Chá De Hibisco Para Que Serve E Como Tomar?

Tomar diariamente o chá de hibisco é uma ótima forma de facilitar a perda de peso, pois a planta contém antocianinas, compostos fenólicos e flavonóides que ajudam a:

  • Regular os genes envolvidos no metabolismo dos lípidos, facilitando a eliminação de gordura;
  • Atenuar a hipertrofia dos adipócitos, reduzindo o tamanho das células de gordura.

No entanto, esta planta não parece ter efeito sobre o apetite. Assim, no caso de pessoas que comem demais, deve-se completar o uso de hibisco com outra planta que ajude a reduzir o apetite, como a Caralluma Fimbriata (planta medicinal indiana) ou o feno-grego, por exemplo.

Existem duas maneiras para adotar o hibisco no cotidiano: pode-se tomar as cápsulas ou preparar um chá da planta, utilizando a espécie Hibiscus sabdariffa, que é encontrada em lojas de produtos naturais, farmácias e drogarias.

Além do chá puro, o hibisco também pode ser adicionado a sucos e vitaminas na alimentação. Diferentemente do chá verde, o hibisco tem um sabor agradável e é rico em antioxidantes que previnem doenças do coração e envelhecimento precoce.

  • Chá De Hibisco Para Que Serve E Como Tomar?
  • Chá De Hibisco Para Que Serve E Como Tomar?
  • Chá De Hibisco Para Que Serve E Como Tomar?
  • Chá De Hibisco Para Que Serve E Como Tomar?

Como fazer o chá de hibisco

Para fazer a bebida mantendo as propriedades da flor, deve-se colocar a água para ferver e, quando começar a levantar fervura, apagar o fogo. A seguir deve-se acrescentar as flores de hibisco, tampar o recipiente e deixar repousar por 10 minutos antes de coar e beber.

A proporção correta de hibisco e água é:

  • 2 colheres (de sopa) de hibisco seco ou 2 sachês de chá de hibisco;
  • 1 litro de água em início de fervura.

Deve-se tomar 3 a 4 xícaras deste chá diariamente, meia hora antes das principais refeições. O chá deve ser ingerido sem adicionar açúcar para que alcance o efeito esperado. Melhores resultados no emagrecimento estão associados a uma dieta equilibrada e à prática de exercícios físicos.

Como usar hibisco em sucos

Além do chá quente e do chá gelado, o hibisco também pode ser adicionado em sucos de frutas ou vegetais. Para preparar os sucos, deve-se substituir a água pelo chá de hibisco gelado, batendo juntamente com frutas ou vegetais no liquidificador. Boas ideias para acompanhamento são maracujá, abacaxi ou morango.

Quando não tomar o chá de hibisco

O chá de hibisco está contraindicado em casos de gravidez, para mulheres durante a TPM porque pode agravar os sintomas e também não é indicado para pessoas com problema de pressão baixa. Além disso, o chá pode causar alterações hormonais e prejudicar a fertilidade, por isso não é indicado para mulheres que estejam tentando engravidar.

O excesso de chá de hibisco também pode causar intoxicação do organismo, alterações da pressão e causar fraqueza muscular. Por isso, a dose máxima diária deve ser de 2 a 3 gramas por dia, ou cerca de 6 xícaras de chá.

  • Além do chá, o hibisco também pode ser usado de outras formas. Confira 4 receitas fáceis e práticas para utilizar o hibisco no processo de emagrecimento:
  • 1. Picolé de melancia com hibisco
  • Cada picolé tem apenas 37 calorias e pode ser usado como sobremesa das refeições principais, por exemplo.
  • Ingredientes
  • 2 fatias grandes de melancia com sementes;
  • 1 xícara de chá hibisco com gengibre;
  • 1 colher de folhas de hortelã em pedaços.

Modo de preparo

Bater todos os ingredientes no liquidificador e encher as forminhas de picolé. Como alternativa, também pode-se colocar pedaços de fruta, como kiwi e morango, dentro das forminhas antes de enchê-las, pois isso vai trazer mais nutrientes para o picolé e deixá-lo com uma aparência ainda mais bonita.

  1. 2. Refrigerante saudável de hibisco
  2. Cada copo de 240 ml deste refrigerante tem apenas 14 calorias.
  3. Ingredientes
  • 1 xícara de chá de hibisco;
  • Água com gás.

Modo de preparo

Fazer o chá conforme indicado anteriormente. Colocar o chá na geladeira e quando for beber, encher ⅓ do copo com chá e completar o restante com a água com gás.

  • 3. Suco light de verão
  • Cada copo de 200 ml de suco tem apenas 105 calorias e pode ser tomado no lanche da tarde.
  • Ingredientes
  • 500 ml de chá de hibisco frio;
  • 500 ml de suco de uva tinto sem açúcar;
  • 2 limões;
  • 3 ramos de hortelã.

Modo de preparo

Colocar o suco de uva em uma jarra, com o suco de um limão, o chá de hibisco, os ramos de hortelã e o segundo limão em rodelas. Deixar na geladeira para resfriar e acrescentar mais gelo na hora de servir.

