Como carregar seu iphone com um cabo de força não oficial

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

A Bateria do Macbook não Carrega? Veja a solução nesse Guia Prático!

  • Recentemente troquei um HD por um SSD em um Macbook Pro de um cliente.
  • Para minha supresa, depois que fechei o computador e conectei do MagSafe (adaptador de alimentação) percebi que a bateria do Macbook não estava carregando.
  • Confesso que na hora me bateu um leve desespero, afinal sabemos que manipular os componentes internos dos Mac além de ser para qualquer um, pode sair um pouco caro, considerando os altos preços dos Macs comprados no Brasil.
  • O objetivo deste tutorial é ajudar pessoas que estão com o mesmo problema, ou seja, a bateria do Macbook NÃO carrega!

Como eu identifiquei que a bateria do Macbook não estava carregando

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

No meu caso, foi quando notei que o LED do MagSafe não estava ligando. Entretanto esse problema pode ser gerado de outras formas. Abaixo listo os principais:

  • O MagSafe simplesmente não carrega
  • O adaptador carrega a bateria do Macbook apenas no modo intermitente
  • Você vê uma faísca
  • O conector MagSafe do adaptador ou do computador tem um pino com problema fisico.
  • Veja também: Como avaliar o estado da bateria do Macbook

O que fazer quando a Bateria do Macbook não carrega?

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

A primeira coisa que você precisa fazer é ficar calmo(a)! Em seguida, continue lendo este artigo. Nele você vai encontrar algumas possíveis soluções para seu problema.

⚠ Como esse problema pode vir de várias origens, aqui vamos trabalhar por eliminatória. Vamos testando algumas opções até resolvermos o problema com a bateria do Macbook não carrega.

Veja abaixo as possíveis soluções para resolver o problema:

1. Verifique a tomada elétrica

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

Certifique-se que a tomada elétrica que você está utilizando está funcionando corretamente. Parece bobagem, mas há tomadas (principalmente as utilizadas por construtoras populares) que com o tempo alargam os conectores internos o que gera intermitência de energia.

2. Limpe os conectores

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não OficialComo Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

Certifique-se que não há poeira ou detritos. Limpe o conector do adaptador de energia e a porta de alimentação do Macbook.

3. Redefina o SMC

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

  1. Redefinir o System Management Controller (SMC) é a melhor forma de resolver esse problema.
  2. A redefinição do SMC pode resolver muitos problemas relacionados com energia e hardware do seu Macbook.
  3. Aprenda como redefinir o SMC em um MacBook
  • Desligue o seu Macbook, vá ao menu Apple > Desligar
  • Conecte o adaptador de energia MagSafe a uma tomada eléctrica
  • Pressione Shift + Control + Option + Botão de ligar ao mesmo tempo por cerca de 4 segundos, depois solte todos de uma vez
  • Pressione o Botão de ligar para inicializar o MacBook.

⚠Tentou tudo mesmo assim não deu certo? Recomendo a leitura desse artigo oficial da Apple. Nele você poderá tentar outras soluções para resolver quando tiver o problema da bateria do Macbook não carrega.

10 dicas do que fazer quando o iPhone não carrega

Os smartphones da Apple são conhecidos por sua alta qualidade, mas isso não impede que alguns problemas aconteçam de vez em quando.

Na verdade, uma das situações mais comuns é quando o aparelho simplesmente não carrega de jeito algum. Há muitos motivos para isso acontecer e, felizmente, há ainda mais medidas de contornar o problema.

Por isso, separamos algumas das melhores dicas do que fazer quando o iPhone não carrega. Confira logo abaixo!

Leia também: 5 aplicativos para clarear os dentes no iPhone

1. Use um carregador com fio

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

Para começar, sugerimos que use um carregador com fio em vez de usar os carregadores wireless. Em muitas ocasiões o sinal sem fio enviado ao iPhone pode dar problemas ou sofrer com interferências. É claro que essa situação só se aplica aos modelos mais recentes de iPhone, mas é uma dica valiosa para quem não consegue carregar o aparelho dessa forma.

2. Teste diferentes fontes de energia

Outra coisa que você deve fazer é testar diferentes fontes de energia com o seu carregador. Isso significa que deve conectar o carregador em tomadas diferentes para saber se o problema é de uma fonte específica.

