Como alimentar um filhote de gato (com imagens)

  • Qual a melhor ração para gatos filhotes?
  • Um gatinho filhote é umas das coisas mais lindas de se ver.
  • Mas para eles continuarem lindos e se desenvolverem com saúde precisam de uma boa alimentação.
  • Essa alimentação tem que ser balanceada especialmente para as necessidades deles.
  • Com tantas opções no mercado, fica quase impossível escolher uma ração REALMENTE boa e que ofereça os nutrientes que seu gatinha precisa.
  • Fizemos uma rápida lista com 5 opções certeiras, que vão garantir saúde e bem-estar para o seu peludo.
IMAGEM PRODUTO
Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)
  • Fibras pra bom funcionamento gastrointestinal
  • Enriquecido com ômegas 3 e 6 para bom desenvolvimento cardíaco, da visão, neurológico, pele e pelagem
Verificar Preço →
Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)
  • Proteínas de alta qualidade (vísceras de frango e ovo)
  • Enriquecimento de fibras e prebióticos para saúde intestinal
Verificar Preço →
Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)
  • Alta digestibilidade e palatabilidade
  • Fórmula enriquecida com frutas e vegetais
Verificar Preço →
Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)
  • Seleção de carnes frescas (frango e peixe)
  • Fibras e prebióticos para saúde intestinal
Verificar Preço →
Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)
  • Sem adição de transgênicos e corantes
  • Possui complexo de vegetais em sua fórmula
Verificar Preço →

Você sabia? Leitores do site ganham 10% de desconto na PetLove com o cupom AMORAOSPETS! Aproveite ❤️

Melhores Rações para Gatos Filhotes: Conhecendo as Principais Opções do Mercado

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)

  1. Mas para sua pesquisa ficar ainda mais completa, fizemos uma mini-análise sobre cada um dos produtos citados.
  2. Se precisar de ainda mais informações, pode conferir as análises que nós temos disponíveis aqui no site.
  3. Lembrando sempre que essa é a opinião pessoal do Amor aos Pets.

1. Hills Crescimento Saudável: Fórmula com Boas Fibras para seu Gatinho

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)

  • Ela incluiu em sua receita proteína de qualidade (frango) e também fibras para um bom funcionamento intestinal.
  • Essa ração é indicada para alimentar o seu gato filhote até um ano de idade.
  • Vamos conferir os prós e contras desse produto:

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens) Enriquecido com ômegas 3 e 6 para bom desenvolvimento cardíaco, da visão, neurológico, pele e pelagem Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens) Proteína de boa qualidade Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens) Fibras pra bom funcionamento gastrointestinal Contém transgênicos e antioxidantes sintéticos Preço alto

2. Premier Gatos Filhotes: Boas Fontes de Proteínas para seu Felino

  1. A Premier Gatos filhotes tem uma fórmula com o objetivo de promover um bom desenvolvimento ósseo e muscular.
  2. Sua fórmula conta com proteína de qualidade e também incluiu fibras e prebióticos para o desenvolvimento saudável da flora intestinal.

  3. Sabem que essa é uma fase muito importante do gato, para que ele tenha uma vida longa e saudável.

  4. Vamos conferir alguns dos prós e contras desse produto:

Enriquecimento de fibras e prebióticos para saúde intestinal Proteínas de alta qualidade (vísceras de frango e ovo) Preço acessível Contém transgênicos e antioxidantes sintéticos

3. N&D Kitten: A Fórmula Mais Natural para o seu Filhote

  • A N&D possui uma fórmula completa desenvolvida para gatos filhotes e também indicada para as mamães no terço final de gestação e lactantes.
  • A fórmula conta com uma maior quantidade de proteínas e cálcio.
  • Além de nutrir com qualidade o seu filhote, também tem o necessário para as mamães que precisam de mais nutrientes e energia, tanto para gerar, como para amamentar os gatinhos.
  • Lembrando que a fórmula é livre de grãos transgênicos e conservantes sintéticos.
  • Vamos conferir os prós e contras dessa ração:

