Como andar em um ônibus de transporte público: 15 passos

  Uma média de 40 mil multas é aplicada por mês no trânsito do Recife. Pode parecer muito, mas em um universo de cerca de um milhão de veículos, o mais provável é que um grande volume de infrações passe …Continue lendo…

Faltando menos de 15 dias para o mês de março, que havia sido previsto para o início dos testes para operação dos corredores do BRT (Bus Rapid Transit) nos ramais Norte/Sul e Leste/Oeste, a Secretaria das Cidades não apenas já …Continue lendo…

O último dos 14 módulos de ferro usados na sustentação da passarela do Aeroporto Internacional do Recife – Guararapes/Gilberto Freyre, será instalado até o fim deste mês. Para evitar maiores impactos no trânsito da Avenida Mascarenhas de Morais, por onde …Continue lendo…

Meta 24 anos é o tempo que falta para chegarmos aos 500 anos do Recife. Em 2037, a expectativa é de termos todas as calçadas em condições de trafegabilidade. Tamanho do desafio 5.000 km de vias ou 10 milhões de …Continue lendo…

Nas últimas quatro décadas, a restrição à mobilidade das crianças vem se tornando cada vez maior. Um hábito antigo de caminhar de casa para a escola está dando lugar aos transportes escolares nas diversas classes sociais, e a questão da …Continue lendo…

  Os problemas na área urbana do município de Abreu e Lima, distante 20 km do Recife, já foram identificados há muito tempo pelo Dnit, mas a solução da construção de uma variável (contorno) por fora da cidade ainda não …Continue lendo…

Por Tânia Passos Quem enfrenta todos os dias metrô e ônibus lotados e perde tempo preso nos engarrafamentos dificilmente vai acreditar que o transporte público faz bem ao corpo. Mas um estudo científico da Organização Mundial de Saúde (OMS) defende …Continue lendo…

Estacionar o carro nas calçadas do Recife pode fazer muito mal ao bolso depois que entrar em vigor a nova lei de multas em agosto. De acordo com o secretário de Mobilidade e Controle Urbano, João Braga, a futura lei …Continue lendo…

Por Tânia Passos O crescimento da frota do transporte motorizado em todo o país já vinha apontando há muito tempo que algo não andava bem no transporte público. Entre 1995 e 2004, o setor acumulou uma perda de 35% dos …Continue lendo…

  Por Tânia Passos Em 1974, quando não se falava em BRS (Bus Rapid Service) ou serviço rápido para ônibus – uma invenção carioca com sigla inglesa para vias prioritárias para o ônibus -, o Condepe elaborou um plano para …Continue lendo…

Transporte – Portal do Estudante

Transporte Público

Ao todo, 19 linhas de três empresas diferentes levam ao campus ou ao entorno da UFJF, em Juiz de Fora. Destas, quatro linhas têm o nome Universidade e fazem o trajeto Centro-UFJF-Centro.

  • 525 e 545: sobem para o campus pela Avenida Itamar Franco; 525 desce para o centro pelo Morro da Glória (saída pelo São Pedro) e 545 pela Itamar Franco
  • 535: sobe para o campus pelo Morro da Glória (saída pelo São Pedro) e desce para o centro  pela Av. Itamar Franco
  • 555: sobe para o campus e desce para o centro pelo Morro da Glória (saída pelo São Pedro), mas com percurso maior, pois serve a mais bairros.

Existem ainda as linhas expressas:

  • 755: UFJF-Zona Norte-UFJF  
  • 190 e 590: UFJF-Zona Sul-UFJF.

As demais linhas ligam o Centro aos bairros da Cidade Alta. Algumas passam por dentro do campus, na ida ou na volta, e outras têm paradas próximas às entradas da Universidade:

  • 532, 533, 540, 541 e 599 (São Pedro)
  • 534 e 539 (Santos Dumont)
  • 542 (Lagoa)
  • 544 (Recando dos Brugger)
  • 547 (N.S.Fátima)
  • 548 (Adolpho Vireque)
  • 549 (Nova Germânia)    

Todo os horários e trajetos podem ser conferidos pelo link http://www.pjf.mg.gov.br/onibus/itinerario/

A Prefeitura também oferece o aplicativo Citta Mobi, no qual também é possível acompanhar os horários utilizando GPS. Há ainda outro aplicativo, o Busão JF, desenvolvido por estudantes da UFJF, que disponibiliza os horários de todas as linhas de ônibus de Juiz de Fora.

