Como aplicar henna no cabelo (com imagens)

A henna é um corante em pó obtido da trituração das folhas de uma planta denominada Lawsonia inermis. Tinge os cabelos dentro de tons que vão do castanho ao vermelho, passando pelo laranja, pelo cobre até os tons mais frios como vermelho-cereja, marrom-mogno e marrom-chocolate, dependendo da cor natural de partida e do nosso tipo de cabelo.

A henna é uma boa alternativa aos corantes químicos, porque, ao contrário destes que tendem a estragar o cabelo e fazer mal ao couro cabeludo, a henna dá brilho, fortalece e deixa os cabelos mais volumosos e saudáveis.

A henna não afeta as moléculas do cabelo e colora em cima do tom natural do cabelo, criando uma espécie de película sobre os fios sem substituir a coloração de base.

As tintas comerciais comuns levantam a cutícula do cabelo e, como resultado de uma reação química, insere moléculas de cores sintéticas. A Lawsonia, ao contrário, não penetra no cabelo, mas liga-se à queratina dos fios criando um efeito volumoso.

Para quem tem problema de caspa, cabelos secos, cabelos frágeis, quebradiços, pontas duplas, a henna também faz bem. Ao longo do tempo, a sua utilização tem um efeito normalizador sobre os fios, nutrindo-os, fortalecendo-os, limpando-os e reduzindo as pontas duplas até a sua completa eliminação.

Henna: os seus benefícios para o cabelo

  • Esquematicamente, os principais benefícios da henna para os cabelos são os seguintes:
  • * engrossa e dá volume
  • * dá brilho
  • * fortalece e dá mais resistência aos agentes externos
  • * arruma
  • * reduz o frizz
  • * elimina as pontas duplas
  • * normalizando o sebo
  • * anti-caspa

Henna: toda a sua verdade

Vamos esclarecer imediatamente um dos principais equívocos relativos à henna. De henna existe apenas uma: a que é obtida a partir da Lawsonia inermis. Os nomes de henna que frequentemente encontramos à venda (henna neutra, henna preta, henna castanha ou mesmo loira) estariam todos errados.

Estes são nomes comerciais usados ​​provavelmente para vender, e geralmente fazem referência a outros tipos de tingimentos à base de plantas talvez menos conhecidos: a henna neutra indica a Cassia; a henna castanha, a Katam; e preta ao Indigo. Muitas vezes são chamadas de “henna loira” ou de “henna castanha” misturas de corantes de ervas que realmente contêm apenas uma pequena porcentagem de Lawsonia.

Como mencionado acima, a cor final obtida com o uso de henna nunca é a mesma para cada pessoa, porque os reflexos e tons que a henna faz é diferente para cada tipo de cabelo.

Nos cabelos claros, a henna traz dá nuances alaranjados e acobreados, nos cabelos mais escuros, precisa fazer várias aplicações para obter um tom mais escuro.

Tenha em mente que estamos falando de uma substância completamente natural, para a qual não existem certezas matemáticas.

Cada pessoa é diferente, cada cabelo é diferente e pode reagir de maneira diferente com a lawsonia. Seja paciente, não desanime após a primeira aplicação. E acima de tudo, você deve realmente querer experimentar e se não quiser correr riscos, tente verificar seu efeito em uma mecha escondida, atrás do pescoço, por exemplo.

A henna é na verdade o único corante natural capaz de cobrir os cabelos brancos, graças ao seu efeito de formação de película sobre os fios.

Ao aplicar outras ervas colorantes diretamente sobre os cabelos brancos pode-se obter cores extravagantes como o azul ou violeta. Por isso, a henna é fundamental para cobrir os cabelos brancos ou adicionada à outras ervas colorantes naturais.

Outra forma é fazer o método da dupla passagem: primeiro se usa apenas a henna e, em seguida, dá-se uma outra passada com a erva colorante desejada.

Henna: como aplicá-la nos cabelos?

Como Aplicar Henna no Cabelo (com Imagens)

Como aplicar a henna? O pó pode ser dissolvido em água quente e deixado de molho durante 15-20 minutos. A água não deve ser excessivamente quente, porque o calor pode prejudicar as suas propriedades, nem fria, porque a água fria dificulta o seu completo dissolvimento.

O cabelo pode estar seco ou molhado, a seu critério. O importante é que estejam limpos, caso contrário, a superfície de sebo pode criar um filme que impede a henna de se ligar bem à queratina do cabelo.

Pela mesma razão, não é recomendável adicionar óleos, manteigas ou outras substâncias oleosas à mistura que estamos preparando.

O creme obtido deve ser mais ou menos da consistência do iogurte. Se for muito denso será difícil de aplicar, se demasiado líquido, escorrerá por toda parte. Devemos aplicar a henna em todo o comprimento do cabelo, talvez com o auxílio de uma escova ou com um pincel de tingimento.