Proteína de qualidade (frango, peixe, ovo e suíno) Adição de frutas e vegetais, como fonte de fibras, vitaminas e minerais Proteção articular (glucosamina e condroitina) Livre de transgênicos e antioxidantes sintéticos Preço alto

4. Biofresh Gatos Filhotes: Fórmula com Vegetais e Frutas Frescas

  1. A Biofresh é uma linha de ração para cães e gatos com fórmula natural, livre de transgênicos e com adição de vegetais e frutas como fonte de nutrientes.
  2. A fórmula pra gatos filhotes conta com 44% de proteína bruta, que é importante para o crescimento e desenvolvimento saudável do seu gatinho.

  3. As proteínas utilizadas na fórmula também são de ótimas fontes animais, o que ajuda na absorção do organismo.

  4. Vamos conferir os detalhes dessa ração:

Proteínas extraídas de carnes frescas Adição de frutas e ervas frescas, como fonte de vitaminas e fibras Não contém transgênicos e nem antioxidantes sintéticos Preço alto

5. Golden Seleção Natural: A Opção Mais Econômica para seu Gato Filhote

  • A Golden Seleção natural é uma ração tipo premium de alta qualidade.
  • A marca inovou em sua fórmula tradicional e criou a Golden Seleção Natural…
  • Que é livre de transgênicos, e ainda conta com um complexo de 6 vegetais, como fonte de fibras e minerais.
  • Se você procura a opção mais econômica, essa é a opção ideal para o seu gatinho.

Preço acessível Livre de transgênicos Proteína de boa qualidade (33% de proteína bruta) Contém antioxidantes sintéticos

Onde Comprar Ração para Gatos Filhotes Mais Barata?

Decidiu entre alguma das opções citadas na nossa listinha?

Na hora da compra, sempre escolhemos a Petlove – maior e mais confiável loja de pets aqui no Brasil.

Os preços deles são muito bons e entregam tudo direitinho. Sempre rola brinde pros clientes também.

  1. Por ser nosso leitor, você ganha um presentão – 10% de desconto na Petlove.
  2. O desconto ficará disponível para compras feitas até 10 de junho de 2020.
  3. Basta adicionar o cupom AMORAOSPETS em seu carrinho de compras e garantir 10% de desconto – válidos apenas na sua primeira compra na loja! ✅
  4. Clique no botão abaixo e faça o seu pedido agora.

Nutrientes Essenciais para Manter seu Gato Filhote Saudável

É importante todo cuidado e atenção para manter seu filhote bem saudável.

Quando estiver procurando por uma boa ração pra ele, certifique-se de que a composição tenha os nutrientes abaixo:

A proteína sempre será importante na alimentação de um carnívoro, principalmente um carnívoro estrito como o gato.

Por isso, ela deve ser de alta qualidade e digestibilidade, pois ela é o principal componente para o crescimento e desenvolvimento do seu gatinho (saiba mais). 

  • Desde filhote o organismo do gato precisa da presença da taurina, pois ela é um aminoácido essencial.
  • Está presente nas carnes, particularmente nas vísceras de aves.
  • Sua função é promover saúde cardiovascular, da visão, e reprodutiva (link).

Esses componentes ajudam a regular o funcionamento do intestino, e com isso a absorção dos nutrientes se torna mais eficiente.

Ainda mais no gato filhote que está em pleno desenvolvimento, precisa que sua flora intestinal esteja em perfeito estado (veja). 

Problemas de Saúde Comuns nos Gatos filhotes

  1. Vamos citar aqui os cuidados mais importantes que você deve ter com o seu gatinho filhote.
  2. Ele ainda não tem uma imunidade eficiente como a do adulto, e por isso está mais susceptível a contrair doenças.

