Como aprender uma linguagem de programação (com imagens)

Você já deve saber (e nós já falamos bastante sobre isso aqui no Engenharia 360) que a programação é quase o “idioma” do futuro, principalmente na Engenharia. No entanto, há tantas linguagens diferentes que é normal ficar um pouco perdido. Para te ajudar, fizemos uma listinha com as melhores linguagens de programação para engenheiros(as). Confira!

Linguagens de programação para engenheiros(as)

1| Python

Nós já falamos sobre o Python e como ela pode ser útil na Engenharia. A verdade é que Python faz de tudo um pouco: desde o simples Hello World até análises de dados profundas, estatísticas, banco de dados e redes. Isso sem falar na parte gráfica.

Além disso, Python é intuitiva, fácil de aprender e de alto nível (com instruções mais humanas). Python também é uma linguagem adequada para quem não entende nada de programação e quer começar a aprender.

Como Aprender uma Linguagem de Programação (com Imagens)Imagem: imperva.com

2| Java

O Java pode parecer um bicho de sete cabeças para algumas pessoas que não tiveram contato. Porém, é impossível negar que ele está por trás de muita coisa e que saber programar nesta linguagem é uma verdadeira carta na manga. Tanto que ele deveria estar no mesmo nível do Python nesta lista (considere dois números um).

Java está no Android, no Windows, no Mac, no Linux, no Raspberry Pi e em muito mais locais. Além disso, é uma linguagem poderosa.

Como Aprender uma Linguagem de Programação (com Imagens)Imagem: developers.redhat.com

3| Matlab

Uma das coisas mais comuns que existem na programação é ouvir que Matlab é coisa de engenheiro(a). Não mentiu. Matlab, a linguagem e o software, são voltados para o cálculo numérico.

Matlab é uma linguagem e faz de tudo um pouco: gráficos, resolve equações e matrizes complexas, análise estatística, simulação de diferentes programas, etc. Além disso, têm várias bibliotecas que poupam tempo de ficar criando as ações que devem ser feitas. Ainda, é uma linguagem prática e favorita de muitos na Engenharia.

Como Aprender uma Linguagem de Programação (com Imagens)Imagem: youtube.com

4| C++ e C

Old but gold, nós sabemos. Na verdade, C e C++ poderiam vir separados nesta lista. Porém, por praticidade, elas estão agrupadas. Isso acontece porque, apesar de serem linguagens bem diferentes, a sintaxe é bem parecida. Assim, uma vez que você aprende uma, só precisa entender a lógica da outra, sem se preocupar muito com a mudança da sintaxe.

Uma grande diferença entre elas (e talvez a maior) é que C++ é uma linguagem orientada a objetos (como Java).

Por outro lado, o C é mais robusto, bem no estilo “faça você mesmo”/”reinvente a roda”, mas não deixa de ser poderosa.

Às vezes, quando nenhuma das linguagens der conta do seu programa (seja por tempo de execução, eficiência e outros motivos), é ao C que você vai precisar recorrer. Então, não subestime o C.

Como Aprender uma Linguagem de Programação (com Imagens)Imagem: youtube.com

5| Visual Basic .NET

Visual Basic é uma linguagem de programação estrutura criada pela Microsoft. É uma linguagem considerada versátil e fácil. Além disso, ela é muito usada em empresas de diversos setores, o que a torna uma linguagem importante para quem quer conquistar uma vaga no mercado de trabalho.

Como Aprender uma Linguagem de Programação (com Imagens)Imagem: searchsqlserver.techtarget.com

6| SQL

SQL significa Structure Query Language, uma linguagem muito usada para banco de dados. Só esse fato já indica porque ela é tão importante: na era do big data, saber consultar, inserir, atualizar, excluir dados e mais ações em um banco de dados é essencial.

Como Aprender uma Linguagem de Programação (com Imagens)Imagem: purplefrogsystems.com Como Aprender uma Linguagem de Programação (com Imagens)

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Melhores linguagens de programação • Universidade da Tecnologia

Quais são as melhores linguagens de programação? Existe a melhor de todas? Quais são as mais populares? E a mais fácil de aprender ou a mais indicada para conseguir empregos na área de TI? Qual a mais usada no desenvolvimento de games e apps? Essas são perguntas frequentes de quem se envolve com o estudo de linguagens de programação.

