Como bolar uma ideia de vídeo para o youtube

Como Bolar uma Ideia de Vídeo para o YouTube iStock

Qualquer pessos pode ganhar dinheiro no Youtube

O YouTube recebe mais de um bilhão de visitantes únicos por mês! Muitos produtores de vídeo e empreendedores estão ganhando muito dinheiro com o canal de vídeos.

A própria plataforma tem orgulho de dizer que criar um milhão de empreendedores do gênerocom o seu programa “YouTube Partner Program”. Começar é muito fácil.

Veja como ganhar dinheiro no Youtube com essas 10 dicas do site vtrep.com.

LEIA MAIS: É mais fácil se tornar youtuber do que um ator de sucesso, diz chefe do YouTube

1. Use o YouTube para gerar tráfego para o seu site ou blog

Se você escreve um site ou blog e quer ganhar dinheiro com ele, você precisa gerar tráfego e isso pode ser feito com o YouTube. Comece usando o Creator Playbook, uma cartilha online que traz dicas de como melhorar o conteúdo do material criado e otimizar para ganhar fãs e dinheiro.

É um verdadeiro manual para quem quer ser um campeão de audiência e ainda não sabe como ganhar dinheiro no YouTube
. Depois de fazer a leitura, considere migrar alguns conteúdos já prontos para vídeos, e/ ou criar novos conteúdos nesse formato.

Não se esqueça de colocar o link do seu site na primeira linha da descrição do seu vídeo, dessa forma você consegue direcionar o tráfego do YouTube para o seu site. 

2. Crie produtos e faça pesquisa de marketing no YouTube

Se você está criando seus próprios produtos, o YouTube oferece meios ilimitados de promovê-los. Um deles é adicionar o link para o seu produto ou serviço na descrição do vídeo que você vai postar no YouTube, para que as pessoas possam comprá-lo.

O YouTube também é um incrível recurso para fazer pesquisa de marketing. Por meio dele, você pode descobrir se aquela ideia inovadora e brilhante é também lucrativa.

Se você tem uma ideia para um produto, mas precisa de dinheiro, pode criar alguns vídeos antes de iniciar uma campanha no Kickstarter.com, por exemplo.

As visualizações e os comentários nos seus vídeos dirão se a sua ideia é viável da maneira como você imaginou.

3. Venda outros produtos como um parceiro afiliado

“Afilliare marketing” significa vender produtos em troca de comissão. Centenas de milhares de empresas oferecem negócios atrativos para chamar a atenção de “affiliate marketers”, ou parceiros afiliados em potencial para promover seus produtos.

Além disso, há várias plataformas afiliadas das quais você pode participar, como Click-Bank, Comission Junction e ShareASale.com. Para ganhar dinheiro no Youtube como um parceiro afiliado, revise seus produtos afiliados em vídeo ou crie tutoriais  de”como usar esse produto”.

Não se esqueça de colocar o link para os seus produtos na descrição do seu vídeo no Youtube, nem de usar seu link afiliado, caso contrário, você pode não ganhar os créditos pelas vendas.

4. Seja criativo: crie séries de Web TV

Você ama contar histórias? Então pode criar seus próprios TV shows para Web. Sua única limitação é a sua imaginação… e o seu orçamento. Você pode criar uma série cômica ou dramática, ou ainda produzir seu próprio talk show. Esteja ciente de que o YouTube limita a duração do seu programa. Até você se tornar um parceiro, poderá produzir conteúdo com até 15 minutos de duração.

 Se você é um produtor de vídeo, produtor de TV ou roteirista frustrado, reúna alguns amigos e grave seu próprio programa. Nunca se sabe. Se você tiver muitas visualizações, pode desenvolver uma nova carreira.

5. Torne-se uma personalidade do YouTube

Estrelas do YouTube podem ganhar muito dinheiro. Se você tem ideias e interesses diferentes, mas é tímido, perca o medo da câmera e crie seu próprio canal no YouTube. Quem sabe você não é a próxima estrela do canal?

6. Monetize seus vídeos com o YouTube Partner Program

Depois de ter criado vários vídeos, é hora de fazer parte do YouTube Partner Program. Tudo o que você precisa é permitir que o seu canal seja monetizado, e você receberá sua quota de receitas de publicidade no YouTube. 

7. Ensine: compartilhe seu conhecimento por meio de tutoriais

Tutoriais fazem muito sucesso no YouTube. Se você sabe fazer alguma coisa, pode ensinar os outros e ganhar dinheiro com isso. Vídeos de moda e beleza são muito populares!

8. Torne-se um expert em metadados

Cem horas de vídeos são postados a cada minuto no YouTube. Isso significa que a competição por atenção é enorme. Você precisa fazer tudo o que puder para que seu vídeo seja encontrado. Os metadados – dados que fornecem informações sobre seus vídeos – podem ajudar. Para aprender a criá-los, basta acessar o Creator Playbook.

O YouTube é e segundo maior buscador do mundo, e usa metadados – o título do seu vídeo, as tags e a descrição – para indexar o vídeo corretamente. Para maximizar sua presença em busca, promoção, vídeos sugeridos e ad serving, veja se seus metadados estão otimizados também.

Otimizar seus vídeos para pesquisa faz a diferença entre o sucesso e o fracasso, então não deixe de fazê-lo.

Quando você pegar o jeito, poderá procurar tesouros escondidos, vídeos realmente bons, mas que não atraem a atenção que merecem, e então oferecer serviços de otimização para os seus criadores.

Você pode também criar uma série online e vender seu acesso pelo programa pay per view do YouTube.

LEIA MAIS: Quatro vezes em que a Justiça brasileira bloqueou as suas redes favoritas

9. Construa sua marca usando o YouTube

Tom Peters, guru do marketing, já dizia em 1997: “Você é uma marca, você tem poder”. Não importa qual seja o seu emprego, YouTube pode ajudá-lo a se tornar conhecido pelos seus pontos fortes e ganhar dinheiro. Mesmo que você não saiba exatamente como lucrar no Youtube, comece do básico, fazendo vídeos sobre os seus interesses. Você pode acabar tropeçando em uma mina de ouro.

