Como beijar de bochecha: 9 passos (com imagens)

Quando se trata de exercícios, muitas vezes damos total prioridade a pernas, braços e abdômen e nos esquecemos completamente do rosto.

As bochechas, como qualquer outra parte do corpo, também precisam de atividade física para se manter em forma.

Embora a genética tenha um papel muito importante no fato de termos sido abençoadas ou não com maçãs do rosto como as de Angelina Jolie, os exercícios faciais ajudam bastante a melhorar essa parte da face.

Incrível.club preparou uma rotina de 8 passos para ajudar você a transformar suas bochechas roliças em um rosto mais bem definido.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)

Começamos trabalhando os músculos centrais das bochechas. Franza os lábios e abra e feche a boca. Certifique-se de colocar os lábios para fora e tensionar o rosto, para fazer com que esses músculos trabalhem.

Repetição: 15 vezes.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)

Como o nome diz, imagine algo realmente embaraçoso. Pressione um dos cantos da boca para trás enquanto tensiona os músculos do pescoço. Se conseguir enxergar as linhas do seu rosto no espelho, isso significa que está indo bem.

Repetição: 15 vezes.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)

Todo mundo sabe como fazer essa cara engraçada. Chupe suas bochechas e franza seus lábios. Em seguida, incline a cabeça para trás e imagine que tenta alcançar o teto com o queixo para obter um alongamento extra do pescoço e do queixo.

Duração: Mantenha a posição por 10 segundos e repita 15 vezes.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)

As maçãs do rosto elevadas darão maior definição a um rosto rechonchudo. Abra sua boca com um sorriso ovalado e coloque seus lábios sobre seus dentes. Coloque os dedos sobre suas bochechas e empurre para cima para obter um lifting facial instantâneo.

Duração: Mantenha por 30 segundos.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)

Acredite ou não, fechar os olhos pode ajudar a queimar gordura de suas bochechas. Então feche-os o máximo que puder e tensione o rosto quando fizer isso para sentir a tensão em sua face.

Duração: Mantenha por 3 segundos e repita 15 vezes.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)

Seu queixo também pode fazer elevações. Empurre o lábio inferior sobre o lábio superior e levante o queixo o mais alto que puder.

Repetição: 15 vezes.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)© shutterstock.com, © shutterstock.com

Imagine que está cumprimentando amigos franceses. Franza seus lábios o máximo que puder e os mova da esquerda para a direita. Procure ir de um lado para outro o mais distante que conseguir.

Repetição: 15 vezes.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)

Esse não é apenas um grande alongamento, mas também um método eficaz para queimar gordura das bochechas. Empurre a língua contra a parte de trás dos dentes da frente e abaixe o queixo o máximo que puder.

Repetição: 15 vezes.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)

A língua, como o corpo, pode ter uma má postura. Um posicionamento incorreto pode afetar o formato do rosto, por exemplo, dando a aparência de um queixo duplo ou de uma face rechonchuda. Certifique-se de que, quando estiver descansando, sua língua e seus dentes estejam na posição correta. Sua língua deve estar descansando em seu palato e seus dentes devem se tocar levemente.

Você tem algumas dicas que funcionam para afinar suas bochechas? Compartilhe seus exercícios faciais favoritos!

Imagem de capa shutterstock.comIlustrador Daniil Shubin exclusivo para Incrível.club

BBB20: Bombou! Festa teve clima de paquera “proibida” entre Guilherme e Bianca, declaração de Daniel para Marcela e selinho de Prior em Pyong; saiba TUDO que aconteceu!

Depois da festa de ontem (8), vamos precisar de uma nova expressão para fazer referência aos baphos do #BBB20, porque “fogo no parquinho” já ficou no chinelo… Além da postura polêmica de Pyong, que apalpou Flayslane e tentou beijar Marcela à força, a noite ficou marcada por Bianca Andrade sinalizando interesse em Guilherme, Daniel e Marcela dando os primeiros passos para um possível romance, e até Felipe Prior distribuindo selinhos (inclusive em Pyong enquanto ele dormia).

Marcela e Daniel: novo casal à vista?!

Como havíamos adiantado aqui, o ator não fez muita questão de esconder para os colegas que tinha interesse na obstetra e assumiu o sentimento para ela durante a festa. “Você sabe que sou um menino do mundo, mas quando a gente fica perto eu sinto uma coisa”, declarou. Marcela riu do jovem e respondeu: “Não faz isso comigo não, vamos devagar?”.

A participante alegou que a diferença de idade entre os dois pode ser um problema. “Você é um baby, tudo o que você sonha em fazer eu já gabaritei.

Aqui as coisas são muito intensas e qualquer coisa que acontece a gente não tem como fingir que não aconteceu. Você é um fofo, muito parecido comigo de espírito, de ideias, de tudo. Eu tenho medo porque aqui dentro as coisas são muito intensas”, analisou.