Este post faz parte da série Poliglota em Linguagens de Programação e responde a essas perguntas.

Como Aprender uma Linguagem de Programação (com Imagens)

1. Qual é a melhor linguagem de programação de todas?

Adoraria responder de forma cravada: é a linguagem C++. Sou fã da linguagem, ela serve para diversos propósitos e a uso bastante para resolver diferentes problemas computacionais. Mas, na vida real, não é assim que funciona. Não existe a melhor linguagem de programação de todas, porque a resposta depende de vários fatores.

Melhor linguagem para aprender a programar? Melhor linguagem para desenvolver um software específico? Melhor linguagem para ter mais desempenho? Mais confiabilidade? Portabilidade?

As respostas dependem principalmente do tipo de aplicação que se deseja desenvolver e de suas funcionalidades. Definido isso, conseguimos falar quais são as melhores linguagens para cada propósito.

A primeira pergunta é: o software que se deseja desenvolver deverá rodar em qual plataforma? Ele pode ser uma aplicação web e rodar em um navegador, na web, de forma a permitir o acesso de diferentes sistemas operacionais e equipamentos.

Pode ser um app para rodar em um dispositivo móvel ou um software para rodar em computador com um determinado sistema operacional. Pode ser também um software para rodar embarcado em um microcontrolador, como o Arduino.

Depois de definida a plataforma, encarada como uma combinação de equipamento mais sistema operacional sobre o qual o software deverá rodar, existe outra pergunta: quais as funcionalidades do software? É um sistema para cadastro e controle de registros? Sistema de login e senha ? Game ? Simulador de Realidade Virtual? App com captura de fotos, processamento de imagens, vídeos e posts?

Vamos analisar as principais alternativas.

1.1 Melhores linguagens desenvolvimento web

O desenvolvimento web é atualmente a principal área de desenvolvimento por um motivo simples: uma página na internet é compatível com a maioria dos equipamentos que possui acesso à Internet. É possível navegar em uma página web usando uma TV smart, um smartphone, um notebook, um computador, independente deles possuírem Android, iOS, Windows ou Mac OS.

Páginas web podem ser estáticas, meramente informativas, compostas por textos, imagens e vídeos. Nesse caso, o usuário tem como navegação clicar nos botões e navegar pelas páginas do site.

Não existe uma reação do site além de trazer as páginas requisitadas via menus e botões. Essas páginas podem ser criadas com HTML e CSS, que são linguagens de marcação e não entram na lista de linguagens de programação.

Elas servem para estruturar e estilizar páginas web e não para criar interações.

Uma página web também pode ser dinâmica, com funcionalidades que realizam a interação entre o sistema e o usuário.

Um cadastro que armazena os registros em um banco de dados, um formulário de envio de mensagem, um acesso restrito com login e senha e um feed automático são exemplos.

Para criar interação em uma página web é preciso programá-la e o nome dado a essa área é desenvolvimento web.

1.1.1 Front-end e Back-end

Dentro dela  temos duas divisões, uma focada na experiência com o usuário via interface visualizada no navegador de quem acessa, e outra focada nos sistemas que rodam por trás dessa interface, como o banco de dados e outros tipos de software no servidor. Estas sub-áreas são:

  • Front-end: a linguagem JavaScript (que é diferente da linguagem Java) é a mais indicada para aprender a criar páginas interativas que rodam na máquina de cada usuário.
  • Back-end: existem várias linguagens, mas as principais são: Java, PHP, Python, C#.

Vamos falar de cada uma delas durante a série Poliglota.

1.2 Melhores linguagens desenvolvimento mobile

Você já entrou em algum site que avisa que existe também o aplicativo com o link para baixá-lo? Por que as pessoas e empresas se interessam em desenvolver um app, além do site? Teoricamente, a maioria das funcionalidades de um software pode ser implementada tanto em uma aplicação web quanto em um app.

Para responder isso, vamos analisar outra situação. Você já jogou games no navegador? Pense nos games nativos, nos quais o simples acesso ao browser permite que se jogue, sem instalar nenhum plugin. Agora compare com games que rodam em apps mobile ou no computador.

