Como cantar seu primeiro solo (com imagens)

  • Sessa [com interpretação em Libras]
  • quinta 27 de junho de 2019
  • às 20h
  • [duração aproximada: 70 minutos]

Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 224 lugares

  1. Entrada gratuita
  2. [livre para todos os públicos]
  3. distribuição de ingressos
  4. público preferencial: uma hora antes do espetáculo | com direito a um acompanhante – ingressos liberados apenas na presença do preferencial e do acompanhante
  5. público não preferencial: uma hora antes do espetáculo | um ingresso por pessoa
  6. Clique aqui para saber mais sobre a distribuição de ingressos.
  • Itaú Cultural
  • Endereço
  • Avenida Paulista 149 São Paulo SP 01311 000 [estação Brigadeiro do metrô]

Contatos e informações extras

11 2168 1777

Ex-integrante da banda de funk psicodélico Garotas Suecas e parceiro do guitarrista nova-iorquino Yonatan Gat, o músico Sessa faz show de lançamento de seu primeiro disco solo, Grandeza (2019). A apresentação acontece em 27 de junho, no Itaú Cultural.

“Grandeza” tece um mundo próprio onde uma potente poesia canta o amor e a doçura dos corpos ao som percussões ritualísticas, vozes femininas, sopros de free jazz e dedilhados inspirados pelos “Os Afro Sambas”. Letras apaixonadas se misturam à atmosfera dos mantras e ritmos afro brasileiros ao longo das 11 faixas que compõem o álbum.

  1. Sessa [com interpretação em Libras]
    quinta 27 de junho de 2019
    às 20h
    Sala Itaú Cultural (piso térreo) – 224 lugares
  2. [duração aproximada: 70 minutos]
  3. Entrada gratuita
  4. [livre para todos os públicos]
  5. distribuição de ingressos
    público preferencial: uma hora antes do espetáculo | com direito a um acompanhante – ingressos liberados apenas na presença do preferencial e do acompanhante
    público não preferencial: uma hora antes do espetáculo | um ingresso por pessoa
  6. Clique aqui para saber mais sobre a distribuição de ingressos.

Como Cantar seu Primeiro Solo (com Imagens)Apresentação traz canções que dialogam com a música brasileira e o folk norte-americanoComo Cantar seu Primeiro Solo (com Imagens)A partir de oficinas músico-pedagógicas, Caravana MusiLibras incentiva a construção de frases e ditados rítmicos por crianças e jovens em todos os níveis de surdezComo Cantar seu Primeiro Solo (com Imagens)

  • notícias
  • imprensa
  • institucional

O sexto edital propõe um exercício poético em vídeo com o tema Descobertas e/ou Redescobertasquando: de 15/06 a 17/06Como Cantar seu Primeiro Solo (com Imagens)

  • entrevista
  • notícias
  • fotografia

Há nove anos em Viena, na Áustria, o fotógrafo Caio Kauffmann fala sobre certa apreensão com a volta ao normalComo Cantar seu Primeiro Solo (com Imagens)

  • colunistas
  • brechas urbanas

“Jamais pensei que fosse sentir falta do som de cachorros latindo, da bola batendo em uma tabela de basquete, de carros passando com o rádio alto, de trechos de uma conversa fútil ao celular”Como Cantar seu Primeiro Solo (com Imagens)As reações do público, ainda que contínuas, são silenciosas: corações e curtidas demonstram aprovação e êxito, enquanto comentários e elogios seguem sem pausa tela acimaComo Cantar seu Primeiro Solo (com Imagens)Desde a montagem do espetáculo Macunaíma, em 1978, Cacá Carvalho construiu uma carreira entrelaçada à formação de jovens atoresComo Cantar seu Primeiro Solo (com Imagens)Quais são as perspectivas para o futuro quando pensamos em política e gestão cultural, economia da cultura e política para as artes?Programação com tradução em librasquando: de 27/05 a 24/06

  • agenda cultural
  • infantil
  • vídeos

Assista aqui à segunda aula de dança da nova oficina on-line voltada para a primeira infânciaPlaylist reúne aulas ministradas pelo professor Marcos Moraes. Participe também de nossa pesquisa sobre os encontrosAs ações do projeto Palácio em Sua Companhia contribuem para que a fundação, em meio à pandemia, continue buscando democratizar o acesso à cultura

publicado em:15/06/2020 – 12:10

As ações do projeto Palácio em Sua Companhia contribuem para que a fundação, em meio à pandemia, continue buscando democratizar o acesso à cultura

publicado em:15/06/2020 – 11:02

“Eu andava sempre com um caderno na mão. Era como uma segunda pele.”

