Como armazenar maçãs: 13 passos (com imagens)

Como Armazenar Maçãs: 13 Passos (com Imagens)

A maçã é uma fruta apreciada por muitos, e seu suco então nem se fala, uma delícia. O primeiro suco de maçã que tomei foi um desses de caixinhas comprado em supermercado. Mas como sempre leio os ingredientes de cada produto que consumo, não fiquei muito contente ao saber que continha conservantes, aromatizantes e muito açúcar. Procurei por outras marcas e encontrei uma regional daqui de Santa Catarina que produz suco de maçã integral, ou seja, sem água, açúcar, corante e conservante. Simplesmente adorei, o suco é muito mais saboroso, o único problema nesse caso é o preço alto.

Decidi então fazer em casa o meu próprio suco de maçã. Comprei algumas, descasquei, piquei em pedaços, triturei no liquidificador com água, e tomei bem geladinho.

O resultado era um suco grosso que não me agradou muito, o sabor era ótimo, mas aquela textura não muito. Completamente diferente daquele suco comprado no supermercado.

Surgiu então a hipótese de que aquele suco era feito cozinhando as maçãs, assim como se faz o suco de uva, e não batendo elas crua com água no liquidificador como se faz muitos sucos de frutas.

Como Armazenar Maçãs: 13 Passos (com Imagens)

Pesquisei na internet e minha hipótese foi confirmada. Para se fazer aquele suco de maçã, sem aqueles pedacinhos, era necessário cozinhá-la.

E lá foi eu pra cozinha tentar, e por sorte o resultado foi muito satisfatório.

Desde então, de vez enquanto faço esse suco, diga-se de passagem que ele nunca chegou a durar mais do que um dia na geladeira, ainda mais se eu coloco canela no preparo, fica muito bom.

Esse que eu fiz não utilizei canela, mas fica a seu critério colocar ou não. Nas minhas pesquisas para aprender a fazer um bom suco de maçã descobri que é importante utilizar maçãs bem maduras e naturalmente adocicadas, como por exemplo a Fuji, Vermelha e Gala. E se for possível, misturar vários tipos de maçãs.

Como Armazenar Maçãs: 13 Passos (com Imagens)

Como Armazenar Maçãs: 13 Passos (com Imagens)

O preparo é bem simples, é só lavar bem as maçãs, de preferência as orgânicas, cortar em pedaços, tirar as sementes e o caroço, e cozinhar até ficarem macias. Depois é só peneirar, deixar esfriar e adoçar a gosto se achar necessário.

Como resultado você terá um suco caseiro, fresco, saboroso, e mais barato e saudável do que os comprados em supermercados. Isso sem contar que o resíduo que sobra da fabricação do suco, é nada mais nada menos que o purê de maçã, que nesse caso eu utilizei para fazer muffins de maçã com canela.

Assim não desperdicei nada, em breve publico a receita por aqui.

  • Como Armazenar Maçãs: 13 Passos (com Imagens)
  • SAUDÁVEL
    SABOROSO
    RICO EM VITAMINAS
    LEVEMENTE ADOCICADO
  • INGREDIENTES:
    7 maçãs orgânicas e maduras (ou mais)
    Açúcar a gosto (opcional)
  • Água

Importação de maçãs chinesas: a resistência por parte do Brasil

Estamos acostumados com a ideia de importar produtos da China nas mais diversas áreas.

Quando pensamos nesse processo, de imediato pensamos na importação de bens manufaturados, que são produzidos em grandes quantidades e com menores custos na China, considerada a fábrica do mundo.

Contudo, o gigante asiático não exporta somente esses bens industriais e, a importação de maçãs chinesas por diversas partes do mundo, é uma realidade que preocupa até mesmo os produtores brasileiros.

