Como aprender net: 11 passos (com imagens)

Você quer se sentir confiante, certo? Quer ser capaz de sair por aí, sabendo que é uma pessoa incrível, e principalmente acreditar nisso tudo.

Você acha que as pessoas são cheias de si e muito confiantes, mas para você isso não acontece. Você não consegue parecer uma pessoa natural.

Sempre que você tenta agir de maneira confiante, seus pensamentos acabam trazendo de volta toda sua insegurança. A cada minuto que passa, você mergulha mais fundo na sua insegurança e desespero.

  • Neste post, você verá como aumentar a autoconfiança com 11 práticas simples e objetivas.
  • OBS: Preparamos uma apresentação com as principais dicas desse artigo de como melhorar a autoconfiança. Confira a apresentação clicando na imagem abaixo
  • Maneiras simples de aumentar a sua confiança from Agendor
  • Você pode colocar um fim nessa falta de confiança!

Todo mundo fica inseguro, às vezes. A vida é assim. Mas você pode se tornar uma pessoa mais confiante. Esse é um hábito que podemos aprender e praticar, basta querer descobrir, de verdade, como desenvolver autoconfiança.

Pensando nisso, fizemos uma lista de 11 coisas que você pode fazer para aumentar a sua confiança. Anime-se.

Como Aprender NET: 11 Passos (com Imagens)

Maneiras simples de aumentar sua confiança

#1. Sorria mais

Por que sorrir ajuda como melhorar a autoconfiança? É simples: sorrir faz com que a gente se sinta bem.

O sorriso engana a sua mente e torna tudo mais feliz. Quando você se sente bem, está mais propenso a pensar que você é uma boa pessoa.

Assim, elevando o seu humor, você aumenta a sua confiança. Você se torna menos preocupado com suas falhas, ou com qualquer coisa que você acredita que são falhas.

Você se torna menos rude com você mesmo, e fica mais propenso a apreciar quem realmente é.

Como Aprender NET: 11 Passos (com Imagens)

Sorria mais. Vai ser impossível não se sentir melhor depois disso.

#2. Reconheça suas competências

Parte de ser confiante é saber quem você é, o que você é, e o que você faz bem. Outra parte se resume em saber o que você não faz tão bem.

Por que é importante fazer uma autoavaliação profissional e saber o que você faz bem e o que você não faz? Por conta desses motivos:

  1. Você pode melhorar: Saber que você não é bom em alguma coisa dá a você o discernimento para fazer ativamente algo sobre isso.
  2. Você sabe do que é capaz: Dessa maneira, você pode facilmente evitar situações que te deixam embaraçado.
  3. Saber onde você é bom: Finalmente, saber suas falhas deixa claro onde você é bom. Não podemos nos destacar em tudo, mas isso nos ajuda a enxergar onde nos destacamos.
  4. Finalmente, podemos entregar aquilo que não fazemos bem para pessoas que fazem bem.

Assim, embora possa parecer contraditório, para se sentir confiante é preciso estar aberto e conhecer bem a sua realidade. Isso nos liberta da necessidade de sermos perfeccionistas.

#3. Use a sua melhor roupa

Essa é uma maneira simples de dizer: vista aquilo que faça você se sentir bem e confortável.

Todos nós temos a nossa melhor roupa. Pode ser uma camisa, uma gravata, um sapato, ou qualquer outro objeto. Não importa o que é. Basta encontrar o que faz você se sentir bem e usá-lo.

Faça isso sabendo que você está com uma ótima aparência. Sinta-se bem e perceba como a confiança parece transbordar de você.

#4. Acabe com as comparações

Quer saber como aumentar a autoconfiança?

Lembre-se: você é você.

Isso é tudo que pode ser esperado de você. Não há realmente nenhum motivo porque você deve ser comparado com nenhuma outra pessoa. Por isso, tenha em mente:

  • Você não percorreu o mesmo caminho que a pessoa com quem está se comparando.
  • Você não teve as mesmas oportunidades de que a pessoa com que está se comparando.
  • Você não possui o mesmo conjunto de ferramentas da pessoa com quem está se comparando.

Haverá momentos em que você será excelente, e os outros em que você não se sairá bem. A vida funciona assim: ninguém pode ser 100% em tudo.

