Como agir perto de sua namorada: 15 passos (com imagens)

  • Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens) Mari lezhava/Unsplash.com
    A base para qualquer relacionamento é o respeito. Desta forma, para ter uma relação saudável, é indispensável saber respeitar as diferenças e o espaço de quem se ama. Por isso, busque sempre pessoas que compartilham os mesmos valores pessoais que você aprecia.
  • Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens) Freestocks.org/Unsplash.com
    Nenhuma relação sobrevive com a desconfiança rotineira. Ter ciúmes, de forma moderada, é natural. Mas para ter uma relacionamento saudável e duradouro, é preciso confiar no parceiro. Afinal, é impossível estar com alguém que desconfia a todo tempo de suas ações.
  • Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens) Aron Visuals/Unsplash.com
    A família, os amigos e o trabalho ocupam muito tempo, mas são essenciais. No entanto, para que uma relação se mantenha saudável, é preciso também que o casal tenha o seu tempo.
    Por isso, sempre reserve um passeio a dois ou procure um tempo nem que seja para ficar em casa e aproveitar este período.
  • Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)
  • Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens) Lesly Juarez/Unsplash.com
    Ninguém deve ser responsável por nossa felicidade. Por isso, mesmo que exista muito amor e tudo esteja perfeito, saiba que a felicidade deve ser individual.
    Não deposite tudo na relação. Saiba ser feliz sozinho. Desta forma, o(a) parceiro(a) não se sentirá sobrecarregado e, assim, um relacionamento saudável poderá ser construído.
  • Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens) iam Se7en/Unsplash.com
    Viver a vida em função da pessoa que se ama não é saudável. Além disso, os amigos e familiares também precisam do seu tempo.
    Por isso, para ter uma relacionamento que não sobrecarregue o próximo, é preciso saber viver só e aproveitar este tempo.
    Saia com os amigos, os familiares e cuide de si mesmo. O(a) parceiro(a) não precisa fazer parte de tudo. Mesmo a dois, a individualidade precisa ser respeitada.
  • Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)
  • Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens) Kyle Bearden/Unsplash.com
    Muitas vezes, uma relação pode ser perdida pelo excesso de críticas. O convívio, principalmente, pode ajudar neste desgaste.
    Para construir um relacionamento saudável, é importante demonstrar carinho e afeto ao outro. Isso ajuda a manter a “chama” da relação acesa.
  • Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens) fizkes/iStock
    Nenhum relacionamento é perfeito. Por isso, é importante sempre dizer o que se sente e não esperar ou achar que o outro é que tem que adivinhar. O diálogo é fundamental para a construção de um relacionamento saudável.
  • Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)
  • Pablo Merchán Montes/Unsplash.com
  • Ben White/Unsplash.com
    Tenha paciência com as coisas pequenas do dia a dia. Nenhuma pessoa é igual a outra. Desta forma, saber tolerar e entender o outro torna a convivência muito mais saudável e evita o desgaste da relação.
  • Milkos/iStock
    Ameaçar o parceiro constantemente, além de não ser saudável, pode destruir uma relação.
    Se qualquer briga você já ameaça se separar, é preciso repensar essa atitude. Afinal, ninguém aguenta viver por muito tempo com uma pessoa que não sabe lidar com as situações, condicionando sempre a uma separação.
  • Deagreez/iStock
    Em toda relação, é preciso saber ceder. Por isso, para ter um relacionamento saudável, aprenda a deixar de lado suas manias e hábitos e seja mais flexível com o outro. Busque também agradar e não queira que apenas suas vontades sejam atendidas.
  • Gus Moretta/Unsplash.com
    Saber perdoar é fundamental para ter um relacionamento duradouro. Nem sempre acertamos. Por isso, praticar o perdão ajuda a superar os erros do passado e a permitir uma mudança de atitude ou de valores em uma relação.
  • fizkes/iStock
    O sucesso de uma relação está em como lidamos com as brigas do cotidiano. Como nem tudo são flores, é preciso saber como superar as desavenças juntos.
    Momentos difíceis e tristes sempre vão existir. A dica aqui é entender que esta fase pode ser superada, desde que ambos estejam dispostos a buscar sempre a solução.
  • Ralf Geithe/iStock
    Todos erram. Mas para manter um relacionamento saudável é preciso os próprios erros. Culpar sempre o outro, sem reconhecer as próprias falhas, é um caminho para o fim de uma relação.
    Se o objetivo é construir uma boa relação, saiba admitir os erros e mudar suas atitudes.
  • natasaadzic/iStock
    Para ter um relacionamento saudável, é preciso saber ouvir o que o outro tem a dizer, seja isso positivo ou não.
    Por muitas vezes, tudo que o outro precisa é ter com quem conversar. Além disso, o diálogo ajuda a estreitar a relação e aumenta a confiança.
  • Jon Asato/Unsplash.com
    Amar alguém é também dar apoio e incentivo às suas conquistas.
    Se seu parceiro conseguiu uma promoção no trabalho, que tanto buscou, não pense apenas em você. Saiba apoiar e incentivar as conquistas individuais de quem se ama.
    Nos momentos difíceis, estar ao lado de quem se ama é essencial para construir uma relação duradoura, com amor e confiança.
  • Ivanko_Brnjakovic/iStock
    Com o tempo, muitos casais acabam por enaltecer apenas os defeitos do outro. Mesmo por meio de brincadeiras, esta atitude pode acabar desgastando uma relação.
    Não tenha medo de falar bem de quem se ama, enaltecendo suas qualidades. Ações como essas permitem que o outro saiba o quanto são valorizados por seu par.