Também vale a pena conectar o iPhone diretamente no seu PC ou Mac através do cabo Lighting. Isso vai te ajudar a saber se a fonte do carregador é a parte que está com problema. E claro, se possível, experimente utilizar um cabo Lightning diferente para eliminar este possível suspeito também.

3. Verifique se o aparelho está quente

Muita gente nota que o iPhone para de carregar depois de algumas horas na tomada e há um motivo bem específico para isso: a temperatura. O aparelho pode simplesmente parar de carregar se estiver muito quente, e isso na verdade é um recurso intencional, projetado para que danos maiores não aconteçam.

Nesses caso, há algumas coisas que você pode tentar. Você pode tirar o iPhone de perto de lugares ensolarados, movê-lo para um local mais fresco ou parar de carregá-lo por algum tempo até ele esfriar.

Em algumas situações, tudo o que você precisa fazer é desligar o iPhone e deixá-lo ligado na tomada por algum tempo. É claro que nesses casos é melhor nem ficar mexendo no aparelho até ele chegar em um bom nível de carga.

5. Resete o iPhone

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

Muitas vezes, o simples ato de resetar o iPhone pode resolver a maioria de seus problemas. Isso inclui a situação de quando o aparelho deixa de carregar sem motivo.

Há duas maneiras de fazer isso, dependendo do modelo de seu iPhone. Para o iPhone 6S e aparelhos mais antigos que ele, aperte o botão Power e o botão Home por 15 segundos.

Do iPhone 7 em diante, você precisa apertar o botão Power e o botão de abaixar o volume ao mesmo tempo por cerca de 15 segundos. Depois que fizer isso, tente carregar o aparelho normalmente.

6. Verifique se o cabo está funcionando

Outro aspecto que você deve verificar é se o cabo do iPhone está funcionando. Você pode fazer isso ao conectar o aparelho ao PC através do cabo, por exemplo.

Caso esteja tendo problemas de conexão, isso pode significar coisas diferentes. Nossa sugestão é que tente usar outros cabos Lighting para saber se o problema é realmente do fio ou do seu iPhone.

7. Limpe a entrada do iPhone

Já que mencionamos no tópico anterior que o seu iPhone pode ser o real problema, há algo muito simples que você pode fazer. Na maioria desses casos, o aparelho pode só estar com sujeira ou poeira na sua entrada do carregador.

Você pode limpar essa entrada do iPhone com uma escova ou até mesmo um pincel. Pode não parecer, mas essa entrada costuma acumular sujeira ao longo do tempo e traz problemas de conexão com o cabo sem o usuário saber.

8. Deixe o iPhone carregando sem mexer nele

Deixar o iPhone carregar sem ficar mexendo nele é outra dica importante que muitos usuários não seguem. Nesses casos, o iPhone pode até estar carregando, mas o uso intenso durante o mesmo período faz com que pareça que o nível da carga não sobe.

Fora isso, essa situação faz o iPhone ficar quente. Como já mencionamos, isso é algo que realmente pode interromper o carregamento de vez.

9. Restaure o iPhone no iTunes

Se nada do que mencionamos acima funcionar, sugerimos que tente restaurar o iPhone para suas condições de fábrica através do iTunes. Essa é uma medida mais drástica, então certifique-se que tentou de tudo antes.

Para fazer isso, você deve fazer backup do iPhone como ensinamos neste tutorial, e então restaurá-lo como mostramos nesse artigo. Em seguida, é só puxar o backup, configurar seu iPhone e tentar carregá-lo novamente.

10. Use carregadores oficiais

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

Nossa última dica pode ser meio óbvia, mas também pode ser exatamente o problema de um iPhone que não está mais carregando como antes. O uso de carregadores de baixa qualidade pode danificar o seu aparelho e eles podem deixar de funcionar de forma inesperada.

Por isso, se seu iPhone não estiver carregando, teste um carregador oficial ou licenciado pela Apple. Isso te ajudará a saber se esse é realmente o problema ou não.

Leia também no AppTuts:

Conseguiu reverter o problema quando o iPhone não carrega?

Deu para aproveitar as nossas dicas para saber o que fazer quando o iPhone não carrega? Não esqueça de deixar seu comentário nos dizendo se deu tudo certo.