Leia também:  Como calcular a massa de um objeto: 9 passos

Pensando em critérios como jogabilidade, gráficos e desempenho, os games de computadores proporcionam experiências mais imersivas e intensas porque o hardware possui mais recursos.

É possível instalar um joystick e montar um computador possante para maximizar o desempenho e o visual do jogo. Em um game que roda como um app em dispositivos móveis é parecido.

Nos celulares mais potentes vai rodar mais redondo, mas também vai rodar (com simplificações) nos que possuem o sistema operacional compatível e o hardware mais fraco.

Já um game nativo web tem como único recurso o navegador. Tudo tem que ser feito para ele com suas limitações. O hardware não faz diferença como nos outros casos. Por um lado, isso pode ser ruim, mas por outro, essa é uma vantagem (por permitir um uso mais inclusivo), ao lado do fato de não ser preciso baixar e instalar um software. Para os apps que não são games funciona da mesma forma.

1.2.1 Desenvolvimento nativo

Devido aos prós e contras, é comum encontrar discussões recorrentes sobre o que é melhor: desenvolver um aplicativo nativo (isto é, próprio para o sistema operacional que vem no dispositivo móvel) ou uma aplicação web compatível ao máximo possível com mobile. Existem grandes esforços para melhorar essa última linha, principalmente com o conceito de Web Apps.

O desenvolvimento mobile nativo atualmente é dividido por sistema operacional. Os equipamentos que rodam Android, os que rodam iOS, os que rodam Windows Phone ou os que rodam outro sistema operacional. Para cada sistema operacional existem diferente opções de linguagens de programação.

1.2.2 Android

Como escolher a primeira linguagem de programação?

A área de desenvolvimento sempre esteve em alta, independente da economia ou do ano em que falamos. Uma forma de perceber isso é através do noticiário, que vive falando do grande número de oportunidades abertas em TI e do crescimento anual do setor. Portanto, se você quiser entrar na área, tem como!

O que acontece, muitas vezes, é que nem sempre é fácil saber por onde começar. Se você for procurar a informação na internet, por ser um mercado muito técnico, frequentemente você irá se deparar com artigos extremamente difíceis para a compreensão de um leigo, ou melhor, de alguém que está procurando dar os seus primeiros passos na área.

Por exemplo, uma das dúvidas mais comuns que ouvimos de iniciantes no setor é a seguinte:

“Qual linguagem de programação devo aprender primeiro?”

Sim, todo mundo que entra na programação já se perguntou isso. E, como muitos programadores seniores pensam, a resposta não é tão simples. Essa é uma escolha extremamente importante e que pode definir o rumo de uma carreira.

Mas então, como escolher uma linguagem que fará sentido para você e para a sua carreira? O que será melhor para um iniciante? Continue lendo para tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto!

Fique de olho no mercado de TI

Antes de começar a aprender uma linguagem, é importante que você entenda o que está em alta no mercado.

Todo ano são publicados rankings que mostram quais linguagens são as mais usadas naquele período. Mas é necessário saber interpretar esses dados.

Nesse artigo da Becode, criamos um compilado sobre as principais linguagens de programação do mercado. Recomendo como uma leitura complementar.

Importante! Não adianta escolher a linguagem que está mais em alta e começar a estudar. Isso só faria você aprender uma linguagem, não necessariamente a que te dará oportunidades e satisfação no trabalho. Isso vale para qualquer área da vida, não apenas em TI.

Sendo assim, pesquise sobre o mercado em que você pretende atuar. Se você quer ser programador em São Paulo, por exemplo, se informe sobre quais linguagens de programação estão bombando naquele estado. Seguindo a mesma lógica para outros estados e até países.

Pergunte para profissionais do setor, para a Becode nos comentários, em fóruns da internet, professores e amigos. Quanto mais informação melhor. É em cima desses dados que você vai tirar os insights que precisa: “qual linguagem devo escolher?”

Facilidade de aprendizado

Como Aprender uma Linguagem de Programação (com Imagens)

A facilidade de aprendizado é um fator importante na hora de escolher uma primeira linguagem de programação. Talvez você não queira já entrar no mercado, mas apenas ser introduzido na área de desenvolvimento, o que é algo comum (pessoas que não programam profissionalmente, mas querem saber como tudo funciona).

