Como aprender snowboard (para iniciantes) (com imagens)

Veja quais são as melhores pistas de ski para esquiar no Chile, para você praticar esportes de inverno com muito conforto, segurança e diversão durante a sua viagem.

O Chile abriga várias pistas de esquiar, já que tem muitas regiões propícias para a prática da atividade.

As pistas em si são bem equipadas, com uma infraestrutura invejável e tudo o que você precisar, mesmo que sequer saiba como é o esporte! Então, veja quando há neve no Chile para esquiar, faça suas malas e escolha a sua pista de esquiar preferida.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

E se você está planejando viajar para lá, não deixe de conferir também as dicas imperdíveis de como economizar muito na viagem ao Chile.

São dicas muito boas, que valem a pena, e vão fazer você economizar muito em todo o planejamento da viagem e quando estiver lá.

Sua viagem ao Chile vai sair mais barata do que imaginava e você poderá aproveitar ainda mais sua viagem. Agora veja tudo sobre as pistas para esquiar no Chile.

Pista de esquiar Valle Nevado

A pista de esqui do Valle Nevado é a preferida e mais famosa entre os turistas que visitam o país. Enorme e com muitas atividades para todas as idades, é quase impossível não gostar de lá.

A pista Valle Nevado está a 46 km de Santiago e fica aberta o ano todo, embora a parte para esquiar funcione apenas nas épocas de neve no Chile.

O Valle Nevado é completo em infraestrutura, e por isso muitas famílias e grupos de amigos separam alguns dias para conhecê-lo, esquiar, praticar snowboard e até mesmo explorar a região. O preço não é tão baixo, mas pelo que o Valle Nevado oferece, vale a pena.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Pista de esquiar El Colorado

Outra pista de esqui bem conhecida e procurada no Chile é a de El Colorado, a 36 km de Santiago, e que tem o mesmo nome que a montanha onde se encontra. Ali também existem vários restaurante e hotéis ao redor. Super recomendada por quem vai, esquiar no El Colorado é uma das melhores experiências que você terá.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Pista de esquiar Ski Portillo

Bem perto da cidade de Los Andes você vai encontrar o complexo Ski Portillo.

Há muito o que se fazer nessa pista, que abre todos os dias nas temporadas de frio, e onde você pode aprender a esquiar tranquilamente com os instrutores do local.

A infraestrutura é um pouco menor do que as pistas citadas anteriormente, mas ainda assim ela é muito boa. O melhor é que o preço acaba sendo menor, então é uma opção alternativa para quem quer esquiar no Chile sem gastar tanto.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Pista de esquiar La Parva

Se você quer conhecer a Cordilheira dos Andes, a pista La Parva, a somente 38 km de Santiago, é uma opção e tanto. A infraestrutura é ótima e por lá você vai encontrar um total de 40 pistas e alguns restaurantes. Um fato curioso é que desse local saem vários competidores de esqui do Chile.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Pista de esquiar Antillanca

Acima citamos apenas pistas de esqui que estão mais próximas no centro do Chile, mas se você está ao sul do país e ainda assim quer esquiar, vá até a estação Antillanca, que está a 98km de Osoro e próxima ao famoso Vulcão Casablanca.

Esse é um local muito bonito para esquiar no Chile. O estilo dessa estação é mais livre, ou seja, tem mais espaço pois nada é dividido exatamente por pistas.

Os funcionários dessa estação são ótimos e lá você poderá fazer desde rapel até trilhas especiais.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Pista de esquiar Termas de Chillán

A pista Termas de Chillán também fica mais afastada, mas é incrível em questão de infraestrutura.

A fauna e flora que existem na região são de deixar a boca aberta, assim como os hotéis e serviços da pista de esquiar.

Lá você poderá aprender diversas modalidades do esqui e do snowboard, além de fazer outras atividades locais. Não perca a oportunidade de conhecer essa pista, que está a 82 km de Chillán.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Dicas importantes sobre as pistas de ski

Uma dica importantíssima que quando fomos para lá ninguém nos deu, é sobre os passeios para as montanhas perto de Santiago.

Sem dúvida nenhuma os passeios mais lindos do Chile são Cajón Del Maipo (foto abaixo), Valle Nevado e Farellones (que são as montanhas com neve e pistas de esqui).

Como todos ficam a algumas horas de Santiago, nós resolvemos ir de carro, mas como são todos nas montanhas, é um trajeto bem perigoso. Principalmente quando está com neve na pista. E para Cajón são várias horas e uma viagem bem cansativa.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Na segunda vez que fomos resolvemos fazer esses passeios com uma agência e foi MUITO melhor. Nos sentimos bem mais seguros, pois eles já tem a experiência no trajeto, os veículos todos equipados e super confortáveis. Não passamos o perrengue da primeira vez e aproveitamos muito mais.