Leia também:  Como calcular a massa de um objeto: 9 passos

Como conectar seu celular à TV? | Android e iOS | 2020

Você sabia que pode conectar seu celular à TV para lançar conteúdo em tempo real do smartphone para a tela da TV? Isso permite que você aproveite jogos, mostre fotos para familiares e amigos, assista a vídeos em uma tela maior… E isso com pouco esforço. Neste guia, mostramos várias maneiras de conectar seu celular à TV com facilidade e rapidez. Não há desculpas para aproveitar o conteúdo do seu smartphone em uma tela maior!

Índice:

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

Conectar o celular a TV por cabo

É a opção mais simples para telefones com sistema operativo Android. Alguns smartphones têm uma porta micro HDMI específica e outros permitem a conexão através da porta mini USB usando um adaptador.

Embora, se o seu celular for um iPhone, abaixo dedicamos uma seção à Apple, onde também explicamos a conexão com o cabo.

Se seu celular tem conector Micro HDMI

A porta micro HDMI é muito semelhante ao mini USB, por isso normalmente é rotulado “HDMI” para diferenciá-lo. Se o seu celular tiver uma porta HDMI, é tão simples quanto conectar um cabo compatível (micro HDMI a HDMI) entre o terminal e uma TV com entrada HDMI para ver a tela do celular instantaneamente.

Se seu celular só tem conector para USB

Se o seu celular não tiver uma porta micro HDMI, você pode conectá-lo ao mini USB do carregador. Mas lembre-se de que o seu telefone deve ser compatível com a tecnologia MHL (Mobile High Definition Link) ou com o Slimport.

Caso contrário, a porta USB não funcionará com a sua TV. Além disso, você precisará de um cabo ou adaptador compatível. No manual ou caixa do seu celular, você pode ver se o seu terminal é compatível com MHL ou Slimport.

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

Celular compatível com MHL

Se o seu celular for compatível com MHL, você precisará apenas de um cabo. O nome técnico é o cabo MHL ativo. Por um lado, ele se conecta à porta USB do celular e, por outro, ao HDMI da TV. É chamado de ativo porque possui um terceiro conector USB que vai para a alimentação (por exemplo, um carregador USB ou uma porta USB na TV).

Às vezes, em vez de um cabo, pode ser um adaptador para o celular e ao qual podemos conectar um cabo HDMI normal.

O MHL é o padrão usado pelos telefones Sony, Nokia e Samsung, já que essas empresas fazem parte do Consórcio MHL. Embora alguns telefones da Samsung possam exigir um tipo especial de cabo MHL (o adaptador micro-USB para HDMI da Samsung, que possui um conector USB de 11 pinos – em vez de 5). Portanto, é importante confirmar se o cabo que você compra é compatível com seu modelo móvel.

Se o cabo for do tipo “passivo”, trata-se de um cabo mais simples que não se conecta à energia (possui apenas o conector micro USB e HDMI). Mas, neste caso, nossa TV deve ser compatível com a tecnologia MHL, algo que não é tão comum. Por isso, recomendamos a compra de um cabo de tipo ativo em caso de dúvida.

Os preços desses cabos variam de R$30,00 a R$50,00, dependendo do fabricante (os oficiais são os mais caros, mas existem marcas brancas).

Celular compatível com SlimPort

Uma tecnologia alternativa ao MHL é o Slimport

Como funciona o Cabo Lightning da Apple

Desde o lançamento do iPhone 5 e do iPad 4, em 2012, todos os dispositivos iOS usam o conector Lightning para carregamento do aparelho, conexão com um computador e suporte a acessórios externos.

Ao substituir o tradicional conector de 30 pinos, perdeu-se a compatibilidade com todos os acessórios anteriores, um mercado que vai de capas com baterias a aparelhos de som, em troca de tamanho e conveniência.

Mas, como funciona o novo cabo do iPhone e por que a Apple quis mudar tudo?

Ao se comparar o conector do iPhone antigo ao novo, logo se nota a diferença de tamanho: 26mm de largura do antigo contra 6.7 mm no novo, e 4.3mm de altura foram reduzidos para menos de 1.9 mm. Essa diminuição não só permite criar iPads e iPhones mais finos nas bordas, mas também libera espaço internamente no aparelho para mais bateria, placas eletrônicas menores e até mesmo uma tela maior.

