Como ampliar e diminuir imagens em um iphone ou ipod touch

A energia proveniente da bateria é fundamental em qualquer dispositivo, quando não temos por perto o carregador. Quando avaliamos um equipamento, a autonomia é um factor muito importante e que é levado em consideração por muitos utilizadores. Nesse sentido, todos os pormenores/truques para uma boa gestão da autonomia da bateria são importantes.

Como qualquer outro equipamento, os dispositivos Apple necessitam também de serem alimentados depois de algumas horas de utilização.

Há no entanto momentos, em que necessitamos de ter uma boa carga na bateria para realizar algumas tarefas como por exemplo: ligar à rede, usar o GPS, tirar algumas fotografias e criar alguns vídeos, etc.

Assim, há que colocar em prática todos os truques/ajustes que reduzam ao máximo a utilização da bateria, para que nesses momentos a mesma tenha alguma capacidade.

Já em tempos deixamos algumas sugestões para aumentar a autonomia do iPhone, hoje vamos deixar alguns truques para fazer o mesmo no iPad, iPhone 4 e iPod Touch mas no novo iOS 4.2.

Quero deixar esta sugestão também para os utilizadores de outros smartphones ou tablets, mesmo com Android ou Megoo… todos têm comportamentos idênticos, no que toca ao consumo energético.  Vamos então optimizar!

Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch

Mantenha o dispositivo longe do Sol

Uma das maiores preocupações que devemos ter quando utilizamos estes dispositivos é nunca os deixar expostos à luz solar directa. O sobre-aquecimento é o maior inimigo das baterias. Mas não só… qualquer tipo de aquecimento que envolva estes dispositivos fará diminuir a vida das baterias de forma acelerada. Mantenha estes dispositivos sempre num local fresco.

Reduza o Brilho do Ecrã

Manter o brilho do ecrã sempre no máximo, fará com que a energia da bateria seja consumida rapidamente. Não há necessidade de tanta luz, mesmo porque os ecrã actualmente são já desenvolvidos com tecnologias que aproveitam a luz exterior para projectar a imagem aos nossos olhos.

Vamos baixar a intensidade para os 30%:  Definições -> Brilho e Papel de parede ->aqui colocamos o cursor menos de meio um pouco e activamos a função Auto-brilho. Seja como for, vejam também se vos incomoda a intensidade da luz ou a falta dela, ajustem para o melhor conforto dos olhos.

Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch

Certifique-se que o Ecrã desliga rapidamente

Mesmo ajustando o brilho do ecrã, este deveria desligar de imediato, quando deixamos de usar o dispositivo.

Para isso podemos ajustar a função desligar ecrã que se encontra em: Definições -> Geral -> Auto-bloqueio.

O mais rápido em automático são os 2 minutos… ok não é rápido, então podemos recorrer à forma manual para o desligar. É o método que utilizo, quando não o estou a usar desligo em cima no botão desligar.

No iPhone é exactamente o mesmo, antes de o meter no bolso, desligo-o. Assim teremos mais energia. Cerca de 10% da energia gasta é apenas no ligar, ver as horas e guardar no bolso… podemos optimizar se o desligarmos antes de o guardar.

Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch

Use o Modo de voo se não necessitar de Internet (iPad/iPhone)

Muitas vezes não damos conta mas estamos a usar o iPad, iPhone ou o iPod para jogar e ouvir música. Desligue a Internet e desligue os dados.

Claro que se for no iPhone, usar o Modo de voo também não receberá chamadas, tendo em conta que este modo desliga todas as antenas, mas se apenas quer jogar ou ouvir música… ou mesmo agora ver um filme via AirPlay… não vai estar à espera que uma chamada interrompa este momento lúdico… poupe!

Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch

Uma outra razão forte para usar este modo é quando se encontra num local que sabe, de antemão, que não tem captura de Internet. Só o facto da antena do dispositivo estar permanentemente a tentar capturar sinal, a bateria é rapidamente consumida… em vão claro.

A razão principal desta função é desligar as comunicações quando vai dentro de um avião… desligue não vá o seu iPhone ou iPad tomar o controlo da aeronave e ainda ter de pilotar o avião até porto seguro… ou galinhas ????