Nós acabamos fazendo uma parceria com eles para que nossos leitores tivessem 10% de desconto. Quem tiver interesse, é só clicar aqui e preencher seus dados para ganhar o desconto e eles entrarão em contato. É uma empresa muito boa que super recomendamos.

Os vendedores são todos brasileiros que moram lá no Chile há muito tempo. Além desses passeios que são os mais bonitos, tem a excursão para Viña del Mar e Valparaíso, para vinícolas como a Vinícola Concha Y Toro e o City Tour por Santiago.

Todos os passeios são ótimos, as vans e ônibus saem de Santiago e achamos o serviço excelente.

Use seu celular à vontade no Chile

Poder usar seu celular no Chile e em qualquer outro lugar do mundo é ótimo, pois ele acaba sendo muito útil.

Você pode usar os aplicativos dos pontos turísticos e das cidades, os aplicativos de cupons de desconto, se for alugar um carro você economiza uns 100 euros por não precisar alugar um GPS pois poderá usar o do celular, pode pesquisar os endereços e horários dos lugares, ver a previsão do tempo para se planejar para os passeios e lógico ficar conectado com todo mundo através de aplicativos e postar suas fotos da viagem ao Chile nas redes sociais. Se quiser, veja nossas dicas de como usar o celular à vontade no Chile. É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro em Santiago do Chile, Valparaíso, Viña do Mar e qualquer outro lugar do Chile e do mundo inteiro, caso vá para outros países na mesma viagem. E usando a internet do seu celular você poderá pesquisar tudo sobre as pistas para esquiar no Chile quando estiver lá.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Dicas para aproveitar melhor sua viagem ao Chile

Agora que você já viu tudo sobre as pistas para esquiar no Chile, uma dica legal para quem vai para o Chile é que como alguns pontos turísticos como Cajón del Maipo, as vinícolas, cidades, parques naturais, desertos, outlets e todas as atrações ficam bem afastadas, alugar um carro se torna essencial.

Sem falar que com um carro você pode conhecer outras cidades do Chile além de Santiago, que são próximas como Viña del Mar e Valparaíso, explorar suas estradas que são lindas e as paisagens e lugares naturais pelo caminho que são incríveis.

Se quiser, saiba tudo sobre o assunto aqui na matéria de Aluguel de carro no Chile com dicas incríveis e como conseguir um preço incrível utilizando comparadores de preços excelentes e economizando muito.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Não se esqueça do Seguro Viagem para o Chile

Uma dica importantíssima que reforçamos para todos que estão planejando viajar para fora do Brasil é que não se esqueça que fazer um Seguro Viagem Internacional. Ele é importantíssimo e ninguém deve viajar sem um para evitar problemas no exterior.

O que muitas pessoas não sabem é que ele é super barato.

Veja nossa matéria de Seguro Viagem para o Chile com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, quais são os melhores seguros e dicas para fazer um excelente seguro por um preço incrível economizando muito.

Veja outras matérias legais do Chile:

  • O que fazer em Santiago do Chile: Dicas do que fazer e conhecer na cidade.
  • Como levar dinheiro para o Chile: Melhores formas de levar seus pesos chilenos.
  • Cidades turísticas do Chile: As cidades chilenas mais famosas e visitadas.
  • Como achar hotéis muito baratos no Chile: Incrível pesquisador e dicas excelentes.

South Lake Tahoe: na divisa da Califórnia com Nevada, neve e cassinos

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

| Heavenly, Lake Tahoe |

Enviado especial | Gustavo Belli

Esta é a minha segunda aventura com a Bóia emprestada, e desta vez eu fui curtir um frio em Nevada nos EUA. A viagem foi um convite da Travel Nevada e da American Airlines para as estações de esqui e atrações da região de Reno-South Lake Tahoe.

No primeiro dia, chegamos tarde em Reno, no norte do estado de Nevada. Região de passado célebre durante a corrida do ouro e outros metais preciosos, atualmente dominada por grandes casinos.

Leia também:  Como ajudar um alcoólatra a parar de beber: 14 passos

Reno está a 800 km ao norte de Las Vegas e a apenas 90 km (45 minutos) de Lake Tahoe, o lago que faz divisa entre os estados da Califórnia e Nevada.