“Acho que a idade é o menor dos problemas, embora seja chocante para mim, mas vamos devagar”, amenizou.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)Foto: Reprodução/Globoplay

Mais tarde, a médica começou a chorar e desabafou com Pyong e Thelma o que estava em sua cabeça. “O problema é que gosto de uma pessoa lá fora. E aí não sei se a pessoa gosta de mim ou não.

Se eu sair terça-feira, aí beijei na boca por carência, ridícula. Eu gosto dele, e quando olho para minha vida ele faz todo sentido. E essa criança de 22 anos não faz sentido nenhum.

Será que não mandam uma carta dizendo se estou solteira ou não?”, falou em tom de brincadeira.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)Foto: Reprodução/Globoplay

Apesar das muitas dúvidas, Marcela demonstrou que está sendo difícil resistir à personalidade carinhosa do brother. No final da festa, os dois ficaram deitados no chão da sala de mãos dadas e foram interrompidos por Gizelly. “Marcela, vamos para o quarto. Perde 500 estalecas se não for para o quarto, está ouvindo?”, disse a advogada antes de fazer a obstetra se despedir do rapaz.

Bianca Andrade e Guilherme resistindo às tentações

Mais uma vez, a “Boca Rosa” passou da conta na bebida durante a festa e a carência bateu.

Uma das melhores amigas de Guilherme no confinamento, a blogueira deu a entender que estava com outros interesses no rapaz, que está namorando a amiga Gabi. Enquanto dançavam forró, a carioca já tinha dito que amava o brother.

Mais tarde, eles trocaram beijos na bochecha e ele declarou: “Eu vou estar com você até o final disso aqui. Não importa, de verdade”.

“O que é que tu sente?”, perguntou Andrade, ouvindo um “não sei” em resposta. Ela reforçou a fala, questionando se ele não sentia nada por ela, e escutou em resposta “nada, nada não”. Ao negar um refrigerante, Bianca tentou fazer o rapaz se deitar e ele pediu “pelo amor Deus” que a sister não fizesse aquilo. “Calma, muita calma. Por favor, não faz isso comigo”, insistiu.

Em outro momento, o namorado de Gabi fala para Bianca ir comer um bolo e ela fica cabisbaixa. “O que foi?”, questionou. “Sai de perto de mim! Sai de perto de mim!”, grita a blogueira, antes de se afastar e voltar correndo. “Quer que eu beije você?!”, disparou para Guilherme, que respondeu em negativa. “Então sai”, falou, antes de sair andando em direção a pista de dança.

Conheça os benefícios e alguns riscos do beijo na boca

Se tem um dia que merece ser comemorado é o Dia do Beijo. A data é celebrada nesta quinta-feira. Que beijar é muito bom, (quase) ninguém discorda. Mas nesse ato há muitos outros benefícios, que vão além da troca de carinho, e também alguns riscos, que devem ser conhecidos.

Pode parecer estranho, mas na boca humana há aproximadamente 800 tipos de bactérias. Elas são permutadas durante o beijo e isso acaba aumentando as defesas naturais do organismo, em um processo parecido com o da vacina.

Casais que se relacionam há muito tempo tendem a possuir microrganismos parecidos, ou seja, estão preparados para lidar com infecções semelhantes.

É claro que, para essa troca ser saudável, as pessoas devem ter boa higiene oral, escovando os dentes e utilizando o fio dental regularmente.

Veja abaixo um vídeo sobre o assunto com o professor de Biologia e médico, Dr. Murilo Ranulfo:

 

Dar e receber beijos também é uma forma de reduzir a ansiedade e de melhorar o humor e aumentar a sensação de prazer. Isso acontece porque o ato reduz hormônios relacionados ao estresse e aumenta a serotonina e a ocitocina, responsáveis por sensações como bom humor, bem-estar e prazer.

Ao reduzir o estresse, o beijo contribui também para a redução de problemas cardiovasculares, já que muitos deles são gerados ou intensificados justamente pelo estado estressante.

Estudos indicam, ainda, que beijar pode reduzir os efeitos de reações alérgicas, reduzindo sintomas como espirros e secreção nasal.

Não deve ser novidade, mas o beijo também tem papel fundamental no aumento da libido, criando o clima entre o casal e preparando o corpo para a atividade sexual. Sem falar nos benefícios para a autoestima, pois não tem quem não goste de se sentir querido e desejado.

Por fim, beijar também gasta calorias, apesar de não compensar, nem de longe, uma vida sedentária. O beijo, no entanto, também traz alguns riscos, pois há várias doenças que são transmitidas pela boca e pela saliva. Estatisticamente falando, quem beija mais pessoas diferentes, tem mais chance de ser infectado. Mas, em geral, são doenças simples de serem tratadas.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens) Beijo na boca é prazeroso, mas traz uma série de riscos à saúde. (foto: Internet)  

A mais conhecida delas é a mononucleose, que não atoa é considerada a doença do beijo. Trata-se de uma infecção viral que pode ser assintomática ou gerar febre alta, dor de garganta e de cabeça, tosse, entre outros sintomas típicos de viroses em geral.

