Como caminhar com elegância: 15 passos (com imagens)

Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)
Sapato de salto alto é uma das minhas paixões dentro do universo feminino e tenho certeza que também é para grande parte dos crossdressers! Não é à toa, o simples acessório consegue deixar o usuário mais elegante e sensual, mas é preciso manter a postura para passar essa imagem, caso contrário ela será de uma pessoa estabanada tentando se equilibrar de pé.

Já vimos aqui que durante a história o sapato de salto passou tanto por pés de homens quanto de mulheres, nesse post quero apresentar algumas dicas para você arrasar enquanto desfila com elegância!

Treine andar na ponta dos pés

Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)
A primeira dica para andar de salto é justamente não andar de salto. Treine, em casa mesmo, andar descalço na ponta dos pés, isso ajudará a fortalecer as pontas (onde o peso maior fica apoiado) e a melhorar seu equilíbrio. Quanto mais você treinar, melhor será o seu desempenho. Eu sempre tive o costume de andar descalço em casa e andar na ponta dos pés era necessário durante as noites para evitar barulho, então tive diversas horas de prática caminhando na ponta dos pés.

Escolha o sapato certo
Agora que os seus pés estão fortalecidos e preparados vamos para o sapato. Quando for comprar escolha sapatos adequados ao formato dos seus pés, certificando-se de que o calçado é mais largo que o pé descalço. Sempre que possível experimente os dois sapatos e dê uma caminhada pela loja, se você não se sentir confortável com eles imediatamente, provavelmente nunca o fará. Uma dica aqui é ir às compras no final do dia, quando seus pés estão um pouco inchados.
Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)
Acertar no número também é importante. Sei que é difícil comprar sapatos com numeração acima de 40 (aqui tem algumas lojas que eu gosto), mas é melhor gastar um pouco mais e comprar um sapato adequado para o seu pé do que pegar outro menor que até entra mas que vai apertar a ponto de machucar. À propósito, até é possível lacear um sapato pequeno, mas lembre-se que isso pode danificar o calçado. Quanto ao tamanho do salto você até pode começar com um salto agulha de 15cm, no entanto a sua evolução será mais cômoda se você começar com um salto quadrado de até 8cm e for aumentando a medida que sentir segurança. O tipo de sapato também faz muita diferença, eu acho muito mais difícil de caminhar em cima de um Scarpin de 10cm com salto agulha e bico fino do que numa sandália de tiras largas de 15cm de salto com 2cm de meia pata.
Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)
Outro ponto importante é lacear o sapato antes de utilizá-lo na rua. Quando comprar um sapato novo use por algumas horas dentro de casa para o tecido se ajustar ao seu pé e você se acostumar com o modelo. Isso é recomendado até para saber se ele vai causar bolhas, algo péssimo de experimentar quando se está andando com ele na rua.

Desfilando com confiança

Assistir às modelos caminhando com muito estilo numa passarela é uma experiência e tanto, mas para mim uma grande inspiração é o caminhar dos felinos! Adoro reparar na passada leve e contagiante deles, perceba que eles sempre andam na ponta das patinhas com controle e confiança.

Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)
Agora que você já fortaleceu os pés, comprou o sapato certo e se acostumou com eles nos pés, vamos às dicas:

O sapato é uma extensão do seu pé: esqueça que tem algo preso nos seus pés, a grosso modo andar de salto alto é como andar descalço ou de tênis, primeiro você pisa o calcanhar, no caso o salto, depois a ponta do pé. Quando o peso do seu corpo estiver na planta do pé, logo abaixo dos dedos, jogue seu peso para a frente, como se andasse na ponta dos pés, dando o passo seguinte.

Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens) Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

Passos curtos e sem pressa: essa é a principal mudança ao andar de salto. Para entender o problema tente andar lentamente na ponta dos pés descalços dando passos longos e repare como o movimento fica estranho. Para ganhar um ar mais sofisticado, dê passos pequenos e lentos, sem dobrar os joelhos mais do que o normal. Já que você escolheu ficar mais alta, aceite que não poderá ter muita pressa.

Preste atenção na postura: para chegar na elegância prometida sua postura deve ser a mais vertical possível. Deste modo, jogue ligeiramente os ombros para trás, mantendo o queixo paralelo ao solo. Assim, os músculos do abdômen ficarão contraídos, “empurrando” o estômago para dentro e garantindo uma boa postura.

Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)
Balance os braços: parece bobo mas isso contrabalança o movimento giratório do corpo gerado pela movimentação de duas pernas ao longo de um caminho reto, além de suavizar o movimento da caminhada, reduzindo o gasto energético dos músculos das pernas. Sem contar que gera uma aparência mais graciosa e ajuda a manter o seu equilíbrio.

