Como bater faltas como o cristiano ronaldo: 8 passos

Como cobrar uma falta perfeita no futebol? Comece colocando a bola no chão e fique de frente para o bico. Depois, dê tres passos de distância, posicione-se, escolha a direção, respire fundo, corra em direção à bola e coloque o seu pé de apoio a alguns centímetros de distância e – chute com a parte da frente do seu pé ou de bico.

É dessa forma, simples e fácil, que o Cristiano Ronaldo bate suas faltas. Para nós, simples mortais, bater uma falta exige treino e dedicação. Assim como quase tudo quando falamos de futebol. Mas fique tranquilo amigo boleiro. A Joga está aqui para te ajudar e aqui nesse post vamos ensinar como cobrar uma falta perfeita.

Lembre-se que vamos te oferecer o conhecimento, da mesma maneira que te alimentamos com dados tecnológicos sobre seu desempenho na partida, porém, a vontade de fazer dar certo depende de você. Mas, caso realmente queira, temos certeza de que vai aprender de uma vez por todas, parça.

Vamos ai?

Como cobrar uma falta perfeita no futebol: aprenda com quem sabe

Todo jogador de futbol sabe que aprender bater falta pode fazer a diferença em uma partida de futebol. E qual a melhor forma de fazer isso? Inspirando-se nos craques.

 A melhor maneira de aprender algo é observando quem faz bem feito. Veja como bate os pés de anjos, como o Marcelinho Carioca. Ou as patadas como Rivelino. Observe até um goleiro, Rogério Ceni, metia a bola no canto do gol.

Ou a batida da bola do Juninho Pernambucano.

Esse vídeo do Esporte Espetacular é uma ótima referência visual de como cobrar a falta perfeita no futebol. É bem interessante para quem quiser melhorar o desempenho nesse fundamento e realizar uma bela cobrança na próxima pelada com a galera. Assistam e busquem outros materiais, espelhem-se nos seus ídolos.

E não desanimem. Se uma bela cobrança de falta pode ser comparada a uma obra de arte, é natural que existam artistas geniais. Porém, mesmo os grandes talentos precisam de treino para desenvolver a inspiração e a precisão. Aqui te orientamos a buscar sonhar alto. Mas na sequência, vamos mostrar como despertar a sua centelha como um grande cobrador.

Como cobrar uma falta perfeita no futebol? Passos simples

Nós, por exemplo, nos inspiramos no Cristiano Ronaldo nessa sequência de passos. Para começar, coloque a bola no chão e fique de frente par ao bico dela. Caso você não saiba, é o buraco pode onde a enche de ar. Na sequência:

Passo 02 – Dê espaço

Dê três passadas largas de distância da bola. Assim, você terá mais espaço para realizar o chute.

Passo 03 – Visualize a jogada 

Posicione-se atrás da bola e escolha a direção para onde você gostaria de chutar.

Passo 04 – Respire

Inspire e expire algumas vezes. E então, respire fundo.

Passo 05 – Corra

Em seguida, corra na direção da bola e coloque seu pé de apoio a apenas alguns centímetros de distância.

Passo 06 – Coloque força

Coloque toda a força no seu pé que chuta. Para isso, seu tronco precisa inclinar-se um pouco para trás, para assim, a bola passar por cima da barreira.

Passo 07 – Chute a bola

Chegou a hora: chute a bola com a parte da frente do seu pé ou de bico. Assim, você acrescenta força e direção ao chute.

Passo 08 – Finalize

Por fim, acerte rapidamente a parte de baixo da bola e abaixe seu corpo enquanto chuta. E correr para o abraço.

Dá uma olhada como o CR7 faz.

Como cobrar uma falta perfeita no futebol? Prática

Você sabe sabe, repetimos muitas vezes, porém, não custa lembrar: é preciso treinar muitas, muitas, muitas cobranças de faltas para conseguir dominar a técnica. Então, na próxima partida, arraste seu amigo para o gol, calce suas chuteiras, lembre-se das suas inspirações, coloque a bola no chão e treine. Com ambição e comprometimento.

Tudo bem errar algumas cobranças. Não se pressione! Todos os jogadores e jogadoras de futebol do mundo erram o alvo. No entanto, não desanime. Mentalize: você precisa apenas de prática para melhorar.

CONHEÇA O APP JOGA

Como Messi se tornou o melhor cobrador de faltas do mundo

O Lionel Messi nem sempre foi um talentoso pontapé livre. No caminho para lá foi preciso muito trabalho – e uma pequena ajuda de uma lenda. Será que ele voltará a encontrar o FC Liverpool na semi-final da UEFA Champions League (Terça, 21:00 ao vivo no DAZN)?

Um dia, no Verão de 2005, a lendária Academia Júnior La Masia, a dois passos do Camp Nou de Barcelona, foi uma actividade agitada.

Uma equipe de câmera foi convidada e tirou fotos do trabalho na famosa fábrica de talentos, o orgulho e a alegria do Blaugrana. Entre os vídeos que foram filmados estavam pequenos clipes de algumas jovens estrelas.

