Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

Resumidamente, o BCAA é uma fonte de aminoácidos em cadeia ramificada. Ele é uma das principais fontes de nitrogênio, pois é usado na síntese de glutamina e alanina.

A glutamina é uma das mais importantes na hora de praticar exercícios, já que modula a ativação de proteínas de estresse.

Essa substância também ajuda nas funções do sistema imunológico e a combater elementos que podem ser nocivos durante o treino. A glutamina está presente em nosso organismo oferecendo nutrientes para a via de síntese energética.

Com o BCAA, seu organismo funciona melhor e ainda tem energia para praticar a sua série de exercícios.

BCAA é a sigla em inglês para Branched-Chain Amino Acids, que, em uma tradução literal, significa aminoácidos de cadeia ramificada. Essa cadeia é formada pela combinação de três aminoácidos, sendo eles a leucina, a isoleucina e a valina.

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar? Os aminoácidos essenciais para a sua dieta na concentração ideal

O BCAA é uma fonte de aminoácidos em cadeia ramificada que atua na prevenção da fadiga muscular, regulação do sistema imunológico e muitas outras funções.

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

As moléculas do BCAA possuem uma estrutura muito específica e ela é a mesma encontrada em nossas fibras musculares. Muitos atletas combinam o BCAA com o whey protein, já que o produto atua justamente na síntese proteica muscular.

Existem trabalhos científicos que mostram a importância dos aminoácidos, principalmente da leucina na regulação de processos de anabolismo muscular envolvendo tanto a síntese quanto a degradação muscular.

No treino, todos os aminoácidos são utilizados, por isso, o BCAA funciona na prevenção da fadiga muscular. O suplemento também pode te ajudar em diversas outras coisas, como na regulação do sistema imunológico, no aumento da performance e também no processo de emagrecimento.

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

Com o BCAA em pó, o atleta pode diluir o suplemento em água ou com um líquido de sua preferência. Para misturar bem os dois ingredientes, é ideal ter uma coqueteleira.

A vantagem do suplemento em pó é que você tem total autonomia para escolher quanto irá consumir em cada porção. Na Growth Supplements, temos três versões do BCAA: em pó, comprimidos e em cápsulas.

Porém, lembre-se, a escolha do produto ideal para você deve ser feita com o auxílio de um nutricionista.

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

A quantidade recomendada de consumo de BCAA pode variar de acordo com alguns fatores, como a frequência e a intensidade da prática de atividades físicas.

Para um cálculo mais apurado e personalizado, um cálculo bastante comum é multiplicar um valor entre 0,06 g e 0,1 g para cada quilo de peso corporal em cada refeição onde se prente consumi-lo.

O BCAA pode ser consumido tanto antes, quanto depois dos treinos. Esses aminoácidos agem no fornecimento de energia, retardando a fadiga muscular durante o esforço físico. No pós-treino, por sua vez, o BCAA atua de forma eficaz na recuperação do tecido muscular e na melhora gradativa do sistema imunológico.

Apesar dos valores citados, o acompanhamento de um nutricionista é recomendado durante a rotina de consumo do suplemento, para monitorar a dosagem e os resultados.

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

As quantidades ideais de BCAA variam de pessoa para pessoa, de acordo com a dieta de cada um. Os brasileiros possuem um consumo razoável dos aminoácidos do BCAA em sua dieta comum, por isso, a suplementação pode ser feita em vários momentos ao longo do dia. Para quem tem o foco no ganho de massa muscular, é bacana ingerir antes ou depois de malhar, ou seja, nas refeições pré e pós-treino.

Antes de ingerir qualquer suplemento, recomenda-se buscar ajuda de um profissional. Em nosso site, é possível encontrar uma equipe de nutricionistas que tira dúvidas sobre os suplementos Growth Supplements online.

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

Não existe uma resposta única para esta pergunta. O melhor BCAA depende da sua rotina de alimentação e treino, além de suas preferências individuais.

Atualmente existem diferentes tipos de BCAA disponíveis no mercado. Quanto à forma de ingestão, há o BCAA em pó, o BCAA em cápsulas e também a versão líquida.

O BCAA em pó é aquele consumido a partir da diluição do suplemento em água ou outros líquidos. Esta modalidade tem como vantagem maior flexibilidade para ajustar a dosagem de suplementação. Por outro lado, por se tratar de aminoácidos “hidrofóbicos”, o uso da coqueteleira é necessário para diluir o pó.

O BCAA em cápsulas, por sua vez, é mais prático quanto à ingestão, haja visto que já se encontra em cápsulas, não precisando ser diluído em líquidos. No entanto, por este mesmo motivo, a dosagem fica restringida ao teor de BCAA por cápsulas, o que faz com que algumas pessoas tenham que consumir grandes quantidades para suprir a demanda do suplemento.

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar? O BCAA ideal para as suas necessidades está na Growth

Temos BCAA’s com diferentes concentrações para atender às demandas individuais de todos os nossos consumidores. Consulte um especialista para saber qual é o melhor indicado para você.

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

O BCAA é um suplemento que conta com uma série de benefícios, capazes de auxiliar diversos grupos de pessoas, não se restringindo a atletas e pessoas em dieta para ganhar massa muscular. Entre os principais benefícios estão:

  • auxiliar a síntese e a concentração de proteínas no organismo;
  • pode auxiliar no sistema imunológico;
  • evitar a fadiga muscular;
  • aumentar o desempenho físico em altas temperaturas.