Visualize-se andando em uma linha reta: para se sentir uma modelo de passarela, você deve imaginar que há, diante de você, uma linha, e andar sobre ela. Coloque um pé na frente do outro, apontando para a frente, assim o quadril irá balançar suavemente. Só não precisa alinhar perfeitamente um pé na frente do outro ou cruzar as passadas por que o movimento perde a naturalidade.

Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)
Cuidado por onde anda: se mesmo quando você está usando tênis pode acabar escorregando ou tropeçando, quando está com um salto alto precisa ter ainda mais cuidado, pois os tombos são bem piores. Tome cuidado com tapetes, buracos principalmente aqueles pequenos em que o salto fica preso, terrenos molhados, que afundam enfim qualquer local em que seja difícil caminhar.

Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)
Quando parar, fique firme: de nada adianta você querer começar a andar com sapatos de saltos altíssimos se não souber ficar em pé com eles. Pratique dividindo o peso entre os dois pés ou se apoiando em um lado do corpo e depois alternando para o outro lado. Gosto da segunda opção pois fica mais charmosa. Em algum momento você pode sentir um desconforto, aí treine dar pequenos passos laterais, outros passos para trás, como se estivesse batendo um papo agradável e se movimentando pouco. Busque apoiar os pés até achar que já conseguiu se acostumar e não se desequilibra.

PRATIQUE: como qualquer outra atividade você só vai atingir a perfeição com muita prática! E lembre-se que caminhar e ficar parado é só uma parte do nosso cotidiano, em cima do salto você precisa se acostumar a levantar de uma cadeira ou um sofá baixo, subir e descer escadas, caminhar sobre uma superfície irregular na rua, dar uma breve acelerada na passada para alcançar alguém ou algo, enfim, cada situação dessas se torna um desafio para quem não tem costume de estar de salto alto, então treine, na medida do possível, cada situação para não fazer feio na frente daquele crush ♥

Para finalizar, vejam como foi a minha experiência desfilando numa passarela como modelo!

salto alto exibir

  • Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)Nova Serrana Calçados – Compre Calçados de Nova Serrana no …

    Compre calçados de Nova Serrana no atacado direto da fábrica com o menor preço e as melhores condições. Diversas marcas e modelos. Atendimento rápido por WhatsApp.

  • Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)Salto Alto – Calzature – usecalzature.br

    Dados da loja. Calzature, Manaíra Shopping – Av. Flavio Ribeiro Coutinho, 805 – Ljs 27, 30, 34 e 36 – Bairro Manaíra / Shopping Tambiá – R Dep Odon Bezerra, 184 – Ljs 136/137 – Bairro Roger

  • Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)Salto Alto Feminino | eBay

    Encontre ofertas imperdíveis no eBay em Salto Alto Feminino. Você encontrará produtos novos ou usados em Salto Alto Feminino no eBay. Frete grátis em itens selecionados. Faça compras na maior seleção de produtos do mundo e encontre as melhores ofertas de Salto Alto Feminino. Compre com confiança no eBay!

  • Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)Salto Alto – Calzature – usecalzature.br

    Dados da loja. Calzature, Manaíra Shopping – Av. Flavio Ribeiro Coutinho, 805 – Ljs 27, 30, 34 e 36 – Bairro Manaíra / Shopping Tambiá – R Dep Odon Bezerra, 184 – Ljs 136/137 – Bairro Roger

  • Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)Salto largo – pt.slideshare

    Salto largo 1. SALTO LARGO El salto largo es una prueba individual del atletismo. En ella el atleta realiza una carrera de aproximación sobre una pista, denominada pasillo de impulso, despega desde un punto específico, denominado tabla de batida, y trata de alcanzar la mayor distancia horizontal posible.

  • Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    Neste Artigo: Caminhando com a postura perfeita Caminhando com confiança Escolhendo os calçados certos para caminhar 13 Referências Caminhar com elegância exige prática, mas dá para conseguir seguindo alguns passos simples. Preste muita atenção à sua postura e faça o possível para exibir uma linguagem corporal confiante. Se quiser fazer isso tudo de salto alto, escolha os sapatos …

    Leia também:  Como casar em skyrim (com imagens)
  • Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)Do Blush ao Salto: Tipos de sapato

    O chamado “Stiletto” tem um salto alto e finíssimo foi muito usado na década de 50. A moda de hoje permite que seja usado de todas as maneiras, inclusive com calça jeans e meias finas (apesar da beleza do sapato estar em exibir o pé nu de maneira elegante).

  • Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)Sandália Salto Alto Meia Pata Vermelha – Sandálias …

    Compre Sandália Salto Alto Meia Pata Vermelha pelo menor preço, com qualidade e segurança. A maior variedade de Sandálias você encontra aqui.

  • Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)casadosnolar: “Meu marido quer me exibir. E agora?”

    Meu marido adora me exibir em lugares que não tem conhecidos. E nesses lugares eu tenho meio que um uniforme. Vestido branco tubinho curto tomara que caia sem sutiã, calcinha minúscula (de propósito para marcar um pouco), sandália de salto alto agulha. Maquiagem carregada, esmalte vermelho na mão e .

  • Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)Papel de parede : Ruiva, modelo, Minivestido, bunda …

    Transferências Papel de parede : Ruiva, modelo, Minivestido, bunda, quarto, vermelho, Pernas, vestir, Lua, Coxas, Alegria, sapatos, pálido, lingerie, mini saia …

  • Salto Alto Feminino | eBay

    Encontre ofertas imperdíveis no eBay em Salto Alto Feminino. Você encontrará produtos novos ou usados em Salto Alto Feminino no eBay. Frete grátis em itens selecionados. Faça compras na maior seleção de produtos do mundo e encontre as melhores ofertas de Salto Alto Feminino. Compre com confiança no eBay!

  • Sandálias Salto Alto | Numeração Grande – Odete Lis ·

    Sandálias Salto Alto Expresse sensualidade e valorize produções com muita personalidade JavaScript seems to be disabled in your browser. Você precisa habilitar o Javascript no seu navegador para aproveitar as funcionalidades do site.

  • Sandálias

    Exibir: Organizar por: New-50%. Sandália Salto Alto CEUSA01 … Sandália Salto Alto CEUSA03. Sandália Verniz feminina. Confeccionada em material alternativo com acabamento em verniz. .. R$199,90 R$99,90. Comprar. New-50%. Sandália Salto Alto CEUSA04. Sandália Verniz feminina. Confeccionada em material alternativo com acabamento em verniz. ..

  • casadosnolar: “Meu marido quer me exibir. E agora?”

    Meu marido adora me exibir em lugares que não tem conhecidos. E nesses lugares eu tenho meio que um uniforme. Vestido branco tubinho curto tomara que caia sem sutiã, calcinha minúscula (de propósito para marcar um pouco), sandália de salto alto agulha. Maquiagem carregada, esmalte vermelho na mão e .

  • Como andar de salto alto: dicas INFALÍVEIS para andar com elegância

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    Salto alto é aquela coisa que ou você ama ou odeia. Umas usam por necessidade (pois o emprego exige que use um sapato de salto) outras usam porque se sentem baixinhas demais sem eles e têm as que foram agraciadas com altura e que raramente usam salto alto.

    Independente de onde você se encaixe, fato é que muitas mulheres não sabem andar de salto alto, não conseguem manter o equilíbrio em um salto que seja fino e alto, por exemplo. Por mais difícil que pareça, é possível sim conseguir andar de salto alto de forma elegante.

    Claro que você não vai tentar andar logo com um salto 15, a ideia é você ir se acostumando com o andar e com o salto, para depois ir aumentando a altura.

    Primeiros passos com o salto alto

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    A primeira coisa que você precisa ter em mente é confiança. Confiança de que com prática você vai melhorar e vai andar como as modelos de passarela. Além da confiança, para conseguir andar de salto alto você precisa prestar muita atenção à sua postura. A coluna precisa estar alinhada corretamente, pois quando estamos certas de algo, nossa coluna fica super alinhada, a cabeça erguida e nossos passos ficam firmes. E é isso tudo que você precisa para começar a dominar a técnica de andar de salto.

    Outra coisa que você precisa para conseguir andar de salto é manter as pernas firmes, somente com todos esses conjuntos, as chances de torcer os pés são bem menores.

    Caminhar natural de salto alto

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    • Para um caminhar natural usando salto alto, é preciso evitar pisar com toda a sola do pé de uma vez, e sim pisar primeiro com o salto e depois a ponta do pé no chão.
    • Quando o peso do seu corpo estiver na planta do pé, logo abaixo dos dedos, jogue seu peso para a frente, como se andasse na ponta dos pés, dando o passo seguinte.
    • +VEJA MAIS+

    Testando a linha imaginária

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    Você pode fazer esse exercício na sua casa, sala ou quarto. Imagine uma linha imaginária no chão e que você é a modelo que está prestes a entrar na passarela. Agora é só andar e treinar. Coloque um pé na frente do outro, apontando para a frente. Assim, o quadril irá balançar suavemente.

