Como automatizar relatórios no excel (com imagens)

Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)VBA (Excel) – Usando a Câmera : Criando uma Imagem no Excel

Neste artigo vou mostrar como podemos usar a ferramenta Câmera do Excel para criar imagens do Excel e também mostrar como podemos automatizar esta tarefa usando a  linguagem VBA Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

Sabia que você pode usar o Excel gerar imagens instantâneas de suas planilhas ? 

Sim você pode.

Além disso você pode aliar esse recurso ao poder do VBA e alcançar feitos impressionantes. Vamos então aprender a usar a ferramenta Câmera do Excel.

  • Para isso vamos realizar as seguintes tarefas:
  • Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)
  • Incluir o ícone da ferramenta Câmera na barra de cesso rápido
  • Usar a ferramenta Câmera no VBA

Antes de ir para parte prática algumas considerações que você deve atentar se estiver iniciando agora com o Excel e com o VBA. Se já estiver familiarizado com esses conceitos vá direto para a parte prática.

Instruções aos novatos (só para que esta começando agora)

O Visual Basic for Applications (VBA) é uma implementação do Visual Basic da Microsoft incorporada em todos os programas do Microsoft Office, bem como em outras aplicações da Microsoft, como o Visio, e que foi também incorporada pelo menos parcialmente em outros programas de terceiros como o AutoCAD, Mathcad e WordPerfect. Ele substitui e estende as capacidades de anteriormente existentes linguagens de programação de macros específicas para as aplicações e pode ser usado para controlar a quase totalidade dos aspectos da aplicação anfitriã, incluindo a manipulação de aspectos do interface do usuário tais como menus e barra das ferramentas e o trabalho com formulários desenhados pelo usuário ou com caixas de diálogo. http://pt.wikipedia.org/wiki/Visual_Basic_for_Applications
  1. Eu estou usando o Microsoft Office Excel 2007,  o Microsoft Office Outlook 2007 e o sistema operacional Windows 10, e, portanto, o código deste artigo foi testado somente nestas versões e ambiente.
  2. Antes de prosseguir eu sugiro que você leia os seguintes artigos da seção VBA do site Macoratti .net
  3. Os recursos usados no projeto deste artigo foram:
  • Microsoft Excel versão 2007;
  • Conhecimentos básicos sobre planilhas , células, e Visual Basic;

Antes de iniciar temos que realizar duas configurações no Microsoft Excel 2007:

  • Ativar a guia do desenvolvedor;
  • Habilitar a execução de macros;
  • Obs: A necessidade de habilitar a execução de macros é que por padrão, o Excel coloca um nível de segurança mais elevado pois, códigos maliciosos podem ser executados em scripts através de macros no Excel.
  • Vamos ativar a guia do desenvolvedor e logo  em seguida habilitar a execução de macros.
  • Para ativar a guia do desenvolvedor (se ainda não estiver ativa) siga os seguintes passos:
  • Abra o Excel 2007 e ative o Menu principal de opções clicando no botão superior a esquerda, conforme a figura abaixo;
Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

A seguir clique na guia Opções do Excel para abrir a janela – Opções do Excel;

Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

Nesta janela, selecione o item – Mais Usados – e a seguir marque o item – Mostrar guia Desenvolvedor na Faixa de Opções e clique no botão OK;

No menu do Excel selecione a guia do Desenvolvedor e em seguida clique em Segurança de Macro;

Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

Na janela Central de Confiabilidade selecione a opção – Configurações de Macro – e marque o item para habilitar todas as macros conforme a figura abaixo:

Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)
  1. Pronto , feito isso já podemos iniciar o desenvolvimento da aplicação VBA no Excel 2007.
  2. Incluindo o ícone da ferramenta Câmera na barra de ferramentas de acesso rápido do Excel
  3. Abra então o Excel 2007, será aberta uma planilha em branco. Clique no botão no canto superior a esquerda para abrir o menu principal de opções;
  4. Selecione a opção Salvar como e clique no item : Pasta de Trabalho Habilitada para Macro do Excel;
Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

Em seguida informe o nome do arquivo : VBA_UsandoCamera

Será aberta o arquivo Excel exibindo as três planilhas padrão: Plan1, Plan2 e Plan3;

1 – Clique na seta para exibir o menu – Personalizar Barra de Ferramentas de Acesso Rápido – e a seguir clique em : Mais Comandos…

Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

2 – Na janela Opções do Excel abra as opções: Escolher comandos em : da caixa de combinação e selecione a opção Comandos Fora da Faixa de Opções…

Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

3- Procure pelo opção Câmera e a selecione. Depois clique no botão Adicionar. Você verá o ícone ser visto na caixa de listagem da direita. Clique no botão OK.

