Como a icar um revestimento epóxi em um piso de garagem

Como funciona o serviço de orçamentos de habitissimo?

Em menos de um minuto e totalmente gratuito

Peça um preço de pavimento de resina epóxi online. Serviço totalmente gratuito e sem compromisso. Receberá vários orçamentos dos melhores profissionais para comparar.

Quanto custa um trabalho de Pavimento De Resina Epóxi?

Estes preços são estimados e podem variar consoante a qualidade dos materiais, a duração da obra, as dimensões …

Para obter um orçamento personalizado:

Calcule gratuitamente o seu preço ONLINE

Tipo de serviço e material
Preços
Fornecimento e aplicação de resina epóxi em 100 m2 4.500,00€
Fornecimento e aplicação de resina de poliuretano em 100 m2 6.000,00€
Fornecimento e aplicação de resina epóxi em 200 m2 8.000,00€
Mão de obra de aplicação em 100m2, um pintor e um ajudante de pintor 2.800,00€

Estes preços são orientativos e podem variar em função de vários fatores tendo em conta o tipo de trabalho

Informação útil

  • Sabia que o pavimento de resina epóxi tem sido um tipo de piso cada vez mais escolhido pelos profissionais graças ao seu custo acessível, fácil aplicação e grande durabilidade? Este material custa-lhe entre 15 a 40€ por metro quadrado e pode ser colocado por cima do pavimento existente. 
  • 1 a 2 semanas
  • Dificuldade: Média

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

A tinta de resina epóxi é um tipo de revestimento contínuo cada vez mais procurado e utilizado.

E porquê? Porque ela é economicamente acessível, de aplicação relativamente fácil (pode até ser aplicada por cima dos pavimentos existentes), é de fácil manutenção e privilegia a limpeza e higiene.

Sabe aquele piso que parece uma espécie de borracha brilhante que vê em vários locais públicos? É desse que estamos a falar. 

Muito utilizado em espaços interiores de utilização pública (hospitais, escolas, centros comerciais) e apesar de relativamente fácil de o fazer, a sua aplicação deve ser realizada por profissionais de aplicação de resina pois existem técnicas que importa dominar.

Além disso, existem diferentes tipos de revestimento contínuo que exigem diferentes cuidados.

Em qualquer um dos casos, o chão deve estar devidamente preparado, limpo e liso e deve ser aplicada com um rolo ou pincel e com  a ajuda de uma espátula para obter uma camada mais grossa.

  • A resina epóxi é considerada pelos profissionais como a escolha preferencial e standard para pisos industriais e de grandes dimensões. De grande resistência e com possibilidades infindáveis de personalização, este tipo de resina pode ter três diferentes variações, de acordo com a sua aplicação e espessura:
  • – Esmalte aquoso (à base de água);
  • – Tinta à base de solvente;
  • – De base 100% sólida.

As duas primeiras são tintas ideais para ambientes interiores, sejam eles mais familiares ou comerciais. Se procura ambientes de casa mais modernos e com aspeto muito clean e luminoso. Esta última é a mais indicada para pavimentos industriais, dada a sua excelente aderência e alta resistência. A nível de preços, as resinas epóxi podem oscilar entre os 15€ e os 50€ por metro quadrado. 

O segundo tipo mais comum deste revestimento contínuo é a resina de poliuretano. Conhecida por ser a mais leve e também versátil, ela é também a mais dispendiosa.

Como principal vantagem tem o facto de mesmo sendo rígida conseguir proporcionar um piso flexível.

Esta característica é especialmente importante para espaços como campos desportivos, de forma a evitar a formação de fissuras ao longo do tempo.

Esta resina pode ser aplicada ao ar livre, desde que sejam adicionados componentes alifáticos para aumentarem a resistência aos raios UV. Em termos de preço falamos de 30€ a 150€ por metro quadrado. 

De forma resumida e sucinta, a diferença nestes dois tipos de resina está na sua composição e preço. A resina epóxi é mais adequada a pisos interiores e de utilização standard e doméstica. Já a resina de poliuretano tem uma durabilidade excecional e um valor por metro quadrado que pode ser até o dobro. 

Saiba mais como e onde usar a resina epóxi!

Na verdade, pode aplicar a resina epóxi em qualquer área da casa. No entanto, casas de banho, cozinha, terraços e espaços mais propensos a sujarem-se são as áreas mais recomendadas a aplicar este composto dado que a sua limpeza é super fácil e as suas propriedades fazem dele um piso impermeável, resistente e muito higiénico. 