Neste primeiro dia, somente dormimos em Reno, no outro dia cedo seguimos para as montanhas ao redor de Lake Tahoe. Vou falar sobre Reno e suas atrações no próximo post.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

[O lago Tahoe]

A região do Lake Tahoe é um dos destinos com beleza natural mais badalado de todo os EUA, um lago cristalino envolto por montanhas com mais de 2000 metros de altura, uma natureza ímpar. Chegar à região do lago pelo lado de Nevada é a rota mais prática e fácil; vindo do aeroporto de Reno você leva aproximadamente 45 minutos até a região do lago.

O percurso entre Reno e South Lake Tahoe é realizado por uma bela estrada através da montanha. As rodovias estão em excelente estado de conservação, as encostas estavam cobertas de neve e o dia claro não ofereceram nenhuma dificuldade para o trajeto; no entanto, durante tempestades ou com presença de neve na pista são necessários cuidados e atenção especial.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

No caminho para a estação, quase no alto da montanha, paramos num ponto de locação de equipamentos. Esta loja de ocupava uma bela casa na estrada com a montanha coberta de neve ao fundo. Em nosso grupo todos éramos marinheiros de primeira neve, e necessitamos alugar equipamentos completos para as práticas de esqui ou snowboard.

A opção de locação é muito comum para este tipo de prática esportiva; consegue-se alugar literalmente qualquer coisa, desde as calças, jaquetas térmicas, capacetes, luvas, botas, além dos esqui e snowboard. As estações também oferecem equipamentos e roupas para alugar no local.

Não usamos esta opção por que iríamos a mais de uma estação — além de nos aventurar com snowshoes.

–> Mount Rose: aprendizes em meio aos feras

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

[Mount Rose]

Depois de todos devidamente equipados seguimos para a estação Mount Rose, que apesar de ter “Tahoe” no nome oficial não está exatamente em Lake Tahoe. É a estação mais próxima de Reno — está a apenas 40 km.

Mount Rose possui opções de pistas com diferentes graus de dificuldades, sendo especialmente indicada aos esquiadores avançados, pois tem pistas a mais de 2.000 metros de altura.

A grande vantagem de Mounte Rose é estar a apenas 30 minutos de Reno. Com certeza Monte Rose ficará marcada em minha memória como sendo o meu local de batismo na montanha.

Apesar de indicada para os mais avançados esquiadores, eles possuem também toda a equipe e estrutura para atender e ensinar os principiantes.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Tinha escolhido snowboard. Minha instrutora foi a Chris, uma senhora com 50 anos muito paciente e atenciosa.

Minha sorte foi de ser único aluno de snowboard do dia, e em pouco tempo já estávamos nas tentativas de descer a via verde, a mais leve e indicada aos principiantes.

Para minha surpresa, apesar de estarmos numa região com neve pra tudo quanto era lado, fiquei com calor e muito suado; o esforço feito para tentar ficar em pé e descer a pequena via, misturado com a altitude da região, deixa o organismo quente.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Foram muitos tombos — não é algo simples, mas é possível. Outra diversão de quando se está nas pistas de principiantes é observar os pais com seus filhos, crianças com 3-4 anos, já aprendendo e indo sem medo se aventurar nas descidas. Fiquei sonhando com o dia que levarei o pequeno Antônio para estas aventuras.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Aos friorentos, posso garantir que com as roupas locadas o frio não é problema, muitas vezes caí e fiquei deitado ou sentado por alguns minutos na neve e nem por isto passei frio ou fiquei molhado.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Mount Rose é uma estação das mais antigas; a base da estação tem estrutura simples, com uma única opção de lanchonete, mas os lifts (teleféricos especiais que levam ao topo das montanhas), que são necessários a uma boa estação, são novos e diversificados.

–> Bem-vindo a Lake Tahoe

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Nesta região do hemisfério norte, no auge do inverno começa a escurecer por volta das 16 horas.

Como Mount Rose está do lado leste da montanha, quando o sol se põe as montanhas começam a fazer enormes sombras e o clima começa a esfriar.

Ao entardecer nos dirigimos para Lake Tahoe, e nossa primeira parada foi num belvedere ainda no topo da montanha, com um visual deslumbrante do lago, com o sol se pondo do lado californiano.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)

Na beira do lago paramos num local de observação turística. Para meu espanto — pois estava uma temperatura de 5ºC — havia um sujeito se preparando para um mergulho no lago, que deveria estar com águas com temperatura próxima a 0ºC.

  • [Tem doido pra tudo]
  • –> Stateline: do lado animado da fronteira

Depois de apreciar o pôr do sol, seguimos para o Montbleu Casino e Resort, da rede Tropicana de casinos. Fiquei hospedado numa super suíte; cabiam quatro pessoas confortavelmente.