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

Há muitas dúvidas sobre se o BCAA engorda ou se o BCAA emagrece. O fato é que, quanto a emagrecer, o suplemento pode auxiliar no processo de algumas formas.

O BCAA é capaz de atenuar a perda de massa magra em dietas de emagrecimento. Além disso, a suplementação com BCAA pode auxiliar no controle da fome e aumentar a queima de gordura durante os treinos.

No entanto, os aminoácidos de cadeia ramificada atuam em um papel secundário na perda de peso. O processo de emagrecimento depende de outros fatores, como uma dieta saudável e hipocalórica e a prática regular de atividades físicas.

A suplementação com BCAA não possui efeitos colaterais, já que os aminoácidos que o compõem (leucina, isoleucina e valina) não possuem contraindicações.

Ainda assim, a ingestão deste suplemento, assim como a de qualquer outro, deve ser feita com cuidado e moderação, sempre com a orientação e o acompanhamento de um nutricionista.

O BCAA funciona na prevenção da fadiga muscular. O suplemento também pode te ajudar em diversas outras coisas, como na regulação do sistema imunológico, no aumento da performance e também para aumentar a velocidade do metabolismo e emagrecer. Saiba aqui tudo sobre o BCAA.

O BCAA pode ser consumido tanto antes, quanto depois dos treinos. Esses aminoácidos agem no fornecimento de energia, retardando a fadiga muscular durante o esforço físico. No pós-treino, por sua vez, o BCAA atua de forma eficaz na recuperação do tecido muscular e na melhora gradativa do sistema imunológico.

Para um cálculo mais apurado e personalizado, um cálculo bastante comum é multiplicar um valor entre 0,06 g e 0,1 g para cada quilo de peso corporal em cada refeição onde se pretende consumi-lo.

O BCAA é capaz de atenuar a perda de massa magra em dietas de emagrecimento. Além disso, a suplementação com BCAA pode auxiliar no controle da fome e aumentar a queima de gordura durante os treinos.

A suplementação com BCAA não possui efeitos colaterais, já que os aminoácidos que o compõem (leucina, isoleucina e valina) não possuem contraindicações.

5 resultados

Lista Grade

BCAA

  • Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?R$ 22,50 no boleto (-10%)em até 1x de R$ 25,00 no cartão
  • Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?R$ 44,10 no boleto (-10%)em até 1x de R$ 49,00 no cartão
  • Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?R$ 179,10 no boleto (-10%)em até 3x de R$ 66,33 no cartão
  • Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?R$ 152,10 no boleto (-10%)em até 3x de R$ 56,33 no cartão
  • Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?R$ 62,93 no boleto (-10%)em até 1x de R$ 69,92 no cartão
  • Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?R$ 71,91 no boleto (-10%)em até 1x de R$ 79,90 no cartão
  • Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?R$ 71,91 no boleto (-10%)em até 1x de R$ 79,90 no cartão
  • Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?R$ 62,93 no boleto (-10%)em até 1x de R$ 69,92 no cartão

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

Se você é praticante de exercícios físicos ou frequentador de academia, então já conhece o  BCAA suplemento . A NewNutrition é especializada na produção de suplementos alimentares, como é o caso do BCAA.

BCAA em pó é um suplemento muito conhecido para quem procura levar uma vida mais saudável com base em atividades físicas e alimentos saudáveis.

Este suplemento vem do inglês Branched Chain Amino Acids, o qual representa aminoácidos em cadeias ramificadas.

As mesmas moléculas do BCAA podem ser encontradas nas fibras musculares, mas em maior quantidade, pois equivalem a 35% dos aminoácidos essenciais presentes na proteína muscular.

BCAA: para que serve?

Em função da grande porcentagem de aminoácidos encontrados no BCAA, ele se tornou uma excelente forma de aumentar, manter e até recuperar as perdas de massa muscular por meio de atividades físicas, uma vez que auxilia na recuperação muscular.

Ele basicamente é composto por 3 aminoácidos: Leucina, valina e isoleucina nas proporções 2:1:1 ou 8:1:1.

Essa proporção com mais l-leucina se dá, por conta deste aminoácido ser o mais ligado a hipertrofia, pois ele ativa a célula M-TOR, responsável pelo anabolismo muscular.

De acordo com estudos, os  benefícios do BCAA são vários,  um suplemento que reduz a fadiga, danos musculares e aumenta a recuperação do corpo após treino intenso. Por isso, ele é indicado para pessoas que buscam por esses benefícios, isso vale para qualquer atividade física.

Aumento da massa muscular.

Melhora da recuperação muscular.

Melhora da absorção de aminoácidos.

Diminui perdas de massa muscular.

Diminuição do catabolismo.

Rápida fonte de aminoácidos.

Melhora da performance.

Função anabólica

Valor energético 12kcal/50kJ 12KCAL/52KJ 13KCAL/55KJ
Leucina 1500mg 2400MG 1900MG
Isoleucina 750mg 300MG 950MG
Valina 750mg 300MG 950MG
Vitamina B6 1,3mg 1,3MG 1,3MG
Porção 3g 3g 4 cápsulas
Rendimento 100 porções 100 porções 30 porções
Comprar Comprar Comprar
Leia também:  Como Fazer Bibliografia Quando Não Tem Autor?

