Como armazenar um bolo de fondant: 9 passos (com imagens)

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

Apesar de parecer uma tarefa nada simples de ser realizada, mas é, a cobertura de bolos sejam eles redondos, quadrados ou retangulares com pasta americana (ou pasta de chocolate) precisa ser feita com bastante cuidado.

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

Os recursos de confeitagem são as técnicas, os procedimentos e os processos utilizados para produzir decorações mais sofisticadas para os bolos

O confeiteiro precisa ter em mente que um bolo coberto com pasta precisa ficar com a superfície bem lisa e sem imperfeições. Não se pode admitir superfícies imperfeitas, trincas ou pontinhos levantados. Tudo precisa ser feito de tal maneira que o bolo fique com a superfície bem plana, lisa e sem irregularidades.

E esse é um dos pontos de maior relevância para o sucesso do trabalho.Todo o processo tem seu início com a elaboração do pão de ló. Este, depois de elaborado, deverá ser partido ao meio, de forma a obter dois discos. Pode ocorrer de ser necessário utilizar três discos para montar um bolo.

Nestes casos, o profissional confeiteiro deverá preparar mais de um pão de ló.

“Vale lembrar que o pão de ló deverá ser feito, de preferência, no dia anterior para não esfarelar quando for cortado. Se for utilizar uma faca de serra conseguirá cortá-lo com mais facilidade”, afirma o professor Maurício Della Áquilla, do Curso Avançado de Decoração de Bolos, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Depois de obter as fatias de pão de ló, faça o recheio do bolo, tendo-se em mente que ele será coberto com pasta americana ou com pasta de chocolate. O recheio deverá ser feito sobre fatias de pão de ló dentro de um aro inox devidamente forrado, na parte interna, com um plástico.

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

A cobertura de bolos com pasta americana (ou pasta de chocolate) precisa ser feita, e com bastante cuidado

As fatias de pão de ló deverão ser umedecidas com calda para bolos. Independente do recheio, é muito importante que ele constitua uma camada bem uniforme, praticamente com uma mesma espessura. Isso permitirá que o disco de pão de ló que virá por cima do recheio fique bem nivelado e com a superfície bem regular.

Para que a camada de recheio fique com as características desejáveis, utilize o fundo de uma colher para facilitar o trabalho dentro do aro e permitir que o recheio fique bem distribuído e nivelado corretamente.

Depois de rechear o bolo, lembre-se de utilizar uma fatia do fundo do pão de ló colocada ao contrário para que a parte de cima do bolo fique bem nivelada e facilite a cobertura que será feita com a pasta.Deixe a última fatia do pão de ló um pouco mais alta que o aro, geralmente em um centímetro a um centímetro e meio.

Isso deve ser feito para que, ao ser prensado, o bolo fique exatamente na altura do aro.É bom esclarecer que para aqueles que pretendem se aprimorar na arte de confeitaria, os recursos de confeitagem são as técnicas, os procedimentos e os processos utilizados para produzir decorações mais sofisticadas para os bolos.

Esses recursos são fundamentais para se obter decorações bem feitas, com excelente qualidade de acabamento, como também para produzir efeitos mais sofisticados que deixam os bolos mais glamourosos e mais agradáveis de serem vistos.

A prensagem do bolo deverá ser feita por meio da colocação de peso sobre ele, podendo-se utilizar uma panela contendo água em seu interior. A panela deverá apoiar-se em um disco de alumínio, plano, que ficará em contato com a superfície do bolo. A quantidade de água deverá ser suficiente para fazer prensar levemente o bolo sem que ele deforme, ou seja esmagado.

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

O confeiteiro precisa ter em mente que um bolo coberto com pasta precisa ficar com a superfície bem lisa e sem imperfeições

  • Cobertura de bolo redondo
  • A execução dessa tarefa (cobertura do bolo) será muito mais fácil se o confeiteiro utilizar uma bailarina, que é um um instrumento de base giratória. Veja o processo:
  • 1) Retire o bolo da montagem que foi feita para prensá-lo e coloque sobre uma bailarina;

2) Aplique uma camada de doce cremoso ao redor e sobre o bolo. Esse doce poderá ser do mesmo que foi utilizado para fazer o recheio. Com uma espátula de lâmina longa consegue-se alisar a superfície do bolo tanto por cima como na lateral.

Isso precisa ser feito para deixá-lo com a superfície bem lisa e sem irregularidades para que, quando a pasta for colocada, não apareçam irregularidades.