  3. Leia com atenção:
  • Ração de boa qualidade em horários regulares e quantidades diárias ideais indicadas pelo fabricante;
  • O filhote come de 4 a 5 vezes ao dia em pequenas quantidades, até a soma da quantidade diária de acordo com peso e idade;
  • Filhotes não podem ficar longos períodos sem se alimentar, pois tem predisposição a desenvolver hipoglicemia (queda de açúcar no sangue) e nem comer toda a quantidade diária de uma só vez, para não ter gases e/ou diarreias;
  • Água limpa e fresca à disposição e a vontade;
  • Vermifugação e Vacinação em dia (consulte o médico veterinário assim que for levar o seu novo amiguinho pra casa);
  • Ter a disposição uma caixinha de areia, desde filhotinhos. Eles já tem o instinto de enterrar seus dejetos;
  • Mantê-los sempre abrigados e quentinhos, pois também pode ter hipotermia facilmente.

Conclusão

  • Chegamos ao final do nosso comparativo entre as melhores rações para gatos filhotes.
  • Claro que a escolha final sempre será a sua, mas antes consulte também um médico veterinário, para poder te orientar de acordo com as necessidades do seu filhote.
  • Dessa vez, serão duas rações que deixaremos como recomendação para você.
  • A N&D Kitten ou a Biofresh Gatos Filhotes por serem mais naturais e mais parecidas com um alimentação natural balanceada.
Leia também:  Como analisar dados no excel: 13 passos (com imagens)

Gato filhote: cuidados, alimentação, segurança… Guia definitivo para os primeiros dias com seu felino!

Passou em uma feirinha de adoção de gatos e não resistiu? Mandaram fotos de filhotes abandonados e você soube na mesma hora que um deles era para ser seu? Essa é aquela sensação de que realmente está na hora de aumentar a família e trazer um novo integrante para casa. Mas adotar ou comprar um gato requer responsabilidade e você precisa se preparar para receber o felino da melhor maneira possível. Nós vamos te mostrar tudo o que você precisa comprar para criar o melhor ambiente para o seu bichinho. Vem com a gente!

Segurança para gatos em apartamentos

A primeira coisa que qualquer dono de gato precisa fazer antes de levá-lo para casa é colocar tela em todas as janelas e basculantes. Todas mesmo! Da sala, da cozinha, do banheiro, da área de serviço e varandas.

Como a maioria já sabe, os gatos gostam de subir em todos os móveis e nos parapeitos das janelas para descansar.

Você sabia que em algumas feiras de adoção o gato só pode ser levado quando o protetor do abrigo se certifica que o novo lar do bichano é seguro? Pois é, segurança em primeiro lugar para os gatinhos!

Acessórios essenciais para o gato: caixa de areia, comedouro e bebedouro

Os gatos possuem alguns instintos selvagens e a hora das necessidades é um deles. Sempre que fazem xixi ou cocô, eles precisam enterrar seus resíduos.

Por isso, a caixa de areia é tão importante para a rotina dos felinos! Eles acreditam que escondendo os dejetos, as presas não fugirão ao sentir que eles estão por perto e também serve como proteção dos predadores.

Ah, os bichanos são super higiênicos, portanto, independentemente do tipo de areia que escolher, mantenha a caixa sempre limpa!

O comedouro e o bebedouro também precisam de atenção especial. Os gatinhos são extremamente metódicos e isso interfere na alimentação. Veja algumas dicas sobre como escolher os melhores itens:

Comedouro: prefira os potes mais rasos e com o formato côncavo para que a ração fique sempre no centro. Gatinhos não gostam quando seus bigodes encostam na lateral do acessório e é por isso que muitos acabam espalhando ração pelo chão. Garanta que o felino tenha espaço para pegar a comida sem se preocupar com os bigodinhos.

Bebedouro: a super higiene dos felinos também vale para água.

O gato é um animal que tem mais propensão a problemas renais justamente por não se hidratar da maneira que deveria, portanto, escolher o acessório e o local onde colocar a água é fundamental.

Coloque o bebedouro longe do pote da ração e da caixa de areia e dê preferência para os bebedouros com fonte, pois os gatinhos costumam amar água corrente.

Ração para gato filhote: nada de escolher qualquer ração para o bichano!

