Como alterar a resolução de tela de um dispositivo android

Como Alterar a Resolução de Tela de um Dispositivo AndroidJustin Duino

Seu Samsung Galaxy S20, S20 +ou S20 Ultra tem uma tela impressionante capaz de funcionar a 120Hz. Pronto para uso, o telefone está definido como WQHD + (3.200 x 1.440), que pode funcionar apenas a 60Hz e consome a maior duração da bateria. Se você quiser alterar a resolução da tela, defina-a como HD + (1.600 x 720) ou FHD + (2.400 x 1.080).

Comece pulando para o menu Configurações quando estiver pronto para alterar a resolução da tela do seu dispositivo. A maneira mais fácil de fazer isso é deslizar de cima para baixo na tela para abrir o sombra de notificação. A partir daí, toque no ícone de engrenagem ao lado de Botão de energia.

Como Alterar a Resolução de Tela de um Dispositivo Android

Como alternativa, deslize o dedo para cima na tela inicial do aparelho para abrir a gaveta do aplicativo. Use a caixa de pesquisa na parte superior da tela ou role entre os painéis para iniciar o aplicativo “Configurações”.

Em seguida, selecione a opção “Exibir”.

Como Alterar a Resolução de Tela de um Dispositivo Android

Vá até o final da lista e toque no botão “Resolução da tela”. A resolução de tela atual do seu Galaxy S20 será exibida no texto do cabeçalho do item.

Como Alterar a Resolução de Tela de um Dispositivo Android

Por fim, selecione a resolução de tela desejada. Novamente, suas opções são HD + (1.600 x 720), FHD + (2.400 x 1.080) e WQHD + (3.200 x 1.440). Depois de fazer sua seleção, toque no botão “Aplicar” para salvar suas alterações.

Como Alterar a Resolução de Tela de um Dispositivo Android

Alterar a resolução da tela do seu Samsung Galaxy S20, S20 + ou S20 Ultra é simples. Lembre-se de que você só pode tirar proveito do tela de 120Hz do smartphone quando definido como FHD +. Recomendamos manter a configuração do meio, pois ela usa menos bateria que o WQHD +.

RELACIONADOS: Como ativar a tela de 120Hz do Samsung Galaxy S20

Compatibilidade com tamanhos de tela diferentes

Existem dispositivos Android de todos os formatos e tamanhos, portanto, o layout do seu app precisa ser flexível. Ou seja, em vez de definir seu layout com dimensões rígidas que pressuponham determinado tamanho e proporção de tela, seu layout precisa responder de forma eficiente a diferentes tamanhos e orientações.

Ao ser compatível com o maior número possível de telas, seu app pode ser disponibilizado a um número maior de usuários com diferentes dispositivos, usando um único APK. Além disso, flexibilizar o app para diferentes tamanhos de tela garante que ele possa lidar com mudanças de configuração de janela no dispositivo, como quando o usuário ativa o modo de várias janelas.

Esta página mostra como oferecer compatibilidade com diferentes tamanhos de tela por meio das seguintes técnicas:

  • Usar dimensões de visualização que permitam redimensionar o layout.
  • Criar layouts de IU de acordo com a configuração da tela.
  • Fornecer bitmaps que possam se esticar com as visualizações.

Mas lembre-se de que a adaptação a diferentes tamanhos de tela não necessariamente torna seu app compatível com todos os formatos do Android. Você precisa seguir outras etapas para que ele seja compatível com dispositivos Android Wear, TV, Auto e com o Chrome OS.

Se quiser ver orientações de design para a criação de IU para diferentes telas, consulte as orientações do Material Design para uma IU responsiva (link em inglês).

Criar um layout flexível

Não importa para qual perfil de hardware você quer oferecer compatibilidade primeiro, você precisa criar um layout que seja responsivo às menores variações possíveis de tamanho de tela.

Usar ConstraintLayout

A melhor forma de criar um layout responsivo para diferentes tamanhos de tela é usar ConstraintLayout como o layout básico na IU. ConstraintLayout permite especificar a posição e o tamanho de cada visualização de acordo com as relações espaciais com outras visualizações no layout. Dessa forma, todas as visualizações podem se mover e expandir juntas quando o tamanho da tela muda.