  • 4- Pronto ! Você verá o ícone da Câmera no barra de ferramentas de de acesso rápido:

Agora é só usar o recurso…

Como exemplo temos a seguir uma planilha básica e simples. Selecione o intervalo de células que deseja gerar a imagem e clique no ícone da Câmera:

Depois arraste a seleção e a imagem será exibida, onde você pode copiar, colar, recortar, etc. fazer o que quiser com a imagem.

  1. Usando a Câmera no VBA
  2. Agora vamos automatizar a tarefa de gerar a imagem usando o VBA.
  3. Vamos supor que desejamos tirar 'uma foto' da planilha acima, no intervalo B1 a G6.
  4. Inclua um botão de comando na planilha criada.
  5. Clique na guia do Desenvolvedor e a seguir clique em Inserir e selecione o controle Botão :
  6. Após selecionar o Botão coloque-o na planilha Excel. Fazendo isso de imediato será aberta a janela atribuir macro;

Informe o nome da macro. No exemplo eu usei o nome GerarImagem.

  • Clique no botão Novo:
  • O Editor Visual Basic será aberto com um novo módulo criado e a macro pronta para receber o código.
Sub GerarImagem() Dim intervalo As Range 'define o intervalo Set intervalo = Range(“B1:G6”) 'Copia a Imagem do intervalo selecionado intervalo.CopyPicture Appearance:=xlScreen, Format:=xlPicture 'Cola a imagem a partir da célula indicada Range(“B8”).PasteSpecial Application.CutCopyMode = False End Sub

Temos aqui o código da macro GerarImagem que gera a imagem para o intervalo B1:G6 e cola a imagem a partir da célula B8.

Retorne ao Microsoft Excel e a seguir selecione o botão e altere o nome de Botão 1 para Gerar Imagem:

Pronto ! agora podemos abrir a planilha Excel e clicar no botão Gerar Imagem para obter a imagem:

Pegue a planilha com o código VBA aqui: VBA_UsandoCamera.zip

(Disse Jesus)Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. Mas, em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos dos homens. Mateus 15:8,9

José Carlos Macoratti

Da pasta de trabalho do Excel para um relatório incrível no serviço do Power BI – Power BI

  • 08/12/2019
  • 4 minutos para ler

Sua gerente deseja ver um relatório sobre os números de vendas mais recentes combinado com as impressões da última campanha no final do dia.Your manager wants to see a report on your latest sales figures combined with your last campaign impressions by the end of the day. Porém, os dados mais recentes residem em vários sistemas de terceiros e em arquivos em seu laptop.But the latest data resides on various third-party systems and on files in your laptop. No passado, levava várias horas para criar visuais e formatar um relatório e você começava a se sentir ansioso.In the past, it’s taken hours to create visuals and format a report, and you’re beginning to feel anxious.

Não se preocupe.No worries. Com o Power BI, é possível criar um relatório impressionante em pouco tempo.With Power BI, you can create a stunning report in no time.

Neste exemplo, carregaremos um arquivo do Excel de um sistema local, criaremos um relatório e o compartilharemos com colegas, tudo de dentro do Power BI.In this example, we’ll upload an Excel file from a local system, create a new report, and share it with colleagues, all from within Power BI.

Preparar seus dadosPrepare your data

Vamos tomar um arquivo simples do Excel como exemplo.Let’s take a simple Excel file as an example.

  1. Antes de carregar o arquivo do Excel no Power BI, você deve organizar seus dados em uma tabela simples.Before you can load your Excel file into Power BI, you must organize your data in a flat table.