“Lembre-se do meu nome”, os talentos devem cada um dizer na câmera e, em seguida, afundar um tiro livre no gol.

Uma tarefa que alguns jovens enfrentavam com muita autoconfiança, outros eram muito mais tímidos. Entre os adolescentes estava um jovem argentino chamado Lionel Messi. Ele já havia feito sua estréia para os profissionais, mas ainda tinha permissão para participar dos comerciais.

Roger Giribet foi um dos companheiros de equipe do astro de hoje quando ele era adolescente, e ele se lembra exatamente como foram os tiroteios no SOCCERSCORE e no Gol: “Todos os jogadores precisavam de pelo menos duas ou três tentativas. Exceto Messi. Ele foi o único que acertou logo em seguida e em 30 segundos ele estava pronto. Os operadores de câmara também ficaram impressionados.

Naquela época Messi já estava sugerindo com um belo tiro no ângulo, que um grande talento que ele tem na bola em repouso.

Uma habilidade que fez dele o melhor arremessador de faltas do mundo: ele marcou 31 faltas nos últimos dez anos, Cristiano Ronaldo 20 e Miralem Pjanic 16, mas ironicamente, no verão de 2005, La Pulga não tinha sequer pensado em fazer isso porque ele não tinha sido capaz de melhorar sua técnica na bola em repouso e não foi sequer autorizado a chutar as faltas em sua equipe de juventude.

Ex-companheiro de equipe Giribet explica: “Ele não havia feito nenhum tiro de falta no La Masia antes da atuação. Victor Vázquez, que foi muito bom nisso, e Juanjo Clausi, de pés esquerdinos, quase nunca competiu.

Em geral, essa disciplina não teve prioridade no trabalho juvenil dos catalães. O Barcelona tinha a ver com formas de jogo, técnica e visão geral. Não se trata de perfurar os jogadores em horas de sessões.

O ex-técnico do La Masia, Albert Benaiges, confirma esta abordagem com SOCCERSCORE e Goal: “Não o treinámos. Tivemos um ou dois exercícios com uma parede de livres e depois demos alguns conselhos. Mas, definitivamente, não foi uma das áreas em que se trabalhou mais arduamente.

De acordo com Giribet, ele, Messi e alguns outros turnos especiais queriam fazer depois do treino e melhorar a técnica de remate. Mas isto só foi possível “se ainda nos fosse permitido ir à praça”.

No entanto, receberam algumas dicas úteis. O ex-técnico do Barcelona B é Guillermo Hoyos, que agora trabalha para a Universidad de Chile. “Acho que foi ele quem nos explicou como colocar a bola corretamente”, diz Giribet: “Seu conselho era colocar a bola no chão com a válvula para que ela pudesse se abaixar mais facilmente em vôo.

Messi absorveu as pontas como uma esponja. No entanto, ele não apareceu como o deus do pontapé livre no início da sua carreira profissional de tirar o fôlego. Em vez disso, o seu progresso foi o resultado de muito trabalho – e conselhos de Diego Maradona.

As duas lendas albiceleste tiveram uma experiência aha em fevereiro de 2009. Maradona era o treinador da seleção argentina na época e Messi era seu astro. Durante uma sessão de treinamento no Estádio Velódromo de Marselha, Messi chutou livre após o tiro livre, mas ninguém conseguiu chegar ao final. O craque do Barca estava cada vez mais frustrado antes de Maradona cuidar dele.

O assistente técnico de Maradona, Fernando Signorini, disse ao La Nación exatamente o que aconteceu na época: “Eu vi Maradona ir até ele. Ele agarrou o ombro e disse: ‘Pequeno Leo, pequeno Leo, venha até mim por um minuto. Vamos tentar de novo. Você era como um professor e seu aluno.

Ele acrescentou: “Maradona disse a ele: ‘Você deve colocar a bola para baixo assim e quando você bater nela, não deve puxar o pé para trás tão rapidamente. A bola não tem outra idéia do que você quer dela. Então ele acariciou a bola com o pé esquerdo para a direita no vinco e o rosto de Messis mostrou pura admiração.

Como resultado, Messi trabalhou mais duro em sua técnica de chute livre e os sucessos vieram mais e mais. O ponto alto da partida foi uma cobrança de falta por 3 a 0 no jogo de ida contra o Liverpool na quarta-feira passada, que foi um golpe imparável para o goleiro Alisson, do Reds.

A habilidade do Messis não só surpreende os torcedores, mas também velhos companheiros como Albert Benaiges: “Em comparação com antes, ele chuta suas cobranças de falta de forma diferente hoje e nós não lhe ensinamos isso em La Masia. É mais parecido com parte da sua habilidade que ele tem trabalhado em si mesmo. E sua experiência certamente o ajudou”.

Naquela época, no verão de 2005, as pessoas ainda estavam positivamente surpresas quando Messi imediatamente afundou o chute livre na frente da câmera. Hoje, as suas proezas estão à beira da normalidade.

