Como aprender a criar projetos em cad: 8 passos

  • A porta de entrada para os estudantes de Arquitetura chama-se AutoCAD e saber como plotar no AutoCAD costumava ser um grande bicho de 7 cabeças.
  • Mas agora que você chegou até aqui, plotar não será mais um problema para você!
  • Em minha video aula de como plotar em autoCAD (final do artigo) eu mostro para você, caro leitor, que não há mistério nenhum nessa atividade.
  • Aliás, pra começo de conversa, você sabe o significado da palavra Plotar?
  • Plotar = Imprimir
  • Portanto saber como plotar no autoCAD é saber imprimir.

Como plotar no AutoCAD

A impressão consiste em 5 passos básicos:

1 – Identificar os ambientes de trabalho do AutoCAD: Layout e o Model

O ambiente  MODEL é aquele onde geralmente o fundo é todo preto, é o local onde produzimos nossos desenhos.

O ambiente LAYOUT é o local onde devemos formatar as pranchas de impressão, incluindo as escalas, e o fundo é branco!

Sim, eu sei! Muita gente cria pranchas e imprimi tudo direto do model, mas um bom cadista de verdade, antes de sair fazendo o que ele acha ser o mais fácil e rápido, deve antes aprender o correto, e eu como professora devo ensinar sempre o certo.

2 – Adotar uma escala de trabalho

  1. O AutoCAD não trabalha com uma escala determinada.
  2. Para ele 1 unidade pode significar 1m, 1mm, 1cm, ou 1km.

  3. Na verdade pode significar o que você determinar!
  4. Por isso é importante que antes de começar o seu desenho você configure as escalas que irá utilizar em seu projeto.

Isso é muito importante, pois em uma mesma prancha você pode ter 2 ou mais escalas e você não deve jamais escalonar ou escalar desenhos no model. Para que você utilize escalas diferentes em uma mesma prancha é que existe o Layout.

Se você escalar uma planta em 0.5 para transformar um desenho em escala 1:200, pode apostar que isso causará um transtorno sem igual.

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

O problema principal será a cota. Tudo o que for cotado terá o seu valor reduzido pela metade.

O segundo problema será  a configuração dos textos, sairão todos da altura padrão.

Se houver alteração posterior do desenho será necessário re-escalar tudo novamente. Imagine uma vida de vai e volta de escalas? Nada prático.

Por isso existe o Layout! Nele você poderá trabalhar com escalas 1:100, 1:50, 1:20. 1:5,1:1 de maneira correta e eficiente. Pois a partir do momento em que você criar as escalas é que você poderá atribui-las ao seu desenho através do que nós chamamos de VIEWPORT.

Uma janela para um novo mundo

A viewport é a sua janela para o mundo das escalas. Através da viewport você chama o trecho do desenho que deseja imprimir na escala em que você quer imprimir.

Para imprimir no Layout é preciso que antes você escolha uma folha de impressão onde serão distribuídos os seus desenhos, para depois colocá-los em uma viewport.

IMPORTANTE: a folha deve ser desenhada sempre na escala 1:1, mais pra frente você vai entender o motivo de desenhá-la tão grande assim.

3 – Trabalhando desenhos e escalas no Layout

Ao criar um layout de impressão, ou uma folha para impressão, identifique-a renomeando-a com um nome único; não se pode dar o mesmo nome para 2 layouts dentro do mesmo arquivo.

Depois apague a viewport que o AutoCAD criou automaticamente, você deve criar a sua viewport!

Agora é o momento em que você traz para a viewport a sua folha de impressão, com o formato que você pré estipulou, pode ser A1, A2, A0, etc..

Lembre-se: o importante é que a folha de impressão seja sempre na escala 1:1.

Para trazer a sua folha do model para o layout é só cola-la dentro do layout, com CONTROL+C e CONTROL+V. Para visualizá-la amplamente é só dar um zoom out na tela.

Criando viewports

Como o comando MV. você criará uma viewport.

E qual a função da viewport?

  • A função da viewport é determinar a área a ser impressa em uma determinada escala.
  • Basta abrir um retângulo na tela e um portal do model se abrirá para você no layout.
  • A partir do momento em que você aumenta ou diminui o tamanho da viewport acionando os quadradinhos chamados GRIPS, você vai visualizando uma área maior ou menor do trabalho que foi desenvolvido dentro do model.