Tenha cuidado para que essa camada de doce envolva todo o bolo e fique relativamente fina, com uma espessura suficiente apenas para formar um tipo de “envelope” cremoso que será utilizado para colar a pasta sobre o bolo.

3) Depois de envolver o bolo com o doce, abra uma determinada quantidade de pasta americana que seja suficiente para cobrir todo o bolo.

Faça isso utilizando uma mesa de superfície lisa, como inox ou granito e o rolo abridor de massas até ela ficar com uma espessura de aproximadamente três milímetros. A massa poderá ser feita em casa ou ser adquirida no comércio.

Vale lembrar que a pasta industrial é mais indicada para modelagens.

4) Acerte uma das bordas da massa com um cortador de lâmina circular. Afine a borda da massa nesse local com o rolo e, em seguida, enrole a massa no mesmo rolo. A finalidade de afinar essa borda é evitar que ela marque a massa quando essa for enrolada no rolo abridor.

5) Transfira o bolo revestido com a camada de doce cremoso da bailarina para sobre a mesa. Coloque a pasta americana que foi aberta sobre ele. Ajeite cuidadosamente a pasta americana tanto por cima como na lateral do bolo.

Use as mãos para fazer isso e tome todo o cuidado para não deixar bolhas de ar nem imperfeições.

Depois que a pasta americana estiver bem aderida e corretamente posicionada no bolo, utilize a desempenadeira para deixá-la com uma superfície perfeita, sem qualquer irregularidade.

6) Utilize mais uma vez o cortador de massas e corte ao redor do bolo próximo da base. Guarde o restante da pasta americana para ser novamente utilizada. Finalize utilizando a desempenadeira para acertar eventuais irregularidades no local onde o bolo foi cortado.

Cobertura de bolo quadrado ou retangular

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

O bolo quadrado ou retangular também deverá ser montado da mesma maneira que o bolo redondo. Para isso, o pão de ló deverá ser feito em uma forma retangular ou quadrada e a montagem, obviamente, deverá ocorrer em um aro de mesmo formato e com as mesmas dimensões.

1) O recheio e o revestimento com um doce cremoso também deverá ser feito. A mesma coisa deverá ser feita também para obter a prensagem do bolo. É comum o pensamento de que bolos retangulares ou quadrados são complicados de serem cobertos com pasta. O segredo é a atenção especial que deverá ser dada nas quinas do bolo.

2) Depois de colocar a pasta americana sobre o bolo, procure ajeitá-la corretamente para não ficar nenhuma dobra. Aperte levemente nas quinas, com as mãos, para que a pasta se ajuste a elas de forma correta. Em seguida, ajeite também nas laterais procurando deixar a pasta bem aderida ao bolo sem nenhuma irregularidade.

3) Utilize a desempenadeira para dar o acabamento necessário na superfície superior e nas laterais do bolo. Em seguida, use o cortador de massas e corte o excesso de pasta junto à base e, por fim, acerte eventuais irregularidades onde a massa foi cortada com a desempenadeira.

Estes procedimentos de cobertura de bolos com pasta, sejam eles redondos, retangulares ou quadrados poderão ser utilizados também caso a opção seja pela pasta de chocolate.

  1. Quer saber mais sobre o Curso CPT? Dê Play no vídeo abaixo:
  2. Confira mais informações, acessando os Cursos CPT da área Padaria.
  3. Por Silvana Teixeira
  4. Leia, também, outros artigos relacionados:

Decorador de bolos – uma atividade gratificante e uma profissão promissoraPasta americana – decore os seus bolos com perfeiçãoBolo confeitado – passo a passo para se fazer bolo com mais de um andar

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens) Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens) AVISO LEGAL

Este conteúdo pode ser publicado livremente, no todo ou em parte, em qualquer mídia, eletrônica ou impressa, desde que contenha um link remetendo para o site www.cpt.com.br.

Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Carregar mais comentários

Congelar o bolo de casamento para o primeiro aniversário: sim ou não?

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

O amor pode durar para sempre. O bolo de casamento não. Por isso, se quiser seguir a tradição de congelar o bolo de casamento para o comer um ano depois, vamos dar-lhe alguns conselhos para o fazer da melhor forma. O quê? Não sabia desta tradição? Então continue a ler que nós contamos-lhe tudo!