Deixe para lá, e simplesmente seja o melhor que você puder ser.

#5. Deixe de lado as expectativas de terceiros

Grande parte de nossa insegurança existe porque estamos tentando atingir um padrão que alguém inventou.

Assim como dissemos no ponto acima, ninguém sabe como é estar na sua pele, e você não sabe como é estar na pele dos outros. O que as outras pessoas esperam de você é irrelevante.

Você sabe pelo que está passando, pelo que passou, e só você realmente sabe o que é que é capaz de fazer.

Liberte-se das expectativas das outras pessoas. Quando recuperar esse poder, você vai perceber que uma grande quantidade desse mal-estar acontece porque você tentar provar alguma coisa para alguém.

#6. Liste 10 coisas sobre você que te fazem sentir bem

Vá em frente, faça uma lista com 10 coisas que você gosta em você.

Não importa o quão tola ou insignificante elas possam parecer. Liste aquelas coisas nas quais você sabe que é bom.

Fez isso? Ótimo, agora você já sabe não é tão ruim quanto pensa. Torne isso um hábito diário e perceba como a sua confiança ira aumentar ao longo do tempo.

Como Aprender NET: 11 Passos (com Imagens)

Liste suas qualidades. Você deve ser bom em algo, e saber disso vai fazer você se sentir bem.

#7. Esteja preparado

Quando você estiver preparado, você vai se sentir mais confiante com a situação com que está lidando. Não há como aumentar a autoconfiança sem isso!

Por exemplo, digamos que você esteja indo acampar. Seria muito estressante acampar sem qualquer preparação e nenhuma ideia de onde você está indo, não é mesmo?

Agora, digamos que você tenha dedicado tempo para conhecer o local, saber o que precisa levar para não passar por apertos e principalmente, o que espera por você. Dessa maneira, você vai ficar muito mais confiante.

Podemos relacionar isso a qualquer situação cotidiana. Se você vai à uma festa, esteja preparado para passar uma boa impressão e se sentir bem.

Faça o dever de casa, pense em tópicos que você pode aproveitar e você estará pronto para fazer uma boa apresentação.

#8. Leve as conversas para um assunto que você conheça

Se você costuma se sentir inseguro em eventos sociais, pensando que não tem nada a contribuir, há um truque simples para corrigir isso: fale apenas sobre o que você conhece.

Tudo que você precisa fazer é começar a falar sobre o que você sabe com as pessoas e deixar a conversa seguir o seu rumo. Acredite, isso não é tão difícil quanto parece.

Veja também: Dicas de networking para aprender a socializar

#9. Identifique suas paixões

  1. Há algo sobre a paixão que faz com que a beleza transborde das pessoas.
  2. Esse é aquele momento em que você fica admirado e completamente cativado pelo momento, pego em um sentido interno de propósito e um desejo ardente.

  3. Quando você sabe qual é a sua paixão na vida você acaba tendo muito mais senso de propósito, mais sentido, e obviamente, mais significado e segurança.

  4. Se você sabe qual é a sua paixão, você vai ter sempre uma reserva de confiança à sua disposição.
Leia também:  Como aplicar henna no cabelo (com imagens)

#10. Pergunte a outras pessoas sua opinião sobre você

É fácil ficar preso em sua cabeça e achar que todo mundo enxerga você como um poço de defeitos, assim como você vê.

Felizmente, é muito simples resolver esse padrão de pensamento, que é totalmente prejudicial. Pergunte a uma pessoa próxima a você o que eles pensam sobre você.

Ouça todas as coisas amorosas que eles têm a dizer. Ouça como ele apontam todos os seus pontos fortes, que eles enxergam muito mais do que as falhas que você vê.

Depois que eles compartilharem a opinião que têm sobre você, tente compreender as coisas. Tente aceitar, tente perceber que quase ninguém está olhando para você e apontando seus erros.

Como Aprender NET: 11 Passos (com Imagens)

Pergunte às pessoas o que eles pensam sobre você. Você vai se surpreender.

