q

Jean Mello

Jornalista, especialista em Planejamento de Mídias Digitais (FGV) e Web Analytics (Google Academy).

Cadências poéticas (extraído do livro “Intocado”)

no limiar

entre a vida e a morte

está a dúvida

 

entre existir ou não existir

te sobra qual tempo?

 

entre o morrer e o viver

dá tempo de você ler

quem sabe o último poema?

 

dá para nascer novamente

ou isso é só questão de opinião?

 

ainda olho para o infinito

longe está a solidão

e as ilusões?

 

nas cadências poéticas

e com sonhos nas mãos

não seria o poeta um cientista

filosófico romântico?

 

acho que não

a poesia sequer é empírica

ou alicerce de qualquer conhecimento científico

 

ela não consegue nem explicar com precisão

o que está no limiar entre a vida e a morte

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.

*

CommentLuv badge

%d bloggers like this:
Read previous post:
Filosofia atemporal (extraído do livro “Intocado”)

A poesia atravessa o mundo, ou seria a alma do poeta em versos e estrofes, prosas sem fim? Sempre que...

Close