capacidade de melhorar o desempenho em tarefas cognitivas de longa duração, que exigem estado de alerta.

A L-teanina, outra substância presente no chá verde, quando consumida com frequência pode proporcionar relaxamento. Por isso, muitas vezes, o consumo de chá verde é apontado como estratégia para melhorar a memória e a concentração. Muitas pessoas relatam ter mais energia e se sentirem mais produtivas quando bebem chá verde.

Lembrando que ele contém menos cafeína do que o café, mas é a quantidade suficiente para produzir esse benefício.

2. Ajuda a emagrecer

O chá verde contém um composto chamado epigalocatequina galato, que pode aumentar o gasto energético.

Quem consumir cerca de 250 miligramas dessa substância (cerca de três xícaras de chá verde) consegue acelerar o metabolismo e queimar 100 calorias extras por dia, aproximadamente.

Em um estudo realizado com 10 homens saudáveis, o chá verde aumentou o gasto energético em 4%.

Beber chá verde aumenta a energia do organismo e melhora o desempenho físico. É o que comprova uma pesquisa da Harokopio University (Grécia). A responsável por esse benefício é a cafeína, que dá energia. Outros estudos também relatam que a substância presente na bebida consegue aumentar o desempenho físico em até 12%.

4. Diminui o risco de câncer

Os polifenóis do chá verde são antioxidantes e sabe-se que dietas ricas nesse nutriente ajudam na prevenção de vários tipos de câncer.

Um estudo da Universidade Harvard comprovou que as mulheres que bebiam mais chá verde tinham um risco de 20 a 30% menor de desenvolver câncer de mama.

Além disso, uma pesquisa demonstrou que o consumo de chá verde diminui em 48% o risco do desenvolvimento do câncer de próstata. E uma revisão de estudos comprovou que o consumo da bebida ajuda a diminuir o risco de desenvolver o câncer colorretal em 42%.

5. Afasta as doenças neurodegenerativas

Algumas substâncias do chá verde podem ter vários efeitos protetores no cérebro. Consumir regularmente a bebida podem reduzir o risco de Alzheimer e Parkinson, que são as doenças neurodegenerativos mais comuns. Diversos estudos comprovam que o chá verde protege os neurônios e previnem essas doenças.

6. Combate infecções

Alguns estudos mostram que o chá verde pode eliminar bactérias e inibir alguns vírus, o que contribui para diminuir o risco de infecções. As catequinas do chá verde também inibem o crescimento de uma das bactérias que causa cárie. Por isso, pesquisas relacionam o consumo da bebida com a melhora da saúde bucal.

7. Diminui o risco de diabetes

O diabetes tipo 2 é um problema de saúde que atinge milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil, estima-se que sejam cerca de 13 milhões de diabéticos, de acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes. A doença faz com que a pessoa não produza insulina suficiente, um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue.

Uma pesquisa mostrou que os polifenóis presentes no chá verde ajudam a regular a glicose de pessoas com diabetes. Quando a glicose aumenta no sangue, a insulina entra no pâncreas para sinalizar às células que começam a metabolizar a glicose.

Os polifenóis ajudam nesse processo: torna as células mais sensíveis aos efeitos da insulina.

8. Reduz o risco de doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares, como infartos e acidente vascular cerebral (AVC), são as principais causas de morte no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). A boa notícia é que uma pesquisa mostrou que o chá verde afasta o risco dessas doenças.

A bebida reduz os níveis de colesterol ruim (LDL) do organismo, que é um dos fatores de risco das doenças cardiovasculares e aumenta a capacidade antioxidante do sangue.

Uma pesquisa divulgada no The Journal of Nutrition comprovou que quem consome o chá verde têm até 31% menos risco de desenvolver esses problemas de saúde.

9. Aumenta a expectativa de vida

Como o chá verde contribui com a diminuição do risco de alguns cânceres e afasta as doenças cardiovasculares, seu consumo frequente aumenta a expectativa de vida. Um estudo realizado com mais de 40 mil adultos japoneses, mostrou que aqueles que beberam mais chá verde (cerca de 5 ou mais xícaras por dia) tiveram menos risco de morrer durante um período de 11 anos.

10. Melhora o humor

O chá verde possui uma substância conhecida por L-teanina que é responsável pelo aumento da produção de dopamina e serotonina que causam bem-estar.

Além disso, nota-se maior sensação de relaxamento devido ao aumento de produção de ondas alfa do cérebro. Há ainda a presença dos flavonoides que controlam a ansiedade.