Alguns dos membros da Becode iniciaram assim, estudando para aprender, não como um foco profissional. Nessa categoria, recomendamos duas linguagens que são excelentes para quem está começando agora.

JavaScript

Recentemente, respeitadas universidades norte-americanas resolveram adotar essa linguagem como plataforma introdutória de programação nos seus cursos. Foi uma atitude polêmica no setor, mas que visa ajudar quem está começando agora.

Por que essa mudança? Basicamente, porque JavaScript (JS) é uma das linguagens mais simples de aprender. No caso, o programador, ao invés de se preocupar com SDKs, IDEs e compiladores, já pode iniciar com a linguagem utilizando apenas um editor de texto e um browser para rodar os resultados, já que praticamente todos os navegadores de hoje suportam a linguagem.

Nesse pequeno tutorial, você já consegue brincar um pouco com a linguagem e lançar os seus primeiros códigos JS.

Python

Outra linguagem que muitos tem utilizado para iniciar o seu aprendizado na área é o Python. A linguagem foi criada visando ser simples em sua escrita. Aqui no nosso blog temos um post que foca em exaltar essas características da linguagem: facilidades e o que faz a tecnologia ser uma ótima escolha entre os iniciantes. Não deixe de ler!

Servem apenas para iniciantes?

Muitas pessoas, por uma razão psicológica que eu desconheço, ao saber que algo é bom para iniciantes, logo acabam menosprezando esse “algo”. Nesse caso, as linguagens acima. Se você fez essa conexão, não se engane! Tanto Python, quanto JavaScript estão entre as principais linguagens do mercado.

Python é uma linguagem excelente para o desenvolvimento de aplicações inovadoras que usem algoritmos de aprendizado de máquina (Spotify, por exemplo), enquanto o JavaScript é considerada a linguagem mais utilizada no mundo, estando presente em praticamente todos os sites da web e, atualmente, sendo utilizada até para a manipulação de banco de dados NoSQL.

Portanto, não cometa esse erro de menosprezar essas duas tecnologias!

Na Becode, temos cursos introdutórios para Python e para JavaScript. No caso do curso de JavaScript você verá como ele pode ser útil no front-end de uma aplicação, em conjunto com as tecnologias HTML e CSS.

Espera, não sabe o que é front-end? Vamos explicar isso no próximo tópico!

Linguagens front-end

As 6 melhores linguagens de programação para iniciantes

Clique para copiar https://computerworld.com.br/2019/09/01/as-6-melhores-linguagens-de-programacao-para-iniciantes/

É notória a falta de programadores qualificados no mercado de trabalho que passa por transformações digitais.

Segundo relatório da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), existem atualmente 845 mil empregos no setor de Tecnologia da Informação e Comunicação no Brasil, sendo que a maioria (42,9%) está concentrada em São Paulo.

A demanda anual por novos talentos projetada entre 2019 e 2024 está em 70 mil profissionais. Porém, apenas 46 mil pessoas se formam ao ano no Ensino Superior com o perfil necessário para atender essas vagas.

A boa notícia é que muitos profissionais têm encontrado oportunidades para renovar suas habilidades fazendo cursos online em casa.

Há uma série de possibilidades no vasto campo da internet para aqueles que estão iniciando suas carreiras em tecnologia.

Mas, afinal, por onde começar a aprender?  Na lista abaixo, selecionamos 14 opções de cursos online gratuitos para você aprender as linguagens de programação mais indicadas para iniciantes.

HTML e CSS

Embora não sejam linguagens de programação efetivamente, o conhecimento de HTML e CSS é fundamental para qualquer desenvolvedor.

HTML e CSS estão presentes em qualquer página da web moderna e mesmo que um desenvolvedor crie aplicativos, é necessário saber como adicionar as aplicações criadas em um site moderno, inteligente e responsivo.

Você não quer publicar seu projeto que se dedicou tanto em um site feio, não é mesmo?