A alimentação adequada é super importante para a saúde e desenvolvimento do seu gatinho. A ração para filhotes – seca ou úmida – contém todos os nutrientes essenciais para o crescimento, mas existem algumas diferenças entre elas. Veja abaixo:

Ração seca: justamente por ser seca, ela tem maior durabilidade enquanto exposta. Por isso, donos que passam o dia fora podem deixar a ração no potinho do gato sem se preocupar se vai estragar se o gato não comer.

Ração úmida: gatos são animais que não têm o hábito de beber muita água e a ração úmida é ideal para aumentar a hidratação dos felinos. O cuidado que os donos precisam ter com esse tipo de ração é garantir que eles vão comer na hora em que for colocado no pote. Caso não comam, a ração deve ser guardada na geladeira por até 24 horas.

Vacinas para gatos filhotes

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens) Conheça sobre a alimentação e cuidados com os filhotes de gato
Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens) Adote um animal

Se você está pensando em ter um pinscher na sua vida pode estranhar a numeração que normalmente acompanha o nome da raça. O cachorro pinscher é conhecido por ser bem pequeno, mas ainda assim há variações de tamanho: as classificações 0, 1, 2 ou miniatura são super importantes para saber a dimensão aproximada do cãozinho. Além disso, pode ajudar muito na hora de decidir pelo seu novo melhor amigo.

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens) Adote um animal

Às vezes, a vontade de adotar um gatinho é tão grande que acabamos nos precipitando e não dando a devida atenção a alguns detalhes muito importantes, como o sexo do filhote.

É muito normal achar que adotou uma fêmea e só depois descobrir que o gato, na verdade, é macho. Nós sabemos que não é nada fácil diferenciar o órgão genital do gato logo nos primeiros meses de vida do animal.

Se você faz parte deste time, não se preocupe, isso é muito comum!

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens) Adote um animal

Não há dúvidas de que os cachorros são os pets mais populares no Brasil. A fama de melhor amigo do homem não é à toa: 44,5% – ou seja, quase metade – dos lares têm pelo menos um cachorro no país, segundo a Faculdade de Medicina Veterinária da USP. Mas será que existe uma raça que é mais popular que as outras?

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens) Adote um animal

Dependendo do lugar onde você vive, ter um cachorro que não cresce muito é a única opção possível para criar um amigo de quatro patas — moradores de apartamentos e casas pequenas, como quitinetes, sabem bem o quanto o espaço precisa ser bem dividido e organizado. A opção por raças de porte pequeno é essencial para que o seu conforto e o do animal sejam preservados: assim, todos os habitantes da casa vão conseguir conviver sem grandes problemas relacionados ao espaço.

A partir dos 60 dias, os anticorpos transmitidos das mães para os filhotes começam a diminuir e os gatos precisam tomar a primeira dose da V4 (quádrupla) ou V5 (quíntupla).

A V4 inclui proteção contra Rinotraqueíte, Calicivirose, Clamidiose e Panleucopenia; e a quíntupla é mais completa com a proteção contra todas essas e mais a Leucemia Felina/FeLV.

Já a vacina contra raiva, a primeira dose é dada a partir do 4º mês de vida do gato. 

Vacina para panleucopenia: é uma doença viral que tem alto índice de contágio e pode ser fatal para os gatos mais novos. Gatos que não são vacinados e contraem o vírus têm uma brusca queda na defesa imunológica causada pela diminuição dos dos glóbulos brancos. 

Vacina para rinotraqueíte: essa doença é causada pelo herpesvírus e pode causar conjuntivite, febre, diminuição do apetite e em casos mais avançados e que não foram tratados a tempo pode levar o filhote a óbito. 

Vacina para calicivirose: essa doença atinge o sistema respiratório e pode ter seus sintomas confundidos com a rinotraqueíte. A diferença é que a calicivirose pode causar úlceras na boca do gato. Os casos que não tratados na fase inicial podem causar a morte do animal. 

