Como bloquear ligações no telefone de sua casa: 11 passos

O telefone toca.

“Esta ligação é para informá-lo que o Departamento da Receita Federal está abrindo um processo contra você. Para obter mais informações sobre o caso, ligue agora mesmo para o número 1-800-555-5555. Obrigado.”

Se você ainda não recebeu esta exata ligação, posso apostar que já ouviu alguma coisa parecida.

Seja uma fraude do imposto de renda, uma oportunidade para diminuir sua dívida ou algum número usado para aplicar qualquer outro golpe, os robocalls, aparelhos de chamadas automáticas, estão aumentando em um volume gigantesco. E isso não vai acabar no futuro próximo. Estimativas apontam que 85 milhões de robocalls foram instalados somente em 2018.

O problema da ligação automática vai além da simples irritação que nos causam. Esse é um negócio perigoso. Somente nos EUA, as pessoas pessoas já perderam a impressionante quantia de 10 bilhões de dólares em golpes telefônicos ao longo dos últimos 12 meses.

A boa notícia é que esse dilúvio não é algo inevitável. Há formas de reduzir essas desagradáveis (talvez super irritantes seja uma descrição mais precisa do cenário) ligações automáticas. Continue lendo para descobrir algumas dicas e truques para bloquear ligações indesejadas no seu smartphone e, também, no seu telefone fixo.

O que é uma ligação automática?

Um robocall é qualquer tipo de ligação automatizada, geralmente feita por um software de discagem que inclui uma voz de robô ou uma voz pré-gravada. Dessa forma, as empresas conseguem fazer centenas ou até mesmo centenas de milhares de ligações instantaneamente.

Robocalls são, na maioria das vezes, algum tipo de golpe. Alguns desses robôs oportunistas fingem ser de agências governamentais, como o Departamento da Receita Federal, uma agência de incentivo ou até mesmo do Consulado Chinês.

Outros tentam se passar por empresas privadas, como a Equifax “checando” suas informações ou oferecendo oportunidades falsas para reduzir sua dívida no cartão de crédito, ou ainda oferecer ajuda com o marketing digital para pequenos negócios.

Robocalls podem até mesmo usar uma localização falsa, fazendo com que o seu identificador de chamadas mostre a ligação como sendo da região onde mora e, assim, tentar te enganar e fazer com que você atenda ao telefone por pensar que seja algum vizinho ou parente. Essencialmente, essas ligações incessantes são uma forma de phishing, uma tentativa de te enganar e fazer com que pague algum dinheiro ou revele informações pessoais.

E, assustadoramente, muitas máquinas de ligações automáticas podem ter informações a seu respeito, como nome de parentes ou mesmo o endereço da sua casa. Mas agora é hora de contra-atacar essas ameaças dos robocalls.

5 passos para se livrar dos robocalls

É possível parar as ligações automáticas? Enquanto não podemos prometer que você nunca mais irá receber nenhuma ligação automática, há algumas estratégias confirmadas que podem te ajudar a ter algum alívio nesse assunto.

1. Proteção contra ligações automáticas 101: monte sua primeira linha de defesa

A melhor forma de se prevenir contra golpes de robocalls é seguir alguns princípios básicos. (Se você já conhece bem essas dicas, pule para as informações sobre configurações específicas, aplicativos e serviços para melhorar ainda mais sua proteção.)

  • Evite responder a essas ligações: mais adiante, vamos dar algumas dicas para que você escape de ligações spams. Mesmo assim, se alguma delas acabar passando, não atenda.
  • Não se engaje: se você anteder acidentalmente a uma ligação automática, melhor não dizer nenhuma palavra. Também evite responder a qualquer questão com um “sim”, porque os golpistas podem gravar sua voz e usá-la mais tarde na aprovação de alguma coisa, como uma compra ou um novo cartão de crédito.
  • Não pressione números: mesmo que a gravação diga algo como “aperte a tecla 1 para remover seu número desta lista”, não faça isso. Ao invés de tirar o seu número do cadastro, você estaria dizendo ao robô que seu número funciona e que ele pode continuar te ligando.
  • Desligue a ligação automática: não deixe que eles desperdicem nem mesmo um segundo do seu tempo. Apenas desligue imediatamente.
  • Nunca forneça nenhuma informação pessoal pelo telefone: agências governamentais, como o Departamento da Receita Federal, nunca vão te ligar de surpresa (ao invés disso, você recebe uma carta oficial pelo correio). Então, não se deixe enganar dando ou confirmando qualquer informação pessoal para alguém pelo telefone.
  • Verifique você mesmo qualquer suposto “problema”: se você receber uma ligação de alguém se passando por uma agência ou empresa com quem faz negócios (como uma companhia de eletricidade, por exemplo), não confie. Muitas informações pessoais estão disponíveis na web. Então, mesmo que alguém saiba de detalhes sobre você, como seu endereço ou o nome dos membros da sua família, isso não significa que são legítimos. Desligue e descubra o número por você mesmo (confira uma conta – online ou em papel – daquela companhia) e ligue diretamente para verificar se há realmente algum problema para resolver.
  • Não se deixe enganar por um número parecido com o de alguém que você conhece: como mencionado, esses golpistas usam um sistema para fingir que estão ligando de uma área próxima à sua.
  • Não responda a ligações de números desconhecidos: se alguém está legitimamente ligando para você, essa pessoa vai deixar uma mensagem. Assim, uma forma de evitar ligações automáticas é evitando responder todas as ligações de números que você não reconhece.