  • Governador Valadares
  • Já em Governador Valadares, nove linhas servem aos alunos com aulas na Faculdade Pitágoras:
  • Faculdade Pitágoras
  • 10 (Vila Ozanan)
  • 16B (Santa Paula / Jardim do Trevo via Shopping / Altinópolis)
  • 23B (Alto Turmalina via Planalto)

Praça do Shopping

  • 3A (Vila dos Montes)
  • 4 (Asteca / Vera Cruz)
  • 9ª (Bela Vista / Santa Helena)
  • 21A (Figueira via Penha – Distrito Industrial / Santos Dumont via Shopping)
  • 25A e 25B (Vitória via Santa Rita / Recanto dos Sonhos – SIR)
Leia também:  Como bloquear o espaço embaixo da cama: 11 passos

Os alunos com aulas na Univale, por sua vez, podem usar sete linhas:

  • 8A (Fraternidade / Cardo via SIR)
  • 8B São Cristóvão / Sion via SIR)
  • 21 (Figueira via Penha – Distrito Industrial / Santos Dumont)
  • 21A (Figueira via Penha – Distrito Industrial / Santos Dumont – via Shopping)
  • 25A (Vitória via Santa Rita / Capim – SIR – Shopping)
  • 25B (Vitória via Santa Rita – Shopping – SIR / Recanto dos Sonhos)
  • 28 (Vila dos Montes / Santos Dumont)

Para os alunos que estudam na Funorte, à Rua Prudente de Morais, a opção é a linha 15:

  • 15 (Vila Mariana via Ilha / Vila Império via Vila Rica

Linhas Exclusivas

Os alunos contam também com as linhas exclusivas de ônibus da própria Universidade, com acesso gratuito, que circulam durante os horários de funcionamento do Restaurante Universitário, inclusive à noite. Os trajetos são os seguintes:

  • RU-Odonto-ICH (Restaurante Universitário-Faculdade de Odontologia e Instituto de Ciências Humanas)
  • RU-HU (Restaurante Universitário-Hospital Universitário).
  • Os servidores também contam com a linha própria “Funcionários”, que faz o trajeto UFJF-MAMM-UFJF e UFJF-Avenida Itamar Franco-UFJF.

Ônibus Adaptados

Desde 2009, a Gerência de Transporte da UFJF possui ônibus adaptado com elevador. O veículo está à disposição de todos os alunos e funcionários que dependem do transporte coletivo adaptado.

O itinerário começa no MAMM, passando pela Avenida Itamar Franco até chegar ao campus. Os horários podem ser conferidos pelo link http://www.ufjf.br/acessibilidade/ufjf/horarios-de-onibus-adaptados-da-ufjf/.

Já pelo link http://www.pjf.mg.gov.br/onibus/itinerario/ podem ser conferidos os horários e itinerários dos ônibus adaptados do transporte público de Juiz de Fora.

Mapa do campus

http://www.ufjf.br/portal/universidade/ufjf/mapas/

Passo a passo para comprar o primeiro ônibus

Quem gosta de ônibus pode unir e juntar a paixão com o trabalho, comprar seu ônibus e trabalhar com o transporte de passageiros por meio de fretamento, trabalhar na cidade ou na estrada e conhecer muitos lugares pelo Brasil e até pela América do Sul.

