Como aplicar gelo para aliviar dores nas costas

Como Aplicar Gelo para Aliviar Dores nas Costas

Pensando nisso, separamos as indicações de cada uma, além de dicas de como utilizar a bolsa para compressa. Continue a leitura para conferir!

Compressa quente

A compressa quente é um jeito simples e rápido aliviar dores, sendo que pode ser feita de maneira caseira, com um pano e água morna, ou utilizando uma bolsa pronta.

Efeitos

O alívio de dores gerado pela aplicação de compressa quente é resultado do aumento do fluxo sanguíneo na região, devido à dilatação dos vasos, o que relaxa os músculos. Além disso, ela pode auxiliar na melhoria de mobilidade, liberando os movimentos da região.

Outro importante efeito é o relaxamento. Sabe como um banho quente ajuda a aliviar o cansaço do dia e a deixar a pessoa mais “leve”? A lógica é a mesma: a temperatura elevada causa um efeito analgésico no corpo.

Porém, lembre-se que a compressa nunca deve estar quente o suficiente para causar desconforto ou ainda queimaduras – deixe-a em uma temperatura suportável.

Como Aplicar Gelo para Aliviar Dores nas Costas

Indicações

Quem sofre com tensão nos ombros precisa saber para que serve compressa quente, visto que seu efeito relaxante pode atenuar o problema. Hematomas não cuidados pelas primeiras 48 horas também podem ser tratados com esse tipo de compressa, pois o estímulo da circulação do sangue pode tanto reduzir as dores quanto diminuir a mancha.

Dores musculares também são aliviadas com compressa quente, visto que ela ajuda a liberar e relaxar os músculos. Outro uso comum é posicioná-la na barriga para atenuar desconfortos e cólicas geradas pela tensão pré-menstrual.

Como Aplicar Gelo para Aliviar Dores nas CostasQuem sofre com cólicas menstruais pode se beneficiar de compressas quentes.

Se você está em uma situação infecciosa com formação de pus, como furúnculos ou terçol, a compressa quente também pode te ajudar, auxiliando na eliminação do pus e cura do machucado.

Lembre-se que tratamentos caseiros não substituem o atendimento médico especializado. Por isso, caso os problemas sejam muito intensos ou não melhorem com essas ações, procure um médico de sua confiança o mais rápido o possível!

Como fazer

A compressa quente pode ser feita com bolsas próprias, normalmente preenchidas de gel, que são encontradas em mercados e farmácias com facilidade. Porém, caso prefira uma solução caseira, saiba como fazer compressa quente com itens que você já tem em casa:

Coloque cerca de um quilo de grãos secos, como o arroz ou feijão, dentro de uma fronha de travesseiro. Amarre bem para formar uma trouxa e, em seguida, aqueça no micro-ondas por 3 a 5 minutos. Deixe o tecido amornar, para não causar queimaduras, e aplique na região.

Independentemente da bolsa, essa compressa pode ser aplicada de três a quatro vezes por dia, com cada sessão durando entre 15 e 20 minutos.

Compressa fria

Muitos ficam em dúvida sobre para que serve uma compressa fria, e muitas vezes acabam confundindo seus usos com a versão quente. Porém, é importante saber que ela causa o efeito contrário da compressa quente.

Efeitos

Enquanto a compressa quente dilata os vasos sanguíneos, a versão fria possui o efeito contrário, constringindo-os e diminuindo o fluxo de sangue na região. Esse resultado faz com que o local não acumule líquidos, também amenizando inflamações e inchaços.

Como Aplicar Gelo para Aliviar Dores nas CostasA bolsa gelada reduz o fluxo sanguíneo na região, evitando ou atenuando inchaços.

A temperatura fria também tem um certo efeito anestesiante, por isso pode reduzir temporariamente as dores do local em que é aplicada. Porém, não é recomendado colocar a compressa fria no peito ou nas costas.