Leia também:  Como cantar como a ariana grande: 12 passos (com imagens)

A tradição de congelar o bolo de casamento

O bolo de casamento em si (ou bolo dos noivos, como também é chamado) representa prosperidade, abundância e fertilidade. Para além disso, existe uma tradição em que os noivos guardam a parte de cima do bolo – no caso dos bolos com andares – ou uma fatia (até mais, isso irá depender da gulodice de cada um…) para celebrar o primeiro ano de união. Porquê?

guardarComo Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)Foto: Aguiam Wedding Photography

O ato de guardar a camada superior do bolo de casamento tornou-se comum no século XIX, quando surgiu a moda dos bolos com vários andares.

O porquê desta prática de congelar o bolo de casamento estava diretamente relacionada com o grande propósito do casamento da época: a procriação! Sim, porque era hábito o casal realizar o batizado do seu primogénito sensivelmente um ano após o casamento.

E o que isto tem a ver com o bolo? Os noivos guardavam a camada superior do bolo – que teria sempre de ser deixada intacta – tendo como finalidade servi-la no batizado. Desta forma, economizavam.

Hoje em dia, este propósito tornou-se obsoleto, pois muitos casais esperam bem mais do que um ano para ter o primeiro filho. Por isso, e porque congelar o bolo de casamento até ao primeiro aniversário acabou por se tornar uma tradição, o ato tem um novo significado.

Com efeito, acredita-se que o partilhar o bolo com a nossa cara-metade nas bodas de papel traz mais sorte para a vida do casal, como símbolo do amor e da felicidade.

Para além disso, acaba por ser mais uma celebração da união, em que os dois poderão reviver a felicidade e a alegria do grande dia, dando aso a momentos de descontração, gargalhadas e o regresso da sensação mágica sentida um ano antes.

Veja também: Como escolher o bolo do meu casamento em 5 passos

guardarComo Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)Bakewell. Foto: Aura Studio

Apesar de congelar o bolo de casamento ser muito comum entre inúmeros casais, há quem tenha receio de seguir esta tradição, com medo do bolo se estragar. No entanto, se seguir alguns cuidados certamente não terá problemas.

Aqui ficam algumas considerações e fatores que influenciam a boa ou má conservação do bolo de casamento.

1. A forma como o bolo é elaborado

Sob que condições foi o bolo de casamento confecionado originalmente? Esta deverá ser a pergunta número 1 a fazer quando se está a pensar congelar o bolo de casamento, seja uma fatia ou mais.

Aliás, o melhor será sempre decidir se vai seguir ou não a tradição antes da confeção, para que o responsável pela preparação posso escolher os melhores ingredientes e tomar as devidas precauções.

A verdade é que no dia do casamento o bolo vai ficar exposto diante de dezenas ou centenas de convidados, decorará a pista de dança ou brilhará ao ar livre, antes de ser transportado até casa para finalmente ser seguramente encarcerado no congelador por um ano.

Por isso, se o bolo for confecionado em condições pouco higiénicas, por exemplo, a proliferação de bactérias só vai piorar durante o casamento.

No entanto, se escolher um fornecedor certificado que cumpra todas as regras de higiene e confeção segura, será meio caminho andado para preservar o seu bolo de ataques bacteriológicos.

A composição do bolo também fará toda a diferença.

Por exemplo, os bolos de frutas embebidos em álcool e misturados com açúcar aguentam melhor sem refrigeração, pois a mistura acaba por constituir um conservante natural.

No entanto, a maioria dos bolos de hoje em dia – devido à utilização dos lacticínios e ovos – têm mesmo de ser congelados mais rapidamente para poderem durar.

Uma dica: os bolos com fondant ou confecionados com coalhadas de citrinos preservam-se melhor do que os outros.

Veja também: Como escolher um recheio para o bolo de casamento: dicas dos melhores confeiteiros!

guardarComo Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)Bakewell. Foto: Meraki Studio

O maior perigo de contaminação é no transporte do bolo para o local do evento, bem como a exposição a que ele será sujeito durante o dia do evento. Esteve mais de oito horas ao sol antes de ser embrulhado para ser congelado? Se sim, então está a arriscar a contaminação.

E nenhuma congelação será fria o suficiente para matar todas essas bactérias que o invadiram.

Por outro lado, se o casamento decorrer num local com catering próprio, em que o bolo sai diretamente da cozinha para a sala, a contaminação extra durante a cerimónia e a festa será menos provável e congelar o bolo de casamento durante um ano será, certamente, mais seguro.