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial A diferença de tamanho é gritante

O novo tamanho significa também uma redução do número de pinos: antes com 30 conexões, o conector do iPhone agora tem 8 pinos (o cabo Lightning tem 16, mas somente 8 são usados de cada vez, como explicado abaixo).

Isso significa que alguns acessórios ficaram mais complexos, e, portanto, mais caros. Por exemplo, o conector antigo tinha uma saída de som analógico que era amplamento usado por amplificadores de som e caixas acústicas.

Com a mudança para o Lightning, a eletrônica que transforma sinal digital em sinal analógico de som — o DAC — saiu do iPhone e agora precisa estar no acessório.

Até o iPhone 7, isso poderia ser contornado evitando o Lightning e usando a saída de fone de ouvido, mas essa saída também foi removida recentemente.

Agora, para ligar uma caixa de som externa ao iPhone por Bluetooth ou por cabo, é preciso que a caixa tenha também um amplificador e DAC, e precisa de bateria própria ou pegar a energia do iPhone.

Para entender como o Lightning funciona, vale a pena conhecer o que cada pino faz:

  • Pino 1 – Terra
  • Pino 2 – Linha 1 de dados (positivo)
  • Pino 3 – Linha 1 de dados (negativo)
  • Pino 4 – Sinais de Controle 0
  • Pino 5 – Energia
  • Pino 6 – Linha 2 de dados (negativo)
  • Pino 7 – Linha 2 de dados (positivo)
  • Pino 8 – Sinais de controle 0

As conexões de terra e de energia equivalem ao positivo e o negativo de um carregador comum. Já os sinais de controle guardam parte do segredo do Lightning: servem para o cabo identificar de que lado ele foi ligado, e também permitem aos dispositivos dos dois lados do cabo identificar quem está do outro lado.

Por exemplo, ao ligar o cabo entre o USB de um Mac ao Lightning do iPad, o iPad vai usar essas conexões para identificar quem está do outro lado — e enviar e receber dados pelo protocolo USB.

Se, do outro lado, houver um monitor HDMI, os pinos de controle vão ser usados para os monitor e o iPad se entenderem antes de enviar os sinais de video e audio pelas linhas de dados.

As duas linhas duplas de dados guardam boa parte do “poder” do novo conector. Feitas para transmitir dados em velocidades de vários gigabits por segundo, por elas podem passar sinais HDMI, USB, VGA, leitura de cartão SD e, inclusive, sinais digitais de áudio.

Exatamente como elas operam dependem dem quem está do outro lado do cabo, e elas podem enviar dados tanto para o disposivo iOS quanto no sentido contrário — do acessório, ou do computador, para o dispositivo iOS.

Tudo isso é resolvido eletronicamente através das linhas de controle assim que o cabo é ligado, evitando a necessidade de vários pinos para várias funçoes diferentes.

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

Uma grande novidade do Lightning foi a possibilidade de encaixar o cabo em duas orientações diferentes Todo o mundo já passou pela situação de tentar encaixar o carregador do celular, não encaixar, virar uma vez, não encaixar, virar mais uma vez e encaixar. O problema foi resolvido colocando pinos nos dois lados do cabo: o lado de cima agora tem 8 pinos, e o de baixo também tem 8 pinos.

Por isso o cabo Lightning tem 16 pinos, enquanto o conector do iPhone ou iPad tem somente 8: ao se ligar o cabo, um chip do iPhone e do iPad e outro dentro do cabo é capaz de perceber qual dos dois lados foi ligado, e as linhas de transmissão são alteradas conforme a conexão. Dessa forma, somente metade dos pinos do cabo são usados ao se ligar no dispositivo iOS.

Ao contrário do que se espera, os pinos do lado de baixo não são eletricamente conectados a seus equivalentes do lado de cima. Esse tipo de ligação prejudicaria a transmissão de sinais em alta velocidade, muito necessárias para os adaptadores USB 3.0 ou HDMI.

Leia também:  Como ajudar vítimas de perseguição: 15 passos

Para permitir essa flexibilidade, o cabo Lightning não é só um cabo: mesmo dentro de um aparentemente simples cabo USB para Lightining é necessário um chip capaz de lidar com toda essa complexidade e transferir os dados para os pinos certos.