Use Wi-Fi em vez de 3G se possível

De acordo com a informação prestada pela Apple, o iPad poderá ter 10 horas de bateria a usar consecutivamente Wi-Fi, mas apenas terá 9 horas de autonomia se utilizar a rede 3G – o iPhone apenas terá 6 horas a utilizar activamente 3G e 9 a usar WiFi. Claro que preferimos usar o Wi-Fi, portanto esteja atento para, em caso de haver sinal wireless, se ligar a este antes de se ligar via 3G… assim poupa a carteira e a bateria.

Pode ligar o Wi-Fi em Definições -> Wi-Fi, depois escolha a rede que tem acesso.

Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch

Reduza as verificações automáticas do mail e calendários

Que tem muito email a receber, contactos a sincronizar… tudo configurado no iPad ou iPhone… já sabe que isso demorará tempo a sincronizar. Nestes dispositivos tenha apenas o que é importante para poupar tempo de sincronização . Se tudo isto estiver em automático… coloque em manual assim sincroniza quando entender.

Vá então Definições -> Mail, Contactos, Calendário -> Altera-se para manual. Caso não utilize mesmo o serviço Push mail… desligue-o. Alguns serviços apenas estão habilitados a esta tecnologia, como o Mobile Me. Muitos dos utilizadores do iPhone, iPad e iPod Touch vão manualmente verificar se existem novos mails.

Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch

Reduza ou desligue as notificações por Push das aplicações

Precisa mesmo que as aplicações o notifiquem quando estas estão activas? É que este recurso consome energia, desligue e não permite que sejam activadas as notificações, Pode desligar individualmente cada uma das posicionadas para enviar notificações por Push, basta desligar cada uma delas. Vá a Definições -> Avisos e desligue todos em simultâneo ou desligue os menos importantes… de preferência desligue-os todos.

Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch

Reduza ou desligue o sistema de som

Esta poderá parecer uma sugestão sem lógica, mas porque razão o seu iPhone tem o toque tão alto? Ou ainda porque tem o som do iPad ligado se o utiliza principalmente e 90% do tempo para ver mail, navegar, usar as redes sociais, escrever… desligue o som, não precisa dele ligado e já poupa algum consumo energético. Claro que não será muita a poupança… mas é alguma e grão-a-grão! Vá a Definições -> Geral ->Sons, aqui use o slide para diminuir o som… ou então use os botões laterais.

Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch

Desligue o Serviço de localização

O serviço de localização é usado por muitas aplicações que fornecem funções com base na geo-localização, as fotografias ficam referenciadas no mapa, por exemplo, as aplicações que localizam o nosso ponto de partida quando fazemos trajectos referenciados… e muitas outras funções que existem em torno desta tecnologia. Se não usa… desligue-a! Definições -> Geral e no menu Serviço de localização escolha o Não.

Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch

Desligue o Bluetooth se não o utilizar

Caso não utilize qualquer equipamento que necessite de comunicação via Bluetooth (ex. Teclado ou auricular), deve então proceder à desactivação do Bluetooth no equipamento. Tal configuração pode ser realizada em Definições -> Geral -> Bluetooth.

Leia também:  Como aplicar óleo de amêndoas no cabelo: 12 passos

Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch

Desligue o modo vibrar nos jogos (iPhone/iPod)

Apesar de ser uma funcionalidade e complemento interessante a qualquer jogo, o modo “vibração” pode ser desactivado permitindo assim uma poupança significativa a nível de bateria do equipamento.

Esta opção faz normalmente parte das configurações do próprio jogo.

Carregue e descarregue a bateria regularmente

  • Para uma máxima eficiência e durabilidade, é importante que a bateria do equipamento seja totalmente descarregada  pelo menos uma vez por mês.
  • Carregue e descarregue a bateria regularmente
    Para uma máxima eficiência e durabilidade, é importante que a bateria do equipamento seja totalmente descarregada  pelo menos uma vez por mês.
  • [visto: aqui]
  • Artigos relacionados:

Fácil! Como Ampliar as Fotos do Instagram no iPhone

Com certeza o Instagram é uma das maiores redes sociais de fotos, isso se não for a maior. Embora ofereça inúmeros recursos, o Instagram não permite Zoom, o que incomoda muita gente, principalmente aos usuários de iPhone, que estão acostumados a aumentar as imagens com a pinça de dois dedos na tela.