Vacina para clamidiose: a clamidiose é causada por uma bactéria que atinge a parte frontal do globo ocular e, caso não seja tratada na fase inicial, pode atingir o sistema respiratório. Os sintomas mais comuns são conjuntivite, secreção persistente nos olhos, corrimento nasal, dificuldade de respiração, febre, pneumonia e falta de apetite. 

Vacina para FeLV  ou leucemia felina: gatos infectados podem transmitir para os animais saudáveis de forma direta ou indireta. Um animal saudável pode contrair a doença apenas dividindo o pote de água ou ração com um animal infectado.

Leia também:  Como ajudar pais que perderam um filho: 12 passos

Apesar de ter controle, os donos que estejam pensando em adotar um novo gatinho precisam saber se o novo gatinho da família tem a doença. Os gatos que possuem a doença ficam mais vulneráveis a doenças infecciosas, desnutrição e problemas reprodutivos.

Vacina para raiva: como a raiva é uma doença considerada zoonose (alta fatalidade e contaminação) que não tem cura e é transmissível a humanos.

Os principais sintomas são: alterações de comportamento, falta de apetite, fotofobia (incômodo com luz forte) e automutilação. Além de ser transmissível para o ser humano, ela pode levar seu animal a ser sacrificado.

A primeira dose é dada a partir dos 4 meses e deve ser reforçada anualmente.

Adaptação do filhote com outros animais: 5 dicas

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens) Conheça algumas brincadeiras para fazer com seu gatinho

É muito comum querer um novo animal para fazer companhia ao outro, mas o período de adaptação precisa de alguns cuidados específicos com o mais velho e o filhote que vai chegar. Como são territorialistas, os gatos mais velhos podem demorar a aceitar o novo gato. Nos casos em que o gato já é idoso, a chegada de um filhote pode deixá-lo irritado, já que costumam querer brincar o tempo inteiro. Veja as dicas abaixo para a adaptação ser a mais tranquila. 

  • Nas primeiras semanas, o ideal é que não fiquem no mesmo ambiente sem a supervisão do humano responsável;
  • Não force o contato;
  • Premie o gato mais velho sempre que ele chegar perto e não rosnar para o filhote;
  • Brinque com os dois ao mesmo tempo; 
  • Caso o gato mais velho se esconda sempre que o filhote se aproximar, chame ele para ficar perto de você e não dê muito atenção ao mais novo;

Brinquedos para gatos filhotes 

Filhotes de gato são muito agitados e precisam gastar energia. Como não têm o costume de passear na rua, as brincadeiras com seus donos – ou até mesmo sozinhos – são as soluções perfeitas. Veja abaixo quais são os brinquedos preferidos dos filhotes: 

  • Varinha para gatos: como os gatos têm o instinto de caça bem aguçado, o jeito  certo de brincar é fazendo movimentos leves e delicados como se fosse uma presa na natureza. 
  • Guizo para gatos: filhotes costumam amar o barulho emitido pelo guizo dentro das bolinhas. Como a bolinha precisa estar em movimento para fazer o barulho, os gatinhos costumam correr bastante enquanto empurram.
  • Brinquedo de dar corda para gatos: os brinquedos de corda atiçam o instinto selvagem dos gatos. Eles veem o brinquedo como uma presa – principalmente quando têm formato de rato – e correm atrás para capturá-lo.
  • Arranhador para gatos: um dos brinquedos obrigatórios para quem tem gato é o arranhador. É um ótimo desestressante e pode evitar que eles arranhem os sofás de casa.

Redação: Mariana Almeida

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)

Próxima matéria

Dogo Argentino: tudo o que você precisa saber sobre essa raça de cachorro grande

Filhote de onça criado como gato por família no AC é resgatado pela polícia

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)Filhote de onça comeu carne pela primeira vez após ser resgatado (Foto: Divulgação/Polícia Ambiental)

Um filhote de onça pintada foi resgatado, nesta quarta-feira (17) pelo Batalhão Ambiental da Polícia Militar. A onça foi achada há três meses por uma família de Mâncio Lima, interior do Acre, às margens de uma estrada, e era criada como um gatinho, segundo a polícia. O animal se trata de um macho de onça pintada. 

saiba mais

  • Agricultor adota paca como animal de estimação no Acre

Depois de descobrir que se tratava na verdade de uma onça e temendo o comportamento futuro, a dona do animal, que teve o nome preservado, entrou em contato com a equipe de Inteligência do 6° BPM de Cruzeiro do Sul, e entregou o filhote. 