Veja também: Drip Cake, Naked Cake ou Glacê: o que os mais recentes noivos escolhem para o seu bolo de casamento?

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

Bakewell. Foto: Aura Studio

3. A forma como o bolo é embalado e armazenado

Os bolos são bons candidatos ao congelamento se controlar a contaminação antes do procedimento. Por isso, se o seu bolo de casamento for bem embrulhado vai ficar completamente protegido.

Instruções para congelar o bolo de casamento:

  1. Remova a parte que quer guardar do bolo e coloque-o dentro de um recipiente. Coloque-o diretamente no congelador durante 1 ou 2 horas.
  2. Retire o bolo do recipiente e envolva-o com película aderente, assegurando-se de que não ficam áreas expostas.
  3. De seguida, envolva-o com duas camadas de folha de alumínio. Cubra todos os lados para não deixar que o bolo queime com o frio.
  4. Coloque-o numa caixa adequada, para impedir que se danifique. Embrulhe-a também com película aderente, para selá-la completamente.
  5. Coloque o bolo numa área segura do congelador, onde os outros itens não poderão danificar a caixa.

Pode comer o bolo após um ano, mas não vá além disso. As memórias duram para sempre, o bolo não!

Veja também: As melhores tendências de bolos de casamento: sobremesas únicas para o seu grande dia!

Como conservar o fondant – 6 passos

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

Imagem: madefrompinterest.net

Durante os últimos anos a confeitaria foi melhorando até chegar a níveis inimagináveis de fama e reconhecimento. O que antes era reservado só para os confeiteiros e especialistas na matéria agora chegou às casas e pode ser feito praticamente no mundo todo.

Entre o grande número de possibilidades que oferece, as decorações com fondant são das mais populares entre os amantes do doce. Fazê-lo em casa, manipulá-lo e criar as figuras que mais gostarmos é fácil, mas apresenta um problema. Depois de aberta ou começada, esta massa de açúcar endurece em poucos dias.

Para evitar que isto aconteça e poder aproveitá-la durante mais tempo, neste artigo de umComo.com.br mostramos a você como conservar o fondant.

Também lhe pode interessar: Como conservar quinoa

Passos a seguir:

1

O primeiro que deve saber é que, ao contrário do que acontece com outros alimentos, o frio é altamente prejudicial para o fondant, já que o estraga e endurece mais rápido.

Consequentemente, de forma alguma guarde ele no congelador ou geladeira.

Ao fazer fondant caseiro, devemos reservar na geladeira umas horas, mas isso é para que endureça e acabe de adquirir a consistência adequada, não para conservá-lo.

2

A melhor forma de conservar o fondant é com papel filme. Cubra o fondant inteiro que tenha sobrado depois de decorar um bolo ou de fazer figuras com ele, tense bem o papel filme para que não entre ar nenhum e guarde em um recipiente com tampa. Depois, guarde este recipiente em um lugar à temperatura ambiente, nem frio nem quente, e livre de umidade.

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

Imagem: sugarmur.com

3

Se tiver muita quantidade de fondant é recomendável, depois de envolver com o papel filme, colocá-lo em sacos de congelamento, para se certificar mais ainda de que não entra ar, e colocar esses sacos em recipientes com fechamento hermético. Desta forma de certeza que o fondant ficará em perfeitas condições até que volte a usá-lo. Lembre-se que o ar e a umidade são totalmente incompatíveis com esta massa de açúcar.

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

Imagem: comprafondant.com

4

Cada vez que tirar o fondant para usá-lo, lembre-se de amassá-lo bem para retomar a textura e consistência que tinha, e mesmo que pareça mais duro, verá como rapidamente volta à forma anterior.

Nunca use papel de alumínio para guardar o fondant restante porque não servirá para conservá-lo.

Este tipo de papel não é tão hermético e eficiente como o filme para conservar e manter os alimentos por um prazo de tempo médio ou longo.

5

Quanto à conservação de bolos com fondant você deve saber que é a mesma coisa que com a massa em si, nada de geladeira nem congelador.

Lembre-se que um dos ingredientes principais do fondant é o açúcar, que se dissolve com a água, por isso não é recomendável colocar na geladeira.

O ideal é introduzir em uma caixa ou recipiente com tampa e guardar em um lugar à temperatura ambiente onde não pegue a luz direta do sol nem fluorescente, pois danificariam a cobertura. Não cubra com papel filme, já que poderia danificar a decoração.