Por isso, o consumo regular de chá verde contribui para a manutenção do bom humor.

11. Faz bem para a digestão

O chá verde pode auxiliar na estimulação de ácidos estomacais, contribuindo para a digestão e a absorção adequada dos nutrientes. Além de reduzir a absorção de gorduras e colesterol do organismo. Consumir regulamente ajuda a estimular a microbiota do intestino (flora intestinal), o que facilita a digestão.

Benefícios não comprovados

– Protege contra artrite: um estudo divulgado pelo The Journal of Nutrition mostrou que o consumo de chá verde pode proteger alguns ratos da artrite autoimune.

Como resultado, ocorreu uma redução acentuada nos sintomas da doença, como dores nas articulações, a inflamação e os danos nos tecidos.

Acredita-se que esse benefício aconteça por causa das propriedades anti-inflamatórias da bebida.

– Reduz o apetite e emagrece: pesquisadores da Universidade de Chicago comprovaram em uma pesquisa que um componente do chá verde fez com que cobaias perdessem até 21% de seu peso corporal. Os ratos usados na pesquisa perderam o apetite e consumiram menos alimentos após ter contato com um tipo de catequina, presente no chá verde.

– Inibe o vírus da zika: um estudo realizado em conjunto pela Unesp de Rio Preto, Faculdade de Medicina de Rio Preto e Universidade Federal de Mato Grosso mostrou que um composto do chá verde pode inibir o vírus da zika.

Pesquisadores isolaram o vírus e aplicaram o composto que inibiu a entrada do vírus na célula.

Ainda serão realizados testes em animais para comprovar a eficácia do chá verde no combate da doença que é transmitida pelo mesmo mosquito da dengue e chikungunya, o Aedes aegypti.

Riscos do consumo em excesso

Há poucos estudos que relatam as desvantagens ou riscos de beber o chá verde. Porém, quantidades excessivas de alguns chás, como o verde, podem prejudicar os rins devido a quantidade de oxalato (em excesso, pode causar cálculos renais).

Além disso, por ser uma bebida cafeinada causa aumento dos batimentos cardíacos, ansiedade e irritabilidade quando consumido em excesso. Por isso, hipertensos ou pessoas com histórico de ansiedade ou insônia também devem evitar o consumo.

Pessoas com glaucoma e irritações gástricas devem consumir com moderação. Assim como aqueles que usam medicamentos que ativam o sistema nervoso. Nesses casos, é importante consultar um médico antes de ingerir a bebida.

Como consumir o chá verde

A erva natural é mais potente do que os chás de saquinho industrializado. Apesar de possuírem as mesmas substâncias, eles têm concentrações diferentes. Por isso, sempre que possível, é importante preparar o chá verde com as folhas secas para potencializar os benefícios.

A forma de preparo também altera as propriedades da bebida —a cada 1 grama de folha inclua 100 ml de água. Deixe em infusão por cinco minutos em temperatura alta e consuma logo após o preparo para não perder os antioxidantes. Evite que a água ferva para que as folhas fiquem cozidas e com gosto ainda mais amargo.

Recomenda-se beber até 4 xícaras ao dia de chá verde. Mas é importante evitar consumir com as refeições, uma vez que pode interferir na absorção de ferro e cálcio dos alimentos.

O sabor é bastante forte e amargo, mas os especialistas não aconselham a adoçar o chá verde com açúcar branco ou adoçante. Para suavizar o gosto, é possível acrescentar outros alimentos como hortelã, erva-doce e até frutas secas. O mel pode ser uma alternativa para quem não gosta de consumir a bebida ao natural.

Fontes: Regina Stikan Carrijo, coordenadora de nutrição do Hospital Santa Catarina; Maria Fernanda Vischi D'Ottavio, nutricionista do HCor (Hospital do Coração); Karin Sedó Sarkis, nutricionista do Check-up do Fleury Medicina e Saúde; e Roseleide Moreira, nutricionista do Hospital Sepaco.

VivaBem no Verão

O UOL VivaBem está no litoral paulista com o VivaBem no Verão. Um espaço com atividades para você se exercitar, mas também curtir e relaxar na entrada da Riviera de São Lourenço. Venha nos visitar!

  • Data: do dia 27 de dezembro de 2018 ao dia 03 de fevereiro de 2019, de quinta a domingoHorário: das 16h às 00hEndereço: Avenida da Riviera, ao lado do shopping, na praia de Riviera de São Lourenço
  • Entrada: gratuita
  • SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*