Como a erar o protetor de tela em um smartphone da samsung

Atualizado em março de 2020

Smartphones não são produtos feitos para se derrubar no chão, mas acidentes sempre podem acontecer e, nessas ocasiões, é sempre bom saber que o aparelho sobreviverá à queda com a tela intacta — ou que ele ao menos manterá suas funções principais.

Com a tendência das marcas de seguirem padrões de telas mais estreitas e com bordas curvadas, fica ainda mais difícil separar os celulares que são resistentes daqueles que não são. Smartphones que possuem mais bordas são mais resistentes? A linha Galaxy da Samsung com sua “tela infinita” quebra fácil? E quanto aos iPhones?

No artigo de hoje não responderemos perguntas referentes à resistência de cada linha e modelo de smartphone, afinal, são muitos os disponíveis no mercado. Em vez disso, listamos os cinco aparelhos mais resistentes que você pode encontrar hoje no Brasil.

Leia também:

Todos os smartphones da lista passaram por inúmeros testes de resistência que comprovam a eficiência da proteção da tela, traseira e moldura. Abaixo da descrição de cada um você encontrará um link para tais vídeos, assim como o teste de submersão daqueles que alegam ser a prova d’água. Vamos à lista:

1. Ulefone Armou 6

A proposta da  linha de aparelhos da fabricante chinesa Ulefone é oferecer aparelhos com o máximo de resistência.

Para conseguir tal êxito, o modelo possui corpo bastante robusto e também bastante borda para que a tela também seja mais resistente.

Inclusive a fabricante já publicou um vídeo no mínimo inusitado em que expõe o aparelho a uma série de teste como fogo, água, gelo e até sendo cozido com um ovo. 

Além dessa resistência sem igual, o smartphone da Ulefone possui certificação ip68, 8GB de RAM, 128 GB de armazenamento, tela HD plus e câmera tripla. O praticamente indestrutível aparelho da Ulefone só é comercializado na China, mas pode ser adquirido na modalidade de compra internacional.

Aqui no Promobit o modelo já esteve disponível por R$1.400

Quer receber avisos sempre que aparecer Uelefone Armour 6 em promoção?

2.  Moto Z2 Force

  • A Motorola não poupou esforços para destacar a qualidade da tela resistente a estilhaços do Moto Z2 Force que é, de fato, o smartphone mais resistente disponível atualmente no mercado brasileiro.
  • Diferentemente de telas comuns de vidro temperado, o display do aparelho é protegido por diversas camadas de plástico que oferecem resistência a diferentes quedas a partir de alturas consideráveis.
  • A tela do Moto Z2 Force, no entanto, pode ser mais vulnerável a objetos cortantes/perfurantes, como facas, pregos ou as unhas do Zé do Caixão, mas como tratam-se de coisas que não entram em contato com o display em situações normais, não há motivo para se preocupar.

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

Infelizmente, o topo de linha da Motorola não é a prova d’água, apenas tem resistência a respingos, algo que os celulares baratos da marca também trazem. Ele deve resistir a qualquer garoa, mas não mergulhe com o smartphone na piscina.

O Moto Z2 Force também tem traseira de alumínio, o que o torna uma opção ainda mais indicada para usuários desastrados que queiram um smartphone potente com traseira que não seja de vidro. O alumínio, aliás, pode tornar até o uso de capinha dispensável.

O Motorola Moto Z2 Force foi lançado no Brasil por R$ 2.699, mas é possível encontrar o celular em promoção por até R$ 1.780.

Quer receber avisos sempre que aparecer Moto Z2 Force?

3. LG G8S ThinQ

O smartphone da LG tem corpo feito com bordas em alumínio e vidro na parte traseira e frontal, mas conforme já abordamos neste artigo, o vidro dos aparelhos é muito mais resistente que o convencional e no caso do LG G8S a proteção é ainda maior. Na parte frontal o vidro que compõem o modelo possui a certificação Gorilla Glass 5, enquanto na traseira tempos Gorilla Glass 6 para assegurar a durabilidade. 

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

Mas o principal título de resistência atribuído ao smartphone é a certificação MIL-STD-810G que assegura resistência ao aparelho contra quedas altas e cenários diversos. A LG afirma que o modelo possui certificação militar, pois o teste é realizado pelas forças armadas norte-americanas. Além de toda essa resistência, o modelo conta com tela full HD, 6 GB de RAM e câmera tripla.