    Parando em pé com salto

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    Além do caminhar, é preciso que você também saiba ficar de pé, parada e na postura correta. Para isso, mantenha o salto de um dos pés tocando a metade do outro, criando um pequeno ângulo. Apoie o corpo nos dedos do pé que estiver atrás e, caso sinta cansaço, alterne as posições dos pés.

    Conheça os tipos de saltos

    Salto baixo

    Quando você começar a treinar andar de salto, comece sempre com saltos menores, uns 5 centímetros e vá se arriscando até chegar aos mais finos. Assim, com essa transição, você vai se acostumando com o salto e vai sabendo a forma correta de parar para não prejudicar a sua postura.

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    Salto fino

    Se você ainda não se adaptou com o salto bem fino, uma boa dica para testar é o salto cone, pois ele é mais mais largos na base e fino na ponta. Eles são mais fáceis de andar e você encontra em diversas alturas.

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    Salto ponteira ou prisma

    Se você quer altura mas não domina andar com salto tão alto, uma boa alternativa é o salto prisma ou ponteira. Ele tem o formato reto e não é tão fino, o que trás um pouco mais de estabilidade ao andar.

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    Salto stiletto ou agulha

    Sinônimo de mulheres poderosas e sexy, o salto stiletto ou agulha é o queridinho da mulher que quer se sentir e ousar. Com uma altura que começa em 10 centímetros, esse tipo de salto exige mais do que uma boa postura e um bom andar.

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    Salto meia-pata

    Esse é o salto mais difícil de andar, pois normalmente esse sapato é mais pesado que os outros devido a plataforma na frente. E isso faz com que você não sinta direito onde está pisando, por isso, é preciso dominar muito bem os saltos mencionados acima para então conseguir se arriscar em uma meia-pata.

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    Ainda não acabou!

    Veja também: Sapatilha, tênis ou salto alto: o que seus sapatos dizem sobre a sua personalidade

    Vem com a gente!

    No nosso Pinterest têm mais!

    calçadoscomo andar de saltodicasModasalto altoSapatostipos de saltos

    Nas imagens dos bebês, os primeiros passos da fotografia

    Nas imagens dos bebês, os primeiros passos da fotografia

    Leila Kiyomura, do Jornal da USP

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    O Museu Paulista da USP apresenta 250 fotos de bebês feitas pelo carioca Militão de Azevedo, pelo italiano Vincenzo Pastore e pelo húngaro José Vollsack, entre outros artistas que tinham estúdio em São Paulo. A mostra “Nossos Pequeninos” revela um tempo em que posar para fotos era um evento solene da família e registra também uma face curiosa da história da fotografia (Menina e meninos anônimos – Autor Paulo Kowalsky 1895)

    São imagens de crianças que levam o espectador para um outro tempo e uma outra cidade. As 250 fotos da exposição “Nossos Pequeninos” — em cartaz no Museu Paulista da USP, também conhecido como Museu do Ipiranga — ficam em um corredor estreito de 9 metros de comprimento.

    Um lugar que pode parecer apertado diante do espaço monumental do Museu Paulista. Mas capaz de transportar o espectador para a história da sociedade paulistana e da própria fotografia. O olhar vai caminhando de foto em foto. Devagar.

    Como se estivesse folheando um álbum de família.

    E o visitante se surpreende com o olhar dos bebês, entre curioso e assustado. São tantos que é impossível não se deixar sensibilizar pela inocência e fragilidade dos gestos. Pequeninos que nasceram entre 1860 e 1940.

    As roupas brancas muito bem engomadas, enfeitadas com rendas, os bebês de touca, as meninas de fitas, laçarotes e os meninos de marinheiro fazem o público resgatar a época em que posar para fotos era um acontecimento, um indicador de status.

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    Mostra integra acervo fotográfico do Museu que tem cerca de 45 mil ítens (*)

    Leia também:  Como arremessar uma spitball no beisebol: 10 passos

    “Esta mostra oferece outra dimensão da vida e da continuidade”, observa Cecília Helena Lorenzini de Salles Oliveira, professora e diretora do museu. “Um momento de reflexão que rompe a temporalidade virtual que torna tudo obsoleto.” A historiadora explica que a exposição captura o olhar e o sentimento. “As fotos sugerem uma trama de relações.