Atenção: Inicialmente essa viewport não contém uma escala definida. Você terá que criar uma escala e aplicá-la na Viewport.

Criando escalas

Como eu disse anteriormente o AutoCAD não tem uma escala definida, você é quem cria e aplica essas escalas no seu desenho, e ela é aplicada na viewport.

A escala da viewport é quem vai definir a escala do desenho.

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

Imagem 1: Criando escalas

Para aprender como plotar no AutoCAD você também precisa entender como se calcula e configura uma escala para plotar no AutoCAD.

Escala de ampliação e redução

  1. A baixo você tem 3 tabelas, a terceira tabela é que a maioria de nós utilizamos para aplicar escalas em nossos desenhos.

  2. Primeiro observe que antes da barra (/) existem três opções de numerações: 1000, 10 e 1,certo?
  3. Para aprender como plotar no AutoCAD MEMORIZE isso pra sempre:
  4. Quando a numeração antes da barra for maior que depois da barra, a escala é ampliação.

  5. Quando a numeração antes da barra for menor que depois da barra, a escala é de redução.

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

  • Imagem 2: Tipos de escalas
  • Engenheiros e Arquitetos em sua maioria utilizam escalas de REDUÇÃO.
  • Tanto no papel quanto no AutoCAD: 1 /100 significa que para 1 unidade temos 100 milímetros, e é essa conta que faz com que a escala saía na escala 1:100.
  • Quando digitamos 1 no teclado estamos especificando que esse 1 será 1 metro.
  • Veja abaixo o que você deve preencher no Add Scale:

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

Imagem 3: Adicionando escalas

Paper Units: 1 unidade no papel corresponderá a 1mm. Transformando esse 1mm em metros teremos 1000mm.

Drawing Units: É o seu fator de escala escolhido, no caso 1:100

O Scale name é o nome que você atribui a escala para identificá-lo na hora de usar a viewport.

Estabelecendo uma escala para a viewport

  1. Para atribuir a uma viewport uma escala conhecida (anteriormente já pré-configurada por você), basta selecionar a viewport e clicar na escala desejada, como mostrada acima na Imagem 1.

  2. Prontinho!
  3. O primeiro passo sobre como plotar em AutoCAD através da viewport você já entendeu.

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

Agora é só ajustar a área do desenho que você deseja mostrar dentro da viewport; você pode ir aumentando o tamanho da área do retângulo para que seu desenho apareça mais, ou menos. Contudo faça isso SEM ACIONAR O ZOOM IN ou OUT, pois assim o desenho saíra da escala; utilize somente o PAN.

Para entrar na viewport é só dar 2 clicks dentro da mesma, e pra sair é só clicar fora dela.

Fora da viewport é que você poderá dar zoom na sua folha inteira. Você poderá mover a viewport de lugar na folha, mas não dê ZOOM dentro da viewport, pois como já dito, assim você perderá a escala.

  • Se perder a escala é só selecionar a viewport e atribuir a escala novamente; então saia imediatamente da viewport e não volte a dar zoom novamente com a viewport aberta.
  • E assim você vai criando viewports para cada desenho, conseguindo ter vários desenhos com várias escalas em uma mesma prancha.
  • Viu como é fácil?
  • Depois é só arrumar as viewports na folha, alinhando tudo bonitinho para uma boa impressão.
Leia também:  Como alegrar a sua vida: 11 passos (com imagens)

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

 Imagem 4: Viewports

4 – Configurando espessuras e cores das penas de impressão

Com a prancha organizada e pronta pra impressão, é necessário inicialmente configurar 5 de 6 itens:

  • Printer/ Plotter, ou seja, a impressora, o local onde será impresso o seu desenho. E, NAME estabeleça a impressão em PDF; você poderá enviar seu trabalho a terceiros que não possuam o autocad instalado. Isso é bom porque de certa forma preserva a autoria do projeto evitando modificações não autorizadas;
  • Paper Size: Tamanho da Folha: A1, A2, A3, etc;
  • Plot area: Escolhendo a opção Windows você poderá selecionar a área de impressão;
  • Plot offset: É a origem do desenho, onde será dada início a impressão. Você poderá ter uma prévia do trabalho clicando em PREVIEW;
  • Plot Scale: A escala de impressão;
  • Drawing orientation: A posição da folha, se sairá na vertical ou horizontal.