HyperText Markup Language (HTML), assim como diz seu nome, é uma linguagem de marcação, usada para definir onde devem estar cada elemento de uma página web, assim como seu conteúdo em texto que também é estabelecido em HTML. Atualmente o HTML está em sua quinta versão (HTML5) que foi desenvolvida pelo coletivo World Wide Web Consortium (W3C), organização responsável pela padronização “www”.

Já o Cascade Style Sheet (CSS) é a linguagem responsável por dar cor, estilo e design aos elementos da sua aplicação ou site. Para aprender CSS é necessário que saiba HTML, pois são linguagens interligadas. Os códigos escritos em CSS devem ficar dentro da estrutura criada em HTML.

  • Cursos
  • Introdução ao HTML e CSS
  • Curso de CSS
  • Introdução a HTML e HTML 5
Leia também:  Como ajustar o selim de sua bicicleta: 7 passos

JAVASCRIPT

JavaScript, assim como HTML e CSS, é amplamente usado no desenvolvimento de páginas e aplicações web. No entanto, não a subestime. JavaScript é poderoso e até jogos são inteiramente desenvolvidos com a linguagem que permite que páginas e aplicações web sejam interativas, com movimento, efeitos e animações.

Criada em 1995, a tecnologia JavaScript foi originalmente desenvolvida para que navegadores pudessem executar scripts que controlam o navegador, automatizando processos. Ela se comunica com Modelo de Objeto de Documentos (DOM) que é uma rede de páginas conectadas, onde as alterações feitas no DOM se aplicam a todas as páginas de um site.

  1. Cursos
  2. JavaScript para iniciantes
  3. JavaScript – curso em português

JAVA

Java é uma linguagem muito conhecida por rodar em qualquer sistema operacional, desde sistemas mobile como Android e iOS até plataformas desktop como Linux, macOS e Windows. Assim como JavaScript, Java também é uma linguagem que se comunica com DOM.

Trata-se de uma linguagem tão versátil que muitos sistemas de calculadoras, rádios de carros e celulares são fundamentalmente programados com a tecnologia, até mesmo dispositivos com Internet das Coisas (IoT) carregam Java em sua construção. Com Java você pode trabalhar com computação em nuvem, programar peças robóticas, desenvolver aplicações mobile e web até criar jogos.

  • Cursos
  • Aprenda Java
  • Java grátis para iniciantes – em português
  • Java para iniciantes

RUBY

Ruby é a linguagem que mais se assemelha a escrita em inglês, por esse motivo, é muito procurada por iniciantes pois é fácil entender os comandos construídos com a tecnologia. De acordo com a página oficial da linguagem, “Ruby é dinâmica, open source, com foco na simplicidade e na produtividade. Tem uma sintaxe elegante de leitura natural e fácil escrita.”

Ruby pode ser frequentemente encontrada no desenvolvimento orientado da web a bancos de dados, incluindo vários sites e serviços conhecidos.

No entanto, mesmo que pareça com a língua inglesa, não é só sair escrevendo ordens que a máquina vai te obedecer, é necessário muito estudo para desenvolver aplicações poderosas, como as das startups Good Reads, Airbnb, Fiverr, Ask.fm, SoundCloud e Shopfy que carregam Ruby em sua fonte.

  1. Cursos:
  2. Aprenda Ruby do zero
  3. Aprenda Ruby on rails
  4. Ruby on rails do zero

PYTHON

Você já deve estar cansado de ouvir que dados são o novo petróleo. E para dominar o universo dos dados é necessário aprender Python.

Além de amplamente usado por cientistas de dados, Python também está presente no back-end de alguns dos principais serviços, incluindo Instagram e YouTube, além de muito utilizado em jogos. Python funciona como uma calculadora, o usuário estabelece as variáveis e a tecnologia gera os resultados. Por esse motivo, é muito usada na análise de big data.

  • Cursos
  • Aprenda Python do zero
  • Introdução à Ciência da Computação com Python Parte 1
  • Curso básico de Python
  • Curso de Programação em Python completo

Python: curso de programação para quem quer dominar a linguagem

Dominar uma linguagem de programação é uma habilidade essencial para os profissionais da área de desenvolvimento.

Essa é uma afirmação quase desnecessária se levarmos em conta a relação que existe entre a arte de programar com o domínio das mais variadas linguagens.