Esse chip, que nos cabos e acessórios oficiais é fornecido pela Apple, faz toda a negociação e transfere o sinal adequado para cada pino do cabo.

Esse é um motivo pelos quais cabos não oficiais não são tão baratos quanto cabos USB e frequentemente não funcionam direito: além de validar que o cabo é autorizado pela Apple, o chip é complexo e difícil de copiar.

O chip, que fica embutido no conector, também significa que todo cabo Lightning é, na verdade, um adaptador completo, transformando sinais digitais vindo do iPhone ou iPad em sinais USB, video, áudio, ou mesmo ignorando tudo isso e fornecendo somente energia para o celular.

Por isso não há cabos Lightning nas duas pontas: em um lado do cabo sempre se terá Lightning, e o outro vai seguir outro padrão, como HDMI ou saída de audio analógico. Ou, claro, o tradicional USB, que no novo padrão “USB tipo C”, reproduz diversas funcionalidades do Lightning.

Mas isso é história para outra coluna.

Compre com o Canaltech

Precisando comprar um cabo Lightning adicional? Seu cabo quebrou e você precisa de um novo com qualidade garantida? Pois a loja oficial do Canaltech tem um cabo para iPhones e iPads com cordão de nylon por R$ 99,90. O produto é certificado pela Apple, garantindo que é adequado para usar em seus iGadgets sem preocupações quanto a compatibilidade e eficácia.

Ainda, o cabo em nylon trançado garante 50% mais comprimento do que o cabo original da Maçã, com máxima resistência, podendo ser dobrado e amarrado sem risco de rompimento. Com 2.4 amperes, sua velocidade de carga é máxima, e o Canaltech oferece 1 ano extra de garantia — ou seja, dois anos de uso garantidos por nós!

Bug no iOS 12 faz alguns iPhones não carregarem ao serem conectados ao cabo Lightning » Blog do iPhone

Na semana passada, um youtuber americano (conhecido por ganhar rios de dinheiro fazendo sensacionalismo em cima do iPhone) atraiu bastante atenção fazendo um vídeo mostrando que o novo iPhone XS tinha um “defeito”: não carregava automaticamente ao ser conectado em um cabo Lightning. Em tempos que as pessoas recebem vídeos pelo WhatsApp e já repassam sem nem mesmo questionar se são verdadeiros ou não, o youtuber aproveitou da ingenuidade das pessoas para ganhar popularidade, mesmo com um vídeo raso e sem profundidade técnica nenhuma.

A verdade é que o iOS 12 parece apresentar um bug que, em alguns casos isolados, faz iPhones e iPads não carregarem adequadamente ao serem conectados a um cabo Lightning.

Bug no iOS, não no XS

Vários usuários relataram que tanto iPhones como iPads apresentam o problema. Ao conectar um cabo Lightning ligado a uma fonte elétrica, o aparelho não inicia automaticamente a carga. Para que ele comece a ser recarregado é preciso primeiro conectar o cabo e depois tirar o aparelho do repouso. Aí tudo funciona normalmente.

Isto tem acontecido em um número bastante reduzido de usuários.

Quando o vídeo do tal youtuber foi ao ar, vários leitores nos procuraram, para pedir que divulgássemos a “notícia”. Porém, ao testarmos nas unidades do XS que temos em mãos, não existia defeito nenhum no carregamento. Já aí percebemos que as coisas não eram tão rasas como se estava divulgando.

Possível solução

Há quem acredite que possa ser algo relativo à nova função de segurança que bloqueia a saída USB quando o aparelho está a mais de uma hora sem ser desbloqueado (leia mais sobre isso aqui). Um bug faz com que algumas unidades funcionem de forma errada.

Uma solução temporária seria ativar os Acessórios USB para que qualquer cabo seja aceito ao ser conectado. Isso é feito nos Ajustes, na parte do Face ID (ou Touch ID) e Código > Acessórios USB. Isso deve ser feito apenas por quem está enfrentando o problema de carregamento.

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

Como parece ser um problema de software, a Apple deve consertá-lo em breve, com uma futura atualização do sistema.

