Como armazenar alimentos molhados para gatos: 11 passos

  • Qual é a melhor ração úmida para gatos? 
  • Elas realmente ajudam na saúde dos nossos peludos?
  • Analisamos algumas das principais marcas do mercado e vamos te ajudar a entender quais realmente são boas e eficientes para seu gatinho.
  • Até o final da análise você vai entender como reduzir os riscos de que seu felino contraia doenças de origem urinária e renal.
IMAGEM PRODUTO
Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos
  • 70% de proteína de origem animal
  • Proteínas deVariedade de sabores (atum, camarão, lula salmão e frango) boa qualidade e ótima digestibilidade
Verificar Preço →
Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos
  • Proteína de boa qualidade
  • Composição rica em vitaminas e minerais
Verificar Preço →
Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos
  • Disponível para gatos castrados e proteção de trato urinário
  • Proteína de boa qualidade
Verificar Preço →
Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos
  • Valor mais elevado de fibras que as concorrentes
  • Boa fonte proteica
Verificar Preço →
Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos
  • Ração completa
  • Boa fonte proteica
Verificar Preço →
Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos
  • Variedade de sabores disponíveis
  • Preço acessível
Verificar Preço →

Você sabia? Leitores do site ganham 10% de desconto na PetLove com o cupom AMORAOSPETS! Aproveite ❤️

Melhores Rações Úmidas para Gatos: As 6 Principais Marcas do Mercado

  1. Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 PassosMinha ideia é sempre citar o máximo possível de marcas, porém, para não ficar um assunto muito extenso, vou listar algumas boas marcas.
  2. Lembrando que existem outras ótimas marcas no mercado e que, com as dicas que você aprendeu, vai ser fácil de identificá-las.
  3. Se você utiliza alguma outra e acha que vale a pena o destaque, por favor, comente nos comentários e compartilhe com outros leitores do Amor aos Pets.
  4. Vamos para nossa análise então.

1. N&D Úmida para Gatos: Quantidade Altíssima de Proteína

  • Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 PassosA ração N&D é ótima, mas tem uma questão: ela é pura proteína.
  • Então não pode ser chamada de completa.
  • Se estamos falando de alimentação para animais carnívoros com adaptação onívora, falta algo que não podemos descartar: o carboidrato e as fibras.
  • Ela é totalmente formulada a base de proteína pura e de alta qualidade.
  • E sim, ela tem os pedaços das carnes que colocam no seu rótulo.
  • Indicado para oferecer ao seu animal pelo menos 3x na semana e aumentar o valor proteico da ração seca que ele já está acostumado.

Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos 70% de proteína de origem animal Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos Variedade de sabores (atum, camarão, lula salmão e frango) Conservado somente com água e a própria gordura dos ingredientes Não é completa

2. Ração Royal Canin: Opção de Qualidade para o seu Peludinho

  1. Umas das marcas mais conceituadas do mercado com certeza também investe na saúde dos bichanos.
  2. A Royal também tem a versão úmida super premium que é uma das melhores rações úmidas pra gatos.

  3. São completas e ainda tem as especificações para a necessidade do seu animal.
  4. Um exemplo é a Sterilised (específica para gatos castrados).
  5. Essa é uma especificação que em questão de ração úmida, não tem em outras marcas.

Proteína de boa qualidade Rica em vitaminas e minerais Conservado em água Pobre em fibras

3. Ração Gran Plus: Opção Premium, Mais Barata que as Outras

  • Essa ração já e considerada de qualidade premium, tem todos componentes necessários para a “categoria”.
  • Tem um preço acessível, e com certeza irá beneficiar a nutrição do seu gatinho.
  • No site você consegue ver a composição e ainda adequar a quantidade de ração oferecida para seu gatinho de acordo com o peso dele.
  • Vamos conferir os prós e contras desse sachê:

Proteína de boa qualidade Disponível para gatos castrados e proteção de trato urinário Preço Acessível Contém adição de óleo vegetal para conservação

4. Ração Pro Plan: Ração Completa, Mas Utiliza Transgênicos na Composição

  1. Essa ração úmida é considerada completa.
  2. Mas contém grande quantidade de carboidrato na sua fórmula, no caso, o amido de milho, dextrose, entre outros.
  3. Apesar disso, tem boas fontes proteicas.

  4. Com variações para filhotes, adultos e castrados, o sachê Pro Plan tem sabores de frango, salmão e cordeiro.
  5. Com um preço mais acessível acessível, pode ser uma opção para o seu gatinho.