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

Imagem 5: Configuração do Plot

Até aqui é simples, o 6 item chamado Plot Style Table, o famoso CTB, é o local onde se estabelece a espessura das penas e a cor de impressão. Aqui você deve prestar bem atenção, pois se uma cor for configurada errada todo o desenho poderá sair errado.

Configurando CTB

  1. CTB é o nome do arquivo onde ficam armazenados as configurações das penas. É sempre bom você criar o seu próprio CTB:
  2. Escolhendo a opção NEW, seguida de START FROM SCRATCH, avance e dê um nome ao seu arquivo.

  3. A partir deste momento ele será listado com os demais arquivos, no entanto para plotá-lo ainda é necessário configurar as espessuras e as cores das penas

Relacione a cor da linha, por exemplo, Color 01, mude para a cor Black.

Ao fazer isso você está dizendo que tudo que estiver em COLOR 1 no seu desenho sairá na cor PRETA.

Em seguida no Lineweight, estabeleça a espessura que essa linha terá: 0,1 ou 0,2 ou 0,3… assim por diante.

Para cada cor utilizada em seu desenho estabeleça uma relação de espessura.

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

  • Imagem 5: Plot Style: CTB de penas
  • Prontinho, com essas dicas mais a video aula abaixo você não terá mais aquela dúvida cruel de como plotar no AutoCAD.
  • Gostou do artigo?
  • Ele faz parte do meu curso de AutoCAD Projetos de Prefeitura, onde além de aprender a desenhar você aprenderá a desenvolver projetos de arquitetura e prefeitura de forma muito fácil e profissional, INCLUINDO como plotar no AutoCAD e principalmente como trabalhar com escalas corretamente!

AutoCAD – Definição e Comandos Básicos de AutoCAD

AutoCAD é um software do tipo CAD — computer aided design ou projeto assistido por computador — criado e comercializado pela Autodesk, Inc. desde 1982.

É utilizado principalmente para a elaboração de peças de desenho técnico em duas dimensões (2D) e para criação de modelos tridimensionais (3D).

Além dos desenhos técnicos, o software vem disponibilizando, em suas versões mais recentes, vários recursos para visualização em diversos formatos. É amplamente utilizado em arquitetura, design de interiores, engenharia mecânica e em vários outros ramos da indústria.

Alguns conceitos básicos

CAD – A sigla CAD vem do inglês “Computer Aidded Design” que significa Desenho Assistido por Computador. Na verdade são programas (softwares) para computador específicos para geração de desenhos e projetos.

CAE – “Computer Aidded Enginner” – é uma etapa que realiza em “protótipos”, exercer em desenhos virtuais as cargas e esforços cuja tal peça vai sofrer em seu trabalho ou sua utilização.

CAM – A sigla CAM também vem do inglês “Computer Aidded Manufacturing” que significa Fabricação Assistida por Computador. Esse é um passo posterior ao CAD, (na Mecânica) se caracteriza pela geração de códigos específicos interpretáveis por máquinas operatrizes utilizadas na fabricação de peças.

GIS – (Geografic Information Sistem) Sistema de geoprocessamento – Sistema para processar e gerar imagens cartográficas, mapeamento e elaboração de bases cartográficas e bancos de dados.

AutoCAD – O AutoCAD é um programa (software), que se enquadra no conceito de tecnologia CAD e é utilizado mundialmente para a criação de projetos em computador.

Na verdade, AutoCAD é o nome de um produto, assim como Windows, Office (Word, Excel,…), etc.

Existem outros softwares de CAD como MicroStation, VectorWorks, IntelligentCad; para modelamento tridimensional e paramétricos como Catia, Pro Engineer, Solid Works, Solid Edges, etc.

Autodesk – Autodesk é o nome da empresa que desenvolve e comercializa o AutoCAD.

Tela de abertura

Nesta tela nos é solicitado intervir de modo a escolher o sistema de medidas a ser trabalhado no AutoCAD. No Brasil, é bastante comum o uso do sistema métrico.

  • Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos Figura 1 – tela de abertura do AutoCAD 2000
  • A tela gráfica

Após escolhermos o sistema de medidas, o AutoCAD conclui o processo de inicialização e fica disponível para as entradas de comandos via teclado ou desenhos por meio do teclado. Antes de prosseguirmos aos comandos iniciais, é interessante observarmos que após a digitação de um comando, é imprescindível que a tecla seja pressionada, para efetivação.