Além dessas táticas básicas, há também alguns passos mais concretos que você pode tomar.

2. Registre-se na lista Não Ligue da FTC (e denuncie abusadores)

Para quem mora nos EUA, a Comissão Federal de Comércio (FTC, da sigla em inglês), tem ajudado a combater as ligações automáticas. Em uma coletiva de imprensa no dia 25 de junho deste ano, a FTC anunciou a Operação Ligue Desligue, um esforço coordenado em larga escala contra as os robocalls.

A FTC está se unindo a 40 estados e agências de aplicação da lei em nível local e federal para trazer uma combinação total de 95 ações judiciais civis e criminais contra robocalls golpistas.

Enquanto eles estão ocupados combatendo na arena legal, a FTC também pede que os consumidores se registrem na lista Do Not Call (Não ligue, em tradução livre).

Enquanto robocalls golpistas muito provavelmente não vão seguir regras nenhuma sobre quem ou não ligar, o registro no Do Not Call irá ao menos prevenir que empresas de telemarketing entrem em contato com você. Você também pode denunciar ligações indesejadas para a FTC. Mesmo que eles não possam conferir todas as denúncias, a entidade usa esses dados em uma escala mais ampla contra esses tipos de robôs.

Ainda com a gente? Então temos muitas dicas para te dar.

3. Bloqueie ligações automáticas no seu telefone fixo

Enquanto estamos esperando pelo FTC reprimir ainda mais os robocalls, há outras táticas que você pode usar diretamente no seu telefone.

Se você instalar um bloqueador de ligações falsas na sua linha fixa, você pode usar alguns recursos providenciados pela operadora do seu serviço telefônico.

Nos EUA, a Verizon, Sprint, AT&T ou a T-Mobile contam com serviços gratuitos e pagos para ajudar a bloquear robocalls (se você não está nos EUA, pule para a próxima sessão.)

A Verizon oferece diversas maneiras úteis de bloquear ligações indesejadas, como a funcionalidade Spam Alert, que permite que você saiba quando uma ligação pode ser fraudulenta. A empresa também oferece um bloqueador de chamadas (opções grátis e pagas), que pode filtrar ligações indesejadas tanto em linhas fixas quanto em smartphones.

A Sprint conta com um serviço de Identificação de Chamadas Premium. Com ele, pagando 2,99 dólares por mês, você pode bloquear ou restringir chamadas tanto na sua linha fixa quanto no seu smartphone (com um aplicativo da empresa).

A AT&T tem versões gratuitas e pagas do seu serviço de Proteção de Chamadas, que usa um algorítimo especial para identificar ligações falsas. Somente em 2017, a AT&T já tinha bloqueado mais de 1 bilhão de chamadas usando esse sistema – e continua bloqueando muito mais.

A T-Mobile agora inclui o Identificador de Golpes e o Bloqueador de Golpes gratuitamente. Essas funcionalidades podem te ajudar a evitar ligações falsas mostrando, no seu identificador de chamadas, números que provavelmente estão ligados a golpes.

Além disso, o mecanismo permite que você bloqueie esses números.

A operadora também conta com o Identificador de Nomes (4 dólares por mês), que ajuda a identificar o nome e a localização dos golpistas, além de te ajudar a enviar ligações suspeitas diretamente para o correio de voz.

4. Bloqueie robocalls no seu iPhone ou Android

Além das opções oferecidas pelas operadoras dos serviços mencionados acima, há algumas outras formas de filtrar ligações indesejadas no seu smartphone.