Outra conhecida doença transmitida pelo beijo é a herpes simples. Como ela normalmente causa uma lesão nos lábios, fica mais fácil identificar pessoas contaminadas. Mas não se engane, a transmissão pode ocorrer mesmo quando não há nenhum sinal aparente.

A parte boa é que a maioria das pessoas já teve contato com o vírus e, ainda assim, ele nunca se manifestou. Vários tipos de gripes e resfriados também podem ser transmitidos pelo beijo, além de catapora e caxumba, apesar de serem doenças bem mais comuns em crianças.

Leia também:  Como arrumar a mesa para um jantar formal: 10 passos

A candidíase oral, também conhecida como sapinho, é causada por fungos e pode ser transmitida pelo contato direto, como o beijo. Se houver pequenas feridas na boca, há, ainda, o risco de transmissão de sífilis, uma doença sexualmente transmissível. Mas isso é bem mais raro.

O micróbio causador da meningite, doença que consiste na inflamação das membranas que envolvem o cérebro (meninges), pode ser transmitido da garganta de uma pessoa a outra, por meio de gotículas da tosse, espirro e, naturalmente, pelo beijo.

Vale lembrar que beijar não transmite o vírus do HIV.

De acordo com o Departamento de IST, Aids e Hepatites Virais, do Ministério da Saúde, não existe nenhum caso descrito na literatura científica em todo o mundo que comprovadamente tenha demonstrado que o beijo transmitiu o HIV. As formas de contágio cientificamente comprovadas são pelo sangue, pelo aleitamento materno e pelos fluidos genitais masculinos e femininos.

Portanto, se resolver ir além dos beijos, não deixe de usar camisinha.

Artigo do Percurso Pré-vestibular e Enem.

Beijo de língua: você está fazendo isso certo?

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)

Eu nem devia estar aqui falando como se deve beijar ou não, afinal cada um faz o que quiser e beija como bem entender, né? Também não tenho a intenção de dizer que sou especialista em beijo, mas veja bem… o básico todo mundo precisa saber e tem gente que nem isso.

Então vou falar mesmo assim…

Não sei vocês, mas pra mim beijo é passo eliminatório na relação. Ficar uma vez com quem não beija bem, acontece… mas se apaixonar, só se o beijo for bom, pelo menos pra mim. Se você parar pra analisar, vai perceber que o beijo diz muito sobre o comportamento do outro, principalmente no sexo.

É verdade! Faça esse teste. Gente que beija sem muito envolvimento, que você não sente a entrega, a respiração, as mãos lhe apertando com mais força quando a língua entra no jogo, fatalmente será um parceiro frio na cama. Mas isso é assunto para uma outra hora.

O tema aqui hoje é a língua! Esta parte essencial no beijo, mas que algumas pessoas não fazem a menor ideia de como usá-la durante o processo. Primeiramente, listarei abaixo pontos importantíssimos, baseados em opiniões minhas e de amigos que colhi depoimentos. Sendo assim, atentem para estas coisas que você NÃO DEVE fazer com a língua ao beijar.

1 – Jamais, nunca e em hipótese alguma, comece um beijo já enfiando a língua na boca da pessoa. Ainda que você esteja no meio da transa, deixe a língua para um segundo movimento, ok? Principalmente se for o primeiro beijo. É irritante e broxante, você se aproximar para encostar os lábios e o outro já estuprar a sua boca com a língua.

2 – Língua não é enxaguante bucal, então não fique rodando entre os dentes do parceiro como se quisesse fazer um reconhecimento da arcada dentária da pessoa. O que você acha bacana, nem sempre é agradável para o outro, entendeu?

3 – Língua não é chuveiro para lavar o rosto alheio. Obviamente, em alguns momentos mais quentes, ela escapa e vai lambendo tudo mesmo… pescoço, nuca, orelha… mas isso só de vez em quando. Claro que é normal molhar um pouco, mas lamber a bochecha e o nariz, já é over.

4 – Língua não é estátua para ficar parada. Use! Beijo morno demais não excita ninguém.

É preciso entender que a língua é o ponto alto do beijo… o ápice. Por isso ela é um trunfo que deve ser deixado para o momento mais quente. Se você já começa o beijo com língua saindo por todos os lados, a parada perde o mistério.

Antes de tudo e qualquer coisa, relaxe os músculos da face… deixe o maxilar soltinho. Tem gente que parece que tem preguiça de abrir a boca pra beijar. Mas não precisa escancarar querendo engolir o outro, encontre um meio termo.

Comece a beijar de maneira mais lenta, vá reconhecendo os lábios da pessoa, brinque se afastando e depois aproximando. Aumente a pressão do toque chegando mais perto e também pressionando mais o corpo do parceiro.