Como Armazenar Maçãs: 13 Passos (com Imagens)A grande produção chinesa de maçãs. Imagem de Gauchazh

Assim, apesar de pensarmos na China somente ao se tratar de produtos manufaturados (os famosos Made in China), ela também se destaca no setor de produtos primários, como o exemplo da produção de maçã, que faz com que a China seja um dos maiores produtores do mundo e a importação de maçãs chinesas se destaque, chegando a representar uma ameaça aos produtores brasileiros.

Leia também:  Como calcular a idade de um cachorro: 10 passos

Importação de maçãs chinesas: A grande produção do gigante asiático

As maçãs Fuji são a principal variedade produzida localmente na China, e a estimativa é de que representam 60% a 70% do total de maçãs frescas consumidas no país.

Grandes áreas de produção situam-se em Shaanxi (Região Norte) e Shandong (China Oriental). Em 2015 foram consumidas 30.885 mil toneladas de maçã na China.

A média de preços das maçãs no varejo em 2015 foi calculada em US$ 0,52 por quilo.

A China é o maior produtor e consumidor de maçã do mundo, com a produção e o número de fazendas crescendo rapidamente na última década. Em 2016, o país tinha 2 milhões de hectares de macieiras com uma produção de 43,88 milhões de toneladas, representando 57% do fornecimento global.

A plantação de maçã é muito importante para a campanha de alívio da pobreza da China, uma vez que muitas das áreas empobrecidas dependem de maçãs como uma principal fonte de renda. Entre todas as 122 cidades e distritos produtores de maça registrados pelo Ministério da Agricultura, 33 são distritos financeiramente difíceis a nível nacional.

Como Armazenar Maçãs: 13 Passos (com Imagens)Imagem de Br.depositphotos.com

Logo, a importação de maçãs chinesas acontece em todo o globo. As maçãs frescas (sob o código SH 0808.10) são a principal fruta exportada pela China, com 20% do total em 2015, sendo a maioria exportada para Tailândia e Vietnã.

Em 2015, 21,5% do valor total de frutas exportadas pela China chegou ao mercado tailandês. Do total exportado para a Tailândia em 2015, 42,5% do valor referiu-se ao código SH 0806.10 (uvas frescas). Em seguida, com 22,6%, vêm as exportações de tangerinas e mandarinas (SH 0805.20) e em terceiro lugar, com 15,1%, as maçãs frescas (SH 0808.10).

O Vietnã foi o destino de 16,9% de todas as exportações de frutas, com uvas e maçãs como as principais variedades de frutas. As frutas exportadas para Hong Kong representaram 7,4% do total, sendo os principais produtos as peras, maçãs e uvas frescas.

Ademais, quase a mesma porcentagem foi exportada para os EUA, seguida de perto pelo comércio com a Malásia (7,1%). Os frutos cítricos em conserva e os pêssegos foram as principais frutas exportadas para os EUA; já para a Malásia, foram as tangerinas e peras. Assim, além de outras frutas, a importação de maçãs chinesas é uma realidade em diversos países.

Produção brasileira de maçãs

Por ser uma fruta típica de clima temperado, a cultura da maçã é uma das atividades que mais recebe investimento em tecnologia e qualidade no país.

Assim, No Brasil, a produção de maçã se concentra em duas cultivares, Gala e Fuji, que representam em torno de 90% da área plantada.

Outras cultivares plantadas são a Eva, Golden Delicious, Brasil, Anna, Condessa, Catarina, Granny Smith.

As cultivares Eva, Anna e Condessa possuem baixa exigência de frio, o que as torna recomendáveis para plantio em regiões mais quentes e com produção entre dezembro e a primeira quinzena de janeiro.

Localizada em sua maioria no sul do país, a produtividade média da maçã no Brasil varia de 15 a 30 t/ha de frutos em pomares adultos e conduzidos dentro das modernas técnicas. Essa variação ocorre em função do espaçamento, cultivar e manejo.