  1. 4. Gelatina de hibisco
  2. Uma taça com 100 ml de gelatina de hibisco tem 32 calorias e pode ser consumida como sobremesa do jantar, por exemplo.
  3. Ingredientes:
  • Chá de hibisco;
  • Gelatina sem sabor;
  • 3 colheres de açúcar ou adoçante stévia.

Modo de preparo

Dissolver a gelatina de acordo com as orientações do rótulo, utilizando o chá de hibisco no lugar da água. Adoçar com açúcar ou com adoçante, e levar para a geladeira até que fique na consistência de gelatina. (Com informações do portal Tua Saúde)

Chá de hibisco: 9 benefícios para a saúde e como tomar

O hibisco é uma planta medicinal que pode ser utilizada para auxiliar nas dietas de emagrecimento, além de ajudar no controle da pressão arterial e, até, na prevenção de problemas do fígado.

Esta planta também pode ser conhecida popularmente como Azedinha, Quiabo-azedo, Caruru-azedo, Rosélia ou Vinagreira, mas seu nome científico é Hibiscus sabdariffa. Essa planta pode ser comprada em lojas de produtos naturais e alguns mercados.

Chá De Hibisco Para Que Serve E Como Tomar?

O chá de hibisco tem vários benefícios e, por isso, pode ser utilizado para auxiliar no tratamento de diversos problemas de saúde. O hibisco é bom para:

  1. Ajudar a emagrecer porque é um ótimo diurético e também ajuda na queima de gordura;
  2. Melhorar a prisão de ventre porque tem ação laxante;
  3. Combater as doenças do fígado e desintoxica este órgão porque ele impulsiona o funcionamento deste órgão;
  4. Aliviar as cólicas menstruais porque tem ação analgésica;
  5. Combater gripes e resfriados, por ter ação antioxidante que fortalece o sistema imune;
  6. Regular os níveis de colesterol especialmente aumentar o colesterol “bom” HDL, mas também por ajudar a diminuir os níveis de LDL;
  7. Aliviar a dor de estômago devido a ação analgésica e por ter efeito calmante;
  8. Regular a pressão arterial no sangue porque possui propriedades anti-hipertensivas;
  9. Retardar o envelhecimento da pele porque é rico em antioxidantes.

A forma mais popular de utilizar esta planta consiste em fazer chás, mas suas flores também pode ser utilizada em saladas, e outras partes da planta podem ser usadas ​​para fazer geleias, sopas e molhos, sendo, por isso, uma forma muito versátil de melhorar a saúde.

Como usar o hibisco

A parte mais utilizada do hibisco é sua flor, especialmente para fazer o chá:

  • Para fazer chá de hibisco: adicionar 2 colheres de sopa cheias de flores hibisco seco, 2 sachês ou 1 colher de chá do pó em 300 ml de água em início de fervura. Desligar o fogo e abafar o recipiente por dez minutos, coar e beber.

Para ajudar no processo de emagrecimento, deve-se tomar até 2 xícaras de chá de hibisco diariamente, meia hora antes das principais refeições.

Existem ainda as cápsulas que contêm hibisco em pó no seu interior. Estas cápsulas normalmente são vendidas para quem está tentando emagrecer e seu uso deve ser feito de acordo com as indicações da caixa, uma vez que variam de acordo com a marca. Veja mais detalhes sobre o hibisco em cápsulas.

Conheça mais sobre o hibisco e como tomar o chá para emagrecer assistindo ao vídeo a seguir:

Chá De Hibisco Para Que Serve E Como Tomar?

Possíveis efeitos colaterais

Apesar não acontecer em todas as pessoas, o hibisco pode causar tonturas, fraqueza ou sonolência por causar uma ligeira redução da pressão arterial. Assim, pessoas que têm pressão baixa não deve consumir o hibisco em grandes quantidades, nem sem recomendação médica.

Quem não deve usar

O hibisco está contraindicado para pessoas com pressão baixa, durante a gravidez ou amamentação, períodos de TPM e mulheres que estejam tentando engravidar, pois altera a produção de hormônios e pode, em alguns casos, dificultar a gravidez.

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.

Chá de hibisco emagrece? Saiba como usar essa bebida para desinchar o corpo

Chá De Hibisco Para Que Serve E Como Tomar?

O chá de hibisco é uma ótima bebida para quem deseja emagrecer. Ele possui nutrientes diuréticos poderosos que ajudam a desinchar o corpo

Chá De Hibisco Para Que Serve E Como Tomar?

Chá flores e especiarias de hibisco, cravo, canela e gengibre Taeq 30g

Quem busca perder peso com uma alimentação saudável, com certeza, já ouviu falar nos poderes dos chás para emagrecer.

E, dentre os diversos tipos e sabores dessa tradicional bebida, o chá de hibisco é um dos mais consumidos e recomendados para desinchar o corpo e acelerar a queima de gorduras localizadas.

Mas, será que isso é verdade? Descubra os seus principais benefícios e saiba como ele atua em prol do nosso organismo.

Feito a partir da infusão das flores de hibisco, o chá, além de saboroso, é uma opção leve e pouco calórica, por isso, pode ser facilmente adicionada em diversos momentos do dia.