    É o bebê com a mãe, sozinho com o pai, junto dos irmãos, com a ama de leite ou ama-seca.” Um momento solene revelado nas fotos em papel de albumina – emulsão à base de clara de ovo, muito utilizada a partir de 1847. E muito diferente da instantaneidade das fotos digitais.

    O espectador vai observar a evolução da técnica da fotografia e de sua função na sociedade.

    O Museu Paulista da USP tem um acervo fotográfico precioso. Com aproximadamente 45 mil itens, é considerado um dos maiores do País. Os curadores Shirley Ribeiro e Ricardo Bogus fizeram uma seleção de 15 coleções.

    “Através destas imagens poderão ser observadas a riqueza de detalhes, as diversas técnicas empregadas e, além disso, os diferentes formatos presentes no conjunto fotográfico”, explica a historiadora Shirley. “O retrato sempre foi utilizado como uma mercadoria de rememoração ou como mercadoria de troca.

    Eram enquadrados, acondicionados em álbuns ou enviados a parentes e amigos com dedicatórias. Os retratos dos bebês não fogem a essas regras.”

    Fotógrafos pioneiros
    Através das imagens, é possível imaginar o esforço dos fotógrafos em compor um ambiente que pudesse deixar os pequeninos mais felizes e menos assustados.

    É a menina de olhos redondos, sentada no cisne, o bebê diante de um urso de pelúcia ou um carneirinho meio desengonçado, entre outros brinquedos que passavam, nesses estúdios, de mão em mão. Também há a criança equilibrando-se na poltrona, cuja mãe ou ama deveria estar escondida por trás, esforçando-se para segurá-la.

    Na tentativa de criar um cenário lúdico, havia uma meia-lua com um céu de estrelas, onde a criança se sentava com cara emburrada. Há, pelo menos, dois retratos com diferentes crianças nessa meia-lua.

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    “Nem o pai nem a criança parecem estar à vontade” (Foto de Militão AUgusto de Azevedo)

    Momentos curiosos que a historiadora Shirley e o museólogo Bogus procuraram registrar no contexto da família da época. Logo na entrada, há os retratos das crianças sozinhas. Depois, junto com os irmãos. Há ainda a pose com os pais. Aqui, as imagens deixam entrever o relacionamento autoritário.

    Ou seja, nem o pai nem a criança parecem estar à vontade. Interessante ainda os bebês nos colos das mães. Elas também queriam estar bonitas, afinal, o retrato era uma oportunidade de aparecer. A mãe elegante posa com um chapéu de abas, que faz sombra no rosto da criança, que se encolhe diante do clic.

    Todos queriam parecer bonitos, saudáveis, felizes e ricos.

    Interessante imaginar os grandes fotógrafos, que registraram cenas de ruas e o desenvolvimento da cidade, ganhando o pão de cada dia ajeitando pacientemente as crianças em seus estúdios.

    Militão Augusto de Azevedo, nascido no Rio de Janeiro em 1837 e considerado um dos mais importantes fotógrafos do século 19, está entre eles. Veio para São Paulo com 25 anos. Começou trabalhando no estúdio Azevedo Carneiro & Gaspar. Depois, em 1875, abriu o seu próprio ateliê, Photographia Americana.

    Militão passou a fazer retratos de políticos importantes, inclusive de D. Pedro II e da imperatriz Tereza Cristina.

    Curioso é ver, na mostra, a sequência de retratos de diferentes crianças. Todas elas sempre com a mesma pose e junto da mesma cadeira. Pelo menos nesses retratos, Militão não conseguiu extrair um sorriso dos meninos. Ossos do ofício… mas que deviam dar um bom lucro.

    Ao mesmo tempo em que fotografava pessoas importantes, Militão passou a fotografar pessoas mais simples, cobrando um preço que era considerado um dos mais baratos da cidade. Cerca de 5 mil réis, ou seja, o valor de cinco passagens para a Penha.

    Interessante lembrar que o estúdio de Militão ficava próximo à Igreja do Rosário, daí ter fotografado muitos negros, mulatos e também os artistas de teatro que trabalhavam ao redor.

    Tempos depois, Militão vendeu o seu estúdio, foi para a Europa e, de volta a São Paulo, realizou o sonho de documentar o desenvolvimento da cidade e arredores. Hoje, os álbuns de Militão estão devidamente recuperados e preservados, fazendo parte do acervo do Museu Paulista.

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    Militão passou a fotografar pessoas mais simples cobrando barato. Cerca de 5 mil réis, o equivalente a cinco passagens para a Penha

    Há também fotos do italiano Vincenzo Pastore, que começou a trabalhar em São Paulo em 1894, abrindo um estúdio na rua e inventando cartões com retratos em losango. Era muito requisitado pelas socialites.