Ao primeiro sinal de uma respiração mais ofegante, é hora de você arrasar.

Introduza a sua língua, inicialmente, de uma maneira mais delicada e depois… depois fica por sua conta porque também não posso ensinar tudo, né?

O importante é que agora você já sabe o momento exato de usá-la! Então faça o beijo valer a pena e deixe que ele seja inesquecível.

De nada!

Exercícios faciais podem suavizar as linhas de expressão; veja como fazer

Hábitos do dia a dia que parecem inofensivos podem causar em longo prazo marcas desagradáveis no rosto, como o famoso “bigode chinês”, aquelas linhas que vão da base do nariz até a lateral da boca, e também as rugas.

Mas existem alguns exercícios que podem minimizar esses problemas, como explicou a fonoaudióloga especializada em estética facial Gisele Valdstein no Bem Estar desta terça-feira (20).

Dormir de bruços com o rosto de lado e as mãos na bochecha, roer unhas, morder o lábio inferior, apoiar a cabeça nos braços e mastigar apenas de um lado podem ser causas dessas linhas no rosto. Essas causas podem provocar uma tensão excessiva da musculatura ao redor da boca e das bochechas, mas a flacidez dos músculos também pode causar as marcas. Veja os exercícios no quadro abaixo.

EXERCÍCIOS PARA MINIMIZAR A FLACIDEZ DO ROSTO EXERCÍCIOS PARA MINIMIZAR A TENSÃO EXAGERADA DOS MÚSCULOS DO ROSTO
1. Para o bigode chinês – Coloque o dedo indicador da mão direita por dentro da bochecha esquerda  – Puxe a bochecha para fora enquanto força em direção aos dentes2. Para o bigode chinês – Segure a bochecha com a mão contrária, usando o dedão por dentro da boca e o indicador por fora – Tente sorrir, fazendo resistência com a mão que está segurando – Repita os exercícios no outro lado3. Para os olhos – Coloque os dedos em “V” na lateral e centro dos olhos – Force os olhos como se fosse fechá-los, exercitando a musculatura dessa região – Segure 3 segundos e faça 3 séries de 10 repetições 1.Para o bigode chinês – Com o dedão por dentro da boca e os demais por fora da bochecha, faça movimentos de cima para baixo tracionando a musculatura do alto da bochecha até a lateral do lábio, sem tensionar nenhum músculo da face

  • 2. Para o bigode chinês
  • 3. Para a testa
  • aos outros para diminuir a tensão dessa região

– Faça um “O” exagerado com os lábios enquanto segura na lateral do bigode chinês, alongando o rosto – Faça 10 repetições para tirar o peso da musculatura da região – Massageie a testa com as mãos opostas uma à outra e também com os dedos contrários uns

No entanto, é preciso ressaltar que esses exercícios são voltados para a musculatura do rosto e não para a pele – o rejuvenescimento é apenas uma consequência da melhoria das funções do rosto, da tonicidade ou alongamento que os exercícios proporcionam.

Fora isso, a prática deles faz com que a pessoa diminua os movimentos que causam as linhas de expressão. Porém, os exercícios não solucionam os problemas que surgem por causa do envelhecimento, por isso não é possível rejuvenescer o rosto em todos os casos.

Esse envelhecimento causa perda do colágeno na pele, o que causa as rugas. Fatores externos como exposição freqüente ao sol, maus hábitos alimentares, desidratação, poluição, fumo e falta de sono também podem desencadear essas marcas.

Para evitar as rugas, a dica da dermatologista Márcia Purceli é manter o rosto sempre limpo, retirar a maquiagem com demaquilante, utilizar cremes antirrugas ou hidratantes para a região dos olhos e também protetor solar. Como tratamentos, existem o ácido hialurônico e o ácido retinóico, que devem ser indicados sempre por um dermatologista.

Existe também a possibilidade de combater as rugas com a acupuntura, como mostrou a repórter Daiana Garbin (no vídeo acima). As agulhas do procedimento ajudam a relaxar a musculatura na região da linha de expressão sem cortes, química e paralisação do rosto. O ideal é que o paciente faça de 10 a 12 sessões, uma vez por semana, para minimizar as marcas no rosto.

Como Beijar de Bochecha: 9 Passos (com Imagens)

Sobrancelha e cílios O Bem Estar desta terça-feira (20) falou também sobre essas duas regiões do rosto que podem sofrer alguns problemas, como a queda dos fios, por exemplo. No caso da sobrancelha, existem duas técnicas distintas: o transplante e o implante – essa última é contraindicada atualmente porque os fios sintéticos podem ser rejeitados pelo organismo.

O transplante é um procedimento moderno, que custa em média R$ 10 mil reais, que retira uma faixa do couro cabeludo, onde os fios têm 1 ou 2 folículos, para aplicar na sobrancelha, como explicou o cirurgião plástico Ricardo Lemos.

