Como agir perto de garotos (com imagens)

Se você ainda é daquelas que acha que o homem é quem deve chegar em uma mulher, então seja bem-vinda a 2018 e deixe de lado esta idéia retrograda e machista. Foi-se o tempo em que só os garotos tinham a obrigação de iniciar uma conversa com uma menina. Hoje em dia as mulheres estão muito mais independentes e empoderadas, e nada impede que uma você decida conquistar o crush.

Nós postamos aqui no Ligação Teen recentemente uma série de dicas para os meninos conquistarem as garotas dos seus sonhos.

, mas pensando nos novos tempos e em você que é puro glamour e poder, fiz uma lista com dicas de como conquistar um homem e também os principais erros que as mulheres cometem ao tentar chamar a atenção do homem, para que você não fique só se lamentando com um “Poxa crush porque você não me nota”.

Mas e as meninas, como podem fazer para conquistar o crush, seja ele amigo de escola, da internet ou da balada, mas também serve muito bem qualquer pessoa, seja você homem ou mulher. Afinal, de todas as dicas, a mais importante é seja você mesmo e tenha confiança no seu taco.

Preparadas?!? Preparados??

As 40 dicas de ouro de como conquistar um garoto

1. Acredite em você. Não ache que não vai conseguir ficar com seu paquera. Você tem que botar fé que vai rolar!
2. Comece a investigar tudo sobre ele: o que gosta de ouvir, que programas curte assistir, onde gosta de sair, etc..

Essas informações vão ajudar a puxar uma conversa com ele.
3. Não descuide do seu visual. Imagina se você encontra ele sem querer? ????
4.

Muitos garotos não curtem garotas muito maquiadas, mas sinceramente seja você mesma, se ele não quiser, saiba que é ele quem esta perdendo. Você não precisa mudar para satisfaze-lo.
5. Faça amizade com os amigos dele. Assim você dá um jeito de se aproximar mais ainda dele.

6. Não deixe sua personalidade de lado por causa do garoto. Se ele pensar que você é algo que você não é, um dia a mascara vai cair e ele vai te dar um fora.

Você também poderá curtir:

7. Faça um mistério sobre você mesma. Não deixe ele perceber que você está afim dele. Maneire nos sonhos e nas indiretas quando falar com ele.
8.

 Manda emails ou scraps legais, com algo que ele goste. Impressione ele.
9. Se você é tímida, não tente puxar um papo sem saber o que falar. Você pode acabar ficando com vergonha e se atrapalhar toda.

Só puxe papo quando estiver segura do que falar.

Como Agir Perto de Garotos (com Imagens)

10. Faça ele se aproximar de você. Se vocês forem colegas, marque trabalhos ou estudos juntos. Ou descubra um lugar que ele goste de ir e o convide pra ir.
11. Se vocês estiverem em uma roda de amigos, peça para sua amiga puxar assunto com um dos amigos dele, e é claro, fique perto do seu paquera.
12.

 Se você tiver uma amiga que você realmente confia e sabe que vai te ajudar, peça pra ela tentar fazer ele se interessar por você. Mas não se esqueça do mistério! ????
13. Curta a vida mesmo se ele ainda não tiver te notado.Ponha sua melhor roupa, fique linda e mostre a ele o quanto você é alegre. Sempre sorridente, não se esqueça!
14.

 Não tente provocar ciúmes, isso pode estragar tudo!
15. Tem garotas que são lindas, mas não chamam a atenção porque estão sempre pra baixo. Seja alegre, faça ele te notar no meio da galera, mas sem exageros.
16. Busque conhecer os assuntos que ele gosta, assim você evita que o papo entre vocês acabe.
17.

 Não queira ser o destaque do grupo, aja normalmente. Use e abuse do seu lado divertido.
18. Se ele fizer uma piadinha sem graça, ou falar alguma besteira, dê um risinho. Meninos adoram ver que fizeram uma menina rir.
19. Cuide as gafes.

Não fique de arreganho com outros garotos, não fique cm outros, não faça brincadeiras de mau-gosto, não fale nada de mais com suas amigas, etc. Se controle.