    Pastore, no entanto, pontuou a história da fotografia por ser um pioneiro na documentação das cenas espontâneas, que a imprensa da época evitava.

    Ao invés de fotografar a São Paulo elegante, Pastore documentou os engraxates, feirantes, meninos brincando nas ruas, os cortiços e os negros marginalizados.

    É possível perceber as diferentes formas dos fotógrafos de compor um retrato. Vale destacar o estúdio Rizzo, aberto no final da década de 1890 pelo italiano Michele Rizzo.

    O singular desse estúdio é o trabalho de sua filha, Gioconda Rizzo, considerada a primeira mulher fotógrafa de São Paulo. Ela começou a fazer retratos ainda adolescente, e tinha talento e paciência.

    O pai só permitia que fotografasse crianças e mulheres, que ficavam tão bonitas e sensuais que Gioconda passou a ter uma numerosa clientela. Tão numerosa que ela abriu o seu próprio estúdio, o Photo Femina.

    Ao contrário dos fotógrafos da época, Gioconda retratava as mulheres com ombros de fora. Seus retratos faziam a diferença na sociedade. Um dia, seu irmão, Vicente, estudante de medicina, foi visitá-la e percebeu que entre as clientes estavam cortesãs francesas e polonesas.

    Em entrevista dada ao Jornal da USP no início de 2004 — ela morreu aos 107 anos, em março daquele ano —, Gioconda disse que não havia percebido a diferença das cortesãs e das moças da sociedade. “Eram apenas mais alegres e descontraídas”, observou. “A minha vida era fotografar a felicidade das pessoas.


    Entre os fotógrafos que estão na exposição e pontuam a história da fotografia brasileira estão ainda Guilherme Gaensly, José Vollsack, Valério Vieira e Jean Georges Renouleau.

    A exposição “Nossos Pequeninos” está em cartaz até 6 de novembro, de terça-feira a domingo, das 9h às 17h, no Museu Paulista da USP (Parque da Independência, s/n, Ipiranga, São Paulo). Ingressos: R$ 6,00. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 2065-8000.

    A história além da inocência
    Na exposição “Nossos Pequeninos”, em cartaz no Museu Paulista da USP, a reflexão sobre o tempo e o espaço é sugerida pela seleção das imagens e sua organização em uma atmosfera silenciosa e com pouca luz.

    Os curadores, Shirley Ribeiro e Ricardo Bogus, criaram um ambiente onde as imagens não saltam diante dos olhos. O espectador tem que parar no corredor, abaixar os olhos para ver as fotos nos nichos sob o vidro e esperar um tempo, até que o cérebro entre em outro ritmo para apreciar os detalhes das fotos.

    Os mais atentos, com certeza, verão muito além da inocência das imagens dos bebês e do ambiente proposto pelo estúdio dos fotógrafos da época. Importante é o resgate do seu ambiente histórico.

    Para estimular essa leitura com sutileza, a historiadora Shirley e o museólogo Bogus montaram, em um espaço que sai do corredor, as fotografias das amas de leite. Mulheres negras bem vestidas, com brincos de pedras. Compenetradas, elas seguram com firmeza os bebês, que se ajeitam afetuosos em seus colos.

    Junto dessas fotos, há um trecho do livro Negros no Estúdio do Fotógrafo, escrito por Sandra Sofia Machado, que indaga: “Até onde se pode supor, as amas eram levadas aos estúdios, inicialmente, pela vontade dos senhores, que ou queriam uma foto da ama que com tanto carinho e dedicação (e também obediência ou fidelidade em relação aos senhores) estava criando o seu bebê (e por quem podiam até ter um afeto verdadeiro; se não, apenas sincera gratidão); ou queriam agradar a ama, ofertando-lhe uma bonita foto sua com a criação por ela nutrida (talvez, quem sabe, primeira e única foto que a ama teria); ou estavam mesmo era querendo uma foto da criança, que não parava quieta em outro colo, a não ser no colo daquela que lhe era mais íntima, a sua ama de leite ou a sua ama-seca. Caso o motivo não fosse nenhum desses, qual seria?”.