Leia também:  Como aprender todas as notas no braço do violão

Algumas boas opções são para bloquear números conhecidos em fraudes, usar o modo “não perturbe” e colocar os seus contatos na “lista de permissões” (assim, ligações automáticas são automaticamente rejeitadas, enquanto as ligações de pessoas e empresas que você conhece são aprovadas). Isso pode funcionar de um jeito um pouco diferente de um iPhone para um Android.

Como parar robocalls no Android

O processo exato para bloquear um número pode variar um pouco dependendo do tipo do seu smartphone e sistema operacional Android. De forma geral, você vai para Ligações recentes, toca em um número para acessar uma lista de opções. Selecione Bloquear/denunciar spam. Depois, certifique-se de tocar em Bloquear para confirmar a operação.

Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos  Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos   Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos

Para bloquear a maioria das ligações, você pode ligar o modo “Não Perturbe” (que vai silenciar todas as ligações e notificações) e depois permitir ligações somente de seus contatos.

Novamente, isso pode variar um pouco dependendo da sua versão de Android, mas deve ser algo parecido com isso. Vá para Configurações, depois encontre Som, onde você pode escolher preferências de Não Perturbe.

A seguir, toque em  modo Prioridade e selecione Ligações.

Isso irá permitir que você selecione quais ligações você não quer que sejam bloqueadas: todas as ligações, somente as dos seus contatos ou somente as dos seus contatos preferenciais.

           Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos                Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos

           Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos                Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos                                                                   Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos

Novamente, dependendo do modelo do seu smartphone, você pode ter uma opção para bloquear ligações spams

Procon Carioca auxilia consumidor e inaugura sistema para bloqueio de ligações de telemarketing – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Publicado em 26/11/2019 – 15:43 | Atualizado Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 PassosProcon Carioca: bloqueio de ligações de telemarketing

O Procon Carioca inaugurou o sistema de cadastro de bloqueio de ligações de telemarketing, criado pela Lei 6.523/2019, sancionada pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. O objetivo da iniciativa, de autoria do vereador Inaldo Silva (Republicanos), é proteger a população das ligações insistentes das operadoras de telemarketing.

– Ninguém aguentava mais ligações nas horas mais inconvenientes. Tivemos que fazer essa lei, porque a situação estava fora de controle – disse o vereador.

O consumidor poderá cadastrar, no máximo, três linhas telefônicas registradas em seu nome, bastando informar, no site do Procon Carioca, os seguintes dados:

  • nome completo;
  • CPF;
  • e-mail;
  • contatos telefônicos a serem cadastrados.

Empresas terão 30 dias após inclusão do número no cadastro para bloquear

As linhas protegidas pelo cadastro não deverão receber mais ligações de quaisquer empresas, a não ser daquelas com as quais o consumidor tenha contrato de serviços.

Essas empresas poderão ligar para os clientes para fazer cobranças, por exemplo, mas não para oferecer novos produtos, se o número estiver no cadastro de bloqueio. As empresas terão 30 dias após a inclusão do número no cadastro para atender ao exigido.

Caso não atendam, poderão ser multadas. A lei abre exceção para as entidades filantrópicas, que poderão continuar ligando para pedir doações.

Presidente do Procon Carioca, Benedito Alves disse que a ferramenta é solução para um tormento.

– Sabemos o quanto é desgastante ficar recebendo e recusando chamadas inconvenientes ao longo do dia, o que atrapalha a vida do cidadão.

Mas o consumidor deverá esperar o bloqueio até 30 dias após a inclusão de cada número no cadastro. Esse é o prazo dado à empresa para fazer o bloqueio.

Se depois disso, continuar recebendo ligações, ele poderá registrar a reclamação no site do Procon Carioca – explicou.

Categoria: Cidade, Procon Carioca, Rio Acontece, Rio Acontece Destaque, Rio Acontece Notícias, Rio Faz, Rio Faz Destaque, Rio Faz Notícias

26 de novembro de 2019

Marcações: bloqueio de ligações consumidor Procon Carioca telemarketing Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos

Como bloquear ligações de telemarketing no celular ou telefone fixo

Mesmo que você não tenha dado ou registrado o número de sua linha telefônica fixa ou móvel na lista de cadastro das empresas, é bem capaz que você esteja sendo alvo de inúmeras ligações do departamento de telemarketing de muitas delas. Apesar de algumas poucas (bem poucas mesmo) ligações até serem úteis para aderir a um serviço ou esclarecer dúvidas, a verdade é que elas acabam atrapalhando o seu dia-a-dia, já que as mesmas, geralmente, ocorrem em momentos inoportunos.