#11. Seja você mesmo

  • Quando você é simplesmente você mesmo, você vai perceber que todas as máscaras que você usou sempre foram o que te impediu de ser uma pessoa confiante.
  • Você precisa se libertar de comparações e juízo de valores, porque você é o que você é – independente do que pensem.
  • Veja também: Autoconfiança no trabalho de vendas: 9 maneiras simples de aumentá-la

Aprenda a esquecer a insegurança

Não tem como aumentar a autoconfiança sem deixar velhos hábitos para traz.

Em última análise, você precisa transpirar confiança para se desapegar do péssimo hábito da insegurança constante. No fundo, você está ciente que tem talento e um valor único a contribuir em cada situação.

Tudo que você precisa é esquecer a sua velha companheira insegurança e permitir que a confiança brilhe em você.

Agora que você sabe como aumentar a autoconfiança, que tal algumas dicas para enfrentar os desafios do dia a dia? Baixe nosso e-book gratuito: Desafios do profissional de vendas

5 passos para fazer um video matador para o YouTube

Tempo de leitura: 3 minutosComo Aprender NET: 11 Passos (com Imagens)Com alguns cuidados, seu vídeo para o youtube ficará incrível!

Se você quiser divulgar seus produtos ou serviços em campanhas eficazes de marketing digital usando vídeos, ou simplesmente deseja registrar seus pensamentos e ações criativas em meios audiovisuais, o YouTube será uma plataforma bastante apropriada para isso. E não é assim tão complicado elaborar um vídeo para o YouTube: basta ter o equipamento correto e seguir alguns passos para colocar sua criação no ar. Quer saber como fazer isso? Confira os 5 passos para fazer um vídeo para o YouTube:

Passo 1: Escolha o conteúdo do seu vídeo

A primeira coisa a ser feita é decidir sobre o material que vai ser publicado. É claro que pode-se filmar aleatoriamente ou de forma espontânea nos conteúdos que são de humor ou ideias divertidas. Mas isso não funciona assim quando falamos em ações institucionais, cursos online ou para a publicidade de seu negócio.

Pense a respeito da duração do vídeo e para qual público ele vai estar voltado, entre outras perguntas que serão válidas para preparar o roteiro desse material.

Passo 2: Separe seu equipamento

Provavelmente você não pretende fazer algo tão elaborado quanto fazem os produtores de grande renome. Mas o vídeo do YouTube não tem que apresentar um alto calibre de produção. Ele deve ter o áudio, a imagem e a iluminação mais adequados para que sua mensagem seja corretamente passada.

Tudo começa com uma ideia e deve se transformar em um conteúdo valioso e relevante para a audiência que você deseja conquistar. Hoje em dia, um simples smartphone ou webcam podem ser ótimos aliados para a confecção de um vídeo eficiente. Mas se você tiver microfones mais sofisticados, fontes de luz profissionais e câmeras de alta qualidade, não deixe de usá-los.

Passo 3: Grave seu vídeo

Depois que você tiver feito um roteiro de falas e tomadas de cena, é chegada a hora de gravar o conteúdo. Nessa hora aposte no seu conhecimento e se solte.

Fale com eloquência e procure articular bem as palavras para ser entendido com clareza. Tente cobrir todas as partes do conteúdo que você planejou para aquele vídeo.

Vale a pena também gravar mais tomadas do que você acha que vai usar, não só para ter cenas de reserva, mas também para escolher aquela que ficou melhor.

Veja as dicas de apresentação em um estúdio de gravação profissional.

Passo 4: Edite seu conteúdo

Existem vários softwares, alguns pagos e outros gratuitos, para fazer edições de áudio e vídeo em seu computador.

A coisa não precisa ficar exatamente uma obra-prima, mas você vai poder melhorar luz, imagens, contraste, limpar o áudio e encaixar bem o som com o andamento da filmagem, adicionando trilha sonora ou efeitos especiais, se quiser.

Execute todas as edições que considerar necessárias ou desejáveis para o seu vídeo, e depois salve seu resultado em uma extensão que seja exportável para o YouTube: .mov, .mpeg, .avi, .wmv, .flv, .webm ou .3gpp, por exemplo.

Aprenda neste post como editar seu vídeo com qualidade.