Indicações

As maiores indicações da compressa fria são para pancadas, hematomas ou lesões articulares, sendo que é recomendado começar o tratamento imediatamente ou ao menos nas primeiras 48 horas. É por isso que é comum esportistas utilizarem as bolsas de gelo logo depois de sofrerem alguma lesão durante as práticas.

Quem sofre de tendinite também pode utilizar a bolsa fria para um alívio momentâneo das dores. Além desses casos, dores causadas por injeções e dor de dente podem ser atenuadas com a técnica.

Como fazer

Antes de aprender como fazer uma compressa fria, lembre-se que apenas um médico pode receitar o tratamento ideal para o seu caso. Se as dores persistirem, não deixe de procurar um profissional de sua confiança!

Bolsas de gel, que também são utilizadas para compressas quentes, muitas vezes também funcionam como compressas frias. Confira as instruções na embalagem para garantir o melhor uso!

Além disso, pacotes de vegetais congelados, como ervilhas, podem ser utilizados como compressas frias. O recomendado é ter uma bolsa específica para isso, mas eles servem em uma emergência.

A compressa fria é muito fácil de fazer. Seja qual for a técnica escolhida, evite o contato direto do produto com a pele, visto que as temperaturas baixas podem causar queimaduras. O ideal é envolvê-lo com um pano fino, mantendo os benefícios e protegendo a pele.

Como Aplicar Gelo para Aliviar Dores nas CostasPacotes de vegetais congelados podem servir como uma compressa fria improvisada.

O uso de compressas quentes e frias pode ajudar a aliviar dores e desconfortos, e até prevenir que uma lesão se transforme em algo pior. Porém, lembre-se de sempre procurar por um médico de sua confiança, principalmente se o problema não melhorar!

Para receber mais dicas de saúde e bem-estar, diretamente em seu e-mail, todas as semanas, que tal assinar a nossa newsletter? É só preencher o formulário abaixo!

Gelo ou calor para aliviar a dor nas costas

29|03|2017 Como Aplicar Gelo para Aliviar Dores nas Costas

Dores na coluna podem ser constantes e insuportáveis. Além disso, elas possuem as mais diversas origens. A dor nas costas pode surgir a partir do excesso de peso nas costas ao longo do tempo, acidentes, assim como há a possibilidade de ter causas muito mais profundas e complexas, como é o caso das dores crônicas.

Leia também:  Como apagar senhas salvas das suas chaves do icloud no macos

Bom, independente da forma com a qual a dor se apresenta, não há como negar os impactos do desconforto.

Analgésicos podem cumprir com o papel de reduzir a sensação de dor, mas além do custo, é preciso se atentar para seu uso excessivo e se eles são realmente recomendados.

Também há a questão da prescrição: alguns remédios que aliviam a dor necessitam de prescrição médica para serem utilizados.

Diante desse cenário, muitas pessoas procuram formas alternativas de combate à dor, como a aplicação de compressas geladas ou quentes. Apesar de serem técnicas comuns, será que usar gelo ou calor para aliviar a dor nas costas é recomendado?

Use gelo para a dor nas costas, mas com cuidado!

Para resumir a história, o uso de compressas de gelo ou de calor não trazem malefícios para as costas, desde que aplicadas com moderação.

Enquanto o gelo contribui para reduzir inflamação, o calor acelera o processo de cicatrização.

Apesar de serem técnicas naturais e eficazes, é preciso ter atenção em alguns detalhes, pois o uso constante e indevido desse método pode intensificar a dor.

Em primeiro lugar, para o caso de compressas geladas, não aplique gelo diretamente sobre a pele. O contato pode gerar queimaduras devido à grande diferença de temperatura, assim intensificando a dor nas costas. Toalhas podem ser usadas para evitar o contato direto e assim prevenir esse problema.

Além disso, atenção ao tempo de aplicação. Não aplique gelo por mais de 20 minutos. Intervalos são essenciais para garantir a eficácia do método e evitar queimaduras.

Você pode aplicar o gelo entre 8 e 10 vezes durante o dia sem complicações.

Além disso, lembre-se que o gelo tem maior eficácia apenas nas primeiras 72 horas após o ferimento, por ser esse o período em que o inchaço está intensificado.