Como deixar de ser ciumenta ou ciumento?

Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)

O ciúme é um dos fatores que mais atrapalha e desgasta o relacionamento entre duas pessoas. Quem já não sentiu ciúmes de um amigo, pai, mãe, filho, irmã, irmão, namorado ou namorada? Acredito que todos que estão lendo este artigo, em algum momento de sua vida, já sentiram isso. Mesmo porque, sendo humano, não tem como já não ter experimentado esse sentimento em algum momento. E mesmo querendo saber como deixar de ser ciumenta ou ciumento, muitas vezes não conseguimos.

Um amigo do colégio que se afastou de você porque fez uma nova amizade. Ou uma amiga que começou a namorar e deixou você de lado. Um irmão ou irmã que começou um relacionamento com alguém e diminuiu o contato e afinidade com você.

Seu pai ou mãe que deu mais atenção para seu irmão ou irmã. Uma avó que mimou seu primo na sua frente. Namorado ou namorada que comenta sobre a beleza de alguém ou age de um jeito que você sente ser aberto demais.

Enfim, em vários momentos acabamos sentindo esse ciúme da pessoa a qual estimamos e queremos perto de nós — e às vezes só para nós.

O ciúme é um sentimento intrínseco ao ser humano. É um defeito de fábrica. A boa notícia é que esse defeito tem correção! A grande pergunta é: como deixar de ser ciumenta ou ciumento?

De onde vem o ciúme?

O ciúme nasce dos nossos impulsos animais de possuir mais e defender as posses que já temos. Sempre que acreditamos que algo é meu ou minha, adotamos um sentimento de posse.

Agimos como se aquele algo ou alguém fosse parte de nós: meu amigo, minha mãe, meu namorado, minha noiva, minha irmã, assim por diante. Esse sentimento de posse alimenta em nós o medo de perder aquilo que possuímos.

Perder uma amizade, perder o carinho, perder a atenção, perder o(a) namorado(a), entre outros aspectos sentimentais.

A grande questão é que o ciúme vem do medo e da insegurança. Quando sentimos medo e insegurança, sofremos. E é aí que começa o grande entrave. Como posso sofrer ao lado da pessoa que eu amo, se o que eu mais busco é ser feliz e ver ela feliz?

Isso acontece porque, inconscientemente, quando não me sinto seguro, tenho medo de perder aquilo que conquistei. Logo, começo a ter que defender minhas posses e propriedades.

Existem vários ‘erros’ neste conceito que acabam acarretando todo nosso sofrimento quando sentimos ciúme em algum relacionamento, pois não tem como ser feliz de verdade se você não decidir descobrir como deixar de ser ciumenta ou ciumento.

Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)
Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)

Deixar de ser ciumento – Erros de compreensão que alimentam o ciúme

1. Projeção

O primeiro erro é projetar sua felicidade em qualquer coisa ou pessoa que não seja você mesmo(a). Achar que algo ou alguém deve ou tem que te fazer feliz é a primeira grande confusão dos relacionamentos humanos.

A felicidade não pode ser encontrada fora e é por isso que cobramos tanto das pessoas com as quais nos relacionamos.

Por não buscar a verdadeira felicidade dentro de nós, queremos que os outros nos façam felizes e supram nossas expectativas.

A grande questão é que ninguém tem o dever de te fazer feliz e, mesmo se tivesse, não poderia, pois a felicidade verdadeira só pode ser encontrada internamente. Enquanto projetarmos a felicidade nos outros sempre estaremos sofrendo e frustrados.

2. Posse

Não existe o famoso e ilusório meu / minha. Tudo o que está fora de você não pertence a você. A Vida determina quando algo ou alguém entra e sai de nossa vida. Enquanto aquele algo ou alguém estiver fazendo parte de nosso contexto, cabe a nós exercermos responsabilidades naquele relacionamento. Podemos fazer isso dando o nosso melhor, agindo de maneira amorosa e bondosa.

Por outro lado, quando a Vida determina o fim deste ciclo, não temos como segurar ou controlar a situação. Por isso é importante o sentimento de desapego e gratidão.