Na NewNutrition você pode comprar BCAA em ambas as formas, tanto em pó quanto em cápsulas. Não existe diferença em absorção! As diferenças estão na praticidade de consumir as cápsulas e o custo benefício do em pó, com base na quantidade de porções que ele rende.

BCAA 2:1:1 

  • É o BCAA de composição mais equilibrada, existem estudos que apontam que é a melhor opção para recuperação muscular.
  • Compre agora BCAA 2:1:1 300g
  • Compre agora BCAA 2:1:1 1kg
  • Compre agora BCAA 3800 120 cápsulas

BCAA 8:1:1 

  1. É o BCAA de composição com maior leucina, para quem visa o objetivo de hipertrofia muscular.
  2. Compre agora BCAA 8:1:1 300g
  3. Compre agora BCAA 8:1:1 1 Kg
  • A NewNutrition trabalha com várias opções em BCAA, veja todas elas abaixo:
  • 2400mg em cápsulas na proporção 2:1:1, nos tamanhos 120 ou 240 cápsulas.
  • 3800mg em cápsulas na proporção 2:1:1, nos tamanhos 120 ou 240 cápsulas
  • 3000mg em pó na proporção 2:1:1, nos sabores natural, uva ou limão.
  • 3000mg em pó na proporção 8:1:1, nos sabores melancia, limão e tangerina.

Além dessas opções temos os combos promocionais!  Que garantem o melhor preço em BCAA.

Qual a composição do BCAA NewNutrition?

Nosso produto tem matéria prima importada e é basicamente composto pelos 3 aminoácidos Leucina, Valina e Isoleucina além de vitamina B6, que melhora a absorção.

Para saber qual o melhor BCAA para você, consulte um Nutricionista esportivo.

Antes, durante ou depois do treino ? Com rápida absorção, o suplemento pode ser consumido antes das atividades físicas como rápida fonte de energia para treinamentos intensos.

Durante o treino é a valina e isoleucina que são convertidas em glicose fornecendo energia, o que pode ser válido para evitar a fadiga durante os treinamentos resistidos.

Já no pós-treino é como uma boa fonte de proteína e rica em carboidratos para uma melhor síntese proteica e recuperação. Quando utilizado como um intra-treino é benéfico também, pois pode ser de ajuda em determinadas situações.

Recomendamos sempre que você busque um especialista para saber como você deve tomar.

Ele é o conjunto de três aminoácidos, os quais devem ser consumidos e repostos ao longo do dia. Por isso, o ideal é que você deve tomar o suplemento e fazer uma dieta adequada.

Em certos casos, há possibilidade da divisão da dose diária entre as refeições, para que assim se mantenha um maior aporte de aminoácidos, resultando em uma melhora do estado anabólico.

Esse modo de ingestão ainda precisa de maiores confirmações sobre a eficácia.

Confira as principais dúvidas dos usuários de BCAA:

BCAA engorda?

A composição é feita a base de aminoácidos, mesmo contendo baixas calorias, o mesmo não irá contribuir para o ganho de peso.

Funciona sem exercícios físicos?

Todas as pessoas necessitam de consumir aminoácidos, porém em uma dieta adequada, não é necessário o consumo. Normalmente os praticantes de atividade física de alta intensidade necessitam mais de tal suplementação, uma vez que a demanda é maior.

Todas as pessoas podem consumir?

Sim, todas as pessoas que praticam atividades físicas de alta intensidade podem consumir, porém o ideal é respeitar a individualidade, existem patologias na qual o consumo do BCAA deve ser reduzido ou aumentado e isso apenas um médico pode dizer.

É possível tomar com outros suplementos?

Sim, é possível! Os praticantes de atividades físicas sempre possuem dúvidas referentes ao que devem tomar, ele pode ser consumido com outros produtos tais como:  Whey Protein, creatina, pré-treino, hipercalórico ou recomendados pelo profissional de saúde.

O consumo de BCAA é seguro e sem efeitos colaterais para a maioria dos indivíduos, desde que os mesmos sejam saudáveis. Não é recomendado para gestantes e lactantes. Indivíduos com a doença congênita rara chamada ‘’urina de xarope de bordo’’ devem evitar o consumo pois o corpo não consegue realizar corretamente a quebra.

Aspectos a serem lembrados

Os aminoácidos de cadeia ramificada são um grupo de 3 aminoácidos essenciais : leucina, isoleucina e valina.

Eles são essenciais, o que significa que seu corpo não produz e os mesmos devem ser obtidos através da alimentação, e como complemento através da suplementação alimentar.

Auxiliam na construção de massa muscular , diminuição da fadiga muscular e prevenção do catabolismo . Lembrando que o BCAA também auxilia na diminuição das perdas de massa muscular.

Adquira aminoácidos através de fontes completas de proteína, os mesmos contêm todos os aminoácidos. Se você está consumindo boas fontes de proteína e quantidades necessárias, isso basta para as necessidades. Consumir alimentos ricos em proteína irão providenciar os nutrientes a mais. Confira as melhores fontes alimentares para obter os aminoácidos essenciais:

  1. • Carne vermelha
  2. • Frango
  3. • Whey protein
  4. • Soy protein
  5. • Atum
  6. • Salmão
  7. • Peru
  8. • Ovos
  9. • Queijo
  10. • Iogurte

Os aminoácidos podem auxiliar a diminuir as dores musculares da atividade física, até mesmo ajudarem na redução da fadiga muscular induzida pelos exercícios.

