Como baixar e executar torrents: 6 passos (com imagens)

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Quer fazer o download Lumion 10? Preparamos para você um tutorial super fácil para te ajudar a baixar e instalar  na versão de teste por 14 dias.

Se você prefere um tutorial mais guiado e com imagens, você pode assistir ao vídeo acima, ou se preferir, você pode seguir os passos abaixo. Lembrando que todos os passos são válidos para o baixar o Lumion (download Lumion) em qualquer versão, não somente o Lumion 10.

Como baixar o Lumion 10

Para começar você precisa acessar o site do Lumion e fazer o seu cadastro. É interessante que ao entrar no site, você traduza ele para o português. Para isso, basta clicar com o botão direito e selecionar ‘traduzir para o português”.

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Essa versão de teste foi desenvolvida exatamente para te ajudar. Com ela você pode testar o programa, conferir se o seu computador roda ele, se sua placa de vídeo vai aguentar ele, e se você vai se adaptar.

Além disso ele possui Live Sync, então você pode importar diretamente seus projetos do Sketchup e Revit.

Infelizmente você não tem toda a biblioteca disponível. Na versão de teste apenas 15% da biblioteca está disponível. Também não é possível abrir as cenas salvas nessa versão em outras versões.

Todas as imagens ou animações feita aqui, vão sair com marca d’água. Com os 14 dias é perfeitamente possível conhecer e entender como funciona o programa.

Veja também:  Renderizar Proporção diferente no Lumion: [ 2 Dicas ]

Passo 1: Preencher o cadastro

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

  • Para conseguir fazer o download do Lumion, você vai precisar preencher seus dados, são eles:
  • Nome e sobrenome;
    Ocupação;
    Empresa ( se possuir);
    País ;
  • Email.

Selecione o botão de “ eu concordo com o Contrato de licença e em seguida o “Obter avaliação”.

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Passo 2: Verifique seu e-mail

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Algumas vezes o e-mail pode acabar indo para a caixa de lixo eletrônico ou spam. Verifique lá caso ele não tenha chegado para você na caixa de entrada. Ao abrir o e-mail, irá aparecer um botão de “ Download Lumion”, clique nele. No mesmo e-mail deve constar as informações para ativar a licença.

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Passo 3: Download Lumion

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Assim que você conseguir baixar o Lumion, clique para abrir o arquivo. A primeira coisa que aparece já são os espaços para o código de ativação. O código de ativação estará no e-mail que você recebeu. Basta copiá-lo e clicar ok. Por ser um programa mais pesado, ele demora um tempo para finalizar o download. O meu demorou cerca de uma hora.

Como instalar o Lumion 10

Passo 1: Inicie a instalação

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Com a versão de teste baixada. O primeiro passo é abrir a pasta, selecione o arquivo e  clique em abrir, ou simplesmente dê dois cliques rápidos. Clique em Next até aparecer a opção  “install” que é instalar. Clique nela. Agora é só esperar a conclusão da instalação. Com esse processo finalizado seu Lumion já está pronto. Basta encontrar o ícone do Lumion e clicar para abrir.

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Passo 2: Finalização

A primeira coisa que aparece na tela ao abrir o Lumion é o termo do usuário. Clique em “agree” para aceitar. A segunda janela que aparece é uma solicitação de contribuição para que o Lumion registre os fluxos. Clique em “não”.

Em seguida o programa vai fazer um teste de desempenho que nada mais é do que uma checagem do computador. Quando terminar, seu Lumion está pronto para uso.

Se você conseguiu seguir todos os passos, sua instalação foi concluída com sucesso!

Veja também:  57 Atalhos Universais do LUMION

Espero que tenha dado tudo certo e esse tutorial possa ter te ajudado!

Conte para nós se deu tudo certo. Você conseguiu instalar? Este tutorial te ajudou? Você tem alguma dúvida? Só deixar seu comentário abaixo.

Requisitos mínimos para instalar o Lumion 10

Visando uma experiência mais suave e eficiente para seus usuários os requisitos mínimos de hardware foram atualizados.