Quando a distribuição estiver concluída, você deve cobrir a cabeça com uma touca ou filme plástico, a fim de manter a mistura úmida e impedindo-a de secar. Se secar, o creme não consegue mais liberar o pigmento colorante.

O tempo de exposição depende do efeito desejado: cobrir os cabelos brancos ou apenas fazer reflexos e dar brilho.

No primeiro caso, são necessárias pelo menos, 3 horas para se obter uma cobertura uniforme, satisfatória e duradoura. No segundo caso basta uma hora de aplicação. Quanto mais você deixar a henna no cabelo, mais forte será o efeito de tingimento.

Como Aplicar Henna no Cabelo (com Imagens)

Henna: como enxaguar

Após a aplicação, é aconselhável enxaguar bem os cabelos. Se resíduos permanecerem, eles podem causar irritação e coceira.

O cheiro da henna é muito forte e pode ser desagradável. Para mitigar um pouco este problema, você pode adicionar uma pitada de canela ou baunilha na preparação, ou fazer um enxague com chás perfumados em vez de água. Não use shampoo.

  1. No caso de os cabelos ficarem muito embaraçados, você pode aplicar um pouco de condicionador nas pontas para desembaraçar.
  2. Uma enxaguada ácida é altamente recomendada como último passo para diminuir o pH do couro e do cabelo e para fechar as camadas dos fios, deixando-os particularmente limpos.
  3. Este tipo de enxague pode ser feito ao final de cada lavagem, mas no caso de henna é particularmente adequado porque permite fixar a melhor cor.

Para acidificar a água do enxague basta utilizar uma substância ácida, tal como vinagre ou suco de limão. Se usar o vinagre, você vai experimentar um cheiro muito forte, mas que irá desaparecer por completo uma vez que o cabelo estiver seco.

Henna: o processo de oxidação

Para completar as informações dadas até aqui, é preciso fazer referência ao chamado processo de oxidação da henna.

A henna é um pó que prefere um ambiente ácido, portanto, recomenda-se uma maceração de cerca de 8-12 horas em vinagre ou suco de limão antes de aplicá-la ao cabelo.

No entanto, a experiência diz que a oxidação não é necessária, ou pelo menos não age sobre a capacidade de tingimento do pó. A única vantagem que pode ser obtida com a oxidação é acentuar os tons quentes, cobre e laranja da Lawsonia, mas, certamente, a oxidação não é capaz por si só, de aumentar as propriedades da coloração.

A henna tem um poder muito alto de tingimento, para o qual a água quente e a maceração de vinte minutos são condições necessárias e suficientes para liberar todas as suas propriedades colorantes. A henna tinge também a pele, por isso é essencial calçar luvas e usar roupas e toalhas velhas durante a aplicação.

Como Aplicar Henna no Cabelo (com Imagens)

Henna: mitos a desfazer

  • Agora vamos desfazer alguns mitos sobre esta erva de notável poder colorante.
  • Primeiro: medo de que henna possa colorir o cabelo de verde; e segundo: a crença de que henna não pode ser aplicada em cabelos descolorados ou tingidos com produtos químicos.
  • A henna pode ser usada facilmente, sem qualquer risco de ficar com cabelo verde ou de ter outras surpresas desagradáveis, desde que seja pura, ou seja, 100% Lawsonia inermis.
  • Leia o rótulo pois existem produtos com aditivos químicos para dar tons mais escuros ao corante natural e podem causar problemas de saúde.
  • Geralmente a melhor henna é aquela usada para fazer tatuagens, que deveria ser pura e de qualidade elevada.

É importante comprar uma henna qualidade, caso contrário, aquelas mais baratas, geralmente contêm picramate. O sódio picramate é um corante sintético de elevado poder de tingimento, e tóxico quando usado em grandes quantidades. Na presença de picramate, todas as garantias ditas anteriormente caem por terra. Daí o risco de acabar ficando com o cabelo verde ocorre realmente!

Henna, contraindicações

  1. Se a henna for 100% Lawsonia inermis, mesmo quem tenha eventuais inflamações do couro, psoríase e outros problemas, poderiam, ao contrário obter da henna um coadjuvante no tratamento de muitas doenças de pele.

  2. Na medicina ayurvédica por exemplo, a henna é usada contra inflamações da pele e erupções cutâneas, herpes, psoríase, furúnculos, queimaduras, contusões, caspa, seborreia.

  3. A única contraindicação pode ser o início de uma possível reação alérgica, que pode acontecer em muito poucos casos, mas a possibilidade não deve ser excluída porque a henna é é uma substância natural, mas não antialérgica.