  • agenda cultural
  • infantil
  • vídeos

publicado em:14/06/2020 – 11:00

Assista aqui à segunda aula de dança da nova oficina on-line voltada para a primeira infância

  • colunistas
  • brechas urbanas

publicado em:14/06/2020 – 09:00

“Jamais pensei que fosse sentir falta do som de cachorros latindo, da bola batendo em uma tabela de basquete, de carros passando com o rádio alto, de trechos de uma conversa fútil ao celular”

publicado em:13/06/2020 – 14:00

Desde a montagem do espetáculo Macunaíma, em 1978, Cacá Carvalho construiu uma carreira entrelaçada à formação de jovens atores

  • entrevista
  • colunistas
  • brechas urbanas

publicado em:13/06/2020 – 09:00

A geógrafa conversou com o Itaú Cultural sobre as questões simbólicas e infraestruturais de onde e como vivemos

  • entrevista
  • gestão e políticas culturais
  • observe

publicado em:12/06/2020 – 11:37

O Observatório Itaú Cultural conversou com os palhaços e gestores culturais paranaenses Alexandre Simioni e Gerson Bernardes

publicado em:12/06/2020 – 08:00

“Ler é um ato de resistência a essa colonização da mente”, comenta o escritor no novo episódio do podcast Paiol Literário

  • entrevista
  • notícias
  • fotografia

publicado em:12/06/2020 – 00:01

Há nove anos em Viena, na Áustria, o fotógrafo Caio Kauffmann fala sobre certa apreensão com a volta ao normal

publicado em:11/06/2020 – 16:32

Na escala diminuta dos “Embutidinhos”, Marepe deixa entrever a interrelação de todos os objetos, “quando um se move, todos se movem”A transmissão ao vivo acontece nos canais do Itaú BBA nesta sexta-feira, 12, às 18hquando: 12/06

  • agenda cultural
  • infantil
  • vídeos

publicado em:11/06/2020 – 11:00

Nesta quinta atividade on-line, aprenda a usar balões e metáforas visuais nas suas narrativas

  • notícias
  • imprensa
  • institucional

O sexto edital propõe um exercício poético em vídeo com o tema Descobertas e/ou Redescobertasquando: de 15/06 a 17/06

  • agenda cultural
  • libras
  • notícias
  • vídeos

Programação com tradução em libras

Quais são as perspectivas para o futuro quando pensamos em política e gestão cultural, economia da cultura e política para as artes?quando: 10/06

publicado em:10/06/2020 – 15:14

As reações do público, ainda que contínuas, são silenciosas: corações e curtidas demonstram aprovação e êxito, enquanto comentários e elogios seguem sem pausa tela acima

publicado em:10/06/2020 – 12:27

Confira a entrevista realizada em 2010 pelo jornalista, editor e escritor Rogério Pereira

  • agenda cultural
  • infantil
  • vídeos

publicado em:10/06/2020 – 11:00

Entre para o universo das afrobeat dances (danças urbanas africanas) com a dançarina e coreógrafa Mônika Bernardes

  • agenda cultural
  • infantil
  • vídeos

publicado em:09/06/2020 – 11:00

Aprenda a fazer um jogo da memória que também pode contar histórias

publicado em:09/06/2020 – 09:00

Foram escolhidos 175 trabalhos na categoria Escrita e 25 na categoria Poesia Falada

publicado em:09/06/2020 – 09:00

A seleção apresenta os 61 filmes brasileiros – entre ficção, documentário e animação – “mais instigantes da última temporada”, segundo a organização do site

  • agenda cultural
  • libras
  • notícias
  • vídeos

Programação com tradução em libras

Diretor do IC é um dos convidados de bate-papo nas redes sociais da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência de São Pauloquando: 09/06

publicado em:08/06/2020 – 16:05

A artista plástica fala de raízes indígenas e da relação dos sonhos com sua criação artística 

publicado em:08/06/2020 – 12:00

Filme disponível de 8 a 28 de junho, gratuitamente, durante a Mostra Amorosa de Cinema On-Line

publicado em:08/06/2020 – 12:00

Filme disponível de 8 a 28 de junho, gratuitamente, durante a Mostra Amorosa de Cinema On-Line

publicado em:08/06/2020 – 12:00

Filme disponível de 8 a 28 de junho, gratuitamente, durante a Mostra Amorosa de Cinema On-Line

Léo lança carreira solo e abre o jogo sobre o fim da dupla com Victor

Ana Clara Brant 03/11/2019 06:00

Como Cantar seu Primeiro Solo (com Imagens) (foto: Leo Crosara/Divulgação) Durante 27 anos, Leonardo Chaves Zapalá Pimentel, conhecido do público como Léo, se apresentou sempre acompanhado de uma segunda voz, a do irmão Victor, com quem manteve a dupla sertaneja Victor & Léo. Na próxima sexta-feira (8), o cantor lança em BH sua turnê como artista solo, não por acaso batizada de Identidades. “É um frio na barriga, que se transforma em vontade, dedicação, responsabilidade e foco. É um desafio subir ao palco sozinho, principalmente depois de tanto tempo cantando junto, mas estou bem animado”, afirma.E é precisamente na cidade que moldou os dois artistas que Léo inicia a nova fase. “Já tinha feito apresentações mais intimistas em eventos corporativos, mas show grande, com venda de ingressos, será o primeiro”, diz.

“BH é um aglomerado de interioranos. Gente vinda de Viçosa, onde estudei; de Ponte Nova, onde nasci; de Manhuaçu, onde tenho amigos, e de tantos outros lugares.

É uma volta às raízes, já que é um lugar que marcou a profissionalização da nossa dupla. Foi em BH que nós entendemos como era o mundo da música, o processo de ensaio, de montar um repertório.