10. Torne seu filho ou seu animal de estimação uma estela

Você pode gravar um vídeo do seu filho, do seu animal de estimação ou de um arco-íris duplo, e se tiver sorte, ver esse conteúdo se tornar viral. Então mantenha sua câmera em mãos, ou melhor ainda, aprenda a gravar um bom vídeo no celular. Se você vir alguma coisa fofa, grave e publique o vídeo. Não há como saber qual ou quem será a próxima sensação do YouTube.

Aí está. Você já sabe como pode ganhar dinheiro no Youtube. O que você está esperando? A hora de se tornar um empreendedor é agora.

Temas para gravar vídeos: 25 ideias para você gravar hoje mesmo

  • Ter um canal de sucesso na internet passa, necessariamente, por bons temas para gravar vídeos.
  • Mas como ter as melhores ideias, aquelas capazes de conquistar a atenção da audiência e atrair novos inscritos e seguidores?
  • Se é de inspiração que você precisa, a sua busca termina aqui.
  • Neste artigo, reunimos nada menos do que 25 ótimas ideias para vídeos criativos, divertidos e empolgantes.
  • Seja qual for a linha adotada pelo seu canal, você vai ver que não faltam opções para garantir seu lugar no coração, na mente e na barra de favoritos dos usuários.
  • Pronto para começar?
  • Boa leitura!

1. Vídeos explicativos

  1. Existem milhões de pessoas explorando a internet para obter conhecimento, certo?
  2. Dessa forma, os vídeos explicativos estão ganhando grande destaque nessa área, o que não se dá por acaso.
  3. Eles permitem que você aprenda coisas novas facilmente, sem consultar livros ou ter que se deslocar até um especialista.

  4. Seja você um professor com conhecimento sobre um assunto em particular, um profissional de marketing digital ou de qualquer outra especialidade, a oportunidade está aí.
  5. Você pode começar a gravar tutoriais em vídeo de si mesmo, ensinando às pessoas o que sabe de melhor e, assim, aumentar a sua autoridade no tema abordado.

2. Resenhas

  • As pessoas estão recorrendo cada vez mais à internet para obter informações e consumir conteúdo.
  • Nesse contexto, fazer uma resenha sobre determinado assunto, objeto ou local pode ser um dos melhores temas para gravar vídeos para quem está iniciando.
  • O melhor de tudo é que existe uma infinidade de assuntos para serem abordados.

Você pode falar sobre seus filmes e séries favoritos, por exemplo. Explicar como eles foram feitos, a história, o que aprendeu com eles, junto da sua opinião pessoal.

Da mesma forma, revisar músicas, álbuns, livros e restaurantes em seus vídeos também pode ajudar a aumentar o número de inscritos no seu canal.

Veja um exemplo:

3. Conte histórias

  1. O objetivo nesse tipo de vídeo é compartilhar experiências, sejam as suas próprias ou de outra pessoa, de modo a inspirar e motivar a sua audiência.
  2. O interessante é que você nem sempre precisa contar a história de uma pessoa conhecida.

  3. Afinal, todo mundo algo curioso para compartilhar, não é?
  4. Entrevistar uma pessoa da sua família ou alguém que você encontrou sentado em um banco do parque pode render histórias tão inspiradoras quanto a vida de um famoso.

  5. Aliás, pense nisso como uma espécie de serviço social.

4. Vlogs

Como Bolar uma Ideia de Vídeo para o YouTube

  • Vlogs são nada mais que blogs em formato de vídeos e estão entre as ideias para vídeos mais populares para iniciantes.
  • Eles representam uma ótima maneira de apresentar sua personalidade e sua visão de mundo.
  • Mas pense em diversificar seu conteúdo à medida que avança para conseguir mais engajamento com os seguidores.
  • Dê uma olhada no exemplo de vlog que separamos para você:

5. Dicas

Tem conhecimento e experiência em determinado campo?

Dar dicas sobre algo que você conhece é, sem dúvidas, uma das melhores opções de temas para gravar vídeos.

Afinal, você já tem o principal, isto é, o know-how. Agora, é só pegar essas informações e os recursos à sua disposição para começar a gravar.

Vamos supor que você seja apaixonado por produtividade, ou seja, fazer mais em menos tempo.

Uma boa ideia pode ser compartilhar dicas de gerenciamento de tempo para inspirar seu público, por exemplo.

6. Q&A (perguntas e respostas)

  1. É natural que os seus seguidores tenham dúvidas não somente sobre aquilo que você oferece, como produtos ou serviços, mas também sobre você e seu estilo de vida.

  2. Por isso, uma boa forma de se conectar com seu público e apresentar um pouco mais sobre você é gravar vídeos com as perguntas e respostas mais frequentes.

  3. Faça uma lista de todos os questionamentos que chegam até você, seja nos comentários, mensagens em redes sociais, de outros vídeos ou por qualquer outro lugar na internet.
  4. Em seguida, separe as que você acha mais interessante e grave um vídeo, respondendo a todas essas perguntas em um só lugar.

7. Webinários

  • Pense em webinários como uma espécie de seminário online em tempo real sobre assuntos de relevância para seu público.
  • Dessa forma, se você possui conhecimento e experiência sobre um tópico específico, pode promover esse tipo de conteúdo para educar e envolver ainda mais a sua audiência.
  • A duração da transmissão vai de acordo com o que você tem que falar e também conforme a participação do público.
  • É preciso lembrar que, geralmente, há um momento destinado para responder perguntas dos espectadores.
  • O importante é que você não esqueça de gravar e disponibilizar esse material para quem não conseguiu assistir na hora.

8. Chalk talk

  1. Chalk talk são como vídeo-aulas apresentadas em um quadro, assim como fazíamos na época da escola.

  2. Nesse tipo de vídeo, o objetivo é apresentar um passo a passo para o espectador de forma dinâmica, trazendo desenhos, fluxogramas e textos.