  4. A alergia se manifesta imediatamente, a exposição ao pó já provoca coceira nos olhos, tosse e gotejamento nasal.
  5. Mesmo na ausência de tais sintomas, aqueles que querem descartar hipersensibilidade à lawsonia pode fazer um teste na pele, por exemplo através da aplicação da henna em uma pequena área do antebraço.
Leia também:  Como armazenar óleos essenciais: 12 passos (com imagens)

Henna: onde comprar

Em lojas de produtos naturais, on-line e em lojas de produtos árabes. As vezes encontra-se henna em supermercados e farmácias mas, repetimos, certifique-se da pureza e da qualidade do produto, leia o rótulo e veja que o produto contenha apenas henna pura em pó.

Leia mais sobre cabelos:

  • COMO FAZER O CABELO CRESCER RÁPIDO: DICAS E REMÉDIOS NATURAIS
  • CABELO CRESPO: 10 CONSELHOS E SOLUÇÕES NATURAIS
  • CABELO CAINDO – COMO MELHORAR A SITUAÇÃO?

Por que não escutei mamãe antes?

Hello my ladies! Como estão nesta semana nublada? Nossa! Ontem foi tenso sair da faculdade com aquela chuva horrorosa!
O que era aquilo? Minha calça molhada, meu pé encharcado… ai ai assim fica difícil né?

Agora senta que lá vem história; e bota história nisso!

Desde que me conheço por gente, meu cabelo é meio castanho claro meio castanho escuro. Nunca passei nenhuma tinta nele.

Quando ainda estava no colégio eu alisava, então detonei as madeixas e o cabelo ficou mais claro ainda, queimado.

Nisso tudo a minha mãe sempre me disse “Mara, passa henna no cabelo para uniformizar a cor” e eu nunca quis ouvir, sempre deixando para lá. Sabe como é né? Adolescente revoltadinha nunca vais escutar a mãe! hahahhaha

O tempo passou, saí do colégio, parei de alisar o cabelo e comecei a relaxar somente, para soltar a raiz e deixar mais natural. Veio então a vontade de pintar o cabelo. Mas qual produto? Qual a cor? E lá vem mamãe novamente “Filha, passa henna!” E eu não queria saber dessa henaa! Não gostava do nome! Enfim, acabei não pintando o cabelo e deixando natural.

Eis que na Beauty Fair deste ano, estava passeando com a mamis e encontramos o stand da Surya Brasil. Adivinha quem estava lá? A Henna! Hhahahahhaha

Conversa vai conversa vem com a moça do stand e descobri muita coisa que não sabia! A Henna não serve somente para tingir o cabelo! o.O Saí de lá com uma sacolinha cheia de hennas, testei e vim contar para você pois eu simplesmente amei!

obs.: Quando vimos a henna no stand adivinhem o que mamãe disse? “Filha! Aqui tem henna, Por que você não passa??” hahahha

Como Aplicar Henna no Cabelo (com Imagens)

A henna não é utilizada somente para tingir os fios, e sim para hidratar, revitalizar, dar brilho e elasticidade! Tanto que quando eu perguntei para a mulher como eu deveria passar, ela me disse que era melhor passar a incolor e depois a cor que eu queria, pois a incolor dava uma encorpada nos fios, e foi o que aconteceu!

Não é uma coloração permanente, ela sai gradativamente a medida que a gente lava o cabelo. É completamente natural pode ser passada após qualquer processo químico!

Vou copiar o que está na caixinha

-Não contém água oxigenada, amônia, metais pesados, parabenos, PPD, Resorcinol, óleo mineral, fragrância sintética ou componentes que causem danos à saúde, ao meio ambiente ou impliquem sacrifício de animais.

-Produto não testado em animais. Sem ingredientes extraídos de animais.

-Formulado 100% à base de ervas e frutas exóticas. Matérias-primas extraídas com responsabilidade ambiental buscando um desenvolvimento sustentável.

-Sem substâncias geneticamente modificadas.

Enfim, um produto natural, feito a partir de plantinhas e que só tem coisa boa! Como eu não usei antes? Qual era o meu problema??? QUAAAAL??
Comprei a incolor e a Castanho dourado. Ah! Tem em pó e líquida, eu comprei em pó pois é mais barata! hahahha. A incolor eu passei vai fazer um mês, e nem tirei foto nem nada, achei melhor focar nesta que tem cor e tudo mais.. =]

Como Aplicar Henna no Cabelo (com Imagens)

Na foto a tabela de cores… hahahha ai que medinho quando eu olhei isso! Nunca pintei o cabelo ui =]
O selinho que é uma empresa Cruelty free o/ que lindooooo =]

E o que vem dentro da caixinha… um saquinho com um pó e uma bisnaguinha de mel… vem também o manual, uma touca e um par de luvas =]

Henna para iniciantes: Como pintar o cabelo com Henna pela primeira vez – Ruivo Acobreado

Que tal aprender a colorir os cabelos com um método natural e que não desbota? Confira (em post + vídeo) como pintar os cabelos com Henna pela primeira vez e aprenda dicas e truques essenciais para quem deseja optar por esta forma mais natural de tingir os cabelos de ruivo acobreado, porém não faz ideia por onde começar nem no que vai dar.