Por isso é muito interessante voltar”, afirma.

Reinventar é o verbo que tem norteado o artista de 43 anos nos últimos tempos. E sua reinvenção artística inclui também uma mudança na característica do repertório. Além do gênero que o consagrou, Léo cantará MPB, hits internacionais e até arrocha. A julgar pelos últimos singles que divulgou – Sol das seis, que contou com a participação da funkeira Ludmilla, e Cover, faixa com ritmo latino que ganhou coreografia dos dançarinos do FitDance, a nova fase do cantor e compositor é marcada pela diversidade.Confira o clipe de Sol das seis, com Ludmilla:“Daí a ideias de Identidades. A grande diferença é que, agora, não canto somente o que o Léo gosta ou faz, inclusive músicas da dupla, mas canto a sociedade, um país. É como se eu interpretasse vários personagens no palco, vários brasileiros. O que asseguro é que será uma noite comemorativa.” O público do show de sexta terá algumas surpresas, segundo Léo, que revela uma delas: será gravado no KM de Vantagens o clipe da música Wifi do vizinho, parceria dele com o compositor goiano Hebert Mano Dutra.Segundo o cantor, a decisão de se separar do irmão, tomada no ano passado, já vinha sendo amadurecida há algum tempo. Ele afirma que o afastamento não tem ligação com os problemas pessoais de Victor, como a acusação de agressão à mulher,Poliana Bagatini, em 2017, então grávida. Diz ainda que esse não é o fim da dupla, mas sim uma pausa na carreira.“Definitivamente, a gente vai voltar no futuro. Não houve briga, discussão, nada disso. Foi uma decisão muito lúcida, pensada e saudável. Há uma cobrança das pessoas para que a gente volte logo, mas têm que entender que estamos em um outro momento da nossa trajetória. Era um conjunto que dava muito certo, mas formado por duas partes diferentes, duas bandas diferentes, que agora querem seguir o seu caminho, querem experimentar algo novo”, afirma.

Leia também:  Como alterar a senha do youtube: 14 passos (com imagens)

Assim como tudo na vida, a decisão tem um lado bom e outro ruim. O artista revela que o melhor de estar sozinho é a liberdade de escolha e de decisões.

“Quando a coisa é compartilhada, a gente sempre fica amarrado. Essa liberdade artística é muito interessante também.

Já o peso maior é não ter o talento do meu irmão ali do meu lado, com seu violão, a segunda voz. Esse espaço não tem como ser ocupado por ninguém.”

Ele também ressalta que estreitou os laços fraternos com o ex-parceiro de palco, relação que andava meio “amornada”, segundo diz. “O mais bacana de agora é que estamos experimentando mais a relação de irmãos, falando sobre filhos, a vida. Durante todo esse período, era mais Victor & Léo como profissionais do que como irmãos. Até trocamos umas figurinhas sobre música, já que ele continua na ativa, compondo. Mas nosso foco é outro. Não são mais os negócios”, pontua o cantor, que vive em Uberlândia, enquanto Victor mora em Campinas (SP).Léo vai aproveitar a vinda a BH para lançar o seu segundo livro – o primeiro foi No colo dos anjos. Em A grande arte de se reinventar – As 7 habilidades que podem mudar a sua vida (Editora Planeta), Léo divide com o leitor sua jornada de autoconhecimento que o levou a tomar as rédeas da própria vida. Como Cantar seu Primeiro Solo (com Imagens) Léo disse que foi já alvo de preconceito em sua carreira como palestrante (foto: Leo Crosara/Divulgação) A publicação estará à venda no local do show e haverá sessão de autógrafos  em BH no sábado (9), às 11h, na Livraria Leitura, no Pátio Savassi. O historiador Leandro Karnal assina o prefácio do livro, no qual o autor desenvolve o conceito de habilidade revolucionária, que é a capacidade de atingir metas, algo que proporcionará mudanças significativas em diversos âmbitos da vida. O objetivo é ajudar o leitor a se separar de tudo o que lhe faz mal e abraçar o que traz felicidade.“Acho que tudo se fundamenta numa reinvenção constante, nesse processo de sair do ontem e buscar sua versão de hoje. Com essa velocidade em que as coisas estão acontecendo, nessa era da informação, nesse capitalismo que escraviza, muitas pessoas acreditam que ser feliz é chegar num determinado lugar, fica naquele pódio, sentar-se nele o resto da vida e ficar ali de braços cruzados. A felicidade está na busca, nos percursos do dia a dia, na entrega. E isso tem muito a ver com o que o brasileiro tem enfrentado nos dias de hoje”, afirma.

Além de cantar e escrever, nessa nova fase de sua carreira, Léo também atua como palestrante, atividade que começou a desenvolver há aproximadamente quatro anos.

Ele percorre o país dividindo suas experiências de vida e auxiliando profissionais na construção de suas marcas pessoais.

Léo confessa que se surpreendeu com o próprio desempenho e que, no passado, não se considerava habilidoso na arte de comunicar.