Para baixar o Lumion, você vai precisar de um computador com uma placa gráfica rápida e com bastante memória, além claro, da conexão com a internet. Os requisitos mínimos são:

  • PLACA DE VÍDEO G3DMARK DE 6000 OU MAIS;
  • PLACA DE MEMÓRIA 3GB ou mais;
  • SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 10 64-bit;
  • PROCESSADOR Intel / AMD com CPUMark de 2000 ou mais;
  • RESOLUÇÃO 1920 x 1080 pixels;
  • MEMÓRIA RAM 16 GB ou mais
  • DISCO RÍGIDO SATA3 SSD com mínimo de 30GB de espaço livre.

É importante lembrar que essas são as configurações básicas necessárias mas não recomendadas, com estas configurações será possível somente a realização de cenas simples como um parque pequeno ou prédio residencial de porte menor. Esta configuração não será capaz de lidar sem problemas com os recursos avançados da Lumion.

Para ser capaz de executar designs ultra complexos e cenas com vários recursos avançados como por exemplo uma cidade, aeroporto, estádio ou um edifício de vários andares altamente detalhado com interior composto por muitos modelos e texturas HD e rodar tudo sem problemas as configurações recomendadas pelos próprios desenvolvedores do programa são:

  • PLACA DE VÍDEO G3DMARK DE 16.000 OU MAIS;
  • PLACA DE MEMÓRIA  11GB ou mais;
  • SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS 10 64-bit;
  • PROCESSADORIntel / AMD com CPUMark de 2.500 ou mais;
  • RESOLUÇÃO 1920 x 1080 pixels;
  • MEMÓRIA RAM 64 GB ou mais;
  • DISCO RÍGIDO NVME m.2 Hard Drive com mínimo de 30GB de espaço livre.

Veja também:  Lumion 10: Tudo sobre essa Versão e 15 Novidades

Se você está considerando comprar um novo computador, as configurações acima são as recomendadas para que você possa aproveitar ao máximo os recursos oferecidos pelo programa.

Curso de Lumion

Conheça o nosso curso completo de Lumion e eleve a qualidade dos seus projetos. Acesse.

Bônus – Como baixar e instalar o Lumion 7.5

Se você prefere baixar o Lumion 7.5, veja o vídeo:

Conclusão

Você conseguiu fazer o download Lumion? A instalação deu certo? Conte para mim nos comentários.

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Sou Leandro Amaral, técnico eletrotécnico desde 2011, professor de cursos online desde 2013 e arquiteto desde 2016.

Assim como apresentar projetos de qualidade mudou a minha vida, acredito realmente que pode mudar outras e desse modo quero compartilhar isso com o maior número de pessoas possível.

Ensino meus alunos a despertarem seu potencial máximo na arte chamada Arquitetura. Junte-se a nós. CAU (Registro no Conselho de Arquitetura e Urbanismo): A117921-7.

arquitetoleandroamaral.com/sobre-mim/

error: Conteúdo protegido.

Android Studio: Tutorial completo do básico ao avançado (9 lições!)

Em 2012 eu comecei a me interessar por Android. Não me orgulho de ter entrado tão atrasado no mercado, uma vez que um colega de faculdade já havia me mostrado a plataforma em 2010, quando estava me formando.

Se eu tivesse dado atenção à época, quando qualquer app alcançava um volume grande de downloads, talvez toda minha carreira tivesse sido diferente.

Não que eu esteja reclamando do que consegui alcançar nestes 11 anos como desenvolvedor, mas né!

Mas o que eu estava me lembrando agora é que em 2012 era muito difícil programar para Android. Os aparelhos ainda eram poucos, menos ainda os que prestavam.  Android 2.3 era luxo e as ferramentas, terríveis. Usávamos muito Eclipse com os plugins do ADT.

Quando um atualizava, quebrava o outro, perdia muito tempo configurando a ferramenta. Logo descobri o MotoDev, um Eclipse modificado pela Motorola que já vinha pronto para programar para Android.

Leia também:  Como ampliar e diminuir imagens em um iphone ou ipod touch

Foi a ferramenta que mais utilizei até o lançamento oficial do Android Studio.

Ah, o Android Studio (suspiro)!

Tenho uma relação de amor e ódio com a ferramenta. Ao mesmo tempo em que ela tornou o desenvolvimento nativo para a plataforma muito mais fácil, ela acaba com os recursos da máquina onde você usa ela, principalmente seu espaço e IO de disco. Mas fazer o quê, não há bônus sem ônus.