Para minimizar um pouco deste problema, felizmente, alguns órgãos de defesa do consumidor de estados ou municípios como o Procon, dependendo de sua região, fornecem um site onde você pode cadastrar o seu telefone para não ser perturbado.

A seguir, veja como registrar o seu número de  para não receber ligações de telemarketing.

Como parar de receber ligações de telemarketing

Devido a cada estado ou munícipio trabalharem de forma diferente, no exemplo abaixo, você estará vendo como cadastrar o seu telefone para não receber ligações de telemarketing no Procon SP e, mais abaixo, você encontrará links para demais localidades que possuem tal opção. Confira:

  1. Acesse a página do “Bloqueio do recebimento de ligações de telemarketing” e clique em “Bloquear ou desbloquear Número”. Durante os testes, a página não funcionou no Chrome, apenas no Firefox e Internet Explorer;Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos
  2. Na nova tela, selecione a opção “Quero cadastrar meu número de telefone no sistema de bloqueio”;Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos
  3. Preencha as informações solicitadas, lembrando que você só pode colocar números de telefone que estejam em seu CPF;Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos
  4. Na nova mensagem, clique em “Declaro que”;Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos
  5. Então, verifique os dados e, estando tudo correto, clique em “Os dados informados estão corretos”.Como Bloquear Ligações no Telefone de Sua Casa: 11 Passos

Após ter realizado este procedimento no Procon SP, você receberá um e-mail com os dados para fazer login neste sistema. Isto, no caso, servirá para que você possa adicionar ou remover linhas e fazer seu gerenciamento.

Demais localidades

Assim como foi dito anteriormente, cada estado e munícipio, apesar de terem processos similares, ainda possuem métodos de cadastros diferentes. Desta forma, abaixo, segue uma lista com links para órgão que possuem a opção de bloquear ligações de telemarketing. Veja:

O que fazer se o seu órgão não tem esta opção

Ao menos para quem usa um celular, caso o seu município ou estado não tenha uma opção de bloqueio para ligações de telemarketing, você ainda pode recorrer a alguns aplicativos, que fazem o bloqueio de tais números. A recomendação de programa fica para o Whoscall, que possui versões para Android e iPhone.

Dicas Telefone Dicas&Tutoriais telefonia móvel telemarketing

Compartilhe com seus seguidores

Como bloquear ligações de telemarketing?

  • Se você tem um telefone celular ou uma linha de telefone fixo em casa, já recebeu algum tipo de chamada incômoda: com propagandas ou ofertas que não te interessam.
  • Pensando nisso, hoje vamos ensinar como bloquear ligações de telemarketing e deixar você livre dessas interrupções indesejadas.
  • E aqui vai um lembrete: após a leitura, teste a velocidade da sua internet gratuitamente aqui no MinhaConexão!

É possível bloquear ligações de telemarketing?

O meio mais rápido de não receber ligações desse tipo é pelo site do Procon. Na página da fundação, você preenche um cadastro seguindo alguns passos:

  • Ao acessar a página, clique em “Bloquear ou Desbloquear”;
  • Em seguida, clique em “Quero Cadastrar meu Número de Telefone no Sistema de Bloqueio”;
  • Preencha o formulário que aparece na página seguinte;
  • Clique em “Enviar”.
  1. Você pode registrar ali até cinco números de telefone diferentes para o bloqueio de ligações de operadoras e bancos – e o processo inteiro leva menos de dez minutos para ser feito.
  2. Esse bloqueio também pode ser feito pessoalmente, em qualquer unidade do Poupatempo.
  3. Não existe uma lei federal (ou seja, que cobre o país inteiro) sobre esse assunto, mas em estados como São Paulo, Minas Gerais e Paraná, o bloqueio do telemarketing é um direito do consumidor garantido pela legislação local (pelas leis do estado).
  4. Um ponto importante: fazer o bloqueio do seu telefone no seu estado significa também que o seu número está bloqueado para receber ligações de telemarketing de outro estados.

É muito comum as operadoras usarem de números diferentes, de cidades e estados variados, para ligarem para clientes e possíveis clientes de todo o Brasil. Fazer o registro na lista do Procon também evita que isso aconteça com você.  

Veja também: Operadoras podem bloquear a internet no fim da franquia?

Como funciona o bloqueio de ligações de telemarketing?