2. Comandos iniciais

Line

Acesso por menu: Draw > Line Via teclado: Line ou, no modo abreviado, L

Dado o comando, independente do modo, aparece no área de comandos “Specify first point” (em Inglês, “Especifique primeiro ponto”).

Este ponto pode ser definido de várias formas: podemos simplesmente clicar com o botão esquerdo do mouse na área gráfica, ou ainda, digitar a coordenada referente ao ponto exato onde queremos iniciar a linha.

Após especificarmos o primeiro ponto, é solicitado o próximo ponto (“Specify next point”), que pode ser definido igualmente ao primeiro. E assim o programa continua solicitando o próximo ponto, até que pressionemos a tecla para finalizar a operação.

Uma utilidade muito importante é o ORTO, que serve para desenharmos com ângulos de 90° e seus derivados. A tecla F8 faz ativar / desativar o ORTO.

Caso eu queira selecionar um objeto, podemos pulsar um clique diretamente sobre ele, ou ainda usar as opções de quadro de seleção.

Quando eu seleciono, da esquerda para a direita, a área de seleção tem que passar por todo o objeto para selecioná-lo efetivamente, ao passo que fazendo o processo da direita para a esquerda, basta que a área de seleção “toque” em alguma parte do objeto para que o todo seja selecionado. Caso queira cancelar algum comando, não importante quantos passos tenham sido processados, basta pressionar a tecla .

  1. Circle
  2. Offset
  3. Com estes três comandos já podemos criar vários desenhos, desta forma, tentemos criar o simples desenho abaixo:

Acesso por menu: Draw > Circle Via teclado: Circle ou, no modo abreviado, C Inicialmente acionado o comando, pede-se um ponto que é o centro do circulo, que pode ser aleatório ou um centro determinado. Agora é somente digitar o valor do raio do nosso circulo. Opções de circle: 3P – Desenha círculo através de 3 pontos 2P – Desenha círculo através de 2 pontos TTR – Desenha círculo tangente a dois objetos selecionados e a especificação do raio. Acesso por menu: Modify > Offset Via teclado: Offset ou, no modo abreviado, O Uma tradução livre para este comando seria “equidistância”, ou seja, permite que eu faça um objeto similar a um outro, especificando apenas a distância de um ao outro. Uma vez escolhido a ferramenta, nos é solicitado para digitarmos a distância desejada; em seguida, especificamos o objeto que queremos uma cópia equidistante. Finalmente, nos é solicitado que cliquemos em qual lado do objeto (ou interna ou externamente, no caso de objetos fechados) para que possa ser criada a cópia.

Leia também:  Como ajudar um pássaro com a asa quebrada: 13 passos

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade 😉

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

A fim de facilitar, por exemplo, a construção de uma linha que cruze exatamente o centro, é interessante fazermos uso da ‘paleta’ “Object snap” (clique com botão direito em qualquer espaço da barra de ferramentas, e selecione “Object snap”):

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

Esta paleta nos permite desenhar com referências. Devemos explorá-la para que saibamos utilizá-la com destreza. Extend Acesso por menu: Modify > Extend Via teclado: Extend ou, no modo abreviado, Ex Em poucas palavras, podemos dizer que este comando permite extender uma linha até o encontro de um objeto por nós especificado.

Rectangle Acesso por menu: Draw > Rectangle Via teclado: Rectangle ou, no modo abreviado, Rec Inicialmente o comando pede um ponto, que pode ser aleatório ou um ponto determinado.

A partir desse ponto podemos gerar um retângulo por uma diagonal imaginária, onde podemos clicar um ponto para gerar um retângulo aleatório ou inserir uma coordenada.

  • Opções de Rectangle:
  • CHAMFER – Opção de chanfrar todos os cantos do retângulo com medidas definidas ELEVATION – Opção de criação de retângulo elevado a uma medida ao plano 0(zero) 3D FILLET – Opção de arredondar todos os cantos definindo um raio THIKENESS – Opção especifica uma “extrusão” do retângulo em 3D WIDTH – Opção de definir espessuras de linhas de seu retângulo
  • Arc
  • Resumidamente, este comando permite desenhar arcos, a partir de 3 pontos ou do centro.