O desapego não significa gostar menos; pelo contrário, significa gostar mais! Pois se eu tenho medo de perder algo, eu ajo por medo e não por amor. Agora, se eu não tenho medo de perder algo ou alguém, a única coisa que resta é o Amor. E então, minha capacidade de amar aumenta exponencialmente.

Portanto, se você diz que ama realmente uma pessoa, perca o medo de perdê-la e concentre-se em dar o seu melhor a cada momento.

3. Perda

O sentimento de perda é outro equívoco com o qual temos que aprender a lidar. Parta do princípio de que nada é nosso, pois verdadeiramente não é.

Leia também:  Como baixar o nível de ácido úrico para se livrar da gota

Apenas exercemos responsabilidades e interagimos enquanto a vida nos permite. Não tem como eu perder algo que não é meu e nunca foi meu, mas apenas fazia parte do meu contexto temporariamente.

Então, nada é perdido. Se nada é perdido, nada precisa ser defendido.

Quando consigo compreender isso, automaticamente, me sinto livre. Livre de ter que defender as coisas e pessoas ao meu redor. Cada um tem o livre arbítrio de tomar suas decisões e conduzir suas vidas, assim como nós. Portanto, não devemos projetar nossas expectativas nos outros ou, se não, quem sofre somos nós mesmos.

Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)

Mas se eu não tiver ciúme, meus sentimentos pela outra pessoa não vão diminuir?

Essa é uma grande ilusão dos relacionamentos. Relacionamentos são mantidos por Amor. E Amor é você dar seu melhor sem esperar nada em troca.

Se duas pessoas partem desse princípio a lealdade é natural, pois ambas estarão servindo uma à outra de maneira incondicional, ou seja, sem condições para Amar.

Para entendermos os desequilíbrios nos relacionamentos, teremos que compreender alguns aspectos excessivos da natureza humana:

1. Egoísmo

Esta característica foca apenas em receber, dando o mínimo possível para continuar recebendo os mimos que os outros lhe oferecem. Passa-se por vítima quando deixa de receber aquilo que já o acostumaram a receber, se achando injustiçado pelas regras do jogo terem mudado.

Essa característica surge do desejo insaciável de sempre se ter mais. E quanto mais recebe, mais quer receber. É aqui que o desejo de traição sempre nasce. Uma pessoa só alimenta o desejo de trair quando seu par sempre dá o que ele quer, por medo de perdê-lo.

2. Subserviência

Esta característica foca em dar, não aceitando receber ou não pedindo ao outro que as suas necessidades também sejam compreendidas. Essa pessoa acredita não merecer mais do que já tem e nega receber o que os outros lhe oferecem; ou ainda recebe com um sentimento de pesar, vergonha ou culpa.

Essa característica nasce do medo da perda. Por medo de perder eu entrego tudo que o outro quer. Mas quanto mais eu entrego o que o outro quer, mais ele vai querer e mais o seu desejo vai crescer, até o momento em que apenas o que eu dou não é suficiente. Então, a outra pessoa irá buscar novas fontes para alimentar seus desejos; e é aí que se encaixa a intenção ou a ação de traição.

Quem é, então, o responsável pela traição?

A grande questão é que a traição é uma responsabilidade causada por desequilíbrio de ambas as partes: um cede e o outro suga. Quando esse desequilíbrio acontece é porque não existe Amor, mas apenas medo (subserviência) ou desejo (egoísmo). Então, se o relacionamento acaba, ele está mais para uma benção ou libertação do que para uma tragédia!

A maior parte das pessoas assume papéis diferentes nos diferentes tipos de relacionamentos. Por exemplo, uma pessoa pode ser egoísta no namoro, mas com a mãe é subserviente. Ou é subserviente no namoro e egoísta com os pais. Já algumas pessoas são apenas egoístas em todos os relacionamentos ou totalmente subservientes, não importa onde estejam.

Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)

Não existe culpado!

Querer encontrar um culpado para o ciúme é algo que não vai fazer com que o sofrimento acabe e o amor predomine. Culpar a si, ou seu parceiro(a) de relacionamento, ou seus pais por ter aprendido com eles, não resolverá o problema.

Então, antes de seguirmos adiante para desvendar como deixar de ser ciumenta ou ciumento, é impoortante partir do pré-requisito que não existe um culpado. Culpar-se ou culpar o externo é ficar preso em algo que você não pode mudar (seu passado ou o outro). Agora, assumir a responsabilidade e decidir mudar agora, isso sim funciona.

Então ao invés de sair distribuindo culpas, decida mudar agora. Decida aprender como deixar de ser ciumenta ou ciumento e coloque os autodesafios abaixo em prática no seu dia a dia.

Como deixar de ser ciumenta ou ciumento na prática!