    Em uma tabela simples, cada coluna contém o mesmo tipo de dados, por exemplo, texto, data, número ou moeda.In a flat table, each column contains the same data type; for example, text, date, number, or currency.

    Sua tabela deve ter uma linha de cabeçalho, mas não colunas ou linhas que exibam totais.Your table should have a header row, but not any columns or rows that display totals.

    Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

  2. Em seguida, formate os dados como uma tabela.Next, format your data as a table. No Excel, na guia Página Inicial, no grupo Estilos, selecione Formatar como tabela.In Excel, on the Home tab, in the Styles group, select Format as Table.

  3. Selecione um estilo de tabela para aplicar à sua planilha.Select a table style to apply to your worksheet.

    Sua planilha do Excel agora está pronta para ser carregada no Power BI.Your Excel worksheet is now ready to load into Power BI.

    Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

Carregar arquivo do Excel para o serviço do Power BIUpload your Excel file to the Power BI service

O serviço do Power BI se conecta a várias fontes de dados, incluindo arquivos do Excel que residem em seu computador.The Power BI service connects to many data sources, including Excel files that live on your computer.

  1. Para começar, entre no serviço do Power BI.To get started, sign in to the Power BI service. Se você ainda não se inscreveu, poderá fazê-lo gratuitamente.If you haven’t signed up, you can do so for free.

  2. Você deseja criar um novo painel.You want to create a new dashboard. Abra Meu workspace e selecione o ícone Criar.Open My workspace and select the Create icon.

    Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

  3. Selecione Dashboard, insira um nome e selecione Criar.Select Dashboard, enter a name, and then select Create.

    O novo dashboard é exibido, sem dados.The new dashboard displays, with no data.

    Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

  4. Na parte inferior do painel de navegação, selecione Obter dados.At the bottom of the nav pane, select Get data.

  5. Na página Obter Dados, na caixa Arquivos em Criar conta, selecione Obter.On the Get Data page, in the Files box under Create new content, select Get.

    Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

  6. Na página Arquivos, selecione Arquivo Local.On the Files page, select Local File.

    Navegue até o arquivo da pasta de trabalho do Excel em seu computador e selecione Abrir para carregá-lo no serviço do Power BI.

    Navigate to the Excel workbook file on your computer and select Open to load it into the Power BI service.

    Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

  7. Na página Arquivo Local, selecione Importar.From the Local File page, select Import.

Criar seu relatórioBuild your report

Depois que o serviço do Power BI importar seu arquivo do Excel, você começará a criar seu relatório.After the Power BI service imports your Excel file, you start building your report.

  1. Quando a mensagem Seu conjunto de dados está pronto for exibida, selecione Exibir conjunto de dados.When the Your dataset is ready message appears, select View dataset.

    O Power BI abre no Modo de exibição de edição e exibe a tela do relatório.Power BI opens in Editing view and displays the report canvas. No lado direito estão os painéis Visualizações, Filtros e Campos.On the right side are the Visualizations, Filters, and Fields panes.

    Observe que os dados de tabela da pasta de trabalho do Excel são exibidos no painel Campos.Notice that your Excel workbook table data appears in the Fields pane. Abaixo do nome da tabela, o Power BI lista os cabeçalhos de coluna como campos individuais.Under the name of the table, Power BI lists the column headings as individual fields.

    Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

  2. Agora você pode começar a criar visualizações.Now you can begin to create visualizations. Digamos que seu gerente quer ver o lucro ao longo do tempo.Let's say your manager wants to see profit over time. No painel Campos, arraste Lucro para a tela do relatório.In the Fields pane, drag Profit to the report canvas.

    Por padrão, o Power BI exibe um gráfico de barras.By default, Power BI displays a bar chart.

  3. Arraste Data à tela de relatório.Drag Date to the report canvas.

    O Power BI atualiza o gráfico de barras para mostrar o lucro por data.Power BI updates the bar chart to show profit by date.

    Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

    Dica

Aprenda a fazer uma planilha inteligente com respostas automatizadas

Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)
Como Automatizar Relatórios no Excel (com Imagens)

Uma das grandes vantagens do Excel é a possibilidade de automatização que ele possibilita para seus usuários. Ainda assim, cansei de ver planilhas sem uma única fórmula ou função. São coisas extremamente simples, mas que, pela falta de conhecimento no Excel, são deixadas de lado.

Por exemplo, já vi clientes com planilhas que ao invés de somar duas células com a função SOMA ou mesmo uma fórmula (=A1+A2), deixavam o espaço de resposta em branco, assim ele ia e somava. Imagina o trabalho? Nenhum ser humano deveria passar por esse trabalho que o seu computador pode fazer para você.

Planilha Inteligente com Respostas Automatizadas

Por isso, ter uma planilha de excel inteligente, totalmente automatizada, pode fazer toda a diferença na hora de analisar os dados e decidir quais ações deverão ser tomadas a seguir. Os resultados são apresentados de forma imediata e sem risco de erros tornando o trabalho do gestor muito mais prático e eficiente.

Automatizar uma planilha de Excel para o seu uso de forma inteligente é uma tarefa bem simples e significa economizar tempo com cálculos manuais ou outros tipos de cálculos simples, além de obter resultados com exatidão. Este post vai mostrar o quão fácil e importante é ter uma planilha de Excel automatizada para facilitar o trabalho do gestor.

Automatização dos resultados com funções

Uma célula com valor, na planilha, irá apresentar resultados automatizados e deverá divergir sempre que houver alterações nos dados inseridos para a mensuração. Funções como SOMASE e PROCV podem contribuir para a automatização da planilha de Excel.

1 – Aplicando a função SOMASE:

Essa função é condicionada a alguns critérios, tais como: intervalo (área destinada aos dados a serem analisados), critério (uma determinada categoria a ser somada. Exemplo: valores relacionados à “Livro” descrita na planilha) e intervalo_soma (toda a área a ser somada em termos de valores numéricos).

Nesse tipo de planilha os lançamentos se definem em entradas e saídas, em espécie.

Os dados necessários para a formação da planilha estão classificados na coluna “D” e “E”, Classificação e Plano de Contas, e “H” representando as datas de pagamento. Enquanto as colunas “G” e “I”, representam o valor pago e o saldo acumulado. Assim, para saber a soma dos valores considerando o Plano de Contas, aplica-se a função SOMASE.

Na planilha de exemplo temos a aba de “DRE” dentro de “Relatórios”. A fórmula SOMASE está aplicada para apresentar os resultados de forma automática. Abaixo da tabela principal, você poderá ver uma tabela com valores por item do plano de contas. Para ter o valor recebido em “Livro” para cada mês, a fórmula SOMASE é aplicada.

Para ter o resultado final com a soma de todos os meses, pode-se utilizar a seguinte fórmula:

  • Exemplo do mês de janeiro: “=SUMIFS(JAN!$G$5:$G$605;JAN!$E$5:$E$605;$D19)”:

JAN!$G$5:$G$605 – coluna de valores na aba de janeiro
JAN!$E$5:$E$605 – coluna “Plano de Contas” na aba de janeiro

$D19 – célula onde se encontra a palavra “Livro”

Em resumo, o comando passado para o Excel é “somar todos os valores da coluna G, quando o correspondente na coluna E é Livro”. Todos os meses estão em abas diferentes, porém usando a mesma fórmula. Dessa maneira, podemos obter o resultado automático de todos eles.

  • Utilizamos nesse exemplo a nossa Planilha de Fluxo de Caixa.
  • 2 – Utilizando a função PROCV: 

Na função PROCV, será considerada a planilha inteira com uma estrutura integrada. Esta função tem por objetivo uma procura virtual.

Utilizamos como exemplo a aplicação da função PROCV em uma planilha de controle de estoque de uma empresa. Nela, adicionamos nas linhas e colunas, os dados de produtos. A coluna “Nome do Produto” será a referência para localizar a informação desejada nas demais colunas.