Quer receber avisos sempre que aparecer LG G8S ThinQ em promoção?

4. iPhone 11 Pro Max

O mais avançado smartphone da família iPhone 11 da Apple está presente nesta lista devido a sua capacidade de resistência a líquidos que é acima da média mesmo entre os aparelhos topo de linha do mercado. Embora possua certificação IP68 que garante mergulhos de até dois metros, de acordo com a fabricante, devido a sua qualidade de construção o aparelho suporta até 4 metros de profundidade. 

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

Outros líquidos como café, refrigerantes também não são capazes de prejudicar o funcionamento do iPhone 11 pro Max. Embora a Apple também afirme que o vidro que compõe o corpo do aparelho seja mais resistente que os concorrentes, não é possível afirmar que o aparelho suporte tantos contatos com o solo. Para que busca aparelhos resistente a líquidos e umidade, vá de iPhone 11 Pro Max. 

Quer receber avisos sempre que aparecer iPhone 11 Pro Max em promoção?

5. Apple iPhone X

O iPhone X da Apple possui a tradicional tela de vidro temperado que vemos em praticamente qualquer smartphone popular, mas tem se mostrado bem resistente em testes.

A tela do smartphone tem proteção contra arranhões e revestimento oleofóbico, garantindo proteção em diversas situações, incluindo quedas, contato com objetos cortantes/perfurantes e até contato com fogo!

  • Leia mais: Xiaomi Mi 9 vs iPhone X: qual vale mais a pena em 2020?

Especificamente nas quedas, o iPhone X tem uma proteção adicional graças à moldura de ferro. Sua tela mostra resistência sobrevivendo a quedas de diferentes alturas e, mesmo quando apresenta estilhaços, tende a continuar funcional.

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

A traseira do iPhone X é de vidro, algo que não deve ser bem recebido por usuários mais desastrados. Apesar de ser tão resistente quanto a parte frontal, a probabilidade do vidro quebrar é real — o que não temos em smartphones com traseira de alumínio.

Leia também:  Como apreciar death metal: 6 passos (com imagens)

O iPhone X tem proteção IP67 contra água e poeira. É possível submergi-lo em um metro de água doce por até 30 minutos. Você não precisa ter medo de usá-lo na beira da piscina ou durante uma chuva forte.

O iPhone X foi lançado pela Apple no Brasil com preço sugerido de R$ 6.999, mas já é possível encontrá-lo em promoção por R$ 4.700.

Quer receber avisos sempre que aparecer Apple iPhone X?

6. Samsung Galaxy S9 / Galaxy S9 Plus

Por ter a frente praticamente tomada pela tela com laterais curvadas, o Galaxy S9 pode até parecer frágil, mas só parece. O smartphone tem resistência bem próxima à do iPhone X, apesar de não apresentar a mesma tendência de manter o touch funcionando quando a tela está estilhaçada.

A tela do Galaxy S9 é protegida por Gorilla Glass 5 e apresenta boa resistência contra arranhões, contato com fogo, objetos perfurantes/cortantes e também quedas de diferentes alturas. A moldura de alumínio oferece proteção extra ao aparelho em quedas, porém os amassados no metal ficam bem evidentes.

  • Leia também: O Galaxy S9 é resistente?

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

O Galaxy S9, assim como seus antecessores, também conta com traseira de vidro para suportar carregamento sem fio. Ela é protegida pela mesma proteção Gorilla Glass 5 que reveste a tela do aparelho e mantém-se intacta mesmo após diversas quedas de mais de um metro de altura.

A proteção contra água e poeira do smartphone é IP68. Ela permite ao usuário submergi-lo em até 1,5 metro de água doce por até 30 minutos e usá-lo durante a chuva sem qualquer peso na consciência.

O Galaxy S9 Plus tem as mesmas características de proteção que o modelo menor, por isso a resistência em situações adversas é a mesma para os dois.

Galaxy S9 e Galaxy S9+ foram lançados no Brasil custando R$ 4.299 e R$ 4.899, respectivamente. Hoje, já é possível encontrar o smartphone com câmera traseira única por R$ 3.060 e o aparelho com tela maior e câmera dupla por R$ 2.940!