1. Corte seu apego às suas expectativas e foque em dar o seu melhor

Deixe de querer algo em troca daquilo que você faz. Pare de pensar que o que você dá tem que receber uma recompensa. Essa forma é como um cachorrinho pensa. E seu potencial de maturidade e lógica como ser humano é muito maior que a de qualquer animal.

Dicas de autodesafios para colocar isso em prática:

  • Escolha uma instituição para fazer serviços de caridade
  • Lave o carro ou a louça na casa de um parente sem avisar e sem esperar nem que ele note
  • Dê um presente anônimo a uma pessoa e desencane de saber se ela gostou
  • Leve um familiar ou seu namorado(a) para passear no lugar que ele gosta e que vocês nunca foram porque você não gosta (não espere que ele faça o mesmo por você e isso nem importa)

2. Lide como se a vida te desse vários mimos

A melhor maneira de não gerar expectativas é enxergar como se a vida estivesse a todo momento te dando pequenos mimos: mimo de beber água a hora que quiser, de poder comprar uma roupa, de ter uma pessoa ao seu lado, etc. E você assumir a responsabilidade de cuidar desses mimos enquanto a verdadeira dona (a vida) estiver te empresando aquele mimo.

Uma hora a vida vai ter que pegar de volta o que é dela. Então você pode agradecer por ela ter te emprestado pelo tempo que aquilo ou aquela pessoa ficou com você ou ser ingrato(a) e esbravejar quando ela pegar de volta. De qualquer forma ela vai pegar de volta (seja por uma separação, através da morte ou qualquer outro evento), mas se você optar por esbravejar, ela não empresta mais!

Dicas de autodesafios para colocar isso em prática:

  • Troque uma reclamação por uma gratidão
  • Antes de dormir, agradeça tudo que aconteceu no seu dia, mesmo o que foi incômodo
  • Deixe de querer achar que algo é bom ou ruim; isso é um julgamento de valor e não muda as coisas. Ao invés disso, busque encontrar o presente escondido por trás de cada situação, julgue você boa ou ruim; foque naquilo que você pode aprender com cada experiência
  • Quando perder alguém ou se essa pessoa se afastar, agradeça pelo que passou e pelos momentos que tiveram juntos ao invés de reclamar ou julgar

3. Pare de querer controlar os outros

Não temos controle sobre a vida de outras pessoas e nem devemos ter. Nosso foco tem que ser em encontrar nosso próprio autocontrole. Então pare de gastar energia em querer que os outros façam o que você acha o certo.

Em vez disso, passe a fazer você mesmo(a) o que é melhor para você e para as pessoas ao seu redor. A única forma de encontrar a felicidade verdadeira dentro de você é encarando seus medos e irritações e decidir resolvê-los.

Dicas de autodesafios para colocar isso em prática:

  • Não alimente seus julgamentos mentais. Quando um pensamento julgador surgir, sorria para ele e deixe ele ir embora quando quiser
  • Não fofoque ou fale mal de outra pessoa
  • Busque se conhecer mais através de livros, artigos, vídeos ou cursos
  • Sorria mais

Com essas três condutas claras em mente e praticando alguns ou todos esses autodesafios aos poucos, você verá uma grande transformação no seu jeito de ser, uma melhoria nos seus relacionamentos e um aumento enorme de felicidade em sua vida.

Chegou a hora de mudar e deixar de ser ciumenta!

O livro Deixar Ir: O caminho do Desapego, com mais de um milhão de cópias vendidas no mundo todo, já ajudou milhões de pessoas a deixarem ir suas emoções turbulentas e sofrimentos, dentre eles o sentimento mais comum entre casais: o ciúmes! O Ph.D e Médico Psiquiatra Dr. David Hawkins, nos ensina em um método didático e simples como podemos fazer para nos livrar deste e outros sentimentos incômodos que acabam nos tirando do sério em nosso dia a dia: clique aqui e adquira o seu!

Decida ser feliz agora e aplique tudo que aprendeu aqui sobre como deixar de ser ciumenta ou ciumento.

Boa leitura e boas práticas!

Compartilhe esse artigo no WhatsApp!
Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)

5 passos para reconquistar a ex namorada

Olá meus amigos, todos bem por aí? Eu espero que esteja, comigo tá tudo certinho! ????

Falaremos hoje a respeito de um assunto intrigante, polêmico, confuso, que causa discussões eternas nos mais variados locais (mesas de bar com homens bêbados principalmente) que é: reconquistar a ex.

Woooow! Essa tarefa, que, por muitas vezes é inalcançável para um homem pode ser relativamente fácil para outro, e com as nossas dicas, você aumentará e muito as suas chances de ter de volta aquele amor que faz seu coraçãozinho bater mais forte. ????

Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)

Voltar com a amada é possível?

O esforço vale a pena?