Passo 5: Faça o upload de seu vídeo para o YouTube

O carregamento do vídeo é a parte mais fácil de todo o processo. Deve-se fazer o login em sua conta no YouTube — se você ainda não tem uma, será necessário criar — e clicar no botão “Carregar”, no menu da plataforma.

Após o upload, introduza as informações básicas do seu material (título, categoria, descrição, tags) e salve as alterações quando terminar.

Tente manter suas tags curtas e bastante relacionadas com o conteúdo do vídeo, elas serão as palavras-chave que ajudarão seu público-alvo a encontrar seu material mais facilmente nos mecanismos de busca da internet.

Na medida em que for publicando mais e mais vídeos no YouTube, você vai alcançar melhores análises de conteúdo e aperfeiçoar muito mais seu material. Além disso, vale destacar que existem outras plataformas para hospedagem dos seus vídeos que podem ser muito mais eficientes para a distribuição de conteúdos mais institucionais ou didáticos, como cursos online.

Já pensou em profissionalizar mais sua produção de vídeos? A Voxel Digital tem a solução ideal para você.

Atuamos com produção audiovisual, entregando vídeos completos para nossos clientes, desde o conceito até o resultado final!

Entre em contato conosco ou deixe aqui o seu comentário!

Como Aprender NET: 11 Passos (com Imagens)Produção de vídeos pela Voxel Digital.

[Guia Definitivo] Como criar um eBook

Os livros digitais são tendência na internet. Podem ser lidos em qualquer lugar e em diferentes dispositivos. E ainda são excelentes ferramentas para geração de leads no marketing digital. Talvez, por isso, a extensa preocupação em aprender como criar um eBook de sucesso.

Não importa o seu objetivo, nicho de mercado e público, com certeza um livro digital pode levar sua estratégia de conteúdo mais longe. O melhor é que você pode criar o seu primeiro ebook de forma fácil e simples!

E se você pretende transformá-lo em um produto digital então, as possibilidades são ainda maiores. Os custos de produção são pequenos, a distribuição é totalmente digital e a sua lucratividade é muita alta. Ingredientes que fazem parte de uma receita de sucesso para ter um negócio altamente lucrativo.

E mesmo que você queira apenas gerar leads com um eBook gratuito, os resultados não ficam atrás. Diversos usuários adoram baixar esses materiais e consumi-los com calma e, para isso, estão dispostos a compartilhar os seus dados com a sua empresa.

Em suma, é uma estratégia que não tem como dar errado e precisa ser incorporada em sua empresa, o quanto antes. Mas você não sabe como criar um eBook?

Leia também:  Como calcular sua média ponderada da faculdade: 7 passos

Não se preocupe!

Depois de ajudar na criação de eBooks para centenas de clientes aqui na RO, descobri uma maneira fácil e intuitiva de fazer todo esse processo. E para ajudá-lo, separei a tarefa em 11 passos simples e práticos para montar o seu eBook.

Veja este post agora mesmo e descubra como tirar o seu eBook do papel e transformá-lo em sucesso absoluto. Confira!

Observação: Este post foi baseado em meu Guia Como Criar um eBook de Alta Conversão. Para conferir o livro na íntegra, clique aqui.

1. Defina seu objetivo

A primeira coisa a fazer é definir um objetivo com esse material. Por que você deseja criar um eBook? Ele será usado para gerar leads para sua empresa? Ou você pretende ser um empreendedor digital e vender eBooks na internet?

De acordo com o objetivo escolhido, a maneira de como criar um eBook pode variar muito.

Está confuso? Assista o vídeo abaixo e veja quando usar o eBook em sua estratégia e alguns objetivos que você pode usar:

Um livro digital para captura de leads, por exemplo, pode ter entre 10 e 20 páginas. Ou seja, não é um conteúdo muito extenso e completo.

Já se o objetivo é comercializa-lo na internet, então você pode pensar em um material maior. Algo em torno de 50 ou 100 páginas é extremamente recomendado para se tornar um infoproduto. Afinal, você quer levar o máximo de informação para seu cliente através de seu produto digital, não é mesmo?

Voltando ao exemplo da isca digital, que é quando usamos algum conteúdo gratuito para obter dados das pessoas, lembre-se que ele é apenas a ponta do iceberg. Apenas promover a sua recompensa digital não trará vendas para seu negócio.