A maneira mais fácil de criar um layout com ConstraintLayout é usar o Layout Editor no Android Studio. Ele permite que você arraste novas visualizações para o layout, anexe as limitações da visualização mãe e outras visualizações irmãs e edite as propriedades da visualização, tudo isso sem editar qualquer XML manualmente (veja a Figura 1).

Para mais informações, consulte Criar uma IU responsiva com o ConstraintLayout.

Figura 1. O Layout Editor no Android Studio mostrando um arquivo ConstraintLayout.

O ConstraintLayout não resolve todos os cenários de layout, principalmente em listas carregadas dinamicamente, para as quais é necessário usar RecyclerView. No entanto, independentemente do layout usado, você sempre precisa evitar a codificação de tamanhos de layout. Consulte a próxima seção.

Evitar tamanhos de layout codificados

  • Para garantir que o layout seja flexível e se adapte a diferentes tamanhos de tela, use “wrap_content” e “match_parent” para a largura e a altura da maioria dos componentes de visualização, em vez de tamanhos codificados.
  • “wrap_content” instrui a visualização a definir o próprio tamanho como for necessário para ajustar o conteúdo a ela.
  • “match_parent” faz a visualização expandir o máximo possível dentro da visualização mãe.
  • Exemplo:

Embora o layout dessa visualização dependa de outros atributos da visualização mãe e de todas as visualizações irmãs, o objetivo do TextView é definir a largura para preencher todo o espaço disponível (match_parent) e definir a altura para exatamente o espaço necessário para o tamanho do texto (wrap_content). Isso permite que a visualização se adapte a diferentes tamanhos de tela e de texto.

A Figura 2 mostra como a largura da visualização de texto usando “match_parent” se ajusta conforme a largura da tela muda pela orientação do dispositivo.

Figura 2. Uma visualização de texto flexível.

Se você usar um LinearLayout, também será possível expandir as visualizações filhas com ponderação de layout para que cada visualização preencha o espaço restante proporcional ao valor ponderado.

No entanto, para usar ponderações em um LinearLayout aninhado, é necessário que o sistema realize várias transmissões de layout para determinar o tamanho de cada visualização, diminuindo a velocidade do desempenho da IU.

Felizmente, o ConstraintLayout pode atingir quase todos os layouts possíveis com LinearLayout sem impactos no desempenho. Por isso, tente converter seu layout em ConstraintLayout. Depois, você pode definir layouts ponderados com cadeias de restrição.

Observação: ao usar ConstraintLayout, não use match_parent. Em vez disso, defina a dimensão como 0dp para ativar um comportamento especial chamado de “corresponder restrições”, que geralmente é o mesmo que esperado de match_parent. Para mais informações, veja como ajustar o tamanho da visualização no ConstraintLayout.

Criar layouts alternativos

Embora seu layout precise sempre responder a diferentes tamanhos de tela esticando o espaço dentro e em torno das visualizações, isso pode não oferecer a melhor experiência do usuário em todos os tamanhos de tela.

Por exemplo, a IU criada para um smartphone provavelmente não oferece uma boa experiência em um tablet.

Portanto, seu app também precisa oferecer recursos de layout alternativos para otimizar o design da IU para determinados tamanhos de tela.

Figura 3. O mesmo app usa diferentes layouts para diferentes tamanhos de tela.

Você pode fornecer layouts específicos para cada tela criando outros diretórios res/layout/, um para cada configuração de tela que precisa de um layout diferente. Em seguida, anexe um qualificador de configuração de tela ao nome do diretório layout, como layout-w600dp para telas com 600 dp de largura disponível.

Esses qualificadores de configuração representam o espaço de tela visível disponível para a IU do seu app. O sistema considera todas as decorações, como a barra de navegação, e mudanças na configuração de janelas, como quando o usuário ativa o modo de várias janelas, ao selecionar o layout do seu app.