  3. Dá muito certo como tema para gravar vídeo, desde que você garanta que o conteúdo é relevante e útil para outras pessoas.

9. Resenha/Review de produtos ou serviços

  • Esta é uma dica clássica, mas não poderia ficar de fora.
Leia também:  Como alterar suas configurações de recuperação de conta no aol mail

Top 30 ideias de vídeos para gravar e bombar no YouTube

Como Bolar uma Ideia de Vídeo para o YouTube

Por Redator da mLabs

Publicado em 10 de abril de 2020

  • Se você tem um canal no YouTube e não tem ideias de vídeos para gravar, você chegou no lugar certo!
  • Afinal, lidar com o bloqueio criativo e definir estratégias de conteúdo é uma tarefa que envolve muita dedicação, tempo e criatividade.
  • Para que você tenha Insights para gravar os seus vídeos mesmo quando a criatividade faltar — o que é perfeitamente normal e acontece com todo social media— fizemos esta grande seleção de ideias que funcionam.

E, não importa o nicho que você trabalha ou quem são seus clientes porque os itens abaixo se encaixam nas mais diversas áreas. Mãos à obra e bora gravar!

1. Vlogs

  1. Os vlogs têm esse nome porque são uma espécie de blog em formato de vídeo, e se aplicam bem a vídeos longos que podem ser divididos em tópicos diários, conhecidos como daily vlog.

  2. Eles estão diretamente relacionados a um diário virtual em que o produtor do conteúdo mostra a sua rotina,  misturando a vida pessoal com a profissional, muitas vezes fazendo propaganda de maneira bem sútil.

  3. É muito indicado para marcas e influenciadores que desejam criar proximidade com a audiência e que já tenha um público engajado.

A influenciadora Maju Trindade, que se tornou conhecida por gravar vídeos no YouTube, possui ótimos exemplos de vlogs no seu canal.

 A sua rotina é apresentada de maneira simples, ela age como se estivesse falando com um amigo próximo, sem montagens ou efeitos artificiais.

2. Lives

  • As transmissões ao vivo são ótimas para aumentar aumentar o alcance orgânico e gerar mais engajamento com o público no canal.
  • Embora sua maior característica é ser ao vivo, elas podem ser transformadas em conteúdo perene e disponibilizadas na aba vídeos do canal no YouTube.
  • Elas são super indicadas para cobertura de eventos, Webinars, gameplays, videoaulas, promoções de produtos, entre outros.
  • A live realizada no canal da Resultados Digitais sobre o RD Summit 2019, maior evento de marketing digital da América Latina, é um bom exemplo de cobertura de evento para você se inspirar.

3. Review de produtos

Se você é especialista em alguma área, aproveite para mostrar sua opinião e conhecimento sobre os produtos, a sua audiência vai adorar!

Use o review para informar ao público a sua nova aquisição e o que achou dela, oferecendo detalhes de uso e primeiras impressões.

A dica aqui é falar sobre as especificações técnicas, aparência, qualidade e, claro, sua opinião sincera sobre o produto. Essas informações servem como base para a tomada de decisão de compra dos usuários.

O canal Be!Tech possui ótimos exemplos de reviews para você seguir! Nele são apresentados reviews de produtos de tecnologia em geral. Dá só uma olhada!

4. Por trás das câmeras

Quando um canal já está estabelecido, é interessante mostrar como funciona o processo de gravação de vídeos. Artistas também podem se beneficiar dessa ideia para compartilhar a concepção de videoclipes e processo criativo, por exemplo.

Veja um exemplo de vídeo que mostra o “Por trás das câmeras” de um filme muito conhecido, o Homem-Aranha.

5. Listas

Difícil explicar a obsessão das pessoas por listas. O top 10 músicas que você mais gosta, os 5 momentos mais difíceis de uma empresa, as 3 decisões mais angustiantes que um gestor tomou, livros e filmes favoritos… Tudo isso gera muita curiosidade e engajamento, basta escolher o tema certo e ser objetivo na gravação do vídeo.

O vídeo abaixo com a lista de 5 apps para edição de vídeo, do canal Criação Tática é um bom exemplo de como colocar essa ideia na prática.

6. DIY – Do It Yourself

O termo em inglês significa “faça você mesmo” e se trata de vídeos que ensinam os usuários a fazerem algo com as próprias mãos.

O que tem de gente que usa as redes sociais para aprender a cozinhar, consertar móveis e decorar a casa por conta própria não tá escrito.

Aproveite seu canal para ensinar um pouco do que sabe para o seu público, claro se você domina alguma técnica. Demonstrar insegurança nesses vídeos pode causar danos negativos para a imagem da marca.

Um dos canais que faz bastante sucesso com o “DIY – Do It Yourself” é o 5-Minute Crafts. Eles ensinam de tudo, desde fantasias de Halloween até roupas para a boneca Barbie.

7. Unboxing

Abrir a caixa de um produto novo é uma sensação contagiante, não é mesmo?

Então, seguindo a mesma linha das dicas que demos sobre o review de produtos, experimente filmar o unboxing dos produtos vendidos pela marca e até de outros que tenham a ver com a sua audiência.

Os YouTubers também costumam fazer bastante esse tipo de vídeo para mostrar para o público os produtos “recebidos da semana”. E, dá certo para atrair visualizações. Acredite, as pessoas adoram ver outras pessoas abrindo caixas de produtos no YouTube.

O canal Coisa de Nerd, tem bastante vídeos de “Unboxing” para você se inspirar. Veja um deles!

8. Reactions

Se o seu cliente está se tornando referência em um mercado, as pessoas vão ficar curiosas a respeito da sua reação em determinados momentos: o lançamento de um produto inovador na área, a publicação do line-up de um evento, ou qualquer outro assunto do momento que ele pode expressar a opinião.