Para quem acompanha o canal do blog, o tema de hoje não é novidade. Publiquei o vídeo sobre henna há 1 mês, porém apenas agora, após já ter até retocado a raiz com henna, senti que realmente posso escrever sobre o assunto com maior segurança.

Índice do artigo – Aqui no “Henna para Iniciantes” constarão os seguintes tópicos na seguinte ordem:
– Vídeo “Como pintar o cabelo com HENNA pela 1ª vez: Ruivo alaranjado”
– Onde comprar Henna 100% natural
– Henna para iniciantes: Tudo (ou quase) que você precisa saber – Provavelmente suas dúvidas estarão respondidas nesse tópico.
– Como ficou o tom do meu cabelo após retoque de raiz e após a oxidação da Henna (em vídeo).
– Como preparar a mistura da Henna + Receita que utilizei

– Como aplicar a Henna

Vamos lá…

Henna para iniciantes: Como pintar o cabelo com Henna pela primeira vez

Se você tem medo de Henna, esqueça tudo (ou quase) que já ouviu acerca de Henna, pois essa belezura natural foi uma das melhores descobertas de beleza que fiz nos últimos tempos!

Eis acima a versão em vídeo desse artigo (mais prática e menos teórica), nele mostro-lhes o passo a passo completo – da mistura inicial ao resultado final – de como fiz para pintar o cabelo com henna pela primeira vez e conseguir um tom de ruivo acobreado alaranjado. É mais simples do que parece, estou simplesmente amando o ruivo acobreado com henna!

Caso você prefira ouvir, aperte o play! Caso você prefira ler e/ou queira informações adicionais sobre os como pintar os cabelos com Henna pela primeira vez, keep going (mas não deixe de se inscrever no canal AQUI para ficar por dentro de todas as novidades!).

  • Atualização 09/16: TUDO sobre Henna Pó e Henna Creme Surya: Diferenças, Aplicação, Dúvidas, etc.

Qual é a diferença entre Henna em pó e Henna em Creme? Henna cobre cabelo branco? Grávidas podem usar Henna? Como aplicar a Henna? Como evitar cabelo manchado? Henna loira, castanha, preta, etc. – Como isso é possível? Qual é a diferença entre Hennê e Henna? Confira TUDO sobre as Hennas da Surya Brasil com profissionais da área!

  1. Onde encontrar todas as cores de henna pó e henna creme Surya Brasill com segurança? Na loja Use Orgânico aqui.
  2. Espaço Surya Brasil, SPA Urbano, SP. Quer aplicar henna com profissionais? O Espaço Surya é um dos poucos lugares que oferecem esse serviço! Site / Endereço: Rua Dr. Fabrício Vampré, 232, Vila Mariana, São Paulo – SP, tel: 011 5084-2591 / 5084-258

Henna para Iniciantes: Onde comprar Henna 100% natural

  • Como muita gente me perguntou onde comprar Henna pura e natural, então adianto a resposta aqui no início:
  • Encontramos Henna 100% natural à venda na loja de cosméticos naturais Use Orgânico AQUI.

– A Henna que eu usei é da Zeena, 100% orgânica e marroquina, AQUI (o cupom “acordazeena” dá desconto por lá). Por enquanto a Zeena ainda está pensando em trazer a henna ao Brasil, mas se vocês pedirem, aposto que irão pensar com mais carinho Como dá para perceber no vídeo, é realmente uma henna muito pura e diferenciada.

– A Henna da Weleda – essa AQUI – é bem parecida com a henna que usei no vídeo, além disso a Weleda é uma marca em cuja qualidade confio demais. Muitas pessoas indicam a Henna da Casa da Índia, porém eu não conheço a marca e nunca indico algo a vocês sem ter previamente testado.

– As Hennas da Surya na verdade consistem em misturas de Henna com outros extratos vegetais responsáveis pela diversidade de cores (a henna 100% pura possui uma única coloração: cobre alaranjado).

Não que isso seja “ruim”, vai depender da sua intenção.

A lógica de aplicação das hennas da Surya segue os mesmos preceitos listados ao longo deste post, porém o resultado irá diferir em termos de tonalidade.

Henna para iniciantes: Tudo (ou quase) que você precisa saber – Princípios básicos

O que é a Henna

A Henna 100% pura consiste em apenas um componente de nome botânico Lawsonia Inermis – a Henna em si – planta cujas folhas possuem uma molécula de pigmento laranja acobreado chamada Lawsone.

Tais folhas passam por um processo de secagem e moagem originando a Henna em pó a qual precisa passar por um processo de solução para que o pigmento seja liberado (falaremos mais sobre como liberar o pigmento da henna no decorrer deste artigo).

