Como aplicar protetor labial: 10 passos (com imagens)

A gente trata bastante o rosto, corpo e cabelos, mas não costuma ter cuidados especiais de tratamento para a região da boca, não é? Pois vem comigo conhecer 3 passos simples para apostar no spa para os lábios.

Como Aplicar Protetor Labial: 10 Passos (com Imagens)

#1 Aposte no esfoliante labial

Sim, existem esfoliantes específicos para a região dos lábios! Eles costumam ser mais suaves que as versões para o corpo e rosto, por exemplo. Também tem fatores hidratantes e alguns vem até com sabor gostoso.

Como Aplicar Protetor Labial: 10 Passos (com Imagens)

Uma sugestão é são os  esfoliantes labiais da linha Fruits & Vitamine L’Occitane. Eles estão disponíveis em 4 SABORES e prometem esfoliação suave, com extrato de frutas e grânulos naturais. Para usar, é preciso umedecer os lábios, esfoliar suavemente com uma pequena quantidade do produto e enxaguar logo em seguida. Recomenda-se a utilização de 1 a 2 vezes por semana. Custa R$85.

Como Aplicar Protetor Labial: 10 Passos (com Imagens)

Outra opção é o esfoliante para os lábios da Mary Kay, que tem fórmula com cristais de açúcar, que esfoliam suavemente removendo a pele ressecada. A promessa é de pele revitalizada. Para usar é só massagear o produto nos lábios. Dá para encontrar os produtos da linha de Chá Branco e Citrus da Mary Kay diretamente com as consultoras da marca. Cada um custa R$ 41.

#2 Tenha um balm labial sempre à mão

Manter a região dos lábios hidratada é uma ótima dica para evitar peles soltas e efeito rachado.

Como Aplicar Protetor Labial: 10 Passos (com Imagens)

Um ótimo hidratante labial é o Bepantol Toque Seco tem os mesmos benefícios que a pomada Bepantol que todo mundo gosta e usa para tudo, mas com textura menos melequenta. Gostei mais dessa porque ela é menos oleosa.

Achei efetiva como hidratante labial e curti como tratou os lábios e melhorou a aparência das peles soltas.  Mas, como a textura é menos grossa, essa nova pomada permanece menos tempo “grudada” nos lábios. Para mim, tudo bem.

A pomada de Bepantol Toque Seco com 30g custa em média R$35.

Como Aplicar Protetor Labial: 10 Passos (com Imagens)

O Balm Labial Med Repair Nivea tem FPS 15 e Vitamina E, o trequinho é bom mesmo. Ele não tem cheio forte, permanece um tanto bom nos lábios sem melecar e me parece ser efetivo na hidratação. Senti que ele melhorou muito a aparência das peles soltas. Custa em média R$ 17,00.

Já o Protetor Labial Bepantol Derma Stick com FPS 30, é a versão em bastão do protetor labial da marca. Achei muito parecido com o da Nivea, porém, esse tem um aroma bem forte de protetor solar. Achei que ele hidrata bem os lábios, mas não fica tanto tempo sobre a pele como a versão de pomada melequenta. Custa em média R$ 32,00.

E o Reparador Labial Cicaplast Lábios La Roche-Posay tem Pantenol 5%, tem textura de creme/cera, então cria uma camada mais espessa sobre os lábios, ficando no lugar por mais tempo. Senti que ele é efetivo para proteger a pele antes de sair em dias frios e também percebi que deixa a região hidratada. Custa em média R$ 35,00.

#3 Escolha batons com fórmulas hidratantes

O batom nós já usamos normalmente, não é? Pois ultimamente estou achando legal escolher aqueles que tem um algo a mais na fórmula, como Vitaminas e ácido hialurônico.

Como Aplicar Protetor Labial: 10 Passos (com Imagens)

A linha Hyaluronic de O Boticário tem ótima cobertura, fácil aplicação e hidratação na medida, já que tem ácido hialurônico na fórmula. Dá para encontrar os batons Stick Hyaluronic nas lojas ou site da marca. Cada um custa R$ 54,90.

Como Aplicar Protetor Labial: 10 Passos (com Imagens)

Já o batom Volumão da quem disse, berenice? tem ótima cobertura, fácil aplicação e hidratação na medida, já que tem ácido hialurônico na fórmula.