    • Esta matéria será publicada na próxima edição do Jornal da USP, que circula a partir do dia 29 de agosto
    • (*) Foto: Francisco Emolo

    Descubra como aprender a andar de salto em 7 passos – Agittus

    Como Caminhar com Elegância: 15 Passos (com Imagens)

    O salto alto, sem dúvida, deixa a mulher muito mais elegante e, em alguns lugares, é extremamente necessário. Existem alguns locais de trabalho, por exemplo, que exigem esse tipo de calçado. Sem falar nos eventos, como reuniões da empresa, e festas, como casamentos e formaturas. Por tudo isso — e também para ajudar a levantar a sua autoestima —, aprender a andar de salto é uma necessidade.

    Leia também:  Como aliviar síndrome do túnel do carpo com massagem terapêutica

    Sabemos que existem algumas mulheres que ainda não estão muito familiarizadas com esse tipo de calçado. Andar de salto é difícil mesmo para quem não está acostumada. Mas se você ama o salto ou sabe que precisará usá-lo em algum momento da vida, veja as dicas que preparamos para te fazer caminhar com total elegância, mesmo nas alturas.

    1. Encontre o sapato ideal

    O primeiro passo é encontrar um calçado que te agrade, tanto visualmente quanto no quesito conforto. Mesmo para as mulheres que já usam salto há muitos anos, um calçado desconfortável pode se tornar insuportável após poucos minutos de uso.

    Escolha um modelo que seja adequado e que tenha um bom encaixe: nem muito apertado, nem muito folgado.

    2. Treine em casa

    A sua casa é o melhor lugar para começar a andar com salto. É um ambiente conhecido, no qual você consegue se movimentar, ainda que de olhos fechados. Não tem buracos, ondulações ou pedras rolando pelo caminho. Assim, é possível treinar de forma segura e, se houver algum desequilíbrio, ninguém estará lá para ver.

    3. Treine descalça

    Essa também é uma ótima forma de treinar antes de usar os saltos definitivamente. Sempre que estiver descalça em casa, ande na ponta dos pés como se estivesse com um sapato alto. Assim, você ganha mais equilíbrio, coordenação motora e ainda fortalece a musculatura que recebe a maior carga quando estamos de salto.

    4. Comece aos poucos

    Se você nunca andou com esse tipo de calçado, não comece pelo mais alto e sim pelos saltos mais baixos e grossos, que conseguem oferecer maior estabilidade. Para não gastar dinheiro comprando sapatos apenas para treinar, peça emprestado de amigas, parentes e conhecidas que calcem o mesmo número. Com certeza elas podem te ajudar nessa missão!

    5. Vá para a rua

    Chegou o momento de se arriscar. Depois que você já treinou bastante em casa e os saltos não são mais estranhos, está na hora de ir à rua. Reduza a velocidade da caminhada, vá para um lugar em um momento que você tenha tempo disponível, que não tenha compromisso marcado. É apenas um passeio, então aproveite o visual ao redor e capriche na postura.

    6. Evite os movimentos robóticos

    Caminhar de salto exige uma certa postura e confiança. Quando ficamos com medo e tensas, usar o sapato alto parece um grande desafio. Mas você já treinou bastante e está pronta para vencê-lo. Relaxe os ombros e os braços e permita que eles balancem naturalmente. A coluna deve estar reta e os membros superiores próximos ao corpo para melhorar o equilíbrio.

    7. Use apoios

    Você já domina a superfície plana com maestria, o problema agora são as rampas – subidas e descidas – e a escada. Nesses casos, é essencial ter o apoio em algo como um corrimão, por exemplo, ou mesmo de um amigo ou amiga (que não esteja de salto) por perto. Terrenos muito inclinados ou superfícies muito lisas são os maiores desafios para alguém com salto alto.

    Gostou de aprender a andar de salto? Para receber mais dicas, em primeira mão, assine a nossa newsletter!

    Evite tropeços! Aprenda a andar com elegência de salto em cinco passos

    • WhatsApp
    • Facebook
    • Twitter
    • Pinterest
    • Linkedin
    • Copiar Link

    Quer aprender a se andar como uma Beyoncé? Comece seguindo algumas destas dicas (Foto: Think Stock)

    Você sempre fica impressionada ao assistir a divas como Beyoncé dançando e pulando no alto de seus stilettos e imagina que só pode ser efeito especial? A podóloga Margaret Dabbs reuniu para a Marie Claire americana cinco lições para se equilibrar e aprender a andar confiante em qualquer salto.

    1. ADAPTE A CURVATURA DO SEU PÉ

    Os nossos pés são moldados para se adaptar ao tipo de formato em que são colocados. Uma pessoa que está acostumada a viver de tênis baixinhos vai ter o pé mais reto do que outra que usa salto com frequência. É importante variar e dar descanso aos pés.