Mas isso não é para todo mundo – é importante saber se o crescimento dos pelos será igual, ou seja, pessoas com cabelos muito grossos ou enrolados não devem fazer porque ficará com a aparência de algo artificial.

Já os cuidados com os cílios são diferentes. Homens e mulheres devem lavá-los diariamente com shampoo de bebê, que não irrita os olhos, para retirar a oleosidade dos pelos – a recomendação é dobrada caso a pessoa tenha tendência a ter blefarite, uma inflamação nas bordas das pálpebras.

A repórter Daiana Garbin foi conhecer técnicas para alongar os cílios. Ela descobriu um gel com princípios ativos que aceleram o crescimento natural dos fios, um produto com uma substância chamada capixyl, que aumenta a irrigação na raiz do pelo e faz o cílio crescer e também um medicamento à base de bimatroprosta, substância que também estimula o crescimento.

Veja no vídeo acima como eles são utilizados.

Câncer de pele Segundo a dermatologista Márcia Purceli, há uma campanha para prevenção desse tipo de câncer. Para ver qual o dermatologista mais próximo da sua casa, é só acessar o site da Sociedade Brasileira de Dermatologia, clicando aqui.

Um guia rápido de como dar um beijo no rosto – EF Blog Brasil

O beijo no rosto é um dilema que você provavelmente encontrará em algum momento da sua vida, especialmente se você viaja ou passa certo tempo no exterior.

Ás vezes é difícil saber se você deve dar um aperto de mão, um abraço ou um beijo no rosto, mas mesmo quando se escolhe a última opção pode ser um pouco complicado: quantos? De que lado começo? (E como faço para não parecer tão estranha quanto o casal na foto?).

Verdades sejam ditas: é difícil prever o que a outra pessoa fará, mas ter um pouco de conhecimento sobre o assunto em seu arsenal cultural poderá te ajudar bastante. Aqui temos algumas dicas de como cumprimentar adequadamente uma pessoa com um beijo no rosto:

Se estiver em um ambiente de grupo, onde todos estejam se cumprimentando, é mais fácil esperar e observar o que os outros estão fazendo e tentar copiar isso. Se for um encontro individual, é um pouco mais difícil. A primeira dica é: esteja preparado. Se a situação for muito profissional, é melhor optar pelo aperto de mão. Na maioria das outras situações, um beijo no rosto será ótimo.

Uma vez comprometido com o beijo no rosto, certifique-se de que você o dará corretamente. Aproxime-se da pessoa que você conhece e coloque delicadamente a mão na parte superior do braço. Gentileza é a palavra chave aqui – ninguém quer ser emboscado ou acusado de machucar o braço de outro. Em seguida, vire a bochecha em direção a outra pessoa e incline-se.

Faremos um minuto de pausa aqui – embora a maioria das pessoas comece o cumprimento com a bochecha direita e, depois, se dirija à esquerda, na Itália é habitual começar pela bochecha esquerda e em seguinte à direita. Não é tão difícil quanto parece – prometo. Portanto, a menos que você esteja em um passeio durante um fim de semana na Itália, se mantenha inclinado para a esquerda.

É aqui que a situação pode ficar um pouco mais complicada.

Embora seja costumeiro beijar duas vezes na Espanha, na Itália e na maior parte da França, há outros lugares onde as pessoas preferem um, dois, três ou até quatro beijos.

Na maioria dos casos, é mais seguro optar pelo meio mais clássico com um beijo rápido em cada bochecha (para detalhar mais as regiões, consulte este vídeo muito útil).

Lembre-se de não beijar realmente a bochecha. Em vez disso, descanse delicadamente a bochecha contra a deles e beije o ar. Existe um grupo seleto de pessoas que insiste em beijar as outras na bochecha, deixando você beijar o ar a quilômetros de distância do rosto delas, mas, felizmente, essas experiências estão distantes.

Depois de aprender como cumprimentar, é muito mais fácil se despedir. Apenas repita o que foi feito no cumprimento inicial e você se dará bem. A chave do beijo na bochecha é ser legal, rápido e não pensar demais – basta agir naturalmente, mantendo o contexto cultural em mente e você conseguirá se expressar com confiança.

Um, dois ou oito: guia do beijo no rosto pelo mundo

Talvez você já tenha visto, fora do Brasil, duas pessoas se cumprimentando ora com um beijo no tosto, ora com dois beijos e se perguntou: como é, afinal, a etiqueta do cumprimentar quando estamos fora de casa? Ao contrário de um aperto de mão ou um abraço, que são comuns na maioria dos lugares, o costume de beijo na bochecha é diferente em cada cultura.

Na Espanha, o comum é um beijo em cada bochecha; em partes do Afeganistão, o costume é beijar até oito vezes. Tudo isso mostra que o beijo na bochecha é mais arte do que ciência, ou seja, você nunca sabe o que esperar de cada lugar.