É normal todos observarem fadiga e exaustão pós exercício em algum momento, e o que irá determinar o seu grau de exaustão são alguns fatores, incluindo intensidade da atividade física, duração, condições climáticas, alimentação e nível de treinamento.

Seus músculos utilizam BCAAs durante a atividade física, o que causa a diminuição dos mesmos. Em dois estudos, os participantes que suplementaram com BCAA melhoraram seu foco mental durante o exercício, que pode ser pelo fato da redução da fadiga.

Prevenção de Catabolismo

Ele pode auxiliar na prevenção do catabolismo muscular! As proteínas musculares são constantemente quebradas e sintetizadas, e o balanço entre catabolismo e síntese determinam a quantidade de proteína no músculo.

O catabolismo ocorre quando a quebra proteica é maior do que a síntese de proteína.

Afinal, isso é um sinal de má nutrição e fatores relacionados à idade (sarcopenia) 35% de aminoácidos essenciais encontrados nas proteínas musculares.

No entanto, é importante que os BCAAs e outros aminoácidos essenciais sejam repostos durante períodos onde podem ocorrer catabolismo, como treinamentos intensos e baixo consumo proteico.

Diversos estudos dão suporte sobre a utilização de BCAA contra o catabolismo proteico, isso poderá melhorar a performance, manutenção muscular. Pontos importantes:

  1. • Promove construção e ganho de massa muscular depois da atividade física. BCAAs estimula a síntese de proteína nos seus músculos e diminuem a quebra proteica. Dessa maneira, evita as perdas de massa muscular do corpo;
  2. • Providenciam uma fonte de energia durante exercícios prolongados;
  3. • Suporte a imunidade: Exercícios extenuantes podem resultar na diminuição do sistema imunológico, o que pode também ser um fator na diminuição em alguns aminoácidos.

Quer saber mais? Temos um conteúdo específico em nosso blog sobre o BCAA, clique neste link e confira!

  1. Como vimos sobre sua importante resposta na recuperação, elaboramos um ‘drink’, que após o treino é extremamente saboroso e eficaz.
  2. Ingredientes:
  3. 250ml de água de coco 1 Polpa de abacaxi BCAA 8:1:1 sabor melancia NewNutrition 5g Creatina 100ml de água gelada
  4. Gelo a vontade.

Como utilizar o BCAA para ganhar músculos de forma mais rápida

O BCAA é um suplemento nutricional que contém aminoácidos de cadeia ramificada, como leucina, isoleucina e valina, que são considerados essenciais, pois são fundamentais para o organismo. Esses aminoácidos estão presentes em todas as proteínas do corpo, principalmente no tecido muscular, já que são metabolizados diretamente nos músculos e fornecem energia para a sua atividade.

Além disso, esses aminoácidos estão presentes em vários alimentos como carnes, peixes e ovos, por exemplo, e, por isso, podem ser obtidos da dieta. No entanto, podem ser também encontrados na forma de suplemento, sendo principalmente indicado para pessoas que desejam melhorar o rendimento durante o treino e prevenir a perda de massa muscular.

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

Para que serve

O suplemento de BCAA é utilizado principalmente por atletas ou pessoas que treinam de forma ativa ou praticam musculação. Assim, o seu uso regular e de acordo com a orientação do nutricionista serve para:

  • Prevenir a perda da massa muscular;
  • Reduzir a fadiga física e mental durante o exercício;
  • Aumentar o desempenho e rendimento durante o treino;
  • Reduzir a dor muscular depois dos treinos, reduzindo os danos que o exercício causa nos músculos;
  • Favorecer a formação de massa muscular.

A perda de massa muscular acontece devido à degradação de massa muscular que pode acontecer durante e após o treino, o que é devido ao fato do organismo não conseguir abastecer-se durante o treino por falta de aminoácidos, passando a ir buscar aminoácidos aos músculos para que possam ser usados na produção de energia para o resto do corpo.

Além disso, alguns estudos indicam que os BCAAs também poderiam favorecer a perda de peso, pois aparentemente estimulam a queima de gordura durante o exercício físico, sendo assim uma boa opção para quem pretende queimar gordura e perder peso, sendo importante que o uso do BCAA seja acompanhado por uma alimentação saudável.

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

Como tomar BCAA

A quantidade de BCAA que deve ser tomada depende das necessidades individuais e do objetivo de cada pessoa, sendo importante procurar a orientação de um nutricionista desportivo para que seja feita uma avaliação e seja verificado se é necessário ou não tomar o suplemento e, caso seja, indicar a quantidade mais indicada.

Geralmente é recomendado tomar 2 cápsulas, 1 a 3 vezes por dia, entre as refeições e após o treino, pois assim é possível aumentar o rendimento durante o treino e evitar a perda de massa muscular.

Deve tomar suplementos de BCAA se praticar atividade física mais de 3 vezes por semana, sendo especialmente indicado para atletas e fisioculturistas.