Antes, se já tiver a CNH categoria D, é bom providencia-la. Aqui temos um post que ensina todos os passos (https://busclub.com.br/posts/noticias/2018/12/15/descubra-o-que-e-necessario-para-ser-motorista-de-onibus-100809)

Sobre como funciona a abertura e funcionamento de uma empresa de fretamento, leia os dos posts a seguir: (https://busclub.com.br/posts/produto/2020/01/14/como-iniciar-uma-empresa-de-transporte-executivo-com-onibus-100960) (https://busclub.com.br/posts/produto/2020/03/13/como-entrar-no-ramo-de-fretados-101017)

Agora vamos dar dica para escolha e compra do primeiro ônibus. Obviamente, além de saber o quanto você quer investir e para isso você poderá contar com a consultoria e todo apoio do Banco Mercedes-Benz, é saber o segmento de atuação. Pode ser urbano, intermunicipal, rodoviário interestadual ou internacional. Vamos dar dicas para cada segmento:

Antes, se já tiver a CNH categoria D, é bom providencia-la. Aqui temos um post que ensina todos os passos (https://busclub.com.br/posts/noticias/2018/12/15/descubra-o-que-e-necessario-para-ser-motorista-de-onibus-100809)

Segmentos para atuar

Então, vamos conhecer cada segmento que você pode trabalhar com um ônibus a partir de duas características.

Micro-ônibus – é o que requer o menor investimento e, por isso, é o que tem uma concorrência. Mas os micro-ônibus novos e com as últimas tecnologias têm a preferência dos clientes. Este tipo de ônibus, que pode transportar até 30 pessoas, no caso de uso urbano, escolar, e pode transportar cerca de 20 no transporte executivo e de alto padrão.

Ônibus urbano – são mais usados no transporte público, mas empreendedores investem neles com carroceria de ônibus rodoviário para o fretamento intermunicipal e de uso em curta distância. São muito utilizados para excursões para eventos religiosos, culturais, escolares e esportivos.

Rodoviário – exige um investimento maior, mas as possibilidades são as mais variadas e pode te levar para os lugares mais variados. Há também os aplicativos de fretamento coletivo que estão crescendo muito, tipo o Buser. Aqui há diversos níveis de investimento para diferentes ofertas de serviços. Vamos usar o Buser para exemplificar, mas serve para diversos públicos:

Convencional – São os ônibus mais simples e de menor custo, com carroceria rodoviária com poltronas acolchoadas pouco reclináveis e sobre chassi 4×2 com motores de potência entre 200 cv (dianteiro) e 360 cv (traseiro).

São indicados para viagens curtas, mas, tendo disposição e para quem tem o orçamento apertado, pode-se ir longe, mas lembre-se que o banheiro é obrigatório para viagens acima de 3 horas. Pode ter ar-condicionado, mas não é o padrão.

Executivo – é acrescido de poltronas com acolchoado melhor e grau de reclinação maior e mais espaço entre elas, ar-condicionado, toalhete pressurizado e água mineral disponível. Aqui, caso houver possibilidade de fazer um maior investimento, já se pode pensar em ônibus com motor traseiro de maior potência em chassi 4×2, 6×2 e até de dois andares.

 Semileito – aqui ainda é possível usar um ônibus 4×2, mas como o cliente já é um público mais exigente, o indicado é um ônibus 6×2 com motor traseiro com potência a partir de 360 cv. Segue o padrão do Executivo com a inclinação da poltrona maior, apoio de pernas, mantas e travesseiro higienizados.

Leia também:  Como apoiar sua esposa após um aborto: 14 passos

Leito – são três poltronas por fileiras por serem mais largas e completamente reclináveis, trazendo também descanso para as pernas. Deve oferecer tudo dos anteriores e alguns serviços que podem ser oferecidos nas categorias anteriores, no Leito devem ser padrão, como TV, rádio, lanche e Wi-Fi.

O público potencial é de turismo e os aplicativos de fretamento coletivo. No caso da carroceria de dois andares, conhecidas pelo nome em inglês double decker (DD), em viagens de linhas regulares é comum ver duas categorias, por exemplo, Executivo em um andar e Leito em outro.

Mas não pense nisso para fretamento, pois será um caos para quem contrata ter que decidir em senta em qual categoria.

Leito cama – São os ônibus mais confortáveis. As poltronas são largas e completamente reclináveis em 180 graus, formando uma cama e traz todos os serviços do Leito. A demanda por este tipo de ônibus vem crescendo, pois, muitas vezes que têm condições de viajar de avião, mas têm medo, têm utilizado o ônibus cama.