Para quem viaja para o exterior, entender como isso funciona é uma boa ajuda. Fazer o movimento errado pode até ofender a pessoa que está sendo cumprimentada. 

A origem de tudo

No livro One Kiss or Two: In Search of the Perfect Greeting (Um beijo ou dois: em busca da saudação perfeita, ainda sem tradução para o português), o diplomata Andy Scott constrói hipóteses sobre a origem da tradição do beijo na bochecha.

“Na epístola para os Romanos, São Paulo instrui seus seguidores a cumprimentar uns aos outros com um beijo sagrado, que no caso era na boca. O ato se tornou uma saudação comum entre os primeiros cristãos e uma parte central da cerimônia católica”, diz ele.

Com o tempo, a igreja católica se sentiu incomodada com a sensualidade do ato e decidiu eliminar esse símbolo do Império Romano. O encostar de lábios virou então um roçar de bochechas, o que explicaria o porquê da saudação ser tão popular em grande parte dos países com maioria católica. A prática é comum em partes do Oriente Médio, Ásia e onipresente na América Latina e Europa Continental.

Scott diz que o beijo no rosto começou com camponeses e foi adotado pela elite quando as classes mais baixas e rurais começaram a migrar para as cidades.

Guia do beijo no rosto

Nunca é demais saber em que lugares do mundo você deve oferecer a bochecha, assim como quantos beijos esperar. Só na França, o número varia drasticamente em cada região, de acordo com uma pesquisa feita com mais de 100 mil cidadãos em 2014. Parisienses consideram dois beijos a norma, enquanto três são o comum na Provence e quatro no Vale do Loire. Veja a tradição de alguns países:

  • Um beijo: Colômbia, Argentina, Chile, Peru e Filipinas.
  • Dois beijos: Espanha, Itália, Grécia, Alemanha, Hungria, Romênia, Croácia, Bósnia, Brasil (que, como a França, varia de acordo com a região; no Rio Grande do Sul são três, no Rio de Janeiro dois, em São Paulo um) e alguns países do Oriente Médio (mas apenas entre pessoas do mesmo sexo).
  • Três beijos: Bélgica, Eslovênia, Macedônia, Montenegro, Sérvia, Holanda, Suíça, Egito e Rússia (acompanhado de um abraço de urso).

A logística das bochechas

O beijo tem diferenças a depender do país — é el beso na Espanha, beijinhos em Portugal, beijos no Brasil e beso-beso nas Filipinas — mas a logística é quase sempre a mesma. Você começa encostando bochecha direita com bochecha direita e depois muda para a face esquerda, repetindo se necessário. A única exceção é na Itália, onde o il bacio começa na esquerda.

Algumas culturas realmente encostam os lábios na bochecha, mas é melhor evitar. Ao invés disso, encoste a face e beije o ar fazendo um barulho suave de smack! — no lugar do escandaloso mwah! — evitando qualquer troca de saliva. E existe uma razão para tal.

“Alguns vão dizer que é por causa do batom”, conta Scott, “outros, para evitar a propagação de germes.” De fato, em 2009, o The Telegraph informou que muitas instituições francesas baniram o beijo para prevenir um surto de gripe suína H1N1.

Os perigos

Na América Latina é comum cumprimentar alguém que você acabou de conhecer com um beijo — é o equivalente a estender a mão na América do Norte. Isso também é verdade na Europa, mas não é tão comum. Se você for recepcionado com um beijo e não tem certeza de quantos serão, se garanta com dois.

“Estranhamente, existe uma relação inversa [em muitos lugares] entre o número de beijos e o quão próximo você é da pessoa”, diz Scott. “É como se o segundo beijo cancelasse o significado do primeiro. Ao invés de intimidade, o ato se torna simplesmente ritualístico.”

Quem beija quem?

As dinâmicas de gênero também devem ser levadas em consideração. Na Europa e América Latina, cumprimento com beijo entre duas mulheres e entre um homem e uma mulher são bem aceitos.

Beijos entre dois homens são raros e só acontecem em lugares como Argentina, Sérvia e no sul da Itália.

Como esperado, a saudação com beijo entre homens e mulheres não são bem vistos em lugares mais conservadores.

Pegadinhas à parte, Scott encoraja o viajante a tentar, mesmo com o risco de cometer uma gafe ou darem um passo em falso.

