q

Jean Mello

Jornalista, especialista em Planejamento de Mídias Digitais (FGV) e Web Analytics (Google Academy).

Uma singela homenagem…

Palavras mobilizando pensamentos e atitudes. Faz tempo que chamo atenção a este detalhe neste veículo de comunicação.

Lógico, não temo em ser repetitivo, “a leitura de mundo, precede a leitura da palavra”.

Citação muito usada por educadores ou apaixonados pela educação. Alguns utilizam apenas por ser uma bela frase de efeito. Limitar-se a isso, é deixar de lado o universo de possibilidades que esta máxima nos permite.

Escrevo palavras lendo o que vejo no mundo. Sem ler a realidade a minha volta, não teria condições de ser um cronista, um simples cronista, do cotidiano.

Confesso que, assim como o Frei Betto (talvez ele tenha dito isso em seu livro intitulado A Mosca Azul), sou compulsivo por ler e escrever. Mas conheço um pouco dos efeitos das palavras. Eu mesmo sou fruto delas, e as uso para fazer com que um pouco mais de pessoas vejam de perto as injustiças sociais.

Chamas de esperança em dias de luta, de miserabilidade humana, egoísmo à flor da pele, individualidades. Poemas não apenas guardados em minha gaveta. Tesouros e mais tesouros em poucos cofres, enquanto milhões de pessoas clamam por um pedaço de pão.

Como ficarei em silêncio? Conheço muita gente que preserva em seus desígnios fome e sede por justiça.

Ainda está vivo em meu peito, quem sabe também no seu? Sim, meus cabelos estarão grisalhos e ainda falarei, pelos lugares que percorrer, versos em prol da liberdade. Vamos juntos?

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.

*

CommentLuv badge

%d bloggers like this:
Read previous post:
Literatura e música: paixões que não abandono!

Literatura e música! Lindo viver isso em momentos inusitados... No busão lotado a inspiração chega, andando por alguma avenida que,...

Close