Como armazenar charque: 4 passos (com imagens)

Eles dizem que metade da batalha de cumprir objetivos é estabelecer os objetivos. Mas a outra metade dessa batalha está encontrando motivação para trabalhar em direção a esse objetivo, apesar das circunstâncias. E poucas pessoas são muito boas na segunda metade dessa batalha. Na maioria dos casos, as pessoas acabam desistindo ou falhando, e é…

Junho 14, 2020

As economias são cíclicas, simplesmente não há como contornar esse fato. E, embora esses últimos anos tenham visto um crescimento econômico abundante, todos devemos lembrar a sabedoria encontrada no anel do rei Salomão que dizia: “Isto deve passar também.” De fato, para aqueles que ingressaram na força de trabalho apenas na última década, nunca experimentaram…

Junho 14, 2020

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

Esta é a quarta parte de uma série de histórias que acompanham o progresso de nosso escritor Matt Crossman em melhorar suas pontuações no SAT for Sports … se ele faz alguma (e é um IF de 40 jardas de altura). Eu balancei meus braços para frente e para trás, uma vez, duas, três vezes,…

Junho 14, 2020

A maioria de nós procrastina. Correção: todos nós procrastinamos. Eu até procrastinei escrevendo este artigo. Todos já estivemos lá em algum momento. Aqui estão 5 dicas sobre como evitar a procrastinação que podem ajudá-lo a sair da paralisia e começar a produzir no auge. 1. Reduza o número de decisões que você precisa tomar ao…

Junho 14, 2020

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

No dia seguinte ao meu marido ter sido hospitalizado pelo COVID-19, sentei-me na minha cadeira favorita, peguei meu diário e comecei a escrever tudo o que estava sentindo. Ansioso. Sobrecarregado. Incerto. Depois de um tempo, parei, tomei um gole de café e depois escrevi a seguinte pergunta: Como posso usar essa experiência para sempre? Então…

Junho 14, 2020

O pensamento negativo é um problema muito mais comum do que você imagina. Muitos de nós os experimentamos todos os dias. É por isso que é importante entender o que são, de onde vêm e como você pode superá-los. Pensamentos negativos são os pensamentos que temos que nos levam a adotar pontos de vista pessimistas.…

Junho 14, 2020

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

Esta é a quinta parte de uma série de histórias que acompanham o progresso de nosso escritor Matt Crossman em melhorar suas pontuações no SAT for Sports … se ele faz alguma (e é um IF de 40 jardas de altura). Estávamos no meio do nada, Missouri, em um trecho longo e solitário da Katy…

Junho 14, 2020

Sou naturalmente uma pessoa otimista e gosto de me considerar uma pessoa motivada – mas não o tempo todo. Houve muitas vezes na minha vida em que lutei com motivação. É preciso muita energia para ser motivado e alguns dias, eu simplesmente não posso ser incomodado. Eu só quero me esconder e não fazer nada.…

Junho 14, 2020

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

Cinco sapos estão sentados em um tronco e quatro decidem pular. Quantos restam? A resposta é cinco, porque uma decisão não é ação. É um enigma bobo que o autor e treinador Rich Litvin usa para motivar seus leitores e clientes, mas ilustra um dos principais desafios do desenvolvimento pessoal: todos queremos ser, fazer e…

Junho 14, 2020

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

Todos nós poderíamos usar um pouco de motivação aqui e ali. Às vezes, essas sugestões são úteis para nos fornecer a inspiração e a direção necessárias para dar o próximo passo em direção a nossos objetivos! É por isso que reuni alguns dos melhores podcasts motivacionais que você deve considerar ouvir e assinar para 2020.…

Junho 14, 2020

Carne de sol – como dessalgar e cozinhar!

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

Imagem: alagoastempo.com.br

No nordeste brasileiro existe uma prática comum de conservar carne: salga-se e coloca-se secando ao sol.

É assim que nasce a carne de sol, geralmente bovina, também chamada de carne de vento, carne do sertão, carne seca e carne de charque.

Em resultado disso a carne de sol é bastante salgada e seca, pelo que é necessário saber como preparar uma carne de sol. Aqui TudoReceitas mostramos para você como dessalgar carne de sol, confira e delicie-se!