Vídeo sensacionalista

O carinha do canal Unbox Therapy sempre buscou fazer vídeos explorando algum problema em iPhones e exagerando ao máximo, para criar falsa polêmica e atrair muitas visualizações.

Ele até tenta com outras marcas também, mas o retorno nunca é o mesmo. Então, cada lançamento de um novo iPhone ele se dedica ao máximo a procurar possíveis brechas para criar o seu show de horrores.

Ele usa a desinformação como entretenimento.

Percebendo que alguns iPhones não ligavam corretamente ao conectar o cabo, ele tratou logo de criar um vídeo com um título caça-cliques e música de fundo usada em filmes de suspense, para basear toda a sua teoria. Armadilha ideal para caçar patos.

Centenas de milhares de patos viram o vídeo e simplesmente acreditaram, sem nem se questionar a razão daquela música de suspense ou se havia outra fonte que afirmasse a mesma coisa.

Como pode o iPhone XS ser vendido a milhares de pessoas e apenas um youtuber falar disso como sendo uma notícia? Se fosse um problema realmente geral, nenhum outro site de notícias teria percebido? E o Blog do iPhone, teria testado os seus iPhones XS e não teria falado nada para seus leitores?

Era mais que óbvio que se tratava de sensacionalismo caça-cliques. E vários sites (inclusive brasileiros) acreditaram na armação, espalhando desinformação aos seus leitores e atraindo ainda mais público para o canal do cara. Que época maravilhosa que vivemos!

Portanto, não, não é um defeito dos novos iPhones XS. Sim, alguns iPhones de geração anterior e iPads também estão sofrendo disso. Sim, é um bug bem chato para quem o está vivenciando. Sim, se for software, a Apple irá consertar em breve. Não, o vídeo do Lula na cadeia dizendo para votar no Bolsonaro não é real, é falso.

Nunca acredite automaticamente em tudo que lê ou recebe nas redes sociais. Ponha seu cérebro para funcionar sempre, questione, duvide. Procure a coerência das coisas e tente formar sua opinião em base na lógica, não do que te dizem. Se você não usar constantemente o seu cérebro, ele pode atrofiar e, aí, já era.

Os perigos de se usar carregadores e cabos genéricos em iPhones

Como Carregar seu iPhone com um Cabo de Força Não Oficial

Você está desesperado na rua e precisa carregar seu iPhone. A primeira opção é comprar do senhor da barraquinha, mas, no fim das contas, o dispositivo recém-adquirido pode não durar muito e ainda estragar seu telefone. Pelo menos é isso o que diz um especialista da área.

Em um post no Medium, republicado pela Motherboard, Matt Zieminski, que trabalha há sete anos consertando eletrônicos, explica o que acontece com carregadores e cabos baratos em dispositivos Apple. Segundo ele, a questão toda está no controle de energia.

• É por isso que o carregador do iPhone custa tão caro
• Carregadores falsos da Apple são ainda mais perigosos do que pensávamos

Segundo a publicação de Zieminski, o problema de carregadores não-oficiais é que eles podem queimar um chip chamado Tristar ou U2, posicionado na placa-mãe do smartphone. Ele, basicamente, gerencia a carga recebida por um dispositivo e, ao ser danificado, pode causar alguns problemas no telefone, como:

Não carregar o smartphone
Causar erros no iTunes ao conectar o aparelho no computador
Receber carga falsa (mostra que está carregando, mas não aumenta a porcentagem)
Bateria cai de um nível alto para um nível baixo
Bateria é carregada só até certo nível

Bateria é descarregada até certa porcentagem, e depois o telefone é desligado.

Carregadores não homologados podem danificar o sistema de carga

Danos ligados a cabos de carregamento ruins são mais comuns do que se imagina. A maneira mais fácil de evitar danos causados ​​por cabos de carregamento ruins, obviamente, é usar apenas bons carregadores. Desta forma recomendamos que se procure acessórios com uma certificação MFi*. (Made for iPhone, iPod ou iPad)

O programa MFi foi introduzido em 2005. Na época, a imprensa denunciou a MFi como uma tentativa da Apple de fazer com que as empresas pagassem pelo privilégio de fazer acessórios. Mas a Apple argumentou que o programa era uma maneira de padronizar o modo como os fabricantes de acessórios trabalham com os produtos da Apple, impedindo que os consumidores fiquem sujeitos a cópias falsas. 