Joia do Fluminense, Miguel celebra recuperação de lesão e prega cautela com retorno dos jogos

Apesar da pressão por parte de alguns clubes, ainda não se sabe quando as atividades do futebol vão retornar no Brasil.

No Fluminense, a postura adotada é firme e o clube aguarda o aval das autoridades de saúde e do governo antes de qualquer ação. O meia Miguel, de 17 anos, está alinhado com o clube.

Leia também:  Como ajudar uma criança com diarreia a se alimentar

Em entrevista ao LANCE!, o jogador mais jovem a vestir a camisa tricolor como profissional pregou cautela com relação à retomada.

– Acho que as coisas precisam acontecer da forma correta. A saúde das pessoas precisa estar sempre em primeiro lugar. A gente espera que tudo volte ao normal o quanto antes, mas entendemos o momento que o mundo atravessa – disse, antes de comentar como foi a negociação para a redução salarial do elenco durante a pandemia.

– Foi tudo tranquilo. Entendemos o momento e as dificuldades e não houve qualquer problema nisso – completou.

Miguel era um dos jogadores que entraram no período de paralisação lesionados. O jovem se machucou no dia 8 de março, no final da partida contra o Resende, no Maracanã.

Após exames, ele teve uma lesão no músculo posterior da coxa direita constatada.

Monitorado pelo departamento médico do clube, o meia seguiu o programa traçado pelo Flu e já está de volta aos treinos junto aos outros companheiros.

– Graças a Deus a recuperação foi ótima. Segui as recomendações do Fluminense e me dediquei bastante durante o período sem jogos para estar bem quando isso tudo passar. Estou em boas condições e pronto para voltar a jogar futebol. Foi uma rotina de muitos treinos e atividades, mas que será importante para a minha sequência – explicou.

Nascido em Vila Velha, no Espírito Santo, Miguel chegou ao Fluminense com 10 anos. De lá para cá, esteve em todas asa seleções de base e chegou a trocar o Flu pelo Vasco em 2015, mas retornou.

Foi lançado aos profissionais em 2019, por Fernando Diniz, e recebeu a primeira chance nas quartas de final da Copa do Brasil, em jogo contra o Cruzeiro.

O Flu acabou derrotado nos pênaltis, mas foi dele a jogada para um golaço de João Pedro de bicicleta.

Veja outras respostas de Miguel:

Como fazer para que o momento positivo no Estadual se reflita também em outras competições quando o futebol voltar?

Acho que fizemos bons jogos no início da temporada. É normal oscilar em alguns momentos, pois ainda estávamos em busca de um entrosamento ideal e também evoluindo na parte física jogo a jogo. Agora vamos ter que retornar ainda mais preparados, pois é possível que aconteça uma sequência forte de jogos quando o futebol for liberado para retornar.

Você foi o jogador mais jovem da história a jogar como profissional no Flu. O que pensa em relação a isso? Quais são as suas ambições no futebol?

Realmente tudo aconteceu de forma rápida. Não esperava fazer minha estreia logo num jogo tão importante como aquele Cruzeiro x Fluminense valendo classificação na Copa do Brasil. Mas sempre que recebo uma oportunidade, tento dar o meu máximo para corresponder. Espero poder conquistar coisas grandes no futebol, mas sempre com muita humildade e respeito.

Continua em contato com o pessoal do Fluminense? Como tem sido a resenha entre vocês?

Temos nos falado sim. Não é como no dia a dia dos treinos, mas temos tido contato até para saber se todos estão bem.

Está ansioso para marcar o primeiro gol como profissional? Como imagina este momento?

Acho que todo jogador sonha com esse momento. Contra o Bangu, infelizmente a bola parou na trave. Foi por pouco! Mas tento manter a tranquilidade para que isso não me atrapalhe dentro de campo. Quando for para acontecer, será naturalmente. Vai ser inesquecível, com certeza. Um momento que marca para sempre na carreira de um atleta.

Na base você era um especialista em bolas paradas. Ainda tem treinado? Pega dicas com o Nenê?

Sim. Sempre gostei de bater faltas e escanteios. Pude cobrar alguns nas partidas em que atuei em 2020. Nenê é uma grande inspiração e tento sempre estar perto para pegar algumas dicas para evoluir nisso. Hoje o futebol é muitas vezes decidido numa bola parada.

Quem são as suas referências no futebol? E no Fluminense?

No futebol sou muito fã do Neymar. É um craque no qual tenho bastante admiração. E também tem o Cristiano Ronaldo, que também gosto muito de acompanhar. No Fluminense tento sempre buscar ouvir os mais experientes, que podem nos ajudar com passagens e conselhos. O grupo é unido e todos se ajudam.

Los récords que Ronaldo y Messi no han batido (todavía)

Cristiano Ronaldo y Lionel Messi continúan con su particular batalla para convertirse en el máximo goleador en Europa, pero ambos necesitan estar a su mejor nivel si quieren batir todos los récords de la Copa de Europa y de la UEFA Champions League.