Também lhe pode interessar: Panqueca de carne de sol

Passos a seguir para fazer esta receita:

1

A carne de sol é uma carne que passou por um processo de cura pelo efeito do sal e da exposição à luz solar. Por essa razão é necessário saber como tirar o sal da carne de sol, de forma a poder consumi-la de um jeito gostoso.

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

Imagem: ufmg.br

2

Mas como dessalgar carne de sol? Comece por lavar muito bem a peça de carne em água corrente. Depois coloque a carne em uma vasilha com 2 litros de leite e deixe repousar por 2-3 horas. O leite ajuda a amaciar as fibras da carne e a suavizar o sabor. Após esse tempo retire a carne e seque com papel toalha.

Dica: aproveite o leite para preparar um pirão de leite.

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

3

Agora você pode cozinhar a carne de sol da forma que mais gostar! Nossa sugestão, segundo a tradição nordestina, é leve ao fogo uma frigideira o alho cortado em rodelas e a manteiga de garrafa.

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

Imagem: come-se.blogspot.pt

4

Frite a carne de sol até que fique ligeiramente dourada por fora e ainda rosada e macia no interior. Devido ao processo de cura pelo qual a carne de sol passou ela já se encontra pré-cozida por isso, quanto mais você cozinhar a carne de sol na frigideira, mais dura ela ficará.

Leia também:  Como ajudar seu cônjuge a lidar com a depressão

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

Imagem: fotosefotos.com

Truques

  • A carne de sol não necessita de sal, já que ela é salgada.

Como fazer charque caseiro – Fácil

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

Charque é a espécie de carne seca desidratada no sol que se consome no Sul do Brasil, principalmente no Rio Grande do Sul. A quantidade de sal usada no preparo, a quantidade de gordura que a peça de carne (na maioria das vezes bovina) deve ter e o tempo de desidratação são diferenciais para distinguir o charque da carne seca e da carne de sol, pois são muito confundidos.

Esse tipo de carne pode ser produzido em grande escala. O processo de desidratação permite que seja consumida muitos dias após a data de fabricação e transportada por longas distâncias sem refrigeração. A partir do charque dessalgado você consegue preparar pratos como paçoca de carne, arroz carreteiro, entre outros.

Desidratar a carne soa um tanto quanto complicado mas é totalmente possível fazer em casa. Ficou com vontade? Agora o umCOMO te mostra como fazer charque caseiro.

Passos a seguir para fazer esta receita:

1

Se a peça de carne estiver muito grande, corte em mantas de aproximadamente 3 centímetros de espessura. Ou, quando for ao açougue você já pode pedir o corte em manta.

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

Imagem: feed.com.br

2

Se houver excesso de gordura nas laterais, retire com o auxílio de uma faca.

3

Transfira a carne do charque caseiro para uma bacia e cubra com sal grosso. Se você não tem sal grosso, pode ser outro tipo de sal. O importante é que ela fique submersa pelo sal por todas as extremidades.

4

Cubra a bacia do charque caseiro com um pano limpo. Essa carne deverá ficar no sal por 72 horas (3 dias).

5

Pelo menos 1 vez por dia (a cada 24 horas), com cuidado incline a bacia na pia para o líquido que se soltou da carne escorrer. Despreza esse líquido.

6

Após as 72 horas, espete a carne em um gancho para pendurar carne (encontrado em lojas de artigos para churrasco) e deixe pendurada em um local de sombra por 60 horas (2 dias e meio).

7

Passado o tempo, retire a carne do gancho e tire o excesso de sal. A esse ponto seu charque caseiro já está pronto para ser usado no preparo de receitas. Para armazenar, envolva em plástico filme e guarde na geladeira.

8

Praticamente todas as receitas com charque pedem que ele seja dessalgado, o procedimento é igual ao de dessalgar carne de sol. Algumas sugestões de pratos de carne de sol que também podem ser feitos com charque são:

  • Feijão com carne seca
  • Feijoada
  • Baião de dois
  • Charque com mandioca

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

Imagem: barpedia.org

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como fazer charque caseiro, recomendamos que entre na nossa categoria de Comida e Bebida.