“Isso também foi uma reinvenção. Eu tinha um forte entrave com relação a isso de falar, de me expor em público. Mas, um dia, apontei para o espelho e disse: 'vou te vencer'. Com muitas horas de cursos, muito estudo, dedicação e treinamento, consegui me superar nesse sentido.”No início, ele diz, conviveu com certo preconceito. “Cheguei a ouvir: 'O que um cantor sertanejo tem para falar pra mim, para me ensinar?' Mas esses bloqueios e decepções acabaram me ajudando. Entrei no mercado e hoje faço de seis a sete palestras por mês. É bem intenso.” Boa parte de sua agenda é voltada para esse segmento. Aos poucos, ela vai retomando a vida nos palcos e, em paralelo, se dedica também ao Instituto Hortense, que nasceu com a proposta de proporcionar melhora na relação interpessoal por meio da metodologia da educação socioemocional criada pelo psicanalista, professor e escritor Augusto Cury.A ideia, segundo Léo, é ser um agente multiplicador na melhoria da gestão da inteligência emocional com vistas a um mundo melhor. A instituição conta com psicólogos e pedagogos, que desenvolvem um trabalho de capacitação com professores de escolas, principalmente da área rural. Eles ensinam e estimulam os alunos a desenvover suas habilidades socioemocionais. “Essa inciativa já atende a cerca de 35 mil crianças de escolas na região do Triângulo Mineiro. A sociedade se relaciona muito mal, há pouco diálogo, comunicação e empatia. Acredito que essa seja a vacina para o caos em que a gente vive.” Como Cantar seu Primeiro Solo (com Imagens) Novo livro terá lançamento em BH no sábado (9) (foto: Reprodução ) LÉO – TURNÊ SOLO IDENTIDADESNa sexta (8), às 22h, no KM de Vantagens Hall (Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, São Pedro). Ingressos: de R$ 40 a R$ 120, à venda na bilheteria e pelo site www.ticketsforfun.com.br.

Lulu Santos confirma primeira live, feita para "dançar e cantar"

Continuando com os shows on-line, que cada vez mais acontecem na internet por causa do isolamento social, devido à pandemia do coronavírus, mais um grande artista marcou uma apresentação. Dessa maneira, no dia 2 de maio, sábado, acontece a primeira live do cantor Lulu Santos, em seu canal do YouTube, a partir das 21h30.

Na divulgação da live, Lulu Santos escreveu um texto em seu Instagram convidando os fãs a acompanharem o show ao vivo pela internet. Aqui a reproduziremos exatamente da mesma maneira que o cantor escreveu em sua rede social (inclusive como erros de português e encurtamentos típicos da linguagem on-line).

“Todo mundo espeera alguma coisa d um Sábado ã Noitchy. Acho bonitas as ‘lives’ de voz e violão mas decidi q a nossa tinha q ser animada, pra levantar o espírito e balançar o esqueleto e é isso q vamos tentar fazer”.

Além disso, o cantor pediu para que as pessoas se produzam para o show on-line. “A sua parte é botar um modelo luxuoso ou ousado, se emperiquitar e fazer d conta q é um sabadão rolê na night.

Ah, separa o aditivo d sua escolha e aprecie a música sem moderação”. Super bem humorado, né?!

Em sua live, o cantor tocará sucessos de toda sua carreira como “Apenas mais uma de amor”, “Como uma onda”, “Tempos modernos”, “Toda forma de amor” e “Um certo alguém”. Além disso, “A cura”, “Sereia”, “O último romântico” e “De Repente, Califórnia”.

Mais sobre o cantor

A vida musical de Lulu Santos começou bem cedo, quando tinha apenas 12 anos. Nessa idade, ele teve sua primeira banda cover dos Beatles. Assim, a carreira profissional iria começar aos 19 anos, com o grupo Veludo Elétrico. Um ano depois, Lulu estava no Vímana, banda composta por: Lobão na bateria, Fernando Gama no contrabaixo e Ritchie nos vocais.

Em 1981, já em carreira solo, assinou com a gravadora WEA e compôs “Tesouros da juventude”, em parceria com o jornalista Nelson Motta, já com o seu nome artístico, Lulu Santos. Em seguida, vieram discos e hits como: “Tempos modernos”, em 1982, cuja faixa título do disco foi o primeiro sucesso de Lulu.

Após, lançou “O Ritmo do momento”(1983), “Tudo azul” (1984) “Normal” (1985), “Lulu” (1986) e “Toda forma de amor” (1988). Estes discos lhe garantiram um grande número de sucessos: “Um certo alguém”, “Como uma onda”, “Tão bem”, “O último romântico”, “Casa” e “A cura”. Músicas que, com certeza, estarão na live de Lulu Santos neste sábado (2/5).

No ano de 1994 lança “Assim caminha a humanidade”. Além disso, em 1997, Lulu Santos fez “Liga Lá”, com fusões de techno. Depois de experimentar novos arranjos, Lulu voltou ao formato radiofônico com o álbum “Calendário” (1999), puxado pela música “Fogo de Palha”. No ano 2000, Lulu lança seu primeiro Acústico MTV em dois volumes.