Sim! A aplicação de resina epóxi pode ser realizada sobre qualquer piso e pavimento, devendo apenas garantir que o mesmo se encontra devidamente limpo de sujidades e poeiras. 

O tempo de secagem desta tinta depende de vários fatores, desde o tipo utilizado, a área a cobrir e até ao tipo de clima onde os aplicadores o vão fazer. Regra geral e considerando uma temperatura de cerca de 20 graus, a tinta demora cerca de 8 horas a secar. No entanto, a força da resina continua a aumentar até 4-5 dias após a aplicação. 

O ideal é que procure sempre profissionais de aplicação de resina para o aconselharem e verificarem a sua secagem. 

Este revestimento contínuo é na verdade dos pisos mais fáceis de manter, seja ele interior ou exterior! Com pouco mais do que uma esfregona e um pouco de água e sabão neutro já consegue deixar o piso a brilhar. Sendo esta tinta um produto à prova de água, as manchas não aderem ao piso. 

Deste modo, não é necessário fazer nenhum tratamento anual ou mensal, mas deve ter alguns cuidados como não utilizar produtos abrasivos ou ácidos e evitar utilizar equipamentos e utensílios que possam riscar o chão (espátulas, esfregões duros, etc).

O valor do revestimento de um piso com resina epóxi varia de acordo com o tipo de resina escolhida e depois também com a qualidade que pretende. Em termos gerais e estimado, o revestimento de um espaço com cerca de 100m2 com resina epóxi pode custar-lhe cerca de 4500€. Já se optar por resina de poliuretano esse valor pode ascender aos 6000€. 

  1. Péssima
  2. Normal
  3. Muito boa
  4. Excelente

Nota média:4.5 estrelas

8 votos realizados

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Garagem com chão em mosaico que pretendia colocar resina tem cerca 60 m2.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Pretendo o piso epoxi brilhante a imitar mármore negro matizado.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Sera para aplicar sobre azulejo existente em duas casas de banho, cozinha e sala.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

O trabalho concretamente é para chao de oficina.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

A minha casa tem cerca de 90 m2, gostaria de colocar no chão de toda a casa.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Boa tarde, seria para colocar epoxi em duas piscinas, uma de adultos com 136m^2 e uma de crianças redonda com 3m de diametro.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Bom dia necessito de orcamento para aplicação de chao em epoxy branco numa area de 10, 25 M2 (dez metros quadrados), com e sem material aplicação na zona de lisboa, campo de ourique.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Garagem com piso em betão rugoso e descaimento intencional de cerca de 2-3%.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Boa noite Pretendo pintar com epoxy anti-derrapante, de cor branca, uma entrada (corredor) desde o portao de entrada ate a porta principal de minha vivenda.

Boa tarde, temos um cliente que pretende reformular uma cozinha semi-industrial, aplicando no pavimento uma tinta autonivelante epoxy sobre os mosaicos existentes.

Piso epóxi para armazém 202m2.

Ola, boa noite. Entao, na verdade nao quero por resina no chao, mas sim numa mesa, o objectivo e pintar a mesa de amarelo e depois usar a resina epoxi pra ficar brilhante e com uma altura boa. Nao sei se faz este tipo de trabalho ou se recomenda …

Leia também:  Como aquecer o saquê (com imagens)

Substituir tacos no chão do quarto por epoxi que pode só de uma cor ou com desenhos.

Anexo foto (não tenho outra de momento), só para verem o tipo de chão… pedra. Muito bonita mas irregular, acumula muito lixo nas frinchas e é difícil de limpar.

Como escolher o rejunte certo para cada piso? – Blog Portobello

Há no mercado três diferentes tipos de rejunte: cimentício, acrílico e epóxi. E a decisão correta entre essas opções é o que vai garantir o acabamento e um visual agradável ao revestimento. Afinal, além de auxiliar o desempenho estético, o produto é responsável por preencher as juntas entre as placas, impermeabilizando o espaço.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Rejunte destaca Linha Brickstar, da Portobello

Mas afinal para que serve o rejunte?

O rejunte tem o objetivo inicial de vedar o revestimento e, desta maneira, evitar fissuras e infiltrações. Mas sua capacidade vai muito além. Outra função bem importante é compensar as irregularidades, o que facilita o alinhamento das placas.