Para criar um layout alternativo no Android Studio (versão 3.0 ou mais recente), siga estas etapas:

  1. Abra o layout padrão e clique em Orientation for Preview na barra de ferramentas.
  2. Na lista suspensa, clique para criar uma variante sugerida, como Create Landscape Variant ou clique em Create Other.
  3. Se você tiver selecionado Create Other, o Select Resource Directory será exibido. Selecione um qualificador de tela à esquerda e adicione-o à lista de Chosen qualifiers. Quando terminar de adicionar qualificadores, clique em OK. Consulte as seções a seguir para ver informações sobre os qualificadores de tamanho de tela.
Leia também:  Como bloquear o espaço embaixo da cama: 11 passos

Isso cria um arquivo de layout duplicado no diretório adequado para que você possa começar a personalizar o layout para a variante de tela.

Usar o qualificador de menor largura

  1. O qualificador de tamanho de tela de “menor largura” permite que você forneça layouts alternativos para telas que tenham uma largura mínima medida em pixels de densidade independente (dp ou dip).

  2. Ao descrever o tamanho da tela como uma medida em pixels de densidade independente, o Android permite que você crie layouts voltados a dimensões de tela muito específicas, ao mesmo tempo em que evita quaisquer preocupações que possa ter sobre diferentes densidades de pixel.

  3. Por exemplo, é possível criar um layout chamado main_activity otimizado para celulares e tablets criando versões diferentes do arquivo nos diretórios da seguinte forma:

res/layout/main_activity.xml # For handsets (smaller than 600dp available width) res/layout-sw600dp/main_activity.

xml # For 7” tablets (600dp wide and bigger)

O qualificador de menor largura especifica o menor dos dois lados da tela, independentemente da orientação atual do dispositivo. Portanto, essa é uma forma simples de especificar o tamanho de tela disponível para seu layout.

Veja como outros valores de menor largura correspondem a tamanhos de tela típicos:

  • 320 dp: uma tela típica de smartphone (240 x 320 ldpi, 320 x 480 mdpi, 480 x 800 hdpi etc).
  • 480 dp: uma tela grande de smartphone (aprox. 5 pol.) (480 x 480 mdpi)
  • 600 dp: um tablet de 7 pol. (600 x 1024 mdpi).
  • 720 dp: um tablet de 10 pol. (720 x 1280 mdpi, 800 x 1280 mdpi etc).

A Figura 4 fornece uma visão mais detalhada de como diferentes larguras de tela em dp correspondem a diferentes tamanhos e orientações de tela.

Figura 4. Pontos de interrupção de largura recomendados para compatibilidade com diferentes tamanhos de tela.

Todos os valores para o qualificador de menor largura estão em pixels de densidade independente, porque o importante é a quantidade de espaço disponível na tela depois que o sistema considera a densidade do pixel, e não a resolução bruta de pixels.

Observação: os tamanhos especificados usando esses qualificadores não são os tamanhos reais da tela. Na verdade, eles são os tamanhos da largura ou altura em unidades de dp que estão disponíveis para sua janela de atividade. O sistema Android pode usar parte da tela para a IU do sistema (como a barra de sistema na parte inferior da tela ou a barra de status na parte superior). Portanto, a tela pode não estar totalmente disponível para seu layout. Se o app for usado no modo de várias janelas, ele só terá acesso ao tamanho daquela janela. Quando a janela for redimensionada, ela acionará uma mudança de configuração com o novo tamanho de janela para que o sistema possa selecionar o arquivo de layout adequado. Assim, os tamanhos declarados precisam ser específicos para os tamanhos necessários para a atividade, ou seja, o sistema considera todo espaço usado pela IU ao declarar quanto espaço ele fornece para o layout.

Usar o qualificador de largura disponível

Em vez de alterar o layout com base na menor largura da tela, é possível alterá-lo com base na largura ou altura atualmente disponível.

Por exemplo, se você tem um layout de dois painéis, pode querer usá-lo sempre que a tela fornecer pelo menos 600 dp de largura, o que pode mudar dependendo da orientação do dispositivo (paisagem ou retrato).

Nesse caso, use o qualificador “available width” da seguinte forma:

res/layout/main_activity.xml # For handsets (smaller than 600dp available width) res/layout-w600dp/main_activity.xml # For 7” tablets or any screen with 600dp
# available width (possibly landscape handsets)

Se a altura disponível for uma preocupação, você poderá fazer o mesmo usando o qualificador “altura disponível”. Por exemplo, layout-h600dp para telas com pelo menos 600 dp de altura.