Entretanto, uma pergunta sempre paira no ar entre aqueles que estão iniciando nesse universo: afinal, qual linguagem de programação começar aprendendo?

Essa foi uma pergunta que já teve respostas variadas. Há aqueles que acreditam que PHP é um bom começo. Também há aqueles que sugerem Ruby para os iniciantes. Contudo, JavaScript, C# e Java também são alternativas que aparecem por aí. Portanto, é realmente difícil encontrar uma conclusão definitiva a respeito do tema.

Porém, a despeito das discussões que existem sobre o assunto, há alguns argumentos que podem ajudar a convencer os iniciantes a considerarem o Python como a primeira linguagem a ser aprendida.

Crescimento astronômico nos últimos anos

Ficar de olho sobre o que o mercado está exigindo de conhecimentos dos programadores é uma boa forma de descobrir qual linguagem começar a aprender. O site Tiobe, especializada em qualidade de software, faz uma análise detalhada sobre o uso das mais diversas linguagens, traçando um histórico e calculando o grau de utilização delas.

Hoje, o Python é a terceira linguagem de programação mais usada no mundo, atrás apenas de Java e C. Contudo, não é isso que chama atenção para essa linguagem. O seu forte crescimento nos últimos anos é o que a distingue das outras opções. Nos anos 2000, ela era a 22ª na mesma lista. Quatro anos depois, ela já ocupava a sexta posição.

Portanto, percebe-se uma evolução considerável na procura e especialização dessa linguagem. Isso é, em última análise, um indicativo de que o mercado está realmente buscando aqueles que dominam a linguagem Python em seus repertórios.

Outros motivos para aprender Python

Onde aprender?

Se você se convenceu de que aprender Python é uma boa ideia, deve estar se perguntando onde pode começar a fazer isso.

Em mais uma parceria com o TecMundo, a Udemy, maior plataforma de cursos online do mundo, oferece algumas alternativas para os interessados. São três cursos distintos sobre Python, sendo um deles totalmente gratuito. As outras duas opções estarão com um preço promocional por tempo limitado e também oferecem conteúdos excelentes para o aprendizado da linguagem.

Confira, logo abaixo, as ofertas relacionadas ao aprendizado da linguagem de programação Python:

Python para Iniciantes

Python para Android, iOS, Win, Linux e Mac – Desde o Básico

Ainda não conhece a Udemy?

Se você ainda não conhecia a Udemy, saiba que estamos falando simplesmente da maior plataforma de cursos online do mundo. Milhões de alunos já desfrutaram dos benefícios de estudar com eles e é por isso que ficamos contentes em trazer essa oferta.

Para aqueles que ainda não conhecem a plataforma, um dos maiores benefícios é exatamente a garantia de satisfação. Caso o estudante não esteja contente com o conteúdo do curso adquirido, é possível pedir o reembolso em até 30 dias após o pagamento e início das aulas, e receber o seu dinheiro de volta.

Vale destacar que o pagamento pelo conteúdo e acesso é feito uma única vez e dá acesso vitalício às aulas, sem assinatura ou qualquer outro tipo de cobrança adicional para os alunos. Além disso, se o investimento em cursos for superior a R$ 50, é possível parcelar a compra em até 3 vezes no cartão de crédito (ou em 6 vezes para compras a partir de R$ 100).

Todos os cursos pagos da Udemy incluem certificado de conclusão, comprovando que o conteúdo das aulas foi assistido. Como se trata de cursos online, você pode estudar em qualquer horário e ainda usar os aplicativos da plataforma, disponíveis para Android e iOS. É possível até mesmo baixar as videoaulas para acompanhar em locais sem conexão com a internet.

Se você ficou interessado, confira os milhares de cursos disponíveis pela Udemy para você dar um UP na sua carreira!

10 linguagens de programação mais usadas no mercado de tecnologia

O mercado de trabalho está buscando cada vez mais por profissionais com conhecimento de linguagens de programação. Como o acesso à tecnologia está mais facilitado, é comum que mais pessoas se interessem pela área, ainda mais considerando uma remuneração mais atrativa. Acompanhe neste artigo um compilado das linguagens de programação mais usadas em 2019 pelo mercado.

