Como calcular a ovulação com menstruações irregulares

Foto: Divulgação Como Calcular a Ovulação com Menstruações Irregulares Nos primeiros quatorze dias após a menstruação, os níveis de estrogênio estão em alta, o que acarreta no aumento da libido feminina. 

Acredite, entender como funciona o ciclo menstrual, não é um desejo apenas das mulheres, mas também dos homens, principalmente, quando isso interfere na vida de casado. Dias férteis, mudanças de humor, cólicas, tudo isso está incluso no chamado ciclo menstrual. Para entender como funciona o período a ginecologista e obstetra Lorena Baldotto, exemplifica:

“Vamos usar como exemplo aquela mulher que tem um ciclo regular de 28 dias ? Quando a menstruação descer é considerado o primeiro dia do ciclo. Quatorze dias após a menstruação, ocorre a ovulação, esse é o período que a gravidez pode ocorrer, também chamado de período fértil”, comentou a médica.

Lorena também alerta que nos primeiros quatorze dias após a menstruação, os níveis de estrogênio estão em alta, o que acarreta no aumento da libido feminina. 

Foto: Divulgação Como Calcular a Ovulação com Menstruações Irregulares Lorena Baldotto é ginecologista, obstetra e sexóloga. 

O que acontece com a ovulação? 

“14 dias depois da ovulação, independente se houve fecundação ou não, esse óvulo vai para o útero.

Se a mulher não estiver grávida, vai ocorrer a descamação do tecido que foi formado para a chegada do feto e, quando não existe, a menstruação chega novamente.

Neste fim do ciclo, há queda do estrogênio e aumento da progesterona, tudo para deixar o corpo preparado para uma gestação”, explicou a ginecologista. 

Sinais da ovulação 

Quando a mulher está ovulando, geralmente, o organismo dá alguns indícios, como um aumento entre 0,3 e 0,8 graus Celsius do organismo. Além disso, o muco vaginal costuma ser mais espesso, parecido como uma clara de ovo.

“Apesar de todas essas informações, não podemos confiar 100% em métodos como a tabelinha para evitar ou tentar uma gravidez, porque as mulheres tem ciclos irregulares, isso é absolutamente normal, já que qualquer alteração, seja física ou emocional pode afetar esse processo”, disse a Baldotto. 

A ginecologista ainda alerta que é muito importante que a mulher tenha conhecimento do seu organismo, tanto para auxiliar no seu objetivo, até para preservar a sua saúde.

“Só não se esqueça de sempre ter seu médico ginecologista te ajudando com isso.

Além disso, quando uma gravidez deseja ser evitada, o ideal é o uso do preservativo, que é a única barreira contra as doenças sexualmente transmissíveis”, alertou. 

Como calcular o período fértil: passo a passo + sintomas ????

A curiosidade sobre como calcular o período fértil, geralmente, é maior nas mulheres que não conseguem engravidar. Mas qualquer mulher pode entender esse mecanismo independente de querer ou não ter um filho no momento.

  • O corpo feminino tem mecanismo específicos e, ao contrário do homem, que é perfil durante a vida toda, as mulheres liberam de um a dois óvulos em um período determinado do ciclo.
  • Esse intervalo é chamado de período fértil e aprender como calcular é bastante simples.
  • Mas atenção: a contagem do período fértil não serve como método contraceptivo — esse processo é conhecido popularmente como tabelinha
  • Isso porque existem fatores que causam variações naturais no ciclo que podem torná-lo impreciso e pouco seguro.

Falaremos mais adiante sobre o assunto, mas antes vamos aprender passo a passo como calcular o período fértil em ciclos regulares e irregulares. Continue lendo!

O que é período fértil? 

  1. Antes de aprender como calcular o período fértil, vamos explicar detalhadamente o que é período fértil.
  2. O período fértil é o intervalo de tempo em que a mulher está mais propensa a engravidar.

  3. É a fase do ciclo menstrual em que o ovário se prepara e libera o óvulo para ser fecundado caso haja uma relação sexual no período.

  4. Em ciclos regulares de 28 dias, o período fértil compreende os três dias antes e os três dias, tendo como referência o 14º dia do ciclo menstrual — contado a partir do primeiro dia da menstruação. 
  5. Quer entender melhor como calcular o período fértil? Vamos para o passo a passo:

Como calcular o período fértil: passo a passo

Como Calcular a Ovulação com Menstruações Irregulares

Caso o seu ciclo seja regular, aprender como calcular o período fértil é mais fácil e objetivo. Já se o ciclo é irregular, a conta precisa de uma amostragem de longo prazo, mas pode ser feita sem problemas.