21 coisas (maravilhosas) que você não sabia sobre o beijo

Separamos 21 curiosidades para você comemorar esse 13 de abril, mais conhecido como o Dia do Beijo, com muito conhecimento – e passando um pouco de vontade com essas imagens lindas, porque ninguém é de ferro e não está fácil pra ninguém, né? (risos nervosos)

 (Reprodução/Reprodução)

1. É possível deixar o beijo ainda melhor
Para Nathalia Ziemkiewicz, educadora sexual, a sincronicidade é o mais importante. Quando beijamos pela primeira vez, costumamos ficar mais afoitos. Por isso, podemos bater dente com dente. Um típico sinal de afobação! Uma boa dica para esquentar o beijo é relaxar totalmente os músculos da face, prestar atenção ao ritmo do parceiro e ir intercalando intensidades: uma hora um beijo mais intenso, outra hora mais suave. A educadora ainda dá a dica: “Use o corpo todo para beijar! Passe as mãos no cabelo, faça cócegas na nuca, aperte a cintura, etc”. 2. Beijar queima calorias
Beijar é um tipo de exercício físico e faz, sim, você perder algumas calorias! Todo aquele clima acelera os seus batimentos cardíacos e, consequentemente, aumenta o seu metabolismo. Em um beijo simples de 1 minuto, o número de calorias perdidas pode variar de duas a cinco. Pode ser um valor simbólico, mas, né? Pelo menos você não está puxando ferro. (risos) 3. Beijar alivia o estresse
Cientistas americanos realizaram um estudo e perceberam que, depois de beijar, o nível de cortisol no organismo das pessoas fica menor; e esse é justamente o hormônio responsável pelo estresse! Em contrapartida, hormônios como oxitocina e dopamina tendem a ter sua produção aumentada, provocando felicidade e prazer. Ai, ai!  4. O primeiro beijo é diferente dos outros
De acordo com a educadora sexual Nathalia Ziemkiewicz, a explicação para isso é mais prática do que química. A ansiedade e o nervosismo que rolam antes do primeiro beijo, por menores que sejam, fazem os músculos da face se contraírem, o que deixa o beijo mais duro. Sem contar que a falta de experiência também torna o primeiro beijo mais travadão e, consequentemente, diferente que os outros – assim como sua sensação. Acredite, os outros vão ser bem melhores! ????

 (Reprodução/Reprodução)

5. Beijar exercita os músculos da face
Você vai para a academia, malha pernas, braços, faz milhares de abdominais para ficar com o corpo sarado, mas… E o rosto?! Problema resolvido! Um beijo de língua faz com que você movimente cerca de 30 músculos da face! Quer técnica antienvelhecimento mais agradável? Alô, Dylan O’Bien! Estamos por aqui! (risos) 6. Um casal já passou horas e horas se beijando
Se você beijou uma pessoa por 10 minutos e já achou bastante, reveja seus conceitos! O beijo mais longo, até o momento, aconteceu em 2013. O casal tailandês Ekkachai e Laksana Tiranarat ficou se beijando por, acredite, 58 HORAS, 35 MINUTOS E 58 SEGUNDOS. O beijo, é claro, foi registrado no Livro dos Recordes. Ufa! Ficamos cansados só de pensar… 7. Há pessoas que têm medo de ~dar uns beijos~

Fobia é um medo irracional de alguma coisa. Dito isso, apresentamos a Philemaphobia. E, sim, é exatamente o que você pensou! Existem pessoas que têm medo de beijar!!! Não estamos falando daquele friozinho na barriga que todos sentimos, mas de um pânico real, desencadeado por diversas razões, de crenças religiosas e culturais a TOCs relacionados a higiene.

 (Reprodução/Reprodução)

8. 10% do mundo não beija
Beijar é algo normal e natural para boa parte do mundo. No entanto, existem pessoas que não o fazem isso de jeito nenhum! Em partes do Sudão, por exemplo, pessoas não beijam porque elas acreditam que a boca é a janela da alma. Ou seja, através do beijo, elas poderiam ter suas almas roubadas. Os esquimós, por outro lado, não beijam por causa do frio. Alguns dizem que é devido à roupa, que deixa apenas os olhos e os narizes expostos. Outros falam que a saliva seria congelada ao ser exposta. Independente do real motivo, a questão é que eles demonstram o afeto esfregando, levemente, a ponta do nariz. Tanto é que a palavra kunikpok, que significa “cheirar”, também é usada por eles para “beijar”. Fofo, vai?! 9. A origem da palavra vem do latim
O latim tem três palavras para definir o beijo: suavium, que é usada para falar daquele beijo mais carinhoso e suave; osculum, que se refere ao beijo no rosto; e basium, claramente a que deu origem à palavra que usamos, que está ligada ao beijo na boca, de língua.

 (Reprodução/Reprodução)

10. Beijar é extremamente viciante
A dopamina é um neurotransmissor que tem sua liberação aumentada durante o beijo, e ela é responsável por aquela sensação de desejo e euforia. E daí?! É que ela estimula partes no cérebro que também são estimuladas pelas drogas. Por isso que você quer mais e mais e mais, tipo aquela música do Sandy & Jr.: “Um beijo é muito bom, mais que mil é mais que bom!”. 11. Beijar é razão, não só emoção

“O beijo ativa todos os nossos sentidos (como o olfato, o paladar e o tato) para que forneçam pistas sobre a compatibilidade e o potencial de um parceiro a longo prazo. Nosso corpo e cérebro nos ajudam a decidir se devemos investir no relacionamento.