Os vídeos de reações costumam manter o engajamento por períodos menores, afinal, se tornam obsoletos rápido, mas são muito fáceis de gravar

O canal do Felipe Neto possui uma variedade de ideias e conteúdos, todos voltado para o público jovem. Ela trabalha inúmeros modelos de vídeos, inclusive o “React”. Não é a toa que é um dos YouTubers com mais audiência no Brasil.

9. Desafios

Os desafios possuem alta capacidade de ganhar visualizações e engajamento. Muitas vezes, esse formato acaba sendo polêmico na rede, gerando uma discussão sobre o limite da criatividade para chamar a atenção do público no YouTube.

Um cuidado que deve ser tomado é o de não criar desafio sem sentido somente para ganhar views. É importante que o conteúdo tenha a ver com o seu nicho de atuação e que seja útil para a sua audiência.

Desta forma, a marca pode desafiar o público ou algum convidado especial para participar da gravação. O importante é que exista uma tarefa difícil ou divertida a ser realizada no canal. E, nesse caso, não tem problema se um dos lados fracassar, já que o que importa é o processo e seu registro em vídeo.

Como é o caso do canal Desempedidos que criou um desafio entre os jogadores Cristiano Ronaldo e Marta, para saber quem é o melhor.

10. Time-lapse

Você pode até não conhecer o termo, mas provavelmente já sabe o que um é time-lapse. São aqueles vídeos em que o tempo passa mais rápido que o normal. Esse modelo é muito usados para receitas ou por artistas, enquanto criam suas obras.

Porém, existem inúmeras maneiras de criar vídeos com time-lapse. Um exemplo é o do Christoph Rehage que fez um vídeo muito criativo no seu canal, mostrando a evolução do seu visual durante um ano de  viagem sem cortar cabelo, barba e bigode . Dá uma olhada no resultado!

11. Vídeo explicativo

De certa forma, quase todo vídeo é explicativo. Mas existem alguns cuja função é desfazer algum equívoco ou adicionar informações a um vídeo anterior, que deixou alguma coisa no ar sem querer ou foi muito questionado pela audiência.

Eles podem ser usados para explicar como se usa um produto, ou como ele foi fabricado desde o processo da extração da matéria prima até a sua chegada nas lojas ou na casa do cliente. Você também pode explicar os passos para criação de um evento corporativo, entre outras opções.

Veja um exemplo de vídeo explicativo realizado pelo canal Kurzgesagt – In a Nutshell.

12. Perguntas e respostas

Junte as principais dúvidas da audiência e reserve um vídeo para respondê-las. Esse processo, também conhecido como Question and Answer (Q&A) é um dos que mais gera engajamento, e ainda dá aos seguidores do seu canal ou perfil a sensação de pertencimento que tanto almejam.

Matheus Massafera tem um canal no YouTube muito conhecido justamente por convidar celebridades e realizar o quadro de perguntas e respostas. Veja como funciona!

13. Mitos e verdades

Excelente opção para especialistas como médicos, nutricionistas e marcas cujo produto ou serviço é muito técnico. No entanto, para quem não pertence a esse nicho, basta fazeruma pesquisa e um tema pertinente para que os vídeos de mitos e verdades funcionem também.

Esse tipo de vídeo desperta a atenção do internauta e tem grandes chances de ganhar views. A Magazine Luiza, por exemplo, usou essa estratégia no Canal da Lu – Magalu para divulgar mitos e verdade relacionados aos seus produtos.

14. Webinários

Também conhecidos como webinars, a ideia é que os webinários sejam seminários em vídeo, por isso o seu nome. São mais trabalhosos, porque exigem preparação do conteúdo e boa gestão de tempo durante as gravações. No entanto, geram muita autoridade para quem faz.

Veja o exemplo do Webinar gravado no canal da Quero Gestão Educacional sobre Captação de alunos – o que não fazer na estratégia de marketing.

15. Paródias

São maneiras divertidas de “pegar carona” em algo que tem feito muito sucesso. Então, você pode criar versões engraçadas do novo filme da saga Star Wars ou do último episódio de Game of Thrones, por exemplo.

Tenha em mente, no entanto, que as paródias não são muito perenes, porque perdem força quando o conteúdo parodiado sai de moda.

Um YouTuber que faz sucesso com suas paródias é o Winderson Nunes. No seu canal ele faz paródias com músicas de artistas famosos demonstrando toda sua criatividade.

16. Tutorial

Dependendo do assunto que cobrem, os tutoriais precisam ser vídeos mais longos ou elaborados. Mas é possível, também, descrever processos simples e sem muita edição, se o objetivo do vídeo e o perfil de público do seu cliente permitirem.

E, como está aí para provar o Gugu Gaiteiro e o seu cepo de madeira, nem todo tutorial precisa ser sério.

17. Gameplay

Os gameplays são vídeos testando novos jogos e demonstrando à audiência como é a experiência que eles comunicam. São imprescindíveis aos canais gamers ou geeks, que costumam oferecer esse conteúdo em primeira mão.

No canal BRKsEDU tem vários vídeos incríveis de gameplay para você se inspirar.

18. Vídeo infográfico

Assim como acontece com o infográfico estático – que não deixa de ser uma imagem -, os vídeos infográficos têm a função de esmiuçar conceitos complexos. São versões animadas que compartilham dados, processos e estabelecem relações entre eles.

Dá uma olhada como o seu vídeo pode ficar interessante usando esse modelo. O canal Raw Shorts tem um vídeo infográfico com animações super interessantes para você se inspirar.

19. Receitas

Falamos das receitas quando abordamos a técnica do time-lapse, mas elas não precisam se restringir a esse tipo de vídeo.

Com conteúdos relativamente fáceis de gravar e editar, você consegue resultados muito interessantes e grande engajamento. Afinal, quem é que não gosta de aprender a cozinhar nas redes sociais?

No canal Receitas de Minuto por Gi Souza você consegue ver vários modelos de receitas para se inspirar!