Para quem deseja perder medidas, a bebida é sim uma grande aliada, já que, segundo a nutricionista Patrícia Bertoni Brotherhood, esse chá possui nutrientes diuréticos para diminuir a retenção de líquidos. Ela explica:

“O chá de hibisco tem ação anti-inflamatória e antioxidante devido à presença de muitos pigmentos que fazem com que o corpo não acumule toxinas.

Além disso tem propriedades de relaxamento dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação e ação sobre a função renal, sendo assim, aumenta a diurese, diminuindo a retenção de líquidos corporais.

Estudos também sugerem ação sobre os adipócitos (células que armazenam gorduras) o que auxiliaria na prevenção do ganho de gordura”, explica a profissional.

Leia também:  Como Saber O Que Fomos Em Vidas Passadas?

4 benefícios do chá de hibisco para a sua saúde

1 – Possui ação antioxidante: As propriedades naturais das flores ajudam a manter o corpo livre das ações dos radicais livres, evitando o envelhecimento precoce das células do organismo. Os agente antioxidantes se tornam responsáveis por melhorar a saúde da pele, cabelos e unhas, deixando-os mais saudáveis e hidratados.

  • 2 – Previne gripes e resfriados: Além da vitamina C, essencial para manter o sistema imunológico equilibrado, a bebida tem ação expectorante, ajudando a eliminar o muco, diminuindo as tosses e melhorando a respiração.
  • 3 – Diminui o estresse: O chá também possui efeito calmante, sendo perfeito para aliviar os estresses do dia a dia, diminuir os níveis de ansiedade e ainda garantir uma boa noite de sono, tranquila e proveitosa.
  • 4 – Favorece o trânsito intestinal: As flores de hibisco possuem efeitos laxantes no organismo, ajudando a regular a flora intestinal e prevenindo a prisão de ventre.

Mulheres que querem engravidar devem evitar o consumo excessivo do chá de hibisco

As mulheres que estão em período menstrual devem evitar o consumo exagerado (mais de três xícaras por dia), já que o chá pode agravar os sintomas e ainda causar alterações hormonais, prejudicando também a fertilidade. “Para as mulheres que querem engravidar, mas também pretende emagrecer, seria mais apropriado o consumo de outros chás diuréticos”, completa Patrícia.

Outro ponto de atenção é para quem sofre com a hipotensão (pressão arterial abaixo do normal), já que o consumo excessivo, ou a bebida muito concentrada, pode agravar os efeito, como tontura, vertigem e até desmaios.

8 benefícios do chá de hibisco para a saúde – MEDPREV

Perda de peso, controle dos níveis de colesterol e proteção contra o câncer são apenas alguns dos benefícios do chá de hibisco para a saúde.

Chá De Hibisco Para Que Serve E Como Tomar?

A fama que o chá de hibisco tem conquistado nos últimos anos não é à toa, pois essa bebida é cheia de propriedades terapêuticas interessantes para o nosso organismo. Muitos benefícios do chá de hibisco para a saúde já eram conhecidos pelos povos antigos, e cada vez mais a Ciência comprova esses efeitos.

Para que o chá realmente apresente essas propriedades, ele precisa ser feito a partir do cálice do botão das flores de Hibiscus sabdariffa, uma variedade de hibisco encontrada em casas de produtos naturais e que geralmente não cresce nos jardins. Conheça os benefícios dessa bebida:

1. Favorecimento da perda de peso

O chá de hibisco contém substâncias chamadas antocianinas, um tipo de antioxidante que ajuda a evitar o acúmulo de gordura. Isso acontece porque essas substâncias diminuem o processo de produção das células adiposas.

Além disso, esse chá tem a capacidade de bloquear a enzima amilase, que faz a conversão do amido em açúcar. Dessa forma, se for tomado depois das refeições, o chá de hibisco contribui para a diminuição da absorção dos carboidratos, que posteriormente se transformariam em gordura.

O resultado desses efeitos é uma tendência menor ao depósito de gordura no abdômen e nos quadris, o que favorece a perda de peso.

2. Controle dos níveis de colesterol

Por conter antioxidantes e bioflavonoides, um dos benefícios do chá de hibisco para a saúde é a regulação dos níveis de colesterol no organismo. Ou seja, essa bebida ajuda a elevar as taxas do HDL (colesterol bom) e reduzir as de LDL (colesterol ruim) e dos triglicerídeos.

A principal vantagem dessa característica é que o chá de hibisco exerce um efeito protetor da saúde do coração e dos vasos sanguíneos, prevenindo ataques cardíacos e derrames.

3. Efeito diurético

O chá de hibisco é uma boa opção para pessoas que sofrem com inchaço e retenção de líquidos, pois ele estimula a eliminação desse excesso por meio da urina.

É verdade que a maioria dos chás naturais tem esse efeito, mas o chá de hibisco tem uma vantagem: trata-se da capacidade de bloquear a ação da aldosterona, um hormônio que atua nos rins e tem como função reabsorver o sódio e a água, o que favoreceria o inchaço.

4. Diminuição da pressão arterial

Justamente por ter esse efeito diurético, o chá de hibisco estimula o funcionamento dos rins e contribui para a eliminação dos líquidos acumulados. Com isso, ocorre uma redução no volume de sangue e, em consequência, a diminuição da pressão arterial.