Como Agir Perto de Garotos (com Imagens)
20. Quando vocês estiverem longe, fique olhando para ele com um olhar sedutor. Quando ele olhar para você e os olhares se encontrarem, apenas sorria e desvie o olhar. Se depois disso ele ainda ficar te olhando, finja não estar nem aí.
21. Depois de um tempo, ele pode fazer o mesmo com você. Aí é a hora de corresponder com uma piscadinha, um sorriso, um beijinho.. Essas coisas!
22. Se ele vier puxar papo converse normalmente com ele.
23. Quando estiverem conversando não fale mal de ninguém e não reclame. Pega muuuuito mal!
24. Se depois disso ainda não tiver surgido uma oportunidade de vocês ficarem, dê algumas indiretas bem básicas. Nada muito indiscreto.
25. Quando ficarem a sós, abuse do seu charme. Seu olhar e seus sorrisos podem fazer a diferença nesse momento.
26. Não se assanhe, nada de beijar looogo. Espere um pouco, cause uma certa insegurança. Isso vai deixá-lo ansioso.
27. Depois de ficarem, ponha força no romance. Mas não se apresse.
28. Não fique na cola dele 24h por dia. Confie nele, afinal, confiança é a base dos relacionamentos.
29. Não provoque, não cobre.

30. Tente manter sempre um contato com ele. Empreste algo, e vai deixando rolar.
31. Um dia, se surgir oportunidade, diga pra ele que alguém deu em cima de você. Só pra ver a reação dele. De repente ele pode querer tomar uma atitude: namorar você.
32. Continua se cuidando.

Se arrume e fique por dentro dos assuntos dele. Ele vai perceber que você é diferente de todas outras.
33. Não esteja totalmente disponível a ele. Se você não quer, ou não pode, diga não. Fazer as vontades dele vão deixá-lo enjoado.
34.

 Continue sendo amiga dos amigos dele, mas só amizade hein? ????
35. Segure a onda quando o garoto conversar com outra. Só converse com ele se aquilo realmente estiver te incomodando, mas CONVERSE, não BRIGUE.
36.

 Faça questão de ficar LIIINDA quando saírem, e quem sabe ele fique com ciumes ????
37. Esteja ao lado dele nas horas difíceis. Garotos valorizam isso.
38. Seja divertida, animada, mas não zoe dele. Espere ter mais intimidade pra isso.
39.

 Compre um presentinho pra ele surpreenda-o.
40. Se mesmo assim não der certo, abra o jogo e conte o que você sente. Pessoalmente, pois isso demonstra que você tem atitude.

Como Agir Perto de Garotos (com Imagens)

E se sua tentativa de conquista der errado? 

– Se ele não quiser, respeite-o. Tente entender o lado dele!
Se ele disser que não quer mais, entenda; ele não merece você.
Se ele disser que não sente o mesmo por você, bola pra frente!

Os 3 principais erros que te atrapalham na hora de conquistar o crush

01 – Fingir ser quem você não é.
Não tente passar uma imagem diferente do que você realmente é, apenas para agrada-lo.

02 – Acreditar que um relacionamento vai resolver todos os seus problemas.
Entenda que o outro vai complementar a sua vida e te trazer mais felicidade, mas não irá resolver problemas que você já tem. Você não precisa de um macho para ser feliz.

03 – Promover encontros “Forçados”.
Não seja uma stalker. Lá em cima nós dissemos que uma boa dica é você estar onde ele está, mas não faça disto sua vida. Stalkeie com MUITA, mas MUITA moderação, para não perder a chance de conquista-lo e ganhar um inimigo.

Leia também:  Como calcular a variação percentual: 6 passos

Timidez ou Fobia Social?

Ansiedade social é o que quase todas as pessoas têm um pouco. É algum tipo de timidez em determinadas situações sociais. Por exemplo quando alguém é um pouco reservado num primeiro encontro, ou quando fica ansioso ao ter de falar na frente de um grupo de pessoas, seja num ambiente mais formal ou informal.

Com base nos seus valores (aquilo que é importante para a pessoa) e nas suas crenças (aquilo em que acredita) algumas pessoas experimentam mais ansiedade social do que outros.

Esses sentimentos são muito comuns, e a maioria das pessoas é capaz de lidar com esses pensamentos e sentimentos que ocorrem em algumas fases de suas vidas.