Além disso, os BCAAs são especialmente importantes em períodos de maior cansaço e em treinos com grande exigência física e o seu uso pode ser associada à utilização de outros suplementos para ganhar massa muscular. Conheça outros suplementos para ganhar massa muscular.

Leia também:  Ser Como O Rio Que Flui Resumo?

Possíveis riscos

Os suplementos de BCAA também podem ter riscos para o organismo, pois o excesso de aminoácidos no corpo pode sobrecarregar os rins, causando desconforto, enjoo ou náusea, podendo até mesmo provocar pedra nos rins com o passar do tempo.

Por isso, é importante que converse com o seu médico ou nutricionista antes de iniciar a toma de suplementos de BCAA, principalmente se tiver algum problema grave de saúde, história de alergias ou doenças ou problemas nos rins. Além disso, a utilização de BCAAs está contraindicada para, crianças, adolescentes e pessoas com insuficiência renal.

BCAA: Você está usando ERRADO!

  • Você certamente já ouviu falar sobre o BCAA como suplemento, certo?
  • Pesquisando por aí você vai encontrar pessoas dizendo que funciona muito, pessoas dizendo que não serve para nada…
  • Pois bem, aqui e hoje eu vou te contar a verdade sobre o BCAA.
  • Você sabia que pode até aumentar a quebra do seu tecido muscular tomando o BCAA de forma errada?
  • E que as quantidades necessárias de BCAA podem ser facilmente adquiridas por meio da alimentação?
  • Leia até o final e saiba o que realmente funciona sobre esse suplemento.

O que é o BCAA

BCAA, ou Branched-chain aminoacids, são aminoacidos de cadeia ramificada, mais especificamente três aminoácidos essenciais (que nosso corpo não consegue produzir) – leucina, isoleucina e valina.

É um suplemento extremamente popular, com muitas pessoas dizendo que funciona para evitar a perda muscular, melhorar os ganhos e a recuperação. Mas será que funciona mesmo? Vamos ver:

BCAA para o ganho de Massa Muscular

Entenda uma coisa – a cada segundo, nosso corpo está tanto quebrando como sintetizando proteína, e para ganhar massa muscular, a síntese deve ser maior que a quebra. Conhecemos isso como turnover proteico.

Sendo assim, para haver um ganho maior de massa muscular, precisamos aumentar a sintese ou diminuir a quebra. O BCAA faz alguma dessas coisas?

O principal aminoacido presente no bcaa é a Leucina, que tem sim efeito de estimular a síntese proteica, pela ativação do mTOR, que então estimula a atividade do p70s6k via PDK1 e aumenta a sintese. Hoje sabemos que uma quantidade de 3 a 4g de Leucina já é o suficiente para estimular ao máximo a construção de proteinas, sem benefícios além disso.

  1. Doses de aminoácidos com 8g de leucina não estimularam a construção muscular mais do que aminoácidos com 4g de leucina.
  2. Uma dose de 25g whey contendo 3g de leucina estimulou a síntese proteica tanto quanto uma dose de whey adicionado a 5g de leucina, sendo essa dose maior de leucina mais eficaz apenas se comparado entre doses menores de proteina, 6g de whey, muito menor que a quantidade total de proteina que sabemos precisar ingerir a cada refeição para um estímulo adequado.
  3. Mas você sabia que essa quantidade de Leucina e BCAA é facilmente ingerida pela alimentação?

Isso mesmo! De uma forma muito mais barata e conseguindo junto todos aminoácidos essenciais necessários para a construção muscular.

Alimentos ricos em BCAA

Bcaa Para Que Serve E Como Tomar?

Repare como 170 g de carne magra, peixes ou frango já atingem 3g de leucina – o suficiente parar elevar a síntese proteica ao máximo. Então por que gastar seu dinheiro com o suplemento?

Algumas pessoas defendem o uso de BCAA para melhora do desempenho no treino, aumento da recuperação muscular ou para evitar o catabolismo (quebra muscular) em jejum.  E para isso, funciona?

BCAA e Recuperação Muscular

  • Essa, sim, pode ser uma utilidade do BCAA.
  • A literatura científica mostra um efeito importante em diminuir o dano muscular e a resposta inflamatória principalmente avaliando o nível sérico de CK (marcador de dano muscular) e o grau de dor muscular percebida, tanto nos exercicios de endurante como nos resistidos.
  • Alguns artigos também sugerem que o BCAA tem efeito benéfico no sistema imunologico durante a recuperação do exercício, por alterações em monócitos, citocinas inflamatórias e evitando a diminuição de glutamina no plasma.

BCAA Pré-treino para melhorar o desempenho

Sabemos que a serotonina em excesso pode causar sonolência e letargia,  tudo que não queremos para um melhor desempenho no treino. E o que aumenta a serotonina? os níveis de triptofano, o aminoácido precursor, no sangue.

O transportador que leva o triptofano através da barreira hematoencefálica é o mesmo dos BCAAs, então foi proposto que se tivéssemos mais BCAAs no sangue, diminuiríamos a entrada de triptofano na barreira hematoencefálica pela competição, diminuindo a formação de serotonina e melhorando o desempenho no treino.