Quer receber avisos sempre que aparecer Samsung Galaxy S9?

7. Asus Zenfone Zoom S

O Zenfone Zoom S não é apenas um smartphone intermediário com ótimo conjunto de câmeras e bateria parruda, mas também um dos aparelhos mais resistentes do mercado atualmente — e a principal recomendação para quem quer fugir das traseiras de vidro.

  • Leia Também: Qual o melhor momento para comprar o Zenfone 6?

Você pode pensar que se trata de um smartphone novo, mas o Zoom S é o mesmo aparelho que o Zenfone 3 Zoom que chegou ao mercado em 2017. O modelo conta com tela AMOLED de 5.5 polegadas, bateria de 5.000 mAh e tem carcaça de metal que cobre as bordas e também a traseira.

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

Além de possuir ótima qualidade, a tela do Zenfone Zoom S também é resistente, uma vez que conta com proteção Gorilla Glass 5. Os testes feitos pela fabricante mostram que a proteção consegue manter a tela intacta em 80% das quedas de até 1.6 metro de altura.

Infelizmente, o Zenfone Zoom S peca na falta de proteção contra água e poeira. O modelo não tem qualquer tipo de certificação e a Asus sequer informa a presença de proteção contra respingos, por isso recomendamos manter o smartphone longe de piscinas e sempre no bolso em dias chuvosos.

Recentemente tivemos ofertas excelentes do Zenfone Zoom S na Loja da Asus para a compra de dois smartphones. Em uma delas, cada modelo de 4GB/64GB saía por R$ 910,38.

Quer receber avisos sempre que aparecer Zenfone Zoom S?

8. OnePlus 6

Fechando a lista temos um smartphone chinês que pode ser comprado no Brasil através de revendedores ou importando de lojas chinesas. O OnePlus 6 é tão resistente quanto o antecessor OnePlus 5T, apesar de trocar a traseira de alumínio por vidro.

O smartphone mais recente da OnePlus tem moldura de alumínio e traseira de vidro temperado com proteção Gorilla Glass 5. Apesar da troca do alumínio pelo vidro, não há suporte à tecnologia Qi para carregamento sem fio, o que deixa claro que a (questionável) decisão da fabricante de trocar o metal por um material menos resistente foi puramente estética.

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

A tela de 6.3 polegadas do OnePlus 6 também é protegida por Gorilla Glass 5 e sobrevive a quedas de até 1.6 metro, altura média entre os ombros e a cintura da população — basicamente a altura de onde o seu celular sempre cai.

  • Leia mais:Importar celular da China ainda vale a pena?

A fabricante também informa que o smartphone tem proteção contra água, mas não especifica a certificação ou se a proteção é apenas contra respingos d’água. Diante disso, recomendamos ter muito cuidado a utilizar o celular em situações onde ele possa acabar molhado.

Apesar do dólar alto, é possível encontrar o OnePlus 6 por preços baixos em promoção.

No Promobit, a versão 6GB/64GB do aparelho já apareceu por R$ 1.884.

Quer receber avisos sempre que aparecer OnePlus 6?

Esses são os smartphones mais resistentes do mercado atualmente. Apesar da proteção presente em cada um deles, é sempre recomendável a utilização de uma capa protetora caso você seja uma pessoa um pouco mais desastrada — sabemos que acidentes acontecem.

Caso opte pelo Moto Z2 Force, recomendamos também a compra de uma película de vidro temperado, uma vez que a tela resistente a estilhaços pode ser mais vulnerável a riscos. Nesse caso, o vidro atuará como uma camada de proteção extra.

Caso opte por um outro smartphone da lista com tela de vidro temperado, não fará muita diferença colocar uma película de vidro, uma vez que a tela por si só já oferece proteção suficiente contra impactos e arranhões. É claro que, caso a película seja tão ou mais resistente do que o vidro da tela, ela também poderá atuar como camada de proteção extra, mas ela não garante que a tela estará intacta após uma queda.

Leia também:  Como capturar latios em pokémon ruby: 9 passos

No Promobit você encontra promoções de smartphones de todos os tipos, pode discutir com a comunidade sobre as qualidades e vulnerabilidades do modelo que deseja comprar e obter cupons de desconto para pagar ainda menos.