Essas pessoas sabem que toda a gente os tem e simplesmente colocam de lado o receio e a ansiedade e continuam a fazer o que é mais importante nas suas vidas.

No entanto, para algumas pessoas essas mesmas experiências ou situações podem ser vividas com grande mal-estar e esse mal-estar é referido como Fobia Social.

As pessoas que sofrem de fobia social têm um medo intenso e sempre presente de serem avaliados negativamente pelas outras pessoas.

São pessoas que estão sempre muito conscientes de si, do seu aspecto, da forma como falam, como colocam o corpo, sentindo que os outros os estão a observar e ficando muito preocupados sobre como poderão ser percebidos.

As situações sociais nunca são situações em que se possa estar tranquilo, relaxado, a desfrutar o que está a acontecer ou simplesmente deixar-se ir na onda do encontro.

O intuito máximo é querer desesperadamente causar uma boa impressão, sem no entanto se sentir a segurança para o fazer.

Devido a isso, surge um medo intenso de causar má impressão (o que se sente que acontece constantemente) e depois de um encontro social, a pessoa rumina durante muito tempo sobre o que correu mal.

Evitam-se situações sociais de interacção e de desempenho, isto porque o medo de ficar embaraçado, envergonhado ou humilhado é constante. E a ansiedade aumenta ainda mais quando se pensa que se pode ser avaliado negativamente por isso. A ansiedade aumenta tanto que poderá conduzir a um ataque de pânico, isto se a pessoa ainda estiver na situação.

Devido ao evitamento constante em situações sociais, estas pessoas mantêm um estilo de vida isolado e solitário. Não que gostem ou apreciem esse estilo de vida; muito pelo contrário, sofrem imenso por não terem a espontaneidade que sabem ser necessária para estar com outras pessoas.

Frequentemente, as pessoas que partilham as suas vidas, a família, os amigos, os colegas de trabalho, não entendem estes receios, o que reforça a ideia nestas pessoas de que são fracas. Elas acham que são fracas, incompetentes, e sem interesse, quando se comparam com as outras pessoas, mesmo quando têm evidências que isso está longe da verdade.

Esta comparação excessiva conduz a uma baixa auto-estima, a que se juntarmos anos de isolamento e a tristeza de querer que as coisas fossem de forma diferente das que são, obteremos os ingredientes necessários para a depressão. A depressão é uma doença muito frequente que acompanha todas as pessoas que têm Fobia Social.

Muitas pessoas questionam-se sobre as causas deste modo de vida, a que muitos chamam personalidade, feitio ou maneira de ser.

Aquilo que sabemos, é que este modo de vida tem alguma componente biológica mas parece que um dos factores determinantes é a aquisição de experiências durante a vida, ou seja este modo de vida é aprendido.

São boas notícias, porque se temos a capacidade de aprender um modo de vida também temos de aprender outro.

No entanto, podemos salientar algumas experiências que se sabe poderem contribuir para a Fobia Social:

  • Quando houve, durante o crescimento, experiências negativas com outras pessoas. Por exemplo, quando alguém sofre a intimidação ou humilhação (física ou psicológica) por parte dos colegas, ou não se encaixa num grupo, ou se foi popular e depois perdeu esse estatuto, ou se foi rejeitado, ignorado ou qualquer outra experiência que tenha tido um grande impacto emocional. Habitualmente estas experiências são consideradas como traumáticas e a pessoa poderá querer deixar o passado para trás mas cada vez que se recorda dessas situações, essa carga emocional irrompe sem que se consiga controlar.
  • Quando se cresce num ambiente muito competitivo. Por exemplo, quando existem padrões de exigência muito elevados para a pessoa ser de determinada maneira, como se a pessoa tivesse que ser um modelo, ou “perfeita”.
  • Quando um ou os dos pais têm ansiedade social e transmitem aos filhos um sistema de valores e crenças. Por exemplo, a valorização excessiva acerca do que as outras pessoas pensam de si.
  • Quando, durante o crescimento, a pessoa é punida com situações que a embaraçam ou envergonham.
  • Quando, durante o crescimento, a pessoa teve poucas oportunidades para se socializar. Por exemplo, quando alguém cresce muito fechado na sua própria família nuclear e essa família tende a fechar-se sobre ela mesma.