[Hotel Montbleu]

O destaque ficou para banheira no meio do quarto (e não no banheiro). A vista da janela para o lago também era deslumbrante, e tive o prazer de observar ao amanhecer a lua se despedindo e refletindo no lago.

Dentro dos salões do MountBleu existem variados restaurantes, desde buffets, serviços rápidos, alta gastronomia e até Starbucks.

A região de Stateline em Nevada, coladinha à fronteira estadual, é uma boa opção para se hospedar. O esquema segue o de Las Vegas (que não por acaso está em Nevada!), mas sem as excentricidades.

Os grandiosos hotéis-cassinos deste lado do lago oferecem uma ótima estrutura e tarifas interessantes (muitos bons hotéis com tarifas abaixo de 50 dólares).

Além dos cassinos, você pode aproveitar para assistir a ótimos shows e escolher entre inúmeros restaurantes.

  1. [Stateline, Nevada]
  2. No Montbleu jantamos uma noite no excelente Ciera SteakHouse, e na segunda noite jantamos na cobertura do Harvey's Casino, que estava na quadra a frente ao MountBleu, no fabuloso 19 Kitchen Bar, que com certeza foi o destaque gastronômico de toda a viagem.
  3. –> Uma gôndola para Heavenly
  4. [A gôndola que sai quase da fronteira e leva a Heavenly]

No segundo dia em Lake Tahoe conhecemos a famosa estação de Heavenly.

 Outra facilidade do MountBleu ou dos outros hotéis-cassinos seus vizinhos em Stateline é o fato de estarem localizados a 300 metros da gôndola, o bondinho de acesso ao topo da montanha.

A gôndola é uma das grandes atrações da região: percorre 4 km subindo desde o nível do lago até a base da estação de esqui, no alto da montanha. O visual durante esta subida é de cair o queixo.

A estação de Heavenly é uma das mais badaladas dos Estados Unidos, com mais de 20 lifts e 65 pistas para os praticantes de esqui e snowboard, nos graus de dificuldades mais variáveis, desde o iniciante aos mais avançados. Uma das atrações das pistas da região são as opções de descer para estados diferentes: você pode ir para o lado de Nevada ou Califórnia.

[Garota, eu vou pra Califórnia? Ou pra Nevada?]

Durante a minha segunda lição de snowboard em Heavenly, estava acompanhado por mais dois alunos, uma japonesa e um mexicano, todos num nível semelhante. O instrutor no fim do dia conseguiu o seu objetivo, que era nos fazer descer uma via fácil.

Como a atenção estava mais dividida, neste dia tive que aprender caindo mesmo, mas ainda assim no fim valeu e muito; a sensação de conseguir descer uma pista de nome sugestivo de Big Easy valeu a viagem, objetivo alcançado.

Para aqueles que não falam inglês em Heavenly existe a opção de ter aulas de esqui ou snowboard com instrutor que fale português.

Como eu não teria condições de descer com snowboard a grande pista, consegui que um dos instrutores subisse comigo na via Tamarack, que chega a 9.575 pés (aproximadamente 3.000 metros de altura).

Ficar observando, deslumbrado, o lago e as montanhas lá de cima foi fantástico. Interessante que lá de cima consegue-se ver perfeitamente a diferença entre o lado da Califórnia, que é verde e arborizado, e o clima desértico e seco de Nevada.

Na descida embarquei (a contragosto do operador) no lift e desci.

Além de esqui e snowboard, Heavenly possui outras opções de esportes, como o tubing — pistas para se descer com bóias, que eram a alegria da criançada e dos menos radicais. Também é possível fazer arvorismo e trilhas de snowshoes.

  • Com muitos jovens e um clima mais animado na base da estação no final do dia, de quinta a sábado rolam happy hours after-ski, com dj's, dançarinas e a vantagem de cerveja vendidas pela metade do preço.
  • –> Último dia: passeio ao lago e caminhada na neve
  • [Tahoe Queen]

No último dia em Lake Tahoe, nossa primeira parada foi na beira do lago. Fomos ao píer de onde parte o Tahoe Queen, uma réplica de um barco a vapor do Mississippi que faz passeios pelo lago.

  1. Nesta parada deu para apreciar e fazer umas fotografias que ajudam a demonstrar a beleza deste lago de águas cristalinas cercado de belas montanhas cobertas de neve.
  2. [Os snowshoes, o autor e a trilha]
Leia também:  Como aplicar um peeling químico (com imagens)

Seguimos para montanha, para a caminhada em trilha cross-country com snowshoes. Snowshoes lembram raquetes que se instalam na sola do sapato para não afundar na neve durante a caminhada. Paramos num ponto da estrada onde o guia da Tahoe Adventure Company estava nos aguardando. Fomos para a trilha recoberta de neve.