Lembre-se de adquirir um produto de qualidade e observe as caraterísticas, para que seja impermeável, resistente e durável.

Como o rejunte é um produto mais maleável que o porcelanato ou a cerâmica, ele facilita a troca das peças no caso de reforma ou manutenção. É fundamental a presença de um profissional especializado.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Há três tipos de rejunte no mercado das construções

Cimentício

Sua composição é cimento, mais agregados minerais. Pigmentos (para acrescentar cor) e aditivos e polímeros (que servem para definir o tipo de exposição que o revestimento vai ter). O rejunte cimentício pode ser instalado no lado interno ou externo da residência ou em áreas molháveis.

Acrílico

O rejunte acrílico é composto por resina acrílica, cimento, agregados minerais, pigmentos, aditivos e polímeros.

Epóxi

O rejunte epóxi, por sua vez, é um produto bicomponente à base de resina. Possui elevada resistência química e mecânica, além de ser extremamente impermeável e resistente a fungos e manchas.

Local de aplicação e tamanho das juntas

Os rejuntes tem especificações diferenciadas. Mas todos têm os mesmos locais de uso, basicamente. Seja no chão ou em paredes, em banheiros, cozinhas, salas e quartos, ou em áreas cobertas e próximas das piscinas, com a frequência constante de água ou não. A escolha do melhor rejunte deve se basear nesses critérios.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Cimentício

Se preferir utilizar o rejunte cimentício em cômodos que recebem água diariamente, escolha um produto de excelente qualidade, que possua aditivo resistente à formação de fungos. Ele é o mais barato e o acabamento fica áspero. Com o rejunte cimentício, a distância recomendada é de 3 a 10 mm entre uma peça e outra.

Acrílico

O rejunte acrílico tem um acabamento um pouco mais liso e também com preço intermediário. A distância entre as peças, neste caso, baixa para 1 a 3 mm.

Epóxi

O rejunte epóxi é o mais resistente, durável e apresenta um acabamento de excelente qualidade. Mas é preciso tomar cuidado com a aplicação do produto, que deve ser um trabalho mais minucioso. Se apresentar rebarba, por exemplo, será necessário trocar o piso afetado. O rejunte epóxi permite uma distância entre um revestimento e outro de menos de 3 mm.

Sugestões para facilitar a escolha do rejunte

Salas e quartos

Porcelanato, cerâmica ou pastilha de vidro; Rejunte cimentício; Acabamento áspero; Facilidade de limpeza baixa.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Banheiro, lavanderia, cozinha e garagem

Porcelanato, cerâmica ou pastilha de vidro; Rejunte acrílico; Acabamento liso; Facilidade na limpeza média.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Piscina e fachada

Porcelanato, cerâmica ou pastilha de vidro; Rejunte epóxi; Acabamento liso; Facilidade na limpeza alta. Ou, rejunte cimentício aditivado; Acabamento áspero; Facilidade de limpeza baixa.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

As salas e quartos que forem revestidas com pastilhas de metal, inox ou espelhadas devem receber acabamento com rejunte cimentício especial, que possui acabamento áspero e a facilidade da limpeza é menor.

Cores do rejunte

Muitas pessoas se questionam quanto à cor do rejunte. Qual devo usar? Ele deve ter a mesma cor do porcelanato? Pode ser de tonalidade diferente? Não há regra para esse tipo de escolha. O que você deve levar em consideração é o seu estilo, o que você quer transmitir naquela decoração.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Se você pretende ter um ambiente mais clean em que as placas pareçam ser uma única peça, por exemplo, opte pelo rejunte da mesma cor do revestimento. Especialmente em ambientes internos. Os tons neutros, como o cinza claro ou o branco off white, garantem um espaço mais básico, formal e uniforme.

A escolha do rejunte similar ao piso produz um efeito de continuidade e harmonia. Permite ainda disfarçar alguns defeitos de assentamento, como recortes e juntas com larguras diferentes.

Agora, se você aprecia cores fortes e uma decoração um pouco mais ousada, invista em rejuntes de cores diferenciadas. Em um porcelanato com desenhos e texturas, por exemplo, você pode aplicar o rejunte branco para destacar o revestimento.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Há uma variedade de cores para você analisar e escolher a que melhor se adapta ao seu gosto. Entre as que se destacam, podemos citar: camurça, cerâmica, verde água, argila, chocolate, ocre, salmão, palha, branco, cinza ártico, bege, chocolate, verde folha, caramelo e pêssego claro.