Entenda como calcular o período fértil em cada caso:

Cálculo do período fértil: ciclo regular

  • Um ciclo menstrual regular tem 28 dias. Para fazer o cálculo do período fértil pegue um calendário para facilitar a determinação das datas e siga as seguintes etapas:
  • 1- Identifique no calendário a data do primeiro dia da menstruação;
  • 2- Conte 14 dias a partir do primeiro para encontrar o dia da ovulação, ou seja, seu dia mais fértil do ciclo;

3- Depois de determinar o dia mais fértil, os três dias antes e os três dias depois compreendem o seu período fértil com auge no 14º dia. Vejamos esse passo a passo na prática no exemplo abaixo.

Suponhamos que o primeiro dia da menstruação aconteceu no dia 03 do mês. O 14º dia do ciclo menstrual é no dia 16. Dessa forma, o período fértil vai do dia 13 até o dia 19

Durante esse período, a chance de engravidar é maior. 

Cálculo do período fértil: ciclo irregular

  1. Agora para aprender como calcular o período fértil em ciclos irregulares, é necessários ter uma amostragem maior, já que a quantidade de dias dos ciclos menstruais é variável.
  2. Para fazer o cálculo do período fértil é preciso acompanhar durante um ano o primeiro dia de cada menstruação.

  3. O passo a passo de como calcular o período fértil é o seguinte:
  4. 1- Durante os 12 meses, anote o primeiro dia de cada ciclo menstrual, ou seja, o dia em que a menstruação “descer”;
  5. 2- Calcule mês a mês quantos dias tiveram cada um dos ciclos;
  6. 3- Ao final do ano, você terá as datas e a quantidade de dias que seu ciclo variou;
  7. 4- Para calcular o período fértil, pegue o ciclo mais curto e subtraia 18;
  8. 5- Depois, pegue o ciclo mais longo e subtraia 11;
  9. 6- O dois resultados vão determinar o começo e o final do seu período fértil no ciclo.

Nos ciclos irregulares, esse intervalo é uma média maior e, por isso, um pouco mais imprecisa. Não é possível determinar também o dia certo da ovulação como em um ciclo regular.

  • Vejamos um exemplo prático de como calcular o período fértil no ciclo irregular:
  • Durante o ano, a quantidade de dias de cada ciclo foram:
  • – Janeiro: 21 dias;
  • – Fevereiro: 23 dias;
  • – Março: 22 dias;
  • – Abril: 24 dias;
  • – Maio: 26 dias;
  • Junho: 29 dias;
  • – Julho: 27 dias;
  • – Agosto: 22 dias;
  • – Setembro: 21 dias;
  • – Outubro: 23 dias;
  • Novembro: 20 dias;
  • – Dezembro: 28 dias.
  • Ciclo mais curto: Novembro > 20 – 18 = 2.
  • Ciclo mais longo: Junho > 29 – 11 = 18.
  • Neste exemplo, o período fértil acontece entre o 2º e o 18º dia do ciclo menstrual e é o melhor período para poder engravidar. 

Sintomas do período fértil

  1. Além de aprender como calcular o período fértil, também é possível reparar nas alterações sutis que se manifestam no corpo durante esse momento.

     

  2. Alguns sintomas do período fértil são:
  3. – Dor leve na região do baixo ventre;
  4. – Elevação da temperatura corporal;
  5. – Aumento da libido;
  6. – Secreção vaginal semelhante a clara de ovo.

Como são sinais sutis muitas vezes, uma maneira de confirmar se o período fértil está realmente acontecendo é fazer um teste de ovulação. Este teste pode ser comprado na farmácia. 

As mulheres que querem engravidar devem, primeiro, procurar a orientação do ginecologista para fazer os exames necessários antes de engravidar. 

Caso não deseje engravidar, a orientação do ginecologista também é importante para usar o método contraceptivo adequado. 

Faça os exames pré e pós-gravidez com segurança

Agora que você já sabe como calcular o período fértil, pode entender mais sobre a gravidez no post “Não consigo engravidar: quais exames devo fazer? Descubra!”.

  • Para ter o auxílio necessário nos exames de checagem, acesse o site da Eigier Diagnósticos e conheça nossa estrutura clínica para exames de diagnóstico por imagem. 
  • Você pode pré-agendar seu exame online do conforto da sua casa.
  • Estamos há mais de 37 anos no mercado e somos responsáveis pelo controle de empresas especializadas que atuam em medicina diagnóstica por imagem.
  • Confira alguns dos exames disponíveis em nossa unidade:
  • Agende hoje mesmo seu horário e tenha o melhor atendimento e cuidado com a sua saúde.

Comentários:

Como calcular o período fértil?

Saber como calcular o período fértil permite que você entenda melhor o seu corpo e possa evitar ou favorecer uma possível gestação.

Como Calcular a Ovulação com Menstruações Irregulares

Caso você esteja pensando em engravidar ou procurando evitar uma gestação, é muito importante saber como calcular o período fértil. Esse período corresponde aos dias do mês em que ocorre a ovulação, ou seja, existem mais chances de que aconteça a concepção se houver uma relação sexual.