Mas já sabemos que essa hipótese caiu por terra – uma meta-analise de 2019  analisou 5 estudos que avaliaram o consumo de BCAA pré-treino sem qualquer melhora no cansaço durante o treino. Porém também encontraram benefícios com relação a marcadores inflamatórios – concordando com os possíveis efeitos na recuperação muscular.

BCAA em Jejum

  1. Se você toma BCAA em jejum, pare AGORA!
  2. Esse é a pior forma de consumo possível.

  3. Por mais que seja verdade que a leucina é capaz de estimular a síntese proteica sozinha, é importante ressaltar que a ela fica limitada pela disponibilidade dos outros aminoácidos essenciais.

  4. Você vai tomar seu BCAA, seu corpo vai receber a resposta para a construção muscular, e vai ter que conseguir os outros aminoácidos de algum lugar.
  5. Você está em jejum.

    Só vai ter um lugar para o seu corpo conseguir esses aminoacidos essenciais restantes:

  6. A quebra do seu tecido muscular.

Sim! Se você ingerir só BCAA em jejum, é impossível construir ou manter massa muscular só ingerindo esses três aminoácidos, pois seu corpo vai buscar os outros com o catabolismo do seu tecido muscular.

  • Neste artigo, o autor Robert R. Wolfe discute muito bem isso, e conclui:
  • “As evidencias mostram que os BCAAs na verdade diminuem a síntese proteica, pois todos aminoácidos essenciais precisam estar disponíveis para aumentar a sinalização anabólica e traduzir isso em maior síntese proteica.
  • Consistente com essa perspectiva, os poucos estudos em humanos mostram DIMINUIÇÃO, ao invés de aumento, da síntese proteica muscular após o consumo de BCAAs.
  • Concluímos que o consumo de suplementos de BCAA sozinhos não promovem o anabolismo muscular.”

Por fim

Após analisar as evidências científicas, concluímos que o uso CORRETO do BCAA é:

  • Para complementar a quantidade desses aminoácidos em uma refeição insuficiente (ou simplesmente coma certo..)
  • Para aumentar a RECUPERAÇÃO muscular
  • Logo antes ou junto à refeições como forma de sinalizador
  • E JAMAIS faça o uso de BCAAs sem o consumo conjunto de outra fonte de proteína ou de aminoácidos essenciais, em jejum ou no estado pós absortivo (3 a 5 horas depois da última refeição)
  1. Então, minha dica é: consuma sua quantidade de proteína diária recomendada para seu objetivo e os BCAAs necessários pela ALIMENTAÇÃO SÓLIDA.
  2. Guarde seu dinheiro para suplementos mais importantes, como whey protein e creatina (logo vem mais posts por aí).
  3. Se deseja parar de gastar seu dinheiro com suplementos inúteis, aumentar sua resposta anabólica e queima de gordura com estratégias cientificamente comprovadas, focando em uma alimentação saudável e no ajuste dos seus níveis hormonais, clique abaixo e pré-agende sua consulta que iremos entrar em contato!

BCAA: o que é, para que serve, benefícios, efeitos colaterais e qual o significado

O BCAA é um suplemento alimentar que ajuda no ganho de massa muscular. Apesar disso, se consumido corretamente, não engorda, já que estimula o metabolismo, colaborando com o ganho de massa magra.

O significado da sigla é Branched Chain Amino Acids, ou seja, Aminoácidos de Cadeia Ramificada, e são eles: leucina, isoleucina e valina, três dos dez aminoácidos essenciais, formadores das proteínas.

Esses nutrientes são encontrados em diversos alimentos de origem animal, como peixes, carnes vermelhas magras e ovos, além de nozes e de leguminosas e grãos como feijão e lentilha. Segundo o Dr.

Francisco Tostes, especialista em emagrecimento, atividade física e medicina do esporte, o BCAA possui a função especialmente interessante de reduzir a fadiga durante exercícios de longa duração, além de acelerar a recuperação muscular após o treino. O suplemento é normalmente consumido em pó, cápsulas ou líquido. Mas há também a opção injetável, em que o produto é injetado diretamente nos músculos imediatamente antes da musculação, uma vez por semana.

Para quem pratica exercícios físicos em intensidade moderada, os benefícios também podem ser conquistados com a alimentação rica em aminoácidos, o que evitaria os possíveis efeitos colaterais e contraindicações da suplementação, que serão explicados mais abaixo. Já atletas que fazem atividades mais intensas podem se beneficiar da suplementação, o que deve ser avaliado caso a caso por um nutricionista.

– Como qualquer suplemento, só deve ser usado sob indicação e supervisão profissional, pois no caso específico do BCAA, pode estar associado a aumento da resistência à insulina e pior controle da glicose, com possível aumento do risco de diabetes – alerta Tostes, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM).

A nutricionista Nathália Guimarães, especialista em nutrição clínica e esportiva funcional, explica que os BCAAs representam cerca de 35% a 40% de todos os aminoácidos essenciais presentes em nosso organismo e de 14% a 18% daqueles encontrados nos músculos.

– Ao contrário dos outros aminoácidos, os BCAAs são em sua maioria “quebrados” no músculo, e não no fígado. Por isso eles podem desempenhar a função de produzir energia durante os exercícios – comenta.

Isso significa que ele pode ser indicado para indivíduos que fazem treinos de longa duração e que possuem uma queda no seu rendimento durante o treino. Também pode ser recomendado para aqueles que apresentam uma recuperação muscular mais lenta, em condições não necessariamente relacionadas ao exercício, como cirrose, insuficiência renal e caquexia por câncer.

