q

Jean Mello

Jornalista, especialista em Planejamento de Mídias Digitais (FGV) e Web Analytics (Google Academy).

Metáforas da Sé!

Legal é ficar ligeiro para não sair do foco. Enxergou sua trilha? Simplesmente vá. Em alguns momentos, olhar para os lados faz um mal danado. Para trás, então, nem se fala.

Respiro… Mais um pouco de ar escasso! Quanta vida e movimento no coração de Sampa. Eu e você vemos e não assumimos que vemos. Quantas pessoas despedaçadas na Selva de Pedra?

Não é a marca principal o suntuoso templo, importante cartão postal da cidade. Mas não tem como deixar de ver. Não dá pra deixar de ser. Nem de cultuar, para alguns.

Reflexiva a Praça dos moradores de rua, dos que gritam falando de Deus, xingando, humilhando, das pessoas passando para lugar algum ou para lugares indeterminados. Têm as ruas perto e longe de lá.

A região que aponto, dá acesso para muitos lugares. Perto da Liberdade. Seria real ou apenas simbólica?

Mesmo sem condições de observar, contemplo. Riqueza garantida, mesmo sabendo o quanto aqui “os bares estão cheios de almas tão vazias”, nos alertou o mestre Criolo.

O tempo todo, sonhos são esquecidos nas calçadas da solidão. Valas de egoísmo e amor liquido.

Não brinco ao ver um puro humano implorando por dez centavos. Seria ele miserável ou a sociedade toda que aceita uma condição dessa para um semelhante? Sempre é culpa da pessoa que pede, encontrar-se naquela situação?

Coloco um tênis velho e ando por aí. Ainda dá pra fazer isso em Sampa. All-Star. Presente vivo para qualquer andarilho. Asfalto. Terra em que os heróis impressos em nomes das avenidas não poderiam lá estar. São autores de genocídios e mais genocídios.

Deixa estar. Durante o dia um pulo na galeria. Você sabe qual estou falando. Uns discos a pampa. As princesas negras de trança.

Quero continuar essa história em outro momento. Uma crônica poética sobre um lugar não tão distante da Sé. Galeria do Rock. Galeria do Rap.

Metáforas do centro de Sampa. Metáforas da Sé! Metáforas de meus dias!

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.

*

CommentLuv badge

%d bloggers like this:
Read previous post:
Asfalto e ar escasso. Sampa!

É bom caminhar pelo centro de Sampa, mesmo com as discrepâncias sociais e as desumanidades diante dos olhos. Dá gosto...

Close