Além disso, saber identificar o período fértil permite que a mulher entenda mais sobre seu próprio corpo e as mudanças que acompanham as diferentes etapas do ciclo menstrual.

O que é o período fértil

O período fértil é um intervalo em torno de 5 a 7 dias dentro do qual ocorre a ovulação, ou seja, a mulher estará mais propensa a engravidar caso ela não utilize nenhum método anticoncepcional hormonal e haja uma relação sexual sem o uso de preservativo.

Durante o período fértil, a mulher pode observar algumas alterações no seu organismo, como um espessamento no muco vaginal, uma leve redução na temperatura corporal, um aumento na libido e algumas “fisgadas” nas laterais do abdômen.

Entender como calcular o período fértil e reconhecer esses sinais do corpo é um bom recurso que as mulheres podem utilizar para aumentar suas chances de gerar um bebê. Da mesma forma, para aquelas que não desejam ter filhos, esse conhecimento é essencial para saber quando se deve reforçar a proteção.

Como calcular o período fértil

O cálculo do período fértil parte do princípio de que a ovulação tende a acontecer 14 dias antes da menstruação. Assim, para um ciclo menstrual regular de 28 dias, a data mais provável para a ovulação pode ser estimada para 14 dias antes do próximo sangramento.

Por exemplo, se uma mulher com ciclo de 28 dias ficou menstruada no dia 2 de dezembro, sua próxima menstruação deverá ocorrer no dia 29. Então, basta fazer 29 menos 14 para obter a data mais provável da próxima ovulação, que deverá ser no dia 15 desse mesmo mês.

Contudo, a liberação do óvulo pode acontecer alguns dias antes ou depois, e ele permanece viável para a fecundação por cerca de 24 horas. Por outro lado, os espermatozoides podem manter sua atividade por até 5 dias, embora sejam mais ativos nas primeiras 48 horas.

Pensando em tudo isso, é mais seguro considerar que período fértil começa 3 dias antes do dia provável da ovulação e vai até 3 dias depois. Assim, para essa mesma mulher do nosso exemplo, podemos estimar que o período fértil vai de 12 a 18 de dezembro.

Dessa forma, se essa mulher quiser engravidar, essas são as datas em que ela deve ter relações sexuais sem preservativo, pois haverá uma chance maior de que o óvulo se encontre com o espermatozoide.

Como calcular o período fértil para um ciclo regular com mais ou menos de 28 dias

Normalmente, o ciclo menstrual costuma durar de 21 a 40 dias. Fisiologicamente falando, a diferença entre esses ciclos está na fase pré-ovulatória: quanto mais longo é o ciclo, mais tempo o organismo da mulher precisa para amadurecer o óvulo que será liberado.

Dessa forma, a quantidade de dias depois da ovulação costuma ser parecida mesmo entre mulheres com ciclos de duração diferente. Por isso, para calcular o período fértil nesses casos, continua valendo a dica de subtrair 14 dias a partir da data prevista da próxima menstruação.

Por exemplo, uma mulher com ciclo regular de 26 dias ficou menstruada no dia 1º de dezembro. Sua próxima menstruação deverá ser no dia 26, portanto devemos fazer 26 menos 14 para encontrar a data provável de ovulação, que deverá ser no dia 12 do mesmo mês. Considerando as variações, o período fértil será do dia 9 ao dia 15 de dezembro.

Como calcular o período fértil com ciclo menstrual irregular

Uma das desvantagens do cálculo do período fértil é que muitas mulheres não têm ciclos regulares: um mês ele é de 28 dias, no outro pode ser de 30, no seguinte será 27 etc. Para essas mulheres, existem duas formas de estimar o período fértil.

A primeira delas pode ser utilizada para ciclos irregulares que duram entre 26 a 32 dias. Nesse caso, estima-se que a data de início do período fértil será a mesma de um ciclo de 26 dias, enquanto a data final será a mesma de um ciclo de 32 dias.

Vamos imaginar uma mulher com ciclo irregular que tenha menstruado no dia 1º de dezembro.

Para um ciclo de 26 dias, a ovulação aconteceria no dia 12, e o período fértil seria entre os dias 9 e 15 de dezembro.

Já para um ciclo de 32 dias, a ovulação cairia no dia 18, e o período fértil seria entre os dias 15 a 21. Assim, a estimativa do período fértil para essa mulher vai do dia 9 ao dia 21 de dezembro.

A segunda maneira de calcular o período fértil exige que a mulher tenha anotado a duração de seus ciclos menstruais nos últimos seis meses. Dentro desse tempo, ela deve pegar o menor e o maior ciclo para fazer o cálculo, subtraindo 18 e 11 de cada um respectivamente.

