Como cancelar um compromisso: 11 passos (com imagens)

tempo de leitura: 5 minutos

Como Cancelar um Compromisso: 11 Passos (com Imagens)

Já pensou em contratar um redator freelancer? Os redatores se tornaram profissionais ainda mais requisitados depois da popularização do Marketing de Conteúdo, estratégia que tem como foco a produção de conteúdo de qualidade e relevante.

Nesta vertente do Marketing, além de gestores, analistas e editores de conteúdo, o redator é peça fundamental para a criação de conteúdo direcionado, pois é este profissional que gera o produto final da estratégia, como: blog posts, e-books, posts de Redes Sociais, entre outros formatos de conteúdo.

Assim, com essa demanda crescente, muitos começaram a se candidatar para vagas de redatores, mas nem todos demonstram competências suficientes para criar textos interessantes, claros e concisos. Por isso, é fundamental saber escolher o redator ideal para o seu projeto.

Se você enfrenta esse dilema e precisa criar critérios para escolher o redator freelancer ideal para o seu projeto de produção de conteúdo, veja agora 11 passos simples para contratar o profissional certo.

1 – Pesquise e analise o portfólio do redator freelancer

Todo profissional de Marketing deve ter algum trabalho para apresentar aos seus possíveis contratantes. Mesmo que o redator freelancer esteja no início de carreira, ele deve ser capaz de apresentar um portfólio — mesmo que sejam projetos pessoais, como: seu próprio blog, redes sociais, etc.

Assim, o primeiro ponto é saber se o redator freelancer assume essa postura profissional. O segundo ponto é analisar o portfólio divulgado por esse redator web, visando conhecer seu estilo de escrita e suas competências comunicativas.

O que você deve avaliar:

  • Gramática e ortografia;
  • Habilidade comunicativa e argumentativa;
  • Coerência e clareza do texto;
  • Criatividade;
  • Autoridade nos assuntos abordados;
  • Veracidade das informações;
  • Organização do texto em subtítulos para facilitar a leitura;
  • Portfólio de clientes;
  • Referências utilizadas.

2 – Escolha um redator web certificado

Segundo uma pesquisa Content Trends, quase 43% das empresas que utilizam Marketing de Conteúdo exigem ao menos uma certificação. Dessas, 50% se dizem mais bem-sucedidas.

A certificação em Marketing de Conteúdo e em Produção de Conteúdo Para Web podem ser pré-requisitos úteis para escolher um redator freelancer competente. As certificações são oferecidas gratuitamente pela Rock University, o que incentiva e possibilita o redator buscar sua qualificação.

Como Cancelar um Compromisso: 11 Passos (com Imagens)

Como Cancelar um Compromisso: 11 Passos (com Imagens)

Por que buscar um produtor de conteúdo qualificado?

Para criar uma produção eficiente, é preciso mais do que uma excelente escrita. O redator deve ter algum conhecimento de Marketing, técnicas de venda, publicidade, ferramentas, estratégias, metodologias e processos. Assim, será apto a criar conteúdo relevante, direcionado e capaz de gerar resultados, ou seja, de converter em vendas.

3 – Crie um planejamento de pauta eficiente

O redator é aquele que redige algo que foi previamente planejado por outro profissional, ou até mesmo pelo próprio cliente. Não exija mais, a não ser que o redator freelancer também tenha competências de planejador de pautas ou gerente de conteúdo, e você esteja disposto a pagar a mais pelo serviço extra.

Caso contrário, faça um planejamento de pauta conciso, eficiente e com todos os detalhes que não podem faltar no texto final. Isso otimizará o processo de produção de conteúdo e o trabalho do redator.

Além de descrever as informações requisitadas no texto, bem como restrições, como produtos e serviços concorrentes, por exemplo, indique na pauta o máximo da sua empresa e os benefícios que seu negócio leva ao seu cliente. O redator freelancer precisa de uma visão holística do seu negócio para conseguir produzir um conteúdo de maior qualidade. Saiba mais sobre como planejar suas pautas neste post anterior.

4 – Esclareça as funções do redator

Posicione-se desde o início sobre o que será exigido do redator freelancer a ser contratado. Deixe isso claro na sua descrição de vaga, bem como no contato com os redatores interessados em seu projeto.