Leia também:  Como barganhar: 12 passos (com imagens)

Henna NÃO é química

Henna é uma planta e a coloração por meio dela ocorre devido aos pigmentos naturalmente contidos nela. Logo, é SIM compatível com cabelos quimicamente tratados (coloridos, descoloridos, alisados, relaxados, etc.)

Há MUITA informação equivocada pela web. Eu mesma caí no conto do vigário de “profissionais” que confundem Henna com Henê e, por isso, demorei tanto para enfim aderir a esse método natural de acobrear os fios. Então julgo válido distinguir logo aqui no início:

Henna versus Henê – Diferenças 

Henna é uma planta. Henê é uma química.

A Henna pura é composta apenas pela planta Lawsonia Inermis. Já a base do Henê é composta por dois ativos: o corante natural extraído das sementes de uma planta chamada taya, Caesalpinia spinosa, e o agente químico chamado pirogalol, ou ácido pirogálico, o qual alisa e/ou reduz o volume dos cabelos de forma progressiva e por meio de uma “capa” formada sobre as cutículas.

A Henna doa coloração cobre (ou laranja, ou alaranjada – a meu ver, o termo “cobre” traduz melhor a cor doada pela henna). O Henê doa coloração preta.

A Henna é compatível com qualquer química. O Henê não é compatível com nenhuma outra química além dele mesmo.

A Henna é praticamente um casamento capilar

Pintar os cabelos com Henna requer um nível de comprometimento bem elevado, pois é um pigmento que dificilmente será removido dos fios. Tal característica é, simultaneamente, um dos maiores pontos positivos e negativos de tingir os cabelos com henna.

Pois ao passo em que o poder de fixação dos pigmentos faz com que a henna não desbote (o desbotamento rápido é uma grande reclamação por parte de quem pinta o cabelo de tons de ruivo), esse mesmo poder faz com que remover a henna dos fios seja bem complicado.

Ainda não tentei remover a Henna, então não posso dizer por experiência, mas vários relatos online dizem que é praticamente impossível obter um cabelo loiro após ter tingido com henna, pois mesmo após descoloração o resultado máximo é um laranja bem claro. Bom, acredito que algum profissional de colorimetria saiba como anular isso visto que pela estrela de Oswald (imagem logo abaixo) o pigmento “.1 – Azulado” anula o “.4 – Alaranjado”.

Para quem a coloração com Henna é indicada?

Para quem quiser! Já que a Henna é compatível com qualquer química já existente ou vindoura, qualquer pessoa que queira tingir os cabelos de ruivo acobreado com henna pode fazer, basta querer e ter em mente as implicações de tal escolha. Afinal, conforme escrevi acima, a Henna é praticamente um casamento capilar.

  1. Sendo assim, eis algumas sugestões:
  2. – Tingir os cabelos com henna será uma excelente opção aos que decidiram que o ruivo é o “tom da vida”;
  3. – Tingir os cabelos com henna será uma excelente opção aos que odeiam ter que tonalizar os cabelos por causa do desbotamento intenso de tinturas ruivas;
  4. – Tingir os cabelos com henna será uma excelente opção aos que estão em busca de métodos naturais e delicados de pintar os cabelos a fim de manter o máximo possível a integridade da fibra capilar.

Henna NÃO clareia o cabelo

A henna deposita pigmentos nos cabelos, mas não tem poder de clareá-los. Ela pode até vir a escurecer visualmente os fios por causa da sobreposição de pigmentos, mas ela não atua mudando a base do cabelo como uma tintura convencional.

Então, caso você queira um tom de ruivo mais aberto (claro), será necessário submeter seus fios a algum procedimento que venha a clareá-los e/ou, no caso de cabelos coloridos, que remova a coloração já existente nos seus cabelos (Exemplo: coloração com tintura loira, descoloração, Dekap Color ou Soap Cap).

Observe as tabelas abaixo:

Acima temos a estrela de Oswald, também chamada de estrela de colorimetria, podemos dizer que a Henna seria equivalente ao reflexo “.4 – laranja acobreado”. Na sequência constam 3 tabelas de representação ilustrativa (CUIDADO! Os resultados equivalentes nas figuras são apenas demonstrações, a Henna reage de forma diferente em cada cabelo), sendo:

  • – A primeira referente ao tom de base, ou seja:
    1- Preto Profundo
    2- Preto Natural
    3- Castanho Escuro
    4- Castanho Médio
    5- Castanho Claro
    6- Loiro Escuro
    7- Loiro Médio
    8- Loiro Claro
    9- Loiro Muito Claro
  • 10- Loiro Claríssimo
  • – A segunda referente ao POSSÍVEL resultado da henna sobre o respectivo tom de base;
  • – A terceira referente ao POSSÍVEL e HIPOTÉTICO resultado da segunda camada de henna sobre um cabelo já hennado.