Calor também ajuda!

O calor também contribui com a inibição da dor nas costas, além de ter uma vantagem sobre o gelo: é mais confortável para a aplicação com maior sensação de relaxamento. O risco de queimaduras também existe para esse método e o mesmo não é recomendado para pessoas diabéticas ou com ferimentos abertos. Caso esse seja seu caso, a terapia de gelo é uma solução mais segura.

Antes de mais nada, passe longe do secador de cabelo! Mesmo em sua menor potência, há o risco de queimaduras. Banhos quentes e líquidos aquecidos são algumas escolhas mais seguras de aplicação, mas também é preciso se atentar para a temperatura. Ela deve estar aquecida o suficiente para gerar conforto, porém fria o bastante para não irritar a pele.

Posso usar gelo e calor para aliviar dor crônica?

Caso você sofra de dor crônica nas costas, o uso de gelo e calor pode ajudar, mas não é uma garantia.

A eficácia varia de acordo com o tipo de dor, local e intensidade, logo faça o teste com cada um dos métodos para ver qual tem mais eficácia. Você pode, inclusive, combinar frio e calor ao longo do dia em busca de resultados melhores.

Como não há resposta definitiva, apenas a tentativa e erro responderão se o uso de compressas geladas ou quentes pode lhe ajudar.

É preciso alertar que dores intensas e constantes devem ter auxílio médico. O uso de compressas de gelo e calor auxiliam no combate à dor, mas não são soluções definitivas para problemas na coluna. Assim, para dores crônicas e/ou intensas, procure um médico para identificar corretamente seu problema e indicar o melhor tratamento possível.

Compressa quente ou fria para dor nas costas? | Blog

As dores nas costas incomodam muito os brasileiros, tanto que dados da Organização da Saúde mostram que 80% da população brasileira reclama de dor na região, que pode ser provocada por fatores como: má postura, sedentarismo, obesidade, estresse, lombalgia, dorsalgia, entre outros. Mas quando sentir dor, o certo é usar compressa quente ou fria nas costas?

Como Aplicar Gelo para Aliviar Dores nas Costas

Compressa fria

A compressa fria deve ser utilizada em caso de pancadas, tendinites, distensões musculares, lesões articulares, artrite, ou após exercícios. O gelo tem a função de diminuir o fluxo sanguíneo na região afetada, amenizando o inchaço e a inflamação.

Na região das costas, a compressa fria causará uma vasoconstrição. Com isso, processos inflamatórios serão reduzidos, fazendo com que edemas e hematomas sejam drenados com mais facilidade. Com o gelo, a extensão da lesão será menor, se a compressa for aplicada logo após o trauma.

Nunca aplique o gelo diretamente sobre a pele. A recomendação é usar uma sacola com gelo envolta em um pano ou toalha. Faça a compressa por 15 a 20 minutos, de três a quatro vezes por dia.

Compressa quente

Já a compressa quente é utilizada para aliviar dores musculares, hematomas já formados, torcicolos, e situações infecciosas em que há inflamação com formação de pus (como um furúnculo, ou um terçol).

A compressa quente, quando aplicada nas costas, causará uma vasodilatação, relaxando a musculatura e sendo mais utilizada em lesões crônicas. Além de aumentar o fluxo sanguíneo, ela propiciará o aumento da mobilidade e o relaxamento dos músculos.

Para a compressa quente, aqueça água em uma temperatura que a pele possa suportar e aplique sobre a região dolorida. Faça a compressa por 15 a 20 minutos, de três a quatro vezes por dia.

Tem dúvidas sobre assuntos envolvendo a coluna? Entre em contato ou agende sua consulta! 

(11) 2614-1325(11) 2614-1346

Quando fazer compressa quente ou fria

Usar corretamente o gelo e a água quente pode ajudar a se recuperar mais rápido de uma pancada, por exemplo. O gelo pode ser utilizado até 48 horas após uma injeção, e em caso de dor de dente, pancada, torção, dor no joelho e quedas, enquanto que a água quente pode ser usada quando há dor na coluna, manchas roxas na pele, espinhas, furúnculos e torcicolos, por exemplo.