Um cabo de carregamento ruim pode queimar um chip muito importante na sua placa lógica chamado Tristar (ou chip U2). O Tristar danificado prejudica seriamente a capacidade do seu telefone para carregar corretamente.

São sintomas mais comuns que podem ser percebido quando um chip Tristar está danificado:

  • Não carregamento;
  • Carregamento falso (mostra que está carregando com um raio, mas o percentual não muda);
  • Vários erros do iTunes que indicam interrupção por USB;
  • Bateria repentinamente cai de um percentual maior para um percentual menor;
  • Bateria carrega até um certo percentual aleatório e depois para de carregar;
  • A bateria descarrega para um certo percentual aleatório e depois o telefone desliga;
Leia também:  Como calcular a força da gravidade: 10 passos

É importante ressaltar que trocar a bateria ou a porta de carregamento não corrige o problema, porque o problema está na placa-mãe.

Os cabos MFi são importantes porque eles têm um chip dentro do cabo que protegerá seu dispositivo de flutuações de tensão que poderão danificar o dispositivo. Esse chip é conhecido como E75.

O que ocorre nos cabos falsificados é que esse chip é falso, normalmente produzido por engenharia reversa no componente E75, tornando a fabricação mais barata, esse chip simplesmente direciona a energia sem regulá-la para o dispositivo – o que pode destruir o chip Tristar (U2) e causar os problemas de bateria mencionados anteriormente.

Quanto mais barato for o cabo de carregamento, mais provável é que seja um cabo de carregamento falso que acabará por fritar o seu iPhone.

Se você acha que já danificou o seu iPhone devido a um cabo de carregamento, trocar a bateria do iPhone ou mudar a porta de carregamento não funcionará. Na iGO Solution fazemos esse tipo de reparo na placa-mãe, possuímos serviços de microsoldagem para substituição do chip danificado. 

Da mesma forma que ocorre com os carregadores para iPhones, não utilize carregadores paralelos para macbooks, veja na imagem abaixo de duas fontes de Macbooks abertas, repare que o fonte acima não tem proteções na placa, sendo muito mais frágil que a fonte original.

  • Apesar das grandes semelhanças externas, ao comparar os componentes internos as diferenças são notadas, enquanto o carregador oficial da Apple possui diversos circuitos complexos que garantem a segurança do usuário e o bom funcionamento do equipamento, o falsificado, por sua vez, tem uma placa de baixa densidade, uma fonte de alimentação simples e um pequeno isolamento para entrada e saída de tensão, tornando ariscado o uso.
  • Os fabricantes de carregadores não-oficiais se preocupam em fabricar produtos baratos, para obter o lucro máximo com custo mínimo de fabricação e com isso acabam escondendo falhas potencialmente perigosas nos componentes eletrônicos que existem dentro dos carregadores.
  • Glossário:

MFi significa “Made for iPhone, iPod ou iPad.” (Deve haver um adesivo na embalagem que diga exatamente isso). O MFi é um programa de licenciamento que garante que todos os acessórios de terceiros sejam projetados para funcionar – de acordo com as especificações da Apple – com seus iDevices.

O que fazer quando o seu iPhone ou iPad não liga ou não carrega?

iPhones e iPads devem funcionar sempre, mas nenhuma tecnologia é perfeita. Se você pressionou o botão Liga / Desliga e o dispositivo não dá sinal de vida, não se preocupe. Confira nossas dicas e saiba o que fazer quando o seu iPhone ou iPad não liga ou não carrega.

As instruções aqui farão com que qualquer iPhone ou iPad inicialize e funcione corretamente. Caso contrário, o dispositivo tem um problema de hardware que impede a inicialização.

Conecte o iPhone no carregador e aguarde

Um iPhone, iPad ou iPod Touch pode não ligar se a bateria estiver completamente descarregada. Geralmente, você verá algum tipo de indicador de “bateria baixa” quando tentar ligar um dispositivo iOS e ele não tiver bateria suficiente. Mas, quando a bateria estiver completamente descarregada, ela não responderá e você verá apenas a tela preta.