Ao mesmo tempo, as terminações nervosas presentes nos lábios fazem da experiência algo extremamente agradável.

E é função dos hormônios e dos neurotransmissores promoverem vínculo e proximidade entre as duas pessoas”, explica a pesquisadora Sheril Kirshenbaum no livro A Ciência do Beijo.

 (Reprodução/Reprodução)

12. Beijar não é costume em todo lugar
No Brasil, dependendo da região, damos um, dois ou três beijinhos na face para cumprimentar a pessoa, mas na maior parte da Europa, por exemplo, isso não acontece. O beijo na bochecha é comum somente entre conhecidos, o resto fica só no aperto de mão mesmo. Contudo, na Rússia, pasmem! Tem gente que dá até seis beijos na bochecha e alguns preferem cumprimentar com um selinho. Mas beijar na boca na balada? Iiih, isso não é um costume europeu, não! Para eles, beijos na boca são extremamente íntimos.
13. Sonhar que beija um famoso tem um porquê
Quem nunca quis voltar a dormir só para ficar novamente com aquele crush famoso no sonho, seja ele ator, youtuber ou cantor? O significado mais óbvio é que você tem vontade de beijar o seu ídolo. Ah, vá?! Mas o psicólogo americano Paul Fernandez vai além e afirma que sonhar que está beijando algum famoso significa você está precisando se apaixonar por alguém – mesmo que ele seja anônimo. (risos) 14. O beijo cinematográfico mais reproduzido é…

…o de Titanic! O filme de James Cameron, estrelado por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet estreou em 1997 e, desde então, inspira muitos casais apaixonados, que reproduzem o romântico beijo de Jack e Rose na proa do navio mesmo não estando em um.

 (Reprodução/Reprodução)

15. Quem deu o primeiro beijo do cinema foi…

John C. Rice e May Irwin no filme The Kiss (O Beijo), de 1896.

 (Reprodução/Reprodução)

16. Beijo na testa é sinal de respeito

E afeto, e não acontece só entre casais! 17. Há técnicas para melhorar o beijo de língua
Quanto mais você pratica, maiores as chances de agradar. Este é o conselho da educadora sexual Nathalia Ziemkiewicz. E ela completa: “Vá alternando o ritmo e os movimentos da língua, amplie as sensações com mordidinhas e sucções nos lábios do parceiro, brinque passando os dedos nos lábios molhados dele, faça pausas para criar um suspense – você pode abrir levemente a boca e insinuar a língua sem encostar na dele”.
18. Existem diferentes tipos de beijo
O site da Superinteressante lista 16 tipos de beijos, que vão desde os mais tradicionais até os mais mirabolantes. Você acredita que existe um tipo de beijo chamado Luta de Línguas? Já dá para imaginar, né? Existe também um beijo chamado Revelador de Intenção. Nesse caso, a pessoa beija o reflexo do parceiro no espelho, na água ou na parede. ETA!
19. Beijo transmite doenças, mas… (ver item 20)
Herpes labial, mononucleose e H1N1 são algumas das principais doenças que podem ser transmitidas pelo beijo. Mas você sabia que cárie e gengivite (inflamação na gengiva causada pelo tártaro) também podem ser transmitidas enquanto beijamos? É raro, mas pode acontecer caso a sua imunidade esteja baixa. O vírus HIV, da AIDS, não é transmitido pela saliva, logo as chances de você se contaminar pelo beijo são praticamente nulas.
20…. Faz (muito) bem à saúde!
Ué?! É que assim: quando você beija, você pode trocar, segundo um estudo realizado pela Universidade de Amsterdam, 80 milhões de bactérias com a outra pessoa! Pode até parecer meio nojento, mas vários pesquisadores já afirmaram que isso é bom. O motivo? A troca de bactérias fortalece o sistema imunológico (desde que os dois envolvidos estejam saudáveis, é claro). Outra coisa benéfica do beijo é que ajuda na saúde bucal: ao produzir mais saliva, você elimina bactérias prejudiciais aos dentes. Ah, e sabia que beijar também regula a pressão arterial? Sua frequência cardíaca acelera e seus vasos sanguíneos dilatam, o que facilita o fluxo de sangue que circula pelo seu corpo. Pesquisadores japoneses ainda afirmam que beijar ajuda a aliviar os sintomas de alergias, como rinite, pois o beijo diminui os níveis de imunoglobulina E (anticorpo responsável pelos sintomas da alergia) no sangue.

21. Você vai passar mais de 20 mil minutos da vida beijando
Estimativas apontam que você (sim! Você aí do outro lado) vai passar exatos 20.160 minutos da vida beijando. E aí, é muito ou pouco?

Notícias sobre #EntreAMigasBeijocuriosidadesgarotosNamoroPaqueraSaúde

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*