Além disso, algumas linhas de pesquisa demonstraram que os flavonoides do chá de hibisco são capazes de atuar sobre uma enzima responsável pelo controle da pressão.

5. Prevenção da diabetes e da síndrome metabólica

Alguns estudos já demonstraram que o chá de hibisco ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue e melhora a atuação da insulina no organismo, dois fatores que auxiliam na prevenção da diabetes.

Além disso, por também exercer controle sobre a pressão arterial e contribuir para a redução do LDL (colesterol ruim), o chá de hibisco protege contra a síndrome metabólica, que consiste no somatório das doenças diabetes, hipertensão e hipercolesterolemia e atinge 20% da população.

6. Melhora do processo de digestão

Os compostos ativos do chá de hibisco exercem um discreto efeito estimulante sobre o intestino, facilitando a passagem e a eliminação do bolo fecal. Para poder aproveitar esse benefício, recomenda-se tomar uma xícara desse chá em jejum, logo depois de acordar.

7. Combate ao envelhecimento

O conteúdo de antioxidantes confere ao chá propriedades de combate ao envelhecimento.

Isso acontece porque essas moléculas ajudam a reparar os danos causados às células pelos radicais livres, que fazem o chamado estresse oxidativo.

Dessa forma, o chá é um bom aliado para evitar o surgimento de linhas de expressão, rugas, manchas na pele e flacidez, que são sinais visíveis da passagem do tempo.

Contudo, além da estética, o combate ao envelhecimento promovido pelo chá de hibisco também se dá na preservação do sistema imunológico e principalmente na proteção contra doenças neurológicas degenerativas, como os males de Alzheimer e Parkinson.

8. Prevenção do câncer

Além de combater o envelhecimento, as propriedades antioxidantes presentes no chá também podem colaborar com a prevenção de diversos tipos de câncer. Isso acontece porque os fitonutrientes presentes nessa bebida reduzem os danos causados pelos radicais livres ao DNA das células, os quais podem levar a mutações.

Ainda, esse chá contém ácido protocatequínico, uma substância capaz de induzir a morte das células cancerosas em um processo chamado de apoptose.

Como preparar o chá de hibisco

Aqueça 200 ml de água até a fervura, desligue o fogo e adicione 1 colher de chá rasa de flores de hibisco (o equivalente a 5 gramas). Deixe em infusão com o recipiente tampado por 3 a 5 minutos e consuma logo em seguida.

  • Para aproveitar melhor os benefícios do chá para a saúde, certifique-se de estar utilizando flores da variedade Hibiscus sabdariffa e não coloque a planta para ferver, pois isso pode prejudicar suas propriedades.
  • Fonte(s): Minha Vida e Mundo Boa Forma
  • A fama do chá de hibisco não é à toa,  essa bebida é cheia de propriedades terapêuticas interessantes para o nosso organismo

Chá de hibisco: para que serve, como preparar e quem deve evitar

A fama desse chá começou com uma dieta: a dieta do chá de hibisco, que promete perda de peso rapidamente. Mas a queima de gordura corporal é apenas um dos vários benefícios desse chá.

Vários estudos demonstraram que o chá de hibisco oferece benefícios saudáveis ao coração, como redução da pressão arterial.

Em um deles, publicado no The Journal of Nutrition, adultos com pressão alta que consumiram três copos de 20 ml de chá de hibisco diariamente por seis semanas observaram uma diminuição na pressão sanguínea.

O chá facilita a digestão, impede parte da absorção do carboidrato e da gordura dos alimentos e anula temporariamente a combate a retenção de líquidos

Além disso, graças a certas enzimas e mucilagens presentes na planta, há benefícios em diversas áreas do organismo: no estômago, facilitam a digestão; no intestino, impedem parte da absorção do carboidrato e da gordura dos alimentos; e nos rins, anulam temporariamente a ação do hormônio antidiurético, quando o organismo aproveita para se livrar do excesso de líquidos. E tem mais: “O hibisco tem vitamina C, que diminui a pressão na parede dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação, e cálcio, mineral importantíssimo para os ossos e um facilitador na perda de peso, segundo estudos recentes”, afirma a bióloga Lúcia Helena Guerra Arantes, de Belo Horizonte.

O badalado efeito emagrecedor do chá de hibisco vem do fato de ele facilitar a digestão, regularizar o intestino e combater a retenção de líquido (além de estimular a queima de gordura).

Mas, afinal, o que dá esse poder ao hibisco? Sobretudo a alta concentração de antocianina – pigmento da família dos flavonoides -, que tem ação antioxidante (tira boa parte dos radicais livres de cena) e anti-inflamatória (combate a inflamação das células, permitindo que elas voltem a exercer totalmente suas funções).

Resultado: “O organismo deixa de acumular toxinas – substâncias inimigas que dificultam o emagrecimento”, explica Lucyanna Kalluf, nutricionista funcional especializada em fitoterapia do Instituto Alpha de Saúde Integral, em São Paulo.

O QUE É O HIBISCO

Hibisco é uma flor, e a espécie da qual é feita a bebida é a Hibiscus sabdariffa L., que tem tons puxando para o vermelho e tem origem na Índia e Malásia .