Meus amigos, é bom deixar claro que antes de você tentar qualquer tipo de reaproximação é fundamental analisarmos algumas questões:

– Qual foi o motivo do término? Ela o traiu? Você a traiu? Briguinhas bobas? Ciúmes? Interferência dos pais? Pois bem, existem determinados casos onde o conselho e as dicas para voltar para sua ex são completamente desnecessárias, pois se por ventura a dita cuja tenha lhe traído ou saído para curtir o carnaval escondida de você eu sinto muito, mas, se você ainda a quer de volta eu tenho um novo nome para te dar: bobo. O mesmo serve para você também: se você a traiu ou fez algo bem grave, nem tente se reaproximar dela. Caso o motivo tenha sido banal e você sente que as coisas não deviam ter terminado ali, vale a pena a tentativa.

Leia também:  Como aliviar cansaço visual (com imagens)

– O que ela tem feito após o término? Está feliz, contente e saltitante saindo para as baladas? Ela realmente está feliz ou você percebe que tudo isso é só uma máscara para ela disfarçar a tristeza por dentro? Saiba interpretar.

Se caso ela pareça estar realmente de bem com a vida, livre, leve e solta pode ser que ela realmente não goste mais de você, caso queira tentar a tarefa será mais dura, porém se você notar que essa “felicidade” (com aspas mesmo) é somente um disfarce, sinal que ela ainda gosta de você, mas tenta disfarçar.

A atitude pós término da mulher, pra mim, conta muito, pois é um forte indicador do grau de sentimento e respeito que ela sentia por você e pela relação. É um fator forte a se ponderar para tentar uma reaproximação ou não.

Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)

É fundamental saber se vale a pena o retorno.

O que fazer? Quais atitudes tomar?

Imaginando que o término tenha sido por um motivo banal é hora de por em prática algumas dicas para que a reconquista possa ser possível e você possa sair do Tinder, hehehe. O que vou dizer aqui não são regras talhadas em uma pedra como os 10 mandamentos, mas será de grande valia para que você torne o processo mais fácil e tenha mais sucesso.

Afastar para reaproximar

É fundamental após o término dar uma “sumida” para gerar um impacto emocional na mulher, pois ela estava acostumada com todo aquele carinho e de repente ela se vê em uma situação que não terá mais, mesmo sendo ela que tenha terminado.

Esse choque provavelmente confundirá sua cabeça, mas quando eu digo isso, é para se afastar realmente (não muito, lógico), evitar ficar stalkeando (fuçando) a rede social e não queira saber o que acontece no mundo dela (onde ela foi, com quem saiu, onde deixou de ir, etc), pois essas coisas só pioram a situação.

Após esse tempo (que poderá durar 1 mês mais ou menos) vá voltando lentamente, mandando uma mensagem básica ou outra, tudo sem desespero para que ela não se assuste.

O que conversar

Em primeiro lugar você não deve entregar o jogo e dizer que quer voltar, você tá querendo entregar a estratégia assim logo de cara? Ela vai se assustar e lhe achar um carente.

Comece conversando assuntos rotineiros, perguntando coisas “bobas“, manja? Aos poucos ela voltará a se acostumar novamente com a sua presença e aí sim quando você sentir que ela está mais “na vibe” você começa a intensificar a conversa e relembrar bons momentos que tiveram, comentando que o término pode ter sido bobo, mas lembre-se: não entregue o jogo dizendo de cara que sente falta e que quer voltar, trabalhe pelas beiradas. ????

Tenha foco e novos hobbies

Se esse artigo é sobre como voltar para sua ex, o que tem a ver novos hobbies, cara? Eu explico: por mais que você queira tê-la de volta ao seu convívio é FUNDAMENTAL não ficar bitolado com isso, pensando 24 horas por dia nela, por isso mudar um pouco sua rotina e descobrir novas coisas para se fazer é uma excelente pedida para “arejar” um pouco a mente, existem milhares de coisas a serem feitas caso não faça algumas delas, como musculação, caminhar, ciclismo, montanhismo, ir viajar mais constantemente, focar nos estudos e no trabalho, etc.

Não demonstrar carência

O que você acha daquela mulher que não para de te ligar? Que fica te mandando mensagem no celular ou no Whatsapp a todo momento? “Saudades, cadê vc?” Chato, né? Imagina como sua ex se sente se você fizer isso? É preciso ter dignidade, homem! Ir atrás para ver o que acontece tudo bem, agora ficar rastejando atrás da mulher também não dá, portanto, policie-se a todo instante para não se tornar um encosto na vida dela também.

Ler e se informar a respeito do assunto

Como fazer isso? É difícil? Não, pois podemos encontrar na internet outros ótimos artigos que auxiliam nessa tarefa, o único problema é que as informações estão todas dispersas e isso atrapalha você a assimilar bem as ideias e colocá-las em prática.