O caminho possui marcações nas árvores, além de algumas placas com as direções. É muito boa a sensação de caminhar com as raquetes no sapato, semelhante a estar flutuando.

Nossa trilha incluía uma subida de aproximadamente 45 minutos, num ritmo leve, e chegamos numa parte que dava para observar o Lake Tahoe de cima com um visual estonteante.

Com certeza o snowshoe é uma atividade ideal para aqueles que desejam uma prática em contato com a natureza, mas que não estão dispostos a se arriscar com esqui ou snowboard. É uma opção de esporte sem limitação de idade ou grandes aptidões atléticas.

  • Após a trilha de snowshoes, fomos devolver nossos equipamentos e retornamos para Reno, com mais detalhes em um próximo post.
  • –> Como chegar a Lake Tahoe?
  • Do aeroporto de Reno a sugestão é seguir pela recém-inaugurada Interstate I-580, uma estrada construída com técnicas de anticongelamento, com duração de aproximadamente 45 minutos.

Do aeroporto de San Francisco são três horas de estrada; da região de Sacramento são duas horas. Vindo do estado da Califórnia o risco de congelamento e o fechamento das estradas são maiores, é sempre importante se informar das condições das estradas no inverno antes de seguir por estas rotas.

Viagem feita a convite da Travel Nevada e da American Airlines.

Leia mais:

Tudo o que você precisa saber para esquiar em Bariloche esse ano!

Depois de mostrar lugares com neve no Brasil – se você tiver alguma sorte, é claro – chegou a hora de falar sobre um destino clássico para quem quer ver esse fenômeno de pertinho. Vamos mostrar tudo o que você precisa saber para esquiar em Bariloche nesta temporada, que vai de junho a meados de setembro.

A cidade a 1.500 km de Buenos Aires ocupa uma área da Patagônia Argentina, o que garante paisagens deslumbrantes junto à Cordilheira dos Andes, já na fronteira com o Chile, pelas quais os brasileiros se apaixonam facilmente.

Apesar de manter sua beleza em qualquer época do ano, é no inverno que a movimentação aumenta — assim como os preços, ditando as regras da alta temporada.

 Mas, saiba que: o outono em Bariloche é maravilhoso, deixando a cidade charmosa como nunca, com destaque para a Festa do Chocolate durante a Páscoa; no verão e na primavera também há o que ver e fazer, seja caminhar pelas florestas ou curtir dias ensolarados à beira do lago.

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)Foto: Wikimedia Commons

presença da neve é mais garantida entre julho e agosto, mas não existe controle sobre isso, afinal, é a natureza que manda! Mas, nos últimos anos, a quantidade de gelo tem sido suficiente para garantir a diversão dos moradores e turistas ao longo dos quatro meses. Em julho, coincide com as férias escolares, aumentando o fluxo de pessoas, enquanto agosto está mais tranquilo e ainda com condições bem favoráveis.

Garanta agora seu pacote de viagem (aéreo + hotel) para Bariloche por um ótimo preço!

Como chegar a Bariloche?

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)Foto: Wikimedia Commons

Do Brasil direto para Bariloche ou de Buenos Aires para lá, você escolhe!

Direto para Bariloche

Se seu objetivo é apenas esquiar em Bariloche e curtir a cidade, você pode comprar uma passagem aérea direto para Bariloche. Será necessário fazer conexões até o Aeroporto Internacional Teniente Luis Candelaria, na província de Rio Negro, que atende a cidade de Bariloche.

Apesar de pequeno, o aeroporto é moderno e fica perto do centro da cidade, a uma distância de 15 km. A chegada ao aeroporto é bem bonita, toda cercada pela Cordilheira dos Andes, e já vai te deixar animada para desembarcar e ver a neve. No aeroporto, você pode pegar um ônibus, táxi ou van para ir até seu hotel.

Excursão de 4 dias para Bariloche via aérea saindo de Buenos Aires: saiba mais!

De Buenos Aires para Bariloche

A distância entre as duas cidades é de 1500 km. Durante o inverno, o aeroporto de Buenos Aires aumenta a quantidade de voos que partem da capital até Bariloche, facilitando o deslocamento para os turistas. O tempo de voo fica em torno de 2 horas, bem rapidinho! Chegando lá, é só pegar um táxi, van ou ônibus até seu hotel.