A compra e o financiamento

Tendo conhecimento do quanto quer ou pode investir, tipo de segmento quer atuar, aí é hora de procurar um concessionário de ônibus, a rede Mercedes-Benz tem pessoal preparado para ajudar na escolha do chassi mais adequado e o contato dos fabricantes de carroceria para escolher a mais adequada para o público a ser atendido. Na rede também há consultores do Banco Mercedes-Benz para cuidar de parte do financiamento.  

Sem renovação de concessão do transporte coletivo, motoristas recebem aviso prévio em Passos

Postado em sexta-feira, 31 de maio de 2019 às 15:13

Viação Cisne e prefeitura ainda negociam um possível prolongamento do contrato, que vence em duas semanas.

O contrato de prestação do serviço de transporte público em Passos (MG) vence daqui a duas semanas, mas como não houve ainda uma definição se a Viação Cisne vai continuar prestando o serviço, a empresa deu aviso prévio a todos os motoristas dos ônibus. A medida, segundo a viação, visa evitar prejuízos, caso o contrato não seja renovado.

O contrato do transporte público termina no dia 14 de junho. Ele pode ser prorrogado por mais 15 anos e, nesse caso, os motoristas voltariam a trabalhar normalmente. Mas até agora não foi firmado um acordo entre a empresa e a Prefeitura de Passos para a renovação. A Viação Cisne reclama do valor repassado pela prefeitura. “A gente tem, por exemplo, a gratuidade.

Mais da metade do que a gente transporta hoje é gratuito. Existe uma concorrência que é de mototáxi, que o tipo de serviço é diferenciado. A gente faz o serviço coletivo, mototáxi é individual. E a demanda nossa diminui, quem anda com a gente, é quem não paga”, afirma o gerente administrativo Adilson Januária da Silva.

Já a prefeitura diz que tem interesse em renovar e contrato e está tentando um acordo com a empresa.

“Existe algumas adequações que têm que ser feitas tanto pela parte da prefeitura quanto pela parte da empresa. Por exemplo, a gratuidade hoje é muito alta, os ônibus deveriam estar já adaptados para deficientes físicos, os pontos de ônibus têm que ser melhorados, têm que ser feitos, construídos”, diz Rossini Lázaro Maia, diretor municipal de transporte público.

Enquanto isso, os motoristas vivem o momento de incerteza. “A gente está muito triste com a história que está acontecendo. Aí tem que esperar e ver o que vai acontecer para a gente ver, tomar providências à frente.

Por que agora, como a gente vai fazer? Tem que correr atrás de outro serviço, né?”, diz o motorista Gilberto Donizete de Oliveira.

O gerente administrativo da Viação Cisne informou que mais uma reunião da diretoria da empresa com a prefeitura, para tentar uma solução para o impasse, deve acontecer na próxima segunda-feira.

Fonte: G1

Termos e Condições para postagens de Comentários

Berlim: como andar de transporte público

Andar de transporte público em Berlim é bem prático. Com menos de 2 euros você se desloca por toda a região central da cidade e conhece seus melhores pontos turísticos utilizando metrô, trem, ônibus ou bicicleta.

Além de ser a melhor forma de se inteirar no dia a dia da população, andar de metrô em Berlim é econômico e conveniente, ainda mais em tempos de euro nas alturas. Já andar de bicicleta na cidade é tão prático quanto usar o transporte público, pois existem pontos de aluguel em dezenas de lugares, inclusive perto de estações.

Leia também:  Como aprender armênio (com imagens)

Nada melhor do que sair do Brasil sabendo onde comprar os passes de metrô, trem e ônibus, além de conhecer alguns detalhes do sistema que dá vida à capital da Alemanha até debaixo da terra.

Reserve seus passeios

Tours selecionado em Berlim:

Curiosidades sobre o metrô e os trens de Berlim

O sistema de trem e metrô de Berlim tem cerca de 150 quilômetros de extensão, mais de 170 estações e quase metade delas são patrimônios tombados.