Resumindo, as pessoas que sofrem de Fobia Social, tendem a:

  • Ser excessivamente auto-conscientes;
  • Ter receio do que os outros possam pensar delas, nomeadamente, que estão ansiosas, que são fracas, estranhas;
  • Ter medo de serem avaliadas negativamente pelos outros;
  • Ter um receio muito elevado de rejeição;
  • Fazer grandes esforços para conquistarem a aprovação dos outros;
  • Ter receio de entrar em conflitos;
  • Ter medo de serem o centro das atenções;
  • Ter sentimentos de superioridade/inferioridade para com as pessoas que percebem ser “melhores” do que elas;

Se o seu caso não é bem de timidez, e se reconhece histórias de vida e/ou sintomas como os descritos, procure acompanhamento psicoterapêutico. A Fobia Social tem tratamento eficaz!

12 sinais de que aquele gatinho tá a fim de você na hora da paquera!

Na hora da paquera: Confira 12 sinais de que aquele gatinho tá a fim de você!

Sabia que o cara que você gosta pode estar caidinho e você nem percebe? Vem ver algumas coisas que os meninos fazem quando estão apaixonados, para não perder a oportunidade de conquistar a sua alma gêmea!

Tem quase certeza que o menino que você gosta também tem uma queda por você, mas não consegue chegar a uma conclusão? Então, esta matéria promete te ajudar bastante. Isso porque são nas coisas pequenas que as garotas podem perceber quando o amor é platônico, como aquele do filme “Será que?”, ou não.

A nossa equipe entende as preocupações comuns a todo jovem, como a dificuldade de comprar uma calça jeans quando você é plus size, por exemplo. Desta vez, o foco é a paquera, algo tão presente no dia a dia de todo mundo. Afinal, sempre rola aquela dúvida se a pessoa amada está correspondendo a sua paixonite, né? Então… Purebreak ao resgate!

Atualmente, vários aplicativos de paquera, como o Tinder e o Happn, podem ajudar um romance a engatar. Só que o amor é algo complicado e às vezes precisa de um empurrãozinho maior que o da tecnologia. Para acabar de vez com essas dúvidas, se liga nas atitudes comuns a todo garoto apaixonado e boa sorte na conquista.

1) Quando ele curte todas as suas fotos nas redes sociais, é certeza que há um interesse básico. Quem ama stalkeia, minha gente!

Leia também:  Como calcular a ovulação com menstruações irregulares

Na hora da paquera: Confira 12 sinais de que aquele gatinho tá a fim de você!

2) Se o rapaz fica te encarando sempre que pode, é possível que você esteja na mente dele mais do que você pensa.

Na hora da paquera: Confira 12 sinais de que aquele gatinho tá a fim de você!

3) O seu amado faz questão de fazer com que você saiba quais são os planos dele para o fim de semana? Você já sabe de cor todos os lugares que ele vai, porque o fofo vive contando seus destinos favoritos? Esse relacionamento vai acontecer!

Na hora da paquera: Confira 12 sinais de que aquele gatinho tá a fim de você!

4) Amor platônico não tá com nada. Por isso, tentar uma aproximação é essencial quando gostamos de alguém. Se o boy arruma qualquer pretexto para ficar encostando em você, pode crer que nesse mato tem cachorro.

Na hora da paquera: Confira 12 sinais de que aquele gatinho tá a fim de você!

5) Apelar para o bom humor é uma maneira infalível de mostrar a sua personalidade. Os gatinhos, é claro, sabem disso. Por isso, fica ligada quando o seu alvo ficar rindo à toa ou soltando piadinhas, porque podem haver segundas intenções.

Na hora da paquera: Confira 12 sinais de que aquele gatinho tá a fim de você!

6) Uma preocupação normal de quando o garoto está in love é parecer bonito para a menina que está gostando. Por isso, é comum que o apaixonadinho fique te perguntando como está a roupa dele, se está cheiroso… #FikDik

Na hora da paquera: Confira 12 sinais de que aquele gatinho tá a fim de você!