UEFA.com enumera algunos de los (pocos) récords que aún no han batido.

El gran Alfredo Di Stéfano©UEFA.com

Más goles en finales de la Copa de Europa: 7 – Alfredo Di Stéfano, Ferenc Puskás (ambos en el Real Madrid CF)Goles en más finales de la Copa de Europa: 5 – Alfredo Di Stéfano (Real Madrid, 1956, 1957, 1958, 1959, 1960)Más goles en una única final de la Copa de Europa: 4 Ferenc Puskás (Real Madrid, 1960)

Messi ha marcado sólo dos goles en finales (2009 y 2011), mientras que Ronaldo ha logrado cuatro (uno en 2008, otro en 2014 y dos en 2017), pero aún está a tres del récord que comparten dos exjugadores del Madrid. El luso ha jugado seis finales, una menos que Di Stéfano y dos menos que los jugadores con más finales disputadas: Francisco Gento (Real Madrid) y Paolo Maldini (AC Milan).

Por su parte, el doblete de Ronaldo en 2017 es lo más cercano a los cuatro goles marcados por Puskás en la final de 1960.

Más partidos en la UEFA Champions/Copa de Europa (incluyendo la fase de clasificación): 181 – Iker CasillasMás partidos en competiciones de clubes de la UEFA (incluyendo la fase de clasificación): 188 – Iker Casillas

Iker Casillas, leyenda de la #UCL©Getty Images

Ronaldo (131) y Messi (117) dominan en lo que se refiere a goles en competiciones de clubes de la UEFA, pero todavía tienen camino que recorrer para alcanzar a Casillas en cuanto a partido europeos se refiere. Messi es el 14º en presencias en competiciones de clubes de la UEFA en todos los tiempos con 145 duelos,mientras que Ronaldo, dos años y 139 días más mayor que Messi, es segundo con 177.

En lo que se refiere a la máxima competición europea, los 173 partidos de Ronaldo le colocan segundo en el ranking (Messi es sexto con 141). Sin embargo, Casillas acumula ocho encuentros más que su antiguo compañero en el Real Madrid.

Más finales ganadas con más equipos en la UEFA Champions League: 3 – Clarence Seedorf (Ajax 1995, Real Madrid 1998, Milan 2003, 2007)Más equipos con los que ha marcado en la UEFA Champions League: 6 – Zlatan Ibrahimović (Ajax, Juventus, Inter, Barcelona, Milan, Paris Saint-Germain)

Zlatan Ibrahimović ha marcado en la UEFA Champions League con seis clubes diferentes©AFP/Getty Images

Cristiano Ronaldo es el único jugador que ha marcado goles en finales de la UEFA Champions League con dos equipos diferentes y que han ganado la competición: con el Manchester United en 2008 y con el Real Madrid en 2014 y 2017.

Velibor Vasović es el único jugador que ha marcado en finales de la Copa de Europa en dos clubes, pero en ambos casos terminó en el lado perdedor: con el Partizán en 1966 y con el Ajax en 1969.

Con su movimiento a la Juventus, Ronaldo podría igualar en la Juve a Clarence Seedorf, que es el único jugador hasta el momento que ha jugado y ganado la final con tres equipos diferentes.

El récord de Ibrahimović también parece a salvo de Messi y Ronaldo, ya que ambos deberían empezar a cambiar de clubes con regularidad (mientras siguen marcando) para llegar a seis. Todos los goles de Messi hasta la fecha han sido con el Barcelona mientras que Ronaldo solamente ha jugado con el United, Real Madrid y Juventus en la UEFA Champions League.

Final de la UEFA Champions League: Paolo Maldini (36 años y 333 días), Milan – Liverpool (25/05/2005)Fase de grupos hasta la final de la UEFA Champions League: Francesco Totti (38 años y 59 días), CSKA – Roma (25/11/2014)Copa de Europa: Manfred Burgsmüller (38 años y 293 días), Werder Bremen – Dínamo Berlin (11/10/1988)

Cinco grandes goles de Totti

Si el dúo dinámico pretende superar el récord de Maldini como el jugador más veterano que marca en una final, tendrán que tener paciencia. La primera ocasión de Ronaldo será en la final de 2021/22 mientras que Messi deberá esperar a la 2023/24 siempre y cuando el decisivo encuentro no tenga lugar antes del 23 de mayo, en ese caso tendrán que esperar una temporada más.

Para superar al goleador más veterano en la Champions League, Ronaldo necesita marcar en la competición, fase de grupos hasta el final, después del 1 de abril de 2023 y Messi después del 22 de agosto de 2025. Para convertirse en el goleador más veterano de la Copa de Europa, Ronaldo deberá ver puerta después del 22 de noviembre de 2023 y Messi más allá del 13 de abril de 2026.