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

6

Depois que o bolo estiver começado, se tiver sobrado alguma porção, guarde na geladeira mas consuma durante os próximos dias. Apesar de que, o mais aconselhável é guardar os pedaços restantes em um recipiente com tampa, como faria com um bolo normal.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como conservar o fondant, recomendamos que entre na nossa categoria de Comida e Bebida.

Validade do bolo caseiro: 6 dicas para manter o bolo fresquinho

Vender bolos caseiros pode ser uma boa ideia para quem deseja ganhar um dinheiro extra! Afinal, com bolo não tem erro, né? Mas, apesar de fáceis e deliciosos, os bolos também podem se estragar com facilidade se não ficarmos de olho no seu armazenamento e preparo e nos ingredientes utilizados. Para te ajudar a manter os bolos sempre fresquinhos e saborosos, e claro, a clientela sempre feliz e satisfeita, o TudoGostoso vai te mostrar a seguir como saber a validade do bolo caseiro e como manter o bolo fresquinho. Confira!

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

Bolo fresquinho: como conferir a validade do bolo caseiro

Escolha ingredientes de qualidade

Utilizar ingredientes de qualidade faz toda diferença! Isso porque as chances de o seu bolo se estragar rapidamente acabam sendo menores quando são usados ingredientes de boa qualidade, levando-se em conta que eles foram fabricados de forma segura.

A data de validade pode variar por conta dos ingredientes utilizados e como o bolo está sendo armazenado. Se estivermos falando de um bolo comum, suas qualidades se mantêm, em média, por 6 dias em local refrigerado. Mas se o bolo contar com ingredientes perecíveis ou frutas, o jeito é armazená-lo também em local refrigerado, mas por apenas 3 dias.

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

Não deixe de colocar uma etiqueta com a data de validade

Uma data de validade expirada não quer dizer, necessariamente, que o bolo esteja estragado ? mas também não impede que o bolo estrague antes disso.

A validade se refere apenas até quando o bolo poderá estar saboroso e com todas as suas qualidades.

Porém, sinceridade e transparência com os clientes são a chave para o sucesso! Por isso, não deixe de colocar a data de validade nos bolos na hora de vendê-los.

Açúcar, o melhor amigo para bolos com frutas

Assim como o TudoGostoso já te mostrou aqui no blog, dá para incluir frutas nos bolos sem que eles azedem! O açúcar pode ser um grande aliado para impedir que elas fiquem aguadas e acabem estragando o recheio e a massa. Basta lavar as frutas, cortá-las em pedaços, colocá-las em um recipiente e polvilhar açúcar por cima.

Em seguida, basta deixar o açúcar “sugar” a umidade das frutas durante 15 minutos. Após esse tempo, passe as frutas por uma peneira, descarte o líquido que ali se formou, e voilà: adicione as frutas nos bolos sem se preocupar!

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

Aposte na pasta americana

Além de decorar os bolos e criar decorações incríveis, a pasta americana também é uma boa pedida para conservar a qualidade dos bolos. E você sabe por quê? Justamente por causa do açúcar! A cobertura açucarada ajuda a manter o bolo fresquinho por mais tempo, podendo prolongar em até 4 dias após a sua data de validade! Depois dessa, vai um bolo com pasta americana aí?

Não abra mão da fervura

Vai utilizar ingredientes líquidos? Então ferva ? seja o ingrediente um leite ou uma água. A fervura irá ajudar a matar possíveis bactérias que poderiam contribuir para que seu bolo estragasse mais rapidamente. Sendo assim, melhor prevenir do que remediar, né? Ferva os ingredientes e espere esfriar para, aí sim, adicioná-los no preparo do bolo.

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

Como armazenar fondant para que fique fresco – Blog de decoração de bolo

Uma grande banheira de fondant ou um lote de fondant caseiro pode durar muito mais do que um projeto de bolo. Isto é, se você armazenar seu fondant corretamente! Estamos aqui para desmistificar o que fazer com restos de fondant, como armazenar grandes lotes de fondant e outras dicas úteis.

Como armazenar fondant

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

1. Envolva-o e guarde-o

É uma boa prática não deixar que o seu fondant fique exposto à atmosfera, a menos que você esteja trabalhando com ele. O ar seca, dificultando o trabalho. Que desperdício

Um nosso fondant está pronto para ser usado, embrulhá-lo em filme plástico ou plástico e depois selá-lo em um saco zip-top. No entanto, se estivermos trabalhando rapidamente com peças menores (por exemplo, criando personagens), tendemos a manter cada cor em sua própria bolsa de zip-top sem envoltório de plástico.