7) Quem não ama receber um elogio? Fique atenta às coisas legais que o cara fala sobre a sua aparência. Dica: Se o fofo disser que seus olhos são bonitos, é só correr pro abraço!

Na hora da paquera: Confira 12 sinais de que aquele gatinho tá a fim de você!

20 maneiras inteligentes de fazer as pessoas gostarem de você

A capacidade de relacionar-se bem com as pessoas é um fator poderoso para qualquer profissional que quer se dar bem no mercado, porque que é somente através dessa interação que conseguimos mostrar para as outras pessoas os nossos talentos e atributos. Sendo assim, devemos otimizar nossa competência interpessoal, para que assim possamos aumentar nosso valor e consequentemente nos destacarmos no mercado.

Essa questão deveria ser dominada com maestria por todos nós, pois, praticamos esse ato desde que nascemos. Todavia, esse tem sido um dos maiores desafios do homem ao longo de sua existência.

Algumas pessoas, inclusive, brincam com essa questão dizendo que preferem lidar com os animais (preferencialmente os cães), do que com o próprio semelhante, por conta das inúmeras dificuldades que um relacionamento humano possui.

Sabendo dessas dificuldades e reconhecendo a importância desse fator para o crescimento profissional de uma pessoa, elaborei 20 dicas para que possamos otimizar nossas habilidades de interação com o nosso semelhante e, consequentemente, lograrmos êxito perante o mercado. Confira:

1 – Quebre o gelo: fique tranquilo. O primeiro contato é tão complicado para você quanto para o seu alvo.

Neste caso, faça o “feijão com arroz bem feito”, ou seja, se for iniciar uma conversa com alguém, faça os cumprimentos formais (se for à noite, dê um “Boa noite!”, seguido do tradicional e imprescindível “Tudo bem?”) e, após isso, busque usar algo que prenda a atenção da outra parte (elogie a vestimenta, comente sobre uma notícia pertinente, conte uma situação engraçada que você tenha vivido recentemente, enfim, use suas habilidades de conversação). Vale lembrar que tudo é uma questão de se adequar ao ambiente no qual a pessoa se encontra (clima, local, características do público etc.), ou seja, o segredo é estudar o local e identificar o que o mesmo pede, agindo com inteligência.

2 – Trabalhe suas habilidades de comunicação: a dicção, a eloquência e seu tom de voz devem ser sempre otimizados para que, assim, as pessoas possam captar a mensagem sem maiores dificuldades.

Além disso, cuide também de sua imagem (marketing pessoal), principalmente quando a outra parte estiver com a palavra, mantendo sempre os olhos fixados na pessoa, bem como uma postura reta e atenta, pois, dessa forma, a outra parte criará uma boa impressão sobre você.

3 – Saiba o quê e para quem falar: identifique os assuntos que agradam a cada tipo de pessoa e busque trabalhar em cima deles. Observe as pessoas consideradas “chatas”.

Elas somente buscam falar sobre aqueles assuntos que agradam a elas mesmas, não sabem ouvir e, principalmente, não admitem serem contrariadas.

Sendo assim, faça exatamente o contrário e será reconhecido socialmente sem fazer muito esforço.

4 – Seja simples: uma pessoa simples é bem recebida em qualquer lugar, pois as pessoas possuem aversão a complexidade. Sendo assim, aja sempre com singeleza e humildade, fazendo com que as pessoas percebam que você é alguém que valoriza essas coisas.

5 – Busque ter iniciativa: não espere as pessoas virem até você, pelo contrário, vá atrás delas.

Demonstre para uma pessoa que se interessa por ela, que quer ouvi-la e que aprecia suas convicções.

Em outras palavras, demonstre para as pessoas que você é proativo e que está buscando uma interação social, fazendo com que a sociedade reconheça o seu valor e, consequentemente, possa abraçá-lo.

6 – Saiba ouvir: os melhores comunicadores do mundo são, indubitavelmente, os melhores ouvintes. Essa habilidade faz com que uma pessoa perceba que as ideias dela são importantes para você e, mais do que isso, que você valoriza e entende as mesmas.