20. Depoimentos

Um vídeo de depoimento é a maneira de alguém registrar, no seu canal, um ponto de vista sobre uma determinada experiência. Eles podem ser emocionantes ou engraçados, mas são sempre muito pessoais e, por isso mesmo, costumam sensibilizar a audiência.

Veja um exemplo de vídeo no modelo de depoimento feito pelo canal Motoboy Milionário sobre o Coronavirus.

21. Pegadinhas

Engraçados e cativantes, os vídeos de pegadinhas são muito mais antigos que a Internet. Quem não se lembra das pegadinhas no programa do Silvio Santos? Ahhhh, claro que os mais jovens não vão se lembrar, mas te garanto que faziam muito sucesso.

Leia também:  Como brincar com seu cachorro: 13 passos (com imagens)

No entanto, é preciso conhecer bem o seu público e tomar muito cuidado com o tom das brincadeiras,  pois elas podem causar as mais diversas reações, desde risadas inesperadas até opiniões de mau gosto. Na dúvida, evite os extremos.

Veja o exemplo da pegadinha ou “trollagem” feita pelos produtores do canal Casal Zueira.

22. Resenhas

As resenhas são opiniões sobre um filme, livro, vídeo ou outro produto. No YouTube, são ótimas maneiras de se posicionar ideologicamente e promover o debate sobre algumas questões que tenham a ver com o campo de atuação do seu cliente, ou até mesmo apresentar um produto dele.

Veja o exemplo do canal Kelley Blue Book que fez uma resenha bem trabalhada sobre um automóvel de luxo.

23. Erros de gravação

As pessoas são obcecadas por erros na gravação de vídeos. Elas acham divertido e curioso, e esse tipo de conteúdo é muito fácil de fazer, bastando separar os trechos que deram errado.

Depois, com uma edição bem feita, eles podem ficar muito interessantes. Como foi feito no canal The Noite, que mostrou os erros de gravação do seu programa muito bem editados!

24. Vídeos de coleção

  1. Alguns nichos vendem itens colecionáveis e, mesmo que o do seu cliente não faça parte deles, sempre tem gente que gosta de colecionar as coisas mais inusitadas.

  2. Assim, publicar vídeos demonstrando itens de coleção pode ser uma ótima ideia para vender bolsas, sapatos, acessórios, instrumentos musicais, maquiagem e por aí vai.
  3. A Adriane Galisteu, por exemplo, gravou um vídeo no seu canal do YouTube mostrando a sua coleção de sapatos.

25. O que tem na minha bolsa?

4 dicas de planejamento para criar um canal de sucesso no Youtube

Então você quer criar um canal de sucesso no Youtube, certo? Você acha que tem o que é preciso para ser o novo gênio milionário famoso e com milhões de inscritos?

Bom, para isso, há muito sangue, suor, lágrimas (e cliques!) envolvidos no processo de fazer um canal famoso, a menos que você tenha um vídeo HILÁRIO de você ou algum de seus amigos tomando uma pancada forte nas “áreas sensíveis”, você provavelmente não vai se tornar um sucesso de um dia pro outro (e talvez nem esse sucesso seja o bastante para pagar as contas do hospital)

Leia também:
» Infográfico: guia completo dos tamanhos de imagens nas mídias sociais
» Guia de Profissões: Motion Designer
» Infográfico: 7 hábitos para uma fala mais cativante

Construir um canal de sucesso no Youtube é só isso – construção. Você precisa de uma planta do seu projeto antes de começar algo, a menos que você queira acabar com ruínas tentando construir um arranha-céu.

Aqui vão algumas dicas para você considerar, antes que você quebre os andaimes:

1. “Conhece-te a ti mesmo” – Defina quem você é, do que você gosta e como vai querer se apresentar

Seja você mesmo em frente às câmeras. Isso parece meio óbvio, mas vale a pena comentar. Pense em qualquer um dos seus Youtubers favoritos.

Por que você gosta deles? Por que você volta para assistir conteúdo deles, sempre que lançam algo novo? Bom, não precisa pensar mais, porque vou te dizer o que é – eles desenvolveram um personal branding que você gostou.

Definir a si mesmo e criar seu próprio “personal branding” é a chave para a criação e manutenção de um ótimo canal.

Tente focar em algo que você realmente tenha paixão ou conhecimento sobre. Não se preocupe se a sua ideia é popular – faça o que você ama (e faz bem) e você com certeza conquistará sua audiência.

Não sabe por onde começar? Faça uma lista. Sério. Sente-se (de preferência numa cadeira bem confortável, porque pode demorar), e faça uma lista de TUDO o que você gosta.

O que te faz feliz? Você gosta de dias ensolarados? Leia um pouco sobre a ciência por trás do Sol e compartilhe seus conhecimentos.

Você gosta de ficar sentado? Vá para uma loja de móveis e faça resenhas de sofás confortáveis.

Não há limites para as coisas que você pode fazer no Youtube. E é por isso que têm tanta coisa lá. Vá descobrir qual dos seus gostos será sua mina de ouro!

2. Reconheça suas habilidades – O que você consegue fazer?

Conteúdo com maior qualidade de produção tende a ter mais visualizações e compartilhamentos. É assim que a banda toca normalmente. Apesar disso, conteúdos ótimos podem ser feitos em qualquer nível de qualidade – você só tem que aproveitar ao máximo as suas habilidades e equipamentos (e, é claro, usá-los adequadamente dependendo do que você está tentando criar).

Você tem uma Câmera RED, uma plataforma dolly, uma armadura completa e partes de um manequim por aí? Você pode filmar uma cena de uma batalha épica de fantasia com explosões de braços e pernas. Você tem um gravador velho dos seus pais da década de 90? Eu aconselharia não filmar essa batalha épica. Você pode estar tentando filmar isso:

Mas acabar conseguindo só isso:
.

Ao invés disso, tente criar um vlog falando SOBRE cenas de batalhas épicas, ou fazendo reviews de filmes de fantasia. Quem sabe? Se você conseguir conquistar uma audiência significativa, você poderá pagar pela sua própria cena de uma batalha épica algum dia. Mas, por enquanto, considere seus equipamentos e suas habilidades de gravação e edição antes de começar a planejar e criar conteúdo.