Para quaisquer restos de fondant que sobraram de um projeto, nós os embrulhamos individualmente. Adicione um adesivo com a data em que ele foi usado e colorido e, em seguida, armazene cada cor em sacos separados com zíper.

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

2. Mantenha o fondant longe da luz direta

A luz intensa faz com que o fondant tingido se desvanece numa cor mais pálida ou até numa cor diferente.

Isso acontece com a maioria das cores, mas roxos, brancos, vermelhos, pretos e azuis vêem o pior. Você pode facilmente ver isso em algumas vitrines de bolo quando os projetos ficam de fora por alguns dias.

A luz do sol entra pela janela, transformando bolos de lavanda em um design azul e amarelo.

Mantenha seu trabalho de fondant em uma sala escura e fresca. Se estiver particularmente ensolarado, feche as persianas ou cortinas. Isso vale para todo o trabalho de fondant, não importa quão pequeno seja. Por exemplo, sempre colocamos toppers de cupcake em uma caixa de bolo não usada para secar.

3. Evite mudanças drásticas de temperatura

Quando se trata de bolos congelados, evite mudanças rápidas e drásticas na temperatura. Isso pode levar a bolhas grandes e desagradáveis ​​aparecendo embaixo do seu fondant. Se você estiver cobrindo um bolo gelado, mantenha-o longe de fontes de calor (como fogões, fornos e radiadores) ou de quitutes.

Para congelar ou não congelar?

Algumas pessoas gostam de colorir e depois congelar suas semanas antes de usá-lo. Nós não fazemos isso, e nós realmente não o recomendamos.

Eis o porquê: A condensação do congelador pode alterar a consistência e a textura do seu fondant. Descobrimos que o fondant está no seu melhor e mais fácil de trabalhar quando está fresco. Pouco antes de congelar um bolo, cortamos o que precisamos, colorimos à mão e depois começamos a trabalhar.

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

4. Mantenha o fondant longe da água

Água + fondant = desastre. A água começa a dissolver o açúcar no fondant, o que pode criar pequenas crateras ou manchas brilhantes na sua cobertura. Nunca coloque água sobre o fondant propositalmente e evite deixar água por perto para evitar derramamentos.

A condensação também leva a um fondant pegajoso, e a condensação pode se formar quando seu bolo gelado é cercado por umidade quando refrigerado por muito tempo. É por isso que geralmente evitamos colocar nossos bolos na geladeira.

No entanto, colocamos cada camada individualmente na geladeira por 15 a 30 minutos para firmar antes de empilhá-las ou transferi-las para as placas de bolo.

Depois de terem sido empilhados, eles são mantidos em uma sala escura e escura até a hora de decorar.

Quando os clientes querem congelar os restos de bolo, nós os aconselhamos a primeiro fatiar o bolo em pedaços individuais, embrulhar cada pedaço em filme plástico e colocá-los em um recipiente seguro para congelador. Quando esse desejo de bolo vem, eles podem remover o que precisam do freezer e deixá-lo descongelar em temperatura ambiente por 30 minutos a 1 hora.

» A Pasta Americana e seus SegredosReceitas de Mãe

Alguns cuidados a serem observados, ao usar a pasta americana.

Como Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)

Ingredientes

O equilíbrio dos ingredientes faz toda a diferença. Como também o uso de medidas corretas, textura, densidade e até temperatura, influi no resultado final da pasta americana.

  • Água:
  • Utilizar a quantidade indicada, sem acrescentar ou reduzi-la.
  • Margarina:

Aconselha-se a utilizar as margarinas destinadas à culinária, as chamadas “Forno e Fogão”, “Culinária” e etc … porque são elaboradas para uso culinário, e portanto possuem uma quantidade de água reduzida em relação às margarinas comuns.
Caso não encontre este tipo de margarina, o melhor é optar por uma margarina que possua um alto teor de lipídeos, de 80% de lipídeos, a 65-70% .

Outra dica importante em relação à margarina, ou gordura vegetal, é utilizá-la em temperatura ambiente, porque se ela estiver gelada, pode acontecer de você deixa-la em banho maria por mais tempo que o normal para poder derretê-la totalmente, e este “tempo à mais”, faz parte da água evaporar, desequilibrando a quaComo Armazenar um Bolo de Fondant: 9 Passos (com Imagens)ntidade correta dos ingredientes, e assim prejudicando o resultado final da pasta.