Como uma boa dica de leitura vou indicar um e-book que trata bem do tema proposto aqui nesse post que é o Método Reconquistar 2.0, que conta com excelentes dicas e métodos mais eficazes ainda do que fazer e o que não fazer, o bom é que o livro é digital e você pode ler a qualquer hora no seu tablet, celular ou PC.

Este método COMPROVADO conta com técnicas exclusivas para você RECONQUISTAR, de fato, sua ex namorada, noiva, esposa, enfim!

CLIQUE AQUI PARA CONHECER O MÉTODO RECONQUISTAR!

Como Agir Perto de sua Namorada: 15 Passos (com Imagens)

Considerações Finais

Passei aqui algumas ideias do que fazer e o que não fazer na hora de tentar reatar aquele lindo amor, espero que aproveitem da melhor maneira possível! ???? ah, e me contem aí como foi o término do namoro de vocês, ou como conseguiram reatar, ok? Tô curioso para conhecer melhor algumas histórias e poder ajudar de alguma forma, se possível.

Cinco passos importantes para esquecer o ex namorado

1 de 0 — Foto: Globo

— Foto: Globo

Foto: Getty ImagesPor Renata Pinheiro

A situação é: você foi dispensada pelo seu amor, por algum motivo que você desconhece ou sabe muito bem qual. O fato é que você, de um dia para o outro, mudou o seu status e não estava preparada para isso.

Se as possibilidades de reconciliação se esgotaram e este é, definitivamente, o fim do relacionamento de vocês, o jeito é esquecer, não é verdade? Aqui, cinco passos para dar início nessa jornada, que pode ser difícil ou menos difícil, mas nunca fácil. Confira.

Imagem: Getty ImagesExcluir da sua vida, completamente, a pessoa com quem você conviveu por tanto tempo, assim, de um dia para o outro, não é nada fácil.

Mas, aqui, estamos falando de você, que não estava preparada para o fim do relacionamento e que foi surpreendida por uma decisão unilateral.

Por mais que tenha sido compreensiva, mesmo sem concordar, e que o término não represente para ele o fim de uma amizade, o foco aqui é desapaixonar daquele que não te ama mais. Pelo menos, não como você gostaria.

Bloquear essa pessoa das suas redes sociais pode ser um começo. A medida, aparentemente radical, vai te ajudar a fugir daquela verdade de que a vida dele continua muito bem sem você. Não é para sempre. Não precisa ser. Mas, neste momento, vale tentar.

Foto: Getty ImagesEm um relacionamento, a gente acaba abrindo mão de uma coisa ou outra que fazia parte da nossa rotina, antes do namoro.

Seja aquele encontro semanal com as amigas, aquela leitura sagrada antes de dormir, aquela liberdade de poder escolher ficar em casa em um sábado e colocar em dia todos as músicas que você quer ouvir, todas as bandas que você quer desbravar. Ou o contato com aquele ex namorado que se tornou um amigão, mas que você precisou manter certa distância.

Às vezes, a gente nem percebe do que abrimos mão. Afinal, a rotina ao lado dele também era gostosa. Mas, resgatar esses compromissos com você mesma, que eram só seus, consola e conforta o coração.

Se o fim do relacionamento lhe causar aquele desânimo, você vai nadar contra a maré e, ao contrário, fazer desse momento o mais produtivo da sua vida. Trabalhar, encontrar com pessoas, engajar-se em novos projetos. Criar e trabalhar são sempre ótimos refúgios. Aproveite para tocar aquela ideia que estava perdida entre os compromissos do relacionamento.

Foto: Getty ImagesFoi um exagero falar de amor, no título deste item. Mas um colinho nesta hora ajuda e muito. Você não vai se envolver ou iludir ninguém com falsas promessas, não, não é isso.

A questão é que, pós término, fica-se super carente e, para algumas pessoas, atravessar essa fase só com a ajuda dos amigos não é suficiente. O que estamos querendo dizer é que você deve se dar a chance de conhecer melhor outras pessoas.

Quem sabe, aquele que vivia tentando chamar a sua atenção?

Vale qualquer destino. O importante é você aprender a estar sozinha ou, pelo menos, sem ele. Você vai chegar à conclusão de que alguns programas que faziam juntos não precisam sair da sua rotina. Só vai mudar de companhia. Normal um chororô na hora de dormir, é mesmo um momento crítico. Mas, no fim da viagem, você estará mais segura para começar de novo.

Saiba identificar se o seu relacionamento está falido | Exame

– (Pxhere/Reprodução)

É consenso em rodas de mulheres: homens não terminam relacionamentos. Não têm coragem de botar ponto final em namoros e casamentos. Mesmo quando percebem que o negócio anda mal das pernas, a tática é empurrar com a barriga e ir dando um monte de motivos para… a mulher terminar.