Adicionar qualificadores de orientação

Embora seja possível oferecer compatibilidade com todas as variações de tamanho usando apenas combinações dos qualificadores “menor largura” e “largura disponível”, você também pode querer mudar a experiência do usuário quando ele alternar entre as orientações de retrato e paisagem.

Para isso, adicione o qualificador port ou land aos nomes do diretório de recursos. Esses qualificadores precisam ser posicionados depois dos outros qualificadores de tamanho. Exemplo:

res/layout/main_activity.xml # For handsets res/layout-land/main_activity.xml # For handsets in landscape res/layout-sw600dp/main_activity.xml # For 7” tablets res/layout-sw600dp-land/main_activity.xml # For 7” tablets in landscape

Para mais informações sobre todos os qualificadores de configuração de tela, consulte a tabela 2 no guia Fornecimento de recursos.

Modularizar componentes de IU com fragmentos

Ao criar seu app para vários tamanhos de tela, verifique se você não está duplicando desnecessariamente o comportamento da IU nas suas atividades.

Portanto, você precisa usar fragmentos para extrair a lógica da sua IU em componentes diferentes.

Em seguida, você pode combinar fragmentos para criar layouts de vários painéis ao executá-los em uma tela grande ou colocá-los em atividades separadas ao executar o app em um celular.

Por exemplo, um app de notícias em um tablet pode exibir uma lista de artigos no lado esquerdo e um artigo completo no lado direito, com a seleção de um artigo à esquerda atualizando a visualização à direita. No entanto, em um celular, esses dois componentes precisam aparecer em telas separadas, considerando que selecionar um artigo de uma lista muda toda a tela para mostrá-lo.

Para saber mais, consulte Como criar uma IU dinâmica com fragmentos.

Oferecer compatibilidade com o Android 3.1 com qualificadores de tamanho legados

Se seu app for compatível com o Android 3.1 (API de nível 12) ou anterior, você precisará usar os qualificadores de tamanho legados além dos qualificadores “menor largura/largura disponível” descritos acima.

No exemplo acima, se você quiser um layout de dois painéis em dispositivos maiores, precisará usar o qualificador de configuração “large” para oferecer compatibilidade com a versão 3.1 e anteriores. Portanto, para implementar esses layouts nessas versões mais antigas, você pode ter estes arquivos:

res/layout/main_activity.xml # For handsets (smaller than 640dp x 480dp) res/layout-large/main_activity.xml # For small tablets (640dp x 480dp and bigger) res/layout-xlarge/main_activity.xml # For large tablets (960dp x 720dp and bigger)

Usar aliases de layout

Ao oferecer compatibilidade com versões anteriores e posteriores ao Android 3.2, você precisa usar os qualificadores “menor largura” e “grande” nos seus layouts. Por isso, é necessário um arquivo chamado res/layout-large/main.xml, que pode ser idêntico a res/layout-sw600dp/main.xml.

Para evitar essa duplicação do mesmo arquivo, você pode usar arquivos aliases. Por exemplo, você pode definir os seguintes layouts:

res/layout/main.xml # single-pane layout
res/layout/main_twopanes.xml # two-pane layout

E adicionar estes dois arquivos:

  • res/values-large/layout.xml:
    @layout/main_twopanes

  • res/values-sw600dp/layout.xml:
    @layout/main_twopanes

O conteúdo desses dois arquivos é idêntico, mas eles não definem realmente o layout. Eles apenas configuram main para ser um alias de main_twopanes. Como esses arquivos têm seletores large e sw600dp, eles se aplicam a telas grandes, independentemente da versão do Android. TVs e tablets anteriores à versão 3.2 correspondem a large, enquanto os de versões mais recentes correspondem a sw600dp.

Criar bitmaps nine-patch esticáveis

Se você usar um bitmap como plano de fundo em uma visualização que muda de tamanho, perceberá que o Android dimensiona suas imagens conforme a visualização aumenta ou diminui, com base no tamanho da tela ou do conteúdo da visualização. Isso geralmente leva a um desfoque visível ou outros artefatos de dimensionamento. A solução é usar bitmaps nine-patch, que são arquivos PNG especialmente formatados que indicam as áreas que não podem ser esticadas.