Acesso por menu: Draw > Arc Via teclado: Arc ou, no modo abreviado, A Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

Acesso por menu: Draw > Hatch Via teclado: Hatch ou, no modo abreviado, H

Permite criar hachuras (sombreados) nas figuras. No modo “user defined” posso especificar o tipo de hachura, o ângulo de sua inclinação e o espaçamento entre as linhas de hachuras.

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

A “fluência” em todo processo de aprendizagem é adquirida com a prática, portanto, pratiquemos:

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

  1. Por Wendley Souza Prof. Engenharia da Computação
  2. Universidade Federal do Ceará – UFC

Microgenios | Treinamentos em Sistemas Embarcados

Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos

  • Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos 25 aulas Total: 386min  Curso Online: Linguagem C (Padrão ANSI). Aprenda a Programar em C. Este curso é de vital importância para todos que desejam desenvolver projetos em C com Microcontrolador. Por meio de aulas em vídeo são apresentados os principais recursos da linguagem C como matrizes e ponteiros, estruturas, uniões, funções, mapeamento de variáveis em memória e muito mais.
  • Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos +VER CURSO 18 aulas Total: 360min  Curso Online: Redes e Protocolos Industriais: Modbus RTU (RS485) com Arduino.Este curso ensina com detalhes como construir redes industriais Modbus RTU RS485 utilizando Arduino UNO e MEGA. Sem dúvida é um dos cursos mais completo e detalhado sobre Modbus RTU com suporte a modo SLAVE e MASTER. Conecte agora seu CLP ao Arduino! VER CURSO
  • Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos +VER CURSO 29 aulas | Total: 480min  Curso Online: Curso Online: FreeRTOs Sistema Operacional de Tempo Real com PIC32.Aprenda e embarque o RTOs mais utilizado no mundo em seus projetos microcontrolados! Este curso tem por objetivo ensinar de forma prática como utilizar os principais serviços e recursos do FreeRTOs para você desenvolver projetos avançados com microcontroladores 32 bits. VER CURSO
  • Como Aprender a Criar Projetos em CAD: 8 Passos +VER CURSO 17 aulas | Total: 480min  Curso Online: Arduino – Primeiros e Segundos Passos.Quer aprender a programar Arduino? Faça este curso e aprenda os primeiros e segundos passos para desenvolver projetos usando as bibliotecas, ferramentas e IDE Arduino. São realizados projetos usando GPIO, LCD, Leitura de Sensores via Canais ADs e Interface Serial com o computador. VER CURSO
  • +VER CURSO 4 aulas | Total: 214min  Curso Online: Raspberry Pi: Criação de projetos de hardware utilizado I/O.Este curso ensina como instalar e configurar o sistema operacional Raspbian na placa Raspberry e como utilizar a linguagem Python para criar programas que acessem os I/O da placa, também é apresentada conexão serial entre a Raspberry e um Arduino. VER CURSO
  • +VER CURSO 58 aulas | Total: 1260min  Curso Online: Especialização em Interfaces Gráficas (USB e Serial RS232) com Visual C#.Aprenda a criar suas próprias Interfaces Visuais, supervisórios industriais e software de controle para seus produtos. Desenvolva softwares utilizando Visual C# para controle e captura de dados através das portas de comunicação Serial RS232 e USB com PIC18F4550. VER CURSO
  • +VER CURSO 9 aulas | Total: 225min  Curso Online: Sistema de Telemetria por GSM/GPRS.Neste curso você irá aprender a como desenvolver programas em C utilizando microcontroladores que sejam capazes de ler e processar informações via HTTP (WebSocket) por meio de modem GSM/GPRS. Desta forma você poderá usar o GSM/GPRS via HTTP p/ conectar com servidor Web. VER CURSO
  • +VER CURSO 21 aulas | Total: 600min  Curso Online: Microcontrolador AVR com Atmel Studio 7 e WinAVR.Aprenda a programar os Microcontroladores AVR Atmel e faça projetos incríveis! Neste curso online o aluno irá aprender desde o básico a como programar os microcontroladores ATMEGA16/32 utilizando o que há de melhor na IDE Atmel Studio 7. VER CURSO
  • +VER CURSO 17 aulas | Total: 323min  Curso Online: [RTOS] Sistema Operacional de Tempo-Real para Microcontrolador AVR.Neste curso será abordado o RTO’S OSA que oferece uma gama de serviços e permite a utilização dos microcontroladores AVR (Arduino ATMEGA328p/32) na IDE Atmel Studio 7 e compilador WinAVR GCC no qual permitirá desenvolver projetos robustos e sofisticados. VER CURSO
  • +VER CURSO 8 aulas | Total: 180min  Curso Online: Primeiros Projetos com o Compilador GCC (GNU Make) para Embarcados.Este curso apresenta os primeiros passos para utilizar o compilador GCC e a como criar arquivos makefile. Foram escolhidos as distribuições do AVR-GCC e ARM-GCC. Nada melhor do que entender o fluxo de compilação e a importância de um arquivo makefile. VER CURSO