Importante! Não utilize tinta na argamassa

Para trocar o rejunte, deve-se primeiro retirá-lo completamente, limpar bem a área para que não fique nenhum tipo de pó ou sujeira que possa impedir a aderência da argamassa de rejuntamento e, então, aplicar o novo rejunte. Não é recomendado a pintura ou a modificação das características da argamassa, pois isso pode danificá-la.

A maioria dos fabricantes de argamassa de rejuntamento possui um mostruário em que você pode ver a cor aproximada do rejunte. No entanto, pode haver variações na tonalidade, tendo em vista que sua fabricação é baseada em matérias-primas naturais (igual ao que acontece com o porcelanato).

Atenção extra para quem reside em regiões litorâneas ou úmidas

Os moradores que residem em regiões litorâneas, próximas do mar, podem ter algumas surpresas, com rejuntes sujos ou manchados. Em certas situações, o ideal é investir em um material com tonalidade mais escura. A opção disfarça um pouco a sujeira, especialmente as manchas. Para quem mora perto da praia, vale optar por um rejunte de cor areia.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Existe o problema das regiões úmidas onde a proliferação de fungos e bactérias é bem comum. Em casos mais graves, há o aparecimento de musgo entre os revestimentos. O ideal é fazer a limpeza constante nos rejuntes e deixar o espaço aberto, para que a circulação de ar seja constante.

Dica

Antes de iniciar a aplicação do rejunte, é importante que as placas estejam limpas e secas. O produto deve ser preparado conforme indicação do fabricante e deve-se respeitar o prazo de utilização, que é no máximo de duas horas.

No post sobre rejunte para porcelanato você ainda encontra uma série de dicas e informações sobre como aplicar rejunte.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Conseguimos sanar algumas das suas dúvidas? Deixe um comentário aqui, abaixo. E, para mais dicas, acesse o site da Portobello.

Leia também:  Como beijar em público: 8 passos (com imagens)

Tinta Epóxi » Preços, marcas e usos

Comumente usada por pintores na construção civil e industrial, a tinta à base de epóxi é uma resina plástica impermeável, resistente e de fácil aplicação.

Serve para pintar diversos tipos de superfícies como chapas de aço ou ferro, piso de garagem e quadras esportivas, salas cirúrgicas de hospitais/clínicas, azulejos de banheiros e cozinhas, caixas-d’água, entre outras.

A tinta epóxi é especialmente recomendada em casos em que haja bastante desgaste, como pisos de alto tráfego e pisos industriais, por ser a pintura mais resistente à abrasão do mercado.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

piso de garagem pintado com tinta epóxi

Como funciona

Esse plástico termofixo (resina) se endurece a partir de um agente catalisador, ou seja, tudo aquilo que facilita e a acelera as reações químicas, sem alterar o seu processo.

Usos da tintura epóxi

Esse tipo de tinta possui os usos mais variados, desde recobrimento de paredes em ambiente residenciais, ao cobrimento de grandes extensões de piso industrial, conhecido como piso industrial epóxi.

  • Pintura de azulejos com epóxi – um dos usos mais práticos para a pintura a base de epóxi é a cobertura de azulejos e cerâmica. Essas tintas são particularmente boas para o recobrimento de cerâmica, pois possuem uma ótima aderência, mesmo em superfícies lisas,sendo a mais indicada para esse tipo de uso.
    Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de GaragemPintura de azulejos com epóxi
  • Pintura de quadra Poliesportiva – Como esse tipo de quadra possui uma alta exigência por abrasão, é necessário uma pintura forte e firme para suportar o atrito, a o epóxi é a tinta especial para esse caso. É possível fazer as demarcações em função das diversas cores de tinta disponíveis atualmente.
    Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagembase epóxi na pintura de quadra poliesportiva.
  • Pintura de estacionamentos  – pelo mesmo motivo de ser a pintura ideal para quadras poliesportivas, a base epóxi é ideal para a pintura de pisos de estacionamento. Nesses casos, a base resiste muito bem a abrasão provocada pelos pneus de carros, sendo a pintura mais indicada para esse ambiente.
    Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagemrevestimento epóxi para estacionamento

Cores de Tinta Epóxi

Atualmente é possível encontrar diversas cores e padrões de tinta epóxi no mercado.