Sendo assim, antes de começar a produzir o livro digital, pense em como deve funcionar o seu funil de vendas.

Quais emails as pessoas receberão após baixar o material? Ele vai ter algum CTA (chamada para ação), qual? A pessoa deve entrar em contato com sua empresa ou comprar um produto? Procure as respostas para essas perguntas para que sua estratégia fique bem clara e você possa aproveitar o eBook ao máximo.

2. Conheça sua persona

Sempre que falo em produção de conteúdo, reforço a importância de conhecer a persona de sua empresa. E na hora de ensinar como criar um eBook não poderia ser diferente!

Só depois de entender quem é o público-alvo de seu material rico, será possível criar uma recompensa valiosa para ele. E para isso, você precisa entender como ele pensa, as dúvidas que possui, seus medos e assim por diante.

Então, se ainda não definiu a persona de seu negócio, é hora de mapear os seus potenciais compradores. Crie um perfil semifictício e procure descobrir o máximo de informações das pessoas que deseja atingir.

Você pode usar de pesquisas com ex e atuais clientes, usar ferramentas digitais e por aí vai. O importante é conhecer em detalhes quem vai receber o seu eBook ou comprá-lo. Com essa informação em mãos fica mais fácil criar um conteúdo realmente qualificado e de sucesso.

Aqui no blog, eu já falei em outro artigo sobre a importância de definir a persona e como conhecer a de seu negócio. Leia o artigo com esse tema para entender melhor o que você deve fazer nessa etapa.

Se já tem o seu público definido, no entanto, a dica é fazer uma pesquisa com eles antes de criar o eBook. Descubra o que eles querem aprender com você, quais conteúdos estariam dispostos a comprar se pretende vender o material. Assim você otimiza o seu tempo, já que irá produzir algo que as pessoas realmente desejam.

Como Aprender NET: 11 Passos (com Imagens)

3. Escolha o tema

Objetivo e público definidos, chegou a hora de escolher um tema. Essa é uma etapa extremamente importante durante a criação de um eBook. Ela vai definir o sucesso ou o fracasso completo do seu material e de suas vendas, se esse for o objetivo.

A primeira dica é: crie algo que as pessoas desejam. Não tenha delírios de grandeza e não use apenas a sua intuição para criar o livro digital. Procure descobrir o que sua audiência deseja e crie algo para atender a essa demanda.

Como fazer isso?

Uma opção já foi dada no item anterior: ouvir a sua persona através de pesquisas e questionários mais diretos. Em minha opinião, é a melhor estratégia para não errar na escolha do tema do seu conteúdo, seja gratuito ou pago. Mas ainda existem outras opções!

De A a Z: aprenda a informática em 10 passos

“Eu não entendo nada de computadores, não consigo fazer nada… Definitivamente informática não é para mim…”

Quantas vezes você já ouviu essa expressão pela boca de membros da família ou até amigos relatando seus problemas com informática?

Esta preocupação digital é muito comum entre os idosos, mas existem alguns jovens que ainda se sentem envergonhados em compartilhar suas dificuldades apesar da nova geração ultra conectada.

Felizmente, o Superprof está aqui para lhe dar todas as dicas que permitem que você aprenda a ciência da computação de A a Z e consiga superar seu medo do computador… Coloque um fim em todas as suas apreensões!

Saiba como enviar e receber e-mails, adicionar anexos, manipular seu navegador, usar a Internet com segurança, proteger suas contas dos hackers, escolher senhas seguras, adicionar um link de hipertexto em um documento… Tantas atividades necessárias nesse século 21!

A TI é acessível a todos agora! Seja por ensino a distância ou aulas noturnas; cursos gratuitos, aulas de Internet com exercícios corrigidos ou aulas particulares em casa: todas as receitas são boas e devem ser usadas para aperfeiçoar sua cultura científica!

Qual é o objetivo de aprender computação?

A linguagem informática tem algo que pode parecer absurda aos alunos iniciantes. Framework, MOOC, interface gráfica, jQuery, freeware, spyware, UML, linguagem Java, MySQL, programação C, salvar na nuvem, e-learning: palavras que pode assustar alguns e que são um universo à parte !