Anos 2000

Em 2007, com “Longplay”, Lulu ficou mais três anos em turnê pelo Brasil e outros países. Seus shows foram vistos por mais de 5 milhões de pessoas. Ademais, em meados de 2010, Lulu Santos comemorou seus 30 anos de carreira solo e os dez anos da gravação do seu primeiro Acústico MTV e, no mesmo ano, lançou o seu Acústico MTV Vol. 2.

Leia também:  Como calcular a energia cinética: 9 passos (com imagens)

Em 2012, passou a ser jurado do programa da TV Globo,“The Voice Brasil”, junto com Claudia Leitte, Daniel e Carlinhos Brown, no qual permanece atualmente. Além disso, em dezembro do mesmo ano, lançou a compilação “Toca Lulu”: uma caixa composta por quatro discos contendo seus maiores sucessos em comemoração aos seus 30 anos de carreira.

No ano de 2015, Lulu Santos lançou o disco “Toca + Lulu” que vendeu 300 mil cópias.

Live Lulu Santos

Quando: Sábado, 2 de maio, a partir das 21h30

Onde: Canal do YouTube do cantor

13 cantores gospel brasileiros que arrastam multidões

A música gospel tem se consolidado como um gênero cada vez mais popular. São muitos os festivais e shows que arrastam multidões e levam um público enorme a cantar junto.

Conheça agora alguns dos cantores mais ouvidos nos aplicativos de música e com maior repercussão nas redes sociais. As posições da lista são baseadas no número de seguidores no Instagram, em ordem decrescente.

Leia também:

  • Filha de pastores, a também pastora e cantora Aline Barros, que também tem um trabalho só para o público infantil, começou cedo na música. Com apenas nove anos, já acompanhava o pai nos cultos e com apenas 16 anos lançou o hit que levaria ela ao sucesso: “Consagração”, música que ficou nove meses nas paradas de sucesso. O primeiro DVD gravado pela cantora, em 2002, levou um público de cinquenta mil pessoas para a cidade de Vila Velha, no Espírito Santo. Em 2008, Aline lotou o Maracanãzinho para a gravação do DVD com as canções de “Caminho de Milagres”, levando cerca de 10 mil pessoas. E dentro do mundo virtual a cantora também arrasta multidões: são mais de 4,4 milhões de seguidores em seu Instagram
  • Ex-apresentadora mirim do programa Bom Dia & Cia, do canal SBT, Priscilla Alcântara já faz sucesso desde muito nova. Desde criança, também já cantava em igrejas evangélicas e iniciou a carreira como cantora profissional em 2006. Recebeu o prêmio Troféu de Ouro de Melhor Música Gospel do Ano com a canção Espírito Santo, em 2013. Tem mais de 4,1 milhões de seguidores no Instagram e mais de 2,2 milhões de inscritos em seu canal no Youtube
  • Com 3,4 milhões de seguidores no Instagram, Gabriela Rocha também é uma das celebridades gospel que movimenta muitos fãs. A paulista começou a carreira no concurso de talentos do programa do Raul Gil, entre 2007 e 2008, vencendo a competição. Em 2012, a cantora já estava assinando contrato com a Sony Music para a elaboração de seu primeiro álbum, “Jesus”
  • A cantora Bruna Karla começou realmente muito cedo na música: com apenas três anos de idade ela já estava cantando em igrejas. Em 2001, foi indicada pela Fernanda Brum para a gravadora MK e lançou seu primeiro disco, chamado ?Alegria Real?. Depois disso, a cantora já conseguiu disco de ouro, de platina e três indicações ao Grammy Latino. Em 2018, Bruna Karla, que possui 2,9 milhões de seguidores em seu Instagram, lançou um disco infantil
  • Com 2,4 milhões de seguidores no Instagram, a carioca, Fernanda Brum venceu o Grammy Latino de 2018 com seu álbum “Som da Minha Vida”, que foi considerado o melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa do Ano. Sua carreira começou em 1993, quando gravou seu primeiro álbum chamado “Feliz de Ver”. Na época, Fernanda abriu o show da cantora Shirley Carvalhaes, com um público de 150 mil pessoas, apresentação que lhe rendeu contrato com a gravadora MK e abriu as portas para seu sucesso
  • Com três discos de diamante, Damares é outra cantora gospel que também arrasta multidões. Em 2011, gravou um DVD ao vivo e reuniu mais de 60 mil pessoas na cidade de São Sebastião, em São Paulo. Damares já recebeu um prêmio no Troféu Talento e outros dois no Troféu Promessas, todos ligados à música gospel. A cantora é de Santa Elisa, no Paraná, e com 19 anos lançou seu primeiro álbum “Asas de Águia”, em 1996. No Instagram, Damares conta com 2,1 milhões de seguidores
  • Eyshila tem seis discos de platina e nove discos de ouro, somando mais de 1,5 milhão de cópias vendidas. A artista começou sua carreira com apenas 15 anos, fazendo parte do grupo Altos Louvores. Em sua conta no Instagram, são mais de 2,1 milhões de pessoas que acompanham o trabalho da cantora
  • Filha dos pastores presidentes da Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte, Ana Paula Valadão é uma cantora que também movimenta muita gente por aí. Com 2 milhões de seguidores no Instagram, Ana Paula é também conhecida como a Sandy Gospel, tamanho o sucesso que faz. A cantora é fundadora do grupo Ministério de Louvor Diante do Trono, com o qual já vendeu mais de 15 milhões de discos, um recorde no Brasil. Outro recorde do grupo de Ana Paula foi a apresentação realizada em 2003 que reuniu mais de 2 milhões de pessoas no Aeroporto Campo de Marte, em São Paulo. O público foi o segundo maior já reunido no Brasil, ficando atrás apenas do Rock in Rio
  • Irmão de Ana Paula Valadão, André Valadão também é um artista gospel de muito sucesso. Ele fez parte até 2004 do Ministério de Louvor Diante do Trono e, desde então, segue a carreira solo. André também já foi indicado duas vezes ao Grammy Latino, pelos álbuns “Sobrenatural” (2008) e “Fé” (2009). No Instagram, o artista acumula 1,8 milhão de seguidores
  • De Aracaju, no Sergipe, Fernandinho é mais outro fenômeno da música gospel. O disco “Teus Sonhos”, de 2012, vendeu mais de 80 mil cópias em três dias e rendeu ao cantor o disco de platina. O clipe do seu último hit, Galileu, tem mais de 14 milhões no Youtube. No Instagram, o cantor acumula mais de 1,7 milhão de seguidores
  • Mineira, Nívea Soares também arrasta multidões por onde passa. É cantora gospel desde 1998, chegando a participar da banda Diante do Trono, da Ana Paula Valadão. Desde 2003, segue carreira solo e hoje a também pastora tem mais de 1,3 milhão de seguidores no Instagram. O vídeo da sua música “Que Se Abram os Céus”, no Youtube, tem mais de 14 milhões de visualizações
  • O pernambucano Leonardo Gonçalves é de uma família de músicos ligados à Igreja Adventista do Sétimo Dia. Iniciou sua carreira em 2001, fazendo parte do grupo Novo Tom, e, desde 2002, segue carreira solo. Seu primeiro álbum, “Poemas e Canções”, vendeu mais de 70 mil cópias. No Instagram, Leonardo tem 963 mil seguidores
  • Paulo César Baruk começou ainda adolescente, fazendo backing vocal para diversas bandas gospel. Hoje, ele já acumula mais de dez álbuns produzidos, tendo sido indicado duas vezes ao Grammy Latino. No Youtube, o clipe da sua música “Ele Continua Sendo Bom” tem mais de 4,9 milhões de visualizações. Seu Instagram conta com 702 mil seguidores