É muito simples: a partir de 30 dias após o preenchimento do cadastro, as empresas ficam proibidas de ligar para o seu número. Essa proibição é por tempo indeterminado – só você mesmo pode desfazer o bloqueio de ligações pelo site do Procon.

Leia também:  Como analisar poesias (com imagens)

Depois de preencher o formulário (seguindo os passos acima), você recebe um e-mail com um login e senha. Com isso em mãos, você pode entrar na área de bloqueios de ligações do Procon, colocar outros números na lista de bloqueio, trocar os que já estão lá, suspender o bloqueio ou alterar qualquer informação cadastral.

Ah, ali você também pode denunciar empresas que furaram o bloqueio e continuam ligando para você – elas, inclusive, podem pagar uma multa por não respeitar essa decisão.

Quais ligações são bloqueadas?

Colocar o seu telefone na lista não significa que você nunca mais vai receber ligações de telemarketing. Basicamente, o que esse recurso faz é impedir que empresas liguem para o seu número sem a sua autorização – como operadoras de telefonia ou bancos.

  • Porém, o seu número ainda fica disponível para empresas não governamentais (as ONGs, ou instituições que fazem trabalhos sociais), que podem ligar pedindo algum tipo de apoio ou doações em dinheiro.
  • Aliás, precisa ficar claro também que bloquear os seus números para ligações de telemarketing não significa que você vai deixar de receber mensagens SMS ou de WhatsApp com propagandas e ofertas dessas empresas.
  • Mesmo com o número bloqueado, as empresas de telefonia e os bancos tem permissão de ligar para você em alguns casos: para fazer cobranças de dívidas ou fazer pesquisas de satisfação sobre os seus serviços – desde que não ofereçam outros produtos.

Como bloquear mensagens de telemarketing?

Já que o serviço de bloqueio de ligações não funciona com SMS e mensagens de WhatsApp, a solução é pedir o bloqueio do seu número no SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) da empresa de telefonia ou banco em questão.

Posso fazer reclamações para a Anatel?

Sim! Mas essas reclamações valem apenas para ligações de operadoras de telefonia e empresas de telecomunicações (NET, Vivo e Claro, por exemplo). Esse canal não é válido para bancos, lojas ou qualquer outro tipo de empresa que faça esse tipo de ligação.

Acessando o site da Anatel, você pode registrar a sua reclamação, seguindo o passo a passo indicado pela página. Isso, no entanto, não funciona como um bloqueio – para evitar receber qualquer tipo de ligação de telemarketing, a lista do Procon ainda é a melhor opção.

Você pode saber mais sobre isso lendo o nosso post sobre como fazer uma reclamação na Anatel.  

Aplicativos que bloqueiam ligações de telemarketing

Outra forma de você mesmo fazer esse bloqueio é usando de alguns aplicativos de celular que identificam chamadas indesejáveis.

Esses aplicativos identificam chamadas (dizendo de onde vem e se o número é confiável, por exemplo), de forma que você pode optar por atender o chamado ou não, e até bloqueiam o recebimento de mensagens. Veja algumas opções:

  • Truecaller: identifica ligações e bloqueia mensagens por meio de uma lista de spam criada com base em uma comunidade com mais de 250 milhões de usuários (Disponível para iOS e Android).
  • Whoscall: identifica e bloqueia ligações indesejadas, inclusive permitindo um bloqueio seletivo, por meio de DDD, operadora, banco ou números privados (Disponível para iOS e Android).

No fim das contas, você precisa fazer uso de alguns recursos para evitar receber qualquer tipo de ligação de telemarketing, mas vale a pena se você quer manter o seu telefone longe dessas propagandas.

Como você faz para bloquear ligações de operadoras e bancos? Deixe a sua dica nos comentários abaixo.

Como bloquear chamadas em um smartphone com Android

Os usuários que geralmente recebem chamadas indesejadas acabam sentindo a necessidade de bloquear estas ligações. Para os usuários que possuem o smarpthone Samsung Galaxy S3, o próprio aparelho já disponibiliza esse recurso. Para conseguir bloquear as chamadas é simples, confira o procedimento.

Em primeiro lugar o usuário precisa abrir a tela principal do seu telefone e com o discador de telefone aberto, abra a janela de contatos (ou chamadas recentes) e escolha o número que pretende bloquear. Em seguida pressione-o por alguns segundos que depois irá abrir um novo menu. Dessa forma toque na opção “Adicionar à lista de rejeição” e depois em “Ok”.