Gol más rápido de la UEFA Champions League: Roy Makaay (10,12 segundos), Bayern – Real Madrid (07/03/2007)Gol más rápido en una final de la UEFA Champions League: Paolo Maldini (53 segundos) Milan – Liverpool (25/05/2005)

Los goles más rápidos de la Champions

Roy Makaay estableció un complicado récord de batir cuando marcó nada más empezar el encuentro ante el Real Madrid.

Leia também:  Como a erar o protetor de tela em um smartphone da samsung

Los goles más rápidos de Ronaldo y Messi en la UEFA Champions League llegaron en el minuto cuatro: Ronaldo ante la Juventus en octubre de 2013, mientras que los dos más rápidos de Messi llegaron en el minuto tres: marcó frente al Celtic en un 7-0 en septiembre de 2016 y otro en el 1-2 contra el Slavia de Praga en octubre de 2019.

El rápido tanto de Paolo Maldini ante el Liverpool es una marca de la que ni Ronaldo ni Messi han estado cerca nunca, ya que los dos goles de Messi fueron en la segunda parte mientras que el primero de Ronaldo llegó en el minuto 20 de la final ante la Juventus en Cardiff en 2017.

'Hat-tricks'

El 'hat-trick' más rápido en la historia de la #UCL

'Hat-trick' más rápido en la UEFA Champions League: Bafétimbi Gomis (8 minutos), Dínamo Zagreb – Olympique Lyonnais , 07/12/2011

Desde que se convirtió en el goleador con mayor edad en lograr un 'hat-trick' en la UEFA Champions League, con 34 años y 35 días en el 3-0 de la Juventus contra el Atlético el 12 de marzo de 2019, Cristiano Ronaldo está igualado en número de 'hat-tricks' con Messi en la máxima competición de clubes de Europa con ocho.

Sin embargo ninguno ha estado cerca del rápido 'hat-trick' que consiguió Bafétimbi Gomis ante el Dínamo.

El 'hat-trick' más rápido conseguido por Messi, el primero, le llevó 22 minutos (ante el Arsenal, 06/04/10), aunque sólo 16 minutos separaron su segundo gol del cuarto en los cinco que marcó ante el Bayer 04 Leverkusen el 7 de marzo de 2012. El 'hat-trick' más rápido de Ronaldo fue en 12 minutos, contra el Malmö en la sexta jornada de esta fase de grupos.

Luiz Adriano abrió un nuevo camino cuando marcó dos 'hat-tricks' consecutivos en la UEFA Champions League frente al BATE en la 2014/15, cinco goles en el primer partido y tres en el segundo. Pero Ronaldo lo igualó con sus 'tripletes' ante el Bayern de Múnich y el Atlético en la fase de eliminatorias de la 2016/17.

Goles en más temporadas consecutivas de la UEFA Champions League: Ryan Giggs (16)

Messi, con el récord de Raúl en el horizonte©Getty Images

Messi y Ronaldo lograron marcar por 15ª edición consecutiva de la UEFA Champions League para superar el registro de Raúl de anotar en más campañas consecutivas en la UEFA Champions League (que lo hizo en 14). Ronaldo no logró marcar en sus dos primeras temporadas, ambas con el Manchester United. Los dos pueden igualar a Giggs en la 2020/21.

Más goles en una única temporada europea: Radamel Falcao (18), Oporto 2010/11

Falcao puso fin a una temporada de récord©Getty Images

La hazaña goleadora de Radamel Falcao en la temporada 2010/11 de la UEFA Europa League todavía no ha podido ser igualada ni por Messi ni por Ronaldo.

La gesta del colombiano incluye un gol en la fase de clasificación y 17 en la competición en sí.

La mejor campaña de Messi fue la 2011/12, cuando terminó el año europeo con 14 tantos mientras que Ronaldo estableció un nuevo récord en Copa de Europa/UEFA Champions League en la 2013/14, cuando marcó 17.

Mejor media goleadora (goles por partido) en la Copa de Europa/UEFA Champions League: 0,97 – Gerd Müller (Bayern)Mejor media goleadora (goles por partido) en competiciones de clubes de la UEFA*:0,87 – Gerd Müller (Bayern)

En la 2017/18, Ronaldo eclipsó el récord de Ruud van Nistelrooy de nueve partidos consecutivos de la UEFA Champions League establecido con el Manchester United en la 2002/03 cuando anotó su décimo tanto en la derrota por 1-3 en casa en los cuartos de final ante Juventus.

¿Es el récord de Gerd Müller insuperable?©Getty Images

Sin embargo, cuando hablamos de goles por partido, Messi y Ronaldo no pueden competir con el mejor en este aspecto de todos los tiempos.

Los números de Ronaldo tiene un promedio de 0,75 goles por partido en la UEFA Champions League (129 goles en 173 partidos) y de 0,74 en todas las competiciones de clubes de la UEFA (131 tantos en 177 choques).

Messi tiene un mejor promedio (0,81 en la UEFA Champions League con 114 goles en 141 partidos y 0,81 en todos los duelos de competiciones de clubes de la UEFA: 117 en 145).