Errata: o texto foi atualizado

Diferentemente do informado inicialmente no item 12, o cantor Leonardo Gonçalves fez parte do grupo Novo Tom, e não Novo Som. A informação foi corrigida.

Show em casamento real, perda da fala: a vida de Marie Fredriksson após câncer

Marie Fredriksson, a cantora sueca conhecida como a voz do Roxette, morreu ontem aos 61 anos de idade. Apesar de lutar contra um câncer no cérebro desde 2002, a artista não se entregou e fez shows pelo mundo até 2016. Ela até cantou em um casamento real durante o tratamento contra a doença, que a deixou com algumas sequelas.

Em 2010, a banda Roxette se apresentou na festa de casamento princesa herdeira da Suécia, Vitória, com Daniel Westling, no salão de estado no Palácio Real de Estocolmo. Na ocasião, o evento foi descrito como “o maior casamento real da Europa desde que o Príncipe de Gales se casou com a Lady Diana Spencer em 1981.

De 2010 a 2016, Roxette viajou em turnê pelo mundo e Marie lançou um novo projeto solo, em 2013: o álbum Now, precedido de turnê. Em 2016, no entanto, a doença progrediu e os médicos recomendaram que ela desse uma pausa na apresentações.

Apesar do tratamento intensivo, Marie continuou compondo ao lado do marido Mikael Bolyos. Paralelamente, ela usou o desenho com carvão como forma de terapia e montou várias exposições bem sucedidas.

Marie Fredriksson deixa o marido Mikael Bolyos e seus dois filhos Ines Josefin, 26 anos e Oscar, 23.

Marie Fredriksson, uma biografia

Nascida em Össjö, na Suécia, ela era a caçula de uma família de cinco filhos. Desde criança, já gostava de cantar e fazia pequenas apresentações para familiares e vizinhos. Mas foi na adolescência que o interesse ficou mais forte.

Aos 17 anos, Marie entrou para escola de música e passou a se apresentar em um teatro local. Mais tarde, criou com seu namorado, Stefans, a banda Strul, com a qual se apresentavam em festivais locais.

Com fim do Strul, Marie e um novo namorado, Martin Sternhuvsvud, formaram a banda MaMas Barn.

Apesar de conquistarem a crítica com o primeiro álbum, produzido pelo guitarrista do ABBA, Finn Sjöberg, o grupo não empolgou o público e acabou logo depois.

Foi quando, no fim de 1983, ela resolveu investir na carreira solo. No ano seguinte, lançou seu primeiro single ainda cantando em sueco, Ännu Doftar Kärlek. Com o trabalho, a cantora alcançou a posição de uma das maiores artistas femininas da Suécia com o álbum The Seventh Wave e músicas como The Best Day e Towards Unknown Sea.