Por mais que o nome dê essa sugestão, ele não é daquele tipo de batom que dá volume automaticamente aos lábios, mas com uso contínuo, o fator “tratamento” da fórmula vai agindo, deixando os lábios saudáveis e menos ressecados.

Os batons da linha Volumão podem ser encontrados nos pontos de venda da quem disse, berenice? por R$45,90.

Como Aplicar Protetor Labial: 10 Passos (com Imagens)

E enfim, outra boa alternativa é o Batom CC Hidratante de Natura Una. As cores são bonitas, com ótima pigmentação, acabamento cremoso e sensação hidratante.

Com manteiga de cacau bioativa, que estimula a produção de colágeno, e ceramidas de passiflora, que restauram, recuperam e hidratam os lábios.

Você pode comprar o batom CC Hidratante Natura Una pelo catálogo, nas lojas físicas e também online. Aproveita que ele está com 15% de desconto, saindo a R$ 39,90 !

Veja também como passar batom líquido matte para deixar os lábios perfeitos!

balm labialesfoliante para lábioshidratante labialspa para lábios

Os critérios a ter em conta na hora de escolher um protetor solar

Mal surgem os primeiros raios de sol, os supermercados, as farmácias e as perfumarias enchem-se de propostas para proteger a pele.

Mas afinal o que as diferencia? Quais os critérios a ter em conta na hora de escolher o protetor solar? Como saber se o eleito é mesmo o mais indicado para si? Reunimos as principais dúvidas e pedimos a três dermatologistas que esclarecessem todas as questões. Para que este ano escolha, conscientemente, o produto ideal.

Os filtros solares são todos iguais?

«Não. Existem filtros químicos e filtros físicos (também chamados minerais). A maioria dos protetores solares contém filtros químicos. Os minerais são especialmente indicados em caso de doenças dermatológicas, em situações de alergia ou de sensibilidade ao sol e nas crianças com menos de três anos», explica Leonor Girão, dermatologista.

  • Porque é que as crianças não podem usar os protetores comuns (com filtros químicos)?
  • «Porque correm maior risco de alergias, para além de que há uma certa imaturidade do queratinócito da criança que não faz a reação química necessária à atuação total do produto, podendo perder eficácia», esclarece Manuela Cochito, dermatologista.
  • Qual a diferença entre os protetores solares à venda no supermercado, na farmácia e na perfumaria?

«Em termos de UVB, podem ser todos 50+. A diferença poderá estar em termos de UVA, bem como no tipo de filtro solar.

Os protetores mais baratos provavelmente contêm filtros solares mais antigos e uma proteção UVA baixa, uma vez que esta é muito cara.

As marcas especialistas em filtros solares, à venda em farmácia, têm acesso às moléculas mais sofisticadas. As de perfumaria trabalham mais na cosmeticidade e na apresentação do produto», refere Manuela Cochito.

Vale a pena comprar um produto de rosto e outro de corpo?

«Só se justifica utilizar um produto específico para o rosto quando a pele é oleosa e precisa de uma fórmula oil free, quando foi sujeita a uma intervenção cirúrgica, a um laser ou a um peeling ou quando necessita de um fator de proteção superior ao do corpo», responde Manuela Cochito.

À medida que vou ficando bronzeada diminuo o fator de proteção. Faço bem ?

«Não. A pele bronzeia-se para se defender dos raios ultravioleta e, portanto, o bronzeado é uma manifestação de agressão solar à pele. Se os protetores solares fossem totalmente eficazes a pele não bronzearia e isso seria o ideal, pois o acumular dessas lesões subagudas levam a outro tipo de lesões cutâneas graves», esclarece o dermatologista Miguel Trincheiras.

«Ainda que a pele vá adquirindo uma defesa própria que é a melanina, a agressão continua sempre a dar-se pelo se deve manter sempre o mesmo índice de proteção adequado a cada tipo de pele, 30 para as peles mais escuras e 50 nas mais claras», acrescenta ainda o especialista.