Escrevi este artigo por que muitas, das mais lindas fotos do mundo, estão no Instagram. É uma dica simples, que resolve este problema sem ter a necessidade de instalar aplicativos terceiros. Para isso utilizaremos um recurso do iOS, sistema operacional do iPhone, iPad e iPod touch.

Zoom é sempre bom! 

Para ampliar as fotos do Instagram no iPhone você precisará ativar o recurso Zoom do sistema. Depois de ativado este recurso bastará você dar dois toques com 3 dedos na tela para aplicar as fotos. Veja como fazer:

  • Toque em Ajustes > Geral > Acessibilidade > Zoom (ativar)
  • Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch
  • Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch
  • Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch
  • Como Ampliar e Diminuir Imagens em um iPhone ou iPod Touch

Resultado

Abaixo você pode ver, ampliar fotos as fotos do Instagram no iPhone fará toda diferença, principalmente se a imagem for inspiradora! Ah, e lembre-se que para ver a ver a foto com zoom basta tocar duas vezes com dois dedos na tela, faça o mesmo para ver sem zoom.

Como ganhar mais espaço de armazenamento no iPhone, iPad ou iPod Touch

Se você possui um iPhone, iPod Touch ou iPad e coleciona músicas e vídeos em seu computador, é bem provável que mesmo utilizando a capacidade máxima de armazenamento do seu portátil muita coisa que você gostaria fique de fora.

Com capacidades variando de 8 GB a 64 GB, o limite não chega a ser necessariamente um problema – acredite, mesmo tendo muitas músicas, vídeos e apps, você não vai enchê-lo com facilidade -, porém espaço de sobra nunca é demais.

Infelizmente, falando em termos físicos, não há condições de expandir a memória desses aparelhos. Eles não suportam cartões de memória e nem mesmo têm entradas USB. Sua única alternativa é mesmo a computação de nuvens, tida por especialistas como o futuro da internet.

Mas você sabe como utilizar alguns dois principais serviços online a seu favor ou de que maneira integrar seu aparelho com as ferramentas já existentes? Vasculhamos algumas das principais opções disponíveis um guia com dicas práticas para você usar e abusar da cloud computing e transformar ela em uma extensão do seu gadget preferido.

Reconhecendo o status do seu disco rígido

Antes de reclamar da falta de espaço a melhor recomendação é fazer um pente fino em arquivos e aplicativos instalados. É muito provável que você encontre coisas que não vá mais utilizar e arquivos esquecidos pelo tempo. Essa simples ação já é suficiente para liberar um algum espaço em disco.

Para checar o status de uso no aparelho selecione a opção “Ajustes” e dentro dela escolha “Geral” e, em seguida “Sobre”. O aparelho informa quantidade de músicas, vídeos, fotos e aplicativos instalados, além do espaço disponível em disco. Você também pode verificar a mesma informação no iTunes, após sincronizar o aparelho.

ZumoCast

Que tal acessar suas músicas e vídeos diretamente no iPhone sem precisar tê-las armazenadas no aparelho? Isso é possível graças ao aplicativo ZumoCast. Ele é capaz de realizar streaming do computador para os aparelhos portáteis. Para isso, é claro, basta uma conexão Wi-Fi ou 3G ativa.

Antes de tudo é preciso habilitar o seu computador para ser a fonte transmissora. Para isso basta baixar as versões do ZumoCast para Windows ou Mac. Em seguida, baixe o aplicativo para iPhone e transforme o seu computador em uma extensão do smartphone. O ZumoCast é gratuito e, no caso de vídeos, é compatível com qualquer formato de exibição.

Dropbox

Se o que você nem sempre tem uma boa conexão com a internet disponível, mas ainda assim quer poder acessar os seus aplicativos de qualquer lugar, outra ótima alternativa é o Dropbox. O app permite que o usuário armazene em uma conta virtual até 2 GB de informações.

Esse conteúdo pode ser baixado a qualquer momento a partir do aplicativo. É como se você ganhasse mais 2 GB de presente para armazenar o que bem entender. Outra vantagem é a possibilidade de acessar alguns arquivos offline. Para isso, basta marcá-los como prioritários.

Evernote

Outra maneira prática de compartilhar conteúdo na web entre os seus aparelhos é utilizando o Evernote. O aplicativo permite que o usuário armazene notas, links, fotos e comentários em áudio online e possa acessá-los a partir do computador ou do iPhone.