Leia também:  Como apagar conversas no kik: 3 passos (com imagens)

O gelo diminui o fluxo sanguíneo da região, ajuda a desinchar e tem efeito analgésico que se inicia após 5 minutos de uso. Já a água quente promove a dilatação dos vasos sanguíneos e diminui a tensão muscular, promovendo o relaxamento.

Como Aplicar Gelo para Aliviar Dores nas Costas

Quando fazer compressa quente

A compressa morna ou quente promove o aumento do fluxo sanguíneo local, aumenta a mobilidade e promove o relaxamento, podendo ser feito em algumas situações, como:

  • Dor muscular;
  • Hematomas;
  • Furúnculo e terçol;
  • Torcicolo;
  • Antes da atividade física.

A compressa quente ou morna pode ser colocada nas costas, no peito ou em qualquer local do corpo que seja necessário aumento do fluxo sanguíneo, no entanto não é recomendado que seja feita quando se está com febre, por exemplo, pois pode haver aumento da temperatura corporal.

A compressa morna pode ser utilizado de 3 a 4 vezes ao dia, durante 15 a 20 minutos, mas deve sempre estar enroladas numa fralda de pano ou outro tecido fino, para que a pele não seja queimada.

Como fazer uma compressa quente em casa

Para fazer uma compressa quente em casa, basta utilizar uma fronha de travesseiro e 1 kg de grãos secos, como arroz ou feijão, por exemplo. Deve-se colocar os grãos dentro da fronha, amarrar bem para formar uma trouxa, aquecer no microondas durante cerca de 3 a 5 minutos, deixar amornar e aplicar na região dolorida durante 15 a 20 minutos.

Se mesmo ao utilizar o gelo ou a água quente a dor não diminuir ou até mesmo se intensificar deve-se ir ao médico para que sejam realizados exames que possam identificar se houve a causa da dor, que pode ser uma fratura, por exemplo.

Quando fazer compressa de gelo

As compressas frias com gelo promovem a diminuição do fluxo sanguíneo da região, diminuem o inchaço e a inflamação e, por isso, são indicadas:

  • Após pancadas, quedas ou torções;
  • Depois de tomar injeção ou vacina;
  • Na dor de dente;
  • Na tendinite;
  • Após a atividade física.

Para fazer uma compressa fria em casa, basta envolver um saco de legumes congelados, por exemplo, em uma toalha ou pano e aplicar na região dolorida durante 15 a 20 minutos.

Uma outra possibilidade é misturar 1 parte de álcool com 2 partes de água e colocar num saco tipo ziploc e deixar no congelador.

O conteúdo não deve ficar completamente congelado, e poderá ser moldado, conforme a necessidade. O modo de uso é o mesmo.

Esclareça mais dúvidas sobre as compressas frias e quentes no vídeo a seguir:

Calor ou frio para a dor nas costas?

Avaliação do Usuário: 5 / 5

As evidências da literatura médica sugerem que o calor é mais efetivo no tratamento da dor na coluna. O calor relaxa a musculatura paravertebral, a qual geralmente está contraturada nos processos dolorosos.

O uso de compressas frias na coluna não tem o mesmo suporte pelos trabalhos científicos. Entretanto, algumas pessoas acham que tanto o calor como o frio auxilia na dor.

Saiba como fazer o uso correto de compressas:

Aplicar calor durante 15 a 20 minutos. Esse processo pode ser realizado de 4 a 6 vezes ao dia. O calor úmido (compressas quentes, banhos, duchas) funciona melhor do que o calor seco.

Se você estiver usando uma almofada de aquecimento elétrico ou bolsa térmica, cuidado para não deixá-la em contato direto com a pele, pois poderá causar queimaduras.

Gelo para aliviar a dor na coluna:

Gelo e compressas frias podem aliviar a dor, inchaço e inflamação. São mais efetivas nas distensões musculares, lesões articulares e outras condições como a artrite.