Veja o exemplo: uma mulher sabe que seu menor ciclo teve 25 dias e que o maior teve 34. Assim, ela deve fazer 25 menos 18 (resultado: 7) e 34 menos 11 (resultado: 23). Então, ela deve considerar que seu período fértil será entre o 7º e o 23º dia do ciclo, a partir da data da última menstruação.

Eficácia do cálculo do período fértil

Como você pôde perceber, não é possível saber com muita precisão a data em que a mulher vai ovular, principalmente para aquelas que têm ciclos menstruais irregulares. Assim, mesmo que esses cálculos sejam úteis para mulheres que queiram engravidar, eles não devem ser utilizados como o único método contraceptivo, como a tabelinha.

Saber como calcular o período fértil é importante, mas, como o organismo está sujeito a sofrer alterações e não funciona como uma máquina, pessoas que não desejam ter filhos devem fazer uso de métodos anticoncepcionais, como a pílula e o preservativo. Além disso, vale lembrar que a fertilidade nada tem a ver com a suscetibilidade a uma doença sexualmente transmissível.

  • Fonte(s): MD. Saúde, Trocando Fraldas, Tua Saúde e Almanaque dos Pais
  • Saber identificar o período fértil permite que a mulher entenda mais sobre seu próprio corpo e as mudanças que acompanham as diferentes etapas do ciclo menstrual

Como calcular o período fértil?

O período fértil é o único momento do ciclo menstrual que a mulher pode engravidar.

Em alguns casos, o casal tem a impressão de que a gravidez aconteceu fora do período fértil, mas isso não ocorre.

O espermatozoide pode sobreviver alguns dias dentro do sistema reprodutor feminino, portanto as relações sexuais realizadas alguns dias antes da ovulação podem ter como resultado uma gravidez.

Embora o ciclo menstrual possa sofrer variações, na maioria das mulheres ele tem duração de 28 dias e é dividido em três fases, importantes para o processo de gravidez. A ovulação é a fase em que ocorre o período fértil, também chamado de janela de fertilidade.

  • Com duração de cerca de 6 dias, um cálculo para identificar o início e o término desse período contribui para aumentar as chances de fecundação e, consequentemente, de uma gravidez bem-sucedida.
  • Entretanto, variações que podem ocorrer na menarca e na menopausa, algumas patologias e diferentes fatores ou hábitos de vida podem interferir nessa regularidade e, consequentemente, no cálculo do período fértil.
  • Este texto aborda as fases do ciclo menstrual, demonstra como calcular o período fértil nos ciclos regulares e irregulares, explicando, ao mesmo tempo, como a irregularidade pode interferir na fertilidade.

Quais são as fases do ciclo menstrual?

Cada uma das três fases do ciclo menstrual desempenham um papel importante para o sucesso da gravidez:

  1. Fase folicular: na fase folicular, ocorre o estímulo para o crescimento dos folículos, dos quais apenas um posteriormente irá liberar o óvulo;
  2. Fase ovulatória: é nessa fase que ocorre o período fértil, quando o óvulo é liberado do ovário para uma das tubas uterinas e pode ser fecundado;
  3. Fase lútea: o folículo que antes abrigava o óvulo se transforma em corpo-lúteo, cuja função principal é secretar a progesterona, hormônio que, com o estrogênio, cria condições favoráveis ao endométrio (receptividade endometrial) para a implantação do embrião.

Quando não ocorre a fecundação, o endométrio descama e causa o sangramento menstrual, iniciando um novo ciclo.

O que provoca os ciclos irregulares?

As irregularidades dos ciclos menstruais podem ser provocadas por diferentes fatores:

  • SOP (Síndrome dos ovários policísticos);
  • Endometriose;
  • Doença inflamatória pélvica (DIP);
  • Neoplasias do sistema reprodutor;
  • Distúrbios da tireoide;
  • Menarca: intervalo de 21 a 45 dias;
  • Pré-menopausa: falhas em alguns meses;
  • Exercícios em excesso;
  • Dieta alimentar;
  • Variações de peso;
  • Alterações no sono;
  • Tabagismo;
  • Alcoolismo;

Mulheres em idade fértil também podem apresentar um ciclo menstrual com intervalos regulares normais diferentes de 28 dias, geralmente entre 25 e 35 dias.

Como os ciclos irregulares interferem na fertilidade?

Irregularidades menstruais do tipo amenorreia – ausência de fluxo menstrual – ou oligomenorreia – menstruação com frequência anormal – são sintomas que indicam que não há ovulação, uma condição conhecida como anovulação. A causa mais comum de infertilidade por anovulação, responsável por até 70% dos casos, é a SOP (síndrome dos ovários policísticos).

Para confirmar a ausência de ovulação e descartar outras condições, alguns exames são necessários: os laboratoriais medem os níveis hormonais e os de imagem examinam mais detalhadamente o útero e os ovários, como a ultrassonografia transvaginal.