 “O chá de hibisco é feito das flores e botões da espécie, que é diferente daquela ornamental, comum nos jardins”, alerta Maria de Fátima Ramos, médica homeopata e membro da Sociedade Brasileira de Fitoterapia (Sobrafito).

Por isso, confira o nome científico da planta no rótulo.

QUEM NÃO DEVE TOMAR O CHÁ DE HIBISCO

O chá de hibisco é geralmente considerado seguro, com poucos efeitos colaterais. Se acontecerem problemas, eles tendem a ocorrer com o uso excessivo de suplementos de hibisco.

Leia também:  O Que É Assinatura Digital E Como Funciona?

Se usado em excesso, cápsulas de hibisco, tinturas e pó podem causar dor de estômago, gases, constipação, náusea, micção dolorosa, dor de cabeça e zumbido nos ouvidos.

 Mesmo o consumo excessivo de chá de hibisco pode causar tonturas e fadiga transitórias devido ao seu efeito na pressão sanguínea.

spaxiax/Thinkstock/Getty Images

COMO PREPARAR

Leve um 1 litro de água ao fogo. Assim que começar a levantar as primeiras bolhinhas, acrescente 2 colheres (sopa) cheias do hibisco seco (ou 2 sachês). Desligue o fogo, tampe e deixe descansar por 5 minutos (10 no máximo). Coe em seguida. Evite voltar a aquecer para não diminuir os efeitos terapêuticos da planta.

SE O DESEJO FOR EMAGRECER

Bebericar o chá ao longo do dia ajuda a conseguir os benefícios de saúde já citados. Agora, se a intenção e seguir uma dieta para perder peso, aqui vão dicas de como turbinar o chá e, ainda, um cardápio com sugestão de pratos e até o melhor horário para consumir o chá de hibisco.

Ervas para acelerar a dieta: cavalinha e alfafa aumentam os efeitos do hibisco e o resultado na cintura aparece mais rápido. Para isso, faça o chá com 1 litro de água, 1 col. (sopa) de hibisco e…

– 1 col. (sopa) de cavalinha: erva com ação diurética
ou
– 1 col. (sopa) de alfafa: erva com ação antioxidante
ou

– clorela, alga com ação anti-inflamatória, vendida em tablete ou cápsula, que pode ser combinada ao chá.

Conheça os benefícios do chá de hibisco para você– Revista Seleções

Sucos, chás, sopas. Muitas são as receitas milagrosas para emagrecer disponíveis na internet. O chá de hibisco, no entanto, não é nenhuma receita milagrosa. Conheça os benefícios e aprenda a preparar essa receita capaz de auxiliar o emagrecimento.

Este chá se tornou conhecido principalmente pelo efeito emagrecedor. Mas existem vários outros benefícios neste chá. Um deles é a ação antioxidante e anti-inflamatória. 

Leia também: Suco de inhame: aprenda a preparar essa receita rica em nutrientes

Benefícios do chá de hibisco

Auxilia na perda de peso: O chá de hibisco inibe a absorção de carboidratos e quebra das células de gordura. O que faz com que o corpo não acumule gordura. Para que o chá realmente faça efeito é necessário que seja tomado após as refeições e atrelado à uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos.

Melhora a saúde do fígado: O Chá de hibisco é capaz de aumentar as enzimas desintoxicantes e ajuda na diminuição dos danos ao fígado. Um estudo mostrou que o consumo do chá de hibisco melhorou a esteatose hepática, doença causada pelo acúmulo de gordura no fígado, que pode levar a insuficiência renal.

Leia também: Reeducação alimentar e a importância de bons hábitos alimentares

Diminui a pressão arterial: O chá de hibisco possui antocianinas que são responsáveis pelo efeito anti-hipertensivo, que auxiliam na diminuição da pressão arterial. A hipertensão pode levar a problemas cardíacos e até mesmo a um AVC.

(Imagem: Gyro/iStock)

Controla o colesterol: Um estudo comprovou que o consumo do chá de hibisco por pessoas com diabetes foi capaz de aumentar o colesterol considerado bom, o HDL. O estudo também mostrou uma diminuição no colesterol considerado ruim  e dos triglicerídios.

Evita a retenção de líquido: O chá possui um efeito diurético, que auxilia na liberação de líquido retido no corpo. Além disso, contribui para a eliminação de toxinas presentes no organismo.

Contraindicações

O chá de hibisco é cheio de benefícios, no entanto há algumas contraindicações. Como tudo na vida, o excesso pode fazer mal. Problemas como dores no estômago, constipação e gases são comuns. Além disso, náusea, micção dolorosa, dor de cabeça, zumbido nos ouvidos, tontura e fadiga também podem surgir.

Para quem está tentando engravidar, faz uso de anticoncepcional ou está grávida, o chá de hibisco também é uma contraindicação.

O chá tem efeito de diminuição dos níveis de estrogênio no organismo, o que pode influenciar diretamente na contracepção, ou gravidez, pois causa uma desregulação hormonal.

Além disso, pode influenciar em quem quer engravidar, pois impede a ovulação temporariamente.

O efeito diurético do chá pode ser um incômodo. Por isso, não é indicado que seja tomado durante a noite, já que idas ao banheiro durante a noite prejudiquem a qualidade do sono.