Quando este número te ligar, você irá receber um aviso que a chamada está sendo encaminhada para a caixa postal. Caso você decida mudar posteriormente essa opção, basta acessar os mesmos passos e escolher a opção “Remover da lista de rejeição”.

Aplicativos para bloquear ligações

Já os usuários que possuem um telefone que não apresenta o recurso acima, uma alternativa é procurar por aplicativos que fazem este serviço. No entanto, os usuários não precisam se preocupar, pois existem boas opções.

Mr. Number

Esse aplicativo é gratuito, e pode bloquear ligações e até mesmo mensagens de textos indesejadas. Um diferencial é que o programa possui capacidade de evitar chamadas de uma localidade. O Mr. Number oferece opção de cadastrar telefones como spams e enviar para uma central de dados e informar outros usuários.

Bloqueador de Chamada

O Bloqueador de Chamada possui recursos como: opção de colocar um número na lista negra, bloquear SMSs, fazer backup de contatos para um servidor, transferir dados da agenda para outro smartphone, apagar histórico e proteger dados privados.

Call Control

O Call Control bloqueia os telefones, no entanto, o aparelho possui uma opção com uma lista de contatos de empresa de telemarketing cadastrado, ou seja, o usuário também pode ficar livre desse tipo de ligações.

Agora você já sabe como bloquear chamadas indesejadas e até mensagens SMS.

Sistema que bloqueia ligações indesejadas de telemarketing entra em operação

A partir desta terça (16), os brasileiros vão poder bloquear chamadas telefônicas indesejadas, com ofertas das operadoras de serviços de telecomunicações.

Se tem uma coisa que é unanimidade é a tal chamada indesejada. A professora Líliam Lima mostra a lista dos números que ela já bloqueou, 40: “Todos ligam para mim: ‘Olá, você recebeu uma oferta’. E eu não tenho interesse nessas ofertas. Já tive que sair de reuniões”.

O comerciante Célio Bernardes da Silva também não aguenta mais: “Ligam de um número, você bloqueia. Aí ligam de outro”.

A servidora pública Isabel Ferreira dos Santos desistiu de atender: “Recebe direto, constantemente, ligações que a gente não está desejando, oferecendo isso e aquilo. Números que a gente nem sabe de onde é. Meu telefone eu arranquei até do gancho”.

O mercado estima que pelo menos um terço das ligações indesejadas inoportunas é de oferta de serviços de telecomunicações, que só podem ser prestados por empresas reguladas pela Anatel.

Não há nada que proíba oferta de serviços. Como nunca foi regulamentado, correu solto e virou um abuso. Até que a Anatel chamou as operadoras a botarem um limite e ficou acertado que, a partir desta terça, os consumidores poderão pedir o bloqueio de ligações de oferta de produtos e serviços de oito operadoras de telecomunicação.

A pessoa terá que preencher um cadastro com nome completo, CPF e e-mail no site naomeperturbe.com.br e pedir o bloqueio de ligações de uma ou todas as operadoras que incomodam. Cada pessoa pode bloquear ligações para quantas linhas telefônicas quiser.

O site deve entrar no ar nesta terça, mas a Anatel não informou o horário. As operadoras terão até 30 dias para suspender as ligações.

Até o vice-presidente da Anatel, Emmanoel Campelo, deve entrar nessa lista do novo site para se livrar das chamadas indesejadas. Já tem 60 números bloqueados no celular.

As operadoras serão monitoradas. As que não respeitarem o bloqueio estarão sujeitas a multas que poderão chegar a R$ 50 milhões.

“O grande problema no Brasil é que nós não temos uma legislação que, efetivamente, proíba esse tipo de prática. Então, na verdade, a Anatel está adotando medidas – essa é uma medida inicial, é um ponto de partida – para tentar minorar esse desconforto ao consumidor. Mas sem prejuízo de que outras medidas venham a ser adotadas”, afirma Campelo.

Ligação para você do seu número rouba dados? Entenda o boato do Procon

Você já recebeu uma ligação de seu próprio número de telefone? Apesar de estranho, isso pode ocorrer. Mas tem gente usando a situação inusitada para alardear um suposto novo golpe, que roubaria dados do celular em menos de dez segundos. Só que não há indicativos de que isso esteja, de fato, ocorrendo. Calma que vamos explicar tudo abaixo.

A história ganhou força em redes sociais recentemente. Tudo seria só um boato se o Procon-SP, instituição de defesa do consumidor ligada ao governo do Estado de São Paulo, não tivesse publicado um vídeo fazendo um alerta a respeito. Nele, o diretor-executivo, Fernando Capez, diz estar “recebendo reclamações de consumidores nesse sentido”.