Samsung Galaxy S20+: Imagens vazadas mostram o nome e o

As primeiras imagens do Samsung Galaxy S20+ foram divulgadas na Web e mostram que o aparelho virá com um de câmera retangular na parte traseira, que contará com quatro câmeras, flash LED e um microfone.

Uma principal de 12MP, uma macro, uma ultrawide e uma telefoto. O microfone na parte traseira pode ajudar com o recurso Zoom-in Mic da Samsung.

Ele também poderia ajudar a melhorar a qualidade de áudio em geral nos vídeos.

Notícia

Samsung pode aproveitar o evento para anunciar o Galaxy S10 Lite

A parte lateral do novo celular da Samsung mostra o botão de volume e o botão de energia. Diferente dos modelos da linha S10, o S20+ não inclui o botão Bixby físico. Uma imagem mostrando a tela de inicialização também confirmou o nome Galaxy S20+.

A parte frontal do aparelho mostra bordas mais finas e a tela Infinity-O não é tão curvada como nos modelos da linha S10 e Note10. O furo para acomodar a câmera frontal também é menor do que o do Galaxy Note 10.

Outro detalhe é que assim como o Galaxy S10 e o Galaxy Note 10, o Galaxy S20+ virá com um protetor de tela pré-instalado.

Para quem estava pensando que o S20+ seria o modelo “topo de linha” da Samsung, parece que desta vez a situação é um pouco diferente. Este modelo aparentemente é a opção intermediária da linha S20. Ele será um pouco maior que o Galaxy S20 normal, mas sem as tecnologias de câmera presentes no Galaxy S20 Ultra.

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

O Galaxy S20 e o S20+ deve ser lançado com diferentes variantes como Galaxy S20 4G, Galaxy S20 5G, Galaxy S20+ 4G e Galaxy S20+ 5G. As variantes 5G e 4G LTE serão similares, mas é possível que a versão 5G seja lançada somente nos Estados Unidos.

Como o aparelho, pelo menos nos EUA, será baseado na plataforma Qualcomm Snapdragon 865 (que só pode ser emparelhado com o modem Snapdragon X55), ele deve suportar as redes sub-6GHz das operadoras Sprint, AT&T e T-Mobile.

Como o aparelho provavelmente também será oferecido pela operadora Verizon, é possível que ele venha com antenas mmWave para suportar a rede Verizon Ultra Wideband (mmWave).

Fora dos Estados Unidos, o smartphone da Samsung deve vir equipado com o chipset Exynos 990. Neste caso, o lançamento do modelo com 5G dependerá do suporte para esta conectividade na região.

Samsung Galaxy S20+ ou Galaxy S11?
Ainda sobre o nome, muitos se referem ao aparelho como Galaxy S11.

Durante a CES 2020 realizada recentemente em Las Vegas, protetores de tela para os modelos S11 deram as caras no evento.

As imagens dos protetores de tela apresentados na CES também indicam a existência de quatro variantes do aparelho que podem ou não se chamar Galaxy S11e, Galaxy S11, Galaxy S11+ e Galaxy S11 Ultra.

Os modelos Galaxy S11e e Galaxy S11 aparentemente terão 6,2 polegadas. O Galaxy S11+ usará um painel de 6,7 polegadas e o Galaxy S11 Ultra terá 6,9 polegadas.

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

Continua após a publicidade Fonte: XDA Developers, Wccftech, Engadget

Galaxy S10 vem com película de tela compatível com leitor de digitais – Tecnoblog

Antes do lançamento do Galaxy S10, houve um burburinho envolvendo películas de tela: será que elas vão funcionar com o leitor de digitais ultrassônico? A resposta é sim… mas não todas. Para facilitar a vida dos clientes, a Samsung decidiu incluir um protetor no display do S10 e S10+ direto da caixa.

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

O aplicativo Samsung Members para o Canadá diz que o Galaxy S10 e S10+ virão com uma película pré-instalada de fábrica, feita pela Samsung. “Isto é aplicável para todas as subsidiárias globais”, avisa o comunicado, sugerindo que o protetor de tela estará presente em outros países também.