Caso seja comprovada a infertilidade por anovulação, existem algumas condutas de tratamento, como a estimulação ovariana. Muitas mulheres ovulam e engravidam com esse tratamento.

Em mulheres portadoras de SOP, o índice de sucesso da estimulação é menor. Portanto, nesse caso, o tratamento mais indicado é a FIV (fertilização in vitro), que aumenta significativamente as chances de uma gravidez bem-sucedida.

Como calcular o período fértil nos ciclos regulares

Quando um ciclo menstrual é regular, de 28 dias, calcular o período fértil é bastante simples. Ele acontece no 14o dia, momento que o óvulo é liberado, considerando como início do ciclo menstrual o primeiro dia da menstruação. O óvulo sobrevive por cerca de 24h na tuba uterina.

Para calcular o período fértil com maior precisão, portanto, é importante sempre anotar o dia da menstruação. Em ciclos regulares, basta contar 14 dias a partir dessa data. Esse será o dia em que ocorrerá a ovulação.

Como identificar o período fértil em ciclos irregulares

Como Calcular a Ovulação com Menstruações Irregulares

Em ciclos irregulares, não há uma fórmula segura para determinar a ovulação. No entanto, é possível identificar alguns sinais do corpo que indicam o período fértil:

  • Intensificação da libido;
  • Alteração do muco cervical;
  • Dores no baixo ventre;
  • Dores nas mamas.

A intensificação da libido é um sinal claro de fertilidade e ocorre próximo à ovulação. O muco cervical é um líquido produzido pelo colo uterino que impede a entrada de bactérias, garantindo a saúde uterina.

Esse líquido, no período fértil, se torna mais fluido para facilitar que o espermatozoide chegue ao útero e possa fecundar o óvulo em uma das tubas uterinas. Por isso, fica mais espesso e elástico a medida que a ovulação se aproxima.

As dores podem ocorrer em virtude da ação hormonal intensa.

Apesar de serem recursos efetivos para aumentar as chances de gravidez, esses cálculos não devem ser utilizados para evitar a gravidez. Casais que não desejam uma gestação devem recorrer a métodos mais eficazes para evitá-la, entre eles o uso de preservativos, femininos ou masculinos, que contribuem, ao mesmo tempo, para evitar infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

Para as mulheres que têm ciclo irregular, descobrir o período fértil exige disciplina

por Revista do CB 23/08/2013 09:01

Como Calcular a Ovulação com Menstruações Irregulares Melhor jeito de descobrir o período de ovulação é por meio dos sintomas, diz especialistas (foto: Fernando Lopes/CB/D.A Press) Para as mulheres que não deram a sorte de ter um ciclo menstrual regular, descobrir a data certa do período fértil exige paciência e disciplina. “O ideal é observar os últimos seis a 12 ciclos sem o uso de métodos anticoncepcionais hormonais”, ensina o ginecologista Luciano de Melo. Com os dados em mãos, a mulher deve subtrair 17 dias do período mais curto e subtrair 12 dias do período mais longo. O período fértil será o intervalo entre esses dois resultados. Por exemplo: se o ciclo mais curto for de 26 dias e o mais longo for de 30 dias, o período fértil será entre o nono e o décimo oitavo dia do ciclo. “Fazemos essa conta porque não há como saber se o próximo ciclo será mais curto ou mais longo, mas é apenas uma média”, pondera o médico. “Se o objetivo é não engravidar, acrescentamos um dia nas duas contas, então, deve-se subtrair 18 dias do ciclo mais curto e 13 do mais longo.”O problema, segundo Vinicius Medina Lopes, especialista em reprodução humana, diretor do Instituto Verhum e diretor de comunicação da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do Distrito Federal (SGOB), é que essa conta não é tão confiável assim. “Uma mulher que tenha um ciclo irregular não vai ter como ter certeza que está no período fértil só com cálculos”, reforça. “O melhor jeito de ela descobrir é por meio dos sintomas.”

O médico diz ainda que um ciclo menstrual irregular pode ter várias explicações, entre elas distúrbios hormonais, problemas na produção de prolactina ou na tireoide.

Para descobrir a causa exata, toda uma investigação médica é feita no intuito de verificar se a descontinuidade é natural ou ocasionada por doenças.

“Precisamos descobrir se isso é sinal de alguma doença já existente, como diabetes descontrolada, obesidade ou subnutrição.”

VEJA TAMBÉM: Manual do período fértil

Sinais do corpoQuando o período fértil se aproxima, o corpo manda algumas mensagens. Ainda que a sinalização não seja perceptível para todas as mulheres, normalmente um pouco mais de atenção é suficiente para percebê-la.

“Algumas mulheres apresentam dor embaixo do ventre, geralmente do lado que ela estiver ovulando”, explica Vinicius Medina Lopes, membro da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do Distrito Federal (SGOB). Nesse período, também é comum uma secreção vaginal mais fina, com consistência de clara de ovo.