Leia também:  Como cancelar os planos com um amigo: 13 passos

Veja na página seguinte: A quantidade de produto de proteção solar a usar em cada aplicação

Protetor solar: 10 erros e mancadas mais comuns ao passar

O protetor solar é um item essencial para se proteger contra o câncer de pele. Porém, dependendo da forma com a qual lidamos com o produto, a pele não fica devidamente blindada. Veja abaixo os 10 erros e mancadas mais comuns na hora de passar o filtro.

1. Ignorar certas áreas do corpo

Parece óbvio onde devemos aplicar o protetor, não é mesmo? Mas sempre sobra um cantinho… Um estudo da Universidade de Liverpool, na Inglaterra, revelou que as pessoas se esquecem de passar o filtro solar em cerca de 10% do rosto, por exemplo.

Algumas das partes mais ignoradas: a ponta do nariz, o canto interno dos olhos e, nos homens com calvície, a própria careca. Também há os locais de difícil acesso, como as costas, que sofrem com as queimaduras. Ocorre que não dá para descuidar.

Os raios ultravioleta UVA, que penetram profundamente na pele e podem levar ao surgimento de câncer, e os UVB, que nos atingem superficialmente e geram as queimaduras, não dão trégua aos esquecidos.

As regiões mais críticas

Pálpebras e canto interno dos olhos: nem sempre é fácil aplicar protetor aí. Então invista em chapéus e óculos.

Boca e lábios: para evitar as manchas ao redor dos lábios e do bigode, use também batons e hidratantes labiais com FPS.

Cantos e ponta do nariz: eles ficam expostos mesmo com chapéu e óculos. Use e abuse do protetor, inclusive nos contornos.

Continua após a publicidade

Nuca: por ficar atrás, passa despercebida. Só quem tem cabelo longo, guardião natural da nuca, pode deixá-la sem protetor.

Orelhas: estão entre as áreas mais afetadas pelo esquecimento. Além do filtro, um chapéu de abas largas ajuda a poupá-las do sol.

Mãos: embora apliquemos o protetor com elas, as coitadas não ganham a devida atenção. O sol tende a castigá-las com manchas e rugas.

Dorso dos pés: releve a areia grudando ali, pois a queimadura é pior. Se tiver dificuldade em alcançar a área, peça auxílio a alguém.

Tem que usar na cidade

Algumas partes que protegemos ao vestir biquíni ou sunga, como braços e pernas, passam batidas no dia a dia longe da praia ou da piscina. Mas camisas curtas ou decotadas, bermudas e saias também deixam os membros descobertos. “As mulheres costumam cuidar do rosto, mas deixam o colo exposto”, exemplifica o farmacêutico Lucas Portilho, diretor científico da Consulfarma.

2. Não cuidar da pele dos menorzinhos

Criança não deve ver o filtro solar só nas férias e feriados. Uma pesquisa recente da Universidade de Sydney, na Austrália, mostrou que o uso regular do produto desde a infância protege, lá na frente, contra o melanoma, o tipo mais agressivo de câncer de pele. Afinal, a radiação é cumulativa ao longo da vida.

Fora que a pele de crianças e adolescentes é supersensível. “Eles correm mais perigo do que os adultos e têm maior dificuldade de se cuidar”, resume o oncologista Rodrigo Munhoz, diretor da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica.

Continua após a publicidade

3. Achar que só precisa de filtro no verão

Embora a intensidade dos raios solares seja maior nos meses quentes, o sol não dá folga a quem mora perto dos trópicos. “Os níveis de radiação ultravioleta em São Paulo, no inverno, são quase tão altos quanto os de Paris no verão”, compara Munhoz.

E, em momentos de descuido, os raios UVA penetram no corpo, podendo causar de rugas a câncer de pele. Por isso, o conselho é passar protetor solar pelo menos três vezes por dia, da mesma forma que você escova os dentes.

4. Ficar bitolado com a falta de vitamina D

Os poucos minutos que você permanece na rua quando vai ao banco, sai para almoçar ou caminha até a padaria são suficientes para que os raios UVB estimulem as células da pele a produzirem a vitamina D, aliada contra a osteoporose e outras tantas doenças. Mas, embora o filtro tenha capacidade de bloquear a radiação solar, dificilmente alguém terá deficiência vitamínica por causa dele.