E é dessa ferramenta que vou falar hoje. Não apenas falar, vou destrinchar tudo que sei sobre ela (e o que não sei vou pesquisar) para lhe entregar o post mais completo que você possa encontrar na Internet sobre o assunto. Um tutorial completo de Android Studio, do básico ao avançado.

Vou falar aqui de (clique para ver algum tópico específico que mais lhe interesse):

Tem algum tópico que você gostaria de saber e que eu não cobri aqui? Me manda nos comentários!

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

#1 – Como baixar e instalar o Android Studio?

O Android Studio é a ferramenta oficial para desenvolvimento Android. Apesar dos seus contras e de existirem alternativas (como listo na dica #12), ele ainda é a melhor opção.

Para baixar, acesse o site oficial da ferramenta neste link. A página detecta seu sistema operacional e lhe fornece a versão mais atualizada da ferramenta. Após baixar, dê um duplo-clique nele para instalar na sua máquina.

Assim que ela terminar de instalar, execute-a para que sejam efetuadas as primeiras atualizações e você possa finalmente utilizá-la.

#2 – Como e por que manter o Android Studio atualizado?

Assim que você instala a ferramenta, a mesma já executa uma atualização de suas dependências. No momento em que escrevo este post ela está versão 2.3.

1, mas todo mês sai alguma atualização nova: updates de segurança, de performance, para corrigir bugs, etc.

Além disso não é apenas o Android Studio em si que atualiza, mas sempre tem alguma de suas dependências para atualizar. E são muitas:

  • novos SDKs surgem para as novas e antigas versões do Android
  • atualização da ferramenta de compilação (Android Build Tools)
  • novos Add-ons para facilitar a sua vida enquanto desenvolvedor
  • novas versões do Gradle, o gerenciador de build do Android Studio

E essas são apenas algumas!

Para manter o Android Studio atualizado é bem simples, pois a própria ferramenta te avisa quando saem novas atualizações dela própria, bastando aceitar o download e reiniciar a mesma quando solicitado. Ainda assim, você pode mandar verificar atualizações manualmente, usando a opção Android Studio > Check for updates.

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

É importante manter sua ferramenta atualizada para evitar exploits de segurança que possam ser usados por pessoas maliciosas e até mesmo para que a performance da ferramenta (que não é lá grande coisa) fique um pouco melhor.

#3 – Como baixar os pacotes corretos do Android SDK Manager?

O Android Studio possui integração com o SDK Manager, a ferramenta que gerencia as versões e add-ons de desenvolvimento Android presentes na sua máquina. Você consegue acessar o SDK Manager a partir da splash screen, no meu Configure como abaixo:

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Por dentro da ferramenta você também pode acessar o SDK Manager a partir do menu Tools > Android > SDK Manager:

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

E usando o ícone presente na toolbar (é o Android com a seta de download):

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Qualquer uma das opções vai te levar até a seguinte tela do SDK Manager:

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Nesta janela temos algumas informações bem importantes que valem ressaltar:

No topo, temos o caminho onde o SDK do Android está instalado na sua máquina. Certifique-se de que este local possui muito espaço em disco disponível, tipo uns 20GB, só pra garantir.

Logo abaixo, temos três abas, sendo a primeira a que mostra as versões de plataforma Android que você possui na sua máquina e que consequentemente conseguirá criar apps. O jeito mais fácil (e que mais ocupa espaço) de instalar esses SDKs é apenas marcando o checkbox correspondente e mandando instalar. Mas há uma maneira mais inteligente, que vou falar mais adiante.

Por ora, certifique-se de que você possui ao menos a versão mais recente instalada, Nougat no meu caso, como pode ver na imagem.

A segunda aba mostra as ferramentas e add-ons das plataformas, como na imagem abaixo:

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Aqui não precisamos de muita coisa, mas ao menos você terá de ter sempre a versão mais recente instalada do Android SDK Build-Tools, do Android Emulator, do Android SDK Platform-Tools e do Android SDK Tools. Quando sai alguma atualização desses elementos geralmente a ferramenta avisa, mas não custa nada abrir essa tela de vez em quando para checar por você mesmo.