Essa secreção recebe o nome de muco cervical e é um dos indicativos usados por mulheres que desejam engravidar com mais rapidez.

Newton Busso, membro da Sociedade Paulista de Medicina Reprodutiva e presidente da Comissão Nacional especializada em reprodução humana da Febrasgo, diz que a aparência do muco tem a finalidade de “permitir que os espermatozoides depositados na vagina subam até o útero por meio desse muco, como se estivessem nadando”.

Depois dessa fase, ocorre a ovulação. “O ideal é que os espermatozoides cheguem à trompa antes do óvulo. Por isso, as relações sexuais que têm mais resultados são as que ocorrem um ou dois dias antes da ovulação.

”“Se a paciente fizer o toque do muco com o polegar e com o indicador e ele ficar longo, com até 8cm, quer dizer que ela está próxima da ovulação”, ensina Vinicius Medina Lopes. “Depois, ele fica espesso, viscoso. Quando ele fica mais grosso, é sinal de que ela já ovulou.” Obviamente, o método não é 100% garantido, já que alguns acontecimentos, como infecções vaginais, podem alterar a aparência do muco.

Outro modo de o organismo avisar que está entrando no período fértil é a temperatura corporal. O método é chamado de temperatura basal. A indicação é que a mulher meça sua temperatura todos os dias pela manhã, antes mesmo de se levantar da cama. “Ela deve medir a temperatura oral, ou seja, da boca, sempre no mesmo horário, e anotar, para fazer um gráfico posterior”, ensina Luciano de Melo, ginecologista da Febrasgo. Depois da ovulação, a temperatura basal tende a aumentar cerca de meio grau, por isso, a importância de manter os dados registrados. Novamente, o problema está na precisão e na disciplina da mulher em anotar, diária e religiosamente, sua temperatura e, de preferência, no mesmo horário.Observação para engravidarEmbora existam alguns métodos baseados no controle do período fértil que podem ser usados por mulheres que desejam filhos, o ideal mesmo, de acordo com o ginecologista Newton Busso, é manter relações sexuais, no mínimo, dia sim, dia não. “A paciente pode medir a temperatura, ir ao ginecologista para fazer um ultrassom para acompanhar o crescimento do folículo e até fazer exame de urina, para detectar o aumento do hormônio LH, mas, se as relações sexuais forem frequentes, não precisa olhar nada”, resume. Mesmo para quem não tem um ciclo menstrual regular de 28 dias, o corpo vai, eventualmente, ovular. Saber exatamente a época do período fértil é de mais ajuda àquelas mulheres que não podem, por qualquer motivo, manter relações constantes, segundo o médico.Já para as que não pensam em filhos, os métodos podem até ser seguros, mas é preciso ter um autoconhecimento apurado. “Começou a reparar que o muco cervical está mais fino, é hora de parar de ter relação sexual sem proteção”, ensina Busso. Se o ciclo for regular, o ideal é evitar o sexo até 72 horas antes do período fértil. Ainda assim, contudo, há risco de gravidez. “Se o homem tiver um espermatozoide muito bom, a relação de hoje pode ser a gestação de amanhã”, brinca o médico. A margem de segurança é a menstruação, já que o espermatozoide não luta nem sobrevive em meio ao sangue.

Monitoramento com resultados comprovados

Recentemente, pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte (EUA) realizaram uma pesquisa para descobrir se prestar atenção ao muco cervical ajuda mesmo quem deseja ter filhos. No estudo, a ginecologista Anne Steiner e sua equipe acompanharam 331 mulheres com idades entre 30 e 45 anos. Todas as participantes tinham problemas de fertilidade e tentavam engravidar havia cerca de três meses. Elas foram orientadas a fazer o acompanhamento do muco cervical e classificá-lo de acordo com uma tabela de quatro tipos principais criada pelos médicos: seco ou inexistente, úmido, espesso e branco ou amarelado e transparente e escorregadio.

Os médicos sabiam, graças a estudos anteriores, que mulheres que têm relações sexuais no período em que estão no quarto tipo de muco cervical apresentam duas ou até três vezes mais chances de engravidar do que as que tentam quando estão no tipo um ou dois.

O novo estudo mostrou que, além disso, as que mantiveram o costume de checar o muco constantemente tiveram mais que o dobro de sucesso (2,3) que as que não o fizeram em um período de seis meses.

“É emocionante poder dizer que esse método é um modo real de ajudar as pessoas, além de ser muito fácil e barato”, disse Anne Steiner, principal autora do trabalho, em entrevista para o site especializado LiveScience.

Calculadora de ovulação | Windeln.de

Com uma calculadora de ovulação pode calcular a sua ovulação e os dias férteis e inférteis do ciclo mensal. As calculadoras de ovulação estão disponíveis gratuitamente em muitos sites relacionados com a gravidez, a família e as crianças.