Leia também:  Como calibrar sua tv: 6 passos (com imagens)

Um bitmap nine-patch é basicamente um arquivo PNG padrão, mas com uma borda extra de 1 px que indica quais pixels serão esticados (e com uma extensão .9.png em vez de apenas .png). Como mostrado na Figura 5, a interseção entre as linhas pretas na borda esquerda e na borda superior é a área do bitmap que pode ser esticada.

Outra opção é definir a região segura em que o conteúdo precisa entrar na visualização adicionando linhas nas bordas direita e inferior.

Figura 5. Uma imagem nine-patch (button.9.png).

Quando você aplica um nine-patch como plano de fundo em uma visualização, o framework estica a imagem corretamente para acomodar o tamanho do botão.

Se precisar de ajuda para criar uma imagem nine-patch com um bitmap, consulte Criar bitmaps redimensionáveis.

Testar em todos os tamanhos de tela

É importante testar seu app em vários tamanhos de tela para poder garantir que sua IU seja dimensionada corretamente. Se você não tem acesso a dispositivos físicos para todos os diferentes tamanhos de tela, pode usar o Android Emulator para emular qualquer tamanho de tela.

Configurações da tela -moto g 4 plus

moto g 4 plus – Considerações gerais:

Altere as configurações da tela no dispositivo seguindo estas etapas:

  1. Toque em  
  2. Toque em Configurar
  3. Toque em Tela
  4. Selecione a opção desejada dentre as opções: Nível de brilho, Brilho adaptável, Plano de fundo, Modo de espera, Daydream, Tela ambiente, Tamanho da fonte, Tamanho da fonte,  Ao girar o dispositivo
  • * Não é possível alterar a resolução da tela
  • Esqueci a senha de bloqueio da tela, o que posso fazer?
  • Embora a restauração apague os dados do usuário, em caso de esquecimento de senha ela é a única forma de desbloqueio.

Fotos, vídeos,contatos aplicativos e tudo que estiver na memória interna será apagado. Oque estiver salvo em seu cartão de memória NÃO será apagado (remova o cartão de memória).

Caso tenha feito o backup (salvo) os dados em sua conta de Gmail ANTERIORMENTE, os dados serão apagados do aparelho, porém logo após o reset o aparelho solicitará a sua conta de gmail e tendo acesso ao wi-fi, o aparelho sincronizará as informações.

Você também pode acessar o site do Gmail e verificar se os contatos e fotos que tenham sido previamente sincronizados, estão salvos em Fotos ou Contatos. Ao entrar no site do Gmail na caixa de entrada após o login, vão ter 9 quadrados pequenos juntos na barra superior ao lado direito próximo a sua foto de perfil.

Clique e selecione: Contatos, Fotos ou o que desejar. Caso não consiga visualizar fotos/contatos, pode ser que os mesmos não tenham sido previamente sincronizados.

O procedimento de restauração de fábrica muda conforme o modelo do aparelho. Se as opções abaixo não aparecerem em seu aparelho, procure o modelo dele clicando aqui.  

1. Pressione o botão Diminuir volume e o mantenha pressionado, pressione também o botão Liga/desliga junto, até que o smartphone seja ligado. Você verá a palavra “Start” (Iniciar) com setas abaixo dela.
2.

Pressione o botão Diminuir volume duas vezes para destacar a opção “Recovery mode” (Modo de recuperação).
3. Pressione o botão Liga/desliga para iniciar o modo de recuperação. Você verá a imagem do robô Android com um ponto de exclamação vermelho e escrito “Nenhum comando”.
4.

Segure primeiro o botão Liga/desliga (com ele pressionado) dê um toque no botão Aumentar volume e solte os dois.
5. Pressione o botão Diminuir volume quatro vezes para destaca “Wipe data/factory reset” (Limpar dados/configuração original) e pressione o botão Liga/desliga para selecionar essa opção.
6.

Pressione o botão Diminuir volume uma vez para destacar “Userdata only” e pressione o botão Liga/desliga para selecionar essa opção.

7. Depois que a redefinição for concluída, pressione o botão Liga/desliga para selecionar a opção “reboot system now” (Reiniciar sistema).