3. Conheça seu público – Quem serão eles e as melhores formas de alcançá-los

Pssst. Ei. Cara. Vem cá um pouquinho. Chega bem pertinho pra ouvir. Tá ouvindo? Beleza.

UM BOM RELACIONAMENTO COM SUA AUDIÊNCIA É A PARTE MAIS IMPORTANTE DO YOUTUBE!!

10 ideias de vídeos para gravar para seu canal do Youtube

Em busca de ideias de vídeos para gravar para o YouTube? Democrática, a rede social abriga milhões de canais de todos os tipos de produtores de conteúdo, para diferentes públicos. Em meio a tanto conteúdo interessante, se destacar vira torna um desafio. Diante disso, o melhor caminho é encontrar os melhores modelos de vídeos, ou seja, os que geram maior interesse.

Se você conhece bem o seu público, certamente entende por quais tipos de conteúdos eles se interessam geralmente. Entrevistas, desafios, vlogs do cotidiano e até mesmo vídeos de unboxing são muito interessantes.

  • Existem alguns canais focados em apenas um desses tipos de conteúdos, enquanto outros não se prendem a um formato — o que pode ser uma boa proposta!
  • Para descobrir o melhor caminho, o ideal é que você conheça as principais ideias de vídeo para o seu canal no YouTube. Neste conteúdo mostraremos as 10 principais:
  • Confira a seguir como funciona cada um deles, saiba como explorar com o seu conteúdo e veja um exemplo para cada formato!

 

1. Perguntas e respostas (quiz)

O bom e velho quiz nunca falha! O jogo de perguntas e respostas é uma brincadeira bastante simples, mas que pode ser muito interessante, já que tudo depende do contexto. O ideal é você saber como explorar essas perguntas de acordo com o tema do seu canal.

Por exemplo, se a temática do seu conteúdo é sobre games, você pode convidar um gamer e fazer um quiz sobre determinado jogo, ou sobre a história dos videogames. A ideia desse tipo de conteúdo é justamente criar uma interatividade. As perguntas geram curiosidade em quem assiste e, geralmente, as pessoas também querem testar seus conhecimentos.

Como resultado, o conteúdo é leve, divertido e ainda traz conhecimento para quem assiste. Essa é uma das ideias de vídeos para gravar mais simples, mas igualmente certeiras!

Para quem acompanha famosos, quiz com essas personalidades são sempre legais! O casal Kylie Jenner e Travis Scott não está mais junto, mas eles já participaram de um divertido quadro de perguntas e respostas no canal da revista GQ.

 

2. Daily vlog

Os vlogs foram a transição natural dos blogs pessoais, que anteriormente eram voltados a ser uma espécie de diário virtual. Com o avanço do Marketing Digital, os blogs passaram a ser mais usados como plataforma de estratégias de conteúdo, e então os vlogs ganharam força.

Eles são vídeos em que as pessoas mostram partes específicas de sua rotina, o que nem sempre tem um roteiro pronto. No início, alguns dos primeiros vloggers pautavam cada um de seus vídeos por determinado assunto, falando sobre ele, sempre mostrando um ponto de vista.

Hoje, vlogs são mais voltados a eventos, como o cotidiano dessas pessoas, uma ida a algum evento, ou qualquer atividade diária, seja ela especial ou não. Você pode adotar esse modelo principalmente se já tem uma audiência. O vlog faz com que as pessoas se sintam mais íntimas e dentro de sua rotina.

Um dos primeiros vloggers do Brasil, talvez pioneiro, PC Siqueira tem ainda uma grande base de fãs e tem esse modelo como um dos seus preferidos. Do início comentando sobre temas, seus vlogs passaram também a mostrar seu cotidiano.

 

3. Bate-papo com convidados

Outro formato leve e uma das principais ideias de vídeos para gravar atualmente, o bate-papo nada mais é do que uma entrevista com um convidado do programa. O tema nem sempre precisa ser definido, mas o ideal é que os participantes tenham uma relação com o canal.

Essa proximidade vai gerar a identificação necessária para que o público realmente se interesse pelo conteúdo. Quanto a abordagem, ela pode ser de qualquer maneira, desde que faça sentido para o formato do programa. Alguns canais são totalmente focados em entrevistas, já outros recebem convidados esporadicamente.

Um que tem feito sucesso nessa linha é o canal do Matheus Mazzafera. Ele recebe personalidades em um bate-papo descontraído e à vontade, em um ambiente confortável, sempre com um ar leve e muito divertido.

 

4. Resenhas e reviews

Os reviews ou as resenhas sobre produtos também são um sucesso. A fórmula é eficaz, e o motivo é simples: antes de comprar algo, você geralmente pesquisa na internet sobre ele? Muita gente opta por esse caminho e, nesse sentido, os reviews são precisos na entrega das respostas.

São canais de todos os tipos e que avaliar todos produtos, como maquiagens, produtos de beleza, roupas, tênis, eletrônicos e muitos outros. Nesses reviews, os canais falam sobre especificação técnica, aparência e principalmente, testamos produtos! Por isso, os reviews são completos e ajudam muito diferentes públicos da web.

Para quem é ligado à tecnologia, um dos canais indispensáveis é o Canaltech, e eles lançaram recentemente um review sobre o novo iPhone 11. Aproveite e confira o formato!

 

5. Do It Yourself (DIY)

Faça você mesmo, ou, Do It Yourself, do inglês. A categoria DIY é um sucesso e costuma prender a atenção de qualquer pessoa, e esse é um grande diferencial. Essa categoria de vídeos é bem democrática e versátil, já que os YouTubers investem em DIY de qualquer coisa.

Decoração para casa, fantasias, ferramentas, maquiagens, customização de roupas, enfim, qualquer tipo de conteúdo funciona muito bem, já que é a proposta do formato que chama atenção.

