q

Jean Mello

Jornalista, especialista em Planejamento de Mídias Digitais (FGV) e Web Analytics (Google Academy).

O tempo não é senhor de tudo!

Tempo! Não é o senhor de todas as coisas. Esperar ele chegar às vezes é a melhor resposta. Interferir antes do tempo pode ser fatal aos dias que insistem em cercar os sonhos da atualidade e do passado.

Metáforas infindáveis, doenças conspiratórias causadas pelas percepções de realidades inexistentes.

Fotografias não muito fidedignas, mesmo assim, tornaram-se registros de um novo amanhã que pode nem chegar.

Poder investido de reinados limitados pelas mãos de homens mortais.

E não deixe seu coração se furtar pela falta de tempo. Nem seja muito sábio aos seus próprios princípios, isso pode ofuscar sua capacidade de simplesmente ouvir ou enxergar o outro em suas singularidades.

Olhe um pouco o que tem lá fora. Assim é mais simples, bem mais fácil, apesar de ser preservado por poucas pessoas, para se deixar levar pela aparência de que quase tudo não vai bem.

Não palavras jogadas em meio ao furação, ciclone, da existência humana. Aliás, como o ser humano é difícil, como é tão difícil ser humano.

Já cicatrizou… a ferida já não está aberta. Tudo isso por conta do tempo que se passou e o tanto que você se cuidou.

Vaidades… tropeços do cotidiano, vivo na arrogância que precede a queda. Não seja servo daquilo que te tenta subjugar. Não seja escravo de si mesmo, das fraquezas da consciência.

O impossível ainda é questão de opinião. Sem saber que era impossível ele foi lá longe e tornou aquilo possível.

Quanto tempo ainda tenho para fazer o que devo fazer ainda hoje?

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.

*

CommentLuv badge

%d bloggers like this:
Read previous post:
Tempos de escola…

Esqueça, por enquanto, os indicadores e o esforço das políticas nacionais em criar mecanismos de avaliações para medir a qualidade...

Close