Pesquise passagens aéreas baratas de Buenos Aires para Bariloche usando nosso buscador

Se você quiser, também é possível alugar um carro em Buenos Aires e encarar os 1500 km de distância na boleia. Caso opte por fazer a viagem assim, esteja preparada para pernoitar em uma cidade (ou mais) no meio do caminho para descansar.

Também existe a possibilidade de ir de ônibus de Buenos Aires a Bariloche. A viagem dura aproximadamente 22 horas e o valor da passagem pode ficar equivalente ao preço do aéreo. Por isso, nem sempre compensa optar por esse meio de transporte, ok?

Estação de esqui em Bariloche

As estações de esqui abrem a partir de junho, então vale a pena sempre questionar os hotéis ou agentes de viagens se neste período já está nevando por lá, assim como acontece em setembro. Saiba onde esquiar em Bariloche durante sua viagem:

Cerro Catedral

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)Foto: Wikimedia Commons

Cerro Catedral é a maior estação de esqui da América do Sul e a mais antiga da Argentina. Seu cume está a 2.180 metros acima do nível do mar, proporcionando não só temperaturas baixas como uma vista panorâmica para o lago Nahuel Huapi, mais de 50 pistas de esqui e snowboard, além de uma rede de teleféricos moderna.

  • Recebendo um grande número de pessoas, a estação de esqui em Bariloche oferece uma infraestrutura completa, alugando equipamentos e oferecendo aulas de diversos níveis para as modalidades (a de esqui custa R$ 101), mas não são uma obrigação, vai depender da decisão e do bolso de cada um mesmo.
  • Os preços variam e quem se hospedar em hostel pode perguntar se há algum professor hospedado no local, assim dá para negociar um precinho amigo.
  • Quem não se hospedar por lá pode pegar um ônibus no centro de Bariloche, que sai de hora em hora, ou agendar táxis e vans.

Translado compartilhado de ida e volta: hotéis de Bariloche ao Cerro Catedral Ski Resort

Piedras Blancas

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)Foto: Vinicius Pinheiro – Flickr

A 15 km do centro, essa estação de esqui em Bariloche é ideal para iniciantes e crianças pequenas porque se destaca na modalidade “esquibunda”, experiência que costuma ser bem divertida e engraçada. Além disso, tem uma tirolesa de mais de 1.500 metros sobre o bosque e costuma ter custos mais baixos em relação ao Cerro Catedral.

Mesmo para quem não vai se aventurar esquiando ou praticando snowboard nas montanhas, há uma porção de passeios e atividades de lazer para todas as idades.

 Dá para embarcar em passeios de trenó, quadriciclos e teleférico, fazer escaladas, trilhas e outros esportes radicais, concluir o tour de 4 horas pelas paisagens locais – o Circuito Chico,provar o chocolate e as delícias gastronômicas locais.

Circuito Chico e Cerro Catedral em Bariloche: saiba mais sobre o tour

Cerro Otto

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)Foto: Bariloche.org

Mais uma estação de esqui em Bariloche incrível para você incluir em seu passeio que fica a 10 km de distância do centro. Para chegar ao topo do morro, os visitantes pegam um teleférico que leva 4 pessoas por vez.

Lá em cima, a diversão acontece pra valer! Também é possível fazer “esquibunda” e passeios, encontrar belas vistas para registrar fotos e também esquiar em Bariloche.

Trekking em Bariloche. Confira as opções de trilhas

Mais um destaque de Cerro Otto, que ajuda ainda mais a querer visitar a estação de esqui, é a Confeitaria Giratória, a única nesse formato na América do Sul.

Cerro Tronador

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)Foto: Wikimedia Commons

Se você quiser visitar e esquiar na montanha mais alta da região, vá ao Parque Nacional Nahuel Huapi, a 90 km da cidade de Bariloche.

O Cerro Tronador conta com 3 picos: o Argentino, o Chileno e o Internacional, cada um deles com sua beleza. Sem dúvidas, é um lugar para guardar para o resto da vida na memória!

Viagem de um dia para Cerro Tronador de Bariloche, saiba mais aqui!

Cerro Bayo

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)Foto: Marco Valtas

Se você prefere esquiar em um lugar com menos turistas, uma alternativa é ir até Villa La Angostura, na estação de esqui Cerro Bayo. O local fica a 1h30 de Bariloche.

Por ter menos fervo, o destino acaba sendo uma escolha certeira para quem é iniciante e deseja aprender um pouquinho mais de snowboard ou de esqui com mais tranquilidade. Clique aqui para conferir as tarifas atualizadas.

Leia também:  Como cantar como a ariana grande: 12 passos (com imagens)

Bariloche atrai fãs de cerveja com opções artesanais

O que vestir para esquiar em Bariloche?