Algumas têm tons coloridos, como os túneis das plataformas da linha U7 (a mais antiga do sistema) e outras apostam no pós-modernismo com predominância da cor branca e estilo futurista, como a linha U5.

O sistema de trem e metrô de Berlim não tem catracas de entrada e saída de passageiros, sendo que a validação é feita apenas na entrada, mas sem barreiras que restringem o acesso.

A fiscalização dos bilhetes válidos é feita de maneira aleatória por inspetores dentro dos vagões. Ser pego sem um bilhete válido rende uma multa de cerca de 60 euros.

A reincidência e evasão de pagamento pode resultar até mesmo em CADEIA.

E vale dizer que os inspetores podem não ser muito simpáticos e não fazem vista grossa para um bilhete errado. Por isso, consulte bem a sua rota e compre o bilhete certo para a zona que irá desembarcar e não tente ser espertinho.

Entendendo metrô e trem de Berlim

O transporte público de Berlim, assim como outras grandes cidades do mundo, é dividido em zonas de tarifas. A capital Alemã tem 3 zonas (A, B e C) e os tickets são cobrados com valores maiores para deslocamentos mais longos contando a partir da estação em que você embarcou.

  • A grande teia do mapa de transporte é dividida entre 9 linhas do S-Bahn, o sistema de trem suburbano administrado pela empresa de mesmo nome, e 15 linhas do U-Bahn, o mundialmente conhecido “metrôzão” gerido pela BVG.
  • A Zona A engloba toda a região central de Berlim incluindo as linhas circulares do S-Bahn, a S42 e a S41.
  • Essas linhas S41 e S42 do S-Bahn fazem um trajeto circular pela região central da cidade e são uma das melhores opções para se locomover entre principais pontos turísticos que ficam concentrados nesta zona.

Curiosidade: se você embarcar na linha e, simplesmente, não quiser sair… você pode até dormir sentadinho no vagão. Aliás, dizem que a linha é conhecida por ser o “berço” de algumas pessoas que exageraram um pouco na bebida e não tiveram o o ímpeto de voltarem para casa.

A Zona B engloba as regiões que limitam a cidade de Berlim e também o Aeroporto de Berlim-Tegel (TXL), o principal terminal de desembarque de voos vindos com conexão do Brasil. Ou seja, ela é usada mais por moradores e por turistas que chegam ou partem do país.

Já a Zona C, além de incluir cidades que cercam a capital como Potsdam e Oranienburg, também engloba a estação do Aeroporto Schönefeld, o segundo maior da da cidade.

Preços do trem e metrô de Berlim

  1. Os preços dos bilhetes de transporte público de Berlim variam conforme as zonas que você irá cruzar.
  2. Apesar das melhores atrações estarem dentro da Zona A, digamos que você tenha se interessado por algo na Zona B ou C, o valor vai ficar mais caro.

  3. Por isso, consulte o mapa do sistema e faça o trajeto entre onde você está e para onde quer ir.

Cruzou uma das Zonas demarcadas? Escolha uma opção de bilhete multizonas. Não cruzou? Ótimo. Só comprar um tíquete de viagem curta.

Vai ficar mais tempo na cidade, os tickets diários ou de vários dias e até o Berlin Card valem mais a pena.

Onde comprar os tickets de metrô e trem?

Os bilhetes de metrô e trem podem ser comprados quase toda estação do S-Bahn ou U-Bahn dentro da Zona A de Berlim.

Basta localizar uma das maquinas amarelas ou vermelhas. Contudo note que em estações mais afastadas do centro da cidade, pode ser que não hajam bilheterias (o Fred já passou um aperto desse tipo em Munique quando errou o caminho. Quem nunca?).

Não se preocupe se você não fala alemão, o sistema de vendas tem a opção em inglês.

Comprando os tickets online

Disponível para dispositivos Android e iOS, o aplicativo de Tickets da BVG permite comprar bilhetes para todo o sistema de transporte de metrô e trem de Berlim com até 1 mês de antecedência para os bilhetes de uma semana e um mês.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*