Leia também: 10 receitas deliciosas de sucos detox

(Imagem: matka_Wariatka/iStock)

Potencializando o chá para o emagrecimento

Se você pretende tomar o chá para emagrecer é necessário estar atendo a forma correta de fazê-lo. Tomar o chá após as refeições é o ideal para que faça efeito. Como ele atua na quebra das células de gordura e não absorção do carboidrato, ele se torna mais eficaz se tomado após a alimentação.

Para potencializar o efeito é possível combinar algumas ervas na preparação do chá. Cavalinha  é uma planta com efeito diurético (e vários outros benefícios) que pode ajudar no emagrecimento. A alfafa possui efeito desintoxicante, o que auxilia no processo de emagrecimento. 

Modo de preparo do Chá de Hibisco

O modo de preparo do Chá de hibisco é bem simples. É necessário apenas uma colher de sopa da erva para 1 litro de água fervente. Deixe descansar por cerca de 10 minutos e em seguida coe. É recomendável que o chá seja bebido imediatamente após o seu preparo, quando as propriedades estão mais latentes. No entanto, é possível conservar na geladeira por até 6 horas. 

chá dicas de saúde emagrecer saúde

Chá de hibisco: como fazer e para que serve – greenMe

Quando falamos em chá de hibisco, a maioria das pessoas o associa ao emagrecimento, mas você sabia que ele também tem outras funções para o nosso corpo? Além de ajudar no emagrecimento, o chá de hibisco também é um forte aliado no controle da gordura no fígado, de acordo com estudos. Mas os benefícios do chá de hibisco não param por aqui. Por isso vamos explicar nesse artigo, como fazer, para que serve, bem como dar sugestões de receitas para potencializar seus efeitos.

Para que serve o chá de hibisco?

Serve para emagrecer

O chá de hibisco é extraído do caule do botão seco da flor Hibiscus sabdariffa, a qual é dotada de propriedades naturais benéficas para o organismo humano. Os flavonóides, antioxidantes e ácidos graxos presentes na planta, ajudam a acelerar o metabolismo, favorecendo a queima de gordura.

As propriedades do hibisco são também anti-inflamatórias, que auxiliam a diminuir a retenção de líquidos, facilitam a digestão e regulam o intestino, o que contribui ainda mais para a perda de peso e, consequentemente, a redução de medidas corporais.

Estudos feitos com o extrato da flor de hibisco, mostrou que as pessoas submetidas a ele tiveram redução de peso corporal, de IMC, gordura corporal e redução de volume abdominal.

Outros benefícios

As propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias do chá de hibisco, além de auxiliar no controle da obesidade, também diminuem a quantidade de gordura no fígado, prevenindo doenças como a esteatose hepática, por exemplo.

Os principais benefícios do chá de hibisco são:

  • Reduz o colesterol ruim e aumenta o bom;
  • Beneficia a saúde do fígado;
  • Estimula o sistema imunológico;
  • Anti-inflamatório, antioxidante e antibacteriano;
  • Reduz os sintomas da TPM;
  • Antidepressivo natural;
  • Diminui a pressão arterial;
  • Melhora o funcionamento do intestino;
  • Ajuda na digestão;
  • É diurético e ajuda a desinchar;
  • Acelera o metabolismo e a perda de peso;
  • Diminui a absorção de amido e carboidratos.

Como tomar chá de hibisco para obter os benefícios?

Apesar de todas as informações existentes sobre o chá de hibisco, existe uma forma correta de preparar o chá, bem como o período apropriado para ingeri-lo.

De acordo com a nutricionista Patricia Leite, ao contrário da maioria dos chás, o chá de hibisco deve ser tomado frio e no máximo duas xícaras ao dia, uma pela manhã e outra a tarde. Caso faça uso de algum medicamento, procure não tomar em horários próximos aos dos remédios, pois pode prejudicar a aborção deles. Consulte um médico, atenção à interação medicamentosa.

Se for utilizar o chá de hibisco para a regulação intestinal, a nutricionista recomenda tomá-lo pela manhã, em jejum e gelado. Isso porque, ao tomar qualquer líquido gelado e em jejum, o piloro (glândula entre o estômago e o duodeno) é acordado, ativando a peristalse intestinal, ou seja, os movimentos involuntários do intestino.

Como fazer o chá de hibisco?

Segundo a nutricionista Patricia Leite, ferver as folhas de hibisco é um erro, pois o correto é fazer uma infusão.

Para isso, deve-se ferver meio litro de água, desligar o fogo e acrescentar a quantidade recomendada de folhas de hibisco seco, que seria aproximadamente 1 colher de sopa por xícara.

Feito isso, cubra o chá com uma tampa, prato ou pires e deixe descansar de 5 minutos a 10 minutos para depois coar.