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)Foto: PXHere

Para aguentar as temperaturas negativas, que oscilam entre 0º e -10º, é possível alugar roupas especiais a preços acessíveis nas lojas da cidade. É indispensável levar luvas, gorros, peças de lã, calças e blusas térmicas e um casaco impermeável. Quanto mais impermeável a roupa de esqui, melhor, afinal, a neve pode congelar os desavisados.

Onde se hospedar em Bariloche

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)Foto: Wikimedia Commons

  1. Em Bariloche, você vai encontrar opções de hospedagem para todos os gostos e todos os bolsos.
  2. A dica é ficar no centro, na Avenida Ezequiel Bustillo que margeia o Lago Nahuel Huapi ou mesmo na base de Cerro Catedral, que acaba sendo uma boa opção de hospedagem para quem tem o interesse específico em praticar esqui e snowboard em Bariloche.
  3. Confira boas opções para cogitar na sua viagem:
  4. Preços consultados em novembro de 2018, sujeitos à alteração conforme data de check-in.

Encontre aqui mais opções de hospedagens selecionadas e com desconto

Quanto custa esquiar em Bariloche?

Como Aprender Snowboard (Para Iniciantes) (com Imagens)Foto: Wikimedia Commons

Os valores variam de acordo com o destino escolhido para curtir a neve. As passagens aéreas para Bariloche custam a partir de R$ 1.300,00. Já a hospedagem, na região central estão preços variados, incluindo hostels e apartamentos por R$ 50 por dia, enquanto no Cerro Catedral os valores sobem, com diárias entre de R$334,82 a R$1.078,51. Confira onde ficar em Bariloche neste link.

Os ingressos para as estações de esqui podem ser adquiridos online e são válidos para o dia inteiro ou meio dia. Não tenha vergonha de pedir descontos para grupos.

Em Piedras Blancas, por exemplo, os ingressos para “esquibunda” variam dependendo da temporada, mas ficam entre 650 e 800 pesos para adultos e metade para crianças de até 12 anos. Para combinar pista + tirolesa, o valor sobre para 1.100 e 1.

240 pesos. Já o Cerro Campanário cobra 200 pesos por pessoa, valor bem abaixo dos demais.

Se ficar em resort, é provável que tudo já esteja incluso no valor das diárias, incluindo as refeições. Vale a pena pesquisar pacotes com agências de turismo, que já incluem hotel, traslado (se necessário), equipamento, roupa adequada e passeios. Em uma oferta do site Viator, uma pessoa paga US$ 1.257,99 para quatro dias, com tudo incluso.

Para maiores informações, acesse o site oficial de turismo de Bariloche.

Você já esquiou em Bariloche? Conta aqui nos comentários como foi sua experiência ????

Esqui ou Snowboard? Qual Escolher em Sua Primeira Vez na Neve

Não sou nenhum especialista, na verdade nem tenho muita experiência no assunto. Acabo de voltar da minha primeira viagem para um destino de neve, o Valle Nevado, no Chile, e passei exatamente por esse mesmo dilema, escolher entre o esqui ou snowboard.

Infelizmente não tenho uma resposta definitiva e nem uma receita infalível para te ajudar a decidir, mas vou tentar contar um pouco da minha experiência para te ajudar a tomar a melhor decisão.

Snowboard

Eu escolhi o snowboard porque, como eu andava de skate quando era criança, imaginei que teria mais facilidade. Veja bem, eu me equilibrava direitinho em cima de um skate, assim como também andei de patins, bicicleta, etc. Eu não fazia manobras de skate, nem nada muito avançado.

Meu critério de escolha se revelou totalmente furado. A não ser que você realmente seja praticante de skate, surf ou outros esportes que exigem se equilibrar numa prancha, isso não vai fazer muita diferença num primeiro momento.

Andando de Snowboard no Valle Nevado

A dificuldade do snowboard é que, diferente do skate ou surf, os seus pés ficam presos na prancha. E mais, você não tem mobilidade na articulação do tornozelo para te ajudar no equilíbrio, já que a bota te deixa preso até a canela. Na verdade o equilíbrio fica do joelho pra cima e isso é um grande dificultador no início.

Num segundo momento, quando você já aprendeu a técnica e consegue um mínimo de equilíbrio e direção, aí sim ter uma boa base de um desses outros esportes de prancha pode te ajudar a evoluir mais rápido. Sendo um iniciante, talvez você nem chegue nesse ponto, dependendo de quantos dias você pretende se dedicar ao esporte.