E, mesmo que a pessoa fique totalmente blindada do sol, ainda pode encontrar um pouco da vitamina em ovos, peixes e cogumelos — ou, como é mais comum, dentro de suplementos.

5. Economizar na quantidade protetor

Precisamos de 2 miligramas de protetor para cada centímetro quadrado de pele. No papel, a fórmula é simples, mas quem consegue fazer a conta? O jeito é calcular por colheres: uma de sopa para o tronco, outra para as costas, além de uma para cada perna e braço. Já no rosto e na nuca, basta uma colher de chá.

Sem se esquecer de reaplicar, viu? “Um tubo de 200 gramas deve durar cerca de seis aplicações no corpo todo”, calcula a dermatologista Valéria Marcondes, de São Paulo.

6. Apostar somente em hidratantes e maquiagem

Confira o rótulo dos cosméticos que dizem ter proteção solar. Eles possuem FPS, que barram os raios UVB? E PPD, indicado contra raios UVA? Se faltar algum dos dois, você ainda vai precisar do seu filtro regular.

Continua após a publicidade

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tem uma classificação para os produtos com FPS que não são considerados protetores solares de fato — são os multifuncionais. “É preciso tomar cuidado, pois eles não contam com uma blindagem para UVA adequada. A indústria é obrigada a advertir sobre isso na embalagem, mas o consumidor nem sempre lê”, alerta Portilho.

Em resumo, o filtro sempre tem FPS e PPD; já os multifuncionais contam só com FPS, deixando você exposto aos raios cancerígenos. Para usar os cosméticos com segurança, os médicos orientam não abrir mão do filtro clássico.

Respeite a ordem de passagem

Hidratante, maquiagem, repelente, protetor solar… Existe um monte de produto para passar na pele — e tem quem use todos. Aí, é natural ficar perdido quanto à ordem ideal de aplicação. Mas não há uma sequência fechada.

Os especialistas só são unânimes quanto a um detalhe: o protetor sempre deve ficar por último. Assim, evita-se que itens utilizados posteriormente exerçam atrito e acabem reduzindo sua eficácia.

No caso de quem não dispensa a maquiagem — e, portanto, não pode passar o bloqueador solar no final — a saída é recorrer a um filtro que já atue como base.

7. Não reaplicar após algum tempo

Quando finalmente encontrar seu lugar (seguro) ao sol, lembre-se de que a proteção não é eterna: o intervalo recomendado para reaplicar o filtro é de duas em duas horas, pois ele vai sendo absorvido pela pele e seu efeito se torna cada vez mais fraco.

Esse intervalo é ainda menor para quem entrar na água ou estiver transpirando bastante. Nesses casos, repasse o protetor assim que houver oportunidade. E atenção: um FPS maior ou menor não influencia no tempo de reaplicação — a regra é a mesma para todos os produtos.

Leia também:  Como aplicar goma laca: 8 passos (com imagens)

Continua após a publicidade

8. Passar o filtro depois de sair de casa

O sol não espera você chegar à praia (ou a outro local) para queimar. Por isso, é bom já pisar na rua protegido. E, se o trajeto for longo ou você colocar uma camiseta que depois vai tirar, o ideal é reaplicar o produto assim que alcançar o destino.

“A transpiração ou o contato da pele com o tecido da roupa podem remover parte do protetor”, justifica Portilho.

E não precisa esperá-lo fazer efeito: “É lenda que o produto só funciona 15 minutos após a aplicação. As moléculas estão ativas dentro do tubo”, garante o farmacêutico.

Muito além do protetor

Temos que admitir: ele não resolve tudo sozinho. É aí que entram os chamados protetores físicos, ou seja, acessórios que ajudam a bloquear a passagem dos raios solares. Chapéus, óculos e guarda-sol são exemplos clássicos.

Quem costuma ficar muito tempo no sol deve ter cuidado redobrado e investir até em roupas com proteção ultravioleta. Camisetas e bermudas normais podem impedir o bronzeado, mas não barram toda a radiação que atinge a sua pele.

9. Usar o produto do verão passado

Protetor é caro, e, às vezes, fica aquela dúvida se não vale simplesmente recuperar o tubo largado no fundo do armário. Só que esse item também tem uma vida útil: após um tempo, as substâncias que garantem a proteção solar se degradam e perdem o poder de atuação. Portanto, olho na data de validade!