Navegando na planilha, perceberemos que dentro de “Resultados Consolidados”, existe a aba “Análise Individual”. Nesta aba, o usuário escolhe um produto e a planilha deve buscar dados dele nas outras abas.

  1. Mantendo a coluna “Nome do Produto” sempre como a referência para esta função, inserimos “Prego” e formatamos a fórmula para buscar os outros valores.
  2. Vamos ver o exemplo da fórmula usada para buscar o Estoque Mínimo, na célula “D9”, que ficaria dessa forma: =PROCV($D$5;PG!$D$7:$E$1006;2;FALSO)
  3. Assim, temos:
  4. – Valor_procurado = $D$5 (local nesta aba onde está localizado o nome do produto “Prego”);
  5. – Matriz_tabela = PG!$D$7:$E$1006 (colunas com o nome do produto e o valor de estoque mínimo, usadas para cálculo da função na aba PG -> Cadastro de Produtos);
  6. – Núm_índice_coluna = 2 (Repare que ele considera a matriz com as colunas D e E, portando, E, onde está o estoque mínimo seria a segunda);
  7. – Procurar_intervalo = FALSO (ou “0” como valor aceito).
  8. Veja que, ao confirmar a inserção da fórmula, o estoque mínimo aparecerá de forma automática na célula designada.

Continue aplicando a fórmula para extender a função PROCV a toda planilha corretamente preenchida. Assim ela se tornará mais eficiente agregando agilidade na hora de buscar alguma informação.

3 – Automatização das respostas a partir dos resultados

Os resultados ainda podem ser demonstrados de forma automatizada dentro de um relatório. O uso da função CONCATENAR permite puxar este dado para inserir dentro de um texto e, assim, apresentar uma resposta automática.

  • Nesse exemplo vamos utilizar uma planilha de prospecção de clientes.
  • Veja na imagem abaixo como ficaria representado, em um texto de relatório, o mês que apresentou o melhor resultado de vendas, de forma automática.
  • Para ter uma resposta automatizada como essa, siga o passo a passo.

Escolha a célula da planilha onde prefere que o relatório apresente o resultado. Nesse exemplo escolhemos a célula “Q17”. Agora, vá na aba “Fórmulas” e escolha o tipo de fórmula “Texto” e em seguida “CONCATENAR”. A seguinte janela abrirá.

  1. De acordo com a nossa planilha de exemplo, os dados para a configuração dessa fórmula seria preenchida como na imagem a seguir.
  2. Aperte a tecla “ENTER” para confirmar e terá respostas automáticas em forma de relatórios em sua planilha de Excel.

Estas funções são alguns exemplos de fórmulas que podem automatizar os resultados. No entanto, existem outras diversas formas para tornar uma planilha inteligente e automática a partir do uso da variedade de fórmulas e funções que o Excel disponibiliza para os cálculos.

Para ter estas planilhas e obter ainda mais informações sobre automatização de resultados acompanhe o nosso blog.

Está com dúvidas? Entre no Fórum de Excel da LUZ e envie a sua pergunta!

Como Automatizar Relatórios no Excel

  1. 1

    Caso você queira trabalhar com dados que já estão armazenados em planilhas do Excel, dá para automatizar os relatórios com as macros. As macros são recursos que permitem fazer tarefas complexas e repetitivas de maneira automática.

  2. 2

    Abre o Excel. Dê um clique duplo (ou único, se estiver usando Mac) em um ícone que tem um “X” branco em um fundo verde e escolha “Pasta de trabalho em branco” na guia “Novo”.

    • Na versão do Mac, clique em Arquivo e em Nova Pasta de Trabalho no menu suspenso.
    • A planilha que você deseja automatizar já está pronta e salva? Abra-a diretamente dando um clique duplo no arquivo.
  3. 3

    Insira os dados da planilha. Você ainda não colocou os nomes das colunas e as informações? Faça-o antes de prosseguir.