Boa fonte proteica Valor mais elevado de fibras que as concorrentes Preço acessível Contém alta taxa de carboidrato

5. Ração Hills: Ração Completa de Salmão com Qualidade Super Premium

  • A Hills é uma ração completa de qualidade super premium.
  • Sua base é com a proteína sendo o salmão, que é um peixe nobre e bastante famoso – até mesmo para nós humanos.
  • Essa ração não tem versão sachê que costuma ser menor, está disponível apenas na versão de lata, que possui 156g.
  • É uma marca muito conceituada em rações secas super premium.
  • Contém fonte de fibras e conservantes naturais também. Mas em contra-partida, contém transgênicos na sua fórmula

Ração completa Boa fonte proteica Rica em fibras Contém transgênicos Preço bem alto

6. Whiskas: Opção de Ração Úmida Barata

  1. Mesmo sendo uma ração comercial, de qualidade standard, a Whiskas fez modificações em sua fórmula, para se adequar a categoria premium.
  2. Ela ainda não usa as melhores fontes de proteína.

  3. Mas na versão úmida ela consegue concorrer com as premium do mercado, se tornando uma opção de ração úmida barata para quem opta pelo preço.
  4. Vale lembrar que ela ainda usa fontes de conservante e corantes artificiais.
  5. Está disponível em formato de sachê e lata de vários sabores.

Proteína de boa qualidade Variedade de sabores Preço acessível Pobre em fibras

Onde Comprar Ração Úmida Mais Barata?

  • Gostou de alguma das opções na nossa listinha de melhores sachês para gatos?
  • Sempre compramos tudo na Petlove – a maior e mais confiável loja de pets no Brasil.
  • Eles oferecem os melhores preços e a entrega chega sempre direitinha em casa.

Você ainda não teve a oportunidade de testar? Recomendo MUITO. Você vai amar! ❤️

  1. Por ser nosso leitor, você ganha um presentão – 10% de desconto na Petlove.
  2. O desconto ficará disponível para compras feitas até 8 de junho de 2020.
  3. Basta adicionar o cupom AMORAOSPETS em seu carrinho de compras e garantir 10% de desconto – válidos apenas na sua primeira compra na loja! ✅
  4. Clique no botão abaixo e faça o seu pedido agora.

O Maior problema com Relação à Alimentação dos Felinos

Os maiores problemas que acometem com os gatos são as doenças de origens urinárias ou renais.

Mas porque isso acontece? De forma simplista, porque os gatos ingerem pouca água.

Mas e aí? Qual o motivo deles ingerirem pouca água?

  • Porque o gato, mesmo depois da domesticação, ainda tem uma ligação muito forte com seus ancestrais felinos, continuam sendo carnívoros restritivos, mas adaptados com a dieta onívora.
  • Na natureza, suas presas já ofereciam a proteína necessária e uma quantidade significativa de umidade.
  • Porém, os felinos domésticos não tem o hábito de beber água frequentemente.
  • Eles precisam de um estímulo para ingerir água, como, por exemplo, uma fonte em que a água está sempre em movimento.

Entendido. Como Resolver o Problema?

  1. Algumas empresas fabricantes de ração, sabendo dessa particularidade, também buscaram desenvolver as melhores rações úmidas para nossos bichanos: os famosos sachês ou latinhas!
  2. Até algum tempo atrás, não se encontrava ração úmida completa, era apenas um petisco para complementar a alimentação seca.
  3. Mas agora já existem rações completas que podem se tornar a única fonte de alimentação do seu gato.
  4. Isso vai depender muito do paladar do seu gato e do seu bolso também, pois alimentar um animal apenas com sachê ou lata, ficará um pouco mais caro do que o comum.
  5. Um sachê tem em média de 75g a 100g de ração e também em média, um custo de R$8 (por sachê).

A latinha possui de 290g a 415g de ração úmida. Seu custo médio fica na casa dos R$10 (por latinha).

  • Fazendo as contas para 30 dias (1 mês), seria uma média de 250 reais só com alimentação (fora os custos com veterinário, beleza, etc).
  • Mas vale ressaltar que: isso não é uma regra.
  • Não se assuste, não estou dizendo que você deve dar exclusivamente ração úmida para seu bichano.
  • Mas que deve incluí-la sim, pois assim terá um gato mais saudável, além de diminuir o risco dele desenvolver doenças urinárias e/ou renais.

O que Levar em Consideração na Hora de Escolher?

Na hora de escolher a melhor ração úmida para o seu gatinho, leia sempre atentamente o rótulo da lata ou do sachê.