Leia também:  Como aliviar a dor de garganta: 12 passos (com imagens)

“Infelizmente, os homens não aprenderam a falar a verdade para as mulheres”, diz Ana Canosa, psicóloga, sexóloga e colunista de sexo da VIP.

Há também o outro lado, claro. “As mulheres não conseguiam ouvir verdades duras, como a diminuição do interesse sexual e afetivo a que todas as pessoas estão sujeitas. Isso mudou.”

Para o jornalista Felipe Van Deursen, colunista de comportamento masculino da revista Cosmopolitan, o problema é um só e facilmente identificável: preguiça. “Homem gosta de conforto. Gosta do garantido. Então é difícil o cara terminar um relacionamento, mes­mo quando está ruim.”

De qualquer forma, é bom saber: se você for sincero, a mulher (e as amigas dela) no futuro vai lembrar de você como um cara entre poucos, um homem de verdade, não um moleque.

15 sinais de que não tem mais jeito

– (Divulgação/Natura/)

Se seu namoro apresentar mais de cinco dos itens abaixo, considere a possibilidade de que ele não tem mais salvação

1- Você anda sumido
Vira e mexe, você desliga o celular simplesmente porque não quer ser incomodado. E deixa para responder

o SMS dela no dia seguinte. Ah, vai encontrá-la hoje para quê, se no fim de semana os dois já têm aquela festa?

2- Os problemas dela cansam
A paciência para ouvir aquela confusão que deu no escritório dela é menor do que a que você tem com uma atendente de telemarketing.

3- As conversas acabam
“O casal pode até conversar, mas normalmente são assuntos banais ou usuais. Eles trocam informações, mas estão muito pouco interessados no universo da outra pessoa”, diz o psicólogo Fred Mattos, autor do blog Sobre a Vida.

4- Nada de olhares
“Vocês mal se olham, agem como se estivessem num elevador”, afirma Fred.

5- As brigas são à toa
“O número e a frequência de brigas por questões pequenas aumentam. São brigas rançosas e cheias de acusações pesadas. Vocês estão muito machucados e pouco dispostos a ceder ou oferecer algo um para o outro”, diz o psicólogo.

6- Você pensa muito em sua vida de solteiro
Suas fantasias sobre sua vida sem a parceira são frequentes. Você retoma os sonhos de infância e adolescência. “Coloca os projetos em dia, passa a ter um mundo paralelo, cheio de realizações, que não a inclui”, conta Fred.

7- Não há nada em comum
“Os dois estão distantes. O sexo é mecânico, sem criatividade. As rotinas são diferentes e há desinteresse em ajuda mútua”, exemplifica o especialista.

8- Você quer pegar todas as outras
“Como o coração humano vive de esperanças e amores, é natural que a mente comece a buscar estímulos para continuar seguindo em frente”, diz Fred Mattos. “Daí surgem as amigas do trabalho, amigas de amigas, garotas de programa… Traições podem acontecer e podem ser mais fruto de desespero do que de sacanagem.”

9- Você está triste
Sente um mal-estar estranho, uma angústia, uma tristeza sem motivo aparente. Batata.

10- Pensa muito no passado
O seu desejo é que tudo pudesse voltar no tempo e você pudesse corrigir os erros do passado. “Revisita cada falha, cada episódio da vida a dois, tentando achar um culpado ou apenas mortificando-se”, afirma Fred.

11- Perdeu o interesse em se cuidar
Todos esses sentimentos confusos podem transformar-se em aumento ou perda de peso, desleixo com a aparência e pouco entusiasmo em fazer os programas de lazer a que estava acostumado.

12- Tem sensação de asfixia
“Quando você a encontra, parece aquele dia que volta das férias para o trabalho”, compara o especialista. “Você tem saudade dela, mas, quando a vê, sente desconforto.

A saudade é daquela pessoa que você idealizou. É comum achar que essa saudade é sinal de que ainda há amor. Mas, quando o fim de semana chega, o desespero sutil de vê-la o tempo todo começa.

E as segundas-feiras são um alívio.”

13- Há dificuldade em fazer planos
A perspectiva do futuro costuma mover um casal. “Nessa fase, é quase impossível pensar em planos comuns. Férias, feriados, Natal, Ano-Novo são verdadeiros pesadelos. Pensar em mais dez anos à frente é totalmente inimaginável.”

14- As tentativas de melhorar são frustradas
Você já tentou várias formas de reaquecer a relação. E elas geralmente estão acompanhadas de cobranças e acusações.

15- Os dois são radicais
“Quando existe inflexibilidade e indisposição para mudar, qualquer tentativa de reconexão é vazia de sentido”, diz Fred Mattos. Os dois são egoístas e não abrem mão de seu ponto de vista.