O site da Samsung Canadá para o Galaxy S10 diz o seguinte: “protetor de tela pré-instalado incluso em todos os modelos canadenses”. A página oficial para a Alemanha afirma algo semelhante: “inclui protetor”.

Nos EUA e no Brasil, há apenas o aviso: “componentes reais, incluindo capa e película protetora, podem não estar disponíveis dependendo do modelo adquirido ou do país ou região em que você vive”. Ou seja, há uma chance de que a película esteja inclusa — mas não é algo confirmado por enquanto.

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

Samsung alerta sobre películas incompatíveis com S10

No app Samsung Members, a empresa diz que “essa decisão foi tomada para melhorar a experiência do cliente com a tela mais durável e o leitor ultrassônico de impressão digital no Galaxy S10 e Galaxy S10+”.

A Samsung também avisa: “não podemos garantir essa experiência com todos os protetores de tela feitos de vidro e poliuretano”. Isso significa que algumas películas impedirão que o leitor de digitais escaneie seu dedo.

Marques Brownlee, conhecido pelo canal MKBHD no YouTube, confirma que algumas películas de vidro não permitem que o leitor de digitais funcione adequadamente — confira no ponto 7:10 do vídeo abaixo. O sensor envia ondas sonoras de alta frequência para mapear sua digital em 3D, e a camada adicional de vidro acaba impedindo isso.

Por isso, a Samsung e outras fabricantes venderão protetores de tela compatíveis com o S10 e S10+, tanto de vidro como de poliuretano. No Canadá, o preço sugerido é de 30 dólares. O Galaxy S10e não é afetado porque seu leitor de digitais fica na lateral.

Com informações: The Verge.

Como desativar o protetor de dados no Android

Desativar o protetor de dados no Android é possível nas configurações de rede e Internet do dispositivo.

O recurso notifica o usuário sobre o uso de dados móveis no celular, ideal para quem tem um plano limitado e quer evitar gastar mais do que deve, podendo ser tarifado, ou perder o acesso à Internet.

Leia também:  Como calcular market share: 10 passos (com imagens)

No entanto, quem possui franquia ilimitada ou não costuma chegar próximo ao limite pode se incomodar com as notificações.

No tutorial a seguir, confira como desativar o protetor de dados no Android. O procedimento foi realizado em um Moto G7 Play com Android 9.0 (Pie), mas as dicas também valem para outros celulares da Motorola. Em dispositivos da Samsung, o caminho é um pouco diferente, conforme explicado no final do tutorial.

1 de 3
Aprenda a desativar o protetor de dados no Android — Foto: Helito Beggiora/TechTudo

Aprenda a desativar o protetor de dados no Android — Foto: Helito Beggiora/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Passo 1. Acesse as configurações do Android e abra “Rede e internet”. Em seguida, toque em “Uso de dados”;

2 de 3
Acesse as configurações de dados para desativar o protetor de dados do Android — Foto: Reprodução/Helito Beggiora

Acesse as configurações de dados para desativar o protetor de dados do Android — Foto: Reprodução/Helito Beggiora

Passo 2. Em “Aviso e limite de dados”, desative a opção “Definir aviso de dados”.

3 de 3
Tutorial ensina como desligar o protetor de dados — Foto: Reprodução/Helito Beggiora

Tutorial ensina como desligar o protetor de dados — Foto: Reprodução/Helito Beggiora

Como desativar o protetor de dados do Samsung

Celulares da Samsung possuem uma interface levemente modificada. Neste caso, o usuário deve acessar as configurações de conexões, tocar em “Uso de dados”, “Ciclo de cobrança” e, por fim, desativar a opção “Limite de dados móveis”.

Pronto! Aproveite as dicas para evitar ser notificado sobre o uso de dados móveis da sua franquia 4G.

Como A  erar o Protetor de Tela em um Smartphone da Samsung

Melhores do Ano TechTudo 2019: conheça os aplicativos vencedores

▶ Vídeo: Com o Galaxy Fold, a Samsung pode estar a caminho de um desastre

© The Verge / DR

O Fold é o primeiro telemóvel da fabricante sul-coreana com um ecrã que se dobra. O equipamento abre-se como um livro e é lá dentro que está o ecrã maior, a novidade tecnológica. A tela flexível.