Gostaria de calibrar a tela (touch) de meu dispositivo. Como posso fazer isso?

  1. Atualmente as tela não precisam ser calibradas, porém se você acredita que a tela de seu aparelho está apresentando alguma irregularidade, você pode efetuar um teste no aplicativo “Ajuda”.
  2. Para fazer o teste vá em Ajuda>Toque em Corrigir>Depois selecione Teste de hardware>Depois procure por Tela> Siga os passos conforme as instruções.
  3. Caso seja constatado algum erro, entre em contato conosco para que possamos te ajudar.
  4. Nível de brilho
  5. Mova o controle deslizante, descendo a barra de notificação, para definir o nível de brilho no dispositivo.

Se preferir toque em  Menu  >> Configurar >> Tela>> Nível de Brilho. Deslize a barra para escurecer a tela ou aumentar a iluminação.

Brilho adaptável

Ative o brilho adaptável para otimizar automaticamente o nível de brilho no dispositivo com base na luz disponível ao seu redor. O brilho adaptável está ativado por padrão. Você ainda pode ajustar o brilho quando necessário.

  • Nota importante: quando o Brilho adaptável estiver ativado, se você diminuir o nível de brilho até o fim, a tela pode ficar totalmente preta.
  • Para recuperar, tente um ou mais destes passos:
  1. Pressione o botão liga/desliga
  2. Mova o dispositivo para uma área bem iluminada. Pode demorar alguns minutos para a tela ficar iluminada.
  3. Deixe o telefone ocioso por alguns minutos para que ele entre no modo de espera. Em seguida, pressione o botão liga/desliga por alguns instantes para ativar o telefone. Na tela, arraste um dedo de cima para baixo duas vezes e lentamente. Isso abrirá as configurações rápidas da barra de notificação. Aproximadamente uma polegada abaixo da parte superior da tela e uma polegada à esquerda, arraste o dedo da esquerda para a direita em linha reta para aumentar o brilho.

    Depois que a tela estiver iluminada o suficiente para ser usada, recomenda-se que você não ajuste a configuração de brilho para o valor mínimo, se o brilho adaptável estiver ativado.

Plano de fundo

Mude seu papel de parede sempre que quiser. É possível selecionar papéis de parede animados, padrão ou suas fotos.

Toque em Menu  >> Configurar >> Tela>> Plano de fundo>>escolha de onde sairá a foto que você quer colocar como papel de parede, por exemplo Galeria>> depois basta procurar a foto.

Ou se preferir,

  1. 1.Mantenha pressionada qualquer área em branco na tela inicial e toque em Plano de fundo.
  2. 2.Toque em uma foto ou um papel de parede para usá-lo.
  3. 3.Toque em Definir.

  1. Modo de espera
  2. Mude o tempo que a tela do dispositivo leva para ficar preta quando você não a utiliza.
  3. Acessando:  Menu  >> Configurar >> Tela>> Modo de Espera
  4. Daydream

Configure protetores de tela que exibem fotos, planos de fundo e muito mais quando o dispositivo está carregando. Saiba mais sobre o Daydream (Proteção de tela) aqui.

  • Acessando: Menu  >> Configurar >> Tela>> Proteção de tela.
  • Tela ambiente
  • Ative a tela ao pegar o dispositivo ou ao receber uma notificação.
  • Tamanho da fonte

Controle o tamanho da fonte do dispositivo. Saiba mais sobre como ajustar o tamanho da fonte aqui.

Acessando: Menu  >> Configurar >> Tela>> Tamanho da fonte

 Ao girar o dispositivo

Controla quando a tela irá girar. Saiba mais sobre a rotação de tela aqui.

  1. Acesse Configurar  > Tela > Quando o dispositivo for girado

    Se não visualizar essa opção, vá para Configurars  > Acessibilidade e ative Girar tela automaticamente

  2. Toque em Manter o modo retrato.
  1. Quando quiser retornar ao modo de rotação automática, toque em Girar o conteúdo da tela.
  2. Dica: Para alternar rapidamente entre os modos de rotação automática ou retrato, arraste a barra de notificação e toque em  ou .
  3. Barra cor de laranja – Modo de economia de bateria
  4. Quando utilizamos o modo de economia de bateria as barras superiores e inferiores do aparelho ficam cor de laranja.
  5. Para desativar esta configuração, basta acessar: Configurar  > Bateria>menu de 3 pontos>Economia de Bateria> Desativar.