Algumas coisas para levar em consideração:

  • Proteína de boa qualidade: Com certeza a substância mais importante na alimentação de um carnívoro estrito como o gato, importante para o seu desenvolvimento em um geral, inclusive os músculos (saiba mais).
  • Fibras: Assim como nas rações secas, nas úmidas, a presença de fibras também é importante para manter a saúde intestinal do seu gato.
  • Vitaminas e minerais: As fontes de vitaminas naturais são as de maior qualidade, mas mesmo as sintéticas, podem oferecer para o seu gato o que o organismo dele necessita, por isso são essenciais em qualquer fórmula de ração.
  • Deve se atentar na porcentagem de carboidratos que essa ração possui, como os grãos transgênicos (milho sendo sempre o mais comum)
  • Quais são as fontes de gordura boa (como os ômega 3 e 6) – normalmente as fontes usadas são ovos desidratados, linhaça ou até mesmo óleos como de oliva, de alecrim e os tocoferóis, que também servem para conservar o alimento.
  • Procure aquela ração que tem o menor número possível de conservantes e corantes artificiais.
  1. Normalmente, no próprio rótulo da ração você encontra uma informação se ela é uma ração completa ou apenas um complemento.
  2. Seguindo esse conceito básico você conseguirá escolher uma ração que seja ideal para seu bichano.
  3. Respeitando sempre as condições físicas e de saúde dele, por isso sempre necessário pedir a opinião do seu médico veterinário de confiança.
Leia também:  Como aprender a programar em c++: 7 passos (com imagens)

Conclusão

  • Chegamos ao final do comparativo entre as melhores rações úmidas para gatos.
  • Você já sabia que a ração seca de boa qualidade era importante, mas talvez ainda não soubesse a importância da ração úmida.
  • Além de todos os benefícios, a ração úmida também é necessária pela sua baixa ingestão de água – como foi dito aqui anteriormente.
  • Você tem uma lista com ótimas opções para oferecer para o seu peludinho.

Opinião da Especialista

Foram citadas as rações mais vendidas e procuradas por donos de gatos. Mas ainda existem muitas outras no mercado e de boa qualidade.

  1. Na minha opinião as melhores dessas opções são: Hills, Royal Canin e N&D.
  2. Mas pra concluir, quero ajudar você a manter o seu gatinho mais saudável.
  3. Sabemos que a nutrição é responsável por pelo menos 70% da saúde dele.

Vamos manter o equilíbrio e oferecer ração úmida para o seu bichano, pelo menos 3x na semana, pra evitar principalmente os problemas urinários e/ou renais. Diferente dos cães, eles bebem pouca água.

Consulte sempre o seu médico veterinário de confiança, faça os procedimentos preventivos necessários periodicamente, como vermífugos, vacinas e consultas para check-up.

Seu animalzinho faz parte da família e merece o melhor também.

Correções e revisões feitas pela médica veterinária Adriana Rodrigues Fadul, CRMV/SP: 21.048.

Mudar a ração do gato – Passo a passo – 5 passos

Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos

Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos

Ver fichas de  Gatos

Muito provavelmente você já ouviu que os felinos domésticos possuem um paladar muito seletivo, o que transforma o processo de mudar de dieta em um verdadeiro desafio.

É uma verdade inequívoca que devemos ter muito cuidado e prudência ao oferecer uma ração diferente ou incorporar um novo alimento à dieta de nosso bichano.

Além disso, é imprescindível ter consciência de que os alimentos proibidos para gatos podem provocar quadros severos de intoxicação ou envenenamento.

Não obstante, também é importante ter em conta que, contando com dedicação, paciência e a devida orientação especializada de um veterinário, é possível adaptar o paladar de um gato a novos sabores, aromas e texturas.E para ajudar neste processo, Perito Animal, neste novo artigo, resume o passo a passo para mudar a comida de um gato sem prejudicar sua saúde. Pronto para começar?

Passos a seguir:

1

Antes de realizar qualquer mudança na alimentação de um gato ou de qualquer animal de estimação, é indispensável consultar o veterinário de sua confiança. A primeira coisa a fazer é procurar saber se nosso felino está forte e saudável para encarar uma mudança em sua dieta.

Além disso, é crucial contar com a orientação especializada de um veterinário para escolher uma nova ração que ofereça os níveis de nutrientes adequados e que agrade o paladar de nosso bichano.

O mesmo é válido para os donos que elejam oferecer uma dieta crua ou BARF, em português dieta ACBA (Alimentação Crua Biologicamente Adequada) a seu felino doméstico.

Para além disso, as visitas periódicas ao veterinário e uma adequada medicina preventiva também são fundamentais para detectar qualquer alergia ou possíveis sintomas de doenças associadas a desequilíbrios alimentares como diabetes, obesidade ou insuficiência renal. Nestes casos, seu gato necessitará seguir uma dieta específica para impedir a evolução dos sintomas de cada uma dessas patologias e proporcionar uma melhora na qualidade de vida.

Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos

2

Mudar a comida de um gato deve sempre ser um processo lento e gradual, que respeite o tempo de adaptação de cada animal.

Os felinos se aferram a sua rotina alimentar e a seu hábitos diários para sentirem-se seguros em seu lar e para não se exporem a contextos desconhecidos que podem representar um risco ao seu bem-estar.

Ao obrigarmos o nosso gato a se submeter a uma mudança brusca em sua dieta, facilitamos o aparecimento de sintomas de estresse e também de alguns efeitos colaterais físicos como vômito e diarreias.

Os gatos idosos requerem uma atenção especial à mudança de sua dieta, já que necessitam dos nutrientes adequados, como um alto aporte de proteína e de certas vitaminas para compensar a perda natural de massa muscular e a diminuição do ritmo metabólico. Costumam ainda ser mais vulneráveis e desenvolverem transtornos digestivos diante de uma mudança brusca em sua dieta.

Por essa razão, jamais devemos substituir integralmente ou repentinamente sua refeição diária por uma nova ração.

Para mudar a comida de um gato lenta e gradualmente, você deve começar a substituir um percentual muito baixo da alimentação tradicional de seu gato pela nova ração.

Progressivamente você poderá ir ir aumentando gradualmente este percentual até que a nova ração represente 100% da dieta diária de seu bichano.

Passo a passo para mudar a alimentação de gatos:

  • 1º e 2ª dia: agregamos 10% do novo alimento, e completamos com 90% da ração anterior.
  • 3º e 4º dia: elevamos para 25% a quantidade da nova ração e adicionamos 75% da antiga.
  • 5º, 6º e 7º dia: misturamos proporções iguais, oferecendo 50% de cada ração ao nosso felino.
  • 8º e 9º dia: oferecemos 75% da nova ração e deixamos apenas 25% da ração anterior.
  • A partir do 10º dia: já podemos oferecer 100% da nova ração e ficamos atentos à reação de nosso bichano.

Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos

3

Adicionar alimento úmido ou patê à nova ração seca de seu bichano é uma boa alternativa para matizar sabores e estimular o seu apetite. Inclusive você mesmo pode fazer uma saborosa comida caseira úmida em casa para seu gato, sem conservantes ou produtos industrializados.

No entanto este é um método temporário, que deve ser utilizado apenas nos primeiros dias da transição alimentar.

Caso contrário, seu gato poderá acostumar-se não ao sabor da nova ração, mas do alimento úmido.

Além disso, a combinação de ração com comida caseira ou úmida pode provocar problemas digestivos, já que os alimentos têm tempos de digestão diferentes.

4

Os felinos, como autênticos carnívoros que são, gostam que sua comida tenha uma temperatura morna.

Lembre-se que os animais que caçam para alimentar-se costumam ingerir a carne de sua presa recém abatida, quando ainda conservam sua temperatura corporal.

Por isso, se observar que seu gato não demonstra interesse por sua nova comida, poderá utilizar o velho “truque” de amornar a comida para estimulá-lo a prová-la.

Para amornar ligeiramente a comida do seu gato, acrescente um pouco de água quente (mas não fervendo) na ração e deixe descansar até que atinja uma temperatura entre 35ºC e 37ºC (aproximadamente a temperatura corporal de um mamífero). Isso não apenas incrementará o sabor e o aroma do alimento, como também lhe dará uma textura mais agradável ao paladar de seu bichano.

5

Antes de afirmar que nosso bichano tem um paladar muito restrito, devemos ter em mente que, em geral, os próprios tutores costumam facilitar o aumento da seletividade ou a limitação do paladar de seus felinos.

É que temos a tendência a oferecer uma única ração seca ou o mesmo sabor de alimento úmido a nosso bichanos durante grande parte de sua vida.

E se um gato experimenta um só sabor, aroma ou textura por um tempo prolongado, será muito mais difícil que ele se adapte a uma nova proposta de alimentação, pois se acostumará a uma rotina alimentar muito restrita e pouco variada.

Para melhorar a capacidade de adaptação e a flexibilidade do paladar de nossos felinos, devemos investir em uma adaptação alimentar precoce. Todos os felinos desenvolvem seus critério de paladar e seus gostos pessoais durante os seus primeiros 6 ou 7 meses de vida.

Durante este período, estão mais predispostos a provar diferentes aromas, sabores, texturas e formas de alimentos secos e úmidos.

E se oferecemos essa variedade em sua dieta infantil, criaremos um felino adulto com maior tolerância alimentar e melhor predisposição a aceitar mudanças em sua rotina.