  4. 4

    Habilite a guia de Desenvolvedor. A guia de Desenvolvedor não é mostrada por padrão no Excel. Siga os passos abaixo, de acordo com o sistema operacional da sua máquina:

    • Windows – clique em Arquivo > Opções (role até o final da tela). Na janela que se abrir, procure Personalizar a faixa de opções no lado direito e marque a caixa de seleção Desenvolvedor, que é um dos últimos itens de Guias Principais. Aperte o botão OK.[1]
    • Mac – clique em Excel > Preferências…. Localize Faixa de Opções e Barra de Ferramentas e marque a caixa de seleção “Desenvolvedor” que está presente em “Guias Principais”. Aperte o botão Salvar. [2]
  5. 5

    Clique na guia Desenvolvedor. Deve aparecer uma nova guia no canto direito e superior da janela. Aperte nela para abrir a barra de ferramentas correspondente.

  6. 6

    Aperte no botão Gravar Macro que está na barra de ferramentas. Deve abrir uma janela pequena.

  7. 7

    Dê um nome para a macro. No campo “Nome da macro”, insira um nome que o ajude a identificá-la.

    • Por exemplo, se estiver criando uma macro para desenhar um gráfico com os dados da planilha, chame-a de “Gráfico1” ou algo parecido.
  8. 8

    Defina um atalho de teclado para acionar a macro. Aperte ⇧ Shift e outra tecla (por exemplo, T) para executar a macro com um atalho.

    • No Mac, a combinação tem que ser ⌥ Option+⌘ Command e uma tecla (por exemplo, ⌥ Option+⌘ Command+T).
  9. 9

    Guarde a macro na pasta de trabalho atual. No menu do campo “Armazenar macro em”, escolha “Esta pasta de trabalho” para que ela fique disponível para todo mundo que acessar a pasta de trabalho.

    • Você tem que salvar o arquivo do Excel em um formato específico para gravar a macro.
  10. 10

    Pressione o botão OK. Pronto! Você salvou a macro e a colocou no modo de gravação. Tudo o que você fizer a partir de agora será gravado até que você clique em “Parar gravação”.

  11. 11

    Faça o que você deseja automatizar. O Excel monitora todos os cliques, teclas pressionadas e opções de formatação que você faz e os adiciona à lista de tarefas da macro.

    • Por exemplo, selecione os dados da tabela e crie um gráfico. Clique na guia Inserir, escolha o tipo de gráfico que quiser e configure-o.
    • Caso deseje criar uma macro que faça a soma das células A1 a A12, selecione uma célula vazia, digite =SUM(A1:A12) e dê ↵ Enter.
  12. 12

    Aperte o botão Parar gravação que fica na barra de ferramentas da guia Desenvolvedor. Assim, você encerra a gravação e salva tudo o que fez desde que criou a macro.

  13. 13

    Salve a planilha como um arquivo de Excel com macro. Clique em Arquivo > Salvar Como. Aperte no menu suspenso do campo Tipo e escolha Pasta de Trabalho Habilitada para Macro do Excel (*.xlsm). Digite o nome do arquivo, escolha o local do computador onde deseja salvar e pressione o botão Salvar.

    • Se você não alterar o tipo de arquivo, a macro não será salva como um componente da pasta de trabalho e outras pessoas não conseguirão usá-la em seus computadores.
  14. 14

    Execute a macro. Aperte a combinação de teclas que você escolheu durante a criação da macro. O Excel tem que repetir exatamente os mesmos passos que você executou.

    • Outra forma de iniciar a macro é clicar no botão Macros da guia Desenvolvedor, escolher o nome e apertar em Executar.

Office: Aprenda a vincular dados do Excel no Word e PowerPoint

O Excel é um ótimo programa para criar tabelas e gráficos estatísticos. Porém, muitas pessoas utilizam o Word para escrever relatórios periódicos utilizando dados do Excel, ou então, o PowerPoint para fazer apresentações com resultados estatísticos exibindo gráficos do Excel.

Para inserir dados e objetos do Excel no Word ou no PowerPoint, basta copiar e colar o conteúdo. No entanto, se esse trabalho for diário e as informações do Excel forem atualizadas, é necessário refazer esse procedimento todo dia.