Minha barra de notificação sumiu/travou. O que posso fazer?

Caso você possua um Moto G 3ª geração, será necessário realizar a restauração dos dados de fábrica para solucionar o erro.

  • Deu certo?
  • Não: Neste caso será necessário encaminhar o aparelho a assistência.
  • Caso você possua outro aparelho da linha Moto:
  • Acesse: Menu>>Configurar >Usuários > Toque em Convidado e aguarde o carregamento.
  • Depois acesse: Menu>>Configurar > Usuários >Toque em Você / Proprietário e aguarde o carregamento.
  • Deu certo?
  • Não: Neste caso será necessário realizar a restauração dos dados de fábrica.
  • Continua com a irregularidade?
Leia também:  Como alternar a visualização de um elemento html usando o javascript

 Algumas irregularidades podem depender de uma vistoria nos componentes internos do aparelho. Desta forma a trativa para estes casos é dada na própria assistência.  clique aqui para ver a lista de assistências.

Você também pode pedir a nossa ajuda clicando aqui. (Horário de atendimento: Segunda a Sexta das 8 às 20hs e aos Sábados das 08 às 14hs)

Como alterar a resolução da tela

Você já se deparou com aquela situação em que, ao atender ao chamado de um amigo para ver algo na tela do computador dele, você percebe que tem algo estranho com as formas dos ícones da Área de trabalho? Como se os desenhos, que deveriam ser quadrados, estivessem alongados, embaçados e difíceis de ver?

Quase sempre o usuário do computador em questão sempre o usou assim e nem se dava conta de que aquilo não era normal. Pois saiba que é muito provável que esse seja um problema de resolução inadequada, entre o monitor sendo usado e as configurações do computador. Fique ligado e descubra como resolver isso!

Pré-requisitos

– Windows 7, XP ou Vista

– Permissões de Administrador do Sistema

Faça você mesmo

Resolução Nativa

Resolução refere-se ao tamanho (largura x altura) em pixels de um objeto gráfico, nesse caso, a própria Área de trabalho. Todo e qualquer monitor possui uma resolução máxima com a qual ele pode ser usado, chamada Resolução Nativa, e essa configuração é a que melhor se encaixa nele.

Para saber qual a Resolução Nativa de seu monitor, basta consultar o manual de instruções que o acompanha, ou mesmo a própria embalagem.

Como nós sabemos que você dificilmente vai ter a caixa ou manual dele por perto, fica a dica: pesquise pelo número do modelo dele no site do fabricante, ou mesmo em sites de venda online.

A informação sobre a Resolução Nativa quase sempre está na primeira página do modelo em questão.

Widescreen ou fullscreen?

Também é importante saber se seu monitor é do tipo wide ou fullscreen, isso é, se ele é do tipo (quase) quadrado ou alongado. Usar uma resolução de um monitor fullscreen em um monitor widescreen vai ocasionar as famosas imagens “esticadas”.

Alterando as configurações

Para acessar as configurações do monitor, clique com o botão direito na Área de trabalho e, em seguida, clique em “Resolução da Tela” (ou “Configurações”, no Windows XP). O acesso também pode ser feito pelo Painel de Controle, na opção “Ajustar a resolução da tela”, abaixo de “Aparência e Personalização”.

A janela que apareceu é o centro de controle da tela no Windows. É aqui que você pode mudar a resolução de um ou mais monitores que estiverem ligados ao computador.

A primeira opção serve para escolher o monitor que vai receber as alterações, e só deverá ser usada se você tiver mais que um ligado à sua placa de vídeo. A segunda opção, “Resolução”, é a que altera o tamanho da tela. Clique nela.

Agora você pode escolher qual a resolução que quer usar. No exemplo, perceba que a resolução máxima (1680 x 1050 pixels) está marcada como “recomendável”. Isso porque o Windows conseguiu detectar que essa é Resolução Nativa do monitor e sabe que esse é o tamanho mais adequado para a Área de trabalho.