Como Armazenar Alimentos Molhados Para Gatos: 11 Passos

Se deseja ler mais artigos parecidos a Mudar a ração do gato – Passo a passo, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Dietas equilibradas.

Cómo guardar comida húmeda para gatos

X

Nuestro equipo de editores e investigadores capacitados han sido autores de este artículo y lo han validado por su precisión y amplitud.

En este artículo, hay 11 referencias citadas, que se pueden ver en la parte inferior de la página.

wikiHow's Content Management Team revisa cuidadosamente el trabajo de nuestro personal editorial para asegurar que cada artículo cumpla con nuestros altos estándares de calidad.

Si decidiste que la comida húmeda es lo mejor para tu gato, es importante que mantengas guardada de forma segura la marca elegida de comida para gatos.

La comida que esté vencida, que se guardó de forma incorrecta o que se expuso al aire durante mucho tiempo puede ser dañina para la salud de tu gato.

A fin de guardar la comida húmeda de forma adecuada, mantén refrigerada la comida abierta, guarda la comida sin abrir en un lugar fresco y seco y evita los errores comunes al guardarla a fin de asegurarte de que tu gato tenga una comida saludable.

Leia também:  Como calcular a cagr no excel: 8 passos (com imagens)

  1. 1

    Pon la comida que no utilices en un recipiente hermético. Si no utilizaste toda la comida del paquete, ponla en un recipiente hermético de inmediato una vez que la abras. No dejes la comida expuesta al aire a temperatura ambiente por un periodo de tiempo. Está bien utilizar un recipiente de plástico con tapa hermética o una bolsa de plástico con cierre hermético.[1]

  2. 2

    Desecha la comida abierta después de 4 horas. Incluso si tienes sobras de comida, no la utilices una vez que la hayas dejado. Desecha la comida si estuvo expuesta al aire durante 4 horas o más, ya que después de esa cantidad de tiempo, habrá una posibilidad de contaminación bacteriana.[2]

  3. 3

    Guarda el recipiente hermético en el refrigerador hasta por 5 días. Pon el recipiente hermético en el refrigerador. Lo ideal es que lo mantengas ahí a 4 °C (40 °F). Desecha la comida si no la utilizas en 5 días.

  4. 4

    Verifica si puedes congelar el exceso de comida. También es una opción guardar comida para gatos sin utilizar en el congelador. Primero revisa el paquete para ver si hay una parte que advierta sobre la congelación de la comida.

    Si no hay nada, divídela en porciones individuales. De esta forma podrás descongelar comidas individuales según sea necesario. Si bien la comida durará más en el congelador, será mejor utilizar el exceso de comida dentro de un periodo de un mes.

    [3]

  5. 5

    Mantén refrigerada hasta por 5 días la comida abierta para gatos. Algunas comidas húmedas para gatos vienen en latas; sin embargo, también puedes comprar comida refrigerada para gatos. Debes refrigerar este tipo de comida tan pronto como la lleves a casa. Si tienes este tipo de comida para gatos, una vez abierta podrás guardarla en el refrigerador hasta por 5 días.[4]

    • Si no has abierto la comida, puedes guardarla hasta la fecha de vencimiento.
  6. 6

    Mezcla la comida fría con agua tibia antes de servir. A los gatos por lo general no les gusta comer comida fría. Agrégale un poco de agua tibia a la comida. Así la calentarás pero deberás evitar que esté muy caliente para que tu gato empiece a comerla.[5]

  7. 7

    No mezcles comida nueva y antigua. No mezcles la comida para gatos antigua y que esté guardada con la comida húmeda para gatos de un recipiente recién abierto.

    Si bien ambas comidas podrían estar es buen estado para que tu gato se las coma, sin saberlo podrías contaminar la nueva comida.

    Sírvele primero la comida guardada y no abras la nueva hasta que tu gato haya comido la antigua o hasta que la hayas desechado.[6]

  1. 1

    Verifica la fecha de vencimiento de la comida para gatos. Una comida enlatada y sin abrir para gatos por lo general se podrá conservar por bastante tiempo. No obstante, siempre será mejor verificar la fecha de vencimiento de la lata de comida antes de dársela a tu gato. Desecha la comida cuya fecha de vencimiento haya pasado, incluso si la compraste recientemente.[7]

    • Si acabas de comprar una lata de comida para gatos cuya fecha de vencimiento ya pasó, puedes tratar de devolverla a fin de obtener un reembolso o cambio.
  2. 2

    Mantén la comida en un lugar fresco y seco. No guardes la comida en un lugar que supere los 38 °C (100 °F). Exponer la comida para gatos a demasiado calor y humedad puede provocar que se degrade. Guárdala en un lugar donde no quede expuesta a la luz solar o al agua. Es ideal poner la comida en la alacena o despensa.[8]