No final das contas eu não me arrependi de escolher o snowboard, ao contrário, adorei a experiência e acho até que tive um desempenho acima da média. Tomaria a mesma decisão se pudesse voltar no tempo. Acho que acaba sendo a escolha dos mais radicais, mais ousados, aqueles que costumam levar mais jeito para esse tipo de atividade.

Já contratou o Seguro Viagem?

Não corra riscos desnecessários e evite viajar preocupado, contrate um seguro viagem e aproveite ao máximo suas férias.

Faça agora mesmo uma cotação na Seguros Promo e escolha entre as melhores seguradoras sempre com ótimo custo benefício.

Aproveite esse cupom promocional de Dia das Mães, disponível por tempo limitado, e garanta um desconto de 20% pagando no cartão ou economize 25% no boleto. Utilize o código: SEMPRESEGURO.

Esqui

A falta da articulação do tornozelo também dificulta o equilíbrio no caso do esqui, a grande diferença nesse ponto são os pés que ficam soltos, independentes, facilitando o equilíbrio principalmente no início.

Grupo Aprendendo a Esquiar

Considerando tudo que observei e as conversas que tive com pessoas mais experientes nessa temporada no Valle Nevado, poderia dizer que o esqui é mais fácil.

O primeiro motivo é que o equipamento de esqui inclui aqueles bastões (hastes, varetas, bengalas) que ajudam não apenas no equilíbrio, mas também no deslocamento quando se está numa área plana. No snowborad você fica com os pés presos e precisa dar pulinhos, impulsos ou então soltar a bota da prancha e caminhar.

Outro ponto é o fato que já mencionei de ficar com os pés soltos, livres um do outro. Isso ajuda muito no equilíbrio, permite que você movimente as pernas de forma independente, reduzindo a quantidade de tombos.

Sim, se você nunca esquiou certamente vai cair algumas vezes, provavelmente muitas. A neve é um terreno não tão cruel nesse ponto, mas a repetição dos tombos pode te deixar com o corpo bem dolorido. Faz parte do aprendizado e no final vale muito a pena.

Não vou tentar te ensinar a esquiar, seria muita pretensão, mas vou te dar um conselho. Faça pelo menos uma aula, independente de escolher esqui ou snowboard. Mesmo que você leve jeito para esportes, que é o meu caso, é importante aprender a técnica para esquiar. Só assim você poderá evoluir e de fato aprender, sem correr grandes riscos.

Espero que, entendendo um pouco mais sobre essas características e diferenças, você se sinta mais seguro para escolher entre as duas opções. Se você é daquelas pessoas atrapalhadas, que não leva muito jeito para esportes, escolha certa é o esqui. Já as pessoas mais habilidosas e ousadas, o snowboard pode ser a opção mais recomendada.

Conta pra gente como foi a sua experiência.

Vai Viajar?

 Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem com garantia do menor preço.

O nosso blog tem parceria com o Booking, serviço que te ajuda a comparar preços de hospedagem em qualquer lugar do mundo de maneira rápida e segura.

Você ainda pode fazer uma reserva com a opção de cancelamento gratuito e deixar para pagar só na hora do check-in. Garanta sua reserva de hotel agora mesmo.

 Antes de alugar um carro, faça uma comparação entre as principais locadoras do Brasil e do mundo.

A nossa parceira RentCars te ajuda nessa busca de preços e oferece todas as opções de forma rápida e segura. A cobrança poderá ser feita em reais, sem IOF.

Divida em até 12 parcelas no cartão de crédito ou aproveite um desconto de 5% no boleto bancário. Compare os valores e economize.

 Não esqueça do seguro viagem. Economize tempo e dinheiro fazendo uma cotação na Seguros Promo. Encontre os melhores planos das principais seguradoras por preços imbatíveis.

Aproveite esse cupom promocional de Dia das Mães, disponível por tempo limitado, e garanta um desconto de 20% pagando no cartão de crédito ou economize 25% no boleto bancário.

Utilize o código promocional: SEMPRESEGURO.

 Compre um chip internacional e se mantenha conectado durante sua viagem.

A empresa OMeuChip oferece plano de dados em mais de 210 países, com conexão 4G garantida e internet ilimitada.

Você recebe o chip em sua casa, de forma antecipada, e chega em seu destino com tudo funcionando. Compre com 15% de desconto usando o nosso cupom exclusivo: PARAVIAGEM15.

Reservando com nossos parceiros, além de garantir o menor preço e um serviço de qualidade, você também ajuda a manter o blog e nos motiva a produzir cada vez mais conteúdo.

Galeria de Fotos:

Andando de Snowboard no Valle Nevado Snowboard e Esqui no Valle Nevado Grupo Aprendendo a Esquiar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*