Reiterando, os resultados equivalentes nas figuras são apenas demonstrações HIPOTÉTICAS E ILUSTRATIVAS. O resultado da henna não depende apenas da base do cabelo, mas também da mistura, do tempo de pausa, e do “Fator H” o qual consiste na variável inexplicável que faz com que a Henna reaja de forma diferente em cada cabelo. Aqui abre-se espaço para o próximo tópico:

A Henna é imprevisível!

Irei chamar de “Fator H” a incógnita responsável por algo bem interessante – e, para alguns, um tanto frustrante – da coloração por meio de henna: prever o resultado é praticamente impossível! Podemos sim prever o resultado provável por meio da junção dos seguintes fatores: tom de base do cabelo, intensidade da mistura, tempo de pausa nos fios. Porém há uma incógnita na equação, nosso “Fator H”, o qual faz com que o resultado da cor obtida com a Henna literalmente varie de cabeça para cabeça.

Por isso não há como garantir que a cor obtida será igual mesmo se você fizer exatamente a mesma mistura que eu, pausar exatamente pelo mesmo tempo e estiver com o tom de base aparentemente igual.

Entretanto, há sim como diminuir a “imprevisibilidade” da henna por meio das seguintes razões/proporções:

Razões e proporções para dosar o efeito da Henna

Pois bem, embora haja o “Fator H”, há também simples lógicas cuja aplicação irá guiar o provável resultado da coloração com henna:

  • Quanto mais claro for o tom de base, provavelmente mais aberto será o tom de ruivo obtido;
  • Quanto mais densa/concentrada/menos diluída for a mistura, provavelmente mais escuro será o tom de ruivo obtido;
  • Quanto maior o tempo de pausa nos fios, provavelmente mais escuro será o tom de ruivo obtido.

Não gostou do tom de ruivo obtido com henna? Há sim como clarear ou escurecer!

Como clarear o tom da henna: Há várias formas de clarear a henna, a forma mais natura é fazendo umectação com óleo de coco de praia (esse AQUI) ou óleo de coco palmiste (esse AQUI), pois o ácido láurico presente em elevada concentração nesse óleo irá “dissolver” os pigmentos da henna. Outros métodos são: Descoloração, aplicação de vitamina C (resseca os fios), aplicação de uma tintura loira sobre a henna (o que pode não funcionar, faça o teste de mecha antes!).

Como escurecer o tom da henna: A coloração com henna se dá de uma forma acumulativa, então basta reaplicar a mistura para escurecer o tom. Fazer uma mistura mais concentrada também é recomendado neste caso.

A Henna tem efeito acumulativo

Quanto mais camadas de henna, mais escura será a cor e mais encorpado/grosso ficará os fios. Então use com moderação e espaçamento. Para evitar o efeito acumulativo, fiz umectações semanais com óleo de coco o qual, conforme expliquei no tópico anterior, “dissolve” a henna.

A Henna também é um ótimo tratamento capilar!

Fiquei impressionada! A Henna atua como um exímio tratamento de “reconstrução capilar” (assim mesmo, entre aspas, pois cabelo é tecido morto, logo, não há como ser reconstruído).

Logo após enxaguar a Henna tive a sensação de que anos de danos haviam ido embora! O cabelo ficou um pouco enrijecido sim, porém bastou aplicar uma máscara bem emoliente na sequência (usei a máscara de Andiroba da Paula Breder Cosméticos Naturais e Artesanais – essa AQUI) para o enrijecimento passar e restar apenas a ótima sensação de cabelo encorpado.

Henna em pó versus Henna em creme

Grosso modo: Henna em creme é um tonalizante o qual sai com as lavagens. Henna em pó é uma coloração permanente.

Dica: Quer ter uma pequena noção de como ficará seu cabelo com henna, porém não está pronto para comprometer-se por ora? Teste usar a henna em creme cobre! O resultado não será exatamente o mesmo, mas serve para ter uma ideia. Ademais, a Henna em Creme Cobre também servirá para potencializar o efeito da Henna naqueles dias em que você acordar com vontade de mudar o tom de forma temporária.

Uso e indico: Henna em Creme Cobre da Surya Brasil – essa AQUI (tonaliza e trata, maravilhosa!)

A oxidação da Henna: Cabelo antes e depois da oxidação

A tonalidade obtida logo após remover a henna dos fios não é a mesma que permanecerá nos cabelos. Com o passar dos dias a henna se fixa à queratina da fibra capilar e ocorre um processo chamado oxidação o qual faz com que o tom perca o “brilho radioativo” dos primeiros dias, tornando a cor mais natural e, provavelmente, mais escura.