A tecnologia de compressão é muito eficaz, tornando o envio e o recebimento dos dados muito mais rápido e reduzindo em até quatro vezes os arquivos originais. Para a integração ser completa, instale e utilize também a versão para Windows ou Mac.

Como aumentar/diminuir o tamanho das fontes no iPhone, no iPad e no iPod touch – MacMagazine.com.br

Você muito provavelmente tem algum familiar ou amigo que já está com os olhos cansados e não enxerga mais como antigamente. Ou, quem sabe, você mesmo tenha algum problema de visão e a tarefa de ler constantemente algo no celular é árdua. Pois saiba que há uma forma de configurar iPhones, iPads e iPods touch para que as letras fiquem maiores, de acordo com o seu desejo.

Para isso, basta seguir o passo-a-passo abaixo:

  1. Vá em Ajustes » Tela e Brilho » Tamanho do Texto;
  2. Arraste o controle deslizante para os lados e selecione o tamanho de fonte desejado.

Se o dispositivo estiver atualizado e rodando o iOS 11, é possível incluir um atalho para alterar o tamanho dos textos diretamente pela Central de Controle!

  1. Vá em Ajustes » Central de Controle » Personalizar Controles;
  2. Procure por “Tamanho do Texto” e pressione no botão “+” à esquerda.

Dessa maneira, para alterar o tamanho das fontes com mais facilidade, basta apenas deslizar o dedo da parte inferior da tela para cima (iPhones com Touch ID) ou do canto superior direito para baixo (iPhone X) para acessar a Central e tocar no respectivo botão/atalho.

Caso o tamanho máximo disponível nesta configuração não seja ainda apropriado, nos ajustes de Acessibilidade existem opções de tamanhos ainda maiores. Para acessá-las, siga o passo-a-passo abaixo:

  1. Vá em Ajustes » Geral » Acessibilidade » Texto Maior;
  2. Ative a opção “Tamanhos Maiores” para abrir as opções;
  3. Arraste o controle de acordo com o tamanho de fonte desejado.
Leia também:  Como calcular o rendimento teórico: 12 passos

Como a Apple informa, tamanhos de fontes muito grandes podem atrapalhar a apresentação de alguns botões e outros recursos dos aplicativos. Logo, é bom analisar qual o tamanho ideal sem comprometer a usabilidade.

O app que eu uso não mudou a fonte, e agora?

Existem aplicativos disponíveis que não estão adaptados ao recurso Fonte Dinâmica (Dynamic Type) do iOS. Tais aplicativos deveriam conter, nas suas configurações internas, a opção de alterar o tamanho das fontes junto a outros recursos. Procure por ela.

·   •   ·

Não deixe de compartilhar este artigo com seus familiares ou amigos que querem aumentar o tamanho da fonte do iOS. ????

iOS

 Nota: Para outros significados, veja IOS (desambiguação).

Versão do sistema operativo MacOS/Unix-like

Captura de tela do iOS 11.

Produção

Apple Inc.

Linguagem

C, C++, Objective-C, Swift, Java

Modelo

Código fechado

Lançamento

29 de junho de 2007 (12 anos)

Versão estável

iOS 13.5[nota 1] v • e

Versão em teste

13.3 (Beta 3)

Mercado-alvo

Sistemas operacionais móveis (iPhone, iPad e iPod Touch)

Método de atualização

iTunes OTA (Over-the-air)

Arquitetura(s)

Arquitetura ARMv7(iPhoneOS 3- iOS10 (32 bits) ARMv8 (64 bits)

Gestão de pacotes

App Store, Cydia (Com Jailbreak)

Núcleo

Kernel: Híbrido XNUDarwin (sistema operacional)

Interface

Cocoa Touch (Multi-touch, GUI)

Licença

Proprietário EULA exceto para componentes open source

Página oficial

www.apple.com/ios

Estado de desenvolvimento

Estável, Ativo.

iOS (antes chamado de iPhone OS) é um sistema operacional móvel da Apple Inc. desenvolvido originalmente para o iPhone, também é usado em iPod touch e iPad. A Apple não permite que o iOS seja executado em hardware de terceiros.[1] As versões principais do iOS são lançadas anualmente.