O charque e jerked beef são inspecionada pelo SIF, produzidos da Carne Bovina e tem cortes diferentes

  • 17/12/201917/12/2019
  • por Anhanguera Carne Seca
  • É nesta época do ano, com muitas festas e eventos que não podemos deixar o estoque esvaziar.
  • Se você precisa do nosso vendedor, estou pronto!
  • Quer saber mais sobre o Charque e o Jerked Beef? Estamos esperando o seu contato:
  • ☏ Telefone +55 11 2050-6253
  • ✆ WhatsApp +55 11 94007 4200

✉ Email – [email protected]

Conheça nossos produto,☞ clique aqui!☜

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

  • 12/12/201912/12/2019
  • por Anhanguera Carne Seca

Os nossos produtos são embalados a vácuo, logo instruímos todos os nossos parceiros a empilhar no máximo 5 caixas, como pode-se observado nesta imagem.

Mas por que 5 caixas? Por se tratar de uma embalagem a vácuo, isso pode obstruir a embalagem e comprometer a qualidade do Jerked Beef ou Charque.

  1. Quer saber mais sobre o Charque e o Jerked Beef? Estamos esperando o seu contato:
  2. ☏ Telefone +55 11 2050-6253
  3. ✆ WhatsApp +55 11 94007 4200

✉ Email – [email protected]

Conheça nossos produto,☞ clique aqui!☜

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)Como preservar o jerked beef? – Anhanguera Carne Seca e Charque

Como montar cesta básica? Aprenda aqui! – Blog B2B

Considerada a alternativa ideal para quem deseja economizar ou ajudar famílias carentes, a cesta básica conquistou um lugar de destaque na mesa de diversas famílias. Devido à sua importância, saber como montar cesta básica tornou-se fundamental para obter os produtos necessários e adequados para a alimentação.

Por essa razão, se a intenção é ajudar ou economizar, não basta escolher qualquer tipo de alimento na prateleira de um supermercado. Além dessa opção, existem outras alternativas que podem oferecer várias vantagens, como optar comprar cestas por meio de empresas especializadas que fornecem todo o suporte necessário com relação à montagem e à entrega da cesta básica.

Ficou interessado no assunto e quer saber como montar cesta básica? Então confira nossas dicas e descubra que uma cesta pode ir muito além de um simples prato de comida na mesa!

Saiba quais alimentos precisam conter na cesta básica

Vale a pena ressaltar que cada região determina os alimentos específicos que podem compor uma cesta básica.

Além do tradicional arroz e feijão, outros alimentos são essenciais para compor a alimentação básica de uma família. Abaixo descrevemos os produtos que não podem faltar em sua cesta básica.

Leia também:  Como aprender as fraquezas de cada tipo de pokemon

 — elementos principais de qualquer cesta —, você pode encontrar outras variações disponíveis, como:

  • arroz
  • feijão
  • óleo de soja
  • sal
  • açúcar
  • café
  • molho de tomate
  • macarrão espaguete ou parafuso
  • sardinha/ atum
  • salsicha/ charque
  • milho/ ervilha ou seleta de legumes
  • farinha de- trigo/ mandioca
  • biscoito doce ou salgado
  • leite em pó

Além disso, se você precisar montar uma cesta básica mais completa, é possível incluir produtos de limpeza,  que são essenciais para a manutenção de uma casa.

É importante lembrar que, a quantidade de cada produto, poderá variar de acordo com o número de pessoas por família. 

Para facilitar a escolha dos produtos, a melhor alternativa é consultar empresas especializadas que disponibilizam diversos modelos de cestas. Além de contar um um profissional treinado que poderá tirar todas suas dúvidas com relação à escolha dos itens. 

Faça cotações com vendedores

Antes de adquirir uma cesta básica a melhor opção é fazer cotações variadas. Dessa forma, você pesquisa diferentes preços e aumenta as chances de oferecer uma cesta que atenda às necessidades de quem vai recebê-la.

Além disso, aproveite para solicitar ao próprio vendedor cestas que contenham prazos com maior validade — assim você aumenta a vida útil dos alimentos e não corre o risco perder esse prazo em pouco tempo.

Verifique a qualidade dos produtos

Os alimentos de uma cesta precisam ser de qualidade. Por esse motivo, verifique sempre a data de validade e se o produto está com uma aparência agradável. A mesma atenção vale para embalagens: caso elas estiverem violadas, não poderão ser colocadas em uma cesta básica.

Por outro lado, ao comprar uma cesta já montada, dificilmente você terá esse tipo de problema, já que existe um rígido controle de qualidade na seleção e no armazenamento dos produtos.

Saiba onde comprar os produtos

Qualquer supermercado pode oferecer os produtos de uma cesta básica. No entanto, para quem deseja economizar e adquirir uma cesta de qualidade, a melhor decisão é recorrer a empresas que vendem a cesta montada.