Para calcular a ovulação deve introduzir na calculadora o primeiro dia da última menstruação e a duração média do seu ciclo menstrual. Para os casais que querem ter filhos, as calculadoras de ovulação são uma ferramenta útil para encontrar o momento certo para ter relações sexuais, e para aumentar as probabilidades de gravidez.

Como funciona a calculadora de ovulação?

As calculadoras de ovulação também são conhecidas como calculadoras de fertilidade, e podem fazer o cálculo da ovulação no ciclo feminino, com pouca informação. Hoje em dia, já existem aplicações para smartphones capazes de determinar o seu período fértil.

Para realizar este cálculo, o qual remonta ao antigo método Ogino-Knauss (ou método do calendário), introduz-se o primeiro dia da última menstruação e a duração do ciclo da mulher.

A duração do ciclo varia desde o primeiro dia da menstruação até ao dia anterior à seguinte menstruação.

Para obter um resultado mais exato, o melhor é apontar a duração do seu ciclo durante vários meses e inserir os dados num calendário.

A ovulação e os dias férteis ou inférteis não se podem determinar com exatidão nas calculadoras de ovulação. Como o cálculo se baseia num ciclo regular deduz-se que o ciclo feminino tem 28 dias e a ovulação ocorre, consequentemente, no dia 14. No entanto, a realidade é diferente na maioria dos casos, pois muitas mulheres têm um ciclo irregular entre 22 e 35 dias.

No caso de ter ciclos permanentemente irregulares deve consultar o ginecologista para encontrar as possíveis causas. Como os valores das calculadoras de ovulação são uma estimativa aproximada da própria ovulação, os mesmos, não são os mais adequados para usar como método contracetivo.

Os poucos dias férteis no ciclo da mulher

Ao verificar detalhadamente o ciclo feminino e o período fértil, não é surpreendente constatar que muitos casais não conseguem ter um bebé em pouco tempo. Após a ovulação, o óvulo só pode ser fecundado durante umas 24 horas.

Como os espermatozoides podem sobreviver até vários dias, a conceção começa cinco dias antes da ovulação e termina um dia depois.

A probabilidade de gravidez é maior se os casais tiverem relações sexuais no dia da ovulação ou no dia anterior.

Dois métodos naturais e muito mais fiáveis para determinar a ovulação são a observação do muco cervical e a medição da temperatura basal. O muco cervical muda de consistência e aparência pouco antes da ovulação.

Nos dias extremamente férteis o muco cervical é, numa fase inicial, branco cremoso, e posteriormente, torna-se claro e transparente.

A temperatura basal é outro fator importante: pouco antes da ovulação a temperatura, quando medida pela manhã e antes de se levantar, aumenta cerca de 0,5 graus. A dor abdominal ou intermenstrual pode ser outro sinal a ter em atenção.

Resumo da calculadora de ovulação:

  • Com a calculadora de ovulação determina-se a ovulação e o período fértil.
  • A calculadora de ovulação está disponível como uma ferramenta online ou numa aplicação.
  • Com este cálculo pode aumentar a probabilidade de engravidar.
  • Não é adequada para usar como método contracetivo.

Calculadora de ovulação

Para identificar seus dias férteis com precisão, use um teste de ovulação que detecte as alterações em seus hormônios de fertilidade na urina. Os testes de ovulação são 2x mais precisos do que os métodos de calendário3. Os Testes de Ovulação Clearblue Digital, apresentam mais de 99% de precisão na detecção do aumento de LH para identificar os dias mais férteis.

Essa calculadora de ovulação não é de forma alguma um substituto para diagnosticar o que acontece no seu organismo; ela deve ser usada apenas para propósitos informativos.

Uma calculadora de ovulação calcula seus dias de ovulação em potencial medindo a duração do ciclo médio e a data da última menstruação; ou seja, ela adota basicamente o método de calendário.

Um teste de ovulação mede seus níveis hormonais individuais para fazer uma previsão exata do dia de ovulação e dos dias anteriores a ela.

(✓) FATO: A duração média do ciclo menstrual é de 28 dias, mas cada mulher é única e o ciclo de praticamente 50% das mulheres varia em 7 dias ou mais1. A duração dos ciclos menstruais varia da mesma forma que o momento da ovulação; assim, pode ser difícil saber quando são os SEUS dias férteis.

Atualmente, estão disponíveis várias calculadoras de ovulação que estimam quando seus dias férteis ocorrerão. Estas calculadoras são uma forma de “método de calendário” e funcionam com base em dados médios sem a leitura de seus níveis hormonais.

 No entanto, nenhuma de nós é uma “média”:
1. A duração do ciclo varia de mulher para mulher e de ciclo para ciclo; na verdade, aproximadamente 50% dos ciclos menstruais variam em 7 dias ou mais1
2.