As mais comuns são a branca, utilizada principalmente na pintura de azulejos, e a cinza, utilizada para dar recobrimento em pisos de garagens, estacionamentos, ou mesmo pisos industriais.

mas existem muitas cores, e até padrões diferentes de tintas a base de epóxi, muitas com cores fortes, como as utilizadas na pintura de pisos industriais, pare demarcações de área no piso.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Tabela de cores sólidas de tinta para pintura epóxi disponíveis

Existem outras opções em tintas de epóxi no mercado relativamente novas, como opções às cores sólidas chapadas de epóxi: são os padrões de tinta em arenito. Existem algumas tintas a base de epóxi que após a aplicação, durante o processo de cura, criam padrões de cores que imitam a textura do arenito, criando um efeito decorativo bastante interessante para a decoração de pisos industriais.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Tabelas de cores de epóxi granuladas, de padrão arenito. Essas tintas simulam o padrão do arenito na pintura de pisos e azulejos

Aplicação de Pintura Tinta Epóxi

A aplicação deve ser feita por profissionais que conheçam o material, a fim de evitar a formação de bolhas e o deslocamento da camada de tinta, que resultariam em um mau acabamento do processo. Para o acabamento da tinta epóxi é possível comprar o acetinado, fosco e brilhante.

O rendimento pode chegar a 50 m² em superfícies planas (o rendimento em superfícies porosas é um pouco menor), mas sempre leia a embalagem com as informações do produto, pois pode variar de uma fabricante para o outro, bem como entender o processo de diluição de uma marca para a outra, já que algumas vêm prontas e/ou têm de ser misturadas.

Algumas marcas bem conhecidas no mercado: Coral, Lukscolor Tintas, Suvinil, Sayerlack, Anjo Tintas e Solventes, Sherwin-Williams etc.

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Aplicação em rolo de tinta epoxi

Cada estabelecimento que comercializa esse produto tem seu catálogo de cores, mas a tinta epóxi pode ser vendida em cores personalizadas também, a partir de máquinas próprias que misturam tintas pré-escolhidas pelo cliente.

Ferramentas utilizadas na aplicação

Algumas das ferramentas utilizadas no procedimento: pincel ou trincha, pistola e compressor, rolo de lã de carneiro ou lã sintética baixa.

Após a pintura, para fazer a limpeza das ferramentas é indicado usar um redutor indicado pelo fabricante da tinta adquirida, que geralmente é o tíner, um solvente para tintas e vernizes.

  Por ser tóxico, inflamável e volátil (tudo que evapora em seu estado normal com facilidade), deve ser manuseado cuidadosamente por profissionais da área.

A inspeção do material, bem como sua procedência, são fatores superimportantes ao comprar o produto. Certifique-se das normas de garantia, controle de qualidade e data de validade. Caso contrário, o projeto poderá sair bem mais caro do que o previsto por conta das imperfeições ao longo do processo.

Max Pisos: Mineralização do piso de garagem

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Os pisos de garagens são, em geral, mal cuidados ou mal executados na construção, o que gera uma demanda extra aos condomínios: providenciar a recomposição da camada superficial (revitalização) ou de toda a base (concreto).

Nos Estados Unidos, é predominante a construção de pisos de concreto acabado, decorado e até mesmo móveis como bancada e outros com o devido cuidado na execução do material.

O resultado é a baixa necessidade de manutenção do piso mineral e, quando houver necessidade de revitalizar, basta aplicar uma camada revitalizadora mineral cimentícia com espessura de 1mm a 3mm (dependendo do estado do concreto).

Isso é capaz de reconstruir o piso de concreto novo ou velho, ou seja, torna-se ideal para restaurar as superfícies das garagens.

O processo da revitalização mineral está disponível no Brasil e dispensa quaisquer outros tipos de revestimento. Mas se o síndico optar por um acabamento diferenciado, como o epóxi, deverá ficar atento à necessidade de todo um preparo da base (que ela esteja íntegra, não degradada), pois da forma como ele tem sido aplicado em alguns locais, vem ocorrendo desplacamento e bolhas.