Você pode utilizar uma sacola com gelo embrulhada em uma toalha ou pano. Nunca aplique o saco plástico ou o gelo diretamente na pele. Outra possibilidade é molhar uma toalha com água fria e aplicar no local. Aplique por 15 a 20 minutos, 3 a 4 vezes ao dia.

É fundamental passar em avaliação médica com um Especialista em Coluna para o tratamento adequado da sua dor, principalmente se a dor persistir apesar das compressas.

Sobre o autor: 

Dr. Luciano Pellegrino. Médico Especialista em Coluna no Hospital Sírio-Libanês e ColunaSP em São Paulo. Membro da Sociedade Brasileira de Coluna. 

Agende uma consulta para tratar Dor nas costas

Frio ou calor para tratar a dor muscular?

Depois de um treino intenso, é comum vez ou outra o atleta se deparar com aquela dor muscular incômoda – seja por conta do esforço, queda ou alguma lesão.

Para tentar aliviar essa dor, muitos lançam mão da tradicional compressa de gelo. Outros, no entanto, preferem emplastros, pomadas ou sprays que aquecem a região dolorida.

Mas qual é o método mais eficiente tratar o problema, frio ou calor?

Para responder essa questão, primeiro é preciso saber qual é a causa da dor muscular, que pode ter sido ocasionada por uma lesão, trauma, queda, esforço excessivo ou mesmo adaptação ao exercício. Isso porque cada causa pede um tratamento específico, que pode ser à base de frio ou calor, de acordo com o efeito que se pretende obter dele.

“O frio contrai os vasos sanguíneos e diminui o inchaço, o metabolismo local e o estímulo para o sistema nervoso, que realiza e coordena a contração muscular e a sensibilidade.

Já o calor, na maior parte dos casos, dilata os vasos, melhora a função muscular, a elasticidade dos tecidos (tendões e músculos) e relaxa a musculatura”, explica o Dr.

Rogério Teixeira, ortopedista e traumatologista especialista em medicina esportiva, membro da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED) e Sociedade Brasileira de Artroscopia e Trauma do Esporte (SBRATE).

Assim, para aliviar a dor muscular em lesões mais agudas, o frio é sempre bem-vindo. Já o calor é indicado em lesões mais crônicas.

Leia também:  Como baixar o powerpoint: 14 passos (com imagens)

Para um estiramento ou uma contratura muscular, ou mesmo fadiga por excesso de treino, use gelo.

Se a pessoa tem uma tensão muscular que causa dor sempre após os treinos, ou quando a dor é localizada em estruturas pouco vasculares (como os tendões), deve-se usar calor, para que a fase inflamatória seja menor.

Alternar as compressas para tratar a dor muscular também é indicado, pois a combinação auxilia a vascularização sanguínea por meio do calor e diminui os efeitos inflamatórios com o frio.

É o famoso uso do contraste térmico, onde se utiliza o frio e o calor de forma alternada, fazendo com que a região fique um tempo no calor e logo em seguida no frio, alternando várias vezes, de forma que a contração e o relaxamento dos vasos sanguíneos funcionem como uma bomba, levando os líquidos do edema de volta para a circulação sistêmica, reduzindo a extensão do inchaço.

No caso de câimbras, encurtamentos, fadiga muscular leve, entre outras, recomenda-se tanto gelo quanto calor. Em processos inflamatórios articulares onde há necessidade de ganho e amplitude de movimento, também pode-se utilizar o contraste térmico.

Mas tanto as compressas de calor quanto as de gelo devem ser utilizadas com cuidado, pois podem causar danos quando usadas por tempo prolongado ou de forma incorreta.

Em ambos os casos, as compressas devem ser feita em ciclos de 15 a 20 minutos. No caso do gelo, a temperatura média deve estar entre 10ºC e 15ºC.

Já na compressa de calor, a água não pode estar muito quente para não queimar a pele.