Assim como no caso do planejamento, analise outros atributos, como SEO, pesquisa de imagens e publicação em plataformas de gerenciamento de conteúdo. Essas tarefas podem não estar na alçada do redator freelancer, ou podem ser consideradas como serviços extras com valores adicionais.

Desta forma, para evitar transtornos, formalize as funções do redator, listando e descrevendo cada uma delas por e-mail. Esse é o canal mais eficaz para a comunicação entre contratantes e contratados. Assim, o redator freelancer fica consciente de suas responsabilidades e assume o compromisso de cumprir tudo o que foi proposto no projeto.

Além disso, informe também ao produtor de conteúdo seus critérios de qualidade e normas do seu estilo de comunicação. Por exemplo: o tom de voz, a linguagem, se é permitido utilizar gírias, etc.

5 – Peça um texto teste

Mesmo depois de analisar um bom portfólio, é possível que você ainda tenha dúvidas sobre as habilidades do redator para a produção do seu projeto.

Neste caso, é totalmente compreensível solicitar um texto teste, para avaliar se o redator, mesmo um bom profissional, tem competência para escrever sobre as pautas pertinentes ao seu nicho.

Desta forma, não hesite! Converse francamente com o redator e passe para ele uma pauta teste, como se realmente fosse publicá-la em seu blog.

6 – Revise o teste

Avalie o teste como se fosse publicá-lo. Revise, aponte o que precisa ser alterado e, se necessário, repasse para o redator. Converse com ele novamente e peça os ajustes de acordo com seus critérios de qualidade.

7 – Avalie a versão final do texto

  • Após a entrega do artigo revisado, analise se o redator freelancer foi capaz de ajustar o texto de acordo com os critérios exigidos.
  • Caso o redator profissional profissional não seja capaz de atender ao pedido, não prossiga a negociação e procure outro produtor de conteúdo.
  • Se o redator ou redatora web acertar e demonstrar habilidades comunicativas suficientes, conclua a negociação com ele.

8 – Assuma um compromisso de curto prazo

Comprometa-se em um período curto, para analisar o desempenho do redator escolhido. Ao longo desse período, avalie se o redator está mantendo a qualidade de conteúdo e se é capaz de gerar os resultados desejados.

9 – Defina a frequência da avaliação

Mesmo neste primeiro período, defina a frequência para avaliar o desempenho do redator freelancer. Isso pode variar, portanto tenha em mente algo possível e coerente com a produção.

Leia também:  Como aproveitar uma festa sem beber: 12 passos

Evidentemente, se o redator escreve um post por semana, não é producente avaliá-lo todos os dias. Assim, pense em uma frequência coerente e mantenha o trabalho do redator sob avaliação.

10 – Firme sua parceria com o redator freelancer

Se tudo der certo e você chegar até aqui sem problemas, continue passando trabalhos para o redator freelancer e pense em uma contratação mais duradoura.

Ajude o produtor de conteúdo a manter a qualidade da produção: não deixe de planejar e documentar sua estratégia.

11 – Recompense o redator profissional

O redator freelancer cumpriu todos os termos exigidos e fez um trabalho eficaz? Então, recompense-o! Isso o estimulará a continuar produzindo conteúdo de qualidade e manter sua eficiência.

Desta forma, não atrase os pagamentos, parabenize, elogie, siga-o nas redes sociais, comente os posts de seu blog pessoal e continue a parceria!

Conclusão

Há variedades de redatores freelancers disponíveis pela internet, alguns bons, outros nem tanto. Além disso, dependendo do nicho, até os bons redatores podem não obter o desempenho esperado. Portanto, não hesite em testar, conversar e avaliar as opções do mercado. Esses passos garantirão a melhor escolha de redator para o seu projeto.

Essas dicas foram desenvolvidas a partir do post Contratar redator ou fazer sozinho? Analise os prós e contras de terceirizar sua produção de conteúdo. Se você achou interessante, visite o link e leia mais!

Gostou das dicas? Se estiver precisando de um redator freelancer para blog ou outros projetos, solicite um orçamento!

Solicite meus serviços como redatora freelancer

11 passos para encantar crianças ao contar histórias

Como Cancelar um Compromisso: 11 Passos (com Imagens)

Aguçar a curiosidade, estimular a imaginação, desenvolver a linguagem, promover o crescimento saudável. O hábito de ler para as crianças promove benefícios que vão além das experiências cognitivas. As histórias também minimizam aspectos da solidão, despertam hormônios do prazer e do relaxamento, e estreitam a relação familiar.