Quando isso acontece, há necessidade de remoção do epóxi e do concreto degradado em até 6mm, além da aplicação e reconstrução acabada com argamassa mineral revitalizadora. Esta devolve ao piso de concreto o acabamento natural, contemporâneo, impermeável e, também, pode ser acrescida de base preparatória antibolha para receber o revestimento epóxi posteriormente.

Há a opção de se evitar a remoção parcial ou total da base degradada, pois em alguns casos é possível aplicar um novo piso de concreto sobre o existente, dando um acabamento mecânico e preparando-o posteriormente para receber o epóxi, desde que acompanhado de uma argamassa antiosmose, que impede a ação da umidade ascendente natural proveniente do subsolo.

Outros problemas recorrentes dessas superfícies estão nas fissuras e na suspensão de pós decorrentes justamente de anomalias presentes no substrato. A falta de atenção a esses sinais poderá resultar num processo de desgaste constante da superfície e na sua degradação total ao longo do tempo.

Ao final, a conta da reforma ficará muito mais elevada ou, ainda, se exigirá a demolição de todo piso, obrigando o condomínio a lidar com transtornos como o fechamento da garagem e a presença de máquinas, entulho, lama, dutos danificados, grelhas necessárias para construir uma nova superfície de concreto etc.

Leia também:  Como bloquear um grupo do whatsapp no android: 8 passos

(a um custo médio de R$ 105,00/m²).

Ao contrário disso, se o condomínio partir de imediato para um processo de revitalização mineral de toda base antes da finalização com o revestimento em epóxi, na espessura de 1mm, por exemplo, o custo médio será de R$ 27,00/m² para piso (ou de R$ 57,00/m² para 3mm). Isso lhe garantirá uma superfície íntegra e uniforme, livre de bolhas (pode aparecer em 10% dos pisos epóxi), pó ou fissuras.

Galeria de fotos – Tratamentos oferecidos pela Max Pisos

  • 1 – Tratamento de Epóxi com mineral
  • Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem
  • Superfície Epóxi sem mineral

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

2 – Polimento para regularizar a superfície do piso

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

3 – Reparo com argamassa Epóxi: tratamento de buracos, trincas, fendas e fissuras no pisoComo A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Mais informações:

Como funciona a tinta para piso?

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

O piso é uma das bases da decoração da casa, sendo responsável não apenas por embelezar os ambientes, mas também por criar uma sensação de amplitude, aumentar o conforto térmico, reforçar a segurança e até ajudar na higiene dos espaços. E por estar diretamente em contato com os pés não só dos moradores mas também dos móveis, o piso acaba sofrendo bastante desgaste ao ser vítima de manchas e arranhões ao longo do tempo, o que eventualmente pode demandar sua troca.

Mas você sabia que quando os pisos estão desgastados ou visualmente ultrapassados, a substituição do revestimento já não é mais a única solução? Hoje em dia é mais que possível renovar a aparência dos pisos sem poeira, quebradeira, entulho ou gastos excessivos! Para isso, basta usar a revolucionária tinta para piso! Quer conhecer mais sobre esse produto? Então continue lendo o nosso artigo:

Por que usar tintas especiais para piso?

A verdade é que não adianta nada pintar seu velho piso com tintas comuns, pois tanto a cobertura como a impermeabilidade podem ficar prejudicadas.

Além disso, quando a tinta não é específica para o tingimento de cerâmica, cimento queimado ou ardósia, corre-se o risco de a pintura descascar em pouco tempo, demandando assim uma nova intervenção.

Para evitar esses problemas, o segredo é usar as tais tintas especiais para piso.

Quais são os tipos de tinta para piso?

As tintas para piso são divididas em basicamente duas categorias distintas: tinta epóxi e tinta acrílica. A tinta epóxi tem como base o esmalte epóxi e costuma ser bastante resistente. Já a tinta acrílica é feita com resina acrílica e diluída em água potável, o que diminui um pouco sua durabilidade.

Como preparar o piso para a pintura?

Para que o resultado da pintura do piso seja perfeito, é preciso, antes de mais nada, preparar muito bem a superfície. Esse cuidado no preparo garante beleza, uniformidade, resistência e durabilidade à pintura.

Por isso, primeiramente se deve escovar o piso usando escova, água e sabão para remover quaisquer resíduos de gordura, graxa e poeira. Se for necessário, use aguarrás para retirar vestígios de oleosidade mais resistentes. Feito isso, seque bem a superfície.

A partir daí é hora da pintura propriamente dita!