Como Armazenar Maçãs: 13 Passos (com Imagens)A produção nacional rende grandes números. Imagem de Nsctotal.com.br

Ademais, o produtor deve estar atento sobre a capacidade de armazenamento dos frutos na região onde pretende produzir. No Brasil, a capacidade de armazenamento de maçãs é de 511.525 t, cerca de 60% da produção nacional, com boa parte dessa capacidade instalada em Santa Catarina.

Leia também:  Como ajudar uma pessoa com transtorno de conversão

Sem o armazenamento, o produtor é obrigado a vender sua produção em um período muito curto de tempo, ficando sujeito à pressão baixista de preços.

O mercado consumidor é altamente exigente tanto para o preço quanto para a qualidade das frutas, o que demanda um beneficiamento capaz de selecionar criteriosamente as frutas com potencial de mercado in natura, com bases em infestações de doenças e em defeitos físicos, o que tem levado nos últimos anos a um descarte em torno de 30% da produção nacional. Contudo, pode surgir a pergunta se seria bom abrir o mercado nacional de maçã e das vantagens da importação de maçãs chinesas.

Importação de maçãs chinesas e a resistência local

A possível abertura nacional para a importação de maçãs chinesas, gerou preocupação aos produtores brasileiros de maçã, que temem perder mercado com o provável acordo fitossanitário com a China e, tal possibilidade despertou uma reação imediata dos produtores locais, que apresentam preocupações que vão desde a competitividade à questão de qualidade de produção.

Como Armazenar Maçãs: 13 Passos (com Imagens) A organização dos produtores locais de maçã. Imagem de Anaamelialemos.com.br

Ameaçados por eventual perda de mercado, eles mostram preocupação com a possível entrada de novas pragas em território brasileiro, um ano apenas após a erradicação da Cydia pomonella, que, por mais de 20 anos, atacou pomares da Região Sul, onde predomina a produção de maçãs.

O debate mobilizou entidades representativas do segmento, além de autoridades municipais, estaduais e federais. Todos estão preocupados com o futuro de uma cultura com forte influência na economia dos estados do Sul, nos quais gera 195 mil empregos diretos e indiretos.

Ademais, a maçã chinesa pode entrar no Brasil com preço menor que o da fruta nacional, pois, sendo o maior produtor de maçãs, a China responde por metade da oferta mundial.

Logo, o Brasil é o 12º maior produtor, embora a maçã seja a terceira fruta mais consumida no país, depois da laranja e da banana e, o mercado nacional poderia ser abalado e perder importância.

A possível importação de maçãs chinesas e a resposta brasileira

A possibilidade da importação de maçãs chinesas que havia sido noticiada após uma exigência do governo chinês para aceitar carnes brasileiras, sofreu resistência local devido aos fatores sanitários e relativo ao preço.

Logo, o Ministério da Agricultura do Brasil assegurou que a importação de maçãs chinesas para o país não irá ocorrer e, os produtores locais comemoraram o resultado além de continuarem atentos aos próximos acontecimentos.

Quer importar mas não sabe por onde começar? Confira nosso vídeo e responda suas dúvidas. Se inscreva no nosso canal.

Por Pedro Mochiatti Guijo, diretamente de Marília, SP, Brasil

Fontes: Apex Brasil, Portuguese.xinhuanet.com; Abpm.org.br; Canal Rural; Ebc.com.br; Agenciaal.alesc.s

Gostou desse artigo? Então confira mais conteúdos e acompanhe as
novidades em nossas redes sociais:

Como congelar polpa de fruta

Congelar polpa de fruta para fazer sucos e vitaminas é uma boa alternativa para guardar a fruta por mais tempo e manter seus nutrientes e sabor. Quando congeladas corretamente, a maioria das frutas pode durar mais ou menos 8 a 12 meses aproximadamente quando congeladas a 0ºC. No caso das frutas cítricas pode durar entre 4 a 6 meses congeladas.