A interface do usuário do iOS é baseado no conceito de manipulação direta, utilizando gestos em multi-toque. A interação com o sistema operacional inclui gestos como apenas tocar na tela, deslizar o dedo, e o movimento de “pinça” utilizado para se ampliar ou reduzir a imagem.

Acelerômetros internos são usados por alguns aplicativos para responder à agitação do aparelho (resultando comumente no comando desfazer) ou rotação do mesmo (resultando comumente na mudança do modo retrato para modo paisagem).

O iOS consiste em quatro camadas de abstração: a camada Core OS, a camada Core Services, a camada mídia, e a camada Cocoa Touch.

História

O sistema operacional foi apresentado com o iPhone na Macworld Conference & Expo em 9 de janeiro de 2007, e lançado no mês de junho. Inicialmente, as aplicações de terceiros não eram permitidas.

Steve Jobs argumentou que os desenvolvedores poderiam criar aplicativos na web que “se comportam como aplicações nativas no iPhone”.

Em 17 de outubro de 2007, a Apple anunciou que a SDK nativa estava em desenvolvimento e que eles esperassem para colocá-la nas “mãos dos desenvolvedores”.

Em 6 de março de 2008, a Apple lançou o primeiro beta, juntamente com um novo nome para o sistema operacional: o “iPhone OS”. A rápida venda de dispositivos móveis da Apple acendeu interesse no SDK. A Apple também vendeu mais de um milhão de iPhones durante uma temporada de feriados de 2007.

Em 27 de janeiro de 2010, a Apple anunciou o iPad, com uma tela bem maior do que o iPhone e iPod touch, e projetado para navegar na web, consumo de mídia, e da leitura de iBooks. O nome “iOS” foi usado pela Cisco Systems.

Para evitar qualquer ação judicial em potencial, a Apple licenciou o “iOS” uma marca registrada da Cisco.[2]

Atualizações

A Apple oferece as principais atualizações para o iOS gratuitamente e, aproximadamente, uma vez por ano pelo iTunes e (a partir do iOS 5) como download direto, pelo próprio aparelho.

A última versão, iOS 13 está disponível para o iPhone 6 Plus, iPhone 6s, iPhone 6S Plus, iPhone SE, iPhone 7, iPhone 7 Plus, iPhone 8, iPhone 8 Plus, iPhone X, iPad Air, iPad Air 2, iPad (2017), iPad mini 2, iPad mini 3, iPad mini 4, iPad Pro (12,9 polegadas), iPad Pro (9,7 polegadas), iPad Pro (10,5 polegadas) e iPod touch (6ª geração).

Funcionalidades

Tela Inicial

Ver artigo principal: SpringBoard

A tela inicial (conhecida também como “SpringBoard”) mostra ícones de aplicações e um dock na parte inferior da tela onde os usuários podem fixar seus aplicativos mais utilizados.

A tela inicial é exibida sempre que o usuário desbloqueia o dispositivo ou pressiona o botão “Home” enquanto em outro aplicativo.

A tela possui uma barra de status na parte superior para exibir dados, tais como horário, nível de bateria e força do sinal.

Desde o iPhone OS 3, uma função de pesquisa está disponível na página à esquerda da página da tela inicial que permite aos usuários pesquisar mídia (músicas, vídeos, podcasts, etc), aplicações e-mails, contatos, mensagens, lembretes, eventos de calendário e arquivos similares existentes no aparelho. A partir do iOS 7, esse recurso pode ser acessado ao puxar para baixo qualquer lugar na tela inicial.

A partir do iOS 4, o usuário pôde definir a imagem do fundo da tela inicial. Esta funcionalidade só esteve disponível a partir do iPhone 3GS, iPod Touch de 3ª geração e iPad.

Pastas

Com iOS 4, foi introduzido um sistema de pastas.

Qualquer aplicativo pode ser arrastado para cima de outro para criar uma pasta (com exceção da Banca, a partir do iOS 5, que age como uma pasta)[3] e, a partir daí, mais aplicativos podem ser adicionados à pasta usando o mesmo procedimento.