  • A terceira aba mostra apenas as URLs dos repositórios de onde as dependências estão sendo baixadas e, a menos que você tenha certeza do que está fazendo, não deve mexer aí.
  • E por fim, eu mencionei no início desse tópico de que tinha um jeito melhor de baixar as dependências que não apenas marcando o checkbox da versão do Android, não é mesmo?
  • Pois bem, primeiro, volte à aba inicial do SDK Manager e marque o checkbox inferior-direito que diz “Show package details”. Agora você deveria ver uma árvore de dependências muito mais intrincada, como segue:

Instalação do ZaraRadio completo com Hora Certa e em Português

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

  • Para instalação do Zara Rádio em Português e com Hora Cerca, faça o download abaixo:
    Clique no link para Download do Zara Rádio
  • Após baixar os arquivos, extraia ele, fazendo o seguintes passos:
    Selecione o arquivo zararadio-completo e clique com o botão direito do mouse, em seguida em “Extrair aqui.Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)
  • Após extrair, execute o arquivo ZaraRadio162 e siga os passos da imagem abaixo:
  1. Selecione a princípio o idioma English, após a instalação faremos a tradução para o Português, clique em OK
  2. Clique em Next
  3. Selecione a opção I accept the agreement e em seguida clique em Next
  4. Clique em Next
  5. Clique em Next
  6. Marque a opção Create a dektop icon
  7. Clique em Install
  8. Em seguida, antes de terminar a instalação desmarque a opção Lauch ZaraRadio, pois não será necessário abrir ele agora
  9. Clique em Finish

Volte a pasta aonde foi extraído os arquivos inicialmente e copie as duas pastas Lang e Time, clicando com o botão direito sobre as duas e em seguida em Copiar.
Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Após clicar em copiar, volte ao Desktop de seu computador e em seguida clique com o botão direito do mouse sobre o ícone do ZaraRadio e em seguida em “Abrir local do Arquivo“.
Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Leia também:  Como alisar seu cabelo sem perder o volume (com imagens)

Ao abrir a pasta do programa ZaraRadio, cole os dois arquivos que copiamos e marque a opção “Fazer isso para todos os itens atuais“, em seguida em Continuar.
Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)
Após copiar e terminar, já está pronto a configuração do seu ZaraRadio, ele já estará instalado e configurado em Português e com Hora Certa, basta abrir e clicar em OK e começar a utilização.
Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Receba em seu e-mail dicas de ZaraRádio, streaming, vinhetas, programetes e muito conteúdo gratuito!

Esperamos que tenha ajudado, não deixe de deixar um comentário e um feedback.
Um abração!

Como baixar a ISO do Windows 10 original em português PT-BR

Saiba como fazer o download da imagem ISO do Windows 10 em português tanto na versão x86 (32 bits) quanto da versão 64 bits (x64) direto da Microsoft.

A Microsoft fez mudanças drásticas na forma que está entregando e distribuindo o Windows 10 tanto para aqueles que estão fazendo a atualização do Windows 7 ou 8 para o 10, quanto para aqueles que precisam baixar a imagem ISO e fazer uma instalação limpa em seu computador, notebook ou tablet.

Há um tempo a Microsoft estava disponibilizando para download os arquivos ISO do Windows 7 através de links públicos e diretos. O problema era que as imagens puras e sem alterações estavam sendo utilizadas por piratas.

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Então a maneira da distribuição das imagens foi alterada. Agora você deve baixar um programa chamado de Media Creation Tool. Esta ferramenta de criação de mídia irá lhe auxiliar a baixar o Windows 10 completo de um servidor oficial sem quaisquer alterações feitas por terceiros e nem malwares como vírus e trojans.

Além disso, você poderá escolher se quer a versão de 32 bits (x86), de 64 bits (x64) ou ambas. Podendo também selecionar se já quer baixar e montar em um pendrive ou apenas baixar a imagem ISO para escolher depois se quer colocar em um pendrive ou DVD.

Isso é muito melhor do que se arriscar a baixar a ISO do Windows 10 em sites de compartilhamento de arquivos e torrent.

Já que ninguém sabe o que estas versões do Windows 10 têm nele, já que na maioria das vezes quem baixa o sistema operacional destes sites acaba tendo um sistema instável, que dá travada e que oferece um rootkit, adware, spyware e outras pragas que não são detectadas pelos antivírus que for instalar posteriormente.