Para melhorar o sabor do chá, bem como potencializar os efeitos diuréticos, digestivos e antioxidantes, a nutricionista faz algumas sugestões que podem ser incluídas no momento da infusão para liberar as substâncias que vão dar o sabor:

  • Limão – Espremer um pouco de limão para realçar o sabor e deixar a bebida ainda mais refrescante;
  • Morango – Algumas pessoas acrescentam morangos (ou frutas vermelhas) no chá de hibisco quando querem variar o sabor;
  • Gengibre – Para tornar o chá de hibisco mais termogênico, acrescente 2 rodelas de gengibre quando ele estiver em infusão;
  • Canela Tem um papel muito importante na sensibilização da insulina, ideal para diabéticos e pré-diabéticos. Adicione dois pauzinhos de canela na infusão junto às folhas de hibisco;
  • Cavalinha Para potencializar o efeito diurético do chá de hibisco, acrescente folhas de cavalinha secas, pois ela também tem ação diurética e ajuda a eliminar mais líquidos.
Leia também:  Não Trate Com Prioridade Quem Te Trata Como Opção?

O ideal é tomar o chá no mesmo dia em que ele é feito, pois se passar muito tempo, as propriedades, vitaminas e minerais serão perdidas. Além disso, para obter os benefícios do chá de hibisco é necessário combiná-lo com uma alimentação equilibrada e a prática de atividades físicas, pois sozinho ele não fará o efeito esperado.

Contraindicação

Assim como a maioria dos chás, a única contraindicação do chá de hibisco é para mulheres grávidas e lactantes, pois ele interfere na questão hormonal, em especial na produção de estrogênio. Além disso, caso tenha algum problema de saúde, ou faça uso de qualquer tipo de medicamento, converse com seu médico ou nutricionista para saber se pode ou não ingeri-lo.

Cada organismo reage de maneira diferente e, assim como qualquer alimento, se exagerar na quantidade pode haver complicações. Por isso, não substitua a água por ele, limite-se à quantidade recomendada pela nutricionista (2 xícaras por dia) e aproveite os benefícios desse chá!

  • Talvez te interesse ler também:
  • CHÁ DE CANELA AJUDA A PERDER PESO! BENEFÍCIOS E RECEITA
  • CHÁ DE ALCACHOFRA: BENEFÍCIOS, CONTRAINDICAÇÕES E COMO FAZER
  • CARQUEJA: TODOS OS BENEFÍCIOS E COMO FAZER O CHÁ

Chá de hibisco para emagrecer mas deve ser consumido com moderação

  • No chá de hibisco, sabor e benefícios se unem para garantir o bem-estar de quem procura melhor qualidade de vida.
  • Além de contribuir com a perda de peso, esta exótica bebida é repleta de nutrientes e já é naturalmente adocicada, o que dispensa o uso de açúcares ou adoçantes para ingestão.
  • Contudo, tanto homens quanto mulheres devem atentar para alguns riscos antes de inserir este chá no cardápio – seu consumo regular pode alterar os níveis hormonais no organismo e trazer outras complicações.
  • De origem africana e asiática, a flor de hibisco utilizada para o preparo do chá possui o nome científico de Hibiscus Sabdariffa.

De acordo com a nutricionista Flavia Morais, essa flor é diferente do conhecido hibisco de jardim, cujo nome científico é Hibiscus rosa-sinensis. A coach em Saúde Integrativa Melissa Setubal explica que o hibisco é normalmente usado nos chás através de suas pétalas.

“Na realidade, compramos as pétalas secas da flor para fazer o chá, cuja coloração é de um vermelho escuro bem forte.

Ao preparar o chá, essa tonalidade permanece no líquido. O hibisco é uma planta usada para tratamento em vários países, principalmente no Oriente Médio e na África do Norte. Essa flor é utilizada há milênios”, explica Melissa.

Chá de hibisco é antioxidante poderoso e ajuda na queima de gordura

Os nutrientes presentes no chá de hibisco são inúmeros. O cálcio e o magnésio são exemplos deles, mas a bebida é caracterizada principalmente por sua ação antioxidante, segundo Flavia Morais.

Em 6g da planta, quantidade usada para o preparo de 200 ml de chá, temos cálcio, magnésio, fósforo e potássio, essenciais para a saúde dos ossos, a contração muscular e para a produção de energia

Nosso organismo produz moléculas chamadas de radicais livres que, em excesso, podem danificar nossas células, causando envelhecimento precoce e desencadeando doenças crônicas.

Os antioxidantes – como os flavonoides, ácidos orgânicos e vitamina A presentes no hibisco – têm o papel de neutralizar o efeito dos radicais livres, evitando os danos às células e o surgimento de doenças, além de estarem relacionados à queima de gordura”, detalha a nutricionista.

A ajuda que o chá de hibisco pode oferecer a quem deseja perder alguns quilos não para por aqui. Entre os efeitos mais estudados da ingestão dessa bebida está o emagrecimento.

Segundo Melissa Setubal, além de o chá ser um excelente antioxidante, combate a obesidade, reduz a quantidade de gordura abdominal e até previne o chamado “fígado gorduroso”, uma doença que se caracteriza pelo acúmulo de gordura no fígado.

“Um dos benefícios mais estudado do chá de hibisco é a perda de peso. O conhecimento milenar a respeito dessa bebida já falava sobre isso, mas também foi descoberta a eficiência do chá no tratamento da obesidade, na eliminação da gordura do abdômen e principalmente na prevenção do “fígado gorduroso”.