– O modo de usar pode diferir de um indivíduo para o outro, devendo sempre ser de acordo com orientação profissional, ressaltando que nada substitui os alimentos e que a ingestão de dieta rica em BCAA pode ser importante para evitar o uso desnecessário de suplementos – acrescenta a nutricionista.

Nathalia lembra que os três aminoácidos componentes do BCAA também têm outras funções no corpo, como a capacidade de o organismo utilizá-los como unidades de construção para proteínas e músculos. A leucina é a maior responsável por isso: ela aumenta a velocidade da síntese proteica muscular mais rapidamente que qualquer outro aminoácido.

– A leucina ativa o mTOR, que é um mecanismo que “liga” a produção muscular. O papel dela não se limita a ser o condutor da síntese proteica, ela também regula todo esse processo. Além disso, esse aminoácido vem sendo estudado através de sua importância na liberação do hormônio de crescimento GH – ressalta.

Enquanto isso, a isoleucina e a valina parecem ser mais eficazes na produção de energia e na regulação dos níveis de açúcar no sangue por preservarem as reservas de açúcares do fígado e dos músculos. Segundo Nathália, elas estimulam as células a tirarem o açúcar do sangue.

– Os BCAAs podem ajudar a reduzir o cansaço sentido durante o exercício, diminuindo a produção de serotonina no cérebro. Ou seja, o BCAA contribui também para evitar o cansaço mental, ajuda na concentração durante os exercícios e contribui para melhorar a imunidade que fica comprometida em pessoas que fazem atividades de alta intensidade – completa.

2 de 4
O BCAA é muito utilizado por atletas que praticam exercício de alta intensidade — Foto: Getty Images

O BCAA é muito utilizado por atletas que praticam exercício de alta intensidade — Foto: Getty Images

  • Reduz cansaço, diminuindo a produção de serotonina no cérebro;
  • Evita cansaço mental;
  • Auxilia na concentração durante exercícios;
  • Contribui para melhorar a imunidade;
  • Colabora com a produção de energia;
  • Ajuda a regular os níveis de açúcar no sangue;
  • Aumenta a velocidade da síntese proteica muscular;
  • Ajuda no ganho de massa muscular.

Efeitos colaterais e contraindicações

Por outro lado, alguns dos possíveis efeitos colaterais do BCAA podem incluir: alterações na glicose sanguínea, que pode causar queda nos níveis de açúcar no sangue, levando à hipoglicemia; possível sobrecarga dos rins em pessoas que já apresentam comprometimento das funções renais; náuseas; dores de cabeça; e agravamento da Esclerose Lateral Amiotrófica, no caso de quem sofre com a doença. Há evidências de que o uso de aminoácidos de cadeia ramificada por pacientes portadores da condição também conhecida como doença de Lou Gehrig pode causar falência pulmonar e elevar o risco de morte. Pessoas do grupo de risco para doenças cardiovasculares também precisam tomar cuidado na suplementação.

Por isso, ele deve ser indicado sempre sob supervisão médica. E são utilizados principalmente por atletas que buscam hipertrofia, que desejam evitar catabolismo durante o treino, e por atletas profissionais, para evitar a fadiga em treinamentos longos e intensos, assim melhorando o rendimento e a performance em competições.

– Gestantes, lactantes, crianças e idosos devem apenas fazer uso do suplemento quando o médico indicar. Não se aconselha usar em pacientes com mal de Parkinson ou que usem o medicamento Levodopa, corticosteroides, diazoxida e medicamentos para diabetes – destaca Nathália.

Malefícios do BCAA (se utilizado de forma errada):

  • Alterações na glicose sanguínea;
  • Queda nos níveis de açúcar no sangue, causando hipoglicemia;
  • Possível sobrecarga nos rins;
  • Náuseas;
  • Dores de cabeça;
  • Aumenta o risco de doenças cardiovasculares para quem já tem predisposição genética;
  • Agravamento de doenças como a de Lou Gherig e Esclerose Lateral Amiotrófica.

3 de 4
Além de possuir contra-indicações, o BCAA deve ser consumido com supervisão médica — Foto: Getty Images

Além de possuir contra-indicações, o BCAA deve ser consumido com supervisão médica — Foto: Getty Images

Geralmente, o uso do BCAA é recomendado no pós-treino, com a intenção de contribuir para o aumento da síntese proteica, recuperando e aumentando o músculo para o próximo treinamento.

Quando suplementado no pré-treino, ele também auxilia na melhora da resistência e, por consequência, da performance, evitando a fadiga.

Alguns estudos ainda relatam a eficaz suplementação de leucina no período noturno, contribuindo para a síntese do hormônio GH.

– O BCAA pode ser associado a outros suplementos como, whey protein, proteínas vegetais, creatina, termogênicos e maltodextrina, para citar alguns exemplos, sem nenhuma interação.

Lembrando que a maioria dos whey protein já contém quantidades suficientes de BCAA para estimular a hipertrofia, não sendo preciso tomar os aminoácidos sozinhos.

O ideal, no pós-treino, para auxiliar na estimulação, é ingerir em média pelo menos 2 a 4 gramas de BCAA – recomenda a nutricionista.