Este método de download é recomendado para quem quer fazer uma instalação limpa “do zero”, apagando todo o HD ou SSD para instalar este novo Windows 10 ou fazer dual boot com outros sistemas que já estejam instalados em seu computador. Quem quer atualizar o Windows (passar do Windows 7 ou 8 para o Windows 10) deve fazer isso.

Antes de se empolgar e começar a baixar o novo sistema, tenha certeza de que seu computador, notebook ou tablet possui os requisitos mínimos exigidos pelo Windows 10. Caso contrário poderá perder tempo com um sistema que não irá instalar ou mesmo ficará inutilizável.

Requisitos mínimos do Windows 10

Se você usa o Windows 7, 8 ou 8.1 e o sistema roda tranquilamente em seu equipamento, então é bem provável que você consiga rodar o Windows 10 sem maiores problemas.

Mas os requisitos mínimos são:

  • Processador: 1 gigahertz (GHz) ou mais rápido;
  • Memória RAM: De 1 GB (gigabyte) para a versão 32-bit ou 2 GB para a de 64-bit;
  • Espaço em disco ou SSD: O Windows 10 ocupa 16 GB de espaço para ser instalado na versão 32 bits e 20 GB para a versão de 64 bits;
  • Placa de vídeo: Uma placa de vídeo que seja compatível com DirectX 9 ou posterior com driver WDDM 1.0;
  • Resolução de vídeo mínima: 800×600 pixels;

E como eu baixo os arquivos ISO do Windows 10 original?

Antes de baixar, certifique-se de que tem mais de 3GB de espaço na unidade em que vai colocar a imagem do Windows 10 (pendrive, cartão de memória, HD, etc).

1. Você precisa baixar e instalar a ferramenta de criação de mídia da Microsoft por um destes links abaixo conforme a versão de sistema do Windows que está usando:

2. Após baixar, execute o aplicativo.

Na primeira opção (“Atualizar este computador agora”) o programa ira instalar as atualizações necessárias em seu atual sistema operacional para que possa passar do Windows 7 ou 8 para o Windows 10 sem perder seus arquivos e programas atualmente instalados.

Na segunda opção (“Criar mídia de instalação para outro computador”) você poderá selecionar a imagem do Windows 10 para fazer uma nova instalação em seu computador ou outro que queira instalar o sistema. Como queremos baixar a imagem ISO, escolha esta opção.

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

3. Na próxima tela selecione o idioma, a edição ou versão do Windows 10 e a arquitetura (32 bits, 64 bits ou ambas).

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

4. Agora deverá escolher o destino em que a imagem ISO do Windows 10 deverá ser baixada:

  • Unidade flash USB: Baixa e prepara a unidade USB, como o pendrive pronto para instalação via Boot (quando você reinicia o computador com o pendrive plugado em uma porta);
  • Arquivo ISO: Baixa o arquivo ISO do Windows 10 para que possa escolher depois o que deseja fazer (colocar em um pendrive, gravar em um DVD, instalar em uma máquina virtual);

Nós escolhermos a segunda opção, mas você poderá escolher a que mais lhe satisfaz.

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

5. Pronto, basta agora seleciona o destino onde a imagem ISO deve ser armazenada e o download do Windows 10 original versão Home ou Professional será baixada.

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Depois que estiver com o Windows 10 você pode usar este tutorial para aprender como colocar fazer um dispositivo USB ou DVD bootável para poder instalar o Windows 10.

AnyDesk | Sua Aplicação de Áreas de Trabalho Remota para o Windows 10

Usamos Cookies. Pode optar por não participar e desativá-los no nosso Configurações dos Cookies. Para mais informações, veja o nosso Política de Privacidade. Usamos Cookies. Opte por sair no nosso Configurações dos Cookies. Veja também o nosso Política de Privacidade. OK

keyboard_arrow_up
Use nossa solução de escritório em casa (home office) – Clique aqui para saber mais

  • Conecte o ambiente de trabalho de dispositivos e servidores individuais Windows através de acesso remoto
  • Ative o suporte instantâneo e a administração em tempo real através do controle remoto de todos os dispositivos Windows conectados à rede
  • Aproveite uma conexão remota de áreas de trabalho Windows mais fluida, devido aos impressionantes frames do AnyDesk e à banda larga eficiente e latência imperceptível.
  • Trabalhe em equipa com mais facilidade e comunique online usando o acesso remoto a áreas de trabalho Windows

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Com o desempenho fluído do AnyDesk, pode estabelecer conexões perfeitas entre desktops no Windows e oferecer um suporte remoto excelente aos seus clientes.