Em outras palavras, você precisa entender que um dos maiores regozijos do ser humano é expressar suas opiniões para alguém e receber uma manifestação positiva do que foi dito, ou seja, a sua atenção e o seu respeito pelas ideias alheias é algo que lhe transforma em alguém especial na vida de outra pessoa.

Portanto, ouça mais.

7 – Sorria mais: você não tem ideia do poder que uma pessoa causa na alma alheia através da estampagem de um sorriso sincero. É algo surreal e sublime, que faz com que a outra parte se sinta amada. Sendo assim, distribua sorrisos por onde passar, fazendo da alegria a sua âncora.

8 – Busque dar importância para as pessoas: busque dar atenção e apreciação para as pessoas, de forma que as mesmas entendam e percebam que elas são importantes para você. Vale lembrar que colhemos aquilo que plantamos. Sendo assim, semeie constantemente positividade e o universo se encarregará de retribuí-lo.

9 –Busque ajudar as pessoas: esteja sempre disposto a estender a mão para quem precisa, buscando ajudar o próximo de alguma forma, pois assim você será sempre lembrado como uma pessoa que está presente nas situações complexas da vida alheia. É interessante frisar que as pessoas precisam de nossa ajuda nos momentos difíceis, tendo em conta que os verdadeiros amigos se levantam exatamente nessas horas, aparecendo quando todos os outros já se foram.

Leia também:  Como baixar livros kindle num ipad (com imagens)

10 – Seja verdadeiro: a honestidade é uma característica ímpar no trato com pessoas, haja vista que, através dessa atitude, as pessoas se sentem valorizadas e respeitadas.

Um dos maiores mitos criados em nosso mundo é a questão de que “puxar o saco de alguém é algo positivo”.

Ora, é exatamente o contrário, pois quem age dessa forma gosta do TER e não do SER, se aproximando de uma pessoa apenas por interesses pessoais.

11 – Não seja orgulhoso: é fundamental que você seja humilde, ou seja, que não se importe com algumas atitudes negativas de seu amigo, pois é natural que ele te machuque de vez em quando.

Neste caso, busque olhar para os pontos positivos, pois eles são sempre maiores do que os negativos. Outra questão importante e que temos que mencionar é a seguinte: não seja legalista, cheio de não pode isso, ou aquilo, haja vista que ninguém gosta de gente burocrática.

Sendo assim, seja aberto e flexível, para que assim você seja uma pessoa que transmite uma imagem de alguém carismático e não o contrário.

12 – Seja uma pessoa de palavra: é fundamental que você seja uma pessoa congruente com suas ações, cumprindo tudo aquilo que foi acordado, para que assim as pessoas percebam que você é alguém que cumpre todos os compromissos firmados.

Muitas pessoas vivem manipulando as outras com falsas promessas e mentiras.

Todavia, este ato é extremamente inaceitável e mesquinho, e transforma todos aqueles que assim procedem em pessoas marcadas como sendo corruptas e forjadoras, fazendo com que a sociedade tenha aversão a elas.

13 –Valorize as ponderações alheias: valorizar os pensamentos de outra pessoa é um dos grandes segredos para que uma pessoa possa adquirir a credibilidade da outra parte. Sendo assim, ouça com atenção e busque sempre reconhecer as ideias da outra parte para que, assim, você possa contribuir positivamente na vida de seu semelhante.

14 – Evite constranger a outra parte: cuidado com aquilo que você diz, principalmente se a outra parte for tímida.

Se quiser fazer uma pergunta pessoal, busque usar sua inteligência, ou seja, busque fazer seu questionamento de maneira indireta, fazendo com que a outra parte perceba que é algo natural e rotineiro e que, portanto, deve ser tratado como uma coisa simples de se responder.

Outra questão importante é a de que você pode usar seus próprios exemplos para demonstrar para a pessoa que você também tropeça em determinadas situações.

Por exemplo: se você é um palestrante profissional e busca ajudar uma pessoa a vencer seu medo de falar em público, conte para ela que você (que hoje é um exímio palestrante), teve inúmeras dificuldades no começo (fobia social, medos excessivos, timidez etc.

), mas, que através da persistência, disciplina, determinação e treinamento, conseguiu obter êxito nessa empreitada e que, como todos somos iguais, automaticamente também irá funcionar com ela. Basta que ela esteja disposta a acreditar em seu potencial e, principalmente, que queira desenvolvê-lo.