Mas não se preocupe: em breve, você saberá como decodificar todos esses detalhes! Mas saiba que é preciso ser dedicado e curioso… Sim!

Hoje muitas crianças já aprendem informática na escola desde cedo, por meio de programas lúdicos e divertidos. Mas nem todos têm essa sorte: por isso, precisam encontrar outras soluções.

Saber estudar sozinho é importante, porque o uso diário do computador continua sendo um imperativo para avançar efetivamente.

Como Aprender NET: 11 Passos (com Imagens)

O primeiro passo é saber como aprender: acabar com os preconceitos e o medo de descobrir o mundo da informática.

1. Compreender um sistema operacional

Em primeiro lugar, você precisa entender os conceitos básicos de computação, isto é:

  • Entender como funciona um computador: o que há nele?
  • Como ele liga / desliga?
  • Quais dispositivos podem se conectar e onde (USB, Firewire, HDMI …)?
  • Como configurar uma impressora?
  • Como se conectar a uma rede wifi?

Você precisa entender os fundamentos da informática, assim como o pedreiro constrói os alicerces concretos da casa antes de levantar a estrutura. Para entender a arquitetura dos computadores, saiba como identificar:

  • o monitor ou a tela;
  • a torre / a CPU que abriga o processador (às vezes a CPU é integrada com o monitor, este é o caso da maioria dos modelos fixos da Apple);
  • teclado e mouse, conectados em modo com ou sem fio;
  • dispositivos externos, para se conectar: ​​modem, impressora, scanner, disco rígido externo, chave USB, altofalantes (jack neste caso), muitas vezes plugados nas portas USB da sua “torre”.
Leia também:  Como apagar senhas salvas das suas chaves do icloud no macos

Se você está começando a aprender o computador e / ou sua cultura digital é próxima de zero, você pode ler alguns tutoriais na Internet, incluindo este guia para iniciantes que detalha os principais componentes um computador, bem como os jargões básicos de computação. Existem cursos on-line muito bons!

Não estamos falando em se tornar um desenvolvedor web, desenvolver código-fonte e aprender HTML, pelo menos agora, mas saber navegar na Internet com facilidade, sem medo de quebrar seu computador e sem pedir socorro para aquele seu amigo geek!

Para se conectar à Internet, você precisa de um provedor de acesso à World Wide Web, a expressão em inglês por trás do famoso “www” que precede a maioria das URLs. Para isso, não é complicado, porque hoje há muitos provedores no mercado oferecendo seus serviços a preços mais acessíveis.

Não vamos detalhar cada uma das ofertas, mas saiba que:

  • As diferenças estão na assinatura do plano (com ou sem assinatura. E preste atenção às ofertas especiais limitadas apenas ao primeiro ano);
  • os preços variam em função da velocidade da conexão com a Internet (velocidade de download e upload) – de 1 mega a 90 mega por exemplo;
  • considere associar a Internet com um plano de celular para beneficiar de descontos interessantes (pela TIM, pela Vivo).

Você também vai precisar instalar um navegador de internet. Os mais utilizados são:

  • Internet Explorer, agora substituído por Edge;
  • Mozilla Firefox;

Como fazer imagens incríveis? 8 dicas valiosas de um designer

Imagens atraentes são extremamente importantes no conceito de Marketing Digital. Elas funcionam como um grande incentivo para que pessoas se interessem ainda mais pelo seu texto (que também pode ser incrível se você seguir essas dicas).

Hoje darei algumas etapas pelas quais eu passei — e passo — para poder entregar artes que chamam a atenção do público.

Quando entrei na Rock Content, não sabia mexer nos softwares que hoje uso para trabalhar — sério, não sabia nada — e isso faz 6 meses. Portanto, não desanime caso não saiba como funciona o Illustrator ou o Photoshop, por exemplo, porque sempre há tempo para aprendizado!

E nada melhor para aprender do que a primeira dica:

1. Veja tutoriais e consiga dicas

Algo que fiz desde que entrei na Rock e na faculdade de Design foi procurar tutoriais.

Você está incomodado de não conseguir fazer uma textura específica? Não consegue nem abrir o software sem saber o que fazer em seguida?