Leia também:  Como arrumar unhas de acrílico: 13 passos (com imagens)

O Roxette nasceu em 1986, quando Marie e seu amigo Per Gessle lançaram o primeiro single, Neverending Love, e o álbum Pearls of Passion. Com isso, a banda se tornou um sucesso na Suécia, Mas não só. Pelo mundo, o Roxette emplacou hits nas décadas de 1980 e 1990, como Listen to Your Heart, The Look e It Must Have Been Love.

Marie Fredriksson narrou suas experiências na autobiografia Listen to My Heart, lançada em 2015, em que relata sua infância em uma família humilde até sua ascensão aos palcos mundiais. Com o Roxette, vendeu mais de 75 milhões de discos com a banda, sem deixar de lado a luta contra a doença.

A artista sueca conta que o seu primeiro grande trauma ocorreu quando ela tinha apenas 8 anos e a irmã Anna-Lisa morreu num acidente de carro.

No livro, Fredriksson cita ainda a luta contra o tumor cerebral, detectado há 17 anos, após sofrer um desmaio. Com inúmeros tratamentos pesados, incluindo quimioterapia e radioterapia, ela passou por uma cirurgia no cérebro, em 2003. Ficou com sequelas e perdeu temporariamente a capacidade de falar e cantar, além da visão de um dos olhos e parte da audição.

Após tratamentos e terapias, acabou se recuperando e voltou aos estúdios e aos palcos.

Sandy: biografia, fotos, vídeos, notícias – iG

  1. 1. BIOGRAFIA
  2. 2. FOTOS
  3. 3. VIDA PESSOAL
  4. 4. CARREIRA

Nascida em Campinas, Sandy Leah Lima é filha do cantor Durval de Lima, o Xororó da dupla sertaneja Chitãozinho & Xororó.

Seu primeiro nome veio do filme “Grease – Nos Tempos da Brilhantina” e seu segundo nome, Leah, é de origem hebraica. Durante 17 anos, Sandy formou a dupla Sandy & Junior com seu irmão mais novo.

A primeira apresentação deles foi em 1989, quando ela tinha apenas seis anos, no programa “Som Brasil”. Um ano depois, a dupla gravou seu primeiro álbum, “Aniversário do Tatu”, lançado em 1991.

Após lançarem juntos 16 discos, incluindo três ao vivo e um acústico, o último álbum da dupla, Sandy e seu irmão, Junior, anunciaram no início de 2007 que iriam se separar para se dedicarem a carreiras solo.

Além do trabalho ao lado do irmão, a cantora também já participou de projetos envolvendo Bossa Nova, Jazz, MPB e até música erudita, fazendo parcerias com grandes nomes como Pedro Mariano, Gilberto Gil, Milton Nascimento, Caetano Veloso e Ivete Sangalo, além dos cantores internacionais Andrea Bocelli, Enrique Iglesias, Jason Mraz e Taboo, do Black Eyed Peas.

Entre os momentos de maior destaque da sua carreira está a participação em um especial em homenagem à cantora Elis Regina, quando Sandy tinha apenas 13 anos.

Depois, em 1998, ela participou de um show em Paris durante a Copa do Mundo quando ainda fazia dupla com seu irmão. Em 2007, Sandy fez sua primeira turnê solo interpretando canções de jazz e bossa nova. Além de cantar, ela também assinou a direção musical dos shows.

Três anos depois, em 2010, ela lançou seu primeiro disco solo chamado “Manuscrito”, que possui treze músicas autorais e inéditas, incluindo composições próprias e algumas parcerias.

Entre novembro e dezembro do mesmo ano, Sandy fez uma turnê pelo Brasil para divulgar o novo disco, com um repertório que traz também covers e hits do passado.

Além da carreira de cantora, Sandy se formou em 2008 em Letras em português e inglês pela PUC. Como atriz, ela fez sua estreia na televisão com uma participação na novela “A História de Ana Raio e Zé Trovão”, em 1990.

Em 1997, ela e seu irmão apresentaram o programa “Sandy e Junior Show”, exibido pela extinta TV Manchete, mas que durou menos de um ano. Depois, de abril de 1999 a março de 2003, a dupla atuou no seriado “Sandy & Junior”, da Rede Globo.

Sandy então voltou às novelas como protagonista em “Estrela-Guia”, de 2001. Em 2006, ela fez participações especiais em “Sítio do Picapau Amarelo” e “A Diarista”, até que no ano seguinte trabalhou na novela “Paraíso Tropical”.

Sandy também já se aventurou no cinema, participando dos filmes “O Noviço Rebelde” (1997) e “Acquária” (2003), além do curta-metragem “Estranho Jeito de Amar” (2006).

Topo

FOTOS

Topo

VIDA PESSOAL

Sandy se casou com Lucas Lima, violista e violinista e cantor do grupo Família Lima, em uma cerimônia realizada em Campinas em setembro de 2008.