Leia também:  Como calcular a prestação de um consórcio: 7 passos

Depois, não deixe de acompanhar diversos materiais e livros gratuitos na nossa área de Ebooks.

O que são as linguagens de programação?

Linguagens de programação são conhecimentos escritos e formais que seguem um conjunto de instruções e regras para o desenvolvimento de softwares. Esses programas podem ser utilizados para serem executados em um computador (desktop), dispositivo mobile, equipamento que utiliza IoT ou qualquer outro que possibilite sua execução.

Na prática, programar é escrever um texto seguindo as características de determinada linguagem de programação, o código propriamente dito, que será transformado em um software.

Esse código é lido pelo hardware e é interpretado como um software. No entanto, outros profissionais que conhecem a linguagem de programação utilizada podem ler esse código e entender o que está sendo feito.

Muitas linguagens de programação utilizam palavras e expressões do inglês. Por isso, quem domina esse idioma consegue identificar e ler o código com com mais facilidade.

Carreiras de programação

Programadores ou desenvolvedores são profissões muito procuradas pelo mercado de trabalho e possuem boa remuneração. Para quem está começando a se inteirar dessa área ou realizando um curso superior relacionado à tecnologia, existem muitas dúvidas sobre quais linguagens devem ser aprendidas.

Existem muitos critérios envolvidos na escolha das linguagens de programação a qual um profissional pode se dedicar. Veja alguns deles:

  • mais requisitadas pelo mercado,
  • com demandas contínuas,
  • mais escassas e melhor remuneradas,
  • quais problemas resolvem e as soluções que apresentam,
  • entre tantos outros critérios.

É preciso ponderar o que melhor se aplica aos seus interesses profissionais e entender a lógica de programação, antes de aprender determinada linguagem.

10 razões pelas quais você deveria estudar computação, mesmo que não trabalhe na área, por Leonardo Reis, CEO da Cedro Technologies

Qual é a profissão do futuro? Querer definir uma carreira ou uma profissão como resposta a esta pergunta seria uma enorme pretensão. Isto porque há diversas demandas crescentes de trabalho no mundo e também pelo fato de que as pessoas possuem personalidades, pensamentos e sonhos diferentes.

Como escolher uma profissão, seja acadêmica ou de mercado, que nos possibilite nos sentirmos úteis? Como optar por algo que permita contribuir com o desenvolvimento de uma sociedade, de pessoas e de um ecossistema? O que eu posso estudar que irá melhorar o meu raciocínio lógico?

  1. Cidadão do mundo. Esta é uma expressão que aprendi com o prof. Marcelo Rodrigues ainda durante a graduação. Mas por que Cidadão do Mundo? Se você sabe computação, você pode trabalhar em qualquer lugar do mundo. Isto não acontece com as demais profissões como ser médico, dentista, advogado ou engenheiro civil, que embora você possa exercer lá fora, as validações são necessárias. Já na computação você pode simplesmente sair do Brasil e desembarcar em qualquer lugar do mundo e começar a trabalhar no dia seguinte, isto caso você queira sair do Brasil, pois senão você poderia trabalhar remotamente. Em várias outras profissões quando você decide sair de seu país, você acaba tendo que trabalhar em outras atividades diferentes daquelas que você se preparou.

Leia as demais razões diretamente neste artigo.

Linguagens de programação mais utilizadas pelo mercado

Confira a lista de linguagens de programação mais usadas pelos programadores, de acordo com os dados coletados em 2018 pela pesquisa anual do site Stack Overflow. A lista das linguagens de programação mais usadas abaixo foi publicada conforme a pesquisa:

10. TypeScript

TypeScript é tido como um superconjunto de JavaScript (que figura numa posição mais alta, nesta mesma lista). Desenvolvida pela Microsoft, essa linguagem adiciona tipagem e alguns outros recursos. Oferecendo uma forma de corrigir ou contornar esses problemas, os arquivos gerados podem facilmente serem convertidos de .ts para .js.

9. C

A linguagem de programação C pode ser utilizada para diversos projetos como o desenvolvimento de sistemas operacionais e compiladores. Além disso, possui diversas variações e muitas outras linguagens que compartilham das mesmas sintaxes criadas pela C.

