q

Jean Mello

Jornalista, especialista em Planejamento de Mídias Digitais (FGV) e Web Analytics (Google Academy).

Blog

Faculdade Zumbi dos Palmares tem 50% de cota para afrodescendentes.
Ministro Ayres Britto, presidente do STF, será o patrono dos formandos.

Marilene de Mello faz parte da primeira turma de direito da Unipalmares (Foto: Arquivo pessoal)

 

A estudante Marilene de Mello foi escolhida para fazer o juramento dos alunos na formatura da primeira turma de direito a se formar na Faculdade Zumbi dos Palmares (Unipalmares), de São Paulo. A instituição de ensino superior tem quase 90% de seus alunos afrodescendentes autodeclarados, e vai promover nesta sexta-feira (14), no Memorial da América Latina, a colação de grau de 70 bacharéis em direito.

Para Marilene, de 47 anos, o curso de direito foi uma oportunidade de ganhar uma nova formação acadêmica e ainda promover, com outros estudantes de sua etnia, novas possibilidades da luta pelo negro e o direito à educação no Brasil.

Direito das minorias e teoria da justiça social são algumas das disciplinas que ela aprendeu no curso. “O direito no Brasil é usado como instrumento de dominação”, avalia Marilene, que é formada em ciências contábeis pela PUC-SP. “Este curso mostrou que podemos usar a Justiça não como dominação, mas como um direito à liberdade.”

Foram cinco anos de curso até a formatura desta primeira turma de direito da Unipalmares. A universidade reserva 50% de suas vagas a estudantes autodeclarados negros, e é aberta também tem alunos de outras etnias. O curso de direito da Unipalmares foi lançado em 2007, ano em que a universidade formou sua primeira turma, do curso de administração. A mensalidade de R$ 315 permitiu aos estudantes de baixa renda cursar a graduação em direito.

http://youtu.be/aLkjz2sqSr0 No final desse ano apresento resultados de uma pesquisa que estou fazendo sobre a ligação entre Literatura Marginal e a Psicologia, no que envolve a formação da identidade do escritor periférico. Em meio às pesquisas, fuçando um monte de coisas, lindíssimas, que resumem aspectos significativos...

Ele pisou em um lugar que não havia sido reservado a ele. Permaneceu lendo seus vários livros, ao mesmo tempo. Alguns caros – economizando a grana de cada salário – e outros nas promoções de um real nos sebos de sampa.

Percorria bairros ricos e pobres em busca materiais que voltada lendo, compulsivamente, em um busão qualquer. Com dezenove anos já não sabia responder quantos livros lia por semana. Não por jactância, e sim por nem ligar para o número. Como controlar algo tão prazeroso?

Menino estranho, enquanto outros estavam no sol, com o som ligado e olhando cada bunda que passava, ele ficava em casa lado a lado com o mais novo clássico adquirido. Seu sonho era um só… Comprar vários livros para quando tivesse seus filhos deixasse esse legado para eles. Pais, mesmo na simplicidade, deixam ricas heranças.

Sonhos quebrados e uma vida nada acolhedora. Sofrimentos não vistos, esperança solitária em dias de tempestade. Não sobra nada, a não ser a coragem que brota do peito. Também pudera, nem quem é de sangue entende os reais motivos de seus medos e traumas passados, a...