Lista de Cursos Presenciais

Faça projetos para Internet das Coisas (IoT) utilizando o que há de melhor na família ESP32. Este curso tem por objetivo capacitar o profissional na programação de um dos melhores Sistemas Operacionais de Tempo Real do mercado, o FreeRTOS.

Em seguida é abordado a instalação e configuração do broker MQTT Mosquitto. Após sua configuração são feitas as comunicações entre um servidor MQTT e módulo IoT ESP32. Você vai aprender a como desenvolver códigos em C com ESP32 para a realização de comunicações via Rest HTTP.

Por meio desses projetos você poderá realizar a comunicação com as plataformas de internet das coisas.

Garanta a sua vaga!

Descontos Especiais para Professores e Alunos!
CLIQUE AQUI E CONHEÇA O CURSO

Este curso tem por objetivo capacitar o profissional a construir projetos com microcontroladores PIC16F e PIC18F Microchip em conjunto com o compilador mikroC PRO for PIC. Estudo dos registradores, periféricos e compiladores são amplamente abordado afim de manipular I/Os, sensores, displays LCDs, relés, dentre outros.

Garanta a sua vaga!

Leia também:  Como apagar músicas do iphone (com imagens)

Descontos Especiais para Professores e Alunos!
CLIQUE AQUI E CONHEÇA O CURSO

Este curso atende todo público, principalmente os iniciantes, pois o Arduino é uma ótima porta de entrada para todos no universo dos microcontroladores e sistemas embarcado. Para facilitar o desenvolvimento e entendimento dos alunos o estudo será de forma prática e baseado em projetos práticos e exercícios.

  • Garanta a sua vaga!
  • Desconto especial para professores e estudantes!
  • QUERO CONHECER O CURSO

É de grande importância que todo o profissional da área de eletrônica, informática, e mecatrônica saibam projetar e desenvolver placas de circuito impresso. Este curso aborda os conceitos fundamentais para criação de placa de circuitos impressos, desde o esquema elétrico, lay-out da PCB, e geração 3D do projeto final.

QUERO CONHECER O CURSO

Este é o curso ideal para aprender os conceitos básicos sobre a placa Raspberry Pi, Sistemas Operacionais baseados em Linux e linguagem de Programação Python e começar a desenvolver seus projetos com uma das plataformas mais utilizadas no mundo para projetos inteligentes.

Garanta a sua vaga!

Desconto especial para professores e estudantes!

QUERO CONHECER O CURSO

Desenho arquitetônico com AutoCAD para iniciantes e leigos

Se você tem a pretensão de iniciar na profissão de desenhista ou designer de arquitetura, não tem idéia por onde começar, ou até mesmo se é um estudante iniciante e não quer chegar totalmente cru no seu curso, este artigo pode ser proveitoso para você.

O objetivo aqui não é ensinar a matéria em si, mas orientar nos passos e dar um rumo pra você. Uma espécie de caminho das pedras.

Uma informação, se você tem conhecimento sobre desenho arquitetônico e quer informação sobre o uso do AutoCAD para tal, veja o artigo Desenho arquitetônico com AutoCAD para projetistas.

O objetivo aqui está um pouco além de lhe ensinar algo do tipo “como desenhar uma planta baixa no AutoCAD”, “como fazer um corte” ou coisas do gênero, pois isto não implica em uma receita de bolo e exige conhecimento técnico prévio. Serão abordados aqui pontos com orientações para você achar as informações necessárias para iniciar e conseguir fazer um projeto de arquitetura no AutoCAD.

A primeira coisa que é importante entender, é que um curso de AutoCAD não o habilita em desenho arquitetônico (nem em qualquer outro tipo de desenho). Aprender AutoCAD não significa aprender a fazer um projeto nem desenvolver qualquer tipo de desenho. O fato de você saber manusear uma régua e um compasso não faz de você um desenhista.

