q

Jean Mello

Jornalista, especialista em Planejamento de Mídias Digitais (FGV) e Web Analytics (Google Academy).

Eligir a vida

Diariamente busco com afinco as palavras mais próximas de resumir sentimentos, acontecimentos, realidades, fantasias, premissas observadas pela sensibilidade afiada que o ato de escrever e de ler o que está em cada esquina de minha existência só faz crescer, multiplicar em meu ser.

Entre as inúmeras sentenças gramaticais, frases e mais frases, ideias soltas e consolidadas na concretude, uma me salta aos olhos, quase gritando para ser grafada: gratidão.

Simplesmente pelo alento do viver, sem peso.

Pelas poesias caminhando ao vento e que param na inspiração cotidiana, livre, descompromissada com qualquer tipo de prisão.

Pelo tempo que passa, mas podemos guardar na memória, em fotografias ou em belas canções.

No saber ou não saber. Na luta de andar no contra fluxo das propostas alienantes. Não na contramão, porque quem assim anda pode fazer o pior, bater de frente ou machucar muita gente. Isso não é sábio.

Exalando esperança e sonhos, com vasta alegria no peito. O pessimismo deu lugar às certezas adormecidas. Dá pra ver um mesmo acontecimento de formas diversas, com olhares cortantes, otimismo. Nem sempre o que sobra é o pior.

Revisão: Cris Santana

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.

*

CommentLuv badge

%d bloggers like this:
Read previous post:
Podemos falar de civilização?

Qual é o preço que todos os seres humanos pagam pelas injustiças que vemos no mundo afora? Quem faz as...

Close