Nesse caso, esse tipo de cesta poderá sair até 30% mais barato com relação a um supermercado. Além de ser uma compra segura, essa escolha poderá fazer grande diferença no bolso de quem adquire.

Não se esqueça ainda que algumas empresas oferecem a solução perfeita para quem deseja saber como montar cesta básica. Por meio dos serviços especializados da Cesta Nobre, você pode montar sua cesta básica com diferentes padrões e ainda fazer todo esse procedimento on-line.

Descobriu como montar cesta básica de uma forma econômica e eficiente? Quer conhecer melhor os serviços oferecidos pela Cesta Nobre? Entre em contato com a gente!

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)Publicado Por:Vinicius Dias –  Marketing Digital

Como fazer carne seca em 6 passos | Facilita Consul

Como Armazenar Charque: 4 Passos (com Imagens)

A carne seca é uma paixão nacional!

Muito consumida em todas as regiões do Brasil principalmente na região nordeste, ela é a base de muitas receitas como: arroz carreteiro, feijão tropeiro, virados, escondidinho, bolinhos, caldos e afins.

Foram os tropeiros os inventores do quarteto mais que brasileiro arroz, feijão, farinha de mandioca e carne seca.

Da mistura desses ingredientes nasceram o arroz carreteiro, o feijão tropeiro, os virados, os tutus, as farofas e os inúmeros mexidos.

E falando em carne seca, a iguaria faz parte da alimentação de todos os brasileiros, principalmente quem mora no Nordeste.

Aliás, o clima do Nordeste, por ser seco e quente, agiliza bastante o processo de cura da carne. Apesar deste tipo de carne ser muito querido pelos nordestinos, a carne seca é consumida em todo o Brasil, e a técnica para a cura dessa carne é antiga, feita por meio da salga, que permite estocar a carne por períodos maiores de tempo mesmo sem geladeira.

Mas não faça confusão: aquelas carnes de porco salgadas usadas para feijoada não entram na seara das carnes secas, mas sim, das salgadas.

Conheça as diferenças entre os tipos de carne seca que existem no Brasil

Carne-de-sol

Ela é também conhecida como carne-de-vento, carne serenada ou carne-do-sertão. Apesar do nome, ela nem sempre é seca ao sol, podendo ser curada no sereno, ou ainda em áreas cobertas e ventiladas, protegidas por telas. Pela técnica artesanal, a carne é aberta em mantas finas, de mais ou menos 4 cm, salgadas com sal refinado e deixada para secar por três dias.

O resultado é uma carne marrom-acinzentada, avermelhada por dentro, com sabor e aroma característicos do processo de cura. Os principais produtores de carne-de-sol ficam em Minas Gerais, Paraíba e Rio Grande do Norte. Para este tipo de técnica de cura e salga da carne, geralmente são usados cortes bovinos de primeira, como coxão mole, coxão duro, patinho e lagarto.

Carne seca

Uma variação da carne-de-sol, é geralmente preparada com coxão duro, coxão mole e braço bovino.

A principal diferença entre a carne-de-sol é que esta carne é ainda mais seca, mais salgada e tem o tempo de cura maior.

Este tipo de carne é produzido em escala industrial e leva conservantes como o nitrato, que a deixam com aspecto avermelhado. É boa para desfiar e usar em feijoadas, cozidos e em recheios de tortas salgadas.

Charque

Este tipo de carne seca é geralmente feito com carnes de segunda, como ponta de agulha e outras partes dianteiras do boi. Ela é bem mais rústica e desidratada que a carne seca, pois é feita com mantas mais finas de carne, e com carnes menos nobres.

Leia também:  Como aprimorar sua imaginação: 13 passos (com imagens)

Depois de secas, as mantas de carne são empilhadas, e o peso de uma carne em cima da outra acaba deixando este tipo de carne ainda mais seco e endurecido.

Ela tem sabor bem pronunciado e tem veios de gordura, que são bons para o preparo de guisados e o tradicional arroz de carreteiro.

Como fazer carne seca

Antes de usar a carne seca em alguma receita:

  1. Corte a carne em cubos de 7 cm e deixe-a de molho um dia antes em água. Esse corte é importante, pois não deixa a carne nem tão salgada, e nem totalmente sem sal.
  2. Lave bem a carne em água corrente, para ter certeza que retirou todo o sal que fica na superfície.
  3. Depois, mergulhe o naco de carne seca em água gelada, usando a proporção de 2,5 litros para cada quilo de carne.