  • Pode ter certeza de que existe alguém na internet que sabe e compartilhou seu conhecimento.
  • O YouTube é uma ótima plataforma para tutoriais, já que é possível acompanhar visualmente o passo a passo do processo, parando e voltando sempre que necessário.
  • E caso não tenha conseguido, há uma comunidade inteira nos comentários que também podem ter tido a mesma dúvida que você.

Mas caso não tenha um tutorial em vídeo de algo bastante específico que você esteja procurando, não se preocupe, há uma infinidade de fóruns e blogs voltados para a discussão desses assuntos. Com certeza em algum estará a resposta que você procura.

2. Busque referências

Referências são importantíssimas para a criação de imagens. Muitas vezes você não sabe o que criar para um tema ou quer saber as características visuais de algo.

  1. Há sites ótimos para referências, como o Dribbble, que possui artes incríveis feitas por artistas de diversas empresas e de vários lugares do mundo.
  2. Porém, por ser muito voltado para postagem de trabalhos como um portfólio dos artistas, algumas vezes você poderá não encontrar o que você quer, já que a busca é feita por tags e muitas vezes elas não são precisas.
  3. Muitas empresas colocam a tag de acordo com a finalidade na qual a arte feita será utilizada e não o que ela representa de fato.

Como Aprender NET: 11 Passos (com Imagens)

Interface do Dribbble, com as últimas artes dos times que sigo

Além do Dribbble existe também o Freepik, que é um site voltado para o download gratuito de artes e vetores já criados. Por isso é uma alternativa válida de observar como alguns artistas trabalharam em cima do termo que você procura.

Como Otimizar WordPress em 11 Passos – Guia 2020

WordPress

access_time

maio 12, 2020

hourglass_empty

8min de leitura

Ter e manter um site de sucesso exige que os desenvolvedores fiquem alguns passos à frente dos concorrentes. Uma maneira de fazer isso é ter um site rápido com alto desempenho.

Felizmente, se você tiver um site WordPress, existem algumas maneiras de otimizar seu site e melhorar o desempenho dele de um jeito relativamente fácil. Este guia abordará algumas dicas gerais para otimizar WordPress e manter tudo funcionando sem problemas em 2020 e além.

Por Que Otimizar WordPress É Tão Importante em 2020

Paradoxalmente, os usuários da internet estão ficando mais impacientes à medida que a internet se torna mais rápida. 

Quando se trata de reter novos visitantes, cada milissegundo conta. Portanto, você deve garantir que todos aspectos do seu site respondam imediatamente às exigências do usuário.

Você já deve ter ouvido algumas dessas estatísticas de desempenho da web antes. Mas, vale a pena relembrar:

  • Um atraso de um segundo no tempo de resposta da página pode causar uma queda de 7% nas conversões.
  • Mais da metade dos sites acessados via celular são abandonados após apenas três segundos.
  • A BBC compartilhou recentemente que estava perdendo 10% dos visitantes por cada segundo que sua página inicial demorava para carregar.
  • O AliExpress teve um aumento de 10,5% nos pedidos e um aumento de 27% nas conversões após reduzir o tempo de carregamento da página inicial em 36%.

Antes sair fazendo qualquer ação para otimizar WordPress, você deve usar o maior número possível de métricas para poder quantificar seu progresso.

Por Que a Velocidade de Carregamento de Páginas Importa?

  • Segundo o Kissmetrics, 40% dos visitantes abandonam um site que demora mais do que três segundos para carregar.
  • Nos dispositivos móveis, a taxa de rejeição sobe para 53%, mostrando que metade da sua audiência vai sair do seu site se ele não carregar rápido o suficiente.
  • Abaixo estão alguns contratempos causados por um site lento:
  • Diminui o Tráfego do Site – Como as pessoas não gostam de ficar esperando, ter um site lento vai afastar visitantes e cliques no seu site.
  • Cria uma Primeira Impressão Ruim – Uma baixa velocidade de carregamento indica que você não está levando seu projeto a sério, o que pode afugentar leitores e clientes.
  • Diminui as Conversões – Se você estiver gerenciando um ecommerce, uma experiência de usuário ruim pode desencorajar os usuários a comprarem da sua loja virtual.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*