Mas como criar um ambiente propício para a leitura e encantar as crianças por meio dos livros?

A escritora e mediadora de leitura, Cléo Busatto, tem as dicas! Autora de 25 obras, entre as quais Como vender bem – a arte de se comunicar contando histórias, Cléo criou um roteiro, com o passo a passo para pais, avós e outros cuidadores se tornarem verdadeiros contadores de histórias e, assim, despertarem nas crianças o gosto e o hábito da leitura. Confira!

1 – Crie um ambiente leitor (se é que você ainda não tem um!). Sabe como é uma casa-leitora? Ela tem livros espalhados pelos ambientes, têm revistas, gibis, enfim, suportes que carregam o texto.

2 – Ok. Tablet, celulares, leitores de e-book, computadores também são suportes para o texto. Mas lembre-se, o livro é o único deles que não precisa de tomada para funcionar e não descarrega. Dá até para levá-lo à cabana de lençóis e se divertir.

3 – Para as tarefas escolares, a sugestão é criar uma rotina. Estabeleça um horário para elas, assim a criança vai saber que tem um compromisso com o estudo. Agora, ao se falar de leitura literária, relaxa, vale qualquer horário: ao acordar, no meio da manhã, como sobremesa depois do almoço, no meio da tarde, antes de dormir. O tempo da literatura é elástico e constante.

Até aqui preparamos o ambiente com dicas pragmáticas relacionadas ao espaço. Agora vamos à prática. Você vai soltar a sua contadora de histórias e encantar as crianças. Quer ver?

4 – Antes de iniciar, esqueça sua profissão. Pense apenas no personagem que você busca – o contador de histórias e seu bornal de encantos! Visualize-se como este sujeito que detém o poder de lançar imagens no ar e provocar encantamentos sobre o ouvinte.

Como Cancelar um Compromisso: 11 Passos (com Imagens)Cléo Busatto já formou em torno de 80 mil pessoas, em oficinas e palestras, com os temas literatura, leitura e oralidade.

5 – Leia muito. Se você não for um bom leitor, tampouco irá conseguir contar uma boa história, daquelas com ponto, vírgula, interrogação, exclamação, suspense, encantamento e convencimento.

6 – Escolha literatura de qualidade. Leia em voz alta. Ouça a sua leitura. Perceba o que deve e pode ser alterado, para que ela se torne mais fluida e envolvente. Lembre-se, a linguagem é um arranjo de sons, não de letras.

7 – Leia para você e para o outro. Faça da leitura para a sua criança um ato de amor. Leia, nem que seja algumas páginas por dia.

8 – Leia uma história com alma, daquelas que trazem valores humano. Eles sempre são atuais. Com isto, você colabora para que a criança amadureça emocionalmente. Leia livros que andam de mãos dadas com a fantasia. Ela nutre a criança e a prepara para se tornar um adulto mais íntegro e, consequentemente, feliz.

9 – Descubra a hora certa para contar história. Perceba se há disponibilidade da criança em lhe ouvir. A comunicação só ocorre quando duas ou mais pessoas estão predispostas a ela. E se você for um bom contador de histórias, ela vai pedir mais.

10 – A fala que convence tem suas especificidades, como o domínio do ritmo, a exatidão das intenções e a visualização interna das imagens apresentadas pelo texto.

11 – A última dica, mas não a menos importante, é esta: conte o coração. Isto significa doar o que você tem de melhor. Compartilhe com a criança suas experiências de vida e seus afetos através do texto que você lê ou narra. Doe ao personagem a sua alegria, sua tristeza, sua coragem, seu temor, sua esperança. Humanize os personagens.

A leitura tem o poder de educar as crianças para a vida, e ensinar valores para torná-las mais empáticas, amorosas e solidárias.

FICHA TÉCNICA:

  • Título: Como vender bem – a arte de se comunicar contando histórias Autora: Cléo Busatto Editora: Vozes ISBN: 978-8532653628 Formato: 14 x 21 cm Páginas: 80
  • Link de compra do livro: https://amzn.to/2UAXrra

AUTORA:

Cléo Busatto é uma artista da palavra; mestre em Teoria Literária, pela Universidade Federal de Santa Catarina–UFSC.