Um título para a pasta é automaticamente adicionado a partir da categoria de aplicações inseridas, porém o nome pode ser editado pelo usuário. Pastas não podem ser colocadas dentro de outras pastas.[4]

Central de Notificações

A partir do iOS 5, as notificações aparecem na Central de Notificações que podem ser acessadas puxando para baixo a partir do canto superior da tela. As notificações podem ser entregues em pequenos banners que aparecem acima da barra de status. O usuário pode visualizar o conteúdo com um toque na notificação.[5][1]

Quando um aplicativo envia uma notificação enquanto fechado, um emblema vermelho aparecerá no canto do seu ícone. Este emblema informa ao usuário quantas notificações o aplicativo enviou. Abrindo-se o aplicativo, o emblema é limpo.[5]

Central de Controle

Com o iOS 7 foi introduzido uma Central de Controle que pode ser acessada puxando para cima a partir do canto inferior da tela. Nela existem opções para ativar/desativar o modo avião, Wi-Fi, bluetooth, modo “não perturbe” e bloqueio de tela, além de opções de brilho, controles de música e audio, AirDrop, AirPlay e atalhos para lanterna, relógio, calculadora e câmera.[6][1]

Leia também:  Como cantar na igreja sem ficar envergonhado: 11 passos

Aplicativos inclusos

O sistema possui aplicativos nativos, que são instalados juntamente com o sistema e não podiam ser desinstalados até a chegada do iOS 10 em 2016 que passou a permitir a exclusão. Os apps nativos podem ser reinstalados indo até a página da Apple na Appstore.

  • Ajustes – Settings
  • App Store
  • Apple Watch
  • Apple TV App – Apple TV App (a partir do iOS 11.3 no Brasil)
  • Buscar Meu “Dispositivo” (nativo a partir do iOS 9)
  • Banca – Newsstand (iOS 8.4.1 e versões anteriores)
  • Buscar Amigos (nativo a partir do iOS 9)
  • Bolsa – Stocks (iPhone e iPod Touch)
  • Bússola – Compass (iPhone)
  • Calculadora – Calculator
  • Carteira – Wallet (iPhone e iPod Touch)
  • Calendário – Calendar
  • Câmera – Camera
  • Contatos – Contacts
  • Dicas – Tips
  • FaceTime
  • Fotos – Photos
  • Game Center
  • Gravador – Voice Memos (iPhone e iPod Touch)
  • iBooks
  • iTunes Store
  • Lembretes – Reminders
  • Mensagens – Messages (iMessage)
  • Mapas – Maps
  • Músicas – Music
  • Notas – Notes
  • Notícias – News(novo App do iOS 9)
  • Passbooks – “Passbooks” (iOS 9.3.5 e versões anteriores)
  • Podcasts – Podcasts
  • Saúde – Health (iPhone)
  • Tempo – Weather (iPhone e iPod Touch)
  • Vídeos – Videos (iOS 11.2.6 e versões anteriores no Brasil)

Prepare seu iPhone e iPad para receber o iOS 13 | iHelp BR

O iOS 13 é a nova versão do sistema operacional do iPhone, iPod touch e iPad que será oficialmente lançada para todos os usuários nesta quinta-feira (19). A atualização traz diversas novidades, incluindo um tema escuro para os aplicativos, gerenciador de downloads no Safari, aplicativo Lembretes redesenhado, adesivos de Memoji e muito mais.

Para que você possa atualizar todos os seus dispositivos sem preocupações, preparamos este artigo com algumas dicas para colocar em prática antes de instalar a nova versão do iOS.

iOS 13 e iPadOS 13

Neste ano, a Apple decidiu separar o sistema operacional do iPad, que agora se chama “iPadOS”.

Embora ainda compartilhem praticamente todas as mesmas funções e aplicativos, o iPadOS traz alguns recursos exclusivos para o iPad — como o uso de aplicativos simultaneamente na tela e várias janelas de um mesmo app. Enquanto o iOS 13 será lançado no dia 19, o iPadOS 13 ficará para o dia 30 de setembro.