Outra coisa: dependendo de onde e como ele foi guardado, podem se formar colônias de fungos e bactérias no interior da embalagem, provocando irritações e outros problemas cutâneos.

Continua após a publicidade

10. Não levar em conta seu tipo de pele

Pele seca, oleosa ou mista? Não importa: no mercado não faltam produtos para cada um desses perfis. Converse com um especialista sobre a opção mais adequada para você, já que a versão errada pode prejudicar a aparência e a saúde da cútis.

O bate-papo também ajuda a realizar a melhor escolha em termos de FPS. “Para quem tem a pele mais clara, recomenda-se um FPS de 50 para cima. Peles morenas e negras também devem ser protegidas, mas o fator pode ser 30”, exemplifica Valéria.

Fontes: Jade Martins, dermatologista e coordenadora do Departamento de Oncologia Cutânea da Sociedade Brasileira de Dermatologia; Lucas Portilho, farmacêutico e diretor científico da Consulfarma; Rodrigo Munhoz, oncologista e diretor da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica; Sergio Setsuo Maeda, endocrinologista da Universidade Federal de São Paulo; Valéria Marcondes, dermatologista de São Paulo

Como cuidar da pele aos 25 em 10 passos + Minha rotina de cuidados faciais

Dúvidas sobre como cuidar da pele aos 25 anos? Por onde começar, como saber do que sua pele precisa, quais produtos usar, qual é a ordem de aplicação? Confira 10 passos básicos para construir uma rotina de cuidados faciais e manter o rosto radiante por mais 25 anos e além!

Meninas, aviso-lhes de antemão que este artigo está bem longo, porém bastante didático.

Coloquei aqui tudo (ou quase) que sei e pesquisei sobre como cuidar da pele aos 25 para que vocês possam encontrar as informações necessárias centralizadas num só lugar, pois eu acho bem chato ter que abrir dezenas de sites a fim de reunir um único montante de informação sobre algum tema. Bom, espero que ajude…

Falar em cuidados com a pele aos 25 anos de idade pode parecer um tanto prematuro.

Contudo, esta é a fase ideal para começar a se preocupar com tal questão visando prevenir danos futuros, pois nesta idade o corpo começa a entrar um processo de mudanças que envolvem retardos, acúmulos e maior susceptibilidade a danos os quais se tornam complicados de reverter.

Queda no metabolismo, dificuldade na síntese de colágeno e aumento no processo de glicação dos tecidos são apenas alguns exemplos.
A voz do povo diz que prevenir é melhor do que remediar, a sabedoria popular diz que a voz do povo é a voz de deus. Assim sendo assim, bora conversar um pouco sobre como cuidar da pele aos 25?

A síncope dos 25 anos

“Tenho vinte e cinco anos
De sonho e de sangue
E de América do Sul
Por força deste destino
Um tango argentino
Me vai bem melhor que um blues”
– À Palo Seco, Belchior.

Entrou pela garganta de um gole só. Ânsias, desejos, preocupações, frustrações. Quero, não quero, quero novamente. Tudo virou uma sopa de letrinhas misturada com farinha e, num átimo, os versos cantados por Belchior fizeram-me mais sentido do que nunca.

Pois bem, caí na síncope dos 25 (alguém mais se identifica?). Dentre todas as neuroses e dramas à lá Almodóvar pelos quais estou passando, dividirei com vocês uma paranoia leve e de fácil trato: a preocupação demasiada para com o envelhecimento da pele.

Atualização Outubro de 2018 – Canal no Youtube: Quer saber mais sobre cuidados com a pele? Galera, faz 3 anos que mantenho uma rotina NATURAL & VEGANA de cuidados com a pele.

As dicas ao longo desse post continuam válidas, porém minha maneira de cuidar da pele, os produtos escolhidos e a rotina diária mudaram um bocado. Seguem abaixo dois vídeos atuais sobre o assunto: (inscreva-se no canal AQUI)

– Quer saber mais sobre cuidados naturais com a pele? Acompanhe a Playlist “Slow Beauty” no Canal AQUI!

Os “mid-twenties” vêm com uma série de mudanças – em nossos relacionamentos, carreira, corpo, etc.