Para economizar tempo, é possível vincular células e gráficos do Excel nesses programas e atualizar os dados automaticamente. Pode parecer difícil e complicado, no entanto, você só precisará usar o recurso Colar Especial. Veja como fazer a vinculação nas versões 2003 e 2007 do Microsoft Office.

Microsoft Office 2003

Com a planilha do Excel 2003 aberta, copie o conteúdo das células desejado. Abra o documento Word ou PowerPoint e selecione a opção Colar Especial no menu Editar. Em seguida, selecione a opção Colar Vínculo, localizada à esquerda da janela aberta. Procure pela opção “Planilha do Microsoft Office Excel: objeto” e clique em OK.

Isso também pode ser feito com Gráficos. Realize o mesmo procedimento descrito acima e selecione a opção “Gráfico do Microsoft Office Excel: objeto” na última janela.

Quando os dados do Excel forem alterados, o documento do Word será atualizado automaticamente, faça um teste. Caso isso não aconteça, clique com o botão direito do mouse no objeto e selecione a opção Atualizar Vínculo. Se isso também não resolver, verifique se o arquivo Excel está na pasta de origem.

Microsoft Office 2007

Para a versão 2007 do Office, o procedimento é basicamente o mesmo. Copie os dados das células do Excel e abra o documento do Word ou PowerPoint 2007. Na aba Início, clique no item Colar e selecione a opção Colar Especial. Em seguida, faça o mesmo procedimento descrito anteriormente.

Alternativamente, é possível usar as opções de colagem ao pressionar CTRL+C. Para isso, selecione as opções como indicado nas imagens abaixo:

Com essa dica, não será mais necessário copiar e colar os dados sempre que alterar alguma coisa no Excel. Lembre-se que os arquivos devem permanecer nas pastas de origem, ou então será necessário fazer todo procedimento novamente.

Esperamos que esta dica tenha sido útil para aqueles que trabalham duro para deixar seus relatórios sempre em dia. Quem sabe agora sobre um tempinho para tomar um cafezinho ou ver mais dicas do Office aqui no Baixaki.

Aprenda a Integrar Python e Excel

Uma das transformações que a linguagem Python trouxe é a possibilidade de automatizar tarefas repetitivas e desgastantes facilmente, e fazer com que o profissional do Século XXI ganhe tempo e produtividade em suas atividades.

Embora existam ferramentas mais poderosas de análise de dados (incluindo bibliotecas Python como pandas), o MS Excel ainda é uma ferramenta muito utilizada no mercado pela facilidade da interface para resulução de tarefas do dia-a dia. Porém, preencher planillhas do excel manualmente pode se tornar uma tarefa exaustiva e que consome muito tempo.

Nesse tutorial, vamos te ensinar a manipular arquivos e planilhas do excel usando Python para que você não perca mais tempo preenchendo a mesma planilha todos os dias.

openpyxl

Para isso, utilizaremos a biblioteca openpyxl. openpyxl é uma biblioteca escrita em Python e criada para ler e escrever em arquivos do Excel 2010, ou seja, cujas extensões são xlsx/xlsm/xltx/xltm.

Nascida da falta de uma biblioteca Python para manipular arquivos Office Open XML, o openpyxl reúne os recursos que você precisa para automatizar a manipulação de suas planilhas eletrônicas.

Instalar openpyxl

Como primeiro passo para trabalhar com a biblioteca instale-a executando no terminal de seu sistema operacional o comando:

pip install openpyxl

Let’s Code

Agora que temos o openpyxl instalado em nossa máquina, criaremos um Workbook (ou pasta de trabalho) instanciando um objeto dessa classe. Esse workbook conterá todas as planilhas que criaremos e manipularemos. Podemos pensar no workbook como um arquivo do excel, pois um arquivo excel contém uma ou mais planilhas assim como as planilhas contém dados.

from openpyxl import Workbook
arquivo_excel = Workbook()

Quando instanciamos um objeto workbook, por padrão, ele contém uma planilha chamada ‘Sheet1’. Para obtermos essa planilha que inclusive, é a planilha atualmente ativa, incluiremos o comando:

planilha1 = arquivo_excel.active

Podemos alterar o nome da planilha, atribuindo o valor desejado ao atributo title :

planilha1.title = “Gastos”