Parece ser algo simples e banal. Todavia, essa sua atitude irá motivar a outra parte e gerará na mesma uma certa confiança em você, lhe transformando em alguém que possui humildade e inteligência para ajudar o próximo.

15 – Incentive as pessoas a acreditarem em seus sonhos: você deve acreditar no próximo muito mais do que ele mesmo, fazendo-o não somente criar sonhos, mas, principalmente, acreditar neles e não descansar até que os mesmos sejam completamente realizados. Seus elogios, suas atitudes positivas e, principalmente, seus incentivos são fundamentais para que uma pessoa possa crescer ao seu lado e reconhecê-lo como um valioso amigo.

16 – Nunca julgue: uma coisa é aconselhar, outra é apontar o dedo para alguém, se enchendo de razão para fazer um julgamento sobre uma atitude alheia.

Muitas pessoas perdem boas amizades por fazerem, estupidamente, ataques pessoais, expondo os pontos fracos da outra parte.

Sendo assim, busque gostar da pessoa do jeito que ela é, e, se quiser dar um conselho, aja com prudência e sensatez, fazendo com que a pessoa entenda que é apenas uma sugestão e não uma crítica.

17 – Aprenda a perder: você não precisa vencer todos os debates ou não precisa ser sempre o dono supremo das ideias.

Enfim, o que quero dizer é que em determinadas situações você será obrigado a abnegar de algumas coisas, ou seja, para poder ganhar, antes terá que perder.

Deixe-me ilustrar com um exemplo: se alguém perder a razão e iniciar uma série de ofensas contra a sua pessoa, de nada adiantará você engrossar a voz e tentar rebatê-lo da mesma forma (querendo falar mais alto que ele), haja vista que desta forma estará se igualando a ele, ou seja, sendo uma pessoa hostil, ignorante e dotada de uma atitude extremamente ultrapassada e infantil. Sendo assim, o ideal é agir com sensatez e equilíbrio, esperando que esse “dinossauro” esfrie sua cabeça e possa, dessa forma, refletir um pouco sobre sua lamentável atitude.

18 – Seja irreverente: as pessoas são muito iguais e pouquíssimas são aquelas que agem diferente da maioria, ou seja, dificilmente você conhece alguém sem par nesse mundo padronizado em que vivemos. Sendo assim, busque ser a diferença na vida das pessoas, pois, dessa forma, você será considerado único e colherá bons frutos por isso.

19 – Tenha a capacidade de influenciar as pessoas: sabe aquela pessoa que repara que um amigo está querendo ir embora e faz de tudo para que o mesmo desista de sua ideia? Seja convencendo-o de que vale a pena ingerir mais um “copinho” de cerveja ou dizendo que também está para sair e que, se o mesmo tiver um pouco de paciência e puder esperar uma “meia horinha”, eles podem ir embora juntos? Pois é, essa pessoa tem o poder de influenciar os outros e de vender a sua ideia para eles e, melhor ainda, tudo de uma forma simples e objetiva. Se quiser conquistar pessoas, busque agir dessa forma, pois assim você será lembrado como alguém que aprecia os momentos com os amigos. Influenciar uma pessoa nada mais é do que demonstrar para ela que sua ideia é algo que irá beneficiá-la, de modo que se a mesma refletir sobre o assunto proposto indubitavelmente chegará a essa conclusão (e sua ideia será aprovada).

20 – Surpreenda as pessoas: busque arriscar mais, ser mais ousado e, principalmente, não ser previsível, pois nada é mais gratificante para uma pessoa do que ser surpreendida por alguém. Em outras palavras, você precisa fazer coisas que ninguém mais faz a não ser você mesmo, contribuindo para a mudança de cenários e, consequentemente, para a felicidade das pessoas.

Uma ótima maneira para crescermos em todos os sentidos é aprendendo a conquistar pessoas, porque o mundo vive em constantes conflitos e alguém que consegue fazer o processo inverso, ou seja, o de unir os semelhantes, possui total capacidade para mudar não só sua própria vida, mas também a de todos aqueles que estão ao seu redor, transformando cenários caóticos em soluções inteligentes.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*