Videoconferências e compartilhamento de arquivos serão mais fáceis que nunca.

Personalize o seu software com a sua própria marca e logótipo, destaque a sua identidade corporativa e torne a sua app de acesso remoto ainda mais confiável para os seus parceiros.

Como Baixar e Executar Torrents: 6 Passos (com Imagens)

Descarregue a app de 3 MB e finalize tarefas urgentes em qualquer lugar com a interface amigável do AnyDesk.

Leia também:  Como aprender a jogar golfe: 8 passos (com imagens)

AnyDesk não só é compatível com o Windows 10, mas também com muitos outros sistemas operativos e várias versões, incluindo iOS, MacOS, Linux e Android.

Além disso, o AnyDesk facilita o gerenciamento dos seus contatos e conexões de desktops remotos, assim como a administração de todas as configurações do Windows, para que se possa concentrar mais nos seus projetos e menos na sua administração.

A abrangente tecnologia de encriptação TLS 1.2 da AnyDesk e a verificação incessante de conexões garante privacidade ponta a ponta e protege os seus dados. Apenas pessoas autorizadas podem exigir acesso remoto ao seu PC via AnyDesk. Com o AnyDesk para Enterprise, pode estabelecer uma rede privada autónoma que protege totalmente os seus dados enquanto utiliza Windows.

O AnyDesk Remote Desktop Software para desktops remotos do Windows é ajustado para os dispositivos Windows mais recentes e também é compatível com as versões anteriores.

O AnyDesk para a Área de Trabalho do Windows 10 tem um design leve e pode ser descarregado de forma rápida e segura. Pode iniciar instantaneamente o controle remoto de dispositivos Microsoft.

As atualizações do AnyDesk para áreas de trabalho remotas do Windows 10 são constantes e gratuitas.

Primeiros passos com Raspberry Pi e Linux 51

A placa Raspberry Pi é o que podemos chamar de um mini computador, permitindo que você rode editores de texto, planilhas, navegue na internet e até desenvolva programas usando, por exemplo, Python ou Java. Neste tutorial vamos explicar como montar uma configuração de Raspberry Pi e Linux instalando o Raspbian e também mostrar os primeiros passos de programação utilizando Python.

Falando mais especificamente do hardware, a Raspberry Pi tem o tamanho aproximado de um cartão de crédito, possuindo diferentes versões. A mais recente é a Raspberry Pi 3, que tem processador de 1.2GHz e 1GB de memória, wifi e bluetooth integrados.

Outras versões comuns são a Raspberry Pi 2, com processador de 900Mhz e 1GB de memória, e a sua antecessora, a Raspberry Pi versão B+, com processador de 700MHz e 512MB de memória. A placa Raspberry Pi Permite, assim como o Arduino, que você ligue sensores, displays e outros componentes utilizando o conector GPIO de 40 pinos.

GPIO significa General Purpose Input/Output, ou Entrada e saída de uso geral, em tradução livre.

Essas três versões da placa tem 4 portas USB, saída de áudio e vídeo composto no mesmo conector, porta HDMI e conectores para câmera e display, além do conector de 40 pinos GPIO. Não possui HD (disco rígido), mas você pode utilizar um HD externo ligado à uma das portas USB, ou então armazenar os arquivos no cartão microSD, cujo slot está localizado na parte de trás da placa.

Esse slot para cartão microSD, inclusive, é uma parte importante do Raspberry, pois é através de um cartão como esse que iremos instalar o Raspbian, um sistema operacional baseado em Linux e otimizado para uso com o Raspberry.

Instalando o Raspbian

Neste tutorial vamos abordar a instalação do Raspbian em uma placa Raspberry Pi 3, mas o procedimento é o mesmo para todas as placas da linha Raspberry. Em primeiro lugar, vamos conectar alguns periféricos para facilitar a instalação e configuração da placa:

Nesse ponto, será necessário primeiro preparar o cartão SD com o Sistema Operacional, portanto, aguarde um pouco para ligar a fonte de alimentação no Raspberry.