El promedio de 0,97 de Gerd Müller continúa casi que inalcanzable (34 en 35 partidos de Copa de Europa). Para que llegaran a estos números, Messi necesitaría hacer un 'hat-trick' en cada uno de sus próximos once partidos en la competición, mientras que Ronaldo debería lograr tripletes en cada uno de sus próximos 19 duelos.

*Las competiciones de clubes de la UEFA incluyen la Copa de Europa/UEFA Champions League, Copa de la UEFA/UEFA Europa League, Copa Intercontinental, Recopa de la UEFA, Supercopa de la UEFA y Copa Intertoto de la UEFA.

Todaas las estadísticas actualizadas a 9 de abril de 2020.

Saiba quanto falta para Lionel Messi bater o recorde gols de Pelé por clubes

  • COROA –  (20 DE ABRIL A 20 DE MAIO) Semana de muita correria, reuniões trabalhistas , acertos financeiros enfim chegou  a hora de correr atrás de seus objetivos com mais seriedade e fé. Bom momento para cuidar um pouco mais de você, da sua saúde física e espiritual.  Algumas questões familiares ainda precisam ser melhores resolvidas, mas tudo tende a ficar melhor depois de uma conversa franca sobre o assunto. No amor é hora de esclarecer as dúvidas e colocar fim em encrencas desnecessárias.
  • CANDEIAS – (21 DE MAIO A 20 DE JUNHO) Uma nova fase de luz e raciocínio lógico, você se desprende de situações desfavoráveis e segue mais confiante em questões profissionais. Esta será uma boa semana para negócios , você conseguirá resolver questões de maneira mais positiva. Pequenas crises amorosas podem surgir, mas com o passar dos dias tudo se resolve de maneira mais positiva. Você se afastou um pouco de sua fé, é hora de encontra-la novamente dentro de você.
  • RODA – (21 DE JUNHO A 21 DE JULHO) Os dias que se seguem serão de luz e desapego, momento onde literalmente você chuta o balde diante das questões, se desprende das negatividades e encontra a paz ideal para os seus caminhos. Chegou a hora de evoluir, de buscar novas respostas profissionais, de manter o foco dos seus objetivos e esquecer de questões banais que só atrapalham o seu crescimento. No amor tudo segue tranquilo, você consegue resolver tudo de maneira positiva.
  • SINO – (23 DE AGOSTO A 22 DE SETEMBRO) Em busca de dias melhores você segue na esperança de resolver certos assuntos, tenta entender a pessoa amada mas enfrenta algumas dificuldades em aceitar certas situações. Com o passar dos dias tudo tende a acontecer de maneira mais positiva, apesar da semana trazer certos desafios também te trará muita fé e confiança para os seus dias, onde você vai conseguir resolver assuntos profissionais com mais facilidade além de resolver importantes assuntos particulares.
  • MOEDAS – (23 DE SETEMBRO A 22 DE OUTUBRO) Momento de raciocínio lógico, uma fase de paz e tranquilidade onde você consegue resolver certos assuntos particulares. Chegou a hora de resolver as questões que te preocupa, ir ao encontro de soluções que farão mais sentido para a sua vida. No amor o segredo é não fantasiar tanto , não se entregar ao desespero e ao medo de perder pois muitas vezes você esquece de viver os bons momentos da relação e se entrega às desconfianças.
  • ADAGA –  (23 DE OUTUBRO A 21 DE NOVEMBRO) Uma nova luz em questões amorosas, fase de positividade e fé onde você encontra respostas mais favoráveis em seus caminhos. Em questões profissionais os dias que se seguem serão melhores, mais equilibrados em todos os sentidos, você encontra respostas que tranquilizarão o seu coração. As questões familiares que te rondam terão melhores soluções dentro em breve onde você vai conseguir tranquilizar o seu coração.
  • FERRADURA – (22 DE DEZEMBRO A 20 DE JANEIRO) Fase de luz e alegrias, momento onde você consegue se libertar de questões que antes te preocupavam e muito, agora chegou a hora de realizar os seus objetivos com mais seriedade, dar a volta por cima e colocar ordem em questões pessoais. No amor os dias que se seguem te trarão melhores respostas e você se dedicará mais à pessoa amada. Momento de luz, de cuidados espirituais onde a fé renasce dentro de você.
  • TAÇA –  (21 DE JANEIRO A 29 DE FEVEREIRO)  Dias de alegrias e paz, momento de reorganização pessoal, novas respostas trazem o equilíbrio ideal para os seus caminhos. Você busca uma nova luz profissional, tenta manter o equilíbrio em todos os sentidos, vai ao encontro de dias melhores e volta a apostar em seu potencial. No amor uma surpresa te trará mais alegrias nesta semana, algo que você já tinha dado por perdido em sua vida ganha uma nova resposta.
  • CAPELA – (20 DE FEVEREIRO A 20 DE MARÇO) Momento de luz, fase de paz e equilíbrio onde você se desprende de certos medos e vai em busca de novidades que farão mais sentido em seus caminhos. No amor uma nova resposta traz a paz ideal para o seu coração, depois de uma fase de muitas lutas chegou a hora de se entregar mais, de deixar tudo acontecer , e a semana te favorece neste sentido onde você ganha a certeza de que tudo acontecerá de maneira positiva.
  • PUNHAL – (21 DE MARÇO A 20 DE ABRIL) Você consegue dar a volta por cima diante de uma importante questão, livra-se das preocupações que antes te tiravam o sono, a semana promete ser proveitosa em todos os sentidos. Chegou a hora de evoluir seus projetos, seguir mais confiante diante das questões , respostas financeiras chegarão esta semana e te ajudará a seguir mais confiante. No amor deixe o tempo agir, ele trará a melhor resposta para o seu relacionamento.
  • ESTRELA – 22 DE JULHO A 22 DE AGOSTO) Uma fase de luz e raciocínio lógico, chegou o momento de buscar a paz interior, resolver todas as questões de maneira positiva. No amor não se deixe levar pelo ciúme, muitas vezes as questões que te rondam podem ser melhores resolvidas mas é preciso acordar para a realidade, não fantasiar tanto as situações. Chegou a hora de buscar a paz interior, deixar o tempo resolver tudo e seguir mais confiante em seus melhores planos.
  • MACHADO – (22 DE NOVEMBRO A 21 DE DEZEMBRO) Fase de luz e positividade, momento onde você se dedica mais às questões pessoais, se desprende de certos medos que antes atrapalhavam os seus caminhos, segue em frente mais confiante e com mais determinação. No amor o jogo vira, antes você corria atrás agora a pessoa amada é quem sentirá e muito a sua falta, isso te fará bem e você vai alcançar o equilíbrio que tanto deseja em todos os sentidos.Bom momento para dedicar-se mais às questões profissionais.
Leia também:  Como ampliar e diminuir imagens em um iphone ou ipod touch