Após os 25 a pele começa a mostrar sinais de envelhecimento tais como poros mais visíveis, ressecamento e/ou oleosidade que antes não existiam, olheiras mais escuras, linhas finas, rugas e por aí vai.

Maquiagem é apenas uma solução temporária para um problema permanente o qual se agravará caso não seja tratado. Então tenha em mente: prevenir é melhor que encobrir.

O que nossa pele precisa nesta conjuntura é de atenção, cuidado e respeito. Cuidar da pele aos 25 anos envolve mais a prevenção de danos do que efetivamente tratar de rugas já existentes (daqui a 10 anos volto aqui para ter uma conversinha com vocês sobre tratamentos anti rugas, ok?).

Esta é a hora de deixar de lado aquela rotina de cuidados faciais que lhe acompanha desde a adolescência (se é que existe alguma) e começar a pensar em tratamentos mais potentes voltados à prevenção de danos futuros e correção de probleminhas já existentes.

Acreditem, com o passar do tempo os probleminhas podem se tornar problemões bem complicados de solucionar, principalmente se não houver ações preventivas na equação.

Embora o foco do tratamento da pele de uma jovem adulta seja prevenir, tal prevenção tende a ter como “efeito colateral” a redução de linhas finas e ruguinhas em formação.

Há alguns meses comecei a cuidar da cútis com maior atenção do que antes e digo sem falsa modéstia que nunca estive tão contente com minha pele do rosto (bom, excluindo a fase da vida em que preocupações com a pele nem me passavam pela cabeça).

Leia também:  Como calcular a prestação de um consórcio: 7 passos

Enfim, vamos aos 10 passos sobre como cuidar da pele aos 25 e logo em seguida lhes mostro a minha atual rotina de cuidados faciais.

Como cuidar da pele aos 25 passo 1) Desencanar

“E lá foi andando com um ar cada vez mais orgulhoso, enquanto os cortesãos continuavam a segurar uma cauda que não existia.” – As roupas novas do imperador ou O rei vai nu, conto de Hans Christian Andersen.

Um dos principais problemas em termos de cuidados com a pele aos 25 é enxergar rugas onde elas não existem. Digo-lhes por experiência, bastou meus 25 anunciar sua chegada que comecei a ver rugas invisíveis até aos olhos de minha dermatologista.

Cair no conto das roupas novas do imperador e desatar a aplicar cremes com desnecessários ativos antienvelhecimento é um erro crasso. A coisa não funciona assim, tipo vacina.

Pelo contrário, o remédio em excesso vira veneno e a pele se torna preguiçosa, afinal, o “O rei vai nu”.

Outro problema que nos acomete nesta idade é objetivar uma pele perfeita. A “pele perfeita” é abstrata e utópica, aquilo que vemos em belas fotos de revistas e instagram não é obra de tratamentos faciais, e sim de Apps e editores de imagem.

Os sinais da sua pele contam sua história, não ter história alguma para contar seria chato demais.

Como cuidar da pele aos 25 passo 2) Procurar orientação profissional

Qual é o melhor hidratante labial? Veja 5 opções para comprar em 2018

Ressecamento e rachaduras nos lábios são problemas enfrentados por muita gente, e podem ter diversas causas, como alterações no clima ou mesmo desidratação. Uma solução imediata pode ser o uso de hidratantes labiais para evitar aquela situação desconfortável de pele descolando.

Para te ajudar, nós, aqui do Zoom, preparamos uma lista com os melhores hidratantes labiais para usar em 2018. Dá só uma olhada!

Leia também: Melhores Protetores Solares para Rosto

Baby Lips da Maybelline tem aroma de frutas

Para quem gosta de proteção, hidratação, mas também adora um sabor diferente e um cheirinho gostoso nos lábios, o melhor hidratante labial é o Baby Lips.

Você pode escolher o que mais gosta entre diversos sabores, como morango, abacaxi e limão. Pode ser um para cada dia também!

Com protetor solar de fator 30, esse hidratante labial é um grande sucesso. A final, quem não quer uma proteção desta contra o sol?

Para quem procura resultados rápidos, esse é o hidratante! O preço é um pouco mais salgado do que os outros hidratantes, mas o resultado compensa!