Preparando o cartão SD

Coloque o cartão SD no computador e formate-o em FAT ou FAT32. Para melhores resultados, utilize o SD Formatter, disponível nesse link.

Vá até a seção de downloads do site oficial do Raspberry Pi Foundation (www.raspberrypi.org) e procure pelo download Noobs – Offline and network install, clique em Download ZIP  para baixar o arquivo:

  • O Noobs é uma das formas mais simples e práticas de instalar o sistema operacional para o Raspberry, pois é um pacote que contém várias versões do SO, com uma interface que facilita o processo de instalação.
  • Descompacte o Noobs (a versão que utilizamos é a NOOBS_v1_3_9.zip) e você terá uma estrutura de pastas como essa:
  • Copie todos esses arquivos para o cartão SD que você acabou de formatar.

Conectando o Raspberry Pi

Conecte o Raspberry ao monitor usando a saída HDMI e conecte o mouse e o teclado nas portas USB. Insira também o cartão microSD já com o Noobs copiado.

Conecte por último a fonte de alimentação. Nesse momento, os arquivos de inicialização copiados para o cartão microSD serão carregados.

Configurando a Raspberry Pi e Linux

Na tela inicial você verá apenas o Raspbian na lista. Se quiser verificar outras opções de distribuições que podem ser instaladas, selecione o ícone da conexão wifi na parte superior. Vamos utilizar o primeiro da lista, o Raspbian, que é um sistema operacional baseado em Linux e otimizado para utilização com o Raspberry.

Use as setas do teclado ou o mouse para selecionar  o  Raspbian, conforme destacado,  e clique em install no menu superior. Será exibida uma mensagem informando que o sistema operacional selecionado será instalado no cartão microSD, e todos os outros arquivos do cartão serão apagados. Clique em YES para confirmar.

A partir desse momento o cartão será preparado e o Raspbian instalado. Esse processo pode demorar um pouco:

Após a instalação, o Raspbian já entra diretamente na tela principal do sistema operacional:

Acendendo um led com o Raspberry Pi

Finalizada a instalação do sistema operacional Raspbian, temos uma configuração com Raspberry Pi e Linux. Podemos agora testar a parte do hardware da placa. Para isso, vamos utilizar um programa em Python que vai acionar uma das portas de entrada/saída da placa.

Conecte o led no conector GPIO seguindo o esquema de ligação abaixo. Utilizaremos apenas o pino 6 (GND), e o pino 12 (GPIO18). Na imagem abaixo temos o circuito montado em um Raspberry Pi 3, mas o mesmo circuito pode ser utilizado tanto na versão B como na B+:

Na tela inicial do Raspbian, clique no ícone IDLE3 e carregue a interface de programação do Python:

No menu FILE, clique em NEW FILE e digite o seguinte programa:

#Programa : Teste porta Raspberry Pi e Linux
#Autor : FILIPEFLOP

#define o tempo que o led ficara aceso ou apagado
tempo = 2

#Define biblioteca da GPIO
import RPi.GPIO as GPIO

#Define biblioteca de tempo
import time
GPIO.setmode(GPIO.BOARD)

#Define o pino 12 da placa como saida
GPIO.setup(12, GPIO.OUT)

#rotina para acender o led
def acendeled(pino_led):
GPIO.output(pino_led, 1)
return

#rotina para apagar o led
def apagaled(pino_led):
GPIO.output(pino_led, 0)
return

#Inicia loop
while(1):
#Acende o led
acendeled(12)
#Aguarda segundo
time.sleep(tempo)
#apaga o led
apagaled(12)
#Aguarda meio segundo e reinicia o processo
time.sleep(tempo)

No programa, colocamos os comandos para ligar e desligar o led em pequenas subrotinas (acendeled() e apagaled(), respectivamente), para mostrar o funcionamento desse tipo de estrutura em Python.

Pressione F5 para que o programa seja executado e o led comece a piscar em intervalos definidos pela variável TEMPO.

Gostou deste tutorial com Raspberry Pi e Linux? Deixe seu comentário logo abaixo. Em caso de dúvidas, caso queira trocar uma ideia, ou até mesmo dividir seu projeto, acesse nosso Fórum!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*