“A dona o achou na beira da estrada e como parecia um gatinho pequeno recém-nascido começou a cuidar como se fosse uma animal de estimação. Após três meses, vendo que se tratava de uma onça procurou a polícia para se informar como poderia entregar o animal sem se prejudicar”, relata major Carlos Augusto Negreiros.

A Polícia Militar de Cruzeiro do Sul entrou em contato com o Batalhão Ambiental, que estava na cidade para uma operação, e foi ao encontro da dona de casa.

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)Animal foi encontrado às margens de estrada por uma família do município de Mâncio Lima, no interior do Acre (Foto: Luizio Oliveira/Arquivo Pessoal)

A família é composta por seis pessoas, entre elas, quatro crianças que, segundo a polícia, brincavam e até davam leite na mamadeira para o animal. “A onça é bonita, bem cuidada. Só estava faltando a carne na alimentação. Ela comeu carne pela primeira vez quando a gente a resgatou porque se alimentava apenas com leite”, explica Negreiros.

O major explica ainda que a mulher é livre de punição porque entregou o animal de livre e espontânea vontade. “Ela não teve a intenção de prendê-lo em cativeiro, realmente era tratada como um gatinho da família. Segundo a legislação, quando você entrega voluntariamente se livra de medidas punitivas”, diz.

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)Batalhão Ambiental resgatou a onça, que foi entregue ao Ibama (Foto: Divulgação/Polícia Ambiental)

O Resgate Após ser informado do caso, o Batalhão Ambiental informou ao Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), que também acompanhou o resgate, e fez toda a documentação necessária para o transporte do animal.

A onça foi transportada pela BR-364 em uma viatura com compartimento específico para o animal. A onça não foi sedada e teve que fazer pequenas paradas durante a viagem para que pudesse se alimentar e movimentar-se, segundo o major Negreiros. Em Rio Branco, ficou no batalhão até ser entregue ao órgão responsável.

Na manhã desta sexta-feira (19), a onça foi entregue ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), onde vai passar por triagem e análise de um veterinário e depois será encaminhada para um zoológico no Espírito Santo.

“Por ser macho e pintado, a destinação do animal é mais fácil. Quando é resgatado ainda filhote, a reintegração na natureza é muito mais difícil, pois, ele não foi ensinado pelos pais a sobreviver”, enfatiza o superintende do Ibama, Diogo Selhorst.

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)Onça era criada como gatinho por família no interior do Acre (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

'Risco fatal' Selhorst também destacou os riscos de manter esses animais em cativeiro. De acordo com ele, por ser uma animal em extinção, a pessoa pode pegar multa de até R$ 5 mil, além de cometer danos ambientais.

“Esse é o maior felino da América e depois de adulto é muito perigoso para as pessoas, por isso não deve ser criado como animal doméstico. Esse animal é fatal”, esclarece.

Como Alimentar um Filhote de Gato (com Imagens)Filhote foi entregue ao Ibama na manha desta sexta-feira (19) e deve ser encaminhado para zoológico no Espirito Santo (Foto: Luizio Oliveira/Arquivo Pessoal)

Ração ou comida

Falamos na semana passada sobre os perigos em oferecer chocolate para os cães e gatos, que dependendo da porção e da intensidade de cacau, pode até matar os bichos. Hoje o alerta é sobre a alimentação dos filhotes, assunto que costuma gerar muitas dúvidas entre quem adota, ganha ou compra um pet.

Para quem nunca teve um bichinho, às vezes é difícil saber o que oferecer ao animal, que muitas vezes, está começando a comer alimentos sólidos, depois de ter sido amamentado por sua mãe. De acordo com o médico veterinário da Magnus René Rodrigues Junior, nesta fase, o ideal é oferecer ração para os pets, mesmo que os cães e gatos sejam “novinhos”, com poucos meses de vida.