Olho no lance! Como bater bem todos os tipos de falta no "FIFA 19"

Para conseguir as melhores colocações nas ligas semanais ou mesmo derrotar aquele rival de anos na sua vizinhança, é necessário aproveitar cada chance que uma partida te oferece no “FIFA 19“. A bola parada é uma dessas oportunidades que surgem de vez em quando e deve ser convertida em gol pelos jogadores que almejam uma vitória.

Para ter um bom aproveitamento nos chamados tiros livres diretos, é preciso primeiro escolher um bom batedor, conhecer as melhores características dele e dominar cada um dos estilos de cobrança, sabendo executar a melhor batida para cada posição no campo. Esse guia vai passar por cada uma das técnicas de cobrança e dar dicas sobre como escolher a melhor opção para o seu time.

O Básico

A primeira coisa que você tem que saber é como preparar a sua cobrança. A escolha do batedor vai depender da posição em que a falta foi marcada no campo.

Cobranças mais próximas da área pedem batedores com atributos altos em Cobrança de Faltas, Curva e Finalização.

Cobranças de média e longa distância vão depender de Força do Chute, Curva, Finalização e Cobrança de Faltas.

Outro fator importante na escolha do batedor é a perna boa do jogador.

Se a falta for à esquerda da área, jogadores destros são os mais indicados, pois farão a curva do meio do gol para trave, que é mais fácil do que curvar a bola por fora da barreira, mirando na linha de fundo, para a direção da trave. O mesmo vale para faltas à direita da área, que são cobradas com mais precisão por jogadores canhotos.

Depois de escolher o seu batedor, você deve escolher a posição dele em relação a bola. A distância para a bola influência muito pouco na cobrança do “FIFA 19”, mas a posição em relação a ela faz toda a diferença.

Se o seu jogador ficar com a parte externa do pé bom ao lado da bola, estando de frente para ela, a cobrança será feita de trivela. Se ele estiver ao lado da bola, vai com a parte interna, mais colocada.

Essa decisão é sua e pode ser feita utilizando o analógico direito.

Controle a posição do batedor com o analógico direito

Imagem: Reprodução

Também é possível chamar companheiros para ficar posicionados para bater e enganar o adversário. Para chamar um segundo batedor basta pressionar LT/L2. É possível chamar ainda um terceiro batedor com R1/RB. Entraremos em detalhes sobre essas opções mais a frente.

Faltas próximas a área

Já dizia Marcelinho Carioca, Neto ou qualquer outro especialista em bolas paradas, “daí não é força, é jeito”. Em cobranças próximas da meia lua da área, o importante é conseguir lançar a bola por cima da barreira e com curva suficiente para tirar do goleiro. No caso de faltas muito próximas a linha da área, nem a curva é necessária, bastando jogar a bola na direção do ângulo.

Para efetuar essas cobranças no melhor estilo Zico, você precisa mirar no início da barreira, para o lado mais próximo ao meio do gol. Pressione o botão de chute até que uma barra e meia de força seja preenchida e segure o seu analógico esquerdo para frente. A bola passará pela barreira como se tivesse sido jogada com a mão e morrerá no gol do adversário.