Leia também:  Como baixar livros kindle num ipad (com imagens)

Abaixo estão dois vídeos por meio dos quais há como perceber a diferença da oxidação. Aperte o play, pois a foto de capa não é tão fiel quanto a filmagem. Aliás, sempre duvide de fotos de cabelos ruivos! A iluminação, edição e filtros interferem demais no tom real do ruivo – por isso optei por lhes mostrar em vídeos.

  1. I) Quatro dias após retocar a raiz com henna (e “puxar” para o comprimento) com a mesma receita descrita abaixo, o cabelo ficou assim:
  2. II) Como ficou o tom do cabelo após a henna oxidar (4 dias após gravar o vídeo acima):

Henna para Iniciantes: Como preparar a mistura da Henna para colorir os fios

Henna colore com ativos naturais e deixa os cabelos mais brilhantes

Há séculos as mulheres usam o pó extraído das folhas da planta Lawsonia inermis linné, que nós conhecemos como henna. O produto ainda tem fãs em todas as partes do mundo por ser livre de aditivos sintéticos tais como corantes, conservantes ou aromatizantes artificiais, e também de amônia, água oxigenada e metais pesados como o chumbo. 

“A coloração química remove os pigmentos naturais do cabelo e deposita outros no lugar.

Já a henna não abre a cutícula do fio para modificar a cor natural do cabelo, só deposita o pigmento”, explica o hairstylist Thiago Borba, do Spa Bella Donna, em Belo Horizonte.

Por esse motivo, a coloração não danifica o cabelo como as tinturas comuns, mas também não possibilita mudanças drásticas de cor e nem clareia os fios. Com a henna, o efeito é cumulativo, ou seja, quanto mais se aplica, mais viva a cor fica. 

  • A Weleda do Brasil comercializa somente a henna original, na cor vermelha.

Atualmente, as marcas que comercializam essas tinturas oferecem várias opções de cores, mas a henna original é a vermelha. Em cabelos levemente grisalhos, ela não garante cobertura total dos brancos, mas proporciona um tom acobreado .

“Quando usado por mulheres com fios brancos distribuídos pela cabeça, o efeito da henna é o mesmo de um reflexo”, diz a terapeuta capilar Neide Pereirah, do salão Single Hair & Beauty, do Rio de Janeiro. O produto só não é recomendado para quem tem uma grande quantidade de fios brancos concentrados em uma mesma região.

Nesse caso, o cabelo pode ficar com um vermelho muito intenso no local e acaba destoando do restante dos fios. 

Os dois lados da planta

Apesar de os fabricantes garantirem que a henna nutre os fios, os profissionais de cabelo são unânimes em discordar. “A henna dá um brilho mais intenso se comparado ao de uma coloração comum.

Mas não dá para falar que ela vale por um tratamento”, garante o cabeleireiro Cristhofer Glöe, do Homa Elite Salon, em São Paulo. Mesmo sendo um produto natural, o pó pode danificar o cabelo quando usado em excesso.

“Por causa do efeito cumulativo, em longo prazo fica muito difícil remover o produto dos fios”, declara Glöe.

  • A Surya Brasil possui uma tabela com 15 tons de henna, entre esses acaju, castanho dourado e cinza prateado.

Dependendo da marca, a henna também pode apresentar incompatibilidade com outros tratamentos químicos. A Weleda, por exemplo, não recomenda o uso em cabelos que já possuem tintura ou que passaram por outros processos químicos.

A Surya do Brasil não impõe restrições e garante que seus produtos podem ser usados “antes ou após, sem intervalo de tempo, entre químicas e colorações”.

Por isso, é preciso ler cuidadosamente o rótulo do produto antes de escolher qual utilizará. 

No entanto, é senso comum que, por agir na superfície, o produto deixa o cabelo mais encorpado, o que faz da henna uma boa opção para quem deseja mudar a espessura dos fios finos. “A aplicação deixa os fios mais grossos e pesados. Em alguns casos, também dá impressão de que o cabelo ficou mais liso, mesmo a henna não tendo propriedades alisantes”, diz o cabeleireiro. 

Modo de usar

Com um pouco de paciência, é possível fazer a aplicação da henna em casa. O mais importante é seguir as instruções que constam na embalagem do produto. Normalmente, basta dissolver o pó em água morna até formar uma pasta cremosa e homogênea.

Depois, com a pele devidamente protegida, para evitar manchas, deve-se aplicar a mistura da raiz até as pontas, tomando o cuidado de espalhar com o auxílio de um pente, para garantir uma cor uniforme. Facilita se o cabelo for divido em mechas durante o processo.

Em geral, o produto precisa agir por cerca de uma hora. 

A duração da cor é de cerca de um mês, dependendo da frequência de lavagem.  “O xampu adstringente retira a henna mais rapidamente. Assim, para prolongar a fixação da cor o melhor é optar por um xampu hidratante”, orienta Glöe. 