Leia também:  Como brincar com seu coelho de estimação: 9 passos

Ele diz o seguinte:

Atenção, o Procon alerta. Estamos recebendo reclamações de consumidores nesse sentido. Se você receber uma ligação no seu celular do seu número, não atenda. Verificando pelo visor que o número que te liga é o seu, não atenda. Recuse a ligação.

Fraudadores estão aplicando golpes e eles só precisam de 10 segundos da ligação para roubar os seus dados. Portanto, recuse a ligação e avise outras pessoas e seus amigos.

Vamos criar uma corrente para evitar que esses fraudadores bandidos roubem seus dados

Em conversa com Tilt, Capez disse outra coisa. Ele afirmou que, na verdade, soube do suposto golpe após ser avisado por um desembargador. Ele não disse qual. O magistrado afirmou que recebeu uma ligação a partir do próprio número. Mas não disse que teve os dados roubados.

Tilt questionou se algum consumidor acionou o Procon-SP por ter sido alvo de uma fraude com essas características. Capez afirmou que não. Disse, no entanto, que funcionários do Procon constataram relatos em redes sociais.

A reportagemtambém localizou relatos como esse. Algumas pessoas dizem ter sido avisadas de um golpe. Outras dizem ter recebido as ligações, mas não foram alvos de fraude. Uma das pessoas que atendeu a ligação diz ter sido abordada por alguém que se dizia atendente da Rappi e perguntava por que ela deixou de fazer pedidos.

O alerta de Capez é muito semelhante a um texto que tem circulado pelas redes sociais. Eles dizem o seguinte:

Pessoal, novo golpe perigoso: recebi alguns telefonemas hoje do meu próprio número. Isso mesmo, meu celular ligando para o meu celular.

Acabei de ligar para a Vivo e a atendente disse que é o novo golpe: fraudadores clonam seu número e ligam para vc, na curiosidade vc acaba atendendo, e em questão de menos de 10 segundos eles conseguem baixar dados importantes do seu celular, como contas, senhas, e contatos.

É muito importante não atender o seu próprio número, e , se isso acontecer, desligue o aparelho e entre em contato com a operadora.

Se vc atender eles passam a vigiar tudo o que vc faz, rastreando seus passos, e depois usam isso contra vc, clonando documentos, entrando em contas bancárias e fazendo pedidos de resgate (sequestro eletrônico) Parece que é a nova moda, portanto, não atendam. Abs *Repassando*

Capez diz que, diferentemente do que a Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel) informou, as pessoas continuam recebendo ligações dos próprios números.

“A Anatel disse que havia bloqueado essas ligações, mas algumas pessoas que entramos em contato fizeram a ligação para o próprio celular e conseguiram. Embora tenha sido feito o bloqueio, nada impede de que se consiga fazer uma ligação com o próprio número aparecendo no seu visor a partir de um mecanismo chamado spoofing.”

Spoofing não é uma técnica que rouba dados. Ela é apenas um artifício de engenharia social que golpistas usam para ludibriar vítimas, atiçando-as pela curiosidade. Nesse caso, o spoofing estaria sendo usado para simular que alguém está recebendo uma ligação do próprio número.

Na prática, não é o seu número que está ligando para você. O número que está efetuando a ligação é outro. Ele é inserido em serviços de chamadas pela internet (VoIP), que permitem escolher o número que será mostrado no destino. Como os golpistas usam o telefone da vítima como “disfarce”, é ele quem aparece no visor.

Assista ao vídeo publicado pelo Procon-SP:

Tilt questionou o diretor do Procon sobre quem seriam essas pessoas, quando haviam recebido as ligações, se tinham atendido e o que ocorreu quando fizeram isso. Ele não soube informar.

Já a Anatel não prometeu criar mecanismos para barrar que um número faça ligações para ele mesmo. A agência informou que “foram adotadas medidas para que essa ação de spoofing não viabilize o acesso à caixa postal do consumidor, que era usada para práticas de golpes”.

A ação foi tomada em resposta às ações de hackers que invadiram as contas do Telegram do ministro da Justiça, Sergio Moro, e de outras autoridades. Na época, hackers recorreram ao spoofing para obter as conversas de procuradores que trabalharam na Lava Jato. O conteúdo deu origem à série de reportagem Vaza Jato, do The Intercept com outros veículos de imprensa.