  1. Todos esses efeitos têm sido atribuídos aos polifenóis, que são moléculas antioxidantes presentes no hibisco.
  2. As propriedades antioxidantes previnem o organismo de alguns outros problemas, como pressão alta, diabetes, problemas no fígado e nos rins, câncer e síndromes metabólicas de um modo geral”, informa Melissa.
  3. O chá de hibisco não apenas é simples de ser preparado, como também pode ser usado em receitas que levam algum tipo de líquido, como sucos ou drinques.

Melissa Setubal sugere este tipo de aproveitamento justamente pela cor e pelo sabor, característicos da flor. “O uso do chá em preparações que levem líquidos pode ser bastante útil.

O sabor e a cor são naturalmente acentuados e podem ser aproveitados, ainda que os nutrientes dessa bebida não sejam totalmente mantidos após o cozimento”, instrui a coach em Saúde Integrativa.

Já a nutricionista Flavia Morais indica que o hibisco também pode ser consumido em forma de “suchá” (misturas de sucos de hortaliças ou frutas, com infusão de plantas) e inclusive geleia. “O chá pode ser usado como base para o preparo de suchá.

Para isso, basta bater o chá no liquidificador com a fruta de sua preferência. A geleia de hibisco é outro alimento produzido com a flor, mas sem suas propriedades nutritivas, pois a adição de açúcar e o tempo de cozimento para obter a geleia comprometem os seus benefícios originais”, orienta Flavia.

Quanto aos diversos tipos de chá de hibisco, a coach em Saúde Integrativa Melissa Setubal recomenda principalmente a infusão com as folhas secas desta flor.

Segundo ela, a versão em sachê é uma boa pedida, mas seus efeitos são reduzidos. Há ainda quem opte por ingerir diretamente as pétalas desta flor, como um aperitivo ou misturado numa salada, por exemplo.

Nesse caso, os nutrientes também não são aproveitados integralmente. “Além disso, a ingestão direta das pétalas do hibisco (tanto desidratadas quanto in natura) possivelmente não são agradáveis ao paladar e suas propriedades benéficas não são apropriadamente ativadas quando consumidas de outra forma sem ser o chá.

Por isso, a fim de que os nutrientes sejam amplamente aproveitados, a recomendação é a de que essa planta seja consumida através da infusão”, alerta Melissa.

Como encontrar e combinar o hibisco

  • O hibisco pode ser encontrado na forma de pétalas secas, para o preparo do chá, de cápsulas ou na forma solúvel – todas em lojas de produtos naturais.
  • O chá pode fazer parte de dietas para perda de peso, controle de pressão arterial e diminuição das taxas de colesterol.
  • Para emagrecimento, pode ser combinado ao chá branco ou verde na alimentação; para controle da pressão arterial, pode ser associado ao suco de uva; para redução do colesterol, deve ser consumido com sementes de linhaça ou chia.

No entanto, apesar dos benefícios apresentados, a intoxicação por chá de hibisco é uma consequência de seu consumo excessivo, o que requer cautela por parte de quem ingere a bebida. Quem explica é a nutricionista Flavia Morais, que também alerta para o efeito diurético típico do chá.

  1. “Como qualquer outra planta, o hibisco em chá pode causar toxicidade se for consumido em doses excessivas, pois tudo o que ingerimos precisa ser metabolizado e eliminado pelo fígado e rins.
  2. Quando consumida em grandes quantidades, esta bebida pode não ser totalmente eliminada pelo fígado, intoxicando, assim, o organismo.
  3. Além disso, por este chá ser diurético, seu consumo exagerado pode fazer com que a pessoa elimine muitos eletrólitos, a exemplo do sódio e do potássio, que estão presentes no sangue.

Isso pode acarretar alterações de pressão e contração muscular. Sendo assim, se a pessoa já toma medicamento com essa finalidade, o efeito diurético do remédio pode ser potencializado, o que não é desejável”, alerta a especialista.

  • Já Melissa Setubal explica que a fertilidade e os hormônios podem ser afetados pela ingestão excessiva do chá de hibisco, que acaba por ser contraindicado a mulheres grávidas ou que desejam engravidar.
  • Segundo a especialista, nestes casos, o chá pode até ser consumido, porém não mais que uma vez ao mês.
  • “Apesar de todas as vantagens proporcionadas pelo chá de hibisco, a relação entre essa bebida e os hormônios femininos é preocupante.
  • Existe uma questão que envolve pessoas na idade fértil – se a mulher ou o homem que está nesta fase beber o chá regularmente, visando a perda de peso, por exemplo, pode colocar em risco a sua fertilidade.
  • A nutricionista Flavia Morais, entretanto, libera a ingestão de 3 a 6 xícaras do chá por dia, caso a pessoa não esteja mais em idade fértil ou não planeje ter filhos.
  • Alguns estudos mostram que o hibisco tem componentes que interferem nos níveis de estrogênio e os alteram, fazendo com que esta planta seja usada, inclusive, como anticoncepcional.
  • Para as mulheres que sofrem com a TPM e outras condições do sistema endócrino, o chá de hibisco pode causar piora e até dificuldade para engravidar, ao interferir no processo de ovulação.
  • Por este motivo, também deve ser evitado por mulheres no período de gravidez”, aconselha a coach em Saúde Integrativa.

Olá, essa matéria foi útil para você?

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*