    • Está bien guardar la comida en un lugar muy frío. Esto evitará que se degrade.
  3. 3

    Desecha los recipientes dañados de comida. Incluso si guardaste la comida de forma adecuada, verifica el recipiente antes de guardarlo. Si ves que el paquete se ha roto, lo mejor será desechar la comida. También deberás desechar los recipientes de comida que tengan moho o humedad visible.[9]

  4. 4

    Guarda el paquete original. Lo mejor será conservar la comida en su paquete original hasta que lo abras. Una vez que abras la comida y que la guardes en un recipiente hermético, no deseches el paquete original. El paquete contendrá la información que necesitarás si la marca de comida alguna vez se retira.[10]

  • Lo mejor es comprar en tiendas concurridas que llevan comida húmeda para gatos. La razón es que así habrá una mayor rotación de productos, por lo tanto, será menos probable que compres comida vencida.[11]

Coautor(a):

Editor del personal de wikiHow

Nuestro equipo de editores e investigadores capacitados han sido autores de este artículo y lo han validado por su precisión y amplitud.

Categorías: Gatos

  • Imprimir
  • Agradecer a los autores

Esta página ha recibido 2666 visitas.

Alimentação de gato adulto

ALIMENTOS PARA GATOS, CONHEÇA AS DIFERENTES OPÇÕES

Existe uma vasta gama de produtos entre os quais você ficará em dúvida de qual deles deve escolher. A boa notícia é que, independentemente do estilo de vida, condição física ou idade do seu gato, existe um produto indicado para ele.

  • A menos que algum tipo de problema médico o impeça, você pode decidir livremente se oferecer alimento úmido ou seco, dependendo do seu gosto.
  • Comida seca para gato
  • As dietas baseadas em alimentos secos são fáceis de usar e de medir, e têm uma vida útil mais longa quando o recipiente é aberto do que os alimentos úmidos.

Estes produtos também ajudam a manter a saúde bucal do seu gato. Seu gato precisará de mais esforço para mastigar os alimentos secos e levará mais tempo para comer.

Há gatos que preferem comida seca crocante e não gostam que esteja misturada com água.

Comida úmida para gato

Outros gatos simplesmente preferem o sabor e a textura dos alimentos úmidos. Os alimentos úmidos são muito úteis porque, como são apresentados em pequenos sachês e latas, eles sempre permanecerão frescos e fáceis de servir.

Além disso, seu gato vai comer mais de uma só vez e vai beber menos água.

Alguns proprietários oferecem aos seus gatos uma mistura de alimentos secos e úmidos. Alguns gatos preferem comida molhada pela manhã e comida seca durante o resto do dia. Experimente os dois tipos para verificar qual é a favorita do seu gato.

  1. PRODUTOS ALIMENTARES PARA GATOS ADULTOS
  2. A Purina fabrica alimentos secos e úmidos para gatos adultos em todos os estágios e estilos de vida.
  3. Se o seu gato passa a maior parte do tempo dentro de casa, o mais indicado será uma receita especial para gatos domésticos para reduzir as bolas de pelo ou uma dieta baixa em calorias, já que ele se exercitará menos e terá mais chances de ganhar peso.
  4. Se o seu gato for castrado, também existem produtos indicados para ele, para evitar problemas no trato urinário.
  5. Gatos adultos 7+ devem seguir uma dieta especial, assim como gatas prenhas e gatos com sobrepeso ou obesidade.
  6. Se o seu gato tiver necessidades nutricionais específicas ou se você estiver preocupado com algum aspecto da sua dieta, consulte o veterinário.
  7. COMO ALIMENTAR UM GATO
  8. Os gatos são animais de costume, então introduzi-los em uma rotina fixa assim que eles começam a ser adultos é o mais conveniente tanto para o dono quanto para o animal.

Um gato come em pequenas quantidades e com uma frequência de 10 a 22 vezes por dia; se você pode alimentá-lo com pequenas porções repetidamente, muito melhor. No entanto, se você o alimentar com alimentos úmidos ou o seu ritmo de vida não permite que você faça isso várias vezes ao dia, com duas refeições por dia é suficiente para a maioria dos gatos.

É melhor alimentar um gato no mesmo local e nas mesmas horas todos os dias, em uma área tranquila, onde ele possa relaxar e que esteja longe da caixa de areia.

Escolha uma superfície que seja fácil de limpar ou use um recipiente para alimentá-lo e, é claro, um recipiente de metal ou cerâmica. Alguns gatos preferem comer em uma tigela ou em um prato plano, o que pode ajudar os gatos que comem muito rápido a comer mais devagar.