A Granado é uma das marcas queridinhas dos brasileiros quando o quesito é cosméticos. O hidratante labial da fabricante não poderia ficar para trás.

Com FPS 8 e enriquecido com vegetais, esse hidratante ajuda a manter os lábios sem descamar e sem rachar, faça chuva ou faça sol!

Bepantol derma, além de ser ótimo para a hidratação labial, ainda é uma das opções mais baratas do mercado. A combinação de vitaminas e óleos mantém os lábios sempre hidratados e sem rachaduras.

Muita gente já usa a pomada Bepantol como hidratante labial. A fórmula do Regenerador Labial é a mesma, mas a sensação nos lábios é diferente: não é tão grudenta quanto a pomada, não deixa a boca branca e não tem cheiro!

A manteiga de Karité e o Pantenol são ingredientes essenciais na hidratação da pele (e dos lábios também). O Nivea Essential Care tem esses dois ingredientes e ainda protege os lábios dos raios UV.

A hidratação labial é intensa, você pode usar o protetor labial durante a noite e já vai acordar no outro dia com os lábios muito mais saudáveis e sem rachaduras.

Leia também: Os Melhores Hidratantes Corporais do Momento

6 dicas para lábios perfeitos

Tudo o que você precisa saber para dar aquele up na make dos lábios

Os batons são muito democráticos e a escolha do tom depende não só da cor da pele, como também do estilo de cada um, do clima e do look. Mas, só eles não bastam para deixar os lábios sempre lindos. Então, siga nossos passos!

1 Proteja sempre

Use protetor solar nos seus lábios. Eles têm a pele mais fina do seu corpo! E, por isso, é mais suscetível a danos causados pelo sol, por exemplo.

Tem mais: gloss potencializa os raios UV, tornando os lábios ainda mais propensos a queimar. Por isso, inclua na rotina um bálsamo labial com FPS 30, por baixo da make.

2 Hidrate e esfolie

“É muito importante proteger e hidratar a boca, principalmente em época de clima seco”, confirma a maquiadora Chloé Gaya. “Você pode também, uma vez por semana ou a cada 15 dias, fazer uma esfoliação para retirar as células mortas”, explica.

Esfoliante labial Dior

Bálsamo esfoliante labial. Deixa os lábios macios, uniformes e com a cor do batom mais impactante.

Compre

3 Não tenha medo do batom

Escolha um tom claro baseado na cor natural dos seus lábios, não no tom da sua pele. Os lábios mais claros ficam bem com vermelho cereja ou coral. Para lábios naturalmente rosados, experimente um rosa quente ou laranja vivo. Lábios escuros podem se jogar nos vinhos.

Batom Givenchy

Batom cremoso com pigmentos micronizados altamente reflexivos. Cores modernas para lábios sofisticados.

R$ 166.90R$ 158.90

3x R$ 52.97

Compre

4 Fique nua

O nude perfeito para os seus lábios é ligeiramente mais claro ou mais profundo que o tom da sua pele. Como guia, vale usar o tom seus mamilos. “O nude ideal é aquele que mais se aproxima do tom da sua pele sem te deixar pálida ou ficar acinzentado”, diz Chloé.

5 Esfume, esfume, esfume

Quer variar no batom? Aposte no smoky lips. Em outras palavras, suavize as bordar dos lábios depois de aplicar o batom. “Use os dedos ou um pincel de esfumar, dando leves batidinhas desde o centro dos lábios até as extremidades, sem se preocupar com o contorno certinho”.

Batom Lancôme

Batom líquido com acabamento matte. Aplicação confortável nos lábios, sem ressecá-los, com cor intensa.

R$ 158.90R$ 117.90

2x R$ 58.95

Compre

6 Adicione glitter

Se você realmente quer que as pessoas escutem quando você fala, transformar seus lábios em um globo de luz vai ajudar. “Lábios metalizados e com glitter ficam maravilhosos em fotos, mas são difíceis de usar na vida real”, avalia Chloé.

O truque para evitar stress é montar a produção com cuidado e usar um bom fixador de glitter ou um gloss mais denso, que segure os produtos nos lábios. Aplique o batom, coloque o fixador ou o gloss e, por último, finalize com o glitter”, ensina a expert.

– Por Karina Hollo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*