Se a resolução de seu monitor não estiver marcada como a máxima, experimente alterar para a resolução mais alta possível e, em seguida, clicar em “Aplicar”. Perceba que a tela fica preta por alguns segundos e, logo após, o aviso de que as configurações serão revertidas aparece.

Se você consegue ler o aviso corretamente, clique em ”Manter alterações” para aplicar a nova resolução. Se a tela ficar preta e não aparecer mais, não se preocupe, ela voltará para as configurações que estavam antes, assim que o tempo de 15 segundos acabar.

Como uma lupa

Você pode usar essas configurações não só para escolher a resolução mais adequada para o monitor, mas também para aumentar o tamanho dos itens na tela, caso os ícones e os textos estejam muito pequenos e difíceis de enxergar. Mas isso tem um custo, já que quantidade informações que aparecem no monitor também vai diminuir.

Ferramentas como o Aspect Ratio Calculator podem ajudar você a escolher uma resolução alternativa sem sair da proporção ideal e distorcer a aparência da Área de trabalho.

Para isso, basta colocar a Resolução Nativa do seu monitor nos campos X e Y do aplicativo e ver qual o número de proporção que aparece abaixo. Agora faça o mesmo com uma resolução menor e veja se a proporção se mantém.

Se as duas forem iguais, você poderá usar a tela menor sem distorcer a aparência.

Vale lembrar a placa de vídeo também possui um limite para a resolução que pode ser usada. Isso é perceptível em casos em que a Resolução Nativa de seu monitor não aparece nas configurações de vídeo do Windows. Nessa situação, você não terá outra escolha senão usar uma resolução diferente da nativa.

Screen Shift permite alterar a resolução de tela do seu smartphone para cada aplicativo

As fabricantes seguem sua guerra em uma disputa sem fim para ver quem consegue introduzir a maior quantidade de pixels em uma menor área possível. Com isso, os smartphones do momento estão vindo com telas Quad HD, que oferecem quatro vezes mais pixels que as telas HD.

Não só isso, mas já vimos rumores de que Samsung pretende lançar seu primeiro painel AMOLED 4K no Galaxy Note 5. Esse aumento na resolução acaba sacrificando o desempenho gráfico do dispositivo, especialmente em jogos que são aplicações mais pesadas para as GPUs.

Se isso preocupa você, então saiba que existem ferramentas para amenizar o problema. Uma novidade que acaba de surgir no famoso fórum XDA é o aplicativo Screen Shift.

Ele permite que você escolha uma resolução específica para cada app instalado em seu smartphone. Assim, o sistema poderá continuar rodando em Full HD ou mesmo Quad HD, mas os jogos poderão ser executados em uma resolução mais baixa a sua escolha.

Isso permitirá melhorar o desempenho, já que a GPU não terá que lidar com tantos pixels durante a jogatina.

Embelezado pelo Material Desgin do Lollipop, o aplicativo Screen Shift permite que você crie perfis separados para cada resolução a ser aplicada em seus apps. A novidade oferece três opções de controle: Resolução, Overscan e Densidade.

A primeira já foi comentada. A segunda permite que você corte uma imagem, forçando a GPU a renderizar apenas uma parte da tela.

Já a terceira permite que você aumente ou diminua o DPI do Android, fazendo com que os elementos gráficos fiquem maiores ou menores na tela.

Nas opções do aplicativo também é possível encontrar alguns controles adicionais, como o recurso que sempre altera a resolução de um determinado aplicativo durante o boot do sistema. Também é permitido exibir notificações e desabilitar ajustes durante uma chamada em execução.

O dev informa que se você aplicar uma resolução que o seu dispositivo não suporte, o sensor touchscreen irá parar de responder por 15 segundos. Após isso, a modificação realizada será revertida. Caso algum parâmetro não seja aplicado, você poderá reiniciar o seu smartphone e esperar o serviço ser iniciado.

Caso mesmo assim não haja nenhuma mudança, reinicie o dispositivo mais uma vez.

Aqueles que tiverem interesse em conferir a novidade, basta acessar o tópico dedicado no fórum XDA e fazer o download do aplicativo Screen Shift.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*