Aprender a fazer algo interessante, usando recursos baratos e por conta própria, é uma das ideias de vídeos para gravar mais simples e interessantes.

Um dos canais que fazem bastante sucesso no YouTube é o 5-Minute Crafts. Sem uma especialidade, eles ensinam de tudo, desde fantasias de Halloween até cases de celular divertidas!

 

6. Unboxing de produtos

Na mesma linha do review, o unboxing tem uma pegada mais de “recebidos”, algo muito comum para quem acompanha os influencers. A ideia é propor a quem assiste como é a experiência completa de uma compra na internet, da abertura da caixa até a checagem do produto.

Leia também:  Como carregar a bateria de um iphone ou ipod: 11 passos

Os vídeos de unboxing costumam ser mais associados ao tema que cada canal aborda. Quem fala sobre tecnologia, por exemplo, fará um unboxing de um novo laptop, por exemplo. Já quem tem um canal de esportes, fará um unboxing de uma chuteira recém-lançada.

 

7. Desafios

Polêmicos, mas com alta capacidade de gerar views e engajamentos. Esse formato de vídeo gera sempre bastante discussão e, principalmente, reforçam uma pergunta importante: vale tudo para chamar a atenção no YouTube? Para alguns criadores de conteúdo, o limite é deixado de lado, o que pode desagradar até mesmo a própria audiência.

Com a justificativa do humor, muitos canais acabam por criar conteúdos sem tanto sentido, em nome de views que, nem sempre, geram boas avaliações. Em contrapartida, há muitos desafios que são realmente interessantes e divertidos, sem precisar apelar para nada muito chocante.

É claro que é possível fazer desafios divertidos e com a proposta de fazer o público rir, sem precisar apelar e extrapolar limites. Quem também se destaca nessa categoria é o canal Desimpedidos, sempre com desafios que contam com participações de grandes nomes do futebol.

 

8. Reacts

Entre as ideias de vídeos para gravar que mais fazem sucesso estão os reacts. Você pode criar conteúdos reagindo a simplesmente tudo o que quiser: músicas, outros vídeos, games, filmes, esportes e o que mais for possível.

Essa é uma categoria que parte de duas motivações: primeiramente, saber a opção de uma pessoa sobre determinado conteúdo. Além disso, o react tem a pegada do humor, já que as reações podem ser de diversas formas, divertindo o espectador.

Justamente por não ter um foco específico, explorar essa categoria de vídeos é muito interessante, já que ela é bem-aceita entre o público do YouTube.

 

9. Paródias

Outra boa opção entre as ideias de vídeos para gravar na categoria humor, as paródias são uma homenagem que, às vezes irônica, interpreta filmes, séries, videoclipes e músicas famosas. A proposta é realmente brincar. Mudando letras, refazendo clipes e, definitivamente, parodiando qualquer obra de pessoas famosas.

Para quem tem talento para o humor, com certeza esse é um ótimo caminho para criar conteúdos autorais e divertidos, aproveitando algo já existente. As paródias não são nenhuma novidade na comédia, mas no YouTube o sucesso é grande e vale a pena investir.

Não tem como falar de paródias e não citar o Whindersson, fenômeno do YouTube que hoje tem seu próprio show de stand-up comedy. Um dos grandes influencers no Brasil, além de vlogs sobre assuntos gerais, ele fez muito sucesso e arrancou boas risadas com suas paródias, como a sua interpretação hilária do hit Hello, da cantora Adele.

 

10. TAGs

A categoria TAG tem conquistado muitos adeptos entre os criadores de conteúdo na web, especialmente as influencers que têm seus canais no YouTube. A proposta é a seguinte: um determinado tema é escolhido e, a partir dele, essa pessoa responde a um determinado número de perguntas relacionadas ao assunto.

As perguntas, no entanto, podem ser definidas por conta própria ou por meio de um compilado formado por sugestões enviadas por quem assiste o canal. A ideia é que essas pessoas que têm um público engajado possam tirar dúvidas sobre determinado assunto ou simplesmente falar, a partir de sua visão, sobre um tema que interesse a audiência.

Quem sempre produz esse tipo de conteúdo é a atriz e também YouTuber Fernanda Souza. Dá uma conferida nesta playlist com todas as TAGs do canal dela!

São muitas boas ideias de vídeos para gravar! Dependendo do estilo do seu canal e, principalmente, da preferência do seu público-alvo, algumas escolhas vão desempenhar melhor.

Já que o assunto é YouTube, veja algumas ferramentas indispensáveis para quem cria conteúdo e gerencia canais nessa rede social.

Capa para YouTube: como impressionar seu público

Pense nos seus canais favoritos do YouTube. O que todos eles têm em comum?

(Bem, além de uma grande quantidade de assinantes.)

Vou lhe dar uma dica: eles provavelmente têm uma capa do YouTube personalizada e de alta qualidade em seus perfis. Basta um olhar e você terá uma ideia do que esses canais têm para oferecer.

Uma marca visual consistente e reconhecível é essencial para o crescimento de seus seguidores no YouTube. É um grande primeiro passo para o marketing do seu canal do YouTube.

Se você é um profissional de marketing de conteúdo, provavelmente você reconhecerá o Backlinko verde de Brian Dean quando o vir:

Isso porque ele também usa esse tom de verde na capa do seu site. Dessa forma, qualquer pessoa que encontre seu conteúdo no YouTube ou através de suas postagens em blogs reconhecerá sua marca quando encontrar conteúdo de sua autoria em outras plataformas.

Há também a questão de fazer seu canal parecer legítimo. Assim como o design do site, o design do blog e os perfis de mídia social, o design do seu canal do YouTube é a embalagem do conteúdo que você está tentando “vender”.

Mas se você for um negócio menor ou apenas uma pessoa tentando iniciar seu canal, provavelmente não tem orçamento para contratar um designer para desenvolver sua marca visual.

É por isso que você pode economizar muito dinheiro e estresse criando sua própria capa do YouTube.