Pesquisadora transdisciplinar formada pelo Centro de Educação Transdisciplinar–CETRANS-SP. Publicou seu primeiro livro Dorminhoco, em 2001.

Tem 25 obras editadas, entre literatura para crianças e jovens, teóricos sobre narração oral, oralidade e mídias digitais, que venderam aproximadamente 300 mil exemplares.

Eles fazem parte de programas de leitura e catálogos internacionais, como o da Feira do Livro Infantil de Bolonha – Itália. Em 2016, A fofa do terceiro andar foi finalista ao Prêmio Jabuti, na categoria juvenil.

Cléo contou histórias para mais de 150 mil pessoas, no Brasil e exterior. Produziu e narrou histórias no meio digital, resultado de uma pesquisa que originou 5 mídias e 3 livros e foi tema da sua dissertação de mestrado na UFSC.

Formou em torno de 80 mil pessoas, em oficinas e palestras, com os temas literatura, leitura e oralidade. Realizou centenas de ações educativas-culturais em Secretarias de Educação, de Cultura, unidades do SESC e outras instituições públicas e privadas, em mais de 150 municípios do Brasil e do exterior.

Leia também:  Como beijar uma garota em seu quarto pela primeira vez

11 passos simples para tirar boas fotos

Ter um portfólio com boas fotos é uma das melhores maneiras de mostrar, sem grandes esforços, o melhor do seu negócio para seus clientes e garantir empatia já na primeira impressão. Se você precisa fazer fotos profissionais para o seu trabalho, ou mesmo comprou uma câmera por lazer, dá uma olhada nessas dicas do que fazer antes, durante e depois da sua sessão fotográfica.

Antes:

1. Leia o manual da sua câmera

Por mais que pareça chato, isso vai te ajudar a entender os comandos e funções que a sua câmera profissional ou semi oferece. Pode parecer óbvio, mas saber como mexer no equipamento é essencial para fazer boas fotos.

2. Tenha o olhar atento e esteja sempre preparado

Observe ângulos interessantes e inovadores e procure sair da sua zona de conforto: muitas vezes as imagens mais legais são aquelas que fogem dos enquadramentos óbvios. E não se esqueça de ficar com a sua câmera em mãos! Coisas inesperadas e muito bacanas de se registrar podem acontecer do nada, e você não vai querer perder esses cliques, né?

3. Confira a bateria

Um dia antes de fotografar, carregue as baterias da câmera. Também vale levar mais de uma no dia da sessão, para o caso de alguma emergência.

4. Limpe as lentes

Não arrisque perder todas as fotos por causa de uma sujeirinha que ficou na lente e você não percebeu. Mas lembre-se de usar uma flanela macia e que não solte fiapos. Existem também vários kits de limpeza para lentes, caso você queira algo mais profissional.

5. Capriche nos detalhes

Se for fazer fotos em estúdio, teste vários sets de luzes até encontrar o melhor. A iluminação é a principal parte da fotografia e faz uma grande diferença na busca por uma foto perfeita. Além disso, sempre que possível, use um tripé. Fotos tiradas com a câmera na mão têm mais chances de ficar tortas ou tremidas. Por isso, usar um tripé garante mais qualidade. Mas, se não puder, é só caprichar com ela na mão, mesmo!

Durante:

6. Procure o melhor enquadramento

Depois de observar os melhores ângulos para a foto, capriche no enquadramento. Boas fotos costumam enquadrar o objeto principal na regra dos terços.

Além disso, não tenha medo de tirar fotos com a câmera na vertical! No caso dos retratos, por exemplo, esta costuma ser a melhor orientação.

7. Aprenda os conceitos básicos

Abertura, ISO e tempo de exposição são conceitos fundamentais para quem fotografa no modo manual.

Abertura: diz respeito à quantidade de luz que entra no obturador. Com modificações na abertura se controla a profundidade de campo (se o fundo da foto vai ficar focado ou não) – quanto menor a abertura, maior a profundidade do campo.

ISO: é a sensibilidade do sensor da câmera. O ideal é deixá-lo no menor valor possível, para evitar granulação na imagem. Aqui você pode entender tudo sobre ISO e para que ele serve.