No que diz respeito à quantidade total de ingestão ao longo do dia, para praticantes de musculação com treino intenso, o padrão de prescrição de BCAA mais utilizado é de 0,20 g/Kg.

Essa medida, entretanto, pode variar de acordo com a dieta e do consumo de outros suplementos que já contenham BCAA em sua composição.

Já para praticantes de atividades físicas leves a moderadas, a alimentação costuma ser o suficiente, pois os BCAAs se encontram em inúmeros alimentos proteicos de origem animal e vegetal.

  • Soja
  • Ovos
  • Leite e derivados
  • Castanhas e amendoim
  • Feijão branco
  • Lentilha
  • Grão de bico
  • Atum
  • Carne bovina
  • Frango
  • Salmão

4 de 4
Carnes, ovos e leguminosas: alimentos ricos em proteínas como os aminoácidos presentes no BCAA — Foto: Eu Atleta | foto iStock Getty Images

Carnes, ovos e leguminosas: alimentos ricos em proteínas como os aminoácidos presentes no BCAA — Foto: Eu Atleta | foto iStock Getty Images

BCAA: O que é? Para que serve? Como tomar? Quais os Benefícios?

Muitas pessoas quando se interessam em realizar a suplementação com BCAA, ficam com dúvidas sobre qual é o melhor tipo de BCAA, pó, liquido ou cápsula.

Atualmente, ainda não existe nenhuma comprovação cientifica que comprove que um tipo é melhor que o outro. Os fabricantes recomendam que o suplemento em pó possui um grau de pureza muito maior que o mesmo produto líquido ou em cápsula.

Quando falamos na questão da absorção o BCAA líquido é absorvido mais rapidamente pelo corpo, assim como o BCAA em pó que é absorvido instantaneamente pelo estômago. As cápsulas possuem outros excipientes que atrasam um pouco o processo de digestão.

Mas esses fatores são relacionados em questões de rapidez de absorção e não na eficácia do produto. Outro ponto que as cápsulas não são recomendadas, é que para quem ingere grandes quantidades, as cápsulas, pois podem causar irritação estomacal.

Por outro, lado elas são muito mais práticas de ingerir, já que precisa apenas de um pouco de água.

O BCAA em pó também é mais barato para quem uma mais de uma suplementação e a versão liquida é para quem não gosta de realizar a diluição do pó.

A escolha irá depender do que é melhor para você, o que é mais prático para sua rotina. Já que todas as versões do BCAA possuem a mesma eficácia.

Tomar outros suplementos com BCAA melhora os resultados?

Tudo dependerá dos resultados que você deseja alcançar, mais o BCAA pode ser ingeridos com outros suplementos, termogênicos ou aminoácidos. Para realizar essa combinação é fundamental saber quais são seus objetivos, assim seus resultados e desempenho melhoraram ainda mais.

Nesse caso é fundamental realizar uma consulta com um profissional especializado, para que ele recomende as melhores dosagens e combinações.

Se você já toma o Whey Protein após o treino, então não precisa realizar a ingestão do BCAA, já que ambos possuem cadeias semelhantes de aminoácidos. Nesse caso você pode usar o BCAA antes do treino e usar o Whey Protein no pós treino.

O BCAA engorda?

Pode usar tranquilamente que o BCAA não engorda! O BCAA é responsável pela construção muscular e não possui calorias e nenhum tipo de carboidratos em sua composição.

Pelo contrário o BCAA ajuda no processo de emagrecimento. Isso porque, em sua fórmula existe um aminoácido chamado de leucina, que aumenta o gasto calórico e reduz o apetite. Ou seja, o BCAA ainda pode ajudar no processo de emagrecimento, já que ele leva a uma menor ingestão de calorias diárias. BCAA oferece ganho de massa muscular com redução de peso.

A suplementação com BCAA deixa meu corpo definido?

Nenhum tipo de suplementação ou alimento é capaz de definir sua musculatura. A definição acontece quando o nosso percentual de massa magra é maior que o percentual de gordura. Para se ter a tão sonhada definição é preciso ter uma rotina de exercícios físicos, uma alimentação saudável e uma suplementação adequada.

Qualquer pessoa pode usar o BCAA?

Sim, qualquer pessoa que realize a prática de alguma atividade física pode realizar a suplementação com o BCAA para conseguir um melhor desempenho físico. O BCAA evita que você tenha muito cansaço físico, em treinos de maior intensidade. Aumenta o ganho de massa muscular e evita que haja a perda da mesma no pós-treino.

A contraindicação para o consumo é para gestantes, adolescentes e crianças. Pessoas que tenham algum problema renal ou com alergias a qualquer componente da fórmula, devem consultar seu médico antes do consumo.

Existem efeitos colaterais no consumo do BCAA?

Raramente o consumo de BCAA pode causar efeitos colaterais mais preocupantes. Mas para que haja uma melhor metabolização dos aminoácidos do BCAA é aconselhado a ingestão de bastante água para evitar a desidratação.

Pessoas que tenham histórico médico de problemas renais devem evitar esse tipo de suplementação devido à grande quantidade de aminoácidos. A quebra desses aminoácidos realizados pelo estômago, pode causar um estresse renal, ocasionando náuseas, desconfortos e até cálculo renal.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*