Num momento inicial, os textos publicados online sobre os primeiros minutos com o Fold eram laudatórios. O mecanismo de abertura e fecho parecia bem construído. Havia um vinco na tela, mas nada de preocupante.

O primeiro sinal de alarme saiu do site The Verge. O jornalista Dieter Bohn começou a sentir e a ver um pequeno alto no ecrã. Era como que uma borbulha, mas provocada por um pedaço de qualquer coisa que ele ainda agora não sabe o que é.

Fechar

Um dia depois de ter começado a usar o smartphone, o ecrã já estava avariado. O equipamento ainda funciona, mas o ecrã OLED tem agora duas linhas (muito evidentes) onde a imagem é sempre a mesma. Ambas as linhas partem precisamente do local onde antes estava a tal borbulha no ecrã.

Mas tudo poderia não passar de um azar se apenas um de uns dez jornalistas (talvez um pouco mais) tivesse tido problemas. Não foi esse o caso.

A avaria é outra, mas pelo menos três reviewers sofreram com ele. O que acontece é que jornalistas da CNBC, Bloomberg e o youtuber Marques Brownlee acharam que uma película que cobria o ecrã era um protetor de tela e removeram-na. Erro. A qualquer um deles o ecrã deixou rapidamente de funcionar.

Na verdade, a Samsung tem lá o aviso de que aquela película de plástico não deve ser removida mas quantos utilizadores é que leem o manual? Descobriremos a partir de dia 26 de abril. É nesse dia que os equipamentos começam a ser enviados a quem fez a reserva.

Atualização:

Horas depois da polémica se ter tornado pública, a Samsung reagiu aos problemas reportados.

A fabricante sul-coreana prometeu investigar caso a caso o que se está a passar com os ecrãs e sublinhou que a camada protetora da tela pode ser retirada, nem devem ser colados adesivos a essa película.

Configurar um protetor de tela

O protetor de tela do smartphone pode mostrar fotos, planos de fundo coloridos, um relógio e muito mais quando o smartphone estiver carregando ou encaixado na base.

Desativar o protetor de tela

  1. Abra o app Config. do smartphone.
  2. Toque em  Tela  Avançado  Protetor de tela.
  3. Toque em Quando começar  Nunca. Se “Quando começar” não estiver disponível, desative o Protetor de tela.

Definir o protetor de tela

Etapa 1: escolher o que o protetor de tela mostrará

  1. Abra o app Config. do smartphone.
  2. Toque em Tela  Avançado Protetor de tela Protetor de tela atual.
  3. Toque em uma opção:
    • Relógio:  veja um relógio digital ou analógico. Para escolher o relógio ou deixar a tela menos brilhante, ao lado de “Relógio”,  toque em Configurações .
    • Cores: veja cores alternadamente na tela.
    • Fotos: veja fotos do app Fotos. Para escolher a origem ou mudar as configurações, ao lado de “Fotos”, toque em Configurações .
    • Outros apps: se você fez o download de um app que funciona com o protetor de tela, ele será exibido na lista.

Etapa 2: gerenciar quando o protetor de tela será exibido

Enquanto estiver carregando, encaixado na base ou ambos:

  1. Nas configurações do protetor de tela, toque em Quando começar. Se a opção “Quando começar” não estiver disponível, toque em Mais   Quando começar.
  2. Toque em Na baseAo carregar ou Ao carregar ou quando encaixado na base. “Na base” significa que o smartphone está conectado a uma base, um tipo de acessório do dispositivo. 

Etapa 3: testar o protetor de tela

Para ver como será o protetor de tela, toque em Começar agora. Se a opção “Começar agora” não estiver disponível, toque em Mais Começar agora.

Escolher quando a tela atinge o tempo limite

Depois de definir o protetor de tela, você o verá quando o tempo da tela expirar. Para mudar o tempo limite da tela: 

  1. Abra o app Config. do smartphone.
  2. Toque em Tela  Avançado  Tempo limite da tela.
  3. Escolha uma opção.

Dica: se você desligar o smartphone com o botão liga/desliga, o protetor de tela não será iniciado. Deixe a tela ligada para que o smartphone atinja o tempo limite.

Artigos relacionados

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*