15 passos para terminar

– (WikiComonns/)

Constatou que o negócio não tem mais jeito mesmo? Aprenda aqui o caminho até o fim

1- Não espere ter outra
Se você já viu que as coisas não vão bem, não espere até aparecer outra na sua vida. Pode até ser mais fácil para você, mas sua imagem vai ficar arranhada.

2- Não termine do além
“Dê sinais. Não finja alegria e motivação. Demonstre que as coisas não vão bem, evitando grosserias e brigas”, aconselha Ana Canosa. “Ausente-se aos poucos, mas sem trocar a saída com ela pela balada com os amigos.”

3- Marque uma conversa
Não aja informalmente. Diga com todas as letras que você precisa conversar com ela sobre algo sério. Se ela perguntar o que é, fale apenas que diz respeito ao relacionamento.

4- Encontre o local e a data certos
Ana Canosa aconselha que você procure um local neutro, que não evoque lembranças do namoro. Pode ser um restaurante ou bar – a chance de ela ter um chilique dos brabos diminui. “Mas lugares expostos, como restaurantes badalados ou ambientes muito claros, não são ideais.” E, lógico, evite datas comemorativas.

5- Termine cara a cara
SMS facilita muito a vida, mas ela merece mais do que isso (a não ser que seja um casinho de poucos dias). E vale terminar pela internet só se ela estiver em outro estado ou país e o relacionamento de vocês sempre foi mais virtual.


6- Muna-se de disposição

Nada de marcar compromisso para depois ou marcar a conversa na noite anterior àquela reunião bem cedinho. “Vá com tempo e disposição para aguentar o tranco”, diz Ana.

7- Desconecte-se
Desligue o celular. Toda sua atenção deve ser para ela e para a conversa.

8- Seja sincero e objetivo
“Diga que não está satisfeito com a relação, que pensou bastante antes de tomar a decisão, e que a única saída que você encontrou para acalmar seu coração é o fim do relacionamento”, afirma nossa colunista de sexo.

9- Não acuse
“Nada de acusação ou autopiedade. Raiva só atrapalha tudo”, diz Fred Mattos. “Trate da relação, e não de uma pessoa em questão. É sempre a relação que adoece.”

10- Fale de sentimentos
“Não há como rebater os sentimentos. E trate de fatos, o que impede devaneios e acusações sem sentido”, aconselha Fred.

11- Dê espaço para ela falar
Ela vai perguntar, querer dizer o lado dela. Ouça. “Continue sempre sincero. Não culpe a moça nem arranje desculpas”, afirma Ana Canosa.

12- Mas sinceridade tem limite
Não há necessidade de contar coisas que vão apenas deixá-la mais magoada ainda, como aquela traição com a secretária.

13- Aguente o choro dela
“O choro não é sinal de que ela vai morrer, é sinal de tristeza intensa”, afirma Fred Mattos. “Respeite e observe. Mas não tente protegê-la exageradamente recuando na decisão ou dando consolos mentirosos.” Se ela der um escândalo, fique na sua, não levante a voz.

14- Enalteça as qualidades dela
“Diga tudo o que aprendeu com ela e o quanto as qualidades da moça foram importantes na relação de vocês”, afirma a sexóloga.

15- Leve-a para casa
Claro, isso se ela não estiver furiosa. “Abrace-a e dê um beijo de despedida”, diz Ana.

6 coisas para NÃO dizer

– (/)

  • Nenhuma mulher na face da Terra acredita ou suporta mais uma das frases abaixo
  • “O problema não é você, sou eu.”
  • “Você merece alguém melhor do que eu.”
  • “Não sou a pessoa certa para fazer você feliz.”
  • “Você vai ficar melhor sem mim.”
  • “Não me sinto preparado para um novo relacionamento agora.”
  • “Preciso de um tempo para pensar.”

O dia seguinte

– (Divulgação/Esika/)

Mesmo que a ressaca bata, se você tinha certeza de que o relacionamento estava falido, resista à tentação de telefonar para ela.

Mas, se ela bater em sua porta, atenda-a. “É sempre bom dar atenção, principalmente se a história é antiga e a mulher, significativa”, diz Ana Canosa.

“Essa pessoa passou um tempo do seu lado. Curtiu. Vocês foram felizes um tempo. Respeite isso”, diz Felipe Van Deursen. Afaste-se aos poucos.

“Não responda a todas as mensagens e não marque outros encontros para conversar. Tudo já foi dito”, diz Ana.

“Ficar atendendo apelos da parte dela pode soar como sinais de retorno irreais”, afirma Fred Mattos.

Outra coisa importante: nada de ficar aparecendo em lugares em que sabe que ela vai estar. “Ela está tentando te esquecer, não marque presença na vida dela. Arrume outra maneira de lustrar seu ego, porque essa é muito cruel”, diz nossa colunista.

  1. Depois de dois ou três meses, Fred aconselha que você rompa o contato definitivo para preservar o luto saudável.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*