Moro recebeu uma ligação do seu próprio número e atendeu, mas não havia ninguém do outro lado da linha. Na época, o Telegram mandava os códigos por SMS ou ligação telefônica. Se o telefone estivesse ocupado, o recado de voz com o código caía na caixa de mensagem.

Por uma brecha do serviço de telefonia, as ligações feitas pelo mesmo número iam direto para a caixa de mensagem. Foi assim que os golpistas conseguiram a senha, ao acessarem a caixa postal do ministro e ouvindo o áudio com o código.

Só que isso não é mais possível. A reportagem tentou e não conseguir acessar a caixa de mensagem ao ligar do mesmo número. Fez ligações de aparelhos com linhas de Claro, TIM e Vivo. Eram dois os desfechos: a ligação não era completada, ou tocava um recado de voz com orientações para acessar a caixa de mensagem por outro número.

A Anatel informou ainda desconhecer formas de roubar dados por meio de ligação telefônica de voz, como Capez dá a entender. “O cenário técnico mais provável no caso relatado pelo Procon é de alguma engenharia social feita pelo hacker que leva o consumidor, enganado, a digitar ou falar suas informações pessoais”, diz a Anatel.

Emilio Simoni, diretor do dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da PSafe, afirmou que “ninguém detectou o novo golpe”. Por isso, disse, “não conseguiu definir se é um ataque novo ou se é um boato.” “O que pode acontecer é que isso pode ser usado para conseguir o 'token' de liberação [de aplicativos] por meio de engenharia social”, diz.

Após questionar o Procon com essas informações, a instituição admitiu em nota não ter provas de que golpes estivessem acontecendo. “Para fazer testes, o Procon teria que recrutar hackers e não conhecemos nenhum”, afirmou.

“Não houve formalização de reclamações (…) Mesmo assim, o Procon decidiu fazer o alerta por duas razões: ainda existem casos de ligação do mesmo número para o celular da pessoa (…) Em segundo lugar, o alerta não causa nenhum prejuízo porque, se a ligação foi bloqueada, 'em tese' a pessoa não receberá a ligação e o alerta não prejudicou em nada”.

O Procon ainda desdenhou da opinião de especialistas: “É ingenuidade imaginar que fraudes possam ser bloqueadas com 100% de eficácia, porque os 'especialistas' são surpreendidos a cada dia pela engenhosidade dos invasores de celular. A postura do Procon é e sempre será de cautela máxima e prevenção, ainda que possa desagradar um ou outro 'especialista'”.

“Os hackers conseguem acessar até dados da CIA, por que não vão conseguir acessar os dados de um celular?”, diz Capez.

Diferenças de ligação de call center

Algumas pessoas podem pensar que este tipo de ligação partiu do telemarketing ou da própria operadora. Mas os call centers não conseguem alterar o número que irá aparecer na tela do consumidor, diz o presidente da Associação Brasileira de Telesserviços (ABT), John Anthony von Christian.

“É um número tronco. Se eu quero montar um call center, a primeira coisa que preciso é ir à operadora —Vivo, Embratel, Claro— e dizer: 'gostaria de um número pronto que possa agregar nele 100 ramais'. Ela (operadora) vai me dar um número e cada ligação feita será direcionada para uma pessoa”, explica.

Além disso, as ligações que partem do telemarketing também costumam demorar um pouco mais para serem completadas. De acordo com o professor Angelo Sebastião Zanini, coordenador do curso de Engenharia de Computação do Instituto Mauá de Tecnologia, a espera acontece por conta da tecnologia aplicada às ligações.

“Primeiro o computador deve detectar que o destinatário atendeu a ligação e depois transfere a um atendente de telemarketing livre. Como a maioria das ligações não são atendidas, esse procedimento otimiza a alocação de pessoas”, explica.

Não me perturbe

Para evitar as ligações de telemarketing, a Anatel possui um site chamado “Não Perturbe”, que bloqueia as ligações das prestadoras de serviços e instituições financeiras. Após o cadastro, as instituições têm até 30 dias para parar com as ligações.

Mas o presidente da ABT afirma que, mesmo se o consumidor não for cadastrado no “Não me perturbe”, ele pode denunciar as ligações abusivas que recebe.

“Tem algumas formas de fazer uma denúncia: a primeira é por meio da Anatel, que é muito eficiente nesse sentido. Se você sentir lesado, pode entrar em contato também pelo site consumidor.gov.br, um serviço para combater fraudes”, diz.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*