Para o pré-cozimento:

  1. Jogue fora a água usada para lavar a carne e deixá-la de molho. Para esta etapa, use a proporção de 2 litros de água para cada quilo de carne seca.
  2. Um truque: depois de cozinhar por 20 minutos, descarte a água do cozimento e adicione a mesma proporção de água quente.
  3. Deixe cozinhar até que a carne fique macia o suficiente para partir com um garfo.

Para ensopados ou até mesmo para desfiar a carne seca, use o caldo deste segundo cozimento para dar mais sabor e umidade às suas preparações.

Já a carne-de-sol não precisa passar pela etapa do molho. Apenas lave-a em água corrente para eliminar o excesso de sal.

Caso você perceba que pela cura a carne acabou ficando dura e salgada demais, lave-a e depois deixe a peça inteira de molho em uma mistura de leite com água gelada, dentro da geladeira, por mais ou menos 6 horas. Quando você for usá-la para cozinhar, basta retirá-la do molho.

Terminou a sua receita e percebeu que fez a maior sujeira? Saiba como fazer a limpeza do fogão se danificar o seu eletrodoméstico.

Como Fazer Carne de Sol Com a Carne Crua – DIY

Como boa nordestina gosto demais de Carne do Sol, quando morei no Estado de São Paulo eu não encontrava muito fácil para comprar, então todas as vezes que minha mãe ia me visitar ela fazia para deixar lá para a gente. Eu nunca tinha feito, mas como tem sempre gente que me pergunta como faz, resolvi fazer para colocar no blog. É facílimo!!!
Agora quem gosta de Carne do Sol e mora no exterior ou em Estados onde não encontra para comprar, agora já pode fazer a sua própria Carne do Sol. Quem sabe você até se torna uma fornecedora de Carne do Sol para os amigos e conhecidos aí na sua cidade, já pensou um din din extra no fim do mês.

Primeira pergunta:
Qual carne usar?
Tem que ser uma carne de boa qualidade. Pode ser por exemplo: maminha, picanha, contra-filé, coxão-mole, alcatra, até com lagarto eu soube de gente que fez e ficou bom.

Segunda pergunta:
Qual o sal que devo usar? O fino ou o grosso?
Eu prefiro o fino, pois ele penetra melhor na carne tornando o processo mais rápido.

Terceira pregunta:
Quanto de sal vai usar?
Tanto eu quanto minha mãe colocamos no olhômetro, isto é, não temos medida, mas não economize. O sal é usado para desidratar a carne então coloque bastante. Quem já fez receitas com carne do sol sabe que ela é bem salgada (tipo o bacalhau) e que antes de prepará-la temos que dessagá-la.

Quarta pergunta:
Fica muito tempo no sol?
Ela chama-se Carne do Sol, mas não vai no sol e sim no sereno.

Vamos fazer então?

Escolha uma carne de boa qualidade e abra em mantas com aproximadamente 3 a 4 cm de espessura. Coloque a manta de carne em um recipiente e  espalhe o sal por cima, vire a carne e espalhe o sal do outro lado também. Cubra o recipiente com um pano de prato e deixe descansando por aproximadamente 12 horas.

Agora coloque um varal à sombra,  pendure a carne e deixe “curar” mais ou menos 48 horas. Se puder deixar no sereno melhor ainda. Eu coloquei um varal entre a cozinha e a despensa (onde tem uma janela), no quintal não ia rolar, pois ia ser um banquete para os gatos da vizinhança, hahaha.

Durante a noite eu deixei a carne descoberta, mas durante o dia eu cobri com um paninho por conta das moscas, poeira, estas coisas.
Depois de pronta é só conservar na geladeira.

Obs. Depois de pronta a carne muda de cor. Você vai ver que ela fica mais escura que a carne crua.

  1. Quando for usar a carne, lave muito bem para retirar o excesso de sal. Depois deixe de molho no leite que além de tirar o resto do sal, vai deixar a carne bem mais macia.
  2. Quando fritar a Carne do Sol, não deixe muito no fogo, pois ela fica dura. O sal já faz uma espécie de pré-cozimento na carne, então quando dourar um pouquinho já retire do fogo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*