Se a dor muscular aparecer, tome alguns cuidados:
– repouse a parte do corpo dolorida.
– faça leves massagens no local.
– aposte em produtos tópicos para a analgesia do local dolorido, principalmente os de ação térmica (frio e quente), como compressas, adesivos e bandagens.

– se a dor muscular persistir por mais de três dias procure imediatamente um médico.

Bolsa de água quente ou gelo? Qual melhor tratamento de lesão

Bolsa de água quente e gelo são técnicas simples para aliviar a dor em lesões. Mas eles causam resultados diferentes no corpo e é importante saber definir em qual situação utilizar cada método. A seguir, vamos acabar com essa dúvida muito comum sobre tratamento de lesão.

Lesão, gelo ou bolsa de água quente?

  • O uso de gelo e bolsa de água quente é comum quando as pessoas se machucam, seja praticando esporte, em situações de trauma, contusões ou dores musculares.
  • Esses recursos podem aliviar dores, inchaços e inflamações, sendo de simples utilização, bastante acessíveis, feitos em casa.
  • Mas é preciso investir no tratamento certo, pois os métodos causam resultados diferentes no corpo e, se usados de forma errada, podem agravar o caso.
  • Para evitar problemas, veja as indicações sobre o uso de bolsa de água quente ou gelo nas lesões.

Quando usar gelo

O gelo é um anti-inflamatório e analgésico natural, tornando-o indicado para diminuir o fluxo sanguíneo local, reduzir o inchaço e amenizar inflamações imediatamente após um trauma, pancada, dor de dente, tendinite, torções e esporte de impacto.

O frio emitido pelo gelo diminui a temperatura na área lesionada. Dessa forma, contrai os fluidos e a vasodilatação das veias e artérias, drenando o edema ou hematoma formado.

O indicado é usar gelo, compressas frias ou até tomar um banho com água bem gelada nas 48 horas seguintes ao ocorrido para ter bons resultados.

Repita o procedimento três vezes ao dia durante, por 20 minutos. E adote alguns cuidados:

  • evite usá-lo em extremidades, como dedos, nariz, cotovelo e joelhos, pois a temperatura baixa pode agredir as estruturas nervosas do local;
  • não deixe o gelo parado no mesmo local por mais de um minuto para não causar queimaduras locais;
  • proteja a pele com uma camiseta ou pano fino para não machucar a região.

A água quente gera calor que é um potente vasodilatador. Por isso, ajuda no relaxamento muscular, aumenta o fluxo sanguíneo local e melhora a mobilidade. Pode também trazer conforto para as articulações que estão em estado de contração ou apresentam algum problema crônico.

Sendo assim, é indicada para ser utilizada em casos de tensões musculares esporádicas, dor muscular, hematomas, furúnculo, torcicolo e antes de exercícios físicos.

Aposte em uma bolsa, compressa ou até toalha embebida em água aquecida. É importante alertar que o calor não pode ser usado por um tempo excessivo, para que não ocorra queimadura nem sangramento na região tratada.

O mais indicado é que você deixe-a agir até esfriar, em temperatura sempre suportável. Outras recomendações:

  • nunca use água quente logo após uma lesão com sinais graves de inflamação;
  • o paciente deve ficar confortável com a temperaturas, portanto não precisa estar muito quente;
  • utilize água morna para aliviar a dor muscular em qualquer região do corpo, em especial nas costas ou no peito;
  • evite o uso de calor quando estiver com febre, para não aumentar a temperatura.

Qual o melhor tratamento de lesão?

Fazer a escolha certa entre usar gelo ou bolsa de água quente em lesões é fundamental para a eficácia do tratamento. Ambos são analgésicos e algumas regras podem ajudar a definir qual a melhor técnica.

  • O gelo diminui a temperatura na área lesionada, por isso pode ser usada após traumas.
  • A água quente gera calor que provoca o relaxamento muscular, indicada em casos de dor.

Em qualquer situação, é indispensável consultar um médico especialista para diagnosticar o real motivo da lesão e tratá-la de forma correta.

Acompanhe nossas redes sociais para saber mais sobre tratamento de lesão e outras dicas para viver melhor sem dor!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*