Cobranças próximas a área pedem mais jeito do que força

Imagem: Reprodução

Se você achar que a falta está um pouco longe ou que o goleiro do adversário é grande e vai chegar na bola, pode utilizar da curva para fazer o gol. Mire na ponta da barreira mais próxima a trave, o contrário da batida anterior, coloque uma barra e meia de força na cobrança e segure o seu analógico esquerdo para a direção do ângulo.

Essas são as instruções gerais, mas pequenos ajustes podem ser feitos para garantir melhores resultados. Entre no modo treino livre e bata várias faltas com o seu cobrador escolhido.

Dependendo da quantidade de atributos em curva, você deverá abrir mais ou menos a mira na hora de bater a falta.

O mesmo vale para a relação entre o atributo Força do Chute com a barra de força na hora de cobrar a falta.

Faltas longe da área

As faltas mais longe da área dependem de batedores com chutes potentes e que tenham bastante curva nos atributos. A forma como você vai posicionar o batedor em relação à bola fará toda a diferença.

Para bater com força e seco na bola, aplicando bastante curva durante a trajetória, mire na trave que deseja chutar, pressione L1/LB, chute com a força de aproximadamente 3 barras, variando para mais ou para menos dependendo da Força no Chute do batedor e direcione a curva da bola com o analógico esquerdo, segurando ele na direção que você quer até que a bola chegue no gol.

Faltas distantes exigem força no chute e curva

Imagem: Reprodução

Outra forma interessante, mais parecida com a batida do Roberto Carlos, é mirar na direção de um dos ângulos, seguir os passos da batida anterior, mas pressionar o analógico esquerdo em direção ao ângulo oposto do gol, o contrário do que você mirou inicialmente. A bola sairá curvando levemente para o lado de fora e voltará a curva para dentro antes de morrer nas redes. Mesmo que o goleiro alcance a bola, quase sempre terá que espalmar para o meio da área, onde você terá boas chances de marcar no rebote.

Chute de Trivela

O chute de trivela fez muito sucesso no “FIFA 2018” e voltou com ainda mais possibilidades na versão deste ano. Para chutar dessa forma, basta posicionar o seu batedor de frente para a bola, mas um pouco para o lado da sua perna ruim, fazendo com que o lado externo do pé bom fique bem ao lado da bola.

 Mire para formar uma diagonal perfeita entre a bola e seu jogador, geralmente focando bem para fora do gol.

Aplique a força necessária de acordo com a distância, de uma barra e meia a duas para faltas mais próximas e aproximadamente 3 barras para faltas mais distantes e direcione o analógico esquerdo para o gol até que a bola atinja as redes.

O chute de trivela pode facilitar a batida em posições que não são boas para o batedor

Imagem: Reprodução

Esse chute é ideal para que tem potência e curva nos atributos. Ele também pode ser aplicado em times que tem somente um bom batedor, sendo bem eficiente no lado que não favorece as cobranças com a perna boa do atleta.

Usando mais de um batedor 

Existem várias opções quando mais de um batedor está posicionado para a cobrança. A primeira e mais óbvia é bater direto com o atleta que você não está controlando, enganando o adversário. Para bater direto com o segundo cobrador, pressione R1/RB mais o botão de chute. Para utilizar o terceiro cobrador, pressione L2/LT mais o botão de chute.

É possível também fingir que vai chutar com um desses cobradores, bastando pressionar X/A antes que ele chegue na bola. Outra tática é encostar na bola ou passar ela para quem vai chutar. O segundo cobrador pode encostar ou passar a bola pressionando X/A mais R1/RB. Já o terceiro usando L2/LT mais X/A. A força vai determinar o tipo do passe.

Usar mais de um batedor pode enganar a defesa adversária

Imagem: Reprodução

Cobrança de Letra

Uma novidade dessa versão é a cobrança de letra do Cristiano Ronaldo. Somente ele tem essa perícia no jogo e portanto só quem possui ele no time tem essa oportunidade.

Para efetuar esse tipo de cobrança, a falta tem de ser cobrada próxima a meia lua da área.

Mire no gol e pressione X no Xbox ou Quadrado no PS4 com aproximadamente uma barra e meia de força, segurando sempre o analógico para a direita e veja a mágica acontecer. O resultado será um adversário humilhado.

CR7 pode cobrar faltas de letra no Fifa 19

Imagem: Reprodução

Dicas Finais

Em cobranças de faltas o treino é o mais importante. Durante os jogos, as oportunidades que você terá para cobrar serão poucas e geralmente em posições nem sempre confortáveis para acertar os chutes, portanto quanto mais você treinar com o seu batedor, mais estará preparado para converter em gols as oportunidades.

Teste e decore todos os tipos de cobrança e adapte a técnica aos atributos do seu jogador. Com isso você logo estará fazendo as cobranças de forma automática e somando mais um meio de definir as partidas ao seu repertório.

Assista nossa análise de “FIFA 19”

Siga o UOL Start no

Conheça a história da franquia “FIFA”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*