O momento da ovulação pode variar em poucos dias, mesmo em ciclos regulares.

Professor Bill Ledger

O DNA dos espermatozoides que ficam depositados nos testículos por muito tempo sofre danos cumulativos e eles se tornam menos férteis.

Em casais que têm relações sexuais com frequência (diariamente), o homem terá uma contagem de espermatozoides menor por ejaculação, mas eles serão mais férteis.

Se estiver tentando engravidar, tente ter relações sexuais, no mínimo, em dias alternados na época da ovulação.

Por que uma calculadora de ovulação é diferente de um calendário de fertilidade?

Uma calculadora de ovulação calcula a probabilidade de você liberar um óvulo em um dia específico do ciclo menstrual. Um calendário de fertilidade indica os dias nos quais você tem mais chances de engravidar ao ter relações sexuais. 

Quando um ovário libera um óvulo, isso é conhecido como ovulação e acontece uma vez durante o ciclo menstrual.

Uma calculadora de ovulação fornece uma estimativa da probabilidade de a ovulação acontecer em determinados dias no ciclo e pode ajudá-la a identificar os dias mais férteis.

Essas calculadoras medem o primeiro dia da última menstruação e a duração do ciclo menstrual para indicar um intervalo de dias quando talvez você libere um óvulo. 

Depois que um óvulo é liberado, ele só sobrevive por até 24 horas; por isso, saber quando a ovulação acontece indica uma janela de fertilidade muito estreita para as relações sexuais.

A boa notícia é que você tem mais dias férteis para poder engravidar, uma vez que a chance de concepção não depende só da duração do óvulo, mas também da duração do espermatozoide.

O espermatozoide pode sobreviver no seu organismo por até 5 dias após as relações sexuais; então, você pode engravidar mesmo que tenha tido relações sexuais 4 ou 5 dias antes da ovulação. A janela de fertilidade é o número de dias que o óvulo e o espermatozoide podem sobreviver, e ela corresponde a cerca de 6 dias normalmente. 

Os 2 dias mais férteis durante essa janela de fertilidade de 6 dias são conhecidos como os dias do pico de fertilidade. Trata-se do dia antes da ovulação e do dia no qual ela acontece. Um teste de ovulação mede o aumento de hormônio luteinizante (LH), que só acontece 24 a 36 horas antes da ovulação; assim, você pode identificar com precisão os 2 dias mais férteis.

 

Use nossa calculadora de ovulação para ter uma estimativa de quando acontece a ovulação. Quanto mais você conhecer seu ciclo, mais fácil será saber sua janela de fertilidade. 

Você pode ter uma janela de fertilidade mais ampla se usar um teste de ovulação, que também detecta estradiol (um tipo de estrogênio).

Nos dias anteriores ao aumento de LH, os níveis de estradiol também aumentam, alcançando então um limiar que aciona o aumento de LH pré-ovulatório.

Monitorar os hormônios, como o estradiol e o LH, permitem que você identifique os dias de fertilidade alta anteriores à ovulação. 

Ao identificar os dias férteis adicionais antes da ovulação, você terá maior flexibilidade para planejar as relações sexuais em sua vida e descobrirá mais oportunidades para engravidar. Isso pode diminuir a pressão de estar tentando ter um bebê. 

Outros métodos para determinar o momento da ovulação, como os métodos de calendário e de temperatura corporal basal, só informam que a ovulação já aconteceu depois que a janela de fertilidade desse ciclo fechou; por isso, eles são menos eficazes se você quer engravidar.

Qual é a diferença entre “ovulação” e “dias férteis”?

“Ovulação” é o processo de liberação de um óvulo do ovário e isso acontece 12 a 16 dias antes de sua próxima menstruação iniciar.

“Dias férteis” são os dias durante o ciclo menstrual da mulher, até e incluindo o dia de ovulação, quando ela pode engravidar se ela tiver relações sexuais sem proteção.

Os dias mais férteis de cada ciclo quando você tem as melhores chances de engravidar tendo relações sexuais sem proteção são o dia da ovulação e o dia antes dela; estes são os 2 dias de “pico de fertilidade”.

Entretanto, devido ao fato de os espermatozoides poderem sobreviver por vários dias no corpo de uma mulher durante seu período fértil, também há alguns dias antes disso em que você pode ter a oportunidade de engravidar; estes são os dias de “fertilidade alta”.

Fora dessa “janela de fertilidade” de cerca de 6 dias, as chances de engravidar são baixas.

Qual método é o mais preciso?

Os Testes de Ovulação Clearblue Digital apresentam mais de 99% de precisão na detecção do aumento de LH que acontece 24 a 36 horas antes da ovulação; por isso, eles são mais precisos do que os métodos de calendário e de temperatura na previsão dos dias mais férteis2.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*