    Alguém que usa salto todo dia, diz a podóloga, deve ter dificuldades na hora de usar uma sandália de dedo, uma vez que os pés estão tão acostumados a estar numa posição vertical que pode haver um encurtamento do tendão de Aquiles.

    Quem tem pés um pouco mais largos deve usar sapatos adequados ao seu tipo. Colocar pressão no joanete e esmagar os dedos dos pés não vão ajudar no seu andar elegante. Se for esse seu caso, dispense os modelos com bicos muito finos e evite a dor.

    Alternar vários saltos, de alturas diferentes, ajuda a encontrar um equilíbrio (Foto: Think Stock)

    3. PONTA QUADRADA

    Saltos superaltos concentram boa parte do seu peso na parte da frente dos pés, que é o que causa a sensação de queimação nos dedos e calos. Comece pelas plataformas, que ajudam a distribuir o peso mais uniformemente –e escolha modelos acolchoados.

    4. ESQUEÇA AS FLATFORMS

    Diferente da plataforma comum, esse modelo, que tem uma sola alta totalmente reta, é o pior para os pés, segundo a podóloga. “As sandálias do tipo flatforms são as mais prejudiciais. A inflexibilidade da sola não é nada bom para os tornozelos e andar erguendo esse peso também é terrível para os joelhos.”

    Variar a altura do salto, além de facilitar a adaptação, faz com que o pé não se adapte em um único formato. Margaret Dabbs sugere que se use vários calçados até mesmo ao longo do dia.

    “Eu uso tênis no transporte público, saltos finos para um encontro de trabalho e uma sandália plataforma alta para um happy hour, por exemplo.

    ” Um salto de 4 cm, ela diz, é ótimo para começar, mas variar torna o mais flexível e seguro para as inexperientes.

    Quanto você pode caminhar por dia? O mito japonês dos 10 mil passos

    Você sabe quantos quilômetros consegue caminhar por dia? E qual será o número de passos diários ideal para uma vida saudável?

    Atualmente, é bem fácil (e até barato) descobrir quantos passos uma pessoa consegue dar em um dia normal de atividades. Um verdadeiro arsenal de equipamentos eletro-eletrônicos estãos disponíveis para esta finalidade. Com isto, é possível comprovar que o número sugerido de 10.000 passos diários pode ser meio fantástico. 

    Em 1964, durante as Olimpíadas de Tóquio, foi difundida a idéia de que esse número era de 10.000 passos por dia ou, em média, 8 quilômetros. Será mesmo possível uma pessoa andar tudo isso em suas atividades diárias?

    Uma empresa japonesa fabricava um pedômetro, na época, chamado de man-po-kei. Man significa ’10 mil’, po quer dizer “passo” e kei pode significar “metro” ou “calibre”. Isso indica que, na verdade, o mito dos 10 mil passos não passou de uma grande jogada de marketing.

    Mesmo considerando que o Japão da década de 1960 era muito diferente dos países ocidentais de hoje, esse número parece um exagero. A vida em 1960 era “menos calórica, menos gordurosa e com muito menos carros”, conforme afirma o professor Theodore Bestor, especialista em cultura japonesa, em entrevista para o Science of Us.

    Ainda assim, era pouco provável que uma pessoa comum atingisse essa marca no seu dia-a-dia.

    A ONU mostra, através de dados obtidos por sua divisão de Alimentação e Agricultura, que a média calórica per capita do povo japonês em 1964 era de 2.632 calorias. Já para os americanos, a média, em 2011, foi de 3.639.

    Com as modernidades de hoje, Theodore Bestor considera um desafio fazer as pessoas caminharem 5 mil passos por dia.

    Além de todos os benefícios estéticos que a caminhada diária proporciona, ela é importante, principalmente, para a saúde.

    A Universidade de Havard, nos Estados Unidos, revelou, num estudo recente, que andar a uma velocidade moderada, durante 30 minutos por dia, diminui em até 40% os riscos de doenças cardíacas em mulheres. Especialistas dizem que, 30 minutos de caminhada podem equivaler a, aproximadamente, 6.000 passos diários.

    Caminhar também reduz os níveis de colesterol no sangue, a pressão sangúinea e o risco de ter osteoporose e diabetes.

    A pesquisa comprova ainda que a caminhada diária pode evitar um das doenças mais recorrentes e fatais nos dias de hoje: o acidente vascular cerebral.

    E você, consegue atingir a marca de 10.000 passos diários?

    Seja o primeiro a comentar

    Faça um comentário

    Seu e-mail não será publicado.


    *