Leia também:  Como brigar com a namorada de brincadeirinha: 6 passos

Leia também: Conheça as cinco raças de cachorro preferidas pelos brasileiros 

“Muitos pensam, por exemplo, que nos primeiros meses a ração é dura demais para os animais, ainda pequenos e frágeis. Para poupá-los, os ‘donos’ costumam umedecer a ração e fazer papinhas, o que não traz nenhum benefício ao bichinho.

O processo de mastigação é necessário e muito importante para o desenvolvimento, e não deve ser evitado.

Se isso acontecer, é provável que seu pet comece a morder as cadeiras, o pé da mesa e da sua cama – o que, certamente, não é nada agradável”, explica René.

Do jeito certo

Ração de preços variados são encontradas em supermercados e petshops. Foto: Pixabay

Pensando na saúde dos bichos, outra recomendação é não oferecer leite de vaca e comida caseira, para evitar “dores de barriga” e outros prejuízos para o animal. E tanto para filhotes como para adultos, o recomendado é dividir as refeições, oferecendo ração de duas a três vezes por dia.

“Um grande erro é oferecer aos pets comidas indicadas para seres humanos, como bolachinhas, torradinhas e pães. Isso não pode ser feito! O ideal é sempre dar a eles um alimento próprio, que, no processo de industrialização, recebe os nutrientes necessários para se tornar completo e balanceado para os bichos”, reforça o veterinário.

Pra todos os bolsos

Hoje há diferentes opções de rações e alimentos secos e úmidos, para cães e gatos, que apresentavam boa variedade de preços, podendo ser escolhidos de acordo com o que cabe no orçamento de cada família.

“Para não errar em meio a tantas opções, o ideal é buscar alimentos específicos para filhotes, que devem ser a base de suas refeições até que se tornem adultos. E atente-se às informações das embalagens, que geralmente contêm uma tabela a ser seguida.”, conclui René.

E em caso de dúvidas, converse com o veterinário de sua confiança, que pode dar orientações sobre a quantidade e as rações mais indicadas para seu amigão de quatro patas.

Quer contar uma história com seu pet, sugerir um tema ou publicar a foto de um animal disponível para adoção? Escreva para gente: [email protected]

Adoção responsável: Mateus, este lindo e dócil “filhotão” tem menos de um ano de idade e após ser resgatado, espera por um lar. Com castração agendada, ele será entregue vacinado para a sua nova família. Para adotá-lo fale com a Andrea (41) 99961-1748. Foto: Divulgação

10 filmes pra quem ama cachorro, gato e outros bichos

Posso dar leite para meu gatinho?

Nas primeiras semanas de vida os filhotes de gatos dependem totalmente do leite materno, passado esse período o organismo dos felinos perde o poder de absorção do leite e suas necessidades mudam.  

E se por algum motivo os gatinhos não puderem ser alimentados pela mãe?  

Muitas pessoas acreditam que dar leite para o gatinho é a melhor maneira de alimentar os filhotes, mas o leite de vaca não é digerido com eficiência pelos gatos, pois para isso são necessárias enzimas que eles não são capazes de produzir. O leite pode causar gases, diarreia, vômitos, desconforto abdominal e desnutrição.Isso acontece pois cada mamífero produz um leite específico para a sua espécie.

O ideal para a alimentação de gatos filhotes é oferecer ao gatinho um leite específico para a substituição do leite materno Equilibrio Substituto leite materno para gatos até a idade 2 meses.

Mas o que é uma alimentação completa para gatos?

  • A ração para gatos indicada para cada idade é sempre a melhor opção de alimentação para o seu bichano.
  • Ração para gatos filhotes:para gatinhos do primeiro dia de vida até 2 meses devemos oferecer o Equilibrio   substituto de leite Gatinhos e a ração Equilibrio Gatos Filhotes deve ser introduzida a partir dos 30 dias de vida .  