Tempo de exposição: controla a velocidade do obturador ao aumentar ou diminuir o tempo de abertura. Se você precisar fotografar um objeto que esteja em movimento e não quer que ele fique borrado, por exemplo, o ideal é configurar o menor tempo de exposição possível.

8. Não se esqueça do foco

Encontrar o foco certo garante que a foto não vai ficar borrada. No caso de retratos, o ideal é focar nos olhos de quem está sendo fotografado.

9. Evite usar o flash

Dê preferência para a iluminação do local e para os ajustes da câmera pela abertura, tempo de exposição e ISO. O flash costuma ser usado apenas como preenchimento em caso de fotos contraluz.

Depois:

10. Faça um backup das fotos

Depois de descarregar as fotos para o seu computador, não se esqueça de fazer um backup de todas elas! Lembre-se de que, com um clique errado, você pode perder todas, então é melhor garantir.

11. Boas fotos costumam passar por pós-produção

Escolha as melhores fotos para a ocasião e, se for o caso, dê uma editada nelas. Sempre dá pra deixar as boas fotos ainda mais bonitas!

Se interessou? Nesse site você pode treinar um pouco dos conceitos básicos sem precisar gastar a memória da sua câmera!

Agenda de compromissos no Excel em 11 PASSOS + TEMPLATE

Quer acompanhar suas tarefas diárias sem encher o seu smartphone de aplicativos? Que tal criar uma agenda de compromissos no Excel? Além de facilitar o uso e a atualização, você pode fazer os updates de compromissos do celular também. Com essa dica de Excel, você vai ganhar em funcionalidade e mobilidade.

Se você não domina muito bem o programa, vamos mostrar um passo a passo de como criar uma agenda de tarefas no Excel e uma template para você baixar. Confira!

Agenda de compromissos no Excel: passo a passo

  • Você já deve usar templates do Excel em sua empresa para tarefas como cobrança, faturamento, controle de estoque e etiquetas, mas também pode usar o programa para criar uma agenda de compromissos no Excel. 
  • Você terá ao seu alcance uma visão rápida e completa de como o seu dia vai começar e terminar e pode até criar cópias para distribuir aos seus funcionários, para que eles saibam da sua programação. 
  • Os templates de calendário do Excel são totalmente personalizáveis, para que você possa criar uma agenda de tarefas com o layout que deseja e formatar sua agenda exatamente conforme necessário.
Leia também:  Como baixar o microsoft picture manager

Vamos ao passo a passo de como criar uma agenda de compromissos no Excel? Continue lendo!

Criando uma agenda de tarefas no Excel

Passo 1

Abra o Excel e clique na guia “Arquivo”, depois clique em “Novo” e, em seguida, clique na opção “Calendários” na janela de modelos disponíveis (abaixo da caixa de buscas) para abrir todos os modelos da categoria.

Passo 2

Na nova página, digite no campo de buscas “Calendário de compromissos diários” ou “Calendário diário em branco”.

Clique em cima do modelo que aparece no resultado e confirme a seleção clicando no ícone “Criar”. Logo em seguida, o modelo de calendário é aberto em uma nova janela do Excel. 

Na maioria dos casos, o modelo mostrará uma lista corrida de horários na primeira coluna da tabela. Dependendo do modelo, eles podem estar configurados, por exemplo, das 7h às 18h, em intervalos de 30 minutos. Revise o modelo de agenda para ter uma ideia do que você deseja personalizar.

Você poderá personalizar a aparência do calendário selecionado nas etapas posteriores do passo a passo. 

Passo 3

Clique na seta pequena suspensa acima da lista de horários, que vai estar no cabeçalho da coluna “Hora“. Reveja as opções de formatação do menu que será aberto. 

Desmarque as horas que você não deseja que sejam incluídas na sua agenda de compromissos no Excel. 

Clique nas caixas de seleção para incluir outros horários que não estão selecionados no template, mas que devem estar na sua agenda, como iniciar o dia às 6h da manhã em vez das 7h da manhã.

Passo 4

Clique no próximo cabeçalho do calendário, o de “Compromissos“. Destaque o texto na barra de fórmulas abaixo da faixa de opções e altere o nome para qualquer outro cabeçalho desejado, como “Reuniões”. 