Então, primeiro aprenda a teoria do desenho pra depois aplicar. É preciso saber quais são as medidas padrões de uma porta para depois desenhá-la, trilhando o caminho inverso pode não só retardar o aprendizado, como aprender errado.

Uma outra informação importante que você deve ter em mente, é que o AutoCAD é um software para desenho (CAD), veja-o como uma ferramenta de desenho e não como um programa que faz projetos, pois quem fará o projeto é você. O mesmo conceito se aplica em qualquer outro software de projeto, por mais sofisticado que seja.

Por onde começar – Primeiros passos

Existe uma sequencia lógica que deve ser obedecida pra que se dê bem:

  1. Aprender desenho arquitetônico.
  2. Aprender AutoCAD, aplicando os conhecimentos do item 1
  • Então a informação direta e clara é: Se você está na faculdade ou algum curso técnico, primeiro aprenda a teoria do desenho arquitetônico, leitura de projetos, normas… E depois dê um passo adiante, que é um curso de AutoCAD.
  • Se você não está em nenhum curso, não tem nenhum conhecimento técnico e quer se ingressar na profissão de desenhista, sendo o primeiro passo aprender desenho arquitetônico, busque um curso de desenho, unidades do SENAI costumam ter.

Para aprendizado de desenho arquitetônico:Se na sua cidade não tem SENAI, ou se simplesmente não está disposto a freqüentar a sala de aula, existem alternativas como a apostila de desenho arquitetônico, conteúdos em DVD ou cursos online. Veja mais no topico “Recomendações” mais abaixo nesta página.

Para aprendizado do AutoCAD:O que não falta hoje em dia é opção de aprendizagem, seja por cursos presenciais, apostilas de AutoCAD para download, curso de AutoCAD online e vários outros recursos.

Uma pergunta que me fazem com freqüência, é da possibilidade de aprender desenho arquitetônico direto no AutoCAD, sem passar pela prancheta? Possível é, mas de qualquer forma, será necessário primeiro ter uma base técnica sobre desenho. Um curso deste então teria que ser muito bem dirigido e com uma grade muito bem elaborada e aplicada para que não seja prejuizo.

Após ter adquirido o conhecimento sobre desenho arquitetônico, caso vá optar por um curso presencial de AutoCAD na sua cidade, é importante saber que um dos requisitos de qualquer curso razoável é conhecimento prévio em desenho técnico, exceto se a matéria desenho técnico estiver inclusa no curso todo, mas neste caso o correto seria dizer um curso e desenho arquitetônico com AutoCAD, e não um curso de AutoCAD com desenho arquitetônico. Sabendo disto, é bom ter cautela e informar se há homogeneidade na turma no que diz respeito aos requisitos. Se você não tem conhecimento prévio em desenho técnico, mas mesmo assim eles abrirem uma exceção, desconfie da qualidade do curso.

Recomendações e indicações

Para quem procura indicação de material de estudos ou algum curso, deixamos aqui algumas recomendações

É comum para quem está iniciando em uma profissão ter algumas dúvidas e inseguranças em relação ao campo de trabalho.

Para a área de desenho e projeto, não há uma resposta objetiva, pois isto pode variar de acordo com a região, o bom é que você mesmo avalie se há carência ou saturação na região onde pretende atuar.

Mas como se trata de um ramo ligado à construção civil, a tendência é que sempre terá campo. A mesma coisa vale se está se ingressando em um curso técnico ou superior.

Se você é um estudante, já deve saber que será imprescindível conseguir bons estágios e mostrar seu potencial. Você pode fazer seu network na própria escola, com professores e outros alunos e então se informar como anda o mercado na sua região.

Para quem está começando com a cara e a coragem, além de muito empenho, vai precisar do famoso Q.I. (Quem Indica), se você tem uma boa rede de relacionamentos com pessoas deste ramo, não será tarefa das mais difíceis, do contrário terá que fazer alguma mágica e aparecer na frente de quem procura.

E pra fechar, um bom profissional deve ter paixão pelo que faz para fazer bem feito, assim terá seu lugar reservado no mercado.

É isto ai, bons estudos e boa sorte. Caso tenha algum comentário, fique à vontade!

Artigo Revisado em Dezembro/2017.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*