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de GaragemBlack paint on the table

Como exatamente aplicar essa tinta?

Prepare a tinta de acordo com as instruções do fabricante. Depois de fazer a mistura, aplique duas ou três demãos sobre a superfície, sempre respeitando o intervalo de secagem entre uma camada e outra. Vale destacar que essa pintura pode ser feita com rolos de lã baixa, compressor de pintura ou até mesmo pincel e trincha — mas saiba que o rolo é sempre mais prático e funcional.

Quanto custam as tintas de piso?

Facilmente encontradas em lojas especializadas, os preços das tintas para piso variam de acordo com suas marcas e os tamanhos das latas. Para você ter uma ideia, o custo médio de um galão de 3,6 litros costuma ficar em torno de 50 reais.

Lembre-se de que como a qualidade da tinta pode fazer toda a diferença no resultado, o ideal é buscar o melhor custo-benefício na hora da compra.

Assim você consegue pagar um preço justo por um produto com boa cobertura, alto rendimento e grande durabilidade.

Vale ressaltar que esse produto ainda pode ser usado para renovar o visual de quadras, garagens e até de paredes revestidas de azulejo, viu? É só usar a imaginação e colocar a mão na massa! Mas e aí, pretende investir nessa tinta para pintar o piso de áreas internas e externas da sua casa, renovando o visual do seu lar doce lar? Por onde pretende começar? Comente aqui e nos conte sobre seus planos!

Pintura epóxi para garagens – Marepoxi

  • Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem
  • Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem
  • Como A  icar um Revestimento Epóxi em um Piso de Garagem

Clique nas imagens para ampliar

PINTURA EPÓXI PARA GARAGENS E ESTACIONAMENTOS

Quem tem veículo há muito tempo e o guarda em garagem, sabe que o piso pode apresentar degastes. Para solucionar o problema, o ideal é aplicar pintura epóxi para garagens para dar resistência e durabilidade a superfície.

BENEFÍCIOS DA PINTURA EPÓXI PARA GARAGENS

São muitos os benefícios da pintura epóxi para garagens. O produto proporciona alta qualidade e desempenho superior a superfícies de todos os tipos. Conheça:

  • Resistência a umidade;
  • Resistência a produtos químicos;
  • Durabilidade à abrasão e altas temperaturas;
  • Proporciona aderência;
  • Suporta fluxo de máquinas e equipamentos pesados, como veículos;
  • Fácil manutenção;
  • Brilho duradouro;
  • Fácil de limpar;
  • Segurança.

ESTRUTURA RESISTENTE

O uso da tinta epóxi em estacionamento ou garagens confere aos ambientes a possibilidade de suportar o peso dos automóveis sem correr o risco de danos, como erosão ou manchas permanentes. Isso porque as camadas de resina homogênea tornam o piso muito mais resistente.

A qualidade do produto é indiscutível e comprovada por empresas e indústrias que aplicaram a resina nos pisos. Isso porque a pintura epóxi para garagens apresenta uma espessura maior que as tintas comuns. É importante também ficar atento a marca do produto e à sua qualidade, o que influencia no resultado final.

EPÓXI DE QUALIDADE

Para garantir a qualidade da pintura epóxi para garagens, é necessário contratar empresa especializada e com experiência no mercado. A Mar Epóxi Pintura e Revestimento está há vários anos no ramo de revestimento de superfícies. Localizada em São Paulo, a empresa acumula muitas obras de sucesso, com clientes satisfeitos.

A Mar Epóxi oferece diversos serviços para quem procura desempenho superior. Entre estas, estão:

  • Multilayer: Para ambientes expostos a impactos mecânicos, químicos e abrasivos.
  • Autonivelante: Pisos lisos com proteção à abrasão, produtos químicos e impactos mecânicos.
  • Espatulado: Alta durabilidade, resistência mecânica e a produtos químicos.

PINTURA EPÓXI PARA GARAGENS DE QUALQUER TAMANHO

Não importa o tamanho do estacionamento ou da garagem, as tintas epóxi garantem a resistência necessária para que o piso esteja sempre intacto e bonito. É pensando no trabalho de qualidade e na satisfação do cliente que a Mar Epóxi investe em equipamentos, em produtos de qualidade e em seus profissionais. 

Ligue para 11 2729-7457 ou clique aqui e entre em contato por email.

Gostou? compartilhe!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*