Em caso de dúvida, comece com um modelo de capa para YouTube

  • Se você não tem muita experiência em design, a ideia de criar sua própria capa do YouTube a partir do zero pode parecer um pouco assustadora.
  • É por isso que, antes de aprofundarmos as dicas de como você pode criar sua própria capa criativa para YouTube, quero sugerir um atalho:
  • Evite o estresse usando um modelo de capa para YouTube como a base do seu design.

Um modelo guiará seu design, além de garantir que a capa usa as dimensões corretas. As dimensões de capa recomendadas do YouTube são 2560 x 1440 pixels. Então você precisa usar seu espaço com sabedoria.

Não sabe por onde começar? Não se preocupe.

Este guia oferecerá algumas dicas úteis para criar sua própria capa para YouTube, começando com um modelo de capa para YouTube.

1. Escolha um layout de capa para YouTube que se adapte à sua visão

Quando se trata de selecionar um modelo de capa para YouTube, procure um layout que funcione para você. Pense que foco deseja para a sua capa e o efeito que quer que ela tenha.

Existem alguns layouts de capas básicos com os quais você pode começar.

Layout de título centralizado

Colocar seu título no centro da capa realça a fonte. O layout simétrico fará seu título parecer ousado e focado.

Layout assimétrico

Um layout assimétrico pode parecer mais casual e divertido. Normalmente, você colocaria seu título em um lado da capa e o equilibraria com uma foto do outro lado.

Layout dividido

Se você quiser incorporar várias imagens em sua capa, poderá dividir a capa em seções. Para evitar que a sua capa pareça desorganizada, verifique se as seções têm largura uniforme.

2. Ofereça uma janela para o que os espectadores podem esperar de seu canal

É provável que alguém tenha chegado até o seu canal de uma dessas maneiras: eles assistiram a um vídeo seu e queriam mais, ou alguém os encaminhou para seu canal.

Sua capa pode indicar aos visitantes se o seu canal oferecerá a eles mais do que eles estão interessados. Isso significa que o estilo, o slogan e as imagens que você incluir devem fornecer às pessoas uma pequena visão do que é seu canal.

Por exemplo, digamos que você é um vlogger de viagens. Sua capa do YouTube deve indicar aos visitantes que eles podem esperar mais aventuras de você:

3. Inclua seu slogan ou slogan da marca

Qual é a mensagem persuasiva sucinta do seu canal? Qual é a sua proposição de valor principal? Inclua seu slogan cativante na sua capa do YouTube.

Normalmente, os YouTubers colocam seu slogan na parte superior ou inferior de suas capas. Por exemplo, esse modelo de capa para YouTube para um canal de resenhas de animes lista os tópicos abordados em seus vídeos na parte inferior:

Para evitar bagunçar o design da sua capa, crie um slogan de uma só frase.

Outra opção é simplesmente incluir o URL do seu site na capa. Isso também ajudará a divulgar a sua marca.

4. Mantenha seu design de capa para YouTube simples

Não há muito espaço para incluir muitos elementos de design na capa do YouTube. É por isso que é uma boa prática manter o design da capa do YouTube simples.

Por exemplo, basta usar uma foto como plano de fundo da capa, com o título e nada mais. Como neste modelo de capa para YouTube:

Você pode ajudar o texto a aparecer em segundo plano criando uma sobreposição transparente. Coloque seu texto em cima de um ícone quadrado e, em seguida, ajuste a opacidade do ícone para que a imagem de fundo seja mostrada.

Agora você pode ler o texto sem obscurecer a imagem de fundo!

Se quiser, você pode centralizar ainda mais a atenção no título no design de sua capa. Por exemplo, dê uma olhada em como o popular canal de viagens High On Life usa uma imagem de fundo simples, permitindo que a fonte grande em negrito se destaque:

5. Use uma fonte que reflita o espírito do seu canal

As fontes que você usa podem comunicar o tom, o estilo e até mesmo o tema do seu canal. Isso porque as pessoas tendem a associar personalidades diferentes a fontes diferentes.

Por exemplo, qual fonte lhe parece mais feliz?

Provavelmente a segunda fonte mais animada, certo?

Nós associamos diferentes fontes com diferentes indústrias. Por exemplo, as fontes com serifa são típicas de setores mais tradicionais, como publicações e seguros. As fontes sem serifa são mais comumente encontradas em marcas de empresas de tecnologia.

  1. Embora algumas fontes pareçam mais confiáveis e tradicionais, outras fontes parecem mais informais e divertidas. Por exemplo, dê uma olhada na fonte que a dupla de comédia do Good Mythical Morning usa em sua capa:
  2. A fonte é um pouco peculiar e não muito séria.
  3. Ou use este modelo de capa para YouTube que usa uma fonte decorativa para dar uma sensação criativa:
  4. Agora veja as fontes com serifa mais sérias e conceituadas usadas na capa do Veritasium. Seus vídeos ensinam conceitos científicos e de engenharia, por isso eles preferiram um visual alinhado à imagem de marca mais tradicional da indústria da educação:
  5. Vê como as fontes afetam o tom geral de um canal?

6. Se você usar uma foto, verifique se ela é de alta qualidade

Uma imagem desfocada pode arruinar um design que de outra forma seria incrível. As imagens que você usa na capa do YouTube devem ter uma resolução mínima de 100 a 150 dpi.

A maioria dos sites de fotografia como Unsplash ou Pexels fornecerá imagens de alta qualidade. (A Venngage também tem uma biblioteca de imagens fotográficas com fotos de alta qualidade!)

Mas se você estiver usando suas próprias imagens originais, verifique se elas são nítidas e claras ao carregá-las no YouTube.

7. Inclua um apelo à ação em sua capa do YouTube

Sua capa é um excelente local no seu perfil do YouTube. Se houver uma ação que você deseja que os visitantes realizem (como, digamos, clicar no botão de inscrição), por que não a incluir na capa?

  • Uma “call-to-action

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*