Conecte o iPhone no carregador e aguarde

Conecte seu iPhone ou iPad a um carregador de parede e deixe-o carregar por um tempo. Se a bateria estiver completamente descarregada, você não pode simplesmente conectá-la e esperar que ela responda imediatamente. Dê um tempo para carregar, e ele deve ligar logo. Isso resolverá o problema se a bateria estiver completamente descarregada.

Mas caso não esteja ligando, mesmo após um bom tempo carregando, verifique se o seu carregador está funcionando. Um carregador quebrado ou cabo de carregamento pode impedir que ele seja carregado. Tente outro carregador e cabo, se você os tiver disponível. Além disso, mude a tomada, pode ser algum problema na fonte de energia na sua casa.

Faça a Reinicialização forçada

Caso seu iPhone ou iPad esteja com bateria e mesmo assim não liga, ele pode ter congelado completamente, e isso acontece. Você pode tentar fazer uma reinicialização forçada pressionando os botões Power e Home ao mesmo tempo, por alguns segundos. Assim, você poderá executar o “hard reset”.

Segure Power + Home para executar uma reinicialização forçada

Em outros smartphones, é possível remover a bateria do dispositivo e reinserindo-a. Porém, os iPhones e iPads não têm uma bateria removível. Em vez disso, há uma combinação de botões que você pode usar para forçar o reinício do smartphone ou tablet.

Para fazer isso, pressione os botões Power e Home e mantenha-os pressionados. No caso do iPhone 7, pressione os botões Liga / Desliga e o botão diminuir volume.

Mantenha os dois botões pressionados até ver o logotipo da Apple aparecer na tela. O logotipo deve aparecer entre dez e vinte segundos depois de você começar a segurar os botões. Depois que o logotipo da Apple aparecer, seu iPhone ou iPad será inicializado normalmente.

Se esta combinação de botões não funcionar, o seu iPhone ou iPad pode precisar ser carregado por um tempo primeiro. Carregue por um tempo antes de tentar o hard reset.

Restaure o sistema operacional iOS com o iTunes

Seu dispositivo pode estar com o sistema operacional congelado. Se a tela do dispositivo exibe uma mensagem de erro em vez do logotipo normal de inicialização, com a imagem de um cabo USB e um logotipo do iTunes, faça o procedimento abaixo.

A tela “Conectar ao iTunes” aparece quando o software iOS no seu iPhone ou iPad está danificado ou corrompido de alguma forma. Para que seu dispositivo funcione e inicialize novamente, você precisará restaurar o sistema operacional, e isso requer o iTunes em um PC ou Mac.

Restaure o sistema operacional iOS com o iTunes

Conecte o iPhone ou iPad a um computador com o iTunes. Para baixar no seu computador, faça o download do iTunes. Ao acessar o iTunes com o iPhone ou iPad conectado ao computador, você deverá ver uma mensagem dizendo que o iTunes detectou um dispositivo no modo de recuperação.

O iTunes informará que “há um problema” com o dispositivo “que exige que ele seja atualizado ou restaurado”. Você provavelmente precisará executar uma “restauração” que fará o download do software iOS mais recente da Apple e o instalará no seu dispositivo.

O processo de restauração limpará os arquivos e dados no seu iPhone ou iPad, mas eles já estarão inacessíveis se o dispositivo não inicializar. Você pode recuperar seus dados de um backup do iCloud mais tarde.

É possível colocar qualquer iPhone ou iPad no modo de recuperação, desligando-o e conectando-o a um computador executando o iTunes com um cabo USB. Pressione o botão Início e mantenha-o pressionado enquanto conecta o cabo USB. Mantenha o botão pressionado até que a tela “Conectar ao iTunes” apareça no dispositivo.

Entretanto, você não precisará fazer isso se o dispositivo estiver funcionando corretamente. Se o seu sistema operacional estiver danificado, ele deverá inicializar automaticamente na tela do modo de recuperação, sem nenhum truque adicional necessário.

Se nada aqui funcionou, o seu iPhone ou iPad provavelmente tem um problema de hardware.

Se ainda estiver na garantia, leve-o à Apple Store mais próxima, ou simplesmente entre em contato com o suporte da Apple pelo telefone 0800-761-0867.

Lá os técnicos vão ajudar você a identificar e corrigir o problema. Mesmo que não esteja na garantia, você pode solicitar um reparo na Apple, mas talvez seja necessário pagar por isso.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*