Eles se conheceram em 1998 e começaram a namorar no ano seguinte, mas terminaram seis meses depois. A relação, cheia de idas e vindas, teve um novo início quando o casal reatou em 2001, mas acabou de novo em menos de um ano.

Sandy e Lucas voltaram a namorar em 2004, dessa vez acabando em casamento quatro anos depois.

Ela sempre preservou sua vida pessoal e pouco se sabe de outros relacionamentos. Além de Lucas Lima, Sandy também namorou o ator Paulo Vilhena por oito meses.

Topo

CARREIRA

Sandy começou sua carreira de cantora ainda criança, quando formou a dupla Sandy & Junior com seu irmão mais novo.

Eles se apresentaram pela primeira vez em 1989 e lançaram o primeiro álbum em 1991.

Após 17 anos, a dupla anunciou sua separação em 2007 e, em 2010, Sandy lançou seu primeiro disco solo, que inclui algumas composições próprias.

Além de cantora, Sandy também é atriz, tendo feito sua primeira participação na televisão na novela “A História de Ana Raio e Zé Trovão”, em 1990.

Após a primeira tentativa de um programa sobre a dupla em 1997, na Manchete, Sandy e seu irmão se tornaram os protagonistas do seriado “Sandy & Junior”, exibido pela Rede Globo de 1999 a 2003.

Em 2001, Sandy protagonizou a novela “Estrela-Guia” e, em 2007, fez uma participação especial em “Paraíso Tropical”. No cinema, ela trabalhou em dois filmes e em um curta-metragem.

Discografia

Manuscrito (solo) (2010)

Acústico MTV (2007)
Sandy e Junior 2006 (2006)
Identidade (2003)
Ao Vivo no Maracanã (2002)
S&J Internacional (2002)
Vamos Pular com Sandy e Junior (2002)
Sandy e Junior 2001 (2001)
As Quatro Estações – O Show (2000)
Todas as Estações – Remixes (2000)
Os Maiores Sucessos Vol. 2 (2000)
As Quatro Estações (1999)
Os Maiores Sucessos Vol. 1 (1999)
Era Uma Vez (Ao Vivo) (1998)
Nascemos Pra Cantar (1997)
Sonho Azul (1997)
Dig-Dig-Joy (1996)
Os Grandes Sucessos de Sandy & Junior (1995)
Você é D+ (1995)
Pra Dançar Com Você (1994)
Tô Ligado Em Você (1993)
Sábado a Noite (1992)
Aniversário do Tatu (1991)

  • Videografia
  • Documentário “Tempo” (solo)(2010)

Acústico MTV (2007)
Making Of de Sandy e Junior 2006 (2006)
Ao Vivo No Maracanã (2002)
Vamos Pular com Sandy e Junior (2002)
Sandy e Junior na TV (2002)
As Quatro Estações – O Show (2000)
Era Uma Vez (Ao Vivo) (1998)
Os Grandes Sucessos de Sandy e Junior – Turnê Sonho Real (1995)

  1. Televisão
  2. Paraíso Tropical (2007)

A Diarista (2006)
Casseta & Planeta, Urgente! (2006/2007)
Sítio do Picapau Amarelo (2006)
Alice no País das Maravilhas (Programa da Xuxa) (2002)
Estrela-Guia (2001)
Sandy & Junior (1999-2003)
Sandy e Junior Show (1997)
Especial de Natal Xuxa (1992)
A História de Ana Raio e Zé Trovão (1990)

  • Cinema
    Estranho Jeito de Amar (curta-metragem) (2006)
    Acquária (2003)
    O Noviço Rebelde (1997)
  • Turnês
  • Show Manuscrito (2010)

Acústico MTV (2007)
Sandy Turnê Solo (2007)
Tour 2006 (2006)
Identidade Tour (2004)
Sandy & Junior 2002 (2002)
Quatro Estações (2000)
Eu Acho que Pirei (1998)
Dig-Dig-Joy (especial Rede Bandeirantes) (1997)
Sonho Real (especial Rede Bandeirantes) (1995)
Pra Dançar com Você (especial Rede Manchete) (1994)

  1. Prêmios
  2. 2008: Vencedora do Prêmio TIM de Música como Melhor Dupla de Canção Popular (Sandy & Junior)

2007: Prêmio Globo Rádio como Conjunto da Obra (Sandy & Junior)
2007: Prêmio Globo Rádio como Melhor Show – Arrasta Multidão (Sandy & Junior)
2007: Prêmio Globo Rádio como Melhor Cantora – A Musa do Palco (Sandy)
2006: Indicada ao Latin Grammy Awards como Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro (Sandy & Junior)
2005: Indicada ao Prêmio Multishow de Música Brasileira como Melhor Cantora
2004: Indicada ao Prêmio Multishow de Música Brasileira como Melhor Cantora
2003: Indicada ao Prêmio Multishow de Música Brasileira como Melhor Cantora
2002: Vencedora do Prêmio Multishow de Música Brasileira como Melhor Cantora
2001: Vencedora do Troféu Imprensa e Internet como Melhor Cantora
2001: Indicada ao Prêmio Multishow de Música Brasileira como Melhor Cantora
2000: Vencedora do Prêmio Multishow de Música Brasileira como Melhor Cantora
 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*