Se você tiver mais de um gato, certifique-se de que seus respectivos recipientes estejam a uma distância considerável para evitar possíveis brigas. Se seus gatos não se dão bem, você provavelmente terá que destinar diferentes áreas para alimentá-los e assim manter a paz.

SERVINDO E GUARDANDO O ALIMENTO

Para alimentar o seu gato, sirva alimentos úmidos à temperatura ambiente, pois é mais fácil de digerir e o cheiro é mais forte. Para isso, retire-os da geladeira pelo menos uma hora antes de servi-los. Você pode usar o microondas para deixá-los mornos, mas sempre sem deixá-los ficar muito quentes.

Leia também:  Como agir para acabar com a fome no mundo: 11 passos

Alimentos úmidos estragam rapidamente, então você não deve deixá-los descobertos. Depois de aberto, não guarde os alimentos úmidos por mais de 24 horas, mesmo que estejam na geladeira.

Alimentos secos, por outro lado, podem ser deixados na tigela o dia todo sem estragar. Guarde-o em um ambiente seco e limpo, idealmente em um recipiente hermético ou em uma caixa com fecho, para manter seus aromas e sabores.

QUANTIDADE DE ALIMENTO

A quantidade de comida que você oferece ao seu gato dependerá da raça, estilo de vida e condição física. Cada gato é único. A coisa mais importante a ter em mente é que eles comem o suficiente para se manter saudáveis.

Se você não tem certeza da quantidade de alimento que deve oferecer ao seu gato, consulte a tabela que vem na embalagem das rações e, para obter mais informações, entre em contato com seu veterinário.

Uma maneira fácil de verificar o estado físico do seu gato é apalpar as costelas e a barriga. Se ele está no peso ideal, você deve ser capaz de notar suas costelas facilmente, mas sem vê-las, sem muita gordura ao redor delas. Se você observar de cima, sua cintura, localizada após as costelas, deve ser claramente visível, sem que se formem dobras ao andar.

Se você perceber que seu gato está acima do peso ou obeso, verifique com seu veterinário como ajustar uma dieta e um plano diário para ajudá-lo a retornar ao seu peso ideal.

CONTROLE DE PESO

Se você considera que seu gato precisa perder peso e seu veterinário concorda, você precisará seguir uma série de etapas para ajudá-lo, oferecendo todos os nutrientes necessários.

Se você tiver mais de um gato, alimente-os em áreas separadas para evitar que eles roubem comida entre eles.

Dividir a dieta diária do seu gato em várias refeições pode ser útil para o controle do peso, mas preste atenção no quê e quanto você oferece a cada vez.

Mas nem tudo é dieta: Um estilo de vida saudável é igualmente importante para controlar o peso do seu gato. Se o seu gato prefere o interior ou é um gato um pouco preguiçoso, tente incentivá-lo a correr utilizando brinquedos para que esteja ativo e queime calorias.

Se você está preocupado com o peso do seu gato, pense em mudar sua alimentação por uma dieta baixa em calorias, para que você não tenha que reduzir a quantidade de alimento que costuma oferecer.

A única coisa que é reduzida nestes produtos é a quantidade de calorias, por isso eles continuarão a fornecer ao seu gato todas as vitaminas e minerais de que necessita.

As receitas Reduce Calorie da PURINA podem ajudar.

A redução de peso deve ser lenta e regular; uma queda súbita de peso pode ser perigosa para o seu gato. Essa mudança pode durar meses, então seja paciente.

Lembre-se, seu veterinário provavelmente sugerirá que você reduza a quantidade de comida que você oferece ao seu gato ou que você mude para um alimento especial de baixa caloria, mas nunca o prive de comida ou remova o alimento sem o consentimento expresso do veterinário.

COMENSAIS EXIGENTES

Se seu gato ignora a comida, você não está sozinho! Muitos gatos preferem algumas texturas e sabores a outros e tendem a rejeitar os alimentos se algo mudar. Se o seu gato se recusar a comer normalmente, marque uma consulta com o veterinário porque isso pode ser um sinal de algum problema de saúde subjacente. Você pode incentivar seu gato a comer seguindo estes passos:

Mude o horário da refeição até que todos os membros da sua família tenham comido e alimente-o em uma área tranquila, longe do barulho e do estresse. Você também pode tentar mudar o alimento úmido por alimentos secos ou usar um sabor diferente.

Certifique-se de que o recipiente esteja limpo. Restos de alimentos podem causar rejeição. Use um recipiente ou um pratinho plano.

Alimentos secos absorvem umidade e tornam-se rançosos, especialmente em lugares quentes. Tente alterar o tipo de produto se você normalmente usa esse tipo de alimento.