Criando novas planilhas

Para criar novas planilhas em seu arquivo do Excel, adicionaremos o método create_sheet. Como parâmetro obrigatório passaremos o título da nova planilha e como parâmetro opcional a posição que queremos inserir a nova planilha:

planilha2 = arquivo_excel.create_sheet(“Ganhos”)

ou
 

planilha2 = arquivo_excel.create_sheet(“Ganhos”, 0)

O atributo sheetnames do Workbook guarda em uma lista os nomes das planilhas criadas exatamente na ordem em que elas estão posicionadas em seu arquivo excel. Segue abaixo os comandos para você verificar as planilhas criadas e a ordem que elas estão postas em seu arquivo:

print(arquivo_excel.sheetnames)

Adicionando Dados a Planilhas

Veremos agora duas maneiras diferentes para adicionar dados a suas planilhas:

1 – Atribuido valores a elementos específicos

planilha1['A1'] = 'Categoria'
planilha1['B1'] = 'Valor'
planilha1['A2'] = “Restaurante”
planilha1['B2'] = 45.99

2 – Adicionando um Grupo de Valores a última Linha Escrita

Poderíamos também preparar todos os dados em uma lista de tuplas, no qual cada tupla será uma linha da planilha e então iterar escrevendo na planilha linha a linha.
 

valores = [
(“Categoria”, “Valor”),
(“Restaurante”, 45.99),
(“Transporte”, 208.45),
(“Viagem”, 558.54)
]
for linha in valores:
planilha1.append(linha)

3 – Utilizando o método cell

Utilizando o método cell, você deverá tratar a planilha como uma matriz de duas dimensões, na qual a primeira linha tem como índice o número 1 e a primeira coluna também tem um índice de número 1.

planilha1.cell(row=3, column=1, value=34.99)

Adicionando Fórmulas

Caso você queira adicionar fórmulas do excel a sua planilha, é só utilizar quaisquer dos métodos acima, como strings:

planilha['C1'] = '=SOMA(23, 5)'

Lendo Dados da Planilha

Podemos acessar as células de uma planilha e ler seus dados de diversas formas. Veja o exemplo a seguir:

# Utililizando em índices o nome das células como em um dicionário
c1 = planilha1['C1']
# Imprime o valor da célula C1
print(c1.value)
# Utilizando o método cell
a1 = planilha1.cell(column=1, row=1)
#Imprime o valor da célula a1
print(a1.value)

Poderíamos utilizar a estrutura de repetição for para ler linha a linha da planilha:

max_linha = planilha1.max_row
max_coluna = planilha1.max_column
for i in range(1, max_linha + 1):
for j in range(1, max_coluna + 1):
print(planilha1.cell(row=i, column=j).value, end=” – “)

Salvando Sua Planilha

Para salvar o arquivo que você criou basta adicionar ao seu script a seguinte linha de comando:

arquivo_excel.save(“relatorio.xlsx”)

Carregando uma Planilha Existente

Para usar um arquivo do excel que você já tenha em seu computador utilizaremos o seguinte comando:

from openpyxl import load_workbook
caminho = '/caminho/até/o/seu/arquivo.xlsx'
arquivo_excel = load_workbook(caminho)

Copiando os dados de uma planilha em outra

original = arquivo_excel.get_sheet_by_name('Gastos')
copia = arquivo_excel.copy_worksheet(copia)
arquivo_excel.save('planilha.

xlsx')

Agora que você já sabe o essencial para manipular planilhas do excel com Python, que tal criar um script que gere planilhas no excel automáticas? Você pode utilizar dados da web, usar planilhas do excel como banco de dados para aplicações simples ou automatizar relatórios semanais!

Se você quiser saber mais sobre como adicionar imagens, gráficos e muito mais dê uma olhada na documentação do pyopenxl. Lá você encontrará muitos recursos legais para explorar.

Além disso não perca os posts no Newsroom da Lets Code para mais dicas, tutoriais e notícias para você ficar por dentro de tudo o que tem de mais atual no mundo da programação.
 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*