Gelatina:

Utilize gelatina sem sabor e incolor.
Não esquente a água do banho-maria antes; a gelatina hidratada pode ser neutralizada. O banho-maria deve começar do frio para o mais quente e não diretamente no quente.

Glucose:

Aconselha-se utilizar a glucose branca. Embora o produto chamado “Karo” seja uma glucose, ele tem textura e densidade diferentes, enquanto que a glucose branca, costuma ser mais densa e menos líquida.

A quantidade aqui é muito importante, pois apesar de ser 1 colher de sopa, ela precisa estar com a medida correta.
Deve-se usar medidas padronizadas.

Açúcar impalpável:

Ele é diferente do açúcar de confeiteiro .O açúcar impalpável é o que tem adição de amido de milho na sua composição.

A quantidade do açúcar vai variar conforme a quantidade dos outros ingredientes. Logo, não se pode afirmar a quantidade exata que a receita utiliza.
Entretanto, para se saber o ponto certo da pasta, vá acrescentando o açúcar aos poucos.

Colocar aproximadamente 350g a 400gr de açúcar. Adicionar a quantidade necessária enquanto for amassando. No início a massa apresenta-se grudenta.

Conforme for recebendo mais açúcar, a pasta vai tomando forma.
Quando os dedos ficarem marcados nela, sem que ela esteja grudando mais nas mãos, é hora de parar de acrescentar o açúcar, pois já atingiu o ponto ideal.

  1. Quanto mais sovar a pasta, mais macia e elástica ela ficará.
  2. Aplicação:
  3. A pasta feita para cobrir o bolo, deve ser utilizada prontamente: fez a pasta, cubra o bolo imediatamente, caso contrário ela perde a textura ideal e pode “rachar” com mais facilidade.

Após cobrir o bolo com a pasta americana, não se deve armazená-lo na geladeira. A cobertura umedece e estraga.
Porém se sobrar pasta, pode-se guardar o restante em saco plástico bem fechado e em local seco e fresco (Tendo o cuidado para que a mesma não receba umidade).
Ela tem durabilidade de aproximadamente 15 dias.

Muitos recomendam não colocar na geladeira, para evitar pegar umidade.

Reutilização:

Depois de alguns dias, quando quiser reutilizar a pasta que foi feita dias atrás, ela estará seca e mais dura.
Colocar a mesma no micro-ondas por 3 à 6 segundos com 1 colher de café da margarina, ou da gordura hidrogenada, que foi usada para fazer a pasta, e amasse (sovar) bastante até voltar a ter a mesma textura.

Repita este processo até que ela fique boa de novo. Não precisa adicionar mais açucar.

  • Tingimento:
  • Pode-se usar 3 tipos de corantes para tingir a pasta americana:
    anilina (corante) comestível, gel e líquido e em pó.
  • Corante em gel:

Com um palito de madeira, ou de plástico, aplicar o corante na pasta.
Amasse bem a pasta até incorporar todo o gel.
Repita o processo até obter a cor desejada.

  1. A anilina em gel é muito concentrada, portanto, para as cores claras, deve-se tomar o cuidado de não colocar gel demais, porque a cor poderá ficar mais escura que o desejado.
  2. Corante líquido:
  3. Utilizado apenas com aparelhos de tingimento, conhecidos como “Aerógrafos”.
  4. Corante em pó:

O dourado, prateado e perolado, existem apenas na versão em pó. Para incorporar a massa é necessário diluir o mesmo no álcool de cereais, ou em qualquer outra bebida branca que contenha alcool, e aplicar com um pincel no local desejado.
O mesmo vale para todas as cores de anilina em pó.

Cola:

Para colar a decoração feita em pasta americana, sobre um bolo coberto também com pasta, usa-se água em pequena quantidade através de um pincel, desde que a flor/figura que esteja sendo colada ao bolo, não esteja seco, caso contrário apenas o glacê real poderá servir de cola.
Portanto, deve-se colar com glacê real, as figuras, flores ou qualquer outro adereço feito em pasta americana que já estejam secas na hora da aplicação no bolo.

Dicas:

Quando sei, que não vou usar a pasta americana de imediato, eu a faço com a metade do açúcar recomendado.