Sirva os alimentos úmidos à temperatura ambiente, para que o cheiro seja mais apetecível. Aqueça a comida no microondas um pouco até que esteja morna à temperatura ambiente (nunca quente).

Os gatos que saem para passear podem fazer uma ou duas refeições, só para não ficarem famintos. Isso acontece especialmente quando há altas temperaturas.

Se você mudar de comida, tente fazê-lo durante um longo período de transição de mais de 10 dias para que ele aceite melhor a nova.

PETISCOS E APERITIVOS

Uma dieta completa com as principais refeições não precisa de suplementos para fornecer ao seu gato os nutrientes essenciais; no entanto, alguns alimentos como petiscos, aperitivos ou aqueles feitos apenas com carne ou peixe não são nutricionalmente equilibrados por si mesmos.

Petiscos e aperitivos são bons se oferecidos com moderação, mas reduza um pouco a quantidade de comida que você dá se não quiser que seu gato seja superalimentado. Como regra geral, no máximo 15% das calorias diárias ingeridas pelo seu gato podem ser provenientes de petiscos.

  • Se o seu gato segue uma dieta especial recomendada pelo seu veterinário, por exemplo para perder peso ou devido a alguma doença, pergunte o que você pode oferecer e o que não ao seu gato.
  • O QUE UM GATO DEVE BEBER
  • A hidratação do seu gato é tão importante quanto a alimentação para que ele esteja nas melhores condições, especialmente se você o alimenta com comida seca.

Certifique-se de que o seu gato tenha acesso a água limpa e fresca em todos os momentos. Coloque um grande recipiente de água onde seu gato geralmente está relaxando. Tente não colocar comida e água no mesmo lugar.

Se o seu gato recusar a água, use um recipiente maior. Alguns gatos não gostam que seus bigodes encostem nas bordas do recipiente.

Os gatos não precisam beber leite após o desmame, portanto, não use leite como substituto da água. De fato, os gatos adultos podem ter intolerância aos açúcares contidos no leite, o que pode causar diarreia. Até mesmo o leite especial para gatos deve ser considerado um alimento (ou uma recompensa), não uma bebida.

PRODUTOS PROIBIDOS PARA GATOS

Sabemos que é tentador alimentar o seu gato com doces e comida caseira. Para muitas pessoas, este é um símbolo de amor que mostra o quanto eles amam seus gatos. No entanto, alimentos humanos são ricos em calorias e pode acabar alterando a dieta completa e balanceada do seu gato. Alimentar um gato com algo que contenha cebolas pode ser prejudicial, então não faça isso.

COMO MUDAR A ALIMENTAÇÃO DO SEU GATO

Qualquer mudança nas condições que rodeiam seu gato pode significar que você tenha que ajustar sua dieta.

Por exemplo, passar de uma casa com quintal a outra sem quintal significa que o gato vai queimar menos calorias porque não vai correr com tanta frequência.

Você deve estar muito atento aos hábitos alimentares e condição física do seu gato. Se você notar alguma mudança ou achar que precisa de uma dieta melhor, vá com o veterinário.

Se o veterinário concordar que o gato precisa de um ajuste em sua dieta, você terá que fazê-lo gradualmente para que seu estômago não seja prejudicado por uma mudança repentina, seja mudando de alimentos úmidos para secos ou mudando de marca.

Coloque um pouco da nova comida com a comida atual do seu gato e misture-a.

Durante uma semana, aumente gradualmente a quantidade de comida nova na mistura e reduza a quantidade de comida regular. Alguns gatos precisarão de até duas semanas para trocar completamente de uma para outra, então seja paciente.

  1. Se você tem que mudar a dieta do seu gato, mas ele não está bem, pergunte ao seu veterinário sobre a melhor época e forma para fazê-lo.
  2. Se você está mudando de um alimento úmido para um seco, seu gato vai precisar de mais líquido durante todo o dia e vai começar a comer várias vezes ao dia, em vez de apenas uma refeição.
  3. Se você está mudando de um alimento seco para um úmido, é normal que seu gato beba um pouco menos de água do que o normal e coma mais em um período mais curto.
  4. Os alimentos secos são mais densos em energia do que os alimentos úmidos e, portanto, você terá que dar mais deste produto para fornecer a mesma quantidade de calorias.
  5. PRODUTOS PURINA PARA GATOS ADULTOS
  6. A Purina fabrica grande parte do alimento úmido para gatos adultos, cada um como resultado dos mais recentes avanços científicos em qualidade, sabor e nutrição; eles são projetados para oferecer a você e seu animal de estimação uma ampla gama de receitas e formatos, para todas as fases e estilos de vida.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*