Compatibilidade

Antes de tudo, certifique-se se o seu dispositivo será compatível com o iOS 13 ou iPadOS 13. Confira na lista abaixo os aparelhos que vão receber as atualizações do sistema operacional:

  • iPhone 6s e 6s Plus
  • iPhone SE
  • iPhone 7 e 7 Plus
  • iPhone 8 e 8 Plus
  • iPhone X
  • iPhone XR
  • iPhone XS e XS Max
  • iPhone 11
  • iPhone 11 Pro e 11 Pro Max
  • iPod touch de sétima geração
  • iPad Air 2
  • iPad Air 3
  • iPad mini 4
  • iPad mini 5
  • iPad de quinta geração (2017)
  • iPad de sexta geração (2018)
  • iPad de sétima geração (2019)
  • iPad Pro (todos os modelos)

Antes de atualizar

Antes de instalar o iOS 13 em seu iPhone ou iPad, certifique-se de ter em mãos a senha de bloqueio do aparelho e o seu login e senha do ID Apple, que podem ser necessários para concluir o processo de atualização. Caso tenha esquecido a sua senha, consulte este artigo oficial de suporte da Apple.

É extremamente importante ter um backup completo de todas as suas informações antes de instalar uma atualização do iOS. Se algum imprevisto acontecer durante o processo, você não irá perder nada caso tenha feito o backup antes.

O backup de um iPhone ou iPad salva informações como fotos, documentos, configurações, dados de aplicativos e mais. É possível salvar estes dados por meio do iTunes no computador ou utilizando o iCloud. Nós explicamos neste artigo qual a melhor forma de se fazer backup dos dados do iOS.

Apague alguns aplicativos

Se não for possível transferir ou instalar a atualização por falta de espaço livre no armazenamento interno do aparelho, talvez seja necessário apagar alguns dos aplicativos instalados antes de prosseguir com o procedimento. Felizmente, há uma forma de remover os apps temporariamente sem perder as informações salvas — como conversas, mídias e progressos de jogos.

Para isso, abra os Ajustes do iOS e vá até o menu Geral. Selecione a opção Armazenamento e veja quais aplicativos estão ocupando mais espaço. Toque em um aplicativo para ver mais detalhes e escolha a opção Desinstalar App. Os documentos e dados ficarão salvos na memória para quando o aplicativo for reinstalado.

Esse também pode ser um ótimo momento para rever os aplicativos que você não utiliza mais há algum tempo para apagá-los definitivamente.

Atualize os demais aplicativos

Algumas das novidades do iOS 13 como o tema escuro só vão funcionar com aplicativos de terceiros após serem atualizados. Essas atualizações serão disponibilizadas na App Store a partir desta semana. Para garantir que todos os apps funcionem corretamente após instalar a nova versão do sistema, mantenha-os atualizados.

É só abrir a App Store no iPhone, iPod touch ou iPad e tocar no menu de Atualizações para verificar se há algum aplicativo que ainda não foi atualizado para a sua versão mais recente disponível.

Atualizar pelo próprio iOS ou computador?

As atualizações do iOS podem ser instaladas tanto pelo próprio aparelho (por meio do aplicativo Ajustes do sistema) e pelo computador (utilizando o iTunes). Você pode encontrar mais informações sobre o assunto neste artigo.

Tenha paciência

Quando a Apple libera atualizações do iOS, é normal que milhões de pessoas tentem baixá-las ao mesmo tempo.

Por isso, o processo pode acabar sendo extremamente demorado, já que os servidores da Apple ficam sobrecarregados. Tenha paciência para instalar o iOS 13.

De preferência, faça isso em um horário que você não precise utilizar seu iPhone, iPod touch ou iPad.

Se algo der errado…

Se o aparelho travar durante o processo de atualização, fique tranquilo. Primeiro, aperte os seguintes botões para reiniciar seu iPhone ou iPad:

  • iPhone (até o 6s) e iPad com botão Início: pressione o botão liga/desliga junto ao botão Início até o dispositivo ser reiniciado.
  • iPhone 7 e iPod touch de sétima geração: pressione o botão liga/desliga junto ao botão para reduzir o volume até o dispositivo ser reiniciado.
  • iPhone 8 em diante: aperte e solte o botão para aumentar o volume, depois faça o mesmo com o botão para diminuir o volume. Em seguida, pressione o botão lateral até o dispositivo ser reiniciado.
  • iPad com Face ID: aperte e solte o botão para aumentar o volume, depois faça o mesmo com o botão para diminuir o volume. Em seguida, pressione o botão superior até o dispositivo ser reiniciado.

Em seguida, restaure o aparelho por meio do iTunes em um computador — siga este tutorial para mais detalhes.

Ficou com alguma dúvida?

Se você ainda tem alguma dúvida sobre os processos mencionados no texto, deixe o seu comentário abaixo e nós respondemos!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*