Henna em Pó Natural da Surya | Use Orgânico

VALIDADE PARA FINAL DE SETEMBRO DE 2020A Henna em Pó da Surya Brasil é uma coloração semipermanente desenvolvida com ingredientes de origem 100% naturais e vegetais de alta performance, que deixam o cabelo com um brilho intenso e uma cor vibrante.

Todas as tonalidades contêm uma combinação de plantas originarias da índia, como amla, shakakai e índigo, que restauram e condicionam profundamente os fios, ao mesmo tempo em que cobrem os fios brancos.

É uma ótima opção para quem quer colorir os cabelos sem agredir os fios, pois enquanto colore, revitaliza, hidrata e proporciona condicionamento total aos seus cabelos ajudando a fechar as cutículas e fixando melhor os pigmentos.

É dermatologicamente testada e segura para o uso após processos químicos capilares, dando cor e brilho aos cabelos que passaram por alisamento, relaxamento, escova progressiva, escova definitiva, luzes, entre outros. Sua alta performance deixa seu cabelo com brilho intenso e cor vibrante ao mesmo tempo em que colore e cobre os cabelos brancos.

Características

• Produto 100% Natural e Vegano• Proporciona tratamento e brilho intensivo aos cabelos• Hidrata, suaviza e revitaliza os fios• Auxilia no combate à caspa e à queda capilar• Cores: Acaju, Castanho, Castanho acizentado, Castanho Dourado, Louro champagne, Louro Sueco, Vermelho, Vinho. 

Indicações

A Henna em Pó Natural da Surya é indicada para todos os tipos de cabelos.

Ingredientes

Contém ativos naturais:

Henna: hidrata e forma uma película protetora em cada fio de cabelo.

Amla: fruta indiana rica em vitamina C.Shikakai: originária da índia, a palavra significa “fruta para o cabelo”, ela propicia limpeza profunda.Terminalia Belerica: funciona como adstringente.Índigo: conhecida por suas propriedades de coloração. Acacia Concinna: rica em taninos, ajuda a fixar a cor.

Composição: Aqua, Propanediol, Cetearyl Alcohol, Cetrimonium Chloride, Dehydroacetic Acid, Benzyl Alcohol, Sorbitol, Orbignya Oleifera Seed Oil, Tocopherol, Hydroxyethylcellulose, Sodium Phytate, Achillea Millefolium Extract (Aquiléia), Aloe Barbadensis Leaf Extract (Aloe Vera), Arnica Montana Flower Extract (Arnica), Bertholletia Excelsa Seed Extract (Brazil Nut), Corylus Avellana Seed Extract (Hazelnut), Daucus Carota Sativa Root Extract (Carrot), Euterpe Oleracea Fruit Extract (Açaí), Genipa Americana Fruit Extract (Jenipapo), Lawsonia Inermis Leaf Extract (Henna), Malpighia Glabra Fruit Extract (Acerola), Malva Sylvestris Leaf Extract (Malva), Paullinia Cupana Seed Extract (Guaraná), Phyllanthus Emblica Extract (Amla), Zizyphus Joazeiro Bark Extract (Juá), Chamomilla Recutita Flower Extract (Camomile), Aminomethyl Propanol.

Pode conter: Disperse Black 9, Disperse Violet 1, HC Blue N° 2, HC Yellow N° 2, HC Red Nº 1, HC Red N° 3, 4-Amino-3-Nitrophenol, 3-Nitro-p-Hydrocyethylaminophenol.##Crueltyfree.jpg##

Fórmula livre de: PPD, óleo mineral, amônia, parabenos, EDTA, resorcinol, transgênicos, cloreto de sódio, perborato de sódio, peróxido de hidrogênio, fragrância sintética e produtos de origem animal. Não é testado em animais.

Cada embalagem contém:

1 pacote de 50g de henna em pó1 par de luvas de plástico1 touca de plástico1 folheto explicativo

Modo de usar

Coloque as luvas e divida o cabelo em mechas e com a ajuda do bico aplicador e das mãos aplique a henna nos cabelos ainda úmidos, da raiz até as pontas. Durante a aplicação, não utilize pente. Cubra com uma tuca plástica e aguarde o tempo indicado de acordo com a cor (indicação presente no manual de uso dentro da embalagem do produto). Após aguardar o tempo indicado, enxague com água totalmente o produto.

  • Importante: como se trata de um produto feito com ingredientes naturais, seus resultados podem variar.
  • Precauções

CUIDADO. Contém substâncias que podem causar reações alérgicas na pele e no couro cabeludo. Antes do uso, faça o teste de sensibilidade. Não aplicar em cílios, sobrancelhas ou buço. Havendo irritação suspenda o uso, não usar sob a pele ferida. Em caso de contato acidental com os olhos, lavar com água abundantemente. Não utilize touca de alumínio ou qualquer utensílio de metal. MANTER FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS. Conservar em local fresco. Uso externo. Não ingerir.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*