 

Ração para gatos adultos: a partir de um ano os gatos entram na idade adulta e suas necessidades nutricionais mudam, por isso é importante trocar a alimentação para uma ração de gatos adultos. Durante a troca é interessante misturar as rações para o gato ir se acostumando com a nova, até retirar completamente a ração de filhotes.

  1. Ração para gatos castrados: após a castração muitos gatos podem engordar pois o metabolismo diminui e também porque eles acabam se exercitando menos, por isso é importanteincentivar que o gato se exercite, brincando mais com ele, e oferecer uma ração para gatos castrados, que vai fornecer a quantidade de calorias indicada para ele.
  2. É bom lembrar que nunca se deve substituir a alimentação dos felinos por ração para cães, pois as necessidades deles são bem diferentes.  
  3. Conheça a linha de rações para gatos que a Equilíbrio tem para oferecer e escolha a mais indicada para o seu amigo.

 

Como Alimentar um Filhote de Gato

  1. 1

    Prepare a fórmula. A maioria das fórmulas vem com uma receita explicando quanto da mistura e quanto de água deve ser utilizado. Siga essas instruções a risca para ter certeza de que o gatinho vai ser bem alimentado.

    • O leite deve estar em temperatura ambiente (20-25 Celsius).
    • Você sempre deve preparar a fórmula e logo depois dá-la ao filhote. Se ela estiver pronta a mais de 3 horas, não use.
  2. 2

    Segure o filhote direito enquanto o alimenta. Quando alimentar o gatinho, segure-o horizontalmente, de barriga para baixo e com o rosto levemente para cima. Basicamente, o contrário do que você faria para alimentar um bebê humano.

  3. 3

    Alimente-o com algumas gotas da fórmula. Para fazer isso, tente usar a seringa ou conta-gotas. Se estiver usando a mamadeira, coloque-a na boca do filhote e aperte devagar para deixar o líquido sair.

    • Certifique-se de fazer isso com muito cuidado. Se o fluxo for muito forte, vai sair leite do nariz do filhote.
    • Se isso acontecer, interrompa imediatamente e deixe o filhote descansar um pouco. Tente regular o fluxo.[2]
  4. 4

    Cuidado para não exagerar nas quantidades. A maioria das pessoas não sabe quanto da fórmula deve ser dado e acabam exagerando. Como regra geral, a amamentação dos filhotes de gato não dura mais do que 5-10 minutos.

    • Durante a primeira semana, dê 32 cc da fórmula a cada 2 horas.[3] Nunca deixe passar mais de 4 horas entre uma seção e outra.
    • Vá aumentando a quantidade até que na terceira semana sejam 80 cc e, na quarta, 100 cc.
  5. 5

    Faça o gato arrotar depois de alimentá-lo. Depois que o gatinho comer, você deve ajuda-lo a eliminar os gases arrotando. Segure o filhote com a barriga para cima e a massageie lentamente. Faça isso até que ele arrote e então você pode deixa-lo descansar.

    • Você deve repetir esse ato depois de alimentá-lo até que o gatinho seja grande o suficiente para brincar e fazer muito exercício depois de comer sozinho, o que faz com que ele elimine gases.
  6. 6

    Depois de quarto semanas e meia, comece a desmamar o filhote. Quando o gatinho já tiver mais de quatro semanas e meia, desmame-o começando a introduzir comidas úmidas. Entre a sétima e oitava semana ele já deve estar pronto para comer ração normalmente. Você pode também dar, nessa etapa, leite de vaca ou cabra diluídos.

  7. 7

    Mantenha o filhote quente e confortável. Eles podem ficar gripados com facilidade, principalmente quando ficam muito tempo for a de casa. Para saber se o filhote está gripado, cheque a temperatura das patinhas dele. Elas não devem estar geladas.

    • Se ele estiver mesmo doente, pode rejeitar comida ou não conseguir digeri-la. Coloque-o em uma caixa com cobertores secos.
    • Você deve ter que trocar esses cobertores com regularidade. Gatinhos ficam mais saudáveis em ambientes limpos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*