Guardo em saco plástico bem fechado dentro de pote também fechado para evitar a qualquer custo a umidade.

No dia que vou usá-la, retiro-a da geladeira, espero ficar em temperatura ambiente e daí acrescento o restante do açúcar que faltava até dar o ponto. Não coloque açúcar demais; isso provocaria o rachamento da pasta.

A pasta americana não deve ser exposta à umidade.

Antes de colocar a pasta americana no bolo, passe por todo o bolo uma fina camada de glacê real. Isso servirá como uma espécie de cola para a pasta e dará melhor acabamento.

O bolo pronto não deve ser guardado na geladeira para que não haja alteração na consistência da cobertura.

Procure utilizar essências neutras, como a de baunilha, para não anular o sabor do bolo ou combine a essência com a massa do bolo. A melhor essência para pasta americana é a de amêndoas.

Glucose é o açúcar extraído do milho, transparente e com sabor menos doce que o açúcar da cana.
O açúcar impalpável, um tipo de açúcar de confeiteiro de textura mais fina, é fundamental para o bom resultado da receita.

A coloração com corantes em gel, é mais eficaz.
Acrescente o corante e amasse bem até obter uma coloração homogênea. Ao aplicar corante preto ou vermelho, deixe a massa descansar até obter as cores.

  • Nem a pasta americana e nem o glacê real devem ficar à luz, pois podem desbotar quando coloridos.
  • As diferenças climáticas (local seco ou úmido) alteram a quantidade de açúcar usada.
  • A mistura de uma receita de pasta elástica com meia receita de pasta americana é ideal para fazer drapeados em bolos artísticos.
  • Pesquisa em diversas fontes especialmente para você.

4.2 de
190 votos
Por Losana
– Veja mais receitas com: açúcar, gelatina

9 dicas para transportar o bolo com sucesso

Transportar um bolo pode parecer tarefa fácil, mas é um verdadeiro desafio para os boleiros e boleiras de plantão.

Quem pensa que o transporte do bolo é a última fase do processo de entrega da encomenda para o cliente, está muito enganado.

É preciso, antes mesmo de começar a fazer o bolo, planejar direitinho como irá fazer o transporte de forma segura para que o seu pedido chegue lindo e inteiro ao local da festa.

Confira estas dicas e garanta uma entrega segura aos seus clientes

1 – Tenha sempre uma caixa grande para caber o bolo e use papel filme ou celofane para vedar a caixa. Nunca transporte sua encomenda destampada como muitos programas de TV exibem, sem nenhuma higiene;

2 – Verifique, antes de colocar o bolo dentro da caixa, se ela entrará no carro, pelo porta malas ou pela porta lateral. É importante também que a caixa entre e saia sem ter que inclinar. Teste antes;

3 – Procure o local mais reto do carro, geralmente o piso do carro, ou o porta malas. Encontrando o local adequado, coloque uma espuma fina de mais ou menos 7cm e sobre essa espuma o bolo. Outra dica são estes tapetes anti-deslizantes, que você compra por metro. Custam bem barato e podem salvar o seu bolo.

4 – Topos de bolos, especialmente os com bonequinhos, devem ser levados separadamente, acomodados em uma caixa, e colocados no bolo no local.

5 – Planeje bem para deixar o bolo pronto várias horas, ou de um dia para o outro, antes de iniciar o transporte. Isto vai te dar uma tranquilidade ao ver que nada aconteceu, ou seja, não afundou, não derreteu, não escorreu calda, não descolou nada e provavelmente não vai acontecer durante o evento. E também vai dar tempo para tudo secar e firmar bem antes da entrega.

6 – Segurando o bolo já pronto com as mãos pela base, de uma boa balançada, inclusive batendo um pouco na bancada, para imitar movimentos que com certeza irão acontecer durante o trajeto, e veja o que acontece. É melhor saber antes, e resolver ainda na sua cozinha, todos os problemas, do que ter surpresas (nada agradáveis) quando chegar no local da festa.

7 – Saia com muita antecedência para fazer a entrega. Especialmente se tiver que fazer algum trabalho ainda no lugar, como montar o bolo, colocar o topo, entre outros.

8 – Leve sempre um kit emergência, com decorações extras que você utilizou, cone de papel com glacê real, estecas, um pouco da pasta que utilizou, para resolver eventuais problemas no local.

9 – Guarde a caixa que usou para transportar pois com certeza irá utiliza-la novamente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*