8. C++

Em oitavo lugar na lista, C++ é uma linguagem de programação bastante popular, até por ser uma das variações da linguagem C. É muito utilizada para o desenvolvimento de softwares mais robustos, com aplicações que fazem integrações entre servidores.

7. PHP

A linguagem PHP é usada principalmente para aplicações web. Com ela, é possível incluir mais funcionalidades em uma página, o que normalmente é mais do que HTML consegue manter. Também é útil para a integração entre banco de dados MySQL e as páginas dos sites.

6. C#

C# também é uma outra variação da linguagem C bastante utilizada pelos profissionais no mercado. É uma linguagem de programação mais complexa de aprender e a área de desenvolvimento de games é a que mais solicita a aplicação desses códigos.

5. Python

Python têm subido nos ranqueamentos. No relatório de 2018, já consta a frente de C# na pesquisa feita pelo Stack Overflow, no ano anterior já havia ultrapassado PHP.

Essa linguagem de programação é considerada de fácil aprendizado e está se tornando cada vez mais popular, mesmo já estando no mercado há bastante tempo.

É muito utilizado para desenvolvimento web e machine learning e é um dos códigos de mais fácil leitura.

4. Bash/Shell

Bash/Shell é uma linguagem de programação que funciona como um interpretador de comandos de linha. Com ela é possível fazer uma interpretação mais complexa de comandos. É utilizada na construção de softwares que auxiliam na administração de sistemas, para automatizar tarefas cotidianas.

3. Java

Java também está subindo nos índices de popularidade de linguagem. Ela é utilizada para a criação de aplicativos Android, o sistema operacional mais presente nos aparelhos móveis.

Além disso, entre seus pontos positivos estão a escalabilidade, sua adaptação com o crescimento de utilizações do software e a retrocompatibilidade.

Uma versão antiga do código continua sendo reconhecida por versões mais recentes.

2. SQL

SQL é o padrão para a manipulação de bancos de dados através de SGBDs (sistema de gerenciamento). Com essa linguagem, é possível realizar diversas tarefas como criar arquivos no banco de dados, consultar informações, inserir e alterar registros, gerenciar acesso de usuários, entre outros fatores.

1. JavaScript

JavaScript está em primeiro lugar na lista do Stack Overflow há seis edições! Essa linguagem de programação é utilizada de maneira ampla para aplicações web e tem ganhado espaço tanto no desktop, como no mobile. É bastante utilizado para criar interatividade. Mesmo sendo uma linguagem um pouco mais antiga em comparação com a maioria, ainda é bastante requisitada por sua simplicidade.

Outras tipos de linguagens de programação também bastante usadas

Mesmo não sendo classificadas exatamente linguagens de programação, outras linguagens também figuram na pesquisa feita pelo Stack Overflow – por serem extremamente populares e muito utilizadas, principalmente para páginas web.

Originalmente, ocupavam as terceira e segunda posições, mas separamos para deixar claro que não são linguagens de programação. Confira quais são:

CSS

CSS é uma linguagem que permite a definição de estilos e é utilizada para definir o layout e apresentação de páginas da internet, em complemento a outras linguagens como HTML. Sua principal vantagem é fazer a separação entre o formato (a aparência) e o conteúdo.

HTML

A base da internet é construída com a linguagem HTML. Ela é utilizada para o desenvolvimento de sites e é de fácil compreensão, tanto humana quanto de máquinas (como os bots dos mecanismos de buscas que percorrem a web para indexação de sites).

Muitas outras linguagens de programação usadas pelo mercado e todo o mundo:

Além dessas citadas, existem muitas outras linguagens de programação como: Ruby, Swift, Assembly, Go, Objective-C, R, Perl, entre tantas outras.

A Cedro Technologies conta com uma fábrica de softwares com profissionais especializados em diferentes áreas e linguagens, para oferecer uma solução diversificada no desenvolvimento de soluções de acordo com a demanda de nossos clientes. Você pode acompanhar artigos técnicos sobre linguagens e aplicações produzidos pelos nossos profissionais no Blog da Cedro.

Outros artigos que você possa se interessar:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*