Repita esse processo para personalizar outros cabeçalhos e colunas em sua agenda de compromissos no Excel.

Passo 5

Clique na guia “Inserir” e selecione “Imagem” na faixa de opções. Encontre o logotipo da sua empresa nos arquivos do computador, clique duas vezes nele e arraste-o para o lugar desejado no calendário. 

Nota: essa etapa é opcional, mas é a maneira ideal de marcar os calendários que você imprime ou compartilha com os funcionários.

Passo 6

Clique na guia “Arquivo”. Clique em “Salvar como” e selecione a pasta do arquivo. Na janela que será aberta, escolha “Modelo do Excel” no parte de Tipo (abaixo da caixa onde é colocado o nome do arquivo). Atribua um nome de arquivo ao calendário e clique em “Salvar”. 

Agora você poderá usar este modelo agenda de compromissos do Excel diariamente para criar novos calendários sem ter que se preocupar em editar o modelo todos os dias.

Passo 7

Feche o modelo até estar pronto para inserir sua programação diária e, então, abra-a novamente.

Passo 8

Clique no espaço do modelo com “Data” ou “Dia”. Digite a data do dia que você está iniciando a agenda de tarefas do Excel.

Passo 9

Digite seus compromissos e outras informações clicando em cada célula da grade, ao lado da hora e digitando seus detalhes.

Passo 10

Use códigos de cores para as células clicando com o botão direito do mouse em uma célula, escolhendo “Formatar células” e clicando na guia “Preencher”.

Clique em um pequeno quadrado colorido para preencher essa célula com a cor desejada. Essa é a maneira ideal de destacar compromissos ou lembretes essenciais no calendário.

Passo 11

Preencha as informações do dia que você está agendando e clique na guia “Arquivo”. Clique em “Salvar como” e escolha “Pasta de trabalho do Excel” no menu Salvar, em Tipo. Nomeie o arquivo, como na data do dia, e clique em “Salvar”.

Assista ao passo a passo de como criar uma agenda de compromissos no Excel em vídeo:

Aprenda também uma lista de atalhos do Excel úteis para o seu dia a dia de trabalho.

Template de agenda de compromissos do Excel

O passo a passo é simples, mas você quer algo ainda mais prático? Temos um template prontinho para você baixar e usar para acompanhar sua agenda de tarefas no Excel.

Clique aqui e faça o download!

Usando símbolos para marcar compromissos

  1. Uma forma de personalizar sua agenda de compromissos do Excel, além das cores, como já falamos nas etapas acima, é criar símbolos para designar o status das tarefas. 
  2. Abaixo colocamos alguns exemplos de status para sua agenda de tarefas do Excel: 
  3. ★ – Se você deseja destacar compromissos especiais, pode usar o símbolo de estrela.

  4. ⚐ – Use este símbolo para sinalizar os compromissos que você ainda não confirmou.
  5. ⚑ – Após a confirmação de um compromisso, você pode alterar para a bandeira preta.
  6. ✔ – Você pode usar o símbolo de check para indicar que o compromisso foi concluído.
  7. x – Se a pessoa não comparecer a um compromisso, você pode marcá-lo com um x.

  8. O – A letra O é usada para indicar quando você está ausente do escritório ou fazendo uma pausa (útil quando você compartilha a agenda).
  9. Se você tem habilidades mais avançadas do Excel, pode adicionar mais símbolos e formatos condicionais.

Quer aprender mais dicas do Excel? Leia o post ‘Como fazer organograma no Excel’ e aprenda com um TUTORIAL em imagem e vídeo. 

Crie agenda de compromissos e muito mais no Excel!

Criar uma agenda de compromissos no Excel é apenas uma das habilidades que você pode aprender dominando melhor as ferramentas do programa.

Inscreva-se no curso online Excel Specialist – Módulo I e Módulo II da CAE. Nos curso você vai aprender na prática com as ferramentas úteis do Excel e a construir planilhas incríveis! 

Além disso, nossos cursos online de Excel tem suporte de professores, arquivos para download, vídeo aulas rápidas dinâmicas e certificado de conclusão. Inscreva-se agora!

Junte-se a CAE e aumente sua bagagem de conhecimentos sobre gestão da qualidade e melhoria contínua semana a semana!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*