O processo de congelamento faz com que o crescimento de microrganismos seja mais lento e retarde as alterações que interferem na qualidade do alimento. Assim, congelar as frutas pode ser útil para aproveitar os frutos da estação ou evitar idas frequentes ao supermercado.

Leia também:  Como apresentar em uma hp virtual room

Alguns exemplos de frutas que podem ser congeladas são laranja, maracujá, graviola, melancia, morango e maçã. No entanto, a banana congelada não fica boa para fazer vitaminas, pois ela fica cremosa quando batida no liquidificador, mas pode ser uma boa opção como um sorvete natural de fruta.

Como Armazenar Maçãs: 13 Passos (com Imagens)

Passos para congelar a polpa de fruta

Para congelar corretamente a polpa de fruta, é importante:

1. Como preparar a fruta para o congelamento

Para preparar a fruta para ser congelada deve-se:

  • Escolher alimentos frescos, de boa qualidade;
  • Lavar bem a fruta e retirar sementes, caroços e cascas;
  • Triturar a fruta no liquidificador ou no processador, de preferência com lâmina de plástico para evitar que oxide.

É importante que as frutas não estejam machucadas e não é necessário que fiquem de molho, pois isso favorece a perda de nutrientes e de sabor. As frutas sem açúcar perdem qualidade mais rapidamente do que as que possuem maiores quantidades de açúcar quando são liquefeitas, sendo essa opção menos saudável, mas que pode ser útil e algumas situações.

2. Como congelar a polpa de fruta

Para congelar a polpa de fruta é possível utilizar bolsas de plástico e bandejas de gelo, além de também poder ser utilizados recipientes para fazer picolé, como é explicado a seguir:

  • Embalar em saco plástico: usar saco próprio para congelamento e colocar apenas a quantidade que será usada para fazer sucos ou vitaminas depois, pois não se deve recongelar a polpa da fruta. Deve-se retirar todo o ar do saco plástico, pois o ar favorece a perda de vitamina C;
  • Em formas de gelo ou recipientes para fazer gelo: colocar a polpa da fruta nas formas de gelo, lembrando de não encher a forminha toda, pois a polpa da fruta aumenta de volume quando congela. Nesse caso, deve-se evitar colocar as formas de gelo próximas da carne ou do peixe para evitar que o cheiro ou o sangue contaminem a polpa de fruta.

É importante colocar uma etiqueta com o nome da fruta e a data de congelamento para que se possa ter o controle da validade da polpa. Para evitar esquecer que tem as frutas congeladas no congelador, pode-se também fazer uma lista e colocar na geladeira com o nome da fruta e a data. 

3. Como usar a polpa congelada

Para utilizar a polpa, deve retirar do congelador e bater no liquidificador com água ou leite para fazer sucos e vitaminas. É importante que toda a polpa seja utilizada, isspo porque uma vez descongelada não é recomendado que volte para o congelador.

Como evitar que a fruta oxide

Algumas frutas como pêssego, maçã e pera ficam escuras mais rapidamente quando são expostas ao ar e durante o congelamento, por isso para prevenir que isso aconteça, podem ser adotadas algumas estratégias, como por exemplo usar vitamina C. Isso porque essa vitamina ajuda não só a preservar a cor natural da fruta e o sabor, mas também agrega valor nutritivo.

Para isso, pode-se comprar nas farmácias vitamina C em forma de pó ou comprimido, sendo indicado dissolvê-lo em duas colheres de sopa de água e acrescentar à fruta. Também é possível utilizar o suco de limão ou ácido cítrico, que deve ser espremido um pouco sobre as frutas antes de congelá-las.

É possível congelar as frutas inteiras?

Sim. No caso de frutas como framboesa, morango, amora e mirtilos, é possível congelá-las inteiras, assim como as frutas cítricas. No entanto